Você está na página 1de 4

5.1.

2 – Dimensionamento na Tração

Para este caso, a estaca será sempre armada, sendo a seção da armadura
condicionada pela abertura máxima permitida para as fissuras.

Como geralmente a taxa dessa armadura nas estacas é reduzida, podemos usar a
fórmula simplificada abaixo:

 3. s2
 
(2b  0,75) Es . f tk

em que:

 é o diâmetro, em mm, das barras tracionadas

b é o coeficiente de aderência, nunca superior a 1,8 . Geralmente = 1,5

Es é o módulo de elasticidade do aço, ou seja, 210.000 Mpa

s é a tensão máxima atuante no aço tracionado para garantir a abertura prefixada


das fissuras (resultado em MPa).

ftk é a resistência característica do concreto à tração (em Mpa), ou seja,

fck
ftk 
10 para fck  18 MPa

N tk
As 
ftk  0.06 fck  0.7 para fck > 18 MPa e
s

os valores de  são:

1  para estacas não protegidas em meio agressivo  (fissuras até 0.1 mm)

FUNDAÇÕES II Prof. Dr. Mauro L. Menegotto Prof. Msc. Silvio E. Pilz 1


UNOCHAPECÓ Engenharia Civil ACEA
2  para estacas não protegidas em meio não-agressivo  (fissuras até 0.2 mm)

3  para estacas protegidas  (fissuras até 0.3 mm)

5.1.3 – Dimensionamento na Flexão Simples e Composta

A flexão numa estaca pode ser decorrente de esforços devido ao manuseio e ao


transporte (caso de estacas pré-moldadas) ou da própria estrutura.

O cálculo das armaduras de flexão simples ou composta é efetuado na forma


aprendida na disciplina de Concreto Armado 1 a 3. Cabe ressaltar que a armadura de
flexão não deverá ser inferior a 0.15% A.

Exemplos de aplicação podem ser encontrados no livro


“Dimensionamento de Fundações Profundas” - Alonso

Um aspecto importante no dimensionamento desse tipo de solicitação refere-se ao


cortante. Se a estaca é de seção quadrada ou retangular, esse dimensionamento não
tem maiores dificuldades e é feito seguindo-se o prescrito na NBR 6118, ou seja:

Verificação inicial 

A armadura (Asw) é dada por

sendo Vsd o cortante de cálculo na seção considerada.

O cálculo da armadura é efetuado na forma aprendida na disciplina de Concreto


Armado 1.

FUNDAÇÕES II Prof. Dr. Mauro L. Menegotto Prof. Msc. Silvio E. Pilz 2


UNOCHAPECÓ Engenharia Civil ACEA
5.1.4 Exercício resolvido 1

Determinar a armadura de uma estaca escavada (tipo Strauss), com diâmetro de


Ø 32 cm, que está sendo submetida a tração de 16,0 tf. Para a armadura será usado
Ø 12,5 mm (CA-50) e o concreto será da classe C25. Esta estaca estará colocado em
meio considerado agressivo.

Solução

Neste caso temos uma estaca tracionada, sendo que deverá ser armada. Usaremos a

fórmula geral de estaca tracionada. Para achar a área As de armadura na estaca,

precisamos saber qual a tensão máxima ( s )que podemos colocar na armadura

para que as aberturas de fissuras não comprometam a durabilidade da estaca neste

meio agressivo. O valor de s deve ser isolado na equação abaixo. Cuidado com as
unidades de entrada na fórmula.

N tk
As  
3. s2
s  
e
(2b  0,75) Es . f tk

 = 1  estaca está em meio agressivo


b = 1,5 (valor mais utilizado para as barras do CA-50

Es = 210.000 MPa (módulo de elasticidade do aço CA-50)

Ntk = 16.000 kgf

Inicialmente o valor de ftk

ftk  0.06 fck  0.7  0,06. 25  0,7  2,2 MPa

 3. s2 12,5 3. s2


    1
(2b  0,75) Es . f tk (2 .1,5)  0,75 210000 . 2,2

FUNDAÇÕES II Prof. Dr. Mauro L. Menegotto Prof. Msc. Silvio E. Pilz 3


UNOCHAPECÓ Engenharia Civil ACEA
Isolando e resolvendo  s = 166,5 MPa, logo

Ntk 16.000 kgf


As    9,60 cm 2

s 1.665 kgf / cm2 ou seja 8 Ø 12,5 mm

Neste caso as armaduras estariam dispostas no perímetro da estaca,


com cobrimento mínimo de 5 cm, e com estribos Ø 5,0 a cada 20 cm.
Não há risco de flambagem das barras, pois as armaduras estão
tracionadas. Esta armadura deve ser colocada em todo o comprimento
da estaca, em que estará transmitindo os esforços para o solo

FUNDAÇÕES II Prof. Dr. Mauro L. Menegotto Prof. Msc. Silvio E. Pilz 4


UNOCHAPECÓ Engenharia Civil ACEA