Você está na página 1de 51

Instalações Elétricas Prediais,

Iluminação e Telefonia

Prof. José Roberto Pacheco


jpacheco@area1.edu.br
• Plano de Ensino

• Avaliações

• Fundamentos da eletricidade (parte 1)


Conteúdos

Tema 1
Revisão dos conceitos básicos de eletricidade

Tema 2
O Projeto das instalações elétricas prediais

Tema 3
Previsão das cargas da instalação elétrica

Tema 4
Demanda de energia de uma instalação elétrica

Tema 5
Divisão da instalação em circuitos
Conteúdos

Tema 6
Padrão e dimensionamento da entrada de energia

Tema 7
Dimensionamento dos condutores elétricos

Tema 8
Dimensionamento dos Eletrodutos

Tema 9
Aterramento e proteção contra choques elétricos

Tema 10
Proteção contra descargas atmosféricas
Conteúdos

Tema 11
Iluminação

Tema 12
Projeto de instalações telefônicas

ESTUDO DE NORMAS DAS CONCESSIONÁRIAS

ESTUDO INDEPENDENTE
Bibliografia básica

CREDER, Hélio. Instalações elétricas. Rio de Janeiro: LTC, 2013.

LIMA FILHO, Domingos L. Projetos de instalação Elétrica Predial. Editora Érica. São
Paulo. 2014

COTRIM, Ademaro Alberto Machado Bittencourt. Instalações elétricas. São Paulo:


Prentice-Hall, 2009.

CAVALIN, Geraldo; CERVELIN, Severino. Instalações elétricas prediais. São Paulo:


Érica, 2009.

EDMINISTER, Joseph A. Circuitos elétricos. São Paulo: Shoum, McGraw-Hill, 1985.

MAMEDE FILHO, João. Instalações elétricas industriais. Rio de Janeiro: LTC, 2012

NISKIER, J. E.; MACINTYRE, A. J. Instalações elétricas. Rio de Janeiro: LTC, 2013.

CARVALHO JUNIOR, Roberto. Instalações elétricas e o projeto de arquitetura. São


Paulo: Edgard Blucher, 2009.
Vídeos no Youtube
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

AP1: PROVA – 100 %

AP2: TRABALHO: 100%

AP3: PROVA – 100 %


PROJETO DE UMA INSTALAÇÃO DE UMA RESIDÊNCIA
Pergunta: Um chuveiro elétrico de resistência 6 W está
submetido a uma d.d.p. de 120 V. Qual a intensidade da
corrente elétrica que flui pelo mesmo?
CARGAS ELÉTRICAS

𝑒 = −1,6 𝑋 10−19 C

1 𝐶 = 6,28 𝑋 1018 eletrons

1 cm3 de cobre  8 X 1022 eletrons livres


Corrente Elétrica

Seção Transversal

Direção do movimento
das cargas

Cargas individuais

Unidade: ampere
Corrente Elétrica
CORRENTE ELÉTRICA
POTENCIAL ELÉTRICO

𝑗𝑜𝑢𝑙𝑒 𝐽
Unidade: volt (V) =
𝑐𝑜𝑢𝑙𝑜𝑚𝑏 𝐶
POTENCIAL ELÉTRICO

Para haver corrente elétrica, é necessário que haja uma


diferença de potencial e um circuito fechado formado por
um condutor e uma carga.

A unidade para diferença de potencial é o volt, símbolo V.

Se o circuito estiver aberto, teremos uma d.d.p mas não


teremos corrente elétrica
Resistência Elétrica

Resistência Elétrica = oposição à


passagem de corrente elétrica

Depende dos seguintes fatores:

• A natureza do material
(resistividade)

• A área da seção transversal

• O comprimento

𝑙
𝑅= 𝜌
𝐴
Resistência Elétrica

𝑙
𝑅= 𝜌
𝐴
𝑙
Resistência Elétrica
𝑅= 𝜌
𝐴

Exemplo: Calcule a resistência elétrica de um pedaço de ferro em forma


de paralelepípedo com dimensões 1,2 cm x 1,2 cm x 15 cm (AxLxC). A
resistividade ρ = 9,68 x 10-8 Ω.m

Resposta: 1,0 x 10-4 Ω= 100 µΩ


Lei de Ohm
A Primeira Lei de Ohm relaciona a corrente (i) em
um circuito e a tensão (V)
Através de seus experimentos Georg Simon Ohm
constatou que para um dado condutor a razão da
tensão para a corrente é uma constante. A
resistência do dispositivo seria o coeficiente angular.
(Ω)

Nem todos os materiais obedecem a


lei de Ohm

Qual o valor da resistência de acordo


com esse gráfico ?
CIRCUITOS

V = RI
Fonte

Carga
Circuitos e sua representação
Potência Elétrica
Energia Elétrica

E = P. t

Unidade no SI = joule ; Unidade prática =


kW.h ($)
Armazenamento de energia elétrica: capacitância

Capacitor

𝑞
𝐶=
𝑣
Armazenamento de energia magnética: indutância

Indutor

ⅆⅈ
𝑣=L
ⅆ𝑡
Placa com um circuito
Tensão
Tensão Alternada
Contínua
OUTROS MEDIDORES
CIRCUITO SÉRIE OU PARALELO ?
CIRCUITO SÉRIE OU PARALELO ?
CORRENTE CONTÍNUA

Constante

Pulsante
CORRENTE ALTERNADA

1
𝑇=
𝑓
T = período em segundos

f = frequência em ciclos/s ou hertz


Parâmetros da onda senoidal periódica
Equivalência entre a representação fasorial e
senoidal
Circuitos Resistivos

Fator de potência = cos φ = 1


Circuitos Indutivos

Fator de potência = cos φ < 1


Circuitos Capacitivos

Fator de potência = cos φ < 1


Osciloscópio
Valor Eficaz
Potências em Corrente Alternada
SISTEMA ELÉTRICO
Padrões de Fornecimento de Energia Elétrica
Exercício de Fixação

Um motor elétrico monofásico com potência de 1,5 cv é alimentado com


tensão alternada de valor eficaz de 220 V. Um amperímetro, um voltímetro
e um wattímetro são instalados no circuito. A leitura do amperímetro é de
11,6 A e a do wattímetro 2.208 W. Calcule:

a) A potência aparente Resp.: 2.552 VA

b) A potência ativa Resp.: 2.208 W

c) A potência reativa Resp.: 1.279 VAR

d) O fator de potência Resp.: 0,87

e) O ângulo de defasagem entre os fasores da tensão e corrente Resp.: 30°

f) Como fazer para melhorar esse fator de potência?


Cálculo de resistência equivalente e correntes
em um circuito misto

Is = 100 mA
Vídeos :

Viagem na Eletricidade:

Video completo:
https://www.youtube.com/watch?v=VfuoAHOe7j0

Aula 2: Entre o mais e o menos


https://www.youtube.com/watch?v=WpIGGtN5BTA&list=PLTI_x
X1p_3I8zFQ116PwPaJuNtnGb4Iv-&index=3

Aula 3: Os três mosqueteiros


https://www.youtube.com/watch?v=O6XSH9IqtAA&list=PLTI_x
X1p_3I8zFQ116PwPaJuNtnGb4Iv-&index=4