Você está na página 1de 3

1a Avaliação de Engenharia dos Materiais

TE0141 - 2018.2 - 05/09/2018

1a Questão: Esboçar e justificar, a curva da energia líquida de ligação em eV, considerando as Eqs. 1
e 2, para o par iônico Mg 2+ − O 2− , onde FA,M gO , F R,M gO , são as forças atrativa e repulsiva em eV/nm,
respectivamente, dependem da distância de separação dos íons r em nm. Assim como, esboçar e justificar,
a curva da energia líquida de ligação em eV, no mesmo gráfico do ítem anterior, considerando as Eqs. 3
e 4, para o par iônico Na+ − Cl− , onde FA,N aCl , F R,N aCl , são as forças atrativa e repulsiva em eV/nm,
respectivamente, dependem da distância de separação dos íons r em nm. Esboçar no mesmo gráfico, as
curvas de energia líquida do MgO e NaCl, indicando e justificando o material mais fortemente
ligado.
5,761
FA,MgO = r2
(1)

− 4,94r.810
−4
FR,MgO = (2)

1,4402
FA,NaCl = r2
(3)

− 1,90r.910
−4
FR,NaCl = (4)

Determinar e justificar, matematicamente, os valores de r0 e E0 , em nm e eV respectivamente, para os


dois compostos. Onde r0 e E0 são os valores da distância de equilíbrio em nm e energia de ligação em eV,
respectivamente.
Solução:
= − 5,761
R
EA,M gO = F ∴ A = 5, 761 eV.nm
R A,M gO r
7,06 . 10−5
ER,M gO = R FR,M gO = r7
∴ B = 7, 06 . 10−5 eV.nm7 ∴ n = 7
EA,N aCl = F = − 1,4402 ∴ A = 1, 4402 eV.nm
R A,N aCl r
= − 2,38r.810 ∴ B = 2, 38 . 10−5 eV.nm8 ∴ n = 8
−5
ER,N aCl q= FR,N aCl
nB
r0 = n−1
A ∴ r0,M gO = 0, 210 nm ∴ r0,N aCl = 0, 279 nm
A B
E0 = − r0 + r0n ∴ E 0,M gO = − 23, 513 eV ∴
E0,N aCl = − 4, 514 eV
Logo, MgO mais fortemente ligado, E0,M gO < E0,N aCl ∴ r0,M gO < r0,N aCl
2a Questão) a) Identificar, determinar e justificar, a estrutura cristalina e os índices de Miller dos planos
da Fig. 1. Calcular e justificar os valores de densidade atômica planar em nm2 /nm2 de cada plano.
Solução: Estrutura cristalina cúbica de corpo centrado.

(100) (110) √
(111) √
4∗(1/4)∗πR2 3π 2
[4∗(1/4) + 1]∗πR 3 2π 3∗(1/6)∗πR2 3π

(4∗R/ 3)2
= 16
√ √ √
(4∗R/ 3)∗(4∗R 3)∗ 2
= 16 1
√ √ √ √ √ = 8
2 [(4∗R/ 3)∗ 2] [(4∗R/ 3)∗ 2] 3/2

Fig. 1 - Planos do sistema cúbico.

b) Identificar, determinar e justificar, a estrutura cristalina e os índices de Miller dos planos da Fig.2.
Calcular e justificar os valores de densidade atômica planar em nm2 /nm2 de cada plano.
Solução: Estrutura cristalina cúbica de faces centradas.

(100) (110) √
(111) √
[4∗(1/4) + 1]∗πR2 π [4∗(1/4) + 2∗1/2]∗πR2 2π [3∗(1/6) + 3∗(1/2)]∗πR2 3π

(4∗R/ 2)2
= 4
√ √ √
(4∗R/ 2)∗(4∗R/ 2)∗ 2
= 8 1
√ √ √ √ √ = 6
2 [(4∗R/ 2)∗ 2] [(4∗R/ 2)∗ 2] 3/2

Fig. 2 - Planos do sistema cúbico.

3a Questão: Determinar os índices de Miller para cada plano da Fig. 3. Esboçar e justificar a referida
família de planos, a camada atômica, indicando as direções critalográficas de escorregamento, considerando a
estrutura cristalina do níquel. Calcular a densidade atomica planar em átomos/nm2 , para o referido plano,
considerando o níquel. Consultar a Tab. 1.
Solução:
planos Fig.3-a: origem O, plano (111); origem O’, plano (11̄1)
planos Fig.3-b: origem O, plano (111); origem O’, plano (11̄1̄)
família de planos {111}. √
Estrutura CFC do níquel, densidade é igual 1 [(4∗R/√[3∗(1/6)

+ 3∗(1/2)]
√ √ √
2)∗ 2] [(4∗R/ 2)∗ 2] 3/2
= 3
6∗0,12462 =
2
18, 59 átomos/nm2
Fig.3 - Quatro planos equivalentes do sistema cúbico

4a Questão: Determinar e justificar os valores dos ângulos de difração, esboçando o difratograma dos
metais dos ítens a) e b), considerando os respectivos planos cristalográficos :
a) (110) , (200), (211) do ferro.
b) (111), (200), (220) do alumínio.
Considerando uma radiação de raios-X com comprimento de onda 0,1542 nm.
Solução:
4∗0,1241
a) aresta da célula cúbica do ferro, a = √
3
= 0, 287 nm.

λ 12 +12 +02 o
plano (110), 2Θ = 2 ∗ = 44, 66
asen( √ 2a )
λ 22 +02 +02
plano (200), 2Θ = 2 ∗ = 65, 0o
asen( √ 2a )
2 2 2
plano (211), 2Θ = 2 ∗ asen( λ 2 +1
= 82, 30o
2a
+1
)
4∗0,1431
]b) aresta da célula cúbica do alumínio, a = √ = 0, 405 nm.
√ 2
2 2 2
plano (111), 2Θ = 2 ∗ asen( λ√1 +1
2a
+1
) = 38, 50o
2 2 +02
plano (200), 2Θ = 2 ∗ asen( λ√2 +0
2a ) = 44, 76o
2 2 +02
plano (220), 2Θ = 2 ∗ asen( λ 2 +2
2a
) = 65, 16o
Estr. Cristalina Metal Raio(nm) Estr. Cristalina Metal Raio(nm)
CCC Ferro 0,1241 CFC Alumínio 0,1431
CCC Cromo 0,1249 CFC Cobre 0,1278
CCC Molibdênio 0,1363 CFC Chumbo 0,1750
CCC Tântalo 0,1430 CFC Níquel 0,1246
CCC Tungstênio 0,1371 CFC Prata 0,1445
Tab.1 - Dados de metais selecionados à temperatura ambiente.

5a Questão: a) Relacionar e justificar os tipos de ligação atômica primária.


Solução: metálica, cerâmica e polimérica.
b) Relacionar e justificar a equação de energia líquida de ligação atômica do tipo iônica e/ou covalente,
considerando os expoentes m e n de Born.
Solução: El = − rAm + B
rn

c) Relacionar e justificar a equação do cálculo teórico da densidade de um metal puro conhecendo a


estrutura cristalina, os valores do peso atômico e parâmetros da célula unitária.
nA
Solução: ρ = Vcélula NA

d) Relacionar e justificar o procedimento do cálculo do expoente de Born de um composto iônico com uma
fórmula estequiométrica Mx Xy .
(x/(x+y))∗nM +(y/(x+y))∗nX
Solução: n = x+y