Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE

FACULDADE DE ECONOMIA
LICENCIATURA EM ECONOMIA
3ºANO
ANÁLISE E GESTÃO DE PROJECTOS

II SEMESTRE

PROGRAMA ANALÍTICO

OBJECTIVOS:

No final do semestre os estudantes deverão ficar com uma noção sobre o processo da
Formulação, da Análise e da Gestão de Projectos ( com ênfase na análise ), lidando
com o método do Cash Flow e com os instrumentos técnicos e analíticos de Gestão
Financeira e Económico-Sociais. Deverão também, poder relacionar a Análise e Gestão
de Projectos com Políticas e Estratégias económicas globais e sectoriais. Por fim,
deverão ficar com uma ideia sobre ferramentas de Gestão de Projectos, na sua perspectiva
de Monitoria e Avaliação. Adicionalmente, deverão estar aptos a integrar equipes
multidisciplinares para elaboração e análise de projectos na área de Gestão, bem como
participarem no processo de decisão sobre os respectivos investimentos.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. INTRODUÇÃO GERAL À FORMULAÇÃO E ANÁLISE


DE PROJECTOS

 Introdução geral
 Cenários de Análise:
 Projecto único
 Carteira de projectos independentes
 Carteira de projectos excludentes
 Ciclo do Projecto:
 Modelo tradicional
 Modelo do Banco Mundial
 Análise crítica dos modelos

2. A FORMULAÇÃO DO PROJECTO

 Formulação dissociada da Análise


 A Análise como parte integrante da Formulação
 Os sujeitos activos do processo da Formulação
 A mentalidade tecnológica associada à Formulação
 Decisões preliminares: Localização e Mercado do Projecto.

1
 Dossier do Projecto: estrutura hipotética
 Conceito de Cash-Flow: momentos principais e rectificação das contas de
resultados
 Regras fundamentais: Cash-flows incrementais (abordagem de sunk costs,
utilização de recursos da empresa, e consistência entre a taxa de desconto
e o cash-flow).
 Cash-flow do último ano: valor residual e valor de continuidade.
 Cash Flow para Análise
 Caso Especial de Cash-Flow Para Projectos de Substituição
 Custo do Capital e Cash-Flow Actualizado
 Fontes de erros na determinação do Cash Flow
 Notas finais sobre Gestão ligada à fase da Formulação

3. A ANÁLISE FINANCEIRA DO PROJECTO

 Metodologia de Análise ( preços constantes e preços correntes ).


 Critérios de Avaliação de Investimentos:

 Tempo de Recuperação do Capital Investido - payback (simples )


 Tempo de Recuperaao do Capital Invesido - payback (descontado)
 Indice do Tempo de Recuperação do Capital Investido
 Valor Actual Líquido (VAL )
 Taxa Interna de Retorno (TIR)
 A TIR e a Taxa Mínima de Atractividade

 Análise Crítica dos Indicadores de Avaliação.


 Comparação de Projectos Com Vida Útil Diferente: Anuidade Equivalente
e Método de Réplica.
 Decisão de Financiamento: emprésimo bancário e leasing. Método de
Custo Efectivo (“all-in-cost”) e método de VALA (VAL Ajustado).
 Conceito de Modelo Financeiro: ligação entre inputs, e mapas
fundamentais, incluindo tesouraia previsional e balanços previsionais.
 Análise de Risco: A Análise de Sensibilidade e Matriz de Risco.
 O uso de coeficientes diferenciados de correcção do Cash Flow.
 Notas finais sobre Gestão ligada à fase da Análise.

4. A ANÁLISE SOCIAL DO PROJECTO

 A diferença entre a Análise Financeira e a Análise Social – uma


introdução.
 Ajustamentos Necessários – eliminação de transacções que representam a
transferência de poder de compra e o princício de custo de oportunidade
de recursos.

2
 Bens Transaccionáveis (“Tradeables”) e Bens Não-Transaccionáveis
(“Non-Tradeables”), Factores de Conversão (Preços Sombra ou shadow
prices).
 Variáveis para a Análise Social.
 Análise Custo - Benefício e Taxa Social de Desconto.
 O VAL e a TIR sociais.
 Metodologia dos Efeitos Sobre os Agentes Económicos: Repartição do
Rendimento, Valor Acrescentado, Emprego e Equilíbrio Externo.
 Cruzamento Análise Financeira e Análise Social.
 Algumas reflexões sobre a Análise Social de Projectos (Estudo de Caso e
Factores de Conversão).
 Notas finais sobre Gestão ligada à fase da Análise

5. A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJECTO

 Enquadramento da Gestão associada à fase da Implementação: Projectos


de Investimento.
 Gestão Específica de Projectos de Natureza Social (fins não lucrativos).
 A equipe do Projecto e o Gestor do Projecto
 A necessidade do conhecimento do Projecto pela Equipe de
Implementação
 O Plano Global do Projecto e a Planificação Anual ( calendarização )
 Aspectos gerais de Procurement
 O Reporting como ferramenta interna de Monitoria (Métricas de
Avaliação).
 A Auditoria ao Projecto
 A Supervisão Externa Programada e o Mid-Term-Review
 O fecho do Projecto: a conclusão, as lições aprendidas e a fiscalização
pós-fecho
 Notas finais sobre A Gestão do Projecto ligada à fase da Implementação

AVALIAÇÃO
 2 testes individuais de 60 minutos, com peso global de 90%.
 Um trabalho de grupo sobre Concepçäo de um Projecto, com peso de
10%.

3
BIBLIOGRAFIA BÁSICA

Básica:

1. Manual de Análise de Projectos de Investimento


António José Maia Araújo
Editora Rei dos Livros, 2ª edição, Outubro de 2003
www.reidoslivros.pt

2. Decisões de Investimento e Financiamento de Projectos


Carlos Barros
Edições Sílabo, 3ª edição, Abril de 1998

3. Análise de Projectos de Investimento


Hélio Barros
Edições Sílabo, 4ª edição, Maio de 2002
www.silabo.pt

4. Concepção e Análise de Projectos de Investimento


Albertino Marques
Edições Sílabo, Fevereiro de 1998;

5. Avaliação Social de Projectos


Cláudio R. Contador

5. Análise de Projectos de Investimento


Editora Escolar, Omar Mithá (2004, 2008).

Complementar:

1. Quaisquer outros, com título sobre Análise de Investimentos; Elaboração e


Análise Económica de Projectos; Concepção e Análise de Projectos, etc;

2. Jornais e artigos de revistas especializadas ( Notíciais, Domingo, Zambeze,


outros )

_______________________ $ _____________________