Você está na página 1de 2

1

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA “JÚLIO DE MESQUITA FILHO”


INSTITUTO DE QUÍMICA – ARARAQUARA
ENGENHARIA QUÍMICA

OPERAÇÕES UNITÁRIAS II
Profa. Dra. Lorena Oliveira Pires

TROCADOR DE CALOR TANQUE AGITADO

Materiais
✓ Tanque agitado ✓ ____________________
✓ Tanque de alimentação ✓ ____________________
✓ Banho de aquecimento ✓ ____________________
✓ Tubos de cobre ✓ ____________________
✓ Impelidor

Procedimento Experimental
1. Medir dimensões do tanque
2. Medir as dimensões dos tubos de cobre
3. Anotar as vazões e temperaturas dos fluidos quente e frio para três condições de operação
variando o tipo e a rotação do impelidor

Apresentação dos Resultados


1. Fazer um esquema do experimento
2. Todas as informações coletadas durante o experimento
2

Tratamento dos Dados

Determinar para cada esquema experimental:


1. Quantidade de calor trocado
2. MLDT em contracorrente
3. Coeficiente Global de Transmissão de Calor de Projeto (UD)
a. Coeficiente de transmissão de calor (h) fluido quente
b. Coeficiente de Transmissão de calor (h) fluido frio
c. Coeficiente Global limpo (UC)
d. Área de troca térmica
e. Comprimento do tubo
f. Número de tubos por chicana
4. Discutir os resultados

Dados:

Fator de incrustação combinado = 0,000176 m2.ºC/W.

 ____
 v 0 ,8
hi  1429.1  0,0146. T . 0, 2 [W/m 2 .º C] [1]
  Di
____
T : Temperatur a média do fluido [º C]
Di : diâmetro interno da chicana [m]

[1]: Equação válida para água de 4 a 105 ºC no interior de tubo em regime permanente (Geankoplis)

 c . 
0 , 2686 0 , 2855 0 , 3645
ho .Dt  D 2 .n.    
 17,8848. a  . p  .  [2]
k     k   w 
Da : diâmetro do impelidor [m]
n : rotações por segundo

[2]: Equação obtida com ensaio no tanque do experimento (Deovaldo de Moraes Junior)

Você também pode gostar