Você está na página 1de 7

JMM ADVOCACIA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA LEGISLATIVA


DO DISTRITO FEDERAL

DEPUTADO JOE VALLE

Processo Referência nº: PR 71/2018


Resolução Referência nº : 268/2013

Raad Mtanios Massouh, ex-deputado distrital, vem à presença de


Vossa Excelência, por intermédio de seus advogados aos quais ao final assinam,
requerendo o recebimento e processamento deste pleito, pelas razões e fundamentos do
FATO NOVO abaixo aduzidos:

DO FATO NOVO

Trata-se da decisão judicial que teve como resultado a absolvição no


processo originário dessa casa a qual ensejou na acusação e cassação do seu mandato,
requerendo com o devido respeito a nova discussão e reconsideração de um possível
equívoco cometido.

Em doze de dezembro de 2012 foi lida no Plenário da CLDF, recebendo


a numeração 30/2012, a Representação, depois convertida em processo nº 71/2013, que
culminou na cassação do ex-deputado, ora requerente. Nas proximidades de completar 6
(seis) anos, o processo tramitado nesta Casa de Leis, teve seus procedimentos respeitados
e resultando na Resolução nº 268/2013, da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos,
Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar, que declarou a perda do mandado deste
parlamentar.
______________________________________________________________________
QNN 03 Conjunto B Lote 23 – Loja 02, Ceilândia Norte, Brasília/DF, CEP: 72.225-032
Contato: (61) 3371-0492 ou (61) 98182-7735 - E-mail: jadison08@gmail.com
JMM ADVOCACIA

Entretanto, amplamente noticiadas e circuladas em grande escala na


mídia. E mesmo que todas as manchetes anunciassem apenas a investigação do ex-
deputado, a sentença não foi dada pelo Poder Judiciário, responsável pelo processamento,
mas sim, por uma antecipação de julgamento feito por esta casa.
Nos autos do processo judicial, nº 2010.06.1.014563-0, originado na
Vara Criminal Da Circunscrição Judiciária De Sobradinho/DF, a sentença de absolvição
proferida em meados de março de 2018, não teve toda a repercussão que foi dada na época
que eclodiu as investigações da Operação Mangona.
No trecho da sentença retirado do processo acima mencionado, o douto
Juízo proferiu em 14 de março de 2018 em sua decisão pela “IMPROCEDÊNCIA DA
PRETENSÃO PUNITIVA ESTATAL, deduzida na denúncia PARA ABSOLVER –
Raad Mtanios Massouh, da imputação da prática de conduta delituosa capitulada no
artigo 89 da Lei 8666/96 com base no artigo 386, II e VII e artigos 312 do CP e 1º da lei
9.613/98”.
Ademais, todas as investigações desse caso foram arquivadas. TODAS.
Tanto pelo Ministério Público, quanto pelas Delegacias incumbidas da investigação e
pelo Poder Judiciário.
Hoje, não é possível explanar o sentimento que o acompanhou todos
esses anos. Foram mais de 6 (seis) anos carregando uma culpa que nunca teve. 6 anos!
Tendo contra si o pior dos julgamentos, da mídia e dos opositores, pois nesse caso,
fizeram o papel de denunciante e sentenciador. Mesmo que, igualmente, tenha sido o
amparo de seus familiares e amigos, e, principalmente, daqueles que lhe confiaram o seu
voto, somente após a decisão judicial, que o ex-deputado pôde tirar um peso de si.
Por esta razão que, no Plenário da Casa das Leis, no ato a Sessão Solene
realizada no último dia 04 do presente mês aos Presidentes e Secretários da Câmara
Legislativa, onde o ex-deputado foi homenageado, viu que a sua luta pela verdade e
democracia foi reconhecida.
No início da sua fala, o Deputado Raimundo Ribeiro, sobre à
importância da história mencionou de maneira espetacular que as crises servem para
fortalecer a Casa, e que o apelo da mídia feroz alheia ao bom senso e cautela, acabam
______________________________________________________________________
QNN 03 Conjunto B Lote 23 – Loja 02, Ceilândia Norte, Brasília/DF, CEP: 72.225-032
Contato: (61) 3371-0492 ou (61) 98182-7735 - E-mail: jadison08@gmail.com
JMM ADVOCACIA

muitas vezes desvirtuando o caminho daqueles que buscam a verdade.


Em sua fala prolata...

“Esta Casa sempre será alvejada, o que nós precisamos é ter a sabedoria de não
permitir que más verdades, e, portanto, meias mentiras, se transformem em
verdades absolutas. Até porque, se nós permitirmos isso, o que vai acontecer são
casos como esse que é uma triste página, do Raad, na história da política do
Distrito Federal.”

No caso em apreço, a repercussão midiática do processo o fez tramitar


em tempo recorde. Nem o parecer da Justiça foi aguardado para que ocorresse a punição
do ex-deputado que para sempre macularia a sua honra e o papel histórico que representou
na política do Distrito Federal. Ainda nas palavras do Deputado Raimundo Ribeiro:

“Eu me recordo que a maioria das crises pelas coisas que essa casa passou,
tiveram inicialmente, um tiro disparado por manchetes bombásticas, ou seja,
aqueles que deveriam ter um compromisso com a verdade, de informar a verdade
a população, buscam exatamente fazer eclodir, explodir escândalos para dele se
alimentarem. Eu me recordo recentemente do último escândalo que atingiu essa
casa foi a operação Draco e falo muito a vontade disso porque tive oportunidade
de ver reconhecido a minha inocência no Superior Tribunal de justiça não por
acaso conhecido como Tribunal da Cidadania e, por unanimidade, veja que nesta
casa, com o Deputado, meu vizinho, Raad que também foi cassado e
posteriormente a justiça o inocentou”

No mesmo sentido a nobre Deputada Celina Leão, declarou que a


influência da mídia e dos meios de comunicação são por vezes traiçoeiros e que muito
embora seja um caminho mais fácil, por vezes, é injusto:

“A coisa mais fácil, às vezes, é julgar um colega. A coisa mais simples muitas
das vezes é estar ao lado da imprensa, que faz um debate dessa casa, muitas vezes
injusto né, e muitas vezes midiático, sem entender o que realmente se passa
dentro do Parlamento, o processo político, o processo ideológico e o processo
das batalhas que são travadas aqui.”

Ainda no seu discurso, ponderou sobre o direito de retratação que deve


existir:
“Eu já tive momentos nesse Plenário aqui, onde a
população chegava aqui aos prantos, seja para defender a saúde pública, seja para
defender um direito do trabalhador, seja para defender o direito de minoria. É
nesse Parlamento, onde as brigas são travadas que eu estou vendo várias vezes,
deputados aqui, um grande amigo deputado Raad Massouh, né, você Excelência

______________________________________________________________________
QNN 03 Conjunto B Lote 23 – Loja 02, Ceilândia Norte, Brasília/DF, CEP: 72.225-032
Contato: (61) 3371-0492 ou (61) 98182-7735 - E-mail: jadison08@gmail.com
JMM ADVOCACIA

merece as escusas públicas dessa casa, você Excelência, foi injustamente


depois inocentado no processo. E essa casa não teve maturidade, Deputado
Raad, naquele momento de entender ser um processo mediático, mostrando que
talvez o poder legislativo não esteja preparado pra julgar os colegas, então faço
das minhas palavras aqui essas escusas públicas Deputado Raad, a Vossa
Excelência que, né, porque isso é tão engraçado, a absolvição de Vossa
Excelência não foi dada às manchetes como foi dada na época das acusações
Então com isso ficou uma lição colegas, pra vocês que estão vindo aqui pra essa
casa”.

O papel do Poder Legislativo é de suma importância para a manutenção


da Democracia e do Estado Democrático de Direito, que é o que se espera no Brasil, deve
ser pautado pela transparência e pela igualdade a todos os interessados.
Uma sociedade justa é aquela que anda nos valores da ética e da moral,
tratando todos os seus em pé de igualdade, com empatia e respeitando a voz daqueles que
precisam. O modelo democrático adotado no nosso país é respeitado em todo o mundo,
pois o sistema de Representação, expressa a vontade do povo e isso tem que ser
respeitado.
Nas palavras do Deputado Raimundo Ribeiro:

“Então eu gostaria de dizer que nós temos uma responsabilidade com esta casa
não pelo seu aspecto físico não pela sua construção, mas pelo que ela representa.
Ela representa a soberania do único poder absoluto que nós temos no nosso país,
numa democracia, que é o poder do cidadão. [...]
Este mandado precisa ser respeitado, ele não pode ser cassado por uma manchete
de jornal, ele não pode ser cassado por que alguém ou um blog noticiou qualquer
inverdade, por que atrás de um mandato, você tem milhares de pessoas que
podem ser frustradas por essa dinâmica que a sociedade tem tomado
Todos os outros poderes, [...] eles são derivados do Poder
Popular, porque na verdade, esse país existe para o seu povo, que se manifesta
através do voto, e que se corporifica no mandato. E como é que fica vida desses
‘manés’ que foram alvo dessas operações, como é que fica? Eu posso andar por
aí, porque o STJ disse que eu não tinha nada a ver com aquela história, mas e os
outros que ainda não tiveram oportunidade. O Raad foi absolvido pela justiça,
mas será que deram a mesma dimensão que foi dada quando foi dito? Quando
ele foi cassado? Claro que não! Então pessoal, eu acho que esse Parlamento ele
precisa entender e recuperar o brio dessa primeira legislatura que vocês fizeram
quando vocês se uniram e mostraram que aqui você tem a vontade popular
espelhada nos 24 deputados que foram eleitos”.

A realização dos procedimentos adotados pela Câmara Legislativa


deve, pois, obedecer aos princípios e às regras constitucionais que o disciplinam, sob pena
de inconstitucionalidade formal ou material dos atos praticados, possibilitando seu
______________________________________________________________________
QNN 03 Conjunto B Lote 23 – Loja 02, Ceilândia Norte, Brasília/DF, CEP: 72.225-032
Contato: (61) 3371-0492 ou (61) 98182-7735 - E-mail: jadison08@gmail.com
JMM ADVOCACIA

controle pelo próprio Poder Legislativo.


No discurso comovente da Deputada Federal Celina Leão, foi
confirmado a importância dos Representantes do Povo na Democracia:

“Mas é deixar escrito na história de Brasília que tiveram homens e mulheres que
abriram mão muitas vezes de ver seus filhos crescerem, que abriram mão de
muitas vezes de estar em casa, nos momentos mais importantes da sua família,
para estar vivendo pros outros, e que, muitas vezes são mal interpretados por
muitas pessoas aqui, como por muitas vezes são, como no caso do deputado
Raad, injustiçados e é por isso que eu acho que essa casa faz hoje justiça nessa
noite”.

A história do Legislativo está diretamente ligada à história do Brasil e


do mundo, por fazer parte do marco que deixou o lado obscuro de outras formas de
governo para chegarmos ao atual modelo, o Republicanismo que expressa na Democracia
o melhor para a população.
Na voz do Presidente, Deputado Joe Valle, foi ressaltada a importância
do processo legislativo e da importância dos deputados que o fizeram e fazem acontecer:

“Quero agradecer a presença do deputado Raad, que está aqui e que como disse
a deputada Celina, o deputado Roberto e todos os deputados que falaram antes
de mim, entendendo que todos os processos legislativos todas as decisões
políticas que são tomadas e que fazem parte do dia-a-dia da nossa casa, fazem
parte do dia-a-dia da política no Brasil e fazem parte da política no mundo, então,
Deputado Raad, muito agradecido pela sua presença, nós vamos dar sequência
ao nosso trabalho”. Se referindo assim ao agradecimento pelos trabalhos
realizado e solidário com sua injustiça.

Todo o Estado Democrático de Direito foi posto à prova para a


satisfação de interesses políticos de determinados agentes estatais, os quais se valeram de
ferramentas do poder de parlamentares como instrumento de ofensa e prejuízos pessoais
atingimento em seu desfecho muito determinado na condenação do, agora, ex-deputado
Raad Massouh.
Apesar de toda imparcialidade, entretanto, não se pode deixar que erros
cometidos no passado sejam esquecidos como se não houvessem prejudicados por estes
erros. Quando se busca a verdade e esta é incontestavelmente esclarecida e provada, o
pedido de desculpa é a medida mais cabível e justa que se pode ter.
De certo que não se retomará o status quo, mas daqui para frente um
______________________________________________________________________
QNN 03 Conjunto B Lote 23 – Loja 02, Ceilândia Norte, Brasília/DF, CEP: 72.225-032
Contato: (61) 3371-0492 ou (61) 98182-7735 - E-mail: jadison08@gmail.com
JMM ADVOCACIA

novo sentimento se formará, que é o sentimento de paz consigo mesmo, tanto para aqueles
que podem ter errado, para com aqueles que foram mal julgados. Em atenção ao caso aqui
relatado, o que se pretende é apenas uma revisão de uma medida justa para o episódio,
que embora feita pelas regras dos princípios que rege esta casa, foi precipitada, levando
a condenação de um inocente.
Na sentença judicial, dos autos do processo nº 2010.06.1.014563-0, o,
agora, ex-deputado, foi absolvido em razão das denúncias vazias e sem embasamento
mínimo que sugerissem a culpa. Pela simples razão, o ex-deputado não pode ser
responsabilizado por algo que não lhe provém.
Da mesma forma, que não pode ter contra si, uma punição eterna por
algo que não cometeu.
Não se ver nas normas regimentais desta casa de leis o amparo legal a
se perquirir a injustiça, buscando assim parâmetros legais em outras leis e diretos que
amparam ao caso em comenta.
Em analogia, no direito penal, há a possibilidade de revisão criminal de
uma sentença, ressaltando-se que não se trata de uma espécie de recurso, mas de uma
ação autônoma que se revolve de novos requisitos.
Uma condenação injusta é o mal maior de uma injustiça que pode sofrer
não somente ao acusado, mas também à sociedade, que passa a desacreditar do que é
Justo. Em virtude dessa situação, desde épocas remotas, se admitem providências para
impugnar uma decisão condenatória ou injusta.
No âmbito do Direito Administrativo, também é admitida a
possibilidade de revisão de decisão de Processo Administrativo Disciplinar, considerado
o surgimento de provas novas ou fatos não apreciados no processo originário.
No Direito Civil, o nome é dado de Ação Rescisória, mas tem o mesmo
objetivo, revisar uma decisão terminativa, com o fito de análise de novas provas ou de
decisão que tenha sido baseada em provas falsas, como no Direito Penal. Na esfera do
Direito do trabalho, o nome é também adotado.
Como já dito, muito embora, não havendo previsão de tal instrumento
no Regimento desta Casa, sua existência é imprescindível para que haja segurança
______________________________________________________________________
QNN 03 Conjunto B Lote 23 – Loja 02, Ceilândia Norte, Brasília/DF, CEP: 72.225-032
Contato: (61) 3371-0492 ou (61) 98182-7735 - E-mail: jadison08@gmail.com
JMM ADVOCACIA

jurídica e justiça aos que foram injustiçados.


Nunca tendo ocorrido pedidos nesse sentido não é motivo para sua não
apreciação, já que o fato de algo ser uma inovação não pode ser taxado com ruim. As
mudanças são necessárias para acompanhar o desenvolvimento da sociedade em si. A
mudança é o que nos garantiu viver como vivemos hoje, com mais direitos do que antes.
Em razão do exposto, tem-se que é necessária uma revisão do processo
que culminou na cassação do mandato do ex-deputado Raad Massouh, por estar pautado
em inúmeras injustiças a fio de humilhação e acusações que somente foram elucidadas
após anos pelo poder judiciário.
Desta maneira, vem humildemente ante o exposto, requer, digne-se,
Vossa Excelência, ao conhecimento e à apreciação do presente pedido para revisão do
processo nº PR 71/2013, que levou à edição da Resolução nº 268/2013, para ao final,
revogá-la, declarando absolvido, para mesmo não podendo voltar a exercer o restante
do seu mandato que se afaste as consequências da pena condenatória no que se refere a
INELEGIBILIDADE e tornando sem efeito o Artigo 1º da Resolução nº 268/2013.

Termos em que pede e espera deferimento.

Brasília/DF, 07 de dezembro de 2018.

Jádison Menezes Machado


OAB/DF 34.638

Sabrina S. Menezes
OAB/DF 15.877-E

______________________________________________________________________
QNN 03 Conjunto B Lote 23 – Loja 02, Ceilândia Norte, Brasília/DF, CEP: 72.225-032
Contato: (61) 3371-0492 ou (61) 98182-7735 - E-mail: jadison08@gmail.com

Você também pode gostar