Você está na página 1de 3

Cromoterapia

A MAGIA DAS CORES

O nosso mundo material é constituído de formas e cores, a cor é uma força cósmica, vit al e a forma
externa é somente a reprodução material de um corpo espiritual. Uma cor é essencialmente uma
manifestação material da realidade espiritual, que se dá na presença da "Luz". A luz é algo que nossos
olhos não podem ver, mas que torna visível toda a matéria. A luz do Sol (ou artificial), ilumina as formas
e nossos olhos captam os reflexos dess a luz transmitindo através dos nossos olhos as formas e cores
que são interpretadas por nosso cérebro.
As cores primárias são três: Amarelo, Azul e Vermelho, todas as demais resultam de misturas das cores
primárias como por exemplo:
Azul +Vermelho = Violeta,
Vermelho + Amarelo = Laranja,
Azul + Amarelo = Verde.

As misturas de todas essas cores, resultam nos mais diversos tons e matizes que colorem o nosso
mundo visível, existem ainda outras cores como o infravermelho e o ultravioleta que só podem ser
distinguidos por meios adequados e em laboratórios, pois de todas as cores presentes na natureza o
olho humano só pode perceber um pequeno espectro. Já, outros animais, têm seus olhos adaptados
para perceber diversos outros espectros, como por exemplo as abelhas que se orientam pela cor
ultravioleta para localizar determinada flor, o verde das folhas, é no entanto, percebido por ela como
incolor.
Na era moderna um dos pioneiros nos estudos da cromatologia foi o Dr. Edwin Babbit, autor do livro "
Principles of Light and Colour", no qual escreveu "Em um quarto escuro, e de olhos fechados, comecei a
ver a formação do meu (ser) íntimo e depois de alguns meses estav a em condições de perceber
maravilhosas luzes e cores, que nehuma linguagem poderá descrever"
A "Cor" da qual estaremos falando, trata -se da manifestação da "Luz" como energia e que portanto pode
ser percebida até no escuro, desde que a pessoa esteja d evidamente preparada para sentir as vibrações
no seu íntimo, em infinitas radiações e fluxos de correntes luminosas. São essas vibrações, radiações e
fluxos de energias, que irão atuar na aura daqueles que se submetem à uma terapia pelas cores, através
dos chakras e meridianos, equilibrando os seus corpos, etérico e físico.
Edgar Cayce, um místico americano de Virginia Beach, quando criança, podia ver a aura completa em
torno das pessoas, como um arco-iris de cores e luzes que as envolvia, e admirou-se ao saber que os
outros não a viam igualmente.

A aplicação terapêutica das cores é denominada cromoterapia e era utilizada há muito tempo pelos
antigos egípcios que já possuíam uma perfeita psicologia das cores. Conheciam a natureza e formação
das cores e em seus templos preparavam locais onde doentes da mente e do corpo eram submetidos à
cromoterapia.
Arqueólogos encontraram evidências convincentes de que certos aposentos nas pirâmides, tinham sido
construídos de forma tal que permitiam a entrada dos raios solares e de que estes eram decompostos
nas sete cores do espe ctro. Os "médicos" diagnosticavam que cor ou cores faltavam na aura do
indivíduo, enviavam-no então ao aposento apropriado onde absorveria o raio ou raios coloridos
necessários à recuperação de sua saúde.
Esses conceitos eram conhecidos desde os tempos mais remotos. Em todas as culturas, observa-se o
estudo das cores e podemos encontrá-lo associado à diversas práticas esotéricas, como o Feng Shui,
Cristais, Astrologia, etc.

As cores podem ser utilizadas em diversas áreas, com resultados espantosos. Apenas recentemente seu
poder começa a ser reconhecido por médicos, psiquiatras, o mundo da moda, marketing, etc. Isto
porquê as cores têm uma linguagem própria, que fala diretamente ao nosso íntimo e às nossas emoções
podendo influenciar todos os ramos de nossa vida, tais como : sucesso nos negócios, na vida familiar,
na vida sentimental, na saúde, no emprego, etc.

De acordo com as propriedades terapêuticas as c ores são divididas em três grupos :


Estimulantes : Vermelho, amarelo e laranja.
Calmantes : Índigo, Azul (tons claros) e violeta.
Equilibrante : Verde.

PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS DAS CORES


VERMELHO : Símbolo de energia e vitalidade. Estimula o sangue e libera a adren alina.
Combate resfriados
sexualidade, esta corsem febre. Alivia oestimulante
é e xtremamente cansaço e ameniza dores
e seu uso reumáticas. para
é recomendado Aumenta a
pequenos
períodos de tempo.
AMARELO : Transmite alegria e atrai a atenção, estimula o sistema nervoso central, contribui
para a regeneração dos ossos , bom para prisão de ventre, potencializa o fósforo e o sódio.
Estimula o intelecto. Não é recomendada para quem deseja estar só.

LARANJA : Estimula o sistema respiratório, fixa o cálcio. Tonifica e combate a fadiga.


Aumenta o otimismo. Proporciona descontração, causa serenidade, libera as expressões e é
antidepressiva.

INDIGO : Atua diretamente na corrente sanguínea, tem ação coagulante quando usada em
casos de ferimentos e sangramentos em geral. Estimula os sentidos e aumenta a intuição.
Transmite tranquilidade e serenidade. É relaxante e permite as aproximações.

AZUL: Indicada nas infecções com febre, tem efeito calmante e analgésico. Atua no sistema
nervoso, vasos sanguíneos , artérias e sist ema muscular. Reduz o egoísmo e atrai a
harmonia. Proporciona uma aparência jovial e tem efeito calmante nas tensões nervosas.
VIOLETA : Atua no sistema respiratório, nos casos de pneumonia, tosse, e asma. Nas
Irritações da pele e dores ciáticas. Tem ação calmante e depurativa do sangue, elimina
toxinas e estimula a produção de leucócitos. Reduz o medo, a ansiedade e as angústias,
diminui a irritação e estabelece um envolvimento de paz e amor. Estimula a espiritualidade e
reduz as preocupações. Boa para a concentração , meditação e orações.
VERDE: Atua no sistema endócrino, favorecendo o equilíbrio hormonal. Estimula o aparelho
digestivo. Tem ação refrescante e anti-infecciosa. Combate a insônia. É considerada a cor da
aura, permite o equilíbrio mental e espiritual, proporcionando uma condição para um
julgamento claro, criando uma atmosfera propícia para uma ampla análise de situações.

CROMOTERAPIA PRÁTICA

A cromoterapia pode ser aplicada no dia a dia, afim de obter equilíbrio ou estímulos, mental, espiritual e
emocional , apenas com o uso de roupas nas cores adequadas, para atrair determinado tipo de v ibração.
Uma das formas de se aplicar a cromoterapia, para solucionar problemas de saúde, é com a utilização da
água energizada. Identifique a sua carência de cor na tabela das "Propriedades Terapêuticas" e siga as
recomendações abaixo:
Use copos de cristal, ou vidro (os de cristal são mais eficazes).
Encha um copo com água potável, envolva-o em papel celofane da cor que se necessita, tampe para
evitar insetos e impurezas. Deixe o copo exposto ao sol durante todo o dia, (mesmo que o dia esteja
nublado) no final da tarde, recolha o copo e esta água estará energizada com a cor escolhida, deixe
esfriar (Não coloque na geladeira) e ela estará pronta para ser bebida.
Você notará uma diferença revigorante no sabor da água energizada, muitos afirmam que tem sabor de
água fresca tirada de uma fonte.
Repita o tratamento até notar que o problema foi resolvido, normalmente, nos casos mais simples, is so
acontece num prazo de 7 (sete) dias.

Obs : Esta terapia não tem contra-indicações e pode ser utilizada tanto por adultos como por crianças.
Não recomendamos suspender as medicações que eventualmente se estejam tomando, sejam alopatas
sejam homeopatas, pois a cromoterapia atua em outro nível. Aconselhamos que o paciente continue
com o acompanhamento médico tradicional, inclusive para constatar a regressão da doença. Se achar
conveniente, comente com seu médico que está pretendendo usar a cromoterapia e ouça a sua opiniã o,
se não sentir-se seguro dos resultados que irá alcançar, não inicie o tratamento com a cromoterapia,
pois sua mente já estará bloqueando o efeito desejado.

Carlos Roberto (Amon Sol)

Interesses relacionados