Você está na página 1de 2

Saiba por que vale a pena investir em imóveis em Punta del Este | Mercado imobiliário - Pense Imóveis Page 1 of 2

Enviar para um amigo


1
Compartilhar no Facebook

Ocultar

Curtir 5,9 mil Navegue por aqui

Notícias
Mercado imobiliário | 01/03/2013 08h01min

Saiba por que vale a pena investir em imóveis em Punta del Este
O mercado imobiliário uruguaio se transforma para agradar ao novo perfil turístico da região, que não só deseja desfrutar do reduto
paradisíaco como também quer adquirir imóveis com grande potencial de valorização
Dentre o admirável conjunto de praias uruguaias localizadas ao longo de cerca de 300 quilômetros de percurso entre Montevidéu e a fronteira com o Brasil, o maior destaque turístico,
sem dúvida, é o balneário de Punta del Este. Situado em Maldonado, no sudeste do país, o reduto ficou famoso por oferecer uma das infraestruturas mais interessantes para se passar
férias: Punta del Este é reconhecida como o destino mais luxuoso e promissor do Uruguai. É de longa data o encantamento que o lugar provoca em turistas do mundo inteiro – visitantes
ilustres, como a pop star Madonna e o jogador de futebol David Beckham, já estiveram por lá –, justificado em parte por sua atmosfera luxuosa potencializada pelo litoral, pelos cassinos e
pelo comércio de grifes famosas. Porém, especialmente na última década, isso tem se refletido em um crescimento anual de visitação de 5%, no qual o público brasileiro tem grande
participação.

O Monumento al Ahogado, criado em 1982 pelo artista plástico chileno Mario Irarrázabal, lembra aos banhistas o perigo do mar forte das praias de La Barra, em Punta del Este

De acordo com estatísticas divulgadas pelo Ministério de Turismo do Uruguai, o Brasil é o segundo país que mais envia turistas para a nação vizinha, sendo 17,5% (cerca de 450 mil
visitantes) do total de três milhões de turistas recebidos em 2011 – ficando atrás apenas da Argentina. Desse contingente, 29% residem em Porto Alegre, 47% em outros locais do Rio
Grande do Sul, 13% moram em São Paulo e 11% nos demais locais do país.

Segundo Javier Báez Frugone, diretor-geral de turismo do Uruguai, a transformação do perfil do público que vai a Punta tem movimentado o mercado imobiliário local, a fim de suprir as
demandas: “Além do aumento da diversidade de nacionalidades presentes em nosso litoral, também identificamos mudanças significativas em relação à condição socioeconômica dos
turistas. Com ofertas destinadas a todos os orçamentos, Punta está registrando a procura não só das classes econômicas mais altas, como também das médias”, garante Báez.

Para Karla Beszkidnyak, cônsul uruguaia, a crescente procura dos brasileiros por Punta, tanto para alugar quanto para adquirir imóveis, está diretamente relacionada à segurança que o
país proporciona aos habitantes, já que o Uruguai possui o menor índice de criminalidade da América do Sul. “Desde 2009, percebemos um aumento do interesse de turistas,
principalmente dos brasileiros, em adquirir propriedades no país. Esse público busca segurança. Sabe que os filhos podem sair à noite tranquilamente e que não precisa se preocupar com
assaltos às residências, por exemplo”, afirma. Outros dados do Ministério de Turismo demonstram que o número de aluguéis de imóveis realizados por brasileiros no Uruguai em 2011 foi
de 19.500 (15% do total). Já entre os visitantes brasileiros que passaram temporadas em casa própria, o total registrado foi de 3,6% (em torno de 4, 5 mil pessoas).

Público fiel: de acordo com dados do ministério do turismo uruguaio, 66% dos turistas que visitaram o país em 2010, já haviam estado lá em outras cinco ou mais oportunidades

A uruguaia Beatriz Cammarota, radicada no Brasil há mais de três décadas, também percebeu a transformação significativa de Punta del Este: “A cidade cresceu bastante nos últimos
tempos, deixando de ser somente cenário de suntuosas mansões milionárias, e dando lugar a diferentes formatos de imóveis”, conta ela, que costuma retornar com frequência ao país de
origem para visitar os familiares. “Hoje, o local está repleto de opções, com prédios de apartamentos, flats (com serviço de hotel) e condomínios fechados. Não conheço em Santa
Catarina ou no Rio Grande do Sul uma praia que se compare a Punta em termos de estrutura diferenciada”, opina. Tais movimentações têm sido vistas como grandes oportunidades para
investidores de diversos segmentos, especialmente do setor imobiliário.

Celeiro de oportunidades
A transformação do público frequentador do balneário tem influenciado também o reposicionamento estratégico de grandes empresas brasileiras, tanto do segmento imobiliário quanto de
serviços. Gabriel Trombini, executivo da incorporadora uruguaia Nietre, responsável pela construção de um empreendimento pioneiro nas regiões entre Punta Ballena e Ponte da Barra,
define seu investimento como uma forma de preencher algumas lacunas ainda existentes no mercado:

“O Caracoles Residence Club foi projetado especialmente para o público brasileiro, oferecendo todos os serviços das melhores torres de Punta del Este, mas em um condomínio de casas,
que oportuniza maior privacidade, muitas opções de lazer, espaços para atividades esportivas e sociais”, explica.

