Você está na página 1de 4

1.

Do Roleplay

1.1. Deve-se haver um respeito mútuo entre os jogadores.

1.2. Faz-se obrigatório o uso de comunicação ingame, utilizando-se de um Microfone para o


diálogo entre os jogadores. A configuração deve ser feita por "push-to-talk".

1.3. A comunicação fora de jogo, através de meios como Steam, Discord, TeamSpeak entre
outros, é vedada. Salvo para uso da Polícia, de Facções e de conversações OOC.

1.4. É expressamente proibido o uso de glitch, bugs, hacks ou scripts para obtenção de
vantagem em benefício próprio ou de outrem.

1.5. Para conversar ou perguntar algo dentro do jogo, mas sem possuir vinculo ao roleplay, é
obrigatório o uso do comando /ooc.

1.6. Qualquer reclamação, dúvida, ou denúncia, deverá ser feita através do Discord oficial do
servidor, priorizando, dessarte, o roleplay.

1.7. Faz-se proibido o Combat Logging

1.7.1. Abrangendo todas as circunstâncias do roleplay, é expressamente proibido o Combat


Logging.

1.7.2. Caso haja algum problema na conexão ou coisa que o valha, gerando a desconexão do
jogador, deve-se voltar ao roleplay como antes ocorria, não havendo qualquer tipo de ganho
de vantagem.

1.8. Faz-se proibido o Power Gaming

1.8.1. Não é permitido fazer ingame aquilo que não se faria na vida real.

1.8.2. Qualquer tipo de manobra impossível ou abuso da mecânica do jogo é vedada.

1.9. Considera-se Anti RP:

1.9.1. Disparar contra alguém fora das áreas liberadas para tanto.

1.9.1.1. Considera-se área de PVP (onde pode-se matar sem motivo para tanto. Leia regra
1.12.1.):
1. Favela
2. Bancos durante assaltos
3. Lojas durante assaltos

1.9.2. Empunhar arma, disparar, render, manter como refém, atropelar, roubar ou furtar em
Área SAFE.

1.9.2.1 Faz-se entender por Área Safe:

1. Departamento de Polícia
2. Hospital
3. Academia
4. Concessionária de Veículos
5. Estacionamento
6. Praça Central

1.9.3. Chamar o jogador pelo nome ou ID acima de sua cabeça.

1.9.4. Roubar viatura do SAMU ou da Polícia sem motivo aparente.

1.9.5. Acidentar-se ou capotar o veículo diversas vezes e mesmo assim continuar uma
perseguição ou fuga.

1.9.6. Utilizar-se erroneamente dos serviços (p. ex. mecânico, polícia, hospital, taxi), para fins
de assalto ou sequestro. Faz-se, por analogia, entender também o uso de chamados da própria
profissão para cometer os fins supracitados.

1.9.7. A vingança post-mortem.

1.10 Faz-se proibido o Metagaming

1.10.1. Utilizar-se de fatores externos para ganho, ou não, de vantagem.

1.11. Do valor à vida.

1.11.1. Para o funcionamento do roleplay, o valor à vida é fundamental. Desse modo, o


jogador não deve:

1. Reagir quando em minoria.


2. Reagir quando uma arma estiver apontada para si.
3. Pedir para que o matem.
4. Dirigir de forma agressiva, expondo ao perigo a si próprio e a outros.
5. Jogar-se de ponte ou coisa que o valha visando não ser pego pelas forças policiais ou
criminosos.

1.12. É expressamente vedado o RDM e o VDM

1.12.1. Considera-se RDM matar outro jogador sem motivo aparente. É de se observar na
regra 1.9.1.1. que o fator do diálogo e do roleplay devem estar acima de qualquer morte sem
motivo visível.
1.12.2. Considera-se VDM atropelar outro jogador, resultando em morte ou lesão grave, sem
possuir qualquer motivo para tanto. O veículo não deve ser utilizado como arma.

1.13. Da morte ou inconsciência.

1.13.1. Após sua morte, o jogador esquecerá de tudo que ocorreu nos últimos 15 minutos,
não podendo retornar ao local de sua morte em um intervalo de 20 minutos.

1.13.2. Caso tenha ficado inconsciente após um confronto, o médico deverá aguardar o
término deste, para assim prosseguir com o atendimento.

1.13.3. Caso tenha ficado inconsciente e seja atendido por um socorrista, o jogador lembrará
de tudo que ocorrera, mas não poderá retornar ao local por 10 minutos.

1.13.4. É expressamente proibido falar enquanto morto ou desacordado.

2. Dos Crimes

2.1 Das Gangues e Facções


2.1.1. Considera-se Gangue e Facção as associações, de até 4 membros, que tenham como
princípio o cometimento de delitos e deturpações sociais, vindo de encontro com os termos
vigentes no Código Penal

2.1.2. O número máximo de indivíduos para o cometimento de um crime, seja ele de pequeno
ou grande porte, depende do número máximo de policiais online.

2.1.2.1. Em caso de nenhum policial em patrulha: assaltos, roubo a banco, lojas e


mortes não poderão ocorrer

2.1.2.2. Caso dois policiais estejam em patrulha, somente o roubo a banco está vedado

2.1.2.3. Caso quatro ou mais policiais estejam em patrulha, poder-se-á cometer o


roubo ao banco

2.1.2.4 Em favelas, é permitido a matar ou roubar sem que haja policiais em patrulha.

2.1.3. Uma gangue ou facção pode coligar-se com outra, a fim de unir esforços para o
cometimento de crimes, observando a regra 2.1.2.

2.2. Do cometimento dos crimes


2.2.1. O número máximo de indivíduos para o cometimento de um crime, seja ele de
pequeno ou grande porte, depende do número máximo de policiais online.

2.2.1.1. Em caso de nenhum policial em patrulha: assaltos, roubo a banco, lojas e


mortes não poderão ocorrer

2.2.1.2. Caso dois policiais estejam em patrulha, somente o roubo a banco está vedado
2.2.1.3. Caso quatro ou mais policiais estejam em patrulha, poder-se-á cometer o
roubo ao banco

2.2.1.4. Em favelas, é permitido a matar ou roubar sem que haja policiais em patrulha.

2.2.2. No momento em que a vítima é abordada por um indivíduo armado, a comunicação


daquele está cortada, não podendo avisar à polícia, utilizar o chat ou comunicar-se com
alguém.

2.2.3. É proibido assaltar lojas ou bancos sozinho ou sem possuir arma.

2.2.4. Não é permitido render ou matar um SAMU

2.2.5. Deve-se dar um tempo razoável para que a vítima entregue os pertences ao assaltante,
pois a vítima pode ter sido pega desprevenida ou não ser tão hábil com os comandos do
servidor.

2.2.6. Em ações como assaltos ao banco, os assaltantes podem utilizar máscaras. A não
utilização poderá acarretar na identificação destes.

2.2.7. Para o cometimento de outra ação, seja ela um assalto ao banco ou a lojas, dever-se-á
esperar o intervalo de 10 minutos de uma ação para outra.

2.2.8. É proibido o uso de refém falso ou utilização de membros da própria gangue ou facção
como refém.

2.2.8.1. O refém deve ser visível pelos policiais

Você também pode gostar