Você está na página 1de 15

EDUCAÇÃO EM

DIREITOS HUMANOS
NA PERSPECTIVA DAS
DIVERSIDADES.
Prof. Dr. Gustavo Forde
Departamento de Teorias de Ensino e Prática Educacionais
Centro de Educação - UFES
gustavoforde@yahoo.com.br
PRIMEIRAS CONSIDERAÇÕES...
A definição de Direitos Humanos como um conjunto de
direitos civis, políticos, sociais, econômicos, culturais e
ambientais, sejam eles individuais ou coletivos, que
referem-se à necessidade de igualdade e de defesa da
dignidade humana (RESOLUÇÃO 01/2012 – CNE)

A definição de Diversidade, do ponto de vista histórico-


cultural, como a construção histórica, cultural e social
das diferenças, a qual, ultrapassa as características
biológicas, observáveis a olho nu. O sentido de
diversidade, também se refere às diversas possibilidades
humanas de ser, viver e estar no mundo.
DIVERSIDADE COMO JUSTIFICATIVA
DA DESIGUALDADE (?)

No processo histórico, sobretudo nos contextos


de colonização e dominação, os grupos
humanos não passaram a hostilizar e dominar
outros grupos simplesmente pelo fato de serem
diferentes. [...] “por diversas vezes, os grupos
humanos tornam o outro diferente para fazê-lo
inimigo. (GOMES, 2007, p. 25).
IMPORTÂNCIA DA ‘CULTURA’ NA
EDUCAÇÃO-HUMANIZAÇÃO
(COMO NOS TORNAMOS QUEM SOMOS?)
As culturas são, metaforicamente, os mantos que
recobrem as interações do ser humano com o meio
social.

Todo conhecimento é estabelecido em sintonia com


nosso referencial cultural (SANTOS, 2004).

Na perspectiva freiriana, a educação é um processo


de humanização vinculada a determinada cultura.
A EDUCAÇÃO ESTÁ ENREDADA NAS
DIMENSÕES...
EPISTEMOLÓGICAS: o que vale como conhecimento
e quem valida o conhecimento?

POLÍTICAS: a qual projeto de sociedade está


vinculado o conhecimento?

IDEOLÓGICAS: há algum “grupo social” hegemônico


nos currículos?

ÉTICAS: qual a relação ética entre o currículo e a


diversidade brasileira?

HISTÓRICAS: qual perspectiva histórica define o


currículo hegemônico?
EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS
UMA RELAÇÃO INDISSOCIÁVEL
Os Direitos Humanos não são um “dado” e, sim, uma
construção social e histórica.
A educação (humanização) constitui espaço
privilegiado para consolidação de uma Cultura dos
Direitos Humanos.
Há, portanto, relação indissociável entre a cultura
promovida por um projeto de Educação e sua
relação com os Direitos Humanos.
QUESTÕES EMERGENTES
Desafios para as instituições de ensino:
• Novas demandas materiais e simbólicas.
• “Tensões” nas relações interpessoais.

Desafios para/na Sociedade:


• Consolidação de uma cultura de Direitos
Humanos, em oposição à uma cultura
marcada por privilégios, desigualdades,
discriminações, preconceitos e desrespeitos.
PRINCÍPIOS DA EDUCAÇÃO EM
DIREITOS HUMANOS
Dignidade humana
Igualdade de direitos
Reconhecimento e valorização das diferenças e
das diversidades
Laicidade do Estado
Democracia na educação
Transversalidade, vivência e globalidade
Sustentabilidade socioambiental
A CONCEPÇÃO DE IGUALDADE
NA EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS
A Educação em Direitos Humanos articula
dialeticamente uma concepção de igualdade que
incorpora o reconhecimento das diferenças.

“[...] temos o direito a ser iguais quando a nossa


diferença nos inferioriza; e temos o direito a ser
diferentes quando a nossa igualdade nos
descaracteriza. Daí a necessidade de uma igualdade
que reconheça as diferenças e de uma diferença que
não produza, alimente ou reproduza as
desigualdades.”(SANTOS, 2004)
IDENTIDADE:
UM DIREITO HUMANO?
A disputa por identidade não é disputar um
‘nome individual’, mas o modo como seu
grupo será percebido e tratado.

Não são as qualidades individuais que


justificam a estigmatização, mas, o fato de
pertencer a um grupo considerado portador
de uma humanidade inferior. (FANON, 2005).
BREVE CONCEPÇÃO DA
EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS
A Educação em Direitos Humanos não se confunde o
mero ensino das variáveis sociais, econômicas,
políticas e culturais de uma sociedade.
A Educação em Direitos Humanos deve estar
comprometida com a formação para a vida, a
convivência na diversidade e a dignidade humana.
A Educação em Direitos Humanos deve constar na
formação inicial e continuada de todos(as) os(as)
profissionais das diferentes áreas do conhecimento.
‘COMO’ PROCEDER?
‘EDH’ NO ENSINO SUPERIOR
Na Educação Básica e na Educação Superior, a
Educação em Direitos Humanos poderá ocorrer:

• pela transversalidade por meio de temas


tratados interdisciplinarmente;
• como conteúdo específico de uma disciplina;
• de maneira mista (combinando transversalidade
e disciplinaridade).
RESOLUÇÃO Nº 1/2012 - CNE
Estabelece Diretrizes Nacionais para a
Educação em Direitos Humanos.

Art. 6º A Educação em Direitos Humanos, de modo


transversal, deverá ser considerada na construção dos
Projetos Político-Pedagógicos (PPP); dos Regimentos
Escolares; dos Planos de Desenvolvimento Institucionais
(PDI); dos Programas Pedagógicos de Curso (PPC) das
Instituições de Educação Superior; dos materiais
didáticos e pedagógicos; do modelo de ensino, pesquisa
e extensão; de gestão, bem como dos diferentes
processos de avaliação.
CONCLUINDO SEM FINALIZAR...
De maneira complementar, há necessidade de
ampliar o ensino superior nas seguintes dimensões:

• educação das relações étnico-raciais;


• educação escolar quilombola;
• educação escolar indígena;
• educação ambiental;
• educação do campo;
• gênero e sexualidades;
• inclusão das pessoas com deficiência.
Obrigado!