Condomínios fechados de alto padrão são a mais nova aposta dos investidores no disputado mercado imobiliário de Punta del Este

O condomínio de alto padrão mencionado é formado por um total de cem lotes, com, em média, 1.100 m² privativos, onde os proprietários podem construir sua casa de acordo com a
necessidade e o estilo. Entre as opções de lazer e esporte oferecidas está a primeira quadra coberta de tênis do Uruguai, além de club house com piscina de 25 metros térmica e fechada,
churrasqueiras e serviços de segurança e limpeza incluídos. De acordo com a Nietre, o preço do metro quadrado desta estrutura começa em US$ 210, resultando em imóveis avaliados em
torno de US$ 210 mil (ou cerca de R$ 420 mil).

Segundo Octávio de Freitas, sócio na Don Investimentos Imobiliários, no litoral brasileiro não há empreendimento de mesmo porte por esse valor. ”Trata-se de um condomínio de
alto padrão, em uma zona nobre de Punta, com o custo de um condomínio médio do litoral gaúcho”, explica. Para fazer um comparativo, um condomínio de alto padrão localizado em
Xangri-Lá, com lotes de, em média, 420 metros quadrados, pode chegar a custar em torno de R$ 600 mil (com metro quadrado no valor médio de R$ 1.400). “E essa é uma comparação
feita com alguns dos empreendimentos mais baratos do mercado gaúcho”, afirma Octávio. Com vendas iniciadas no início de 2011, o Caracoles já possui 30% de espaços vendidos,
principalmente para clientes gaúchos e curitibanos.

Octávio Freitas acredita que, com a alta valorização do aluguel na região, é possível recuperar rapidamente o valor parcial do investimento da compra: “A partir da locação de um imóvel
de alto padrão em Punta na alta temporada, por pelo menos uma quinzena, já é possível quitar boa parte do custo fixo de condomínio e dos impostos”, garante.

Investimento na área de serviços


Punta del Este é vista com bons olhos também por empresários do setor de serviços. Ao identificar um expressivo número de clientes que, nas altas temporadas, passava as férias no
balneário, Gabriela Niederauer, CEO da rede Hugo Beauty de salões de beleza, tomou a decisão de abrir a primeira unidade internacional da marca. “Inauguramos em 2009, quando
identificamos essa demanda, e reabrimos a cada temporada. Nosso público ainda é formado por uma maioria gaúcha e paulista, mas cada vez mais recebemos novos clientes de diversos
lugares”, afirma. A unidade uruguaia da rede gaúcha de salões está localizada na famosa Avenida Gorlero.

Quem pode ter um imóvel no Uruguai?


A obtenção de um financiamento para aquisição de imóveis junto a instituições financeiras é considerada bastante simples. Geralmente, o credor participa da operação por meio de seus
próprios assessores legais e seu tabelião, que fará a análise dos títulos e realizará a auditoria, além de redigir a hipoteca ou a penhora de direitos de promitente comprador.

http://revista.penseimoveis.com.br/especial/rs/editorial-imoveis/19,480,4059277,Saiba-por-que-vale-a-pena-investir-e... 04/03/2013
Saiba por que vale a pena investir em imóveis em Punta del Este | Mercado imobiliário - Pense Imóveis Page 2 of 2

Direitos de propriedade
Um imóvel pode ser comprado por uma ou várias pessoas (tanto físicas quanto jurídicas). A nacionalidade ou residência legal não são relevantes aos efeitos de aquisição. A única restrição
vigente está voltada às propriedades rurais.

Compromisso de compra e venda


Nas negociações em que o valor seja parcelado, a legislação uruguaia exige a outorga de um compromisso, que deve ser autorizado pelo Tabelião Público determinado pelo comprador, e
que contém os mesmos termos de uma compra e venda definitivas. Essa estrutura é utilizada geralmente para a compra de unidades em edifícios.

Herança de imóvel
A lei uruguaia prevê que, quando falecida uma pessoa, seus descendentes diretos são considerados herdeiros forçosos. A lei reserva uma porção da sucessão para esses herdeiros, a qual
depende da quantidade existente deles: no caso de um filho único, pode-se dispor de 50%; em caso de dois filhos, um terço, e em caso de três ou mais filhos, de um quarto.

Cidadania
De acordo com as leis uruguaias, estrangeiros podem residir de forma permanente no país desde que cumpram três princípios gerais: ser saudável, apresentar Atestado de Antecedentes
Criminais e ter meios suficientes para sustentar a si e a sua família.

Documentos procedentes do estrangeiro precisam ser legalizados, pois o Uruguai não faz parte da Convenção de Haia sobre a Eliminação do Requisito da Legalização de Documentos
Públicos Estrangeiros. Assim, devem ser registrados no consulado uruguaio do local de emissão ou no local oficial mais próximo.

Fontes:
Instituição Destino Punta del Este - http://destino-puntadeleste.com;
Anuário 2011, divulgado pelo Ministério do Turismo do Uruguai;
Intendência de Maldonado - Movimiento del Mercado Inmobiliário del Departamento de Maldonado 2010/2011 (período de abril a marzo);
Publicação oficial da Cámara Inmobiliaria de Maldonado (CIDEM);
Publicação oficial da Asociación de Inmobiliarias de Punta del Este (Adipe).

Leia mais:
>> Veja outras notícias sobre mercado imobiliário
ADRIANA SIKORA BARBOZA - REVISTA PENSE IMÓVEIS

http://revista.penseimoveis.com.br/especial/rs/editorial-imoveis/19,480,4059277,Saiba-por-que-vale-a-pena-investir-e... 04/03/2013

Você também pode gostar