Você está na página 1de 2

18/12/2018 Karl Marx: O materialismo histórico e dialético - Jornal da Cidade

ASSINE: (14) 3104-3144 | ATENDIMENTO JC | BUSCA | EDIÇÃO DIGITAL | SEGUNDA-FEIRA

ASSINE O JC

EDIÇÃO DIGITAL

SEGUNDA-FEIRA

Bauru e grande região - Terça-feira, 18 de dezembro de 2018 máx. 35° / min. 20° Busque no JCNET buscar Curtir 179 mil

03/05/09 03:00 - Página Livre


Política pu
Economia
Geral Karl Marx: O materialismo histórico e dialético
Polícia Para Marx a luta de classes é o motor da História, pois exprime as contradições e o movimento
Bairros dialético da vida social.
Esportes
Compartilhar 3
Regional
Cultura
Entender a teoria marxista, é compreender que Marx e Engels observaram que em cada época
Nacional
os homens, ao buscarem sua sobrevivência frente à natureza, usaram sua força física e
Internacional
intelectual para produzirem sua sobrevida, de uma forma tal que para cada momento existe um
modo próprio de produzirem sua existência.
Classificados
Agendinha
Mas em cada modo de produção a consciência dos homens sempre se transforma e essa
Cinema
Bauru Pocket
transformação depende exclusivamente das condições materiais de produção, pois não são as
idéias que movem a História, ao contrário, são as condições históricas que as produzem.
Tribuna do Leitor
Entrelinhas
O materialismo explica que são as condições materiais de existência (as relações sociais de
Opinião
produção) que determinam o modo de ser e a pensar de cada um, mas esse modo é histórico já
Em Confiança que a sociedade e a política não surgem da ação da natureza, mas da ação concreta dos seres
Horóscopo humanos no tempo.
Programação de TV
A História não é um processo linear e contínuo, uma seqüência de causas e efeitos, mas um
Falecimentos processo de transformações sociais determinadas pelas contradições entre os meios de
JC na escola produção (as formas de propriedade) e as forças produtivas (o trabalho, seus instrumentos, as
Loterias técnicas).
Fale Conosco
A ideologia ou o modo dominante de produção de idéias de uma época, é um fenômeno social
que tem origem no modo de produção econômico, acabando por exprimir a divisão social do
trabalho de cada época. A Ideologia entretanto, surge à partir de um momento histórico
específico, quando acontece a divisão entre dois tipos de trabalho: o material (a produção de
coisas) e o intelectual (a produção de idéias).

A partir daí, aqueles que produzem as idéias (a classe dominante), passam a construir um
discurso (ideologia) que justifica a dominação como uma relação social “natural”, garantindo sua
hegemonia através da ocultação da exploração do trabalho dos dominados, vista como uma
relação igualitária e não de exploração (alienação). As Mais Compartilhadas no Fa
As classes dominadas, alienadas pelo discurso dominante, mantem-se exploradas acreditando
que esse processo é um fenômeno normal, vendo a desigualdade justificada como sendo 1 Rodrigo Agostinho será diplomado
deputado federal hoje
incapacidade e inabilidade de alguns de ascenderem socialmente. Assim, a classe dominante
opera sua dominação de classe usufruindo das benesses que a divisão social e o trabalho
explorado propiciam.
2 Prefeito retira o edital de 1.900 cas

3 Calor intenso anuncia verão com


temperaturas acima da média
Das sociedades classistas e desiguais que Marx estudou, o autor focalizou a sociedade
contemporânea e capitalista, afirmando que de todas as classes sociais que enfrentam a Libertadores: Palmeiras tem San
burguesia – classe dominante do período, somente o proletariado é revolucionário, porque traz 4 Lorenzo e Junior em grupo; São P
pode pegar River e Inter
em si o potencial de transformação social por possuir o gérmen de novas relações de produção.
Sua emancipação significaria portanto a libertação humana e a abolição das classes e de todas
as formas de alienação, exploração e dominação. 5 Corinthians pega Racing-ARG e S
encara o River-URU na Sul-Americ

Marx propunha o fim do capitalismo e de sua desigualdade, defendendo uma nova sociedade,
instaurada pelo proletariado, que acabaria com a divisão social do trabalho e com a relação de
dominadores e dominados – através da crítica à ideologia burguesa, que só poderia ser feita,
após sua desmistificação enquanto inversão da realidade.

Para substituir o capitalismo por uma sociedade igualitária pela via revolucionária, Marx previu o
comunismo, etapa superior do socialismo, quando efetivamente as forças produtivas
desenvolveriam-se de tal forma, que os homens e mulheres desta nova sociedade poderiam
obter os bens necessários para sua sobrevida de um fundo de recursos comuns, cada um
dispondo de lazer e energia suficientes para desenvolverem sua personalidade com respeito e
dignidade, sem a exploração do trabalho humano.

https://www.jcnet.com.br/editorias_noticias.php?codigo=155507&ano=2009 1/2
18/12/2018 Karl Marx: O materialismo histórico e dialético - Jornal da Cidade

Projeto Cidade Promoções e Eventos


(SF) © Copyright 2018 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP

https://www.jcnet.com.br/editorias_noticias.php?codigo=155507&ano=2009 2/2