Você está na página 1de 7

PORCENTAGEM

A expressão “por cento” significa por cada cem, ou seja, uma divisão por cem.

Representamos a porcentagem pelo símbolo %.

Para representar uma porcentagem, podemos utilizar um número decimal ou então


uma fração.

Exemplos:

75 % = 75 = 3 = 0,75
100 4

5 %= 5 = 1 = 0,05
100 20

PORCENTAGEM DE UM VALOR

A porcentagem é muito utilizada para lucros e descontos. Além disso, o cálculo


de porcentagem é muito utilizado em sociedade, desde a compra de roupas até
financiamento de casas, carros etc.

Para calcular a porcentagem de um valor, basta multiplicar o valor pelo percentual


que se quer.

Exemplos:
10
a) 10 % de 150 = 10 % . 150 = . 150 = 15
100

b) 0,3 % de 500 = 0,3% . 500 = 0,3 . 500 = 1,5


100

AUMENTO PERCENTUAL

O conhecimento de operações Matemáticas financeiras, presentes no cotidiano, facilita


a realização de cálculos envolvendo aumentos e descontos sucessivos.

Exemplo:

Em virtude da elevação de taxa de inflação semanal, um comerciante

Matematicario.com.br
atentou-se para a importância de aumentar os preços das mercadorias em
8%, visando à contenção de prejuízos. Na semana seguinte, em decorrência
de outra crescente no índice inflacionário, se viu obrigado a aumentar
novamente o preço das mercadorias na faixa de 12%. Determine o preço de
uma mercadoria que antes do primeiro aumento custava R$55,00.

Nesse tipo de problema é comum que as pessoas somem os aumentos


percentuais. Nesse caso, muitos realizaram o cálculo somando 8%, e 12%,
relatando um único aumento de 20% sobre o valor de R$55,00, o que
tornaria o cálculo totalmente errado. O segmento matemático correto seria
determinar o aumento de 8% em relação ao valor de R$55,00 e sobre o
resultado, realizar um novo aumento de 12%.

Observe:
8
8% . 55 = . 55 = 4,4
100
55 + 4,4 = 59,40

R$59,40

12% . 59,40 = 12 . 59,40 = 7,13


100
59,40 + 7,13 = 55,53

O cálculo para aumento é dado pela seguinte fórmula:

x + p% . x = x + p . x
100

onde:

x = É o valor da mercadoria ou produto em reais (R$);

p = é a porcentagem de aumento que incide sobre o produto, que, no caso, é x;

+ = O sinal de adição (+) é o que representa o aumento.

% = esse símbolo (%) pode ser representado na forma da fração: 1


100

Matematicario.com.br
DESCONTO PERCENTUAL

Descontos sucessivos

Nos descontos sucessivos, devemos calcular o primeiro desconto sobre o valor inicial e
sobre o resultado, determinar o segundo desconto.

Observe:

Uma loja determinou a venda de todo o estoque de eletrodomésticos, com descontos


que atingiram o percentual de 25%. Uma pessoa, ao comprar uma televisão no
pagamento à vista, foi premiada com um desconto de 12% sobre a dedução
promocional. Se o aparelho sem os descontos era anunciado por R$ 1.200,00, qual o
valor final com os descontos recebidos?
25
25% . 1200 = . 1200 = 300
100

1200 – 300 = 900

R$ 900,00

12% . 900 = 12 . 900 = 108


100
900 – 108 = 792

R$792,00

O preço final do aparelho com os descontos sucessivos é de R$792,00

A estruturação da fórmula do desconto é a seguinte:

x – p% . x = x – p . x
100

x = É o valor da mercadoria ou produto em reais (R$);

p = é a porcentagem de aumento que incide sobre o produto, que, no caso, é x;

- = o sinal de subtração (-) é que o representa o desconto;


1
% = esse símbolo (%) pode ser representado na forma da fração
100

Matematicario.com.br
JUROS SIMPLES

DEFINIÇÕES:

Taxa de juros: o juro é determinado através de um coeficiente referido a um dado


intervalo de tempo. Ele corresponde à remuneração da unidade de capital empregado
por prazo igual àquele da taxa.

Forma percentual: Exemplo: 12% ao ano


Forma unitária: 12/100 = 0,01 ao ano.

Diagramas de capital no tempo

Os problemas financeiros se resumem em um fluxo de entradas e saídas de dinheiro no


tempo. Tal fluxo é denominado “fluxo de caixa” e pode ser representado graficamente:

150
300 0

Entradas ( + )
0 1 2 3 4 5 6
Saídas ( - )
600 500

O gráfico facilita a visualização da situação do fluxo de caixa onde pode ser observado
as entradas e saídas de dinheiro no decorrer do tempo. Conforme a convenção temos:

- reta horizontal: representa a escala de tempo aumentando da esquerda


para a direita

- flechas indicam as entradas e saídas de dinheiro. A flecha para baixo indica


saída de dinheiro (valor negativo), enquanto que a flecha para cima indica
entrada de dinheiro (valor positivo).

No cálculo dos juros simples, a remuneração pelo capital inicial aplicado, também
chamado de principal é diretamente proporcional ao seu valor e ao tempo de aplicação.
O fator de proporcionalidade é a taxa de juros.

J = C.i. t , sendo:

J = Juros

C = Capital inicial

t = tempo de aplicação

i = taxa de juros

Matematicario.com.br
MONTANTE

Representa o valor do capital acrescido dos juros provenientes da operação:



M = C + J (montante = capital + juros)

M = C ( 1 + i.t )

TAXA PROPORCIONAL

i1 = n1

i2 = n2

ou i1 . n2 = i2 . n1

Verificar se as taxas de 5% ao trimestre e 20% ao ano são proporcionais:

i1 = 5% ao trimestre n1 = 3 meses

i2 = 20% ao ano n2 = 12 meses

0,05 = 3

0,20 12

JUROS EXATOS E JUROS COMERCIAIS

As aplicações normalmente são fixados em dias. Em aplicações de curto prazo


geralmente é adotado juros simples, tornando-se necessário calcular a taxa
proporcional referente a um dia.

Em tais circunstâncias pode-se adotar:

a) ano civil: 365 dias


b) ano comercial: 360 dias.

Na prática costuma-se adotar o ano comercial onde o ano possui 360 dias e o mês de
30 dias. Por outro lado, a contagem dos dias deve ser exata, sendo necessário levar em
conta a existência de anos bissextos.

Matematicario.com.br
JUROS COMPOSTOS

No regime de juros compostos o juro gerado em um período será incorporado ao


capital passando a participar da geração dos juros do período seguinte. Desta forma
dizemos que os juros são capitalizados. Assim, o cálculo dos juros é feito não somente
sobre o capital inicial, como é feito em juros simples, mas também sobre os juros de
cada período.

Ex: Imagine a seguinte aplicação:

Capital inicial R$ 1.000,00

Juros de 10% aa

n = 3 anos

Juros Simples Juros Compostos

n juros por período Montante juros por período Montante

1 1.000 x 0,1 = 100 1.100 1.000 x 0,1 = 100 1.100

2 1.000 x 0,1 = 100 1.200 1.100 x 0,1 = 110 1.210

3 1.000 x 0,1 = 100 1.300 1.210 x 0,1 = 121 1.331

Fórmula Geral

S = P . ( 1 + i )n

S = Montante ou Valor Nominal

P = Valor atual, Valor Principal

i = taxa de juros corrente

n = número de períodos de capitalização

Matematicario.com.br
JUROS COMPOSTOS

Juros = S – P

Juros = P ( 1 + i )n - P

Juros = P . [( 1 + i )n - 1 ]

Matematicario.com.br