Você está na página 1de 15

CAP.

1
AMPLIFICADORES
DIFERENCIAIS E DE
MÚLTIPLOS ESTÁGIOS

1
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

OBJETIVOS
• Analisar a operação do amplificador diferencial

• Entender o significado de tensão de modo


diferencial e de modo comum

• Determinar as características de pequenos sinais


do amplificador diferencial

• Analisar e projetar amplificadores diferenciais


com cargas ativas

• Analisar e projetar amplificadores com múltiplos


estágios

2
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
INTRODUÇÃO

DIAGRAMA EM BLOCOS

CIRCUITO DE POLARIZAÇÃO

1O ESTÁGIO
ESTÁGIO
VI 2O ESTÁGIO VO
(DIFERENCIAL) DE SAÍDA

3
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

1.1.1 Circuitos de Polarização: Correntes de referência

ESPELHO DE CORRENTE MOS


M1 sempre saturado

1
I REF = k 'n
2  
W
L 1
V GS V t 
2

M2 saturado  V OV GSV t 

1
I O= k 'n
2  
W
L 2
V GS V t 
2

IO  W / L 2
=
I REF  W / L 1

4
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
Efeito de VO sobre IO

1 ' W
I O= k n
2 L   2
 V GS V t 
2
 1
V DS
VA
2
2


IO
I REF
=
 W / L 2
 W / L 11
V OV GS
VA
2

V O V A2
RO = =r o2 =
I O IO

5
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

Circuito guia de corrente CMOS

6
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
ESPELHO DE CORRENTE COM TBJ
IC1
VCB =0
IREF
VO

IC1 IC2 =IO IREF ≈ IC1


Q1 Q2
IB1 IB2
IE1 IE2

-VEE VBE1Q VBE1

Q1 ≡Q2
IC1 = IC2 =IC
Q1 e Q2 na região ativa
IB1 = IB2 =IB
Desprezando o Efeito Early:
IO 1 IO
= 1 Para β>>1
I REF 12/  I REF

7
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

Considerando o efeito Early:

 
V CE iC
I C = I B 1
VA
1/r0

-VA VCEsat vCE

IREF
VO

 
IC1 IC2 =IO IO V OV EE
1
 1
Q1 Q2 I REF 2 VA
1
IB1 IB2 
IE1 IE2

VEE

8
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
Exemplo de fonte de corrente a partir de uma fonte de tensão:

VCC
IO V CC V BE
IREF R VO I REF =
R

 
V O V CC V BE

Q1 Q2 1
+ I O= 1
VBE 12/  VA R
-

Modelo equivalente CC, r oV A / I O


válido para Q2 na região ativa IO

9
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

Circuitos guias de corrente

V CC V EE V EB1 V BE 2
I REF =
R

Considerando todos os
transistores idênticos e β
muito alto:

I 1 =I 2 =I REF
I 3 =2I REF
I 4 =3IREF

10
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
1.1.2 Circuitos de Polarização: Tensões de referência

Parâmetros importantes:
• Estabilidade com a fonte de alimentação
• Impedância de saída
• Estabilidade com temperatura
a) Diodo Zener

V REF =V Z0 I Z
R Z
V CC V REF
IZ=
RZ

Características:
• Estabilidade com VCC depende de IZ e RZ
• Impedância de saída
• Estavel em temperatura para VZ0 ~ 5,6 V

11
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

b) Bandgap

Características:
• Tensão de referência igual ao “bandgap” de energia do
semicondutor (~1,22 V para o Silicio)
• Soma de duas tensões com coeficiente de temperatura opostos
• Alta estabilidade com temperatura
• Adequada para baixas tensões de alimentação

V REF =V BE1  I C1
R3
V E2 =VT
ln[ I C1 / A1/ I C2 / A2]
R1=R 3=9
R2 A2=10
A1
V E2=VT
ln[10]=2,3 VT
V REF =V BE1 2,3VT
R1/ R2
para V BE0,7 V REF 1,24V

12
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
1.2 Amplificador Diferencial com TBJ

Considerações iniciais:
•Fonte de corrente ideal
•Transistores e resistores
casados
•Transistores na região ativa
•Resistência de saída do TBJ
infinita

13
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

OPERAÇÃO COM GRANDES SINAIS

14
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
Análise de grandes sinais I S  v B1 v E  /V T
i E1 = e

I  v v  /V
iE2 = S e B2 E T


 
vE v
B1
v
B2

IS VT V V
I=i E1i E2= e e T
e T


i E1 I
=
vE I 1e [ v  v B2 B1 / V T ]

i E2 I
=
I 1e[ v v B1 B2
/ V T ]

15
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

OPERAÇÃO COM PEQUENOS SINAIS

• vi=(vB1 -vB2 ) < 2VT


• Temperatura ambiente
(~27ºC): VT = 25 mV

16
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
Curva de Transferência Característica:

α≅1

17
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

18
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
Operação em MODO COMUM

• Entradas conectadas em
uma mesma tensão vCM

• Saídas independentes nos


coletores

19
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

Operação em MODO DIFERENCIAL

20
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
CIRCUITO EQUIVALENTE DE PEQUENOS SINAIS

RC RC
+ +
vO1 vO2
+ - -
v id rπ + v id
v 1 rπ v 2 
2 - gm v 1 2
gm v π2 -

R iR=0

v od =v o1 v o2
v od v od
v o1= v o2=
2 2
21
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

Análises de pequenos sinais

Ganho de modo diferencial

+ +
v id rπ v od
v 1 RC
2 - gm v 1 - 2

Saída diferencial (vo1 - vo2 ): Saída simples ou modo


comum (vo1 ou vo2 ):
v od v o1
A dd = =g m R C 1
v id A d1= = gm RC
v id 2
I C I v 1
gm = = A d2 = o2 = g m R C
V T 2V T v id 2
22
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
Ganho de modo comum

VCC
VCC
RC RC RC RC

vc1 vc2
Q1 Q2

vicm vicm 2R 2R
R I I/2 I/2

-VEE -VEE -VEE

vc1 =vc2 =vocm


23
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

Meio circuito equivalente AC para análise de modo-comum


+
+

vicm -
vπ RC
vocm
- gmvπ
-

2R

v ocm
A cm=
v icm
g R R
A cm= m C  C
12g m R 1
1

2R
 
24
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
CMRR: razão de rejeição de modo comum
(considerando saida simples)

[  ]
Ad 1 1
CMRR= = 12g m R 1 g m R
A cm 2 o

Ad
CMRR dB=20 log
A cm
Obs: Os sinais de entrada contêm usualmente uma componente de
modo diferencial (vid ) e uma de modo comum (vicm )

v id =v 1 v 2
v v
v icm= 1 2
2
v o = A d v id  A cm v icm
25
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

Resistência de entrada de modo diferencial

v
Rid = id v =2r
i b icm=0

Resistência de entrada de modo comum:

v icm 1
Ricm = v = [ r  2R   1  ]
2i b id=0 2
Correntes de entrada (modos diferencial e comum):

v id v icm
i b1= 
R id R icm
v id v icm
i b2= 
R id Ricm
26
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
Circuito equivalente de pequenos sinais para entrada de um
amplificador diferencial

Rid
1 2
1 ~ Rid /2 ~ Rid /2= rπ 2

Ricm Ricm
Ricm /2 ≈ R(β O+1)

Modelo π Modelo T

27
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

1.7 O AMPLIFICADOR DIFERENCIAL COM CARGA ATIVA


Utiliza-se apenas uma saída
Espelho de corrente com transistores PNP substituem RC
 menor área em CI

 maior R  maior A
o d

VCC

Q3 Q4
iC4 iO
A saída geralmente é iC3
+
acoplada a um estágio de iC1 iC2 - VO
baixa impedância que
define a tensão vo Q1 Q2

v ID v ID
I 
2 2
-VEE

28
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES
1.7 O AMPLIFICADOR DIFERENCIAL COM CARGA ATIVA

Análise DC: Q1 ≡Q2 e Q3 ≡Q4


Vo é tal que Q2 e Q4
operam na região ativa
VCC
IB desprezível
Q3 Q4
iC4 iO I v id
iC3 i C1 = gm
iC1 iC2
+
- VO
2 2
I v
Q1 Q2 i C2 = g m id
2 2
v ID v ID
R I 
2
iC1 =iC3 =i C4
2
-VEE iO=iC4 i C2 =g m v id

Transcondutância em curto-circuito: io
Gm  =g m
v id 29
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

Ganho de tensão em circuito aberto

Modelo para pequenos sinais vo


Ad= =G m R o
v id

+ +
R o =r o2 r o4
Vid Ri RO vO
V An  p I /2
- Gm vid - r o2 4  = gm =
I /2 VT

1
r o4 A d=
A cm=
2R 1g m r  3 /2 VT
 1

1
V An V Ap 
30
TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES