Você está na página 1de 4

Distribuições discretas de cargas • Abril 2015

Lista 21 - Campo elétrico I


Fabio Oliveira
Instituto Federal Sul-rio-grandense
fabio.oliveira@passofundo.ifsul.edu.br

1 Problemas 05 - Cinco cargas puntiformes idênticas,


cada uma com carga Q, estão igualmente es-
paçadas em um semicírculo de raio R como
01 - Considere que um cubo de alumínio mostra a figura abaixo. Determine a força (em
com aresta de 1, 0cm acumule uma carga re- termos de k, Q e R) em uma carga q localizada
sultante de +2, 5pC. (a) Que porcentagem dos em um ponto eqüidistante das cinco outras
elétrons originalmente presentes no cubo foi cargas.
removida? (b) Qual foi a porcentagem que
a massa do cubo diminuiu devido a esta re-
moção?

02 - Uma carga puntiforme de 2, 0µC e uma


carga puntiforme de 4, 0µC estão separadas
por uma distância L. Onde deveria ser colo-
cada uma terceira carga puntiforme para que a
força elétrica nesta terceira carga fosse igual a
zero?

03 - Três cargas puntiformes, cada uma 06 - Duas cargas positivas +q estão no eixo
com magnitude igual a 3, 0nC, estão em três y em y = + a e y = − a. Uma esfera de massa
dos vértices de um quadrado de aresta igual m e carga −q possui um furo por onde passa
a 5, 0cm. As duas cargas puntiformes nos vér- um fio esticado, paralelo ao eixo x. Seja x a
tices opostos são positivas e a terceira carga é posição da esfera. (a) Mostre que para x << a,
negativa. Determine a força exercida por estas uma força restauradora linear é exercida sobre
cargas puntiformes em uma quarta carga pun- a esfera (uma força que é proporcional a x e
tiforme, q4 = 3, 0nC, que está no quarto vértice. dirigida para a posição de equilíbrio em x = 0)
e, portanto, a esfera executa movimento har-
04 - Uma carga puntiforme de +5, 0µC está mônico simples. (b) Determine o período do
localizada no eixo x em x = −3, 0cm, e uma movimento.
segunda carga puntiforme de −8, 0µC está
localizada no eixo x em x = +4, 0cm. Onde 07 - Um elétron é liberado à partir do re-
deveria ser colocada uma terceira carga, de pouso em um campo elétrico pouco intenso
+6, 0µC para que o campo elétrico na origem dado por ~E = −1, 5 × 10−10 N/C ĵ. Depois que
fosse igual a zero? que o elétron percorre uma distância vertical
de 1, 0µm, qual o valor do módulo de sua ve-

1
Distribuições discretas de cargas • Abril 2015

locidade? (Não despreze a força gravitacional


no elétron.)

08 - Um elétron que têm uma energia


cinética igual à 2, 00 × 10−16 J está se movendo
para a direita ao longop do eixo de um tubo de
raios catódicos, como mostra a figura abaixo.
Um campo elétrico ~E = (2, 00 × 104 N/C ) ĵ ex-
iste na região entre as placas de deflexão e, fora
desta região, o campo elétrico é nulo (~E = ~0).
(a) A que distância está o elétron do eixo do
tubo quando ele sai da região entre as placas? 11 - Duas esferas condutoras idênticas, man-
(b) Em que ângulo o elétron está se movendo tidas fixas, se atraem mutuamente com uma
com relação ao eixo depois de sair da região força eletrostática de 0, 108N quando a distân-
entre as placas? (c) A que distância do eixo o cia entre seus centros é 50, 0cm. As esferas
eletron colidirá com a tela fluorescente? são ligadas por um fio condutor de diâmetro
desprezível. Quando o fio é removido, as es-
feras se repelem com uma força de 0, 0360N.
Supondo que a carga total das esferas era
inicialmente positiva, determine (a) a carga
negativa inicial de uma das esferas e (b) carga
positiva inicial da outra esfera.

12 - Uma casca esférica não condutora, com


um raio interno de 4, 0cm e um raio externo de
6, 0cm, possui uma distribuição de cargas não
homogênea. A densidade volumétrica de cargas
ρ é a carga por unidade de volume, medida
09 - Duas partículas puntiforme separadas em coulombs por metro cúbico. No caso desta
por uma distância de 0, 60m têm uma carga casca, ρ = br , onde r é a distância em metros
total de 200µC. (a) Se as duas partículas se a partir do centro da casca e b = 3, 0µC/m2 .
repelem com uma força de 80N, qual é a carga Qual é a carga total da casca?
de cada uma das duas? (b) Se as duas partícu-
las se atraem com uma força de 80N, qual é a 13 - Um dipolo elétrico formado por cargas
carga de cada uma das duas? de +1, 50nC e−1, 50nC separadas por uma
distância de 6, 20µm é submetido a um campo
10 - Duas partículas puntiformes, cada uma elétrico de 1100N/C. Determine (a) o módulo
com massa m e carga q, estão suspensas por do momento dipolar elétrico e (b) a diferença
fios de comprimento L que estão presos em entre as energias potenciais quando o dipolo
um mesmo ponto. Cada fio faz um ângulo θ está orientado paralelamente e antiparalela-
com a vertical, como mostra
p a figura abaixo. (a) mente a ~E.
Mostre que q = 2L sin (mg/k) tan θ onde k é
a constante de Coulomb. (b) Determine o valor 14 - Na figura abaixo, as quatro partícu-
de q se m = 10, 0g, L = 50, 0cm e θ = 10, 0◦ . las formam um quadrado de lado a = 5, 00cm
e têm cargas q1 = +10, 0nC, q2 = −20, 0nC,

2
Distribuições discretas de cargas • Abril 2015

q3 = +20, 0nC e q4 = −10, 0nC. Qual é o


campo elétrico no centro do quadrado, na no-
tação de vetores unitários?

18 - Duas cargas pontuais de 30nC e −40nC


são mantidas fixas sobre o eixo x, na origem
e no ponto x = 72cm, respectivamente. Uma
partícula com uma carga de 42µC é liberada
à partir do repouso no ponto x = 28cm. Se a
15 - Em certo instante, as componentes aceleração inicial da partícula é 100km/s2 , qual
da velocidade de um elétron que se move é a massa da partícula?
entre duas placas paralelas carregadas são
v x = 1, 5 × 105 m/s e vy = 3, 0 × 103 m/s. O 19 - Uma carga de 6, 0µC é dividida em
campo elétrico entre as placas é dado por duas partes, que são mantidas a uma distância
~E = (120N/C ) ĵ. Usando a notação de vetores
de 3, 00mm. Qual é o maior valor possível da
unitários, determine (a) a aceleração do elétron; força eletrostática entre as duas partes.
(b) a velocidade do elétron no instante em que
sua coordenada x variou de 2, 0cm. 20 - A que distância devem ser colocados
dois prótons para que o módulo da força elet-
16 - As dimensões típicas do núcleo atômico rostática que um deles exerce sobre o outro
são da ordem de 10−15 m (1 f m). (a) Se a dis- seja igual à força gravitacional a que um dos
tância entre dois prótons em um núcleo é de prótons está submetido na superfície terrestre?
2, 0 f m, ache o módulo da força elétrica que
cada um exerce sobre o outro. Essa força é
suficientemente grande para ser sentida por
uma pessoa? (b) Considerando que os prótons 2 Respostas
se repelem de forma tão intensa, por que eles
Nremovido −15 %, (b) Nremovido =
não saem do núcleo? 01. (a) Ninicial = 1, 99 × 10 Ninicial
5, 26 × 10−19 %; 02. 0, 41L em relação à carga
17 - Na figura (a) à seguir, a partícula 1 2, 0µC; 03. ~F = (2, 0 × 10−5 N )î + (2, 0 ×
(de carga q1 ) e a partícula 2 (de carga q2 ) são kqQ √
10−5 N ) ĵ; 04. r = 2, 4cm; 05. ~Fq = R2 (1 + 2)î;
mantidas fixas no eixo x, separadas por uma
2kq2
q 3
ma
distância de 8, 00cm. A força que as partículas 06. (a) Fx = − a3 x, (b) T = 2π 2kq 2;

1 e 2 exercem sobre um apartícula 3 (de carga 07. vy = 5, 8mm/s; 08. (a) y = −6, 40mm,
q3 = +8, 00 × 10−19 C) colocada entre elas é (b) θ = −17, 8◦ , (c) y = −4, 47cm; 09. (a)
~F3tot . A figura (b) mostra o valor da compo- q1 = 1, 8 × 10−5 C e q2 = 1, 8 × 10−4 C, (b)
nente x dessa força em função da coordenada q1 = −1, 5 × 10−5 C e q2 = 2, 1 × 10−4 C;
x do ponto em que a partícula 3 é colocada. 10. (a) Demonst., (b) q = 0, 241µC; 11. (a)
A escala do eixo x é definida por xs = 8, 0cm. −1, 00µC, (b) 3, 00µC; 12. 3, 8 × 10−8 C; 13. (a)
Determine (a) o sinal da carga q1 e (b) o valor 9, 3 × 10−15 C · m, (b) 2, 05 × 10−11 J; 14. 1, 02 ×
da razão q2 /q1 . 105 N/C; 15. (a) ~a = −(2, 11 × 1013 m/s2 ) j, (b)

3
Distribuições discretas de cargas • Abril 2015

~ y = −(2, 8 × 106 m/s) j; 16. (a) F = 58N, (b)


V [2] TIPLER, P. A.; MOSCA, G.; Física para Ci-
Por que existe uma força ainda mais intensa entistas e Engenheiros, volume 1, 6a edição,
q
(força nuclear forte); 17. (a) q1 > 0, (b) q2 = 9, 0; LTC, Rio de Janeiro, 2009.
1
18. m = 2, 2 × 10−6 kg; 19. F = 9, 0 × 103 N; 20.
r = 0, 119m. [3] SERWAY, R. A.; JEWETT Jr, J. W.; Princí-
pios de Física, volume 2, Cengage, São
Paulo, 2004.
References
[4] BUKHOVTSEV, B. B.; KRIVTCHENKOV,
[1] HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, V. D.; MIAKISHEV, G. Y.; SARAEVA, I.
J.; Fundamentos de Física, volume 1, 8a M.; Problemas Selecionados de Física Ele-
edição, LTC, Rio de Janeiro, 2009. mentar, Mir, Moscou, 1985.