Você está na página 1de 3
GRUPO DE TRABALHO LOUVOR E MÚSICA (Comissão de Doutrina, Fé e Ética - CDFE) DIRETRIZES
GRUPO DE TRABALHO LOUVOR E MÚSICA (Comissão de Doutrina, Fé e Ética - CDFE) DIRETRIZES

GRUPO DE TRABALHO LOUVOR E MÚSICA

(Comissão de Doutrina, Fé e Ética - CDFE)

E MÚSICA (Comissão de Doutrina, Fé e Ética - CDFE) DIRETRIZES PARA IMPLANTAÇÃO DO PROJETO APRENDIZ

DIRETRIZES PARA IMPLANTAÇÃO DO PROJETO APRENDIZ

1. INTRODUÇÃO

O Projeto Aprendiz é uma iniciativa voltada para o ensino musical, que está em

funcionamento em diversas regiões do Brasil, com excelentes resultados.

Integrado à Central de Louvor, o projeto está atualmente subordinado à Comissão de Doutrina, Fé e Ética (CDFE), sob a gestão do Grupo de Trabalho responsável pelo Louvor e Música.

O GT-Louvor conta com a colaboração de membros de diversas regiões do país,

distribuídos em várias frentes de trabalho, dentre elas o ensino musical. Métodos para

o aprendizado de teoria musical, instrumentos, técnica vocal e sonorização são desenvolvidos voluntariamente por esse grupo e divulgados para as igrejas.

As Comissões Regionais de Louvor, ligadas administrativamente ao GT-Louvor, constituem o braço operacional responsável pela implantação, monitoramento e avaliação dos resultados do projeto no âmbito das respectivas regiões, entre outras ações ligadas ao louvor.

2. OBJETIVO

Formar instrumentistas, vocalistas e técnicos em sonorização para atuarem voluntariamente nos Grupos de Louvor das Igrejas.

Observação: a referida formação não tem fim profissionalizante.

1

3. CRITÉRIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DO PROJETO

Seguem as ações necessárias para a implantação do Projeto Aprendiz:

a) Formação da Comissão Regional de Louvor;

b) Obtenção do material disponibilizado pela Central de Louvor em meio digital;

c) Análise da distribuição das igrejas nos polos / áreas / região, visando estabelecer a

melhor forma de alcançá-las com o ensino musical;

d) Levantamento de professores voluntários, por modalidade (canto, instrumento );

e) Capacitação dos professores, por meio de treinamento com o uso dos métodos

disponibilizados pela Central de Louvor e/ou por ela recomendados;

f) Obtenção do Plano de Aulas disponibilizado pela Central de Louvor e adequação do

planejamento à realidade da região / área / polo;

g) Efetuação das inscrições dos alunos na região / área / polos;

h) Realização de Culto de Abertura do Período Letivo, com a participação dos

professores e alunos;

i) Realização de Reuniões Periódicas com os professores, para avaliação do

desenvolvimento dos alunos;

j) Realização de Culto de Encerramento do Período Letivo, com a participação dos

professores, alunos e familiares. Nessa oportunidade o nome do Senhor será

engrandecido pela vitória alcançada!

Os Cultos de Abertura e de Encerramento poderão ser organizados por região, área

ou polo, observando-se as características de cada região.

4. RECURSOS ADMINISTRATIVOS

Caberá à Comissão Regional de Louvor definir as datas, horários e locais das aulas, conforme decisão tomada com a participação dos professores e com o conhecimento

e colaboração dos pastores locais.

As aulas serão ministradas por irmãos voluntários, nas igrejas que possuírem

estrutura física suficiente para acomodar os professores e os alunos, de acordo com

o planejamento de aulas.

A Comissão Regional de Louvor deverá possuir uma secretaria para a realização de

reuniões e organização dos materiais.

A Comissão Regional de Louvor deverá divulgar amplamente a programação das

aulas para as igrejas da região, disponibilizando o endereço de e-mail para contato.

2

5. O PROFESSOR

Para atuar como professor(a) no projeto, é necessário ser membro da ICM, estar em comunhão com a igreja, ter condição técnica e o aval do pastor da igreja local.

6. O ALUNO

Para ser aluno do projeto, é necessário ser membro da ICM, estar em comunhão com a igreja, ter o aval do pastor da igreja local, além de ter condição de deslocamento para o local onde serão ministradas as aulas.

É importante que os alunos de instrumentos musicais tenham o seu próprio instrumento, para aprendizado e treinamento extraclasse. Para isso, é fundamental que os mesmos busquem ao Senhor, pois grandes experiências o nosso Deus tem dado àqueles tem o firme propósito de louvar o seu nome!

Observação: A viabilidade da participação de crianças com dez anos ou menos está condicionada à avaliação e aprovação do responsável técnico do projeto e do pastor da igreja local. A título de informação e para fins de oração, está em fase de desenvolvimento o Projeto Aprendiz Junior, que visa atender crianças a partir de três anos de idade.

7. DÚVIDAS, SUGESTÕES E EXPERIÊNCIAS

As dúvidas, sugestões para melhoria e experiências alcançadas no trabalho deverão ser enviadas para os seguintes e-mails: ccentralouvor@gmail.com e comissaodedoutrina@presbiterio.org.br.

EQUIPE DE ENSINO - PROJETO APRENDIZ

Grupo de Trabalho Louvor e Música

Comissão de Doutrina, Fé e Ética.

3