Você está na página 1de 20

TAC

COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

ÍNDICE

1. OBJETO...........................................................................................................................................2

2. ESCOPO DOS SERVIÇOS..................................................................................................................2

3. ABRANGÊNCIA...............................................................................................................................9

4. EQUIPE E TURNO DE TRABALHO....................................................................................................9

5. FERRAMENTAS E INSTALAÇÕES....................................................................................................10

6. PRAZO..........................................................................................................................................10

7. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA....................................................................................................11

8. OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE..................................................................................................15

9. QUADRO DE RESPONSABILIDADES CONTRATANTE X CONTRATADA............................................16

10. CRITÉRIOS PARA MEDIÇÃO/FATURAMENTO................................................................................17

11. APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS...................................................................................................18


11.1 Proposta
Técnica.......................................................................................... ..............................18
11.2 PROPOSTA COMERCIAL............................................................................................................ 18
11.3 PROPOSTA TÉCNICA................................................................................................................ 18
11.4 CRITÉRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS.................................................................................. 18
12. DISPOSIÇÕES GERAIS...................................................................................................................19
13. COMPROMISSO DE
QUALIDADE...................................................................................................20
14.

ANEXOS........................................................................................................................................20

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 1


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

1. OBJETO

Prestação de serviços de montagem e desmontagem de andaimes tubulares, estruturas para


escoramento, suporte de carga e andaime de quadro a serem executados na COMPANHIA
AUXILIAR ARMAZENS GERAIS.

2. ESCOPO DOS SERVIÇOS

 Mobilização
Mobilização inicial da contratada / canteiro de obra, consiste na mobilização, em cada área de
abrangência do contrato, dos recursos necessários como:
Recrutamento e seleção para admissão de pessoal, treinamentos técnico e de segurança, (exceto
treinamento introdutório), construção de gaveteiros para estoque de material, instalação de
contêiner (escritório / almoxarifado), equipamentos ferramentas e materiais, instalação elétrica e
iluminação, delimitação / isolamento da área, registros nos Órgãos Públicos (CREA / Prefeitura). A
CONTRATANTE somente fornecerá a área, água e energia elétrica.
 Locação
A locação dos andaimes estará presente neste item e corresponde ao custo mensal da locação dos
andaimes e demais materiais mobilizados, conforme descrito na presente especificação técnica.
 Montagem de andaimes
Montagem de andaimes tubulares, estruturas de escoramento e suportes de carga nos locais e
horários indicados pela programação da CONTRATANTE.
Alterações nos andaimes, estruturas de escoramento e suportes de carga montados, durante o
período em que os andaimes estarão montados.
Deverá contemplar na montagem de andaimes a quantidade de piso (madeira ou alumínio)
solicitada pela área.
 Desmontagem de andaimes
Este item compreende aos serviços de desmontagem de andaimes conforme demanda da
CONTRATANTE, e obedecendo todos os padrões técnicos e de segurança aplicáveis.
Nesse escopo estão contidas a coordenação e a execução das atividades de desmontagem de
andaimes tubo equipado em balanço ou interno, atendendo ao disposto na Portaria 3.214 / 1978
do Ministério do Trabalho. Para o perfeito atendimento da prestação de serviço, dentro dos padrões
legais, deverão ser observados todos os dispositivos da Portaria supracitada.

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 2


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

 Desmobilização
O presente item compreende a desmobilização de todo o material pertencente à CONTRATADA
referente ao objeto da prestação dos serviços descritos nesta especificação técnica. Incluem-se
aqui, todos os acessórios necessários, tais como pranchões, madeirite, abraçadeiras, guarda corpos
e escadas, e demais itens utilizados para a prestação dos serviços.
A medição deste item será realizada mediante a efetiva desmobilização de todo o material
utilizado, ao final do contrato de prestação dos serviços.
Demanda de Rotina: Serão todas as atividades realizadas no terminal para as manutenções dos
andaimes nos serviços fixo e por demanda.
Demanda de Parada/Investimento: Serão todas atividades realizadas programas para as
grandes paradas de manutenção, onde envolve toda programação solicitada para contratada.

2.1. Especificação de equipamentos para utilização na montagem de andaimes


 Andaimes Tubulares
- Tubos: em aço galvanizado a fogo, com costura, diâmetro nominal de 1 ½ polegada (DIN 2440),
diâmetro de 48,3 mm, parede de 3,00 a 3,25 mm e peso médio de 3,65 kg/ml.
Disponibilizados em medidas de 25 em 25 cm até 6,00 metros.
- Braçadeiras fixas, móveis e luvas de união: em aço 5160 (mola), forjadas, temperadas e revenidas.
Os parafusos deverão ter rosca de 1/2” e porcas 2H para chaves de catraca de 7/8”.
As braçadeiras fixas e móveis deverão ter resistência admissível de 800 kg quando solicitadas ao
escorregamento.
Outros dispositivos de união dos tubos deverão ser previamente apresentados à CONTRATANTE
para análise, desde que atendam as seguintes condições:
i) Se resistentes à tração, desde que maior ou igual a 800 kg como carga admissível.
ii) Se com sistema de porca e parafuso, desde que possuam porca 2H para chave de
7/8”.
iii) Deverão ser em uma peça única, ou seja, não serão aceitos dispositivos que se
desprendam quando da utilização. Exemplo: cunhas que se separam do corpo do
dispositivo.
- Bases fixas para apoio dos tubos: em aço, espessura de 8,00 mm, área mínima de 150 cm², e
dispositivo para evitar o deslocamento do tubo quando apoiado na base.
- Bases ajustáveis para apoio dos tubos que necessitam de regulagem de altura: em aço, espessura
de 8,00 mm, área mínima de 150 cm², regulagem máxima de 25cm, e comprimento mínimo da
haste de 20 cm + regulagem.
 Encaixes
-Sistema em peças lineares.
-Postes, travessas e diagonais: fabricados com o mesmo tubo do sistema tubular, também
galvanizados a fogo, sendo que os dispositivos para as fixações das travessas e diagonais nos postes
deverão estar presentes a cada 50 cm e com resistência admissível nas ligações de:
iv) Diagonais tracionadas ou comprimidas: 450 kg

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 3


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

v) Travessas sujeitas a flexão: 70 kgm


vi) Travessas sujeitas a esforços verticais (cisalhamento): 1.000 kg
vii) Travessas sujeitas a esforços axiais: 1.000 kg
-Sistema de quadros: não serão aceitos nas áreas da COPERSUCAR.
 Pisos
- Pranchões de madeira: Em madeira com tensão admissível a flexão no sentido longitudinal as
linhas de fibras > que 65 kg/cm². Seção transversal de 12” x 1 ½” (30cm x 3,8 cm). Isenta de nós ou
rachaduras e protegidas nas pontas com fitas de aço ou grapas.
- Pisos metálicos: Em aço galvanizado a fogo ou de alumínio, com dispositivos que permitam a
fixação no andaime e resistências aos esforços solicitantes iguais ou maiores que dos pranchões de
madeira.

2.2. Especificações para andaimes montados


Andaimes são estruturas utilizadas para a realização de trabalhos em condições seguras e
elevados.
Deverão ser seguidos integralmente os procedimentos de segurança, da NR-18 (Condições e Meio
ambiente do Trabalho na Indústria da Construção) da Portaria 3214 do Ministério do Trabalho.
Além do cumprimento da NR 18, os andaimes montados dentro da CONTRATANTE deverão ser
atendidos nos seguintes critérios:
Observação: Os critérios da CONTRATANTE, desde que sejam mais conservadores do que as
normas regulamentadoras, dentro do aspecto de segurança, deverão sempre ser seguidos.
Todo andaime tubular construído em torre simples deverá ter a altura máxima limitada a 4 (quatro)
vezes a menor dimensão da base sendo essa dimensão nunca menor que 2,00 metros e com até 12
metros de altura não necessita de cálculo estrutural devendo ser montado por empresas
especializadas.
Qualquer outra montagem que envolva estrutura diferenciada da citada acima deverá ser realizada
por pessoal especializado, com dimensionamento, estrutura de fixação, sustentação e memorial de
cálculo realizado por profissional legalmente habilitado.

Na montagem de andaimes onde não for possível concluir os trabalhos devido a intervalos para
almoço, final de expediente ou por outro motivo, todo o material solto que estiver sobre as
estruturas, deverá ser amarrado, fixado de forma que não haja possibilidade de queda do mesmo,
principalmente pranchões e pisos.
É de responsabilidade do Encarregado de Montagem, antes do início da montagem, verificar a
possibilidade de executar os andaimes atendendo aos itens abaixo relacionados:
1. Devem ser verificadas as condições do solo, da superfície, estruturas ou plataformas
onde será montado o andaime.
2. O transporte de elementos estruturais de sustentação e acessórios devem ser realizados
somente em número suficiente de material necessário para a montagem.
3. O armazenamento de material de andaime deve ser feito somente em local apropriado,
próximo da montagem, mantendo as vias de acesso, saídas, porta-corta-chamas,

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 4


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

equipamentos, dispositivos de combate a incêndio e de emergência sempre


desobstruídos.
4. As torres simples de andaimes não podem exceder em altura quatro vezes a menor
dimensão da base do apoio (menor dimensão da base de apoio maior ou igual a 2
metros), ou 12 metros de altura, e deverão seguir todos critérios de amarração e
entroncamento descritos a seguir:
 Um ponto de fixação a cada 36 m² no mínimo;
 Manter distância máxima de 6 metros entre os pontos de fixação;
 Instalar diagonais horizontais nos níveis de fixação
 Iniciar a fixação pelas extremidades do andaime;
 Promover a fixação com material adequado, ou seja: vergalhões, tubos, cabos de
aço, cordas de polipropileno etc., independentemente se a construção for
realizada em ambiente aberto ou fechado e sem projeto estrutural.
5. Quando não for possível obedecer ao item 4 (quatro), por não haver ponto de amarração
disponível, deve-se:
 Para torres isoladas não-estaiadas ou travadas em estrutura externa, deve-se
utilizar relação 4:1 (altura no máximo quatro vezes a menor dimensão da base),
respeitada a altura máxima de 8 metros,
 Realizar estaiamento independente, sendo necessário e obrigatório projeto
especial para montagem do andaime, independentemente da altura.
 Requisitos gerais para a montagem de andaimes
Os trabalhos devem ser realizados a uma distância superior a 3 (três) metros de linhas elétricas. Em
caso contrário exige-se que o serviço seja liberado, formalmente, e acompanhado por pessoal
qualificado da CONTRATANTE que irá providenciar o isolamento ou desligamento, teste e
aterramento da Rede elétrica.
Sempre que for necessária a utilização de ferramentas elétricas manuais por pessoal qualificado,
em distância inferior a 3 metros de linhas elétricas, os andaimes deveram estar aterrados
Para a montagem de andaime com altura superior a 12 metros, será solicitado projeto estrutural,
independentemente de ser firma especializada ou não. Porém, sempre que a CONTRATANTE
desejar, será fornecido projeto estrutural com memorial de cálculo, independentemente da altura.
O acesso a andaimes deverá ser realizado de maneira sempre segura, através de escadas fixas
(escada de marinheiro, escada tubular ou modulada, fixada no próprio andaime), com
espaçamento entre degraus uniformes variando de 25 a 30 cm.
Todo andaime, com altura superior a 4 metros em que o acesso seja realizado através de escada de
marinheiro com gaiola de proteção, deverá ter na escada de acesso, linha de vida vertical para
utilização de trava quedas individuais para controlar risco de queda durante acesso / descida da
plataforma de trabalho temporária do andaime, através de cabo de aço ou corda.
Quando na chegada de uma escada em uma plataforma, após a interrupção da escada deverá ser
montada a linha da gaiola de proteção (guarda corpo) por mais 1 metro de altura.
O vão de acesso à(s) plataforma(s) temporária(s) de trabalho deve ser protegido por cancela de
acesso ou outro dispositivo para evitar risco de queda.

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 5


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

Para cada lance máximo de 6 m (seis metros) deve existir um patamar intermediário de descanso,
protegido por guarda-corpo e rodapé. Os vãos entre a plataforma de trabalho e o(s) patamar(es) de
descanso devem ser medidos o mais próximo possível, de forma a garantir alturas de acesso
semelhantes.
Os andaimes de uso coletivo, para acesso a trabalhos em níveis diferenciados de altura, deverão
ser providos de escada em rampa de degrau com corrimão e rodapé ou escada tipo marinheiro
interno ao andaime, com plataforma de descanso a cada 4m.
Os andaimes devem dispor de sistema guarda-corpo e rodapé, inclusive nas cabeceiras, em todo o
seu perímetro, e devem atender aos seguintes requisitos:
 Serem constituídos com altura de 1,20m (um metro e vinte centímetros) para o
travessão superior e 0,70m (setenta centímetros) para o travessão intermediário;
 Terem rodapés com altura de 0,20m (vinte centímetros);
 O uso de cinto de segurança sobre o andaime e obrigatório;
 No caso específico de andaimes de encaixe, poderão ser utilizados 3 (três)
travessões com alturas de 0,50m (cinquenta centímetros), 1,00m (um metro), e
1,50m (um metro e cinquenta centímetros);
 O vão máximo entre postes deve ser de 2,40 metros, porém o vão livre máximo
permitido para os pisos é de 2 metros, deverá ser colocado quebra vão a cada 1,20
metros.
 Requisitos para apoio de andaimes
Todos os andaimes deverão possuir placas de base metálica (10 x 15 cm²) ou macaco para melhor
distribuição de suas cargas no solo.
Para pisos com resistência superior ou igual a 13 kg/cm², ou seja, piso de concreto armado,
paralelepípedo, asfalto ou brita compactada, poderá ser utilizada tanto a placa metálica como o
macaco. Para pisos com resistência inferior a 13,5 kg/cm², ou seja, terra batida, brita solta,
gramado seco, deverão ser utilizados os equipamentos citados acima, auxiliados por uma placa de
madeira com 30 x 30 cm² e 1,5’’ de espessura.
 Requisitos para pisos
Os pranchões de madeira devem ser isentos de nós ou rachaduras e em boas condições de
utilização.
O piso de trabalho de andaimes deve ter forração completa, ser nivelado e fixado de modo seguro
e resistente.
Os pranchões serão de 1 1/2’’ x 12’’, sendo o vão máximo permitido de 2 m entre apoios para pisos
de circulação, sendo a sobrecarga máxima igual a 150 kg/cm².
Os pranchões devem estar apoiados sobre duas travessas. Quando emendados de topo haverá
uma travessa a 10 cm das extremidades. As emendas não devem ter sobreposição de modo que o
piso fique todo liso.
O balanço mínimo permitido para pranchões é de 10cm e o balanço máximo permitido para
pranchões é de 20cm.

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 6


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

 Requisitos para isolamento do local onde será montado um andaime


A cada montagem, a área em volta do local deverá ser isolada com corrente plástica tipo zebrada
ou com correntes plásticas de sinalização.
Toda área abaixo do andaime deve estar isolada com cerca plástica.
Deve ser considerado o risco de abalroamento do andaime por veículo, pontes rolantes, ou outros
veículos de movimentação.
Deverão ser montados cavaletes para realizar o isolamento de área de risco. Não deve ser utilizada
corrente plástica de isolamento em tubulações e em equipamentos de emergência, como
chuveiros de emergência, extintores etc.
Deve ser sinalizado e isolado todo o material que estiver exposto na área, para não ocorrer queda
de terceiros.
O isolamento deve ser retirado após a conclusão da desmontagem, sendo entregue ao
requisitante.
Toda dúvida sobre o isolamento da área, na realização da montagem do andaime, deve ser dirimida
através de contato com a Supervisão da Área e/ou Técnico da Segurança da COPERSUCAR.
 Requisitos para uso dos equipamentos que compõem os andaimes
Devem ser utilizados somente elementos estruturais de sustentação e acessórios em perfeito
estado de conservação, descartando e inutilizando aqueles que estiverem fora destas condições.
Os equipamentos reprovados pela inspeção deverão ser retirados de uso.
Todo o material a ser utilizado deve se encontrar em local arrumado, inspecionado e em perfeitas
condições.
Ao selecionar os equipamentos deve-se inspecioná-los quanto aos seguintes defeitos:
Verifique nos tubos:
 Corrosão excessiva
 Tubo torto
 Furos ou cortes no corpo
 Comprimento padrão
 Pontos de solda no corpo que impeçam a colocação de braçadeiras.
Verifique nas braçadeiras fixas e giratórias:
 Se os parafusos estão em bom estado de conservação;
 Se há trincas ou bordas.
Verifique nas luvas (Acoplamento):
 Se há placa seguradora;
 Se os parafusos estão em bom estado de conservação.
Verifique no piso de alumínio:
 Se há trincas;
 Se há empenamento;
 Estado de conservação da borracha antiderrapante.
Verifique no piso de madeira:
 Pranchões empenados;

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 7


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

 Comprimento e espessura dos pranchões;


 Trincas e empenamentos.
Verifique no tubo de encaixe:
 Se os postes estão com corrosão excessiva no “U” de encaixe;
 Se a boca do tubo está adequada para a adaptação da espiga;
 Se o poste está empenado;
 Se há trinca na costura;
 Se a cunha não se solta e não está empenada;
 Se a diagonal possui 2 pinos de encaixe;
 Se há corrosão excessiva da espiga;
 Se há soldas no anel.

 Requisitos para o transporte e armazenamento dos equipamentos


O material deve ser transportado em veículo apropriado e deverá ser MOTIVADO em caso de
atividades no CAIS, deve ter sistema de proteção contra quedas de pessoas do mesmo.
O local para armazenamento do material (tubos, pranchões, braçadeiras) deve ser bem ventilado e
coberto, para evitar
sol e chuva.
O armazenamento do material deve ser feito em local exclusivo (gaveteiros). Os tubos têm que
estar arrumados em ordem de tipos de andaime e agrupados de acordo com o comprimento; as
braçadeiras devem estar sempre limpas e banhadas em óleo, devem ser arrumadas e colocadas em
tambores. Providenciar local apropriado para banho de óleo com contenção secundária para
prevenir incidente envolvendo derramamento
O empilhamento de material no gaveteiro tem que obedecer a uma área de 1,00 x 1,00 m, ou 1,20
x 1,00m.
Nos locais de armazenamento dos andaimes ou almoxarifado, deverá haver cartazes de segurança,
alertando quanto ao manuseio correto de material.
O gaveteiro para armazenamento dos tubos deve estar em excelente estado e pode ser construído
em tubo ou equipamento de encaixe.
 Requisitos para ferramentas
As chaves de catracas e outras ferramentas deverão ser transportadas nos respectivos porta-
chaves, sendo proibido carregar chaves no bolso dos uniformes.
Se as chaves de catracas apresentarem problemas, deverá ser providenciada a manutenção ou
substituição da ferramenta.
 Requisitos dimensionais que os andaimes devem possuir
- Pau de Carga: Para pau de carga tipo mão francesa com roldana, a carga máxima admissível é de
50kg. A montagem do pau de carga deve ter comprimento máximo de 1m (um metro) (balanço),
estar fixada em pelo menos dois postes (em diagonal).
- Uso de diagonais nos andaimes: A cada cinco postes deve existir, no mínimo, uma diagonal
vertical por andar, para cada face vertical do andaime. Caso o mesmo esteja travado em estrutura

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 8


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

externa, a face travada não necessita de diagonal. A cada três andares deve haver, no mínimo, uma
diagonal horizontal. Caso o andaime esteja travado em estrutura externa, o nível travado não
necessita de diagonal horizontal.
 Condições para uso dos andaimes
Uma etiqueta de sinalização de cor vermelha deve ser colocada quando o andaime ainda não
estiver concluído.
O andaime só poderá ser utilizado para trabalhos se houver etiqueta de sinalização de cor verde.
A contratada deverá fornecer placas indicativas da carga máxima de trabalho e sinalização de
liberação conforme abaixo:

3. ABRANGÊNCIA

O contrato atenderá a localidade da CONTRATANTE, localizadas na cidade de SANTOS-SP.

4. EQUIPE E TURNO DE TRABALHO

4.1. A CONTRATADA deve disponibilizar equipes de trabalho PARA ATUAR CONFORME


SOLICITAÇÃO.
4.2. O regime de trabalho para os serviços na área da CONTRATANTE deverá ser de acordo com
o que rege a CLT.
4.3. A CONTRATANTE irá fornecer toda a infraestrutura necessária para realização dos serviços.
4.4. A mão-de-obra a ser empregada na execução dos serviços, deverá ser especializada, com
profissionais tecnicamente qualificados e conhecedores de suas funções, bem como dos
serviços especificados neste documento. Com isso, espera-se obter em todos os serviços o
melhor esmero possível, os quais só serão aceitos nestas condições.
4.5. A CONTRATADA deve disponibilizar controle de frequência, no mínimo mecanizado e
disponibilizar relatórios sempre que solicitado pelo Gestor do Contrato.
4.6. A contratada deverá prover a quantidade de mão de obra necessária para pleno
atendimento à demanda normal de serviços repassada pela Programação da
CONTRATANTE, inclusive para as grandes paradas.

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 9


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

5. FERRAMENTAS E INSTALAÇÕES
5.1. A CONTRATADA deve fornecer todos os materiais necessários à execução de montagem e
desmontagem dos andaimes e estruturas para escoramento e suporte de carga.
5.2. Todos os materiais utilizados na montagem dos andaimes, tais como braçadeiras, porcas,
parafusos, luvas de união, pranchões de madeira e tubos, deverão ser substituídos quando
apresentarem sinais de desgastes ou deformação.
5.3. A CONTRATADA deve manter por seus próprios meios todo equipamento e seus materiais
em perfeitas condições de uso, sanando todas as imperfeições notificadas com vistas à
garantia da quantidade e da segurança dos serviços prestados.
5.4. A CONTRATADA deve refazer ou revisar, às suas custas, quaisquer serviços que, por sua
culpa, venham a ser considerados pela CONTRATANTE como errados insuficientes ou
inadequados.
5.5. A contratada deverá apresentar a CONTRATANTE para apreciação do jurídico, todo contrato
de terceirização (subcontratação) de serviços ou locação de equipamentos, antes de
efetivá-lo.
5.6. A CONTRATADA deve responsabilizar-se pela guarda de seu canteiro de obras, não cabendo
à CONTRATANTE nenhuma responsabilidade e ônus por furtos, danos ou extravio de
equipamentos e materiais de sua propriedade ou propriedade da CONTRATANTE que por
ventura esteja emprestado ou sob regime de comodato.
5.7. A CONTRATADA se responsabilizará por quaisquer danos causados a materiais e/ou
equipamentos da CONTRATANTE por imperícia, imprudência ou negligência. A não
observância do exposto nesse item pela CONTRATADA implicará na reposição por si das
partes danificadas as suas expensas sem qualquer ônus para CONTRATANTE.
5.8. A CONTRATADA deve retirar seus materiais, equipamentos, máquinas, veículos e ferragens
às suas expensas após o encerramento dos serviços ou rescisão do contrato no prazo
fixado pela Fiscalização, findo o qual a CONTRATANTE, fica com o direito de promover sua
retirada, como lhe convier, depositando-os em mãos de terceiros e debitando as despesas
à contratada.

6. PRAZO

O prazo de execução previsto será de 1095 (três anos) dias, contados a partir da data de
assinatura do contrato OU da data de emissão da Ordem de Serviço, a ser emitida pela
COPERSUCAR, estando incluso o prazo de 30 (trinta) dias para mobilização.

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 10


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

7. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

Sem prejuízo às disposições das cláusulas e anexos desta especificação técnica e dos
documentos dela decorrente e em cumprimento as suas obrigações contratuais, além das
decorrentes de lei e de normas regulamentares, constituem obrigações específicas da
CONTRATADA:
7.1. Será de responsabilidade exclusiva da CONTRATADA o fornecimento e substituição de
equipamentos de proteção individual (EPI) e uniformes de seus empregados quando
estiverem executando os serviços de campo. O uniforme, a ser utilizado pelo pessoal de
campo da CONTRATADA, deverá ser de cor diferente da adotada pela CONTRATANTE. O
PROGRAMA DE SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS está à disposição dos
proponentes para as consultas que julgarem necessárias. O uso dos Uniformes/EPI é
OBRIGATÓRIO para o desenvolvimento das atividades nas dependências da CONTRATANTE,
assim como crachás de identificação pessoal e empresa. OBS: A CONTRATADA deverá
fornecer os EPI’s homologados pela CONTRATANTE;
7.2. A CONTRATADA deverá ter credenciamento ao sistema de controle de acesso ISPS-CODE,
junto ao setor de credenciamento da CODESP, e também para acesso ao navio em caso de
serviços emergenciais.
7.3. A CONTRATADA deverá fornecer veículo(s) para deslocamento de seus funcionários e
materiais previstos nesta especificação às frentes de serviço, devendo atender as Normas
Regulamentadoras (NR’s) estipuladas pela CONTRATANTE. Deverão atender ainda a
legislação brasileira, possuir seguros contra terceiros e estar em boas condições
operacionais e de aparência. Em caso de fornecimento de caminhão, o mesmo deverá ser
trucado e ser MOTIVADO.
 Combustíveis e lubrificantes para equipamentos e veículos da CONTRATADA são de
responsabilidade da mesma;
 A manutenção dos veículos será de responsabilidade da CONTRATADA e deverá ser efetuada
fora das instalações da CONTRATANTE;
 A responsabilidade de reposição das ferramentas é da CONTRATADA.
7.4. Sem prejuízo das disposições deste contrato, a CONTRATADA deverá executar e manter
serviços eficientes de sinalização, proteção nas áreas de atuação, especialmente quando
houver interferência de suas atividades com as da CONTRATANTE ou de terceiros, tráfego
de veículos e máquinas que possam oferecer riscos;
7.5. Apresentar um plano de mobilização de recursos, imediatamente após a assinatura do
contrato;
7.6. Planejar, coordenar e/ou conduzir e executar os SERVIÇOS, com integral observância das
disposições deste contrato, obedecendo rigorosamente aos prazos contratuais, projetos,
desenhos e especificações técnicas, à legislação ambiental e de segurança interna que
forem determinadas, por escrito pela CONTRATANTE;
7.7. Utilizar os veículos, equipamentos, ferramentas e quaisquer outros instrumentos
disponibilizados pela CONTRATANTE exclusivamente para o fim a que se destinam e

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 11


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

quando em serviço, excetuando-se o uso sob ordem ou autorização expressa pela


CONTRATANTE;
7.8. Manter todos os equipamentos, veículos, ferramentas, materiais e outros instrumentos
fornecidos pela CONTRATANTE e necessários à execução das atividades em perfeitas
condições de uso. A CONTRATADA deverá substituir no prazo máximo de 24h aqueles
danificados por mau uso, negligência ou imperícia de seus funcionários. A CONTRATADA
não deverá permitir nenhuma retirada de bens da CONTRATANTE sob sua responsabilidade
e guarda, sem a prévia autorização expressa da CONTRATANTE;
7.9. A CONTRATADA deverá responsabilizar-se por danos ou desaparecimento de equipamentos
e/ou outros bens da contratante ou de terceiros, ocasionados por qualquer um dos seus
empregados, em virtude de dolo ou culpa quando na execução ou não do objeto
contratado. Da mesma forma, toda avaria ou dano causado aos veículos, por imperícia ou
negligência, culpa ou dolo, será de inteira responsabilidade da CONTRATADA, incluindo as
infrações de trânsito cometidas por seus funcionários;
7.10. Todo e qualquer equipamento da CONTRATADA deverá ser manutenido fora das instalações
e sem ônus para CONTRATANTE.
7.11. Responsabilizar-se pela guarda de seus equipamentos e materiais, não cabendo a
CONTRATANTE nenhuma responsabilidade e ônus por furtos, danos ou extravio;
7.12. Utilizar pessoal qualificado e em número suficiente à execução dos serviços. A
CONTRATADA é a única responsável pelas obrigações decorrentes dos contratos de
trabalho de seus empregados, inclusive por eventuais inadimplências trabalhistas em que
possa incorrer, não podendo ser arguida solidariedade da CONTRATANTE nem
responsabilidade subsidiária, não existindo, por conseguinte, vinculação empregatícia entre
seus empregados e a CONTRATANTE;
7.13. A CONTRATADA deverá submeter-se a TODAS as regras de Saúde e Segurança
estabelecidos pela CONTRATANTE quando realizar trabalhos e solicitações da empresa,
tanto internamente quanto externamente. Deverá atender a rigor as normas internas da
CONTRATANTE e Norma Regulamentadoras (NR’s) aplicáveis.
7.14. A CONTRATADA será responsável pela implantação e operação das diretrizes básicas
estabelecidas nos anexos do Sistema de Saúde e Segurança, fornecidas em anexo, devendo
apresentar mensalmente à Fiscalização os itens de controle e demais informações
solicitadas referentes ao acompanhamento dessas normas;
7.15. Qualquer ocorrência de não conformidade ambiental provocada pela não observância das
normas e que venha gerar qualquer ônus a CONTRATANTE, esse valor será dívida liquida e
certa da CONTRATADA, que será glosada da medição, além da multa contratual prevista na
minuta do Contrato;
7.16. Assumir as responsabilidades legais, administrativas e técnicas pela correta execução dos
serviços e pela qualidade dos mesmos, relatando imediatamente à contratante toda e
qualquer irregularidade observada nas atividades e/ou locais de execução dos serviços,
além de registrar em livro próprio todas as ocorrências;

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 12


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

7.17. Manter a CONTRATANTE, durante ou mesmo após término da vigência do contrato, livre de
quaisquer pleitos de empregados da CONTRATADA. Considerada esta, a única e exclusiva
titular das obrigações trabalhistas e, por consequência, responsável por qualquer ônus
que, eventualmente possam ser imputados à CONTRATANTE por força de pleitos judiciais
ou extrajudiciais;
7.18. Credenciar, por escrito, junto à CONTRATANTE, seu representante com poderes para tomar
qualquer providência relativa ao contrato, incluindo autoridade disciplinar, administrativa e
operacional perante os funcionários da CONTRATADA;
7.19. A CONTRATADA ratificará que a CONTRATANTE exercerá, através do Gestor do Contrato, a
fiscalização e o acompanhamento dos serviços, sendo que eventual ação ou omissão total
ou parcial deste não reduz, nem exime as responsabilidades da CONTRATADA perante a
CONTRATANTE ou terceiros;
7.20. Acatar e facilitar as ações da Fiscalização, além de comparecer às reuniões quando
solicitado pela Fiscalização;
7.21. Consultar a Fiscalização no caso de dúvidas quanto à execução dos serviços e interpretação
de desenhos e especificações;
7.22. Comprovar junto a CONTRATANTE, sempre que for exigido pela fiscalização, o cumprimento
da Legislação relativa a Acidentes do Trabalho, bem como certidões negativas de outros
órgãos públicos, sendo que a não apresentação de tais documentos implicará na retenção
dos pagamentos devidos à contratante, até a regularização da situação;
7.23. Afastar os empregados que descumprirem as normas de trabalho da CONTRATANTE,
apresentarem-se fora dos padrões de atendimentos exigidos ou causarem algum tipo de
constrangimento por negligência, imprudência ou incompetência, inclusive em
atendimentos à solicitação da CONTRATANTE. E ainda devolver imediatamente os crachás
de identificação dos empregados que forem desligados dos serviços por rescisão ou por
encerramento do contrato;
7.24. Comunicar espontaneamente à CONTRATANTE, os eventos não rotineiros ocorridos na
ausência da Fiscalização;
7.25. Caberá à CONTRATADA a inspeção visual e dimensional dos materiais utilizados,
informando a CONTRATANTE as irregularidades detectadas, antes mesmo de sua aplicação;
7.26. Assumir integral responsabilidade por todo e qualquer acidente sofrido por empregado da
CONTRATADA, ainda que caracterizado por doença ocupacional, devendo
obrigatoriamente, caso a CONTRATANTE seja acionada judicialmente, assumir,
incontinente, a defesa;
7.27. Responsabilizar-se por todas e quaisquer indenizações decorrentes de ação, omissão,
negligência, imprudência, ou violação de direitos que vier a causar prejuízos a
CONTRATANTE ou a terceiros, em razão da execução do objeto do contrato, caracterizadas
como decorrentes de ações diretas da CONTRATADA;
7.28. A CONTRATADA não poderá, no todo ou em parte, subcontratar suas obrigações ou ceder a
terceiros o presente contrato, sem prévia autorização da CONTRATANTE, por escrito;

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 13


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

7.29. A CONTRATADA deverá elaborar e entregar, atendendo as especificidades da


CONTRATANTE cópia de seu Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e
Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO) ao Gestor do Contrato.
7.30. Promover exames médicos dos empregados que estarão envolvidos nos trabalhos,
conforme exigência da NR 07 da Portaria 3.214/78, ficando facultado a CONTRATANTE
solicitar, sempre que julgar necessário, a comprovação do cumprimento desta exigência
sob pena de rescisão contratual;
7.31. Responsabilizar-se de repassar todas as informações sobre atualizações de normas internas
da CONTRATANTE e legislação aplicável sobre Meio Ambiente aos empregados lotados no
contrato;
7.32. Ficará previamente pactuado que se, por ventura, a CONTRATANTE for autuada, notificada,
intimada, citada ou condenada, em razão do não cumprimento em época própria de
qualquer obrigação atribuível à CONTRATADA, originária deste contrato, seja de natureza
fiscal, trabalhista, previdenciária ou de qualquer outra espécie, assistir-lhe-á o direito de
reter os pagamentos devidos com base neste ou em outro contrato desta CONTRATADA,
até que esta satisfaça a respectiva obrigação, liberando a CONTRATANTE de eventual
autuação, notificação, intimação ou condenação;
7.33. A CONTRATADA previamente se obriga a refazer ou revisar, às suas expensas, quaisquer
serviços que por sua culpa venham a ser considerados pela CONTRATANTE como errados,
insuficientes ou inadequados;
7.34. Disponibilizar, sempre que requisitado toda documentação referente ao pagamento e
cumprimento das obrigações relativas a tributos, seguros, encargos sociais, trabalhistas e
previdenciários relacionados aos SERVIÇOS;
7.35. Promover registro de contrato e de seus aditivos perante os órgãos aos quais devam os
mesmos ser submetidos de acordo com a legislação em vigor, arcando com todas as
despesas daí decorrentes e comprovando perante a CONTRATANTE, no prazo de 20 (vinte)
dias úteis da assinatura deste instrumento, o cumprimento desta obrigação;
7.36. Adotar as medidas necessárias à proteção ambiental, incluindo a obtenção, às suas
expensas, junto às autoridades ambientais demais órgãos da Administração Pública
Federal, Estadual ou Municipal, de quaisquer licenças ou autorizações que sejam ou
venham a se tornar necessárias à execução deste contrato. A CONTRATADA será a única
responsável perante os órgãos e representantes do Poder Público e terceiros por eventuais
danos ao meio ambiente causados, por comprovada ação ou omissão sua, de seus
empregados, terceiros ou contratados;
7.37. Providenciar o reconhecimento, junto à autoridade fiscal competente, de todos os
incentivos aplicáveis ao contrato, inclusive nas subcontratações;
7.38. Promover a inscrição como contribuinte do ISSQN no respectivo município de execução dos
SERVIÇOS;
7.39. Executar todos os serviços com zelo, limpeza, eficiência e pontualidade, em consonância
com as normas técnicas e procedimentos específicos da CONTRATANTE;

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 14


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

7.40. Ser responsável pelo estrito cumprimento dos termos legais trabalhistas (previstos na Lei
Trabalhista vigente durante o contrato), bem como das melhores práticas de
Responsabilidade Social ao longo da cadeia de fornecedores da CONTRATADA;
7.41. Será de responsabilidade exclusiva da CONTRATADA as despesas de pagamentos relativos a
pessoal, impostos, obrigações trabalhistas, sociais e providenciarias, ISS e todos os tributos
e contribuições decorrentes dos serviços objeto desta coleta de preços, sejam de
competência da união, do Estado ou Municípios;
7.42. É responsabilidade da CONTRATADA fornecer mensalmente junto ao boletim de medição
dos serviços os seguintes documentos:
 Guia de Recolhimento do FGTS, do mês anterior;
 Guia de Recolhimento do INSS, do mês anterior;
 Comprovante de pagamento dos funcionários lotados no contrato (Relação nominal);
 Comprovante de pagamento de horas-extras de um ou mais funcionários da empresa;
 Demais documentos a serem solicitados em reunião de abertura de contrato.
7.43. A CONTRATADA deverá mobilizar um efetivo adequado para atender serviços exclusivos
não programados de montagem e desmontagem de andaimes e estruturas para
escoramento e suporte de carga, em no máximo 4 (quatro) horas após a solicitação.
7.44. A Anotação de Responsabilidade Técnica – ART, de acordo com a Lei nº 6.496/77, é
obrigatória para obras e serviços sujeitos à fiscalização do Sistema Confea/Crea. Para o
profissional, o registro da ART garante a formalização do respectivo acervo técnico, que
possui fundamental importância no mercado de trabalho para comprovação de sua
capacidade técnico-profissional.

8. OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE

Sem prejuízo às disposições das cláusulas e anexos desta especificação técnica e dos
documentos dela decorrente e em cumprimento as suas obrigações contratuais, além das
decorrentes de lei e de normas regulamentares, constituem obrigações específicas da
CONTRATANTE:

8.1. Fornecer à CONTRATADA todos os dados e informações necessárias à execução dos


serviços, objeto do contrato;
8.2. Permitir acesso dos empregados da CONTRATADA, aos locais de execução dos serviços,
mesmo em horário extraordinário, se necessário;
8.3. Instruir a empresa quanto aos objetivos, qualidade e prioridade dos serviços solicitados,
garantindo informações necessárias à realização do trabalho;
8.4. Credenciar por escrito, junto à CONTRATADA, um empregado da CONTRATANTE, para atuar
como Gestor do Contrato;
8.5. Programar junto à CONTRATADA todos os serviços executados simultaneamente com os de
terceiros e/ou da própria CONTRATANTE;

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 15


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

8.6. A CONTRATANTE deverá fiscalizar e notificar por escrito a CONTRATADA sobre a ocorrência
de eventuais imperfeições na execução dos serviços, fixando prazos para sua correção;
8.7. A CONTRATANTE poderá realizar avaliações periódicas dos serviços prestados pela
CONTRATADA, bem como do andamento do CONTRATO objeto desta coleta, e reserva-se o
direito de rescindir o CONTRATO quando o resultado da avaliação for considerado não
satisfatório.

9. QUADRO DE RESPONSABILIDADES COPERSUCAR X CONTRATADA

Responsabilidades da CONTRATANTE Sim Não


1. Transporte até a CONTRATANTE (externo) X
2. Transporte interno na CONTRATANTE X
3. Alimentação Restaurante CONTRATANTE X
4. Refeitório X
5. Canteiro de Obras/Salas X
6. Materiais do Objeto da Coleta X
7. Insumos (eletrodos, gases, etc) X
8. Vigilância do Canteiro de Obras X
9. Ferramentas Gerais X
10. Ferramentas Especiais X
11. Equipamentos Auxiliares X
12. Guindastes X
13. Energia Elétrica (tensão: 440/110v) X
14. Ar Comprimido X
15. Ponto de Água X
16. Telefone Externo X
17. Telefone Interno X
18. Cópias Foto estáticas (xerox) X
19. E.P.Is (especiais) X
20. Instalações Sanitárias X
21. Outros (especificar) X

10. CRITÉRIOS PARA MEDIÇÃO/FATURAMENTO

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 16


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

A CONTRATADA procederá mensalmente à medição dos SERVIÇOS, lançando os quantitativos no


respectivo Boletim de Medição, que será emitido pela CONTRATADA no último dia do mês. A
medição abrangerá o período compreendido entre o 1º (primeiro) dia do mês e o último dia do mês
em curso, à exceção da primeira medição, a qual considerará as atividades realizadas desde a data
da OS até o dia 30 (trinta) do mesmo mês.

A CONTRATANTE terá o prazo de 5 (cinco) dias para validar os Boletins de Medição emitidos pela
CONTRATADA. Uma vez validado um Boletim de Medição, a CONTRATADA deverá emitir a
respectiva nota fiscal entre os dias 1º (primeiro) e 15 (dez) do mês seguinte ao da emissão do
Boletim de Medição.

IMPORTANTE:
 As quantidades indicadas na Planilha de Quantidades e Preços são estimadas. Assim, a
CONTRATANTE se reserva no direito de executá-las parcialmente, em sua totalidade ou em
maior quantidade, não cabendo qualquer tipo de reivindicação.
 A CONTRATANTE poderá excluir qualquer dos itens de serviços constantes na Planilha de
Quantidades e Preços, não cabendo a PROPONENTE qualquer questionamento, sendo que
somente serão medidos os serviços efetivamente executados e aprovados pela FISCALIZAÇÃO
da CONTRATANTE em cada período.
 Deve ficar entendido que qualquer operação ou fornecimento, imprescindível para a total
execução dos serviços objeto desta especificação técnica deve ser computado pela
CONTRATADA, mesmo que não seja mencionado em qualquer documento deste processo.
 Somente excluem-se dos preços as ressalvas feitas, por escrito, pela CONTRATANTE, nos
documentos de seleção.

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 17


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

11.1. PROPOSTA TÉCNICA

A proposta técnica deverá conter:


Deverá apresentar um escopo de serviços com base no apresentado pela CONTRATANTE,
detalhando os desvios técnicos nos mesmos.
Deverá ser apresentado em separado, conforme caderno de Requisição de proposta enviado
pela área de suprimentos (QQP, impostos, condições comerciais gerais).
Nos componentes que houver materiais / insumos, detalhar os principais fabricantes dos
mesmos.
Deverá ser apresentado um cronograma para realiza o serviço.
Deverá apresentar lista dos principais clientes.
Deverá apresentar atestado de capacidade técnica e qualidade nos serviços prestados de
mesmo escopo ou similares aos seus clientes. Caso empresa já teve ou tenha contrato ativo no
grupo vale solicitar este atestado ao gestor do respectivo contrato.

11.2. PROPOSTA COMERCIAL

Deverá ser apresentada em separado, conforme caderno de requisição de proposta enviado pela área de
suprimentos (QQP, impostos, condições comerciais gerais).

11.3. ANÁLISE DAS PROPOSTAS TÉCNICAS


As propostas serão analisadas internamente pela CONTRATANTE, considerando uma
avaliação da parte técnica e outra do comercial.

11.4. CRITÉRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS

A critério da CONTRATANTE será considerada vencedora, a Proponente que atender as


exigências desta Seleção e apresentar as melhores condições técnico-comerciais, conforme análise
da CONTRATANTE.

12. DISPOSIÇÕES GERAIS

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 18


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

12.1 A contratada deverá utilizar veículos próprios com identificação de sua competência.

12.2 Os serviços objeto da proposta deverão constar no objeto do contrato social da empresa
contratada.

12.3 Deve-se estabelecer garantia dos componentes primordiais do equipamento, devido à


assistência de Programa de Manutenção Preventiva pela contratada.

12.4 Pagamentos será efetuado mediante Nota Fiscal de serviços nos prazos acordados nas
condições de pagamento determinadas pelo GESTOR/NEGOCIADOR/COMPRADOR.

12.5 A CONTRATANTE poderá realizar avaliações periódicas dos serviços prestados pela
contratada, bem como do andamento do CONTRATO objeto desta coleta, e reserva-se o direito de
rescindir o CONTRATO quando o resultado da avaliação for considerado não satisfatório.

12.6 A contratada não poderá, no todo ou em parte, subcontratar suas obrigações ou ceder a
terceiros o presente CONTRATO, sem prévia autorização da CONTRATANTE, por escrito, sendo
vetada a efetivação com empresa que tenha participado de qualquer etapa da seleção que
originou este CONTRATO.
12.7 Despesas com transportes dos equipamentos a serem recuperados/devolvidos/garantias,
é de responsabilidade da contratada.
12.8 A CONTRATANTE não fica obrigada a fornecer o quantitativo indicado na planilha de
serviços (QQP).

12.9 Os serviços objeto da proposta deverão constar no objeto do contrato social da empresa.

12.10 Além de visitas técnicas para verificar eventuais divergências dos serviços, acordo de
demandas, e esclarecimento de dúvidas técnicas de ambas as partes, a CONTRATANTE poderá
também realizar inspeções de saúde & segurança, e de qualidade.

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 19


TAC
COPERSUCAR

Especificação Técnica / Memorial Descritivo Maio/2016

12.11 A CONTRATANTE poderá solicitar que a CONTRATADA desenvolva um plano de ação para
bloquear/evitar falhas e não conformidades identificadas em componentes recuperados pela
contratada.

A CONTRATANTE poderá solicitar que a CONTRATADA desenvolva plano de ação para melhoria nos
requisitos de saúde & segurança, e qualidade da CONTRATADA

13. COMPROMISSO COM A QUALIDADE

Considerando que os trabalhos desse contrato têm sua qualidade assegurada pelos procedimentos
de execução muito mais que pela inspeção final do trabalho, a CONTRATADA deverá se
comprometer a trabalhar de forma organizada e padronizada, com foco na melhoria continua dos
processos. A CONTRATANTE poderá realizar visita as instalações da contratada com objetivo de
inspecionar e verificar oportunidades de melhoria em seus processos.

14.ANEXOS
Os Documentos abaixo relacionados, devidamente rubricados pelas Partes, integram e
constituem parte inseparável do presente Contrato, prevalecendo, em caso de contradição, as
disposições deste instrumento em relação às dos Anexos, que obedecerão à seguinte ordem de
prevalência:

 Especificação Técnica/Memorial Descritivo,


 QQP.

Data: 09/05/2016 Gerência Requisitante: MANUTENÇÃO Página : 20