Você está na página 1de 6

Exercício de Krishna Menino

. Para doação de amor incondicional


Prática de doação de amor incondicional.
Quando você realizar esta prática poderá ver como é
fácil perceber a energia da egrégora de Krishna
Menino...
Notas:
Para realizar esta prática, dê preferência a um
ambiente calmo onde você não seja interrompido.
Se você mora com outras pessoas, avise-as que estará
ocupado pelos próximos 5 ou 10 minutos (depende
do tempo de seu relaxamento) e que retornará se
alguém lhe procurar ou telefonar.
Selecione uma música tranqüilizante e deixe tocando
durante toda a prática. Para este exercício, recomendo
uma música que lembre a Índia ou ainda crianças.
Caso não tenha, o exercício pode ser realizado com
qualquer outra música desde que seja tranqüilizante e
favoreça a meditação.
Se puder, trabalhe em ambiente de penumbra, com
um abajur ou, se preferir, utilize vela, mas lembre-se
sempre de acomodá-la bem, longe de madeiras,
panos ou papéis, para que não haja risco de incêndio
caso você durma logo após a prática.
Prefira fazer suas práticas sem brincos, pulseiras ou
relógios e sem roupas apertadas.

1. Sentado, em posição de lótus*, de olhos fechados,


relaxe seu corpo e sua mente.
2. Escute o som e deixe-o entrar não somente em seus
ouvidos, mas em seu corpo inteiro.
3. Imagine que você começa a visualizar uma criança.
Aos poucos a imagem vai ficando mais nítida e você
percebe que é Krishna Menino**.
4. Olhe bem para os olhos deste menino, e
simplesmente sinta. Tente entrar na energia azul de
Krishna.
Fique assim, durante o período de tempo que achar
necessário. Quando sentir que é o momento, estenta
as mãos para frente com as palmas para fora e
imagine que suas mãos irradiam luzes azuis, e com
estas luzes tente enviar para todos os seres deste ou
de outras dimensões/planetas, um pouquinho do
sentimento que Krishna Menino deixou com você.
5. Agradeça pela prática realizada.
Sinta-se bem!

Um texto para sentir, na Onda de Krishna...


Olhos de Krishna
Krishna,
Meditando ainda há pouco, vi seus olhos
amendoados brilhando em meu coração.
Eles expressam um amor profundo e, ao
mesmo tempo, uma grande alegria, como
se você brincasse nas ondas do meu ser.
Meu querido, seu olhar me é tão familiar.
Vejo em seu brilho as imagens de várias
vidas passadas e o seu amor sempre
presente, sutil, acompanhando meus
passos na evolução.
Você estava dentro e fora de mim todo o
tempo, nas múltiplas dimensões de seu
amor, levando-me nas asas luminosas de
sua Espiritualidade.
Vendo seus olhos agora, sei que o azul do
céu das minhas aspirações espirituais é
seu azul.
Sentindo seu amor aqui mesmo, nas
entranhas da carne e da alma, percebo
que caiu o último véu que me impedia de
vê-lo antes.
Ah, esses olhos incríveis! É como se a
vivacidade e a alegria de tudo que é bom
morasse neles todo o tempo.
Amigo das viagens de minha alma,
percebo nos sons sutis do chacra cardíaco
que você quer enviar uma mensagem aos
estudantes espiritualistas.
Sob o comando do brilho de seus olhos,
escrevo cheio de alegria o recado de sua
alma à alma dos homens que batalham a
favor do Bem na face da Terra:
"Quem se esforça para ver meus olhos
brilhando no coração é detentor da
imensa riqueza espiritual da alegria
resplandecente."
"Quem serve ao mundo com
desprendimento e alegria, sem esperar
recompensas ou reconhecimento público,
já tem seu prêmio de luz: A ALEGRIA DE
SER BOM!"
"Quem espreita o caminho alheio não
consegue ver meus olhos em canto
algum."
"Que os homens definam bem suas
prioridades: olhos brilhantes ou mentes
opacas?"
"A divina efulgência é patrimônio
espiritual de todos os seres, contudo,
brilha mais o ser que norteia seus passos
sob o ditame do Supremo Amor a favor da
evolução de todos."
Aí está, amigo espiritualista, o recado do
Senhor dos Olhos de Lótus.
Que o efulgente brilho de seu olhar possa
estar presente em seu coração,
iluminando seu viver, agora e sempre.
OM KRISHNA OM!

Nota:
* Posição de lótus (Padmasana, postura do
lótus): Senta-se com as pernas estendidas
à frente. Dobre uma das pernas colocando
o pé sobre a coxa oposta, com a sola
virada para cima e o calcanhar tocando o
osso pélvico. Dobre a outra perna de
forma que o pé se posicione da mesma
maneira na coxa oposta.
Caso não se sinta confortável com esta
posição ou tenha dificuldade em manter a
coluna ereta, escolha uma posição
sentada, que seja mais confortável para
você.
**Krishna: É o representante do Verbo
Divino ou Lógos (Cristo em nós). O nome
original do Ser Realizado. Orador da
Bhagavad-Gita. Para conhecer mais sobre
a história de Krishna, leia o livro "Os
grandes Iniciados - Krishna".
Você pode realizar esta prática com Jesus,
Buda ou qualquer outro grande mestre por
quem tenha afinidade.
Wagner Borges
Texto extraído do livro "Viagem Espiritual III"
Editora Universalista – 1998.