Você está na página 1de 5

Carlos Alberto Bittar, em sua obra "Direito de Autor", conceitua o Direito de Autor nos

seguintes termos:
"Em breve noção, pode-se assentar que o Direito de Autor ou Direito Autoral é o ramo do
Direito Privado que regula as relações jurídicas, advindas da criação e da utilização
econômica de obras intelectuais estéticas e compreendidas na literatura, nas artes e nas
ciências.
Como Direito subjetivista e privatista, recebeu consagração legislativa em função da
doutrina dos direitos individuais, no Século XVIII, que descende do jusnaturalismo liberal e
do desenvolvimento da doutrina dos direitos fundamentais da pessoa humana. Inspirado
por noções de defesa do homem enquanto criador, em suas relações com os frutos de seu
intelecto, inscreve-se no âmbito do Direito Privado, embora entrecortado por normas de
ordem pública exatamente para a obtenção de suas finalidades. Seu sentido mais atual
impõe, cada vez mais, sua atualização diante das inovações tecnológicas e dos desafios
do uso compartilhado do conhecimento" (BITTAR, Carlos Alberto. Direito de Autor. 5. ed.
rev., atual. e ampl. Rio de Janeiro: Forense, 2013).
Acerca da legislação sobre direitos autorais, marque V ou F.

1) É possível identificar dois modelos ou sistemas


Resposta 1
legislativos de proteção aos direitos autorais: o francês e o
inglês.
2) O Brasil adotou o modelo inglês de proteção dos direitos
autorais, já que a legislação brasileira dá maior relevo à Resposta 2
exploração econômica das obras (aspecto patrimonial), em
detrimento da proteção ao autor (aspecto moral).
3) A Lei nº 5.988, de 14 de dezembro de 1973, foi um
marco na evolução da história dos direitos autorais no
Brasil, porquanto foi o primeiro ato normativo a disciplinar Resposta 3
de forma sistemática e autônoma matéria que era objeto de
diversas leis esparsas.
4) Os direitos autorais sobre os programas de computador,
Resposta 4
considerados obras intelectuais sujeitas a proteção, foram
exaustivamente disciplinados na Lei nº 9.610, de 1998.
5) A Constituição de 1988, em seu art. 5º, XXVII,
assegurou aos autores o direito exclusivo de utilização, Resposta 5
publicação ou reprodução de suas obras, transmissível aos
herdeiros pelo tempo que a lei fixar.
Feedback

1) Assertiva verdadeira.
O modelo inglês de proteção dos direitos autorais foi elaborado com enfoque na
exploração econômica de determinada obra (o chamado "copyright" era o direito de
reprodução das obras conferido aos livreiros e editores e independia, até o Século XVI, de
autorização do autor. Não havia, ao menos inicialmente, grande preocupação com o autor
da obra. O modelo francês, por sua vez, surge com foco nos direitos do autor (patrimoniais
e extrapatrimoniais).
2) Assertiva falsa.
O Brasil adotou o modelo francês de proteção aos direitos de autor. Nesse sentido,
confira-se o teor do art. 22 da Lei de Direitos Autorais:
Art. 22. Pertencem ao autor os direitos morais e patrimoniais sobre a obra que criou.
Vários outros dispositivos da Lei de Direitos Autorais comprovam a especial proteção que
se pretendeu dar aos autores. Como exemplo, podem ser citados o art. 18 e o art. 24, que
contempla um rol de direitos morais do autor, alguns deles inclusive transmissíveis aos
seus sucessores.
3) Assertiva verdadeira.
Antes da Lei nº 5.988, de 14 de dezembro de 1973 (com 132 artigos), os direitos autorais
eram disciplinados em capítulo do Código Civil de 1916 (arts. 649 a 673) e em diversos
atos normativos esparsos. Não havia, ainda, uma sistematização da matéria.
4) Assertiva falsa.
Os programas de computador são considerados, nos termos do art. 7º, XII, da Lei de
Direitos Autorais, obras intelectuais protegidas. O § 1º do art. 7º da Lei de Direitos Autorais
estabeleceu que sua disciplina seria objeto de legislação específica. A Lei nº 9.609, de 19
de fevereiro de 1999, dispõe sobre a proteção da propriedade intelectual de programa de
computador e sua comercialização no País.
5) Assertiva verdadeira. O art. 5º, XXVII, possui a seguinte redação:
XXVII - aos autores pertence o direito exclusivo de utilização, publicação ou reprodução de
suas obras, transmissível aos herdeiros pelo tempo que a lei fixar;

Questão 2
Correto
Atingiu 1,00 de 1,00

Marcar questão

Texto da questão

Associe as definições abaixo aos seus respectivos conceitos:

a) Ramo do Direito que cuida da


proteção jurídica concedida pelo Estado
às criações do espírito e da inteligência Resposta 1
humana que tenham finalidade estética
ou utilitária.
b) Ramo do Direito que regula as
Resposta 2
relações referentes às obras de cunho
utilitário.

c) Ramo do Direito que regula as Resposta 3


relações jurídicas decorrentes da
criação e da utilização de obras
estéticas.
Feedback

a) O Direito da Propriedade Intelectual tem por objetivo a proteção jurídica das criações do
gênio humano. Essas criações podem ter por finalidade precípua sensibilização e a
transmissão de conhecimentos ou a satisfação de interesses materiais do homem,
segundo lições de Carlos Alberto Bittar. O Direito da Propriedade Industrial é gênero que
se subdivide em duas espécies, quais sejam: Direito Autoral e Direito da Propriedade
Industrial.
b) Nas palavras de Carlos Alberto Bittar, "ao Direito de Propriedade Industrial (ou Direito
Industrial) conferiu-se a regulação das relações referentes às obras de cunho utilitário,
consubstanciadas em bens materiais de uso empresarial, por meio de patentes (invenção,
modelo de utilidade, modelo industrial e desenho industrial) e marcas (de indústrias, de
comércio, ou de serviço e de expressão, ou sinal de propaganda)".
c) Ainda segundo Carlos Alberto Bittar, cabe ao Direito Autoral a "regência das relações
jurídicas decorrentes da criação e da utilização de obras intelectuais estéticas, integrantes
da literatura, das artes e das ciências".
BITTAR, Carlos Alberto. Direito de Autor. 5. ed. rev., atual. e ampl. 2013, Rio de Janeiro:
Forense. p. 3.

Questão 3
Correto
Atingiu 1,00 de 1,00

Marcar questão

Texto da questão

Acerca da evolução histórica do Direito Autoral no Brasil, assinale a alternativa correta.

a. A Constituição brasileira de 1824 foi a primeira a consagrar no país a proteção aos


direitos autorais, embora de forma limitada, porquanto concentrada apenas no aspecto
patrimonial.
b. A Convenção de Berna para a Proteção das Obras Literárias e Artísticas, de 9 de
setembro de 1886, ainda não foi formalmente incorporada ao ordenamento jurídico
brasileiro, porque está pendente de promulgação pelo Presidente da República.
c. No Código Civil de 1916, com a morte do autor de obra literária, artística ou científica, a
exploração da obra pelos seus herdeiros e sucessores era garantida por prazo indefinido.
d. A Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, garante a proteção aos direitos autorais de
nacionais de outros países, desde que haja tratamento recíproco conferido aos brasileiros.
Resposta correta. Confira-se o teor do parágrafo único do art. 2º da Lei nº 9.610, de 1998:
Art. 2º Os estrangeiros domiciliados no exterior gozarão da proteção assegurada nos
acordos, convenções e tratados em vigor no Brasil.
Parágrafo único. Aplica-se o disposto nesta Lei aos nacionais ou pessoas domiciliadas em
país que assegure aos brasileiros ou pessoas domiciliadas no Brasil a reciprocidade na
proteção aos direitos autorais ou equivalentes.

e. A Constituição de 1988 tutelou os direitos de autor e os que lhe são conexos e, porque
são reputados bens móveis, para efeitos legais, não incide a diretriz da socialidade
consubstanciada na função social da propriedade.
Feedback

A resposta é: A Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, garante a proteção aos direitos


autorais de nacionais de outros países, desde que haja tratamento recíproco conferido aos
brasileiros.
Questão 4
Incorreto
Atingiu 0,00 de 1,00

Marcar questão

Texto da questão

Acerca das limitações ao exercício dos direitos autorais, marque a alternativaincorreta.

a. No ordenamento jurídico brasileiro, os direitos autorais, assim como os demais direitos,


não são absolutos.
Assertiva correta.
Vale ressaltar o disposto no art. 41 da Lei de Direitos Autorais, o qual limita a proteção aos
direitos patrimoniais do autor no tempo.

b. As hipóteses de utilização de obras intelectuais protegidas independentemente de


prévia e expressa autorização dos respectivos autores constituem espécies de limitações
aos direitos destes.
c. A Lei de Direitos Autorais veda a reprodução de obras intelectuais, ressalvada aquela
feita em um só exemplar de pequenos trechos, apenas para o uso individual do copista e
sem intuito de lucro.
d. A Lei de Direitos Autorais, ao permitir a reprodução de artigos informativos e notícias na
imprensa diária ou periódica, independentemente de prévia e expressa autorização de
seus autores, concretizou o direito de acesso à informação, consagrado no art. 5º da
Constituição de 1988.
e. A Lei de Direitos Autorais permite a reprodução de obras científicas para fins didáticos,
em atenção ao disposto no art. 205 da Constituição de 1988, que estabelece ser a
educação direito de todos e dever do Estado.
Feedback
A resposta é: A Lei de Direitos Autorais permite a reprodução de obras científicas para
fins didáticos, em atenção ao disposto no art. 205 da Constituição de 1988, que estabelece
ser a educação direito de todos e dever do Estado.
Questão 5
Correto
Atingiu 1,00 de 1,00

Marcar questão

Texto da questão

Quanto à autoria e ao registro das obras na Lei nº 9.610, de 1998 (Lei de Direitos
Autorais), assinale a afirmativa correta.

a. A Lei de Direitos Autorais considera autor a pessoa física ou jurídica criadora da obra
literária, artística ou científica.
b. A Lei nº 9.610, de 1998, admite a transferência, total ou parcial, onerosa ou gratuita,
dos direitos de autor, inclusive os de natureza extrapatrimonial.
c. A Lei de Direitos Autorais protege a titularidade dos direitos patrimoniais sobre
determinada obra, a qual, nem sempre, recairá sobre o autor.
Resposta correta. O autor pode transferir seus direitos patrimoniais a uma pessoa jurídica,
a qual poderá explorar economicamente a obra. O capítulo V da Lei de Direitos Autorais
disciplina a transferência dos direitos de autor.

d. A proteção conferida às obras intelectuais pela Lei de Direitos Autorais não prescinde
de seu registro nos órgãos públicos competentes.
e. O registro da obra intelectual garante ao seu autor a proteção dos direitos a ela
relativos, presumindo-se de forma absoluta a sua anterioridade.
Feedback

A resposta é: A Lei de Direitos Autorais protege a titularidade dos direitos patrimoniais


sobre determinada obra, a qual, nem sempre, recairá sobre o autor.