Você está na página 1de 3

01.

(PUC-RJ) Em um campeonato recente de voo de precisão, os pilotos de avião


deveriam “atirar” um saco de areia dentro de um alvo localizado no solo. Supondo que o
avião voe horizontalmente a 500 m de altitude com uma velocidade de 144 km/h e que o
saco é deixado cair do avião, ou seja, no instante do “tiro” a componente vertical do
vetor velocidade é zero, podemos afirmar que:
(Considere a aceleração da gravidade g = 10 m/s2 e despreze a resistência do ar.)

A) o saco deve ser lançado quando o avião se encontra a 100 m do alvo.


B) o saco deve ser lançado quando o avião se encontra a 200 m do alvo.
C) o saco deve ser lançado quando o avião se encontra a 300 m do alvo.
D) o saco deve ser lançado quando o avião se encontra a 400 m do alvo.
E) o saco deve ser lançado quando o avião se encontra a 500 m do alvo.

02. Um telejornal re-


produziu o gol de um
famoso jogador de
futebol, assinalando, ao
lado da trajetória, a
velocidade instantânea
da bola. As velocidades
atribuídas à bola estão:

A) erradas, pois somente é possível atribuir à bola uma única velocidade,


correspondente ao percurso total e não a cada ponto da trajetória.
B) erradas, pois a velocidade nula da bola ocorre no ponto mais alto de sua trajetória.
C) erradas, pois sua velocidade máxima ocorre no instante em que ela abandona o pé do
jogador.
D) corretas, desde que a gravação da partida de futebol não seja analisada em “câmera
lenta”, o que compromete as medidas de tempo.
E) corretas, pois a bola parte do repouso e deve percorrer certa distância até alcançar a
velocidade máxima.
Na medida em que a bola vai subindo a velocidade tende a diminuir.

03. Duas pequenas esferas idênticas, 1 e 2, são lançadas do parapeito de uma janela,
perpendicularmente à parede, com velocidades horizontais v1 e v2, com v2 > v1, como
mostra a figura, e caem sob a ação da gravidade.

A esfera 1 atinge o solo num ponto


situado à distância x1 da parede, t1
segundos depois de abandonar o
parapeito, e a esfera 2, num ponto
situado à distância x2 da parede, t2
segundos depois de abandonar o
parapeito. Desprezando a resistência
oferecida pelo ar e considerando o
solo plano e horizontal, podemos
afirmar que:

A) x1 = x2 e t1 = t2. C) x1 = x2 e t1 > t2. E) x1 < x2 e t1 = t2.


B) x1 < x2 e t1 < t2. D) x1 > x2 e t1 < t2.
04. Um dublê de cinema deve correr pelo telhado de um prédio e saltar horizontalmente
para o telhado de outro prédio, 5,0 m mais abaixo. A distância horizontal que separa os
prédios é de 5,5 m. Considere g = 10 m/s2. É suficiente, para que o dublê consiga
realizar tal façanha, saltar do telhado mais alto com velocidade ligeiramente superior,
em m/s, a:

A) 7,5. B) 6,5. C) 5,5. D) 4,5. E) 3,5.

05. Uma bola de golfe é lançada obliquamente, a partir do solo, suposto horizontal, com
velocidade v0 = 5 m/s, em módulo. Determine o alcance horizontal da bola de golfe e a
altura máxima hmáx atingida pela mesma:
(Despreze a resistência do ar e considere g = 10 m/s2.)

A) se o ângulo de lançamento for de 30º;


B) se o ângulo de lançamento for de 60º.

06. Uma bola é lançada do solo, com uma velocidade inicial de módulo v que faz um
ângulo α com a superfície do terreno, que é plana e horizontal. Desprezando a
resistência do ar, considerando a aceleração da gravidade igual a 10 m/s2 e 0° < α < 90°,
podemos afirmar, em relação à bola, que:

A) no ponto mais alto da trajetória, a sua aceleração é nula.


B) no ponto mais alto da trajetória, a sua velocidade é nula.
C) quanto maior o valor de α, maior será o seu alcance.
D) ela descreve um movimento uniforme ao longo da direção vertical.
E) a direção e o sentido da sua aceleração são constantes.

07. (PUC-CAMP) Do alto de uma montanha em Marte, na altura de 740 m em relação


ao solo horizontal, é atirada horizontalmente uma pequena esfera de aço com velocidade
de 30 m/s. Na superfície deste planeta a aceleração gravitacional é de 3,7 m/s2. A partir
da vertical do ponto de lançamento, a esfera toca o solo numa distância de, em metros,

A) 100. B) 200. C) 300. D) 450. E) 600.


08. (ITA-SP; adaptado) Uma pequena bola é lançada horizontalmente do alto de um
edifício, tocando o solo decorridos aproximadamente 2,0 s. Sendo de 2,5 m a altura de
cada andar do edifício, o número de andares do mesmo é (Dado: g = 10 m/s2):

A) 5.
B) 6.
C) 8.
D) 9.
E) indeterminado, pois a velocidade horizontal de arremesso da bola não foi fornecida.

09. Determine o módulo da velocidade da pokebola ilustrada na figura abaixo, lançada


horizontalmente na tentativa de capturar Diglett. Despreze a resistência do ar e
considere g = 10 m/s2.