Você está na página 1de 1

IACS - INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL

GCI - DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO


DISCIPLINA: ETICA E INFORMACAO
CÓDIGO: GCI00116
PROFESSOR: MARCIA BOSSY
GRADUANDA: Angela dos Santos Araújo
Matrícula: 817014059

ENSAIO

O Jardineiro Fiel (Fernando Meirelles, EUA, 2005).

O filme apresenta a luta entre a moral e a ética. Denuncia os grandes laboratórios mundiais que
pouco se importam com os efeitos colaterais naquela nação fragilizada - África, com intuito de
descobrir a cura da tuberculose para depois vender os remédios em países ricos, onde o país
cobaia não irá usufruir dos benefícios deste remédio. As autoridades procuram justificar a
utilização de pessoas africanas como cobaias para testar remédios, já que para as indústrias
farmacêuticas seria mais econômico matar os africanos do que passar mais vários anos gastando
milhões tentando desenvolver o remédio perfeito. A grande questão é até que ponto a
investigação e a evolução da medicina pode utilizar a vida dos seres humanos para atingir seus
objetivos. As indústrias estavam cientes que estariam eliminando vidas, justificando que
produziriam um medicamento que salvaria outras vidas. Não existe sentido ético e moral em se
sacrificar um indivíduo para curar outro. A justiça torna-se então utopia no filme e não há
justificativa ética e moral afirmando que um determinado ser humano deve servir para testar
medicamentos, para salvar outras vidas. Nesse filme, a moral e a ética se confundem bastante.
Fica muito claro que 'os fins justificam os meios', quando o casal protagonista, em ocasiões
específicas, deixa que o senso de moral fale mais alto em detrimento da ética e dentro das causas
que ambos abraçaram. Ela, em nome das questões humanitárias, sociais da África. Ele, em
nome da memória da esposa, ao dar continuidade aos ideais defendidos por ela.

Niterói, 30 de setembro de 2018.