Você está na página 1de 5

“RESIDENCIAL _________”

Rua _________, Cidade, estado.

I - Incorporadora e Titular de Domínio

(qualificação), com sede nesta Capital, na Avenida (qualificar), inscrita no CNPJ/MF sob o nº
_______, com seu contrato social arquivado na JUCESP sob o nº _____, em __/__/_____, o qual
foi consolidado pela alteração contratual de __ de _______ de _____, registrada na JUCESP sob o
nº ______, em 18/07/05, representada, neste ato, nos termos da cláusula quinta de seu contrato
social consolidado, por seu administrador, (qualificar), RG nº ______, CPF nº ______, domiciliado
e residente nesta Capital, na Rua (qualificar).

II – Localização, Descrição e Confrontação do Terreno

UM TERRENO situado na Rua ______, antiga Rua Seis, esquina com a Rua ______, antiga Rua
Sete, constante dos lotes nºs 3 e 4, da quadra “F”, do Sítio ______, fundos da Chácara _____, no
__º subdistrito - Ibirapuera, do distrito, município, comarca, perímetro urbano e __ª Circunscrição
Imobiliária da Capital do Estado de São Paulo, com a área de 2.169,36 m2 (dois mil, cento e
sessenta e nove metros e trinta e seis decímetros quadrados), medindo 10,40 m (dez metros e
quarenta centímetros) em reta mais 22,22 m (vinte e dois metros e vinte e dois centímetros) em
curva de frente para Rua _______, por 49,97 m (quarenta e nove metros e noventa e sete
centímetros) da frente aos fundos, do lado direito de quem da Rua _______ olha para o imóvel,
onde confronta com a Rua _______, para a qual também faz frente o imóvel; 61,02 m (sessenta e
um metros e dois centímetros) também da frente aos fundos, do lado esquerdo, seguindo a mesma
orientação, onde confronta com o lote nº 02, tendo nos fundos 46,92 m (quarenta e seis metros e
noventa e dois centímetros) confrontando com a _______. É tributado pelo contribuinte municipal
nº _______

III - Título de Propriedade do Imóvel

Dito imóvel foi adquirido pela titular de domínio, por compra feita de ________ e sua mulher
________, nos termos da escritura lavrada no Tabelionato do __º subdistrito - Santo ______, desta
Capital, em __/__/__, às páginas ____ do livro ____, registrada sob o n° 1, na matrícula _____, em
___ de _________ de ______, no ___º Registro de Imóveis desta Capital.

IV - Objeto da Incorporação

O objeto da presente incorporação a ser realizada pelo sistema preconizado pela Lei 4.591/64, é um
condomínio composto por 06 (seis) unidades (casas) residenciais, que será construído sobre o
terreno já descrito e caracterizado, conforme projeto aprovado pela Prefeitura do Município de São
Paulo, no Processo n° _______, tendo sido expedido pela mesma, o competente Alvará de
Aprovação e Execução de Edificação Nova sob o n° ______.

O “RESIDENCIAL ______” será constituído por 06 (seis) casas residenciais, compostas pelos
pavimentos inferior, térreo, superior e ático, com guarita, compartimento para abrigo de gás, lixeira,
áreas ajardinadas, área de lazer e local de circulação interna para pedestres e veículos.
V - Da Divisão do Condomínio

De conformidade com o projeto aprovado, o CONDOMÍNIO “RESIDENCIAL ______”,


abrangerá partes de propriedade comuns e partes de propriedade exclusiva, a saber:

a) PARTES DE USO E PROPRIEDADE COMUNS: São aquelas definidas no artigo n°


1.331, § 2º, do Código Civil, constantes e regulamentadas na inclusa minuta de Convenção
de Condomínio, e em especial o terreno, onde se assenta o conjunto de edificações, que
constituem o empreendimento imobiliário objeto desta incorporação, e tudo o mais que por
sua própria natureza ou função, seja de uso comum do condomínio, tais como, portaria; os
pisos de cimento armado; as partes externas das casas, áreas de acesso e de circulação
interna para veículos e pedestres; guarita, lixeira, compartimento para abrigo de gás, áreas
ajardinadas e de lazer; condutores de água, luz, esgoto, gás e as calçadas, enfim, todas as
coisas que se destinem ao uso comum de todos os proprietários ou titulares de direitos à
aquisição de unidades, ou seus ocupantes.

b) PARTES DE PROPRIEDADE EXCLUSIVAS: São as 06 (seis) unidades autônomas -


casas residenciais, numeradas de: CASA 01 - CASA 02 - CASA 03 - CASA 04 -
CASA 05 - CASA 06.

VI - Das Áreas e Frações Ideais das Unidades Autônomas (CASAS)

Casa n° 01:
- área privativa coberta edificada 378,040 m2;
- área comum coberta edificada 19,104 m2;
- total da área construída 397,144 m2;
- área privativa descoberta 162,900 m2;
- total da área construída + descoberta 657,815 m2;
- área de terreno exclusivo 287,020 m2;
- área de terreno comum 100,084 m2;
- área total de terreno 387,104 m2;
- fração ideal no solo 16,6609%

Casa n° 02:
- área privativa coberta edificada 375,060 m2;
- área comum coberta edificada 17,688 m2;
- total da área construída 392,748 m2;
- área privativa descoberta 72,940 m2;
- total da área construída + descoberta 556,217 m2;
- área de terreno exclusivo 201,600 m2;
- área de terreno comum 92,671 m2;
- área total de terreno 294,271 m2;
- fração ideal no solo 15,4269%

Casa n° 03:
- área privativa coberta edificada 399,200 m2;
- área comum coberta edificada 18,893 m2;
- total da área construída 418,093 m2;
- área privativa descoberta 96,050 m2;
- total da área construída + descoberta 610,839 m2;
- área de terreno exclusivo 231,180 m2;
- área de terreno comum 98,983 m2;
- área total de terreno 330,163 m2;
- fração ideal no solo 16,4777%
Casa n° 04:
- área privativa coberta edificada 399,200 m2;
- área comum coberta edificada 19,179 m2;
- total da área construída 418,379 m2;
- área privativa descoberta 120,330 m2;
- total da área construída + descoberta 636,865 m2;
- área de terreno exclusivo 255,460 m2;
- área de terreno comum 100,478 m2;
- área total de terreno 355,938 m2;
- fração ideal no solo 16,7265%

Casa n° 05:
- área privativa coberta edificada 399,200 m2;
- área comum coberta edificada 19,454 m2;
- total da área construída 418,654 m2;
- área privativa descoberta 143,780 m2;
- total da área construída + descoberta 661,999 m2;
- área de terreno exclusivo 278,910 m2;
- área de terreno comum 101,920 m2;
- área total de terreno 380,830 m2;
- fração ideal no solo 16,9666%

Casa n° 06:
- área privativa coberta edificada 404,430 m2;
- área comum coberta edificada 20,342 m2;
- total da área construída 424,772 m2;
- área privativa descoberta 177,800 m2;
- total da área construída + descoberta 706,685 m2;
- área de terreno exclusivo 314,470 m2;
- área de terreno comum 106,574 m2;
- área total de terreno 421,044 m2;
- fração ideal no solo 17,7414%

VII - Confrontação das casas

“As casas possuem as seguintes confrontações, tomando-se por base quem da Rua Tomé Portes
olha de frente para o condomínio”.

Casa n° 01:
Com sua frente voltada para a Rua _____, confronta: pela frente com a calçada e área de circulação
de veículos e de pedestres do condomínio; pelo lado direito confronta com casa n° 02 do
condomínio; pelo lado esquerdo com a Rua ______, e pelos fundos confronta, referindo-se à
construção, com a área de quintal da casa e com relação ao terreno da mesma, com o lote n° 02.

Casa n° 02:
Com sua frente voltada para a Rua ______, confronta: pela frente com a calçada e área de
circulação de veículos e de pedestres do condomínio; pelo lado direito confronta com casa n° 03 do
condomínio; pelo lado esquerdo com a casa n° 01 do condomínio, e pelos fundos confronta,
referindo-se à construção, com a área de quintal da casa e com relação ao terreno da mesma, com o
lote n° 02.
Casa n° 03:
Com sua frente voltada para a Rua ______, confronta: pela frente com a calçada e área de
circulação de veículos e de pedestres do condomínio; pelo lado direito confronta com casa n° 04 do
condomínio; pelo lado esquerdo com a casa n° 02 do condomínio, e pelos fundos confronta,
referindo-se à construção, com a área de quintal da casa e com relação ao terreno da mesma, com o
lote n° 02.

Casa n° 04:
Com sua frente voltada para a Rua _______, confronta: pela frente com a calçada e área de
circulação de veículos e de pedestres do condomínio; pelo lado direito confronta com casa n° 05 do
condomínio; pelo lado esquerdo com a casa n° 03 do condomínio, e pelos fundos confronta,
referindo-se à construção, com a área de quintal da casa e com relação ao terreno da mesma, com o
lote n° 02.

Casa n° 05:
Com sua frente voltada para a Rua _______, confronta: pela frente com a calçada e área de
circulação de veículos e de pedestres do condomínio; pelo lado direito confronta com casa n° 06 do
condomínio; pelo lado esquerdo com a casa n° 04 do condomínio, e pelos fundos confronta,
referindo-se à construção, com a área de quintal da casa e com relação ao terreno da mesma, com o
lote n° 02.

Casa n° 06:
Com sua frente voltada para a Rua _____, confronta: pela frente com a calçada e área de circulação
de veículos e de pedestres do condomínio; pelo lado direito confronta com o muro divisório do
condomínio e com propriedade da Cia ___________ de Terrenos; pelo lado esquerdo com a casa n°
05 do condomínio, e pelos fundos confronta, referindo-se à construção, com a área de quintal da
casa e com relação ao terreno da mesma, com o lote n° 02.

VIII – Critério de Cálculos das áreas

Na descrição das unidades autônomas constante do item anterior, foram consideradas as áreas
calculadas de acordo com o critério de “área real”, prevista na NBR 12721, da Associação
Brasileira de Normas Técnicas.

IX - Ônus e Servidões

Sobre o imóvel objeto da presente incorporação não pensa nenhum ônus de qualquer espécie, nem
servidões, quer ativas ou passivas.

X – Da Administração do Condomínio

A Incorporadora se reserva, desde já, o direito de contratar ou tomar todas as providências


necessárias para que seja contratada a administração do condomínio para o 1º biênio após a
conclusão das obras, administração essa cujo exercício ficará sujeito às disposições da convenção,
cuja minuta acompanha o presente memorial para o devido arquivamento.

XI – Declarações Finais

Em atendimento ao disposto no artigo 32 da Lei número 4.591, de 16/12/1964, e posteriores


alterações, segue as seguintes declarações:

1.- Em cumprimento ao disposto na letra “C” do artigo acima, segue os títulos de propriedade,
abrangendo os últimos vinte (20) anos.
2.- Em cumprimento ao disposto na letra “I” do artigo acima, a descriminação das frações ideais de
terreno, com as unidades autônomas são as descritas no item “descrição das unidades autônomas”.

3.- Em cumprimento ao disposto na letra “L” do artigo acima, a incorporadora declara que não
ocorre a hipótese prevista no inciso II do artigo 39, do referido diploma legal.

4.- Em cumprimento ao disposto na letra “P” do referido artigo, a Incorporadora esclarece que, as
vagas de garagem a quem cada casa tem direito, estarão localizadas no pavimento inferior de cada
casa, e terá a capacidade para a guarda de 04 veículos de passeio, tudo conforme elucida o projeto
aprovado.

5.- Para fins do artigo 32, letra “m”, deixa de apresentar o instrumento de mandato, visto que a
Incorporadora é também a proprietária do imóvel,

6.- Para fins do artigo 32, letra “N”, combinado com o artigo 34, ambos da citada Lei 4.591/64, a
Incorporadora fixa em 180 (cento e oitenta) dias como prazo de carência, caso não consiga efetuar
50% (cinqüenta por cento) das vendas das frações ideais do terreno equivalentes às futuras unidades
autônomas (casas) do referido empreendimento,

7.- Orçamento geral do custo da obra atualizado, o qual apresenta uma previsão de gastos no
montante de R$ 2.869.552,65 (dois milhões, oitocentos e sessenta e nove mil, quinhentos e
cinqüenta e dois reais e sessenta e cinco centavos).

8.- Com o presente memorial, a Incorporadora apresenta os documentos mencionados nas letras “a”,
“b”, “c”, “d”, “e”, “f”, “g”, “h”, “j”, “n” e “o”, do artigo 32, da Lei número 4.591, de 16/12/1.964,
deixando de apresentar os documentos mencionados na letra “l”, por não ocorrerem as hipóteses
previstas em Lei.

________________, ___ de ________ de _____.

_______________________________________________

INCORPORADORA
Responsável Técnico:

_______________________