Você está na página 1de 16

Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

1. (Uerj 2016) Na compra de um fogão, os clientes podem optar por uma das seguintes formas
de pagamento:
- à vista, no valor de R$ 860,00;
- em duas parcelas fixas de R$ 460,00, sendo a primeira paga no ato da compra e a segunda
30 dias depois.

A taxa de juros mensal para pagamentos não efetuados no ato da compra é de:
a) 10%
b) 12%
c) 15%
d) 18%

2. (Fuvest 2016) De 1869 até hoje, ocorreram as seguintes mudanças de moeda no Brasil: (1)
em 1942, foi criado o cruzeiro, cada cruzeiro valendo mil réis; (2) em 1967, foi criado o cruzeiro
novo, cada cruzeiro novo valendo mil cruzeiros; em 1970, o cruzeiro novo voltou a se chamar
apenas cruzeiro; (3) em 1986, foi criado o cruzado, cada cruzado valendo mil cruzeiros; (4) em
1989, foi criado o cruzado novo, cada um valendo mil cruzados; em 1990, o cruzado novo
passou a se chamar novamente cruzeiro; (5) em 1993, foi criado o cruzeiro real, cada um
valendo mil cruzeiros; (6) em 1994, foi criado o real, cada um valendo 2.750 cruzeiros reais.
Quando morreu, em 1869, Brás Cubas possuía 300 contos.

Se esse valor tivesse ficado até hoje em uma conta bancária, sem receber juros e sem pagar
taxas, e se, a cada mudança de moeda, o depósito tivesse sido normalmente convertido para a
nova moeda, o saldo hipotético dessa conta seria, aproximadamente, de um décimo de

Dados:
Um conto equivalia a um milhão de réis.
Um bilhão é igual a 109 e um trilhão é igual a 1012.
a) real.
b) milésimo de real.
c) milionésimo de real.
d) bilionésimo de real.
e) trilionésimo de real.

3. (Enem 2015) Um casal realiza um financiamento imobiliário de R$ 180.000,00, a ser pago


em 360 prestações mensais, com taxa de juros efetiva de 1% ao mês. A primeira prestação é
paga um mês após a liberação dos recursos e o valor da prestação mensal é de R$ 500,00
mais juro de 1% sobre o saldo devedor (valor devido antes do pagamento). Observe que, a
cada pagamento, o saldo devedor se reduz em R$ 500,00 e considere que não há prestação
em atraso.

Efetuando o pagamento dessa forma, o valor, em reais, a ser pago ao banco na décima
prestação é de
a) 2.075,00.
b) 2.093,00.
c) 2.138,00.
d) 2.255,00.
e) 2.300,00.

4. (Fgv 2013) Em 1º de junho de 2009, João usou R$ 150.000,00 para comprar cotas de um
fundo de investimento, pagando R$ 1,50 por cota. Três anos depois, João vendeu a totalidade
de suas cotas, à taxa de R$ 2,10 cada uma. Um apartamento que valia R$ 150.000,00 em 1º
de junho de 2009 valorizou-se 90% nesse mesmo período de três anos. (Nota: a informação de

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

que a valorização do apartamento foi de 90% nesse período de três anos deve ser usada para
responder a todos os itens a seguir).

a) Se, ao invés de adquirir as cotas do fundo de investimento, João tivesse investido seu
dinheiro no apartamento, quanto a mais teria ganhado, em R$, no período?
b) Para que, nesse período de três anos, o ganho de João tivesse sido R$ 20.000,00 maior
com o fundo de investimento, na comparação com o apartamento, por quanto cada cota
deveria ter sido vendida em 1º de junho de 2012?
c) Supondo que o regime de capitalização do fundo de investimento seja o de juros simples,
quanto deveria ter sido a taxa de juros simples, ao ano, para que a rentabilidade do fundo de
investimento se igualasse à do apartamento, ao final do período de três anos? Apresente
uma função que relacione o valor total das cotas de João (Y) com o tempo t, em anos.

5. (Enem PPL 2013) Um trabalhador possui um cartão de crédito que, em determinado mês,
apresenta o saldo devedor a pagar no vencimento do cartão, mas não contém parcelamentos a
acrescentar em futuras faturas. Nesse mesmo mês, o trabalhador é demitido. Durante o
período de desemprego, o trabalhador deixa de utilizar o cartão de crédito e também não tem
como pagar as faturas, nem a atual nem as próximas, mesmo sabendo que, a cada mês,
incidirão taxas de juros e encargos por conta do não pagamento da dívida. Ao conseguir um
novo emprego, já completados 6 meses de não pagamento das faturas, o trabalhador procura
renegociar sua dívida. O gráfico mostra a evolução do saldo devedor.

Com base no gráfico, podemos constatar que o saldo devedor inicial, a parcela mensal de juros
e a taxa de juros são
a) R$ 500,00; constante e inferior a 10% ao mês.
b) R$ 560,00; variável e inferior a 10% ao mês.
c) R$ 500,00; variável e superior a 10% ao mês.
d) R$ 560,00; constante e superior a 10% ao mês.
e) R$ 500,00; variável e inferior a 10% ao mês.

6. (Fgv 2013) Um capital A de R$10.000,00 é aplicado a juros compostos, à taxa de 20% ao


ano; simultaneamente, um outro capital B, de R$5.000,00, também é aplicado a juros
compostos, à taxa de 68% ao ano.
Utilize a tabela abaixo para resolver.

x 1 2 3 4 5 6 7 8 9
log x 0 0,30 0,48 0,60 0,70 0,78 0,85 0,90 0,96

Depois de quanto tempo os montantes se igualam?


a) 22 meses.

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

b) 22,5 meses.
c) 23 meses.
d) 23,5 meses.
e) 24 meses.

7. (Espm 2013) Um empréstimo de R$ 10.000,00 foi pago em 5 parcelas mensais, sendo a


primeira, de R$ 2.000,00, efetuada 30 dias após e as demais com um acréscimo de 10% em
relação à anterior. Pode-se concluir que a taxa mensal de juros simples ocorrida nessa
transação foi de aproximadamente:
a) 2,78%
b) 5,24%
c) 3,28%
d) 6,65%
e) 4,42%

8. (Fgv 2013) Se uma pessoa faz hoje uma aplicação financeira a juros compostos, daqui a 10
anos o montante M será o dobro do capital aplicado C.
Utilize a tabela abaixo.

x 0 0,1 0,2 0,3 0,4


2x 1 1,0718 1,1487 1,2311 1,3195

Qual é a taxa anual de juros?


a) 6,88%
b) 6,98%
c) 7,08%
d) 7,18%
e) 7,28%

9. (Fgv 2013) Uma mercadoria é vendida com entrada de R$500,00 mais 2 parcelas fixas
mensais de R$576,00. Sabendo-se que as parcelas embutem uma taxa de juros compostos de
20% ao mês, o preço à vista dessa mercadoria, em reais, é igual a
a) 1.380,00.
b) 1.390,00.
c) 1.420,00.
d) 1.440,00.
e) 1.460,00.

10. (Enem PPL 2013) O Conselho Monetário Nacional (CMN) determinou novas regras sobre
o pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito, a partir do mês de agosto de 2011. A partir
de então, o pagamento mensal não poderá ser inferior a 15% do valor total da fatura. Em
dezembro daquele ano, outra alteração foi efetuada: daí em diante, o valor mínimo a ser pago
seria de 20% da fatura.

Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em: 29 fev. 2012.

Um determinado consumidor possuía no dia do vencimento, 01/03/2012, uma dívida de


R$1.000,00 na fatura de seu cartão de crédito. Se não houver pagamento do valor total da
fatura, são cobrados juros de 10% sobre o saldo devedor para a próxima fatura. Para quitar
sua dívida, optou por pagar sempre o mínimo da fatura a cada mês e não efetuar mais
nenhuma compra.
A dívida desse consumidor em 01/05/2012 será de
a) R$ 600,00.
b) R$ 640,00.
c) R$ 722,50.
d) R$ 774,40.
e) R$ 874,22.

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

11. (Fgv 2012) Segundo um analista de mercado, nos últimos 7 anos, o preço médio dos
imóveis por metro quadrado (em R$ 100) pode ser representado pela equação abaixo (em que
t representa o tempo, em anos, variando de t = −3 em 2004 a t = 3 em 2010):

Preço(t) = − 3t 2 + 6t + 50

a) De acordo com o analista, houve uma crise no mercado imobiliário nesse período, em um
ano em que o preço dos imóveis por metro quadrado atingiu o valor máximo, decaindo no
ano seguinte. Em que ano ocorreu a referida crise?
b) Um investidor comprou um imóvel de 100 m2 no início de 2006, ao preço médio de
mercado, e o vendeu, também ao preço médio de mercado, no início de 2009. Qual teria
sido a diferença no lucro auferido (em R$) se tivesse investido, durante o mesmo período de
3 anos, os recursos em um CDB que paga juros compostos de 10% ao ano?
c) Um investidor comprou um imóvel no início de 2006 e o vendeu no início de 2009. A que
taxa anual de juros simples ele deveria ter investido, durante esse período de 3 anos, o valor
pelo qual comprou o imóvel em 2006, para obter um lucro equivalente ao obtido com a
venda do imóvel em 2009?

12. (Espm 2012) No dia 1º de abril, Paulo fez uma aplicação financeira, com capitalização
mensal, no valor de R$ 1 000,00. No dia 1º de maio, depositou outros R$ 1 000,00 na mesma
aplicação. No dia 1º de junho, ele resgatou toda a aplicação e, com mais R$ 690,00, comprou a
tão sonhada TV digital que custava R$ 3 000,00. A taxa mensal de juros dessa aplicação era
de:
a) 8%
b) 6%
c) 10%
d) 9%
e) 7%

13. (Fgv 2012) César aplicou R$ 10.000,00 num fundo de investimentos que rende juros
compostos a uma certa taxa de juro anual positiva i . Após um ano, ele saca desse fundo R$
7.000,00 e deixa o restante aplicado por mais um ano, quando verifica que o saldo é R$
2
6.000,00. O valor de ( 4i − 1) é:
a) 0,01
b) 0,02
c) 0,03
d) 0,04
e) 0,05

14. (Fgv 2012) Aplicando 1 real a juros compostos durante 12 anos, obtém-se um montante de
64 reais. Usando a tabela abaixo, pode-se dizer que a taxa anual de juros é:

x 1 2 3 4 5 6
x 1 1,4142 1,7321 2 2,2361 2,4495

a) 41,42%
b) 73,21%
c) 100%
d) 123,61%
e) 144,95%

15. (Ufmg 2011) Um banco oferece dois planos para pagamento de um empréstimo de
R$ 10.000,00, em prestações mensais iguais e com a mesma taxa mensal de juros:
• no Plano 1, o período é de 12 meses; e
• no Plano 2, o período é de 24 meses.

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

Contudo, a prestação de um desses planos é 80% maior que a prestação do outro.

a) Considerando essas informações, determine em qual dos dois planos — Plano 1 ou Plano
2 — o valor da prestação é maior.
b) Suponha que R$ 10.000,00 são investidos a uma taxa de capitalização mensal igual à taxa
mensal de juros oferecida pelo mesmo banco.
Calcule o saldo da aplicação desse valor ao final de 12 meses.

16. (Fuvest 2011) Uma geladeira é vendida em n parcelas iguais, sem juros. Caso se queira
adquirir o produto, pagando-se 3 ou 5 parcelas a menos, ainda sem juros, o valor de cada
parcela deve ser acrescido de R$ 60,00 ou de R$ 125,00, respectivamente. Com base nessas
informações, conclui-se que o valor de n é igual a
a) 13
b) 14
c) 15
d) 16
e) 17

17. (Fgv 2011) Sandra fez uma aplicação financeira, comprando um título público que lhe
proporcionou, após um ano, um montante de R$ 10 000,00. A taxa de juros da aplicação foi de
10% ao ano. Podemos concluir que o juro auferido na aplicação foi:
a) R$ 1 000,00
b) R$ 1 009,09
c) R$ 900,00
d) R$ 909,09
e) R$ 800,00

18. (Fgv 2010) Roberto obtém um financiamento na compra de um apartamento.


O empréstimo deverá ser pago em 100 prestações mensais, de modo que uma parte de cada
prestação e o juro pago.
Junto com a 1ª prestação, o juro pago é de R$ 2 000,00; com a 2ª prestação, o juro pago é R$
1 980,00 e, genericamente, em cada mês, o juro pago é R$ 20,00 inferior ao juro pago na
prestação anterior.
Nessas condições, a soma dos juros pagos desde a 1ª até a 100º prestação vale:
a) R$ 100 000,00
b) R$ 101 000,00
c) R$ 102 000,00
d) R$ 103 000,00
e) R$ 104 000,00

19. (Ufrj 2010) “O binômio de Newton é tão belo como a Vênus de Milo.
O que há é pouca gente para dar por isso.
óóóó—óóóóóó óóó—óóóóóóó óóóóóóó
(O vento lá fora)”

(Álvaro de Campos)

Um capital é aplicado por doze anos e seis meses a juros compostos de meio por cento ao
mês.
Ao final desse período, o rendimento acumulado será igual, inferior ou superior a 100%?
Justifique sua resposta.

20. (Enem cancelado 2009) Paulo emprestou R$ 5.000,00 a um amigo, a uma taxa de juros
simples de 3% ao mês. Considere x o número de meses do empréstimo e M(x) o montante a
ser devolvido para Paulo no final de x meses.
Nessas condições, a representação gráfica correta para M(x) é

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

a)

b)

c)

d)

e)
0
21. (Pucrj 2009) No dia 1 . de março, o saldo devedor da conta corrente de João era de
R$1.000,00. No final de cada mês, o banco cobra 10% de juros sobre o saldo devedor naquele
momento.

a) Supondo que João não faça nenhum depósito e nenhum saque, qual será o saldo devedor
0
no dia 1 . de julho?

b) João foi ao banco no dia 2 de maio e conseguiu renegociar a dívida: a taxa passou para 5%
ao mês a partir desse momento (mas não retroativamente). Supondo que João não faça
0
nenhum depósito e nenhum saque, qual será o saldo devedor no dia 1 . de julho?

22. (Fuvest 2009) Há um ano, Bruno comprou uma casa por R$50.000,00. Para isso, tomou
emprestados R$10.000,00 de Edson e R$10.000,00 de Carlos, prometendo devolver-lhes o
dinheiro, após um ano, acrescido de 5% e 4% de juros, respectivamente. A casa valorizou 3%
durante este período de um ano. Sabendo-se que Bruno vendeu a casa hoje e pagou o
combinado a Edson e Carlos, o seu lucro foi de:
a) R$ 400,00
b) R$ 500,00
c) R$ 600,00
d) R$ 700,00
e) R$ 800,00

23. (Fgv 2009) Numa loja, os preços dos produtos expostos na vitrine incluem um acréscimo
de 50% sobre o preço de custo. Durante uma liquidação, o lojista decidiu vender os produtos
com um lucro real de 20% sobre os preços de custo.

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

a) Calcule o desconto que ele deve dar sobre os preços da vitrine.


b) Quando não há liquidação, sua venda é a prazo, com um único pagamento após dois meses
e uma taxa de juros compostos de 10% ao mês. Nessa condição, qual será a porcentagem
do lucro sobre o preço de custo?

24. (Enem 2009) João deve 12 parcelas de R$ 150,00 referentes ao cheque especial de seu
banco e cinco parcelas de R$ 80,00 referentes ao cartão de crédito. O gerente do banco lhe
ofereceu duas parcelas de desconto no cheque especial, caso João quitasse esta dívida
imediatamente ou, na mesma condição, isto é, quitação imediata, com 25% de desconto na
dívida do cartão. João também poderia renegociar suas dívidas em 18 parcelas mensais de R$
125,00. Sabendo desses termos, José, amigo de João, ofereceu-lhe emprestar o dinheiro que
julgasse necessário pelo tempo de 18 meses, com juros de 25% sobre o total emprestado.

A opção que dá a João o menor gasto seria


a) renegociar suas dívidas com o banco.
b) pegar emprestado de José o dinheiro referente à quitação das duas dívidas.
c) recusar o empréstimo de José e pagar todas as parcelas pendentes nos devidos prazos.
d) pegar emprestado de José o dinheiro referente à quitação do cheque especial e pagar as
parcelas do cartão de crédito.
e) pegar emprestado de José o dinheiro referente à quitação do cartão de crédito e pagar as
parcelas do cheque especial.

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

Gabarito:

Resposta da questão 1:
[C]

A primeira parcela de R$ 460,00 será paga à vista, portanto não há incidência de juros. A
segunda parcela, caso não houvesse incidência de juros, seria de R$ 400,00, pois o preço do
fogão à vista é de R$ 860,00 (860 − 460 = 400). No entanto, há um acréscimo de R$ 60,00 na
segunda parcela, os quais representam os juros após 30 dias. Logo, os juros são:
60
= 0,15 → 15%
400

Resposta da questão 2:
[D]

Tem-se que

1 real = 2,75 ⋅ 103 ⋅ 103 ⋅ 103 ⋅ 103 ⋅ 103 ⋅ 103


= 2,75 ⋅ 1018 réis.

Portanto, como 300 contos = 300 ⋅ 106 = 3 ⋅ 108 réis, segue que o saldo hipotético dessa conta
hoje seria

3 ⋅ 108 1 1
≅ ⋅ ,
18 10 109
2,75 ⋅ 10

ou seja, aproximadamente um décimo de bilionésimo de real.

Resposta da questão 3:
[D]

Após o pagamento da nona parcela, o saldo devedor ficou reduzido a

180000 − 9 ⋅ 500 = R$ 175.500,00.

Portanto, o valor da décima prestação é igual a

500 + 0,01⋅ 175500 = R$ 2.255,00.

Resposta da questão 4:
150000
a) O rendimento obtido na venda das cotas foi de (2,1 − 1,5) ⋅ = R$ 60.000,00.
1,5
Por outro lado, se João tivesse investido seu dinheiro no apartamento, seu ganho teria sido
igual a 0,9 ⋅ 150000 = R$ 135 ⋅ 000,00, ou seja, uma diferença de

135000 − 60000 = R$ 75.000,00.

b) Para que João tivesse ganhado R$ 20.000,00 a mais com o fundo de investimento, deveria
ter vendido todas as cotas por 150000 + 155.000,00 = R$ 305.000,00, ou seja, cada cota por

305000
= R$ 3,05.
100000

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

c) Se a rentabilidade do apartamento foi de 90% no período, então a taxa anual de juros


90%
simples que deveria ter sido aplicada é igual a = 30%.
3

A função que relaciona o valor total das cotas de João (Y) com o tempo t, em anos, é dada
por:

Y = 150000 ⋅ (1 + 0,3 ⋅ t) = 150000 + 45000 ⋅ t.

Resposta da questão 5:
[C]

Do gráfico, tem-se que o saldo devedor inicial é R$ 500,00. Além disso, como a capitalização é
composta, podemos concluir que a parcela mensal de juros é variável. Finalmente, supondo
uma taxa de juros constante e igual a 10% ao mês, teríamos, ao final de 6 meses, um saldo
devedor igual a 500 ⋅ (1,1)6 ≅ R$ 885,78. Portanto, comparando esse resultado com o gráfico,
podemos afirmar que a taxa de juros mensal é superior a 10%.

Resposta da questão 6:
[E]

Temos MA = 10000 ⋅ (1,2)t e MB = 5000 ⋅ (1,68)t . Logo,

t
⎛ 1,68 ⎞
10000 ⋅ (1,2)t = 5000 ⋅ (1,68)t ⇔ ⎜ ⎟ =2
⎝ 1,2 ⎠
⇔ log(1,4)t = log2
⇔ t ⋅ (log2 + log7 − log10) = log2
⇒ t ⋅ (0,3 + 0,85 − 1) ≅ 0,3
0,30
⇔t≅
0,15
⇔ t ≅ 2.

Portanto, os montantes se igualarão, aproximadamente, após 2 anos (ou 24 meses).

Resposta da questão 7:
[E]

Como as parcelas crescem segundo uma progressão geométrica de razão 1,1 e primeiro termo
igual a 2000, segue que o montante pago foi de

(1,1)5 − 1
2000 ⋅ = 2000 ⋅ 6,1051
1,1 − 1
= R$ 12.210,20.

Logo, os juros cobrados correspondem a 12210,2 − 10000 = R$ 2.210,20 e, portanto, a taxa de


juros simples na transação é igual a

2210,2
⋅ 100% ≅ 4,42%.
10000 ⋅ 5

Resposta da questão 8:

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

[D]

A taxa anual de juros i procurada é tal que

2 ⋅ C = C ⋅ (1 + i)10 ⇔ (1 + i)10 = 2
⇔ log2 (1 + i)10 = log2 2
⇔ 10 ⋅ log2 (1 + i) = 1
⇔ log2 (1 + i) = 0,1
⇔ 1 + i = 20,1
⇒ i ≅ 1,0718 − 1
⇔ i ≅ 0,0718,

ou seja, 7,18% ao ano.

Resposta da questão 9:
[A]

O preço à vista da mercadoria é igual a

576 576
500 + + = 500 + 480 + 400
1,2 (1,2)2
= R$ 1.380,00.

Resposta da questão 10:


[D]

O resultado pedido é dado por

1000 ⋅ 0,8 ⋅ 1,1⋅ 0,8 ⋅ 1,1 = R$ 774,40.

Resposta da questão 11:


a) Reescrevendo a lei da função, obtemos

P(t) = −3t 2 + 6t + 50
⎡ 50 ⎤
= −3 ⋅ ⎢(t − 1)2 − 1 − ⎥
⎣ 3⎦
= 53 − 3 ⋅ (t − 1)2.

Portanto, a crise ocorreu em t = 1, ou seja, 2008.

b) O preço médio de mercado do metro quadrado, em 2006, era de

100 ⋅ P( −1) = 100 ⋅ [53 − 3 ⋅ ( −2)2 ]


= 100 ⋅ (53 − 12)
= R$ 4.100,00.

Por outro lado, o preço médio de mercado do metro quadrado, em 2009, era de

100 ⋅ P(2) = 100 ⋅ [53 − 3 ⋅ 12 ]


= 100 ⋅ (53 − 3)
= R$ 5.000,00.

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

Logo, o lucro obtido na venda do imóvel foi de

100 ⋅ (5000 − 4100) = R$ 90.000,00.

Investindo o capital de R$ 410.000,00 a uma taxa de 10% a.a. durante 3 anos, o lucro
obtido seria de

410000 ⋅ (1,13 − 1) = R$ 135.710,00.

Portanto, a diferença pedida é igual a

135710 − 90000 = R$ 45.710,00.

c) A taxa (i) necessária para que o investidor tenha um lucro de R$ 90.000,00, aplicando o
capital de R$ 410.000,00, durante 3 anos, é tal que

3
90000 = 410000 ⋅ i ⋅ 3 ⇔ i = ⋅ 100%
41
⇔ i ≅ 7,32% a.a.

Resposta da questão 12:


[C]

Aplicando R$ 1.000,00 no dia 1º abril a uma taxa mensal de i%, Paulo terá, em 1º de maio,
1000(1 + i) reais. Depositando mais R$ 1.000,00 em 1º de maio na mesma aplicação, ele terá
[1000(1+ i) + 1000](1+ i) reais em 1º de junho. Desse modo,

[1000(1 + i) + 1000](1 + i) + 690 = 3000 ⇔ 100(1 + i)2 + 100(1 + i) − 231 = 0

−100 ± 1002 − 4 ⋅ 100 ⋅ ( −231)


⇔ 1+ i =
200
−100 ± 320
⇔ 1+ i =
200
⇒ i = 0,1 = 10% a.m.

Portanto, a taxa mensal de juros dessa aplicação era de 10%.

Resposta da questão 13:


[D]

⎡⎣10.000(1 + i) − 7000 ⎤⎦ ⋅ (1 + i) = 6000

10(1 + i)2 − 7 ⋅ (1 + i) − 6 = 0.

Resolvendo a equação na incógnita 1 + i, temos:

1 + i = 6/5 ⇒ i = 1/5 ou 1 + i = –1/2 ⇒ i = –3/2 (não convém).

2 2
Logo, (4i – 1) = (4/5 – 1) = 1/25 = 0,04.

Resposta da questão 14:


[A]

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

i = valor da taxa.
12 6
1⋅ (1 + i)12 = 64 ⇒ 1 + i = 12 64 ⇒ 1 + i = 2 ⇒ 1 + i = 2 ⇒ 1 + i = 1 ,4142 ⇒ i = 0,4142 = 41 ,42%

Resposta da questão 15:


a) Considere o fluxo de caixa abaixo, em que x é a prestação do Plano 1.

Sendo i a taxa de juros mensal, a soma dos valores das prestações na data focal 0 deve
ser tal que
x ⋅ (1+ i)−1 + x ⋅ (1+ i)−2 + K + x ⋅ (1+ i)−12 = 10000.

Como x ⋅ (1+ i)−1, x ⋅ (1+ i)−2, K , x ⋅ (1+ i)−12 constituem uma PG de primeiro termo x ⋅ (1+ i)−1 e
razão (1 + i)−1, temos que:

1 − [(1 + i)−1]12 1 − (1 + i)−12


x ⋅ (1 + i)−1 ⋅ = 10000 ⇔ x ⋅ = 10000.
1 − (1 + i)−1 i

Analogamente, se y é a prestação do Plano 2, devemos ter


1 − (1 + i)− 24
y⋅ = 10000.
i
Portanto, como 1− (1+ i)−24 > 1− (1+ i)−12, segue que x > y.

b) Do enunciado e do item (a), temos que x = 1,8 ⋅ y. Assim,


1 − (1 + i)−12 1 − (1 + i)−24
x⋅ = y⋅ ⇒ 1,8 ⋅ y ⋅ [1 − (1 + i)−12 ] = y ⋅ [1 − (1 + i)−24 ].
i i

Fazendo (1+ i)−12 = k, obtemos:


1,8 ⋅ (1− k) = 1− k2 ⇔ k2 − 1,8 ⋅ k + 0,8 = 0 ⇔ k = 0,8 ou k = 1.

Como k = (1+ i)−12 = 1 ⇒ i = 0 (absurdo), segue que k = (1+ i)−12 = 0,8.


Por conseguinte, o saldo da aplicação de R$ 10.000,00 ao final de 12 meses é
10000 ⋅ (1 + i)12 = 10000 ⋅ [(1 + i)−12 ]−1
= 10000 ⋅ (0,8)−1
= R$ 12.500,00.

Resposta da questão 16:


[A]

Sejam n número de parcelas e v o valor de cada parcela, então:


n.v = (n - 3).(v + 60) ou n.v = (n - 5) .(v + 125).
Desenvolvendo as equações e resolvendo o sistema

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

⎧ 60n − 3v = 180
⎨ , temos: n = 13
⎩125n − 5v = 625

Resposta da questão 17:


[D]

Se M é o montante, C é o capital, i é a taxa e n é o prazo, então M = C(1+ in). Logo,


100000
10000 = C(1+ 0,1⋅ 1) ⇒ C = .
11

Por outro lado, os juros (J) são dados por:


100000 10000
J = M − C = 10000 − = ≅ R$ 909,09.
11 11

Resposta da questão 18:


[B]

(2000, 1980, 1960, ...) PA de razão r = -20


a100 = 2000 + 99.(-20)
a100 = 20

(2000 + 20).100
S100 =
2
S100 = 101000

Resposta da questão 19:


12 anos e seis meses = 150 meses.
150
⎛ 1 ⎞
Basta multiplicar o capital por (1 + 0,005)150 = ⎜ 1 + ⎟
⎝ 200 ⎠

Aplicando o desenvolvimento do binômio de Newton temos:


150 0 1 2 150
⎛ 1 ⎞ ⎛ 150 ⎞ ⎛ 1 ⎞ ⎛ 150 ⎞ ⎛ 1 ⎞ ⎛ 150 ⎞ ⎛ 1 ⎞ ⎛ 150 ⎞ ⎛ 1 ⎞
⎜ 1 + 200 ⎟ =⎜ ⎟⎜ ⎟ +⎜ ⎟⋅⎜ ⎟ +⎜ ⎟⎜ ⎟ +K + ⎜ ⎟⎜ ⎟
⎝ ⎠ ⎝ 0 ⎠ ⎝ 200 ⎠ ⎝ 1 ⎠ ⎝ 200 ⎠ ⎝ 2 ⎠ ⎝ 200 ⎠ ⎝ 150 ⎠ ⎝ 200 ⎠
150 150
⎛ 1 ⎞ 3 ⎛ 150 ⎞ ⎛ 1 ⎞
⎜ 1 + 200 ⎟ = 1 + + 0,38 +K + ⎜ ⎟⎜ ⎟
⎝ ⎠ 4 ⎝ 150 ⎠ ⎝ 200 ⎠

Maior que 2

Logo, o total acumulado será superior a 100%.

Resposta da questão 20:


[A]

Considerando juros simples o montante M pode ser escrito como uma função do primeiro grau
A partir do número de meses x.
3
M(x) = 5000 + x
100

Logo seu gráfico será parte de uma reta, conforme indica a figura a.

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

Resposta da questão 21:


a) R$1.464,10

b) R$1.334,03

Resposta da questão 22:


[C]

Resposta da questão 23:


a) 20%.

b) 81,5%.

Resposta da questão 24:


[E]

Dívida total 12x 150 + 400 = 2200


Dívida com desconto 1500 + 300 = 1800
A melhor opção é pegar o dinheiro com José para a quitação do cartão de crédito e pagar as
parcelas do cheque especial
300x 1,25 + 1800 = 2.175,00

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

Resumo das questões selecionadas nesta atividade

Data de elaboração: 03/09/2016 às 20:42


Nome do arquivo: Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

Legenda:
Q/Prova = número da questão na prova
Q/DB = número da questão no banco de dados do SuperPro®

Q/prova Q/DB Grau/Dif. Matéria Fonte Tipo

1 ............ 146601 ..... Média ............ Matemática ... Uerj/2016.............................. Múltipla escolha

2 ............ 151625 ..... Média ............ Matemática ... Fuvest/2016 ......................... Múltipla escolha

3 ............ 149381 ..... Média ............ Matemática ... Enem/2015 ........................... Múltipla escolha

4 ............ 126045 ..... Média ............ Matemática ... Fgv/2013 .............................. Analítica

5 ............ 131554 ..... Média ............ Matemática ... Enem PPL/2013 ................... Múltipla escolha

6 ............ 125934 ..... Média ............ Matemática ... Fgv/2013 .............................. Múltipla escolha

7 ............ 125876 ..... Média ............ Matemática ... Espm/2013 ........................... Múltipla escolha

8 ............ 125936 ..... Média ............ Matemática ... Fgv/2013 .............................. Múltipla escolha

9 ............ 126143 ..... Baixa ............. Matemática ... Fgv/2013 .............................. Múltipla escolha

10 .......... 131546 ..... Média ............ Matemática ... Enem PPL/2013 ................... Múltipla escolha

11 .......... 115335 ..... Média ............ Matemática ... Fgv/2012 .............................. Analítica

12 .......... 119870 ..... Média ............ Matemática ... Espm/2012 ........................... Múltipla escolha

13 .......... 115095 ..... Elevada ......... Matemática ... Fgv/2012 .............................. Múltipla escolha

14 .......... 115609 ..... Média ............ Matemática ... Fgv/2012 .............................. Múltipla escolha

15 .......... 103815 ..... Elevada ......... Matemática ... Ufmg/2011............................ Analítica

16 .......... 100947 ..... Média ............ Matemática ... Fuvest/2011 ......................... Múltipla escolha

17 .......... 100033 ..... Baixa ............. Matemática ... Fgv/2011 .............................. Múltipla escolha

18 .......... 91415 ....... Média ............ Matemática ... Fgv/2010 .............................. Múltipla escolha

19 .......... 91311 ....... Elevada ......... Matemática ... Ufrj/2010............................... Analítica

20 .......... 91773 ....... Média ............ Matemática ... Enem cancelado/2009 ......... Múltipla escolha

21 .......... 86520 ....... Não definida .. Matemática ... Pucrj/2009 ............................ Analítica

22 .......... 86455 ....... Não definida .. Matemática ... Fuvest/2009 ......................... Múltipla escolha

www.matematicario.com.br
Matemática Financeira - Juros Simples e Compostos

23 .......... 107014 ..... Baixa ............. Matemática ... Fgv/2009 .............................. Analítica

24 .......... 90674 ....... Elevada ......... Matemática ... Enem/2009 ........................... Múltipla escolha

www.matematicario.com.br