Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL


GESTAO DA PRODUCAO NA CONSTRUCAO CIVIL
PROFESSOR: MARIA ARIDENISE MACENA FONTENELLE
ALUNO: FRANCISCO JHEFISON DO NASCIMENTO

RESENHA CRÍTICA

ARTIGO: TEORIA E MÉTODOS PARA GESTÃO DA PRODUÇÃO NA


CONSTRUÇÃO 2006

MOSSORÓ-RN
2018
RESENHA CRÍTICA: TEORIA E MÉTODOS PARA GESTÃO DA PRODUÇÃO
NA CONSTRUÇÃO 2006

Foi retirado do Xl encontro nacional de tecnologia do ambiente construído 23 a


25 de agosto de 2006 tendo como autores Guilherme Henrich, Aguinaldo dos Santos e
Lauri Koskela, tiveram como fontes duas empresas situadas em Manchester - Reino
Unido, foram escolhidas para a realização deste estudo. A análise foi baseada em
observações diretas aos sistemas produtivos destas empresas. objetivo deste artigo era
identificar onde os mais relevantes métodos usados pela indústria da construção civil
falham, bem como suprir diretrizes para desenvolvimento de novas ferramentas
gerenciais. A metodologia mesmo as empresas atuando em diferentes ramos de negócios
tiveram alguns resultados encontrados muito semelhantes. Portanto para padronizar a
coleta de dados, as observações foram realizadas afim de responder as perguntas:

A atual teoria da gestão da produção é aplicável na construção civil? Caso afirmativo,


como as empresas de construção estão usando esta teoria na prática?

Quais são os métodos que as empresas de construção utilizam para gestão da produção?
Estes métodos são satisfatórios?

Como as empresas estão organizadas para planejar e gerir seus projetos?

Concorda-se que se deve ter uma maneira de gerir eficientemente os métodos para
construção na produção porém métodos nunca serão 100% eficazes sendo necessário a
intervenção das pessoas para que esses possam sem mais bem aplicados dentro do
possível, é preciso o bom senso e a sensibilidade humana para conciliar o método com a
execução melhorando o que já existe afim de proporcionar maior produtividade com cada
vez menos desperdício.