Você está na página 1de 16

Prof.

Denis

Direito Penal – Aula 01

Tema: Conduta /Resultado /Nexo Causal


01) Carlos presta serviço informal como salva-vidas de
um clube, não sendo regularmente contratado, apesar de
receber uma gorjeta para observar os sócios do clube na
piscina, durante toda a semana. Em seu horário de
“serviço”, com várias crianças brincando na piscina, fica
observando a beleza física da mãe de uma das crianças e,
ao mesmo tempo, falando no celular com um amigo,
acabando por ficar de costas para a piscina. Nesse
momento, uma criança vem a falecer por afogamento,
fato que não foi notado por Carlos.

Sobre a conduta de Carlos, diante da situação


narrada, assinale a afirmativa correta.
A) Não praticou crime, tendo em vista que, apesar de
garantidor, não podia agir, já que concretamente não viu a
criança se afogando.
B) Deve responder pelo crime de homicídio culposo,
diante de sua omissão culposa, violando o dever de
garantidor.
C) Deve responder pelo crime de homicídio doloso, em
razão de sua omissão dolosa, violando o dever de
garantidor.
D) Responde apenas pela omissão de socorro, mas não
pelo resultado morte, já que não havia contrato regular
que o obrigasse a agir como garantidor.
2) Durante dois meses, Mário, 45 anos, e Joana, 14 anos,
mantiveram relações sexuais em razão de
relacionamento amoroso. Apesar do consentimento de
ambas as partes, ao tomar conhecimento da situação, o
pai de Joana, revoltado, comparece à Delegacia e narra o
ocorrido para a autoridade policial, esclarecendo que o
casal se conhecera no dia do aniversário de 14 anos de
sua filha. Considerando apenas as informações narradas,
é correto afirmar que a conduta de Mário
A) é atípica, em razão do consentimento da ofendida.

B) configura crime de estupro de vulnerável.

C) é típica, mas não é antijurídica, funcionando o


consentimento da ofendida como causa supralegal de
exclusão da ilicitude.

D) configura crime de corrupção de menores.


3) Durante um assalto a uma instituição bancária,
Antônio e Francisco, gerentes do estabelecimento, são
feitos reféns.
Tendo ciência da condição deles de gerentes e da
necessidade de que suas digitais fossem inseridas em
determinado sistema para abertura do cofre, os
criminosos colocam, à força, o dedo de Antônio no local
necessário, abrindo, com isso, o cofre e subtraindo
determinada quantia em dinheiro. Além disso, sob a
ameaça de morte da esposa de Francisco, exigem que
este saia do banco, levando a sacola de dinheiro
juntamente com eles, enquanto apontam uma arma de
fogo para os policiais que tentavam efetuar a prisão dos
agentes.
Analisando as condutas de Antônio e Francisco, com base
no conceito tripartido de crime, é correto afirmar que

A) Antônio não responderá pelo crime por ausência de


tipicidade, enquanto Francisco não responderá por
ausência de ilicitude em sua conduta.

B) Antônio não responderá pelo crime por ausência de


ilicitude, enquanto Francisco não responderá por ausência
de culpabilidade em sua conduta.
C) Antônio não responderá pelo crime por ausência de
tipicidade, enquanto Francisco não responderá por
ausência de culpabilidade em sua conduta.

D) Ambos não responderão pelo crime por ausência de


culpabilidade em suas condutas.
04) Isadora, mãe da adolescente Larissa, de 12 anos de
idade, saiu um pouco mais cedo do trabalho e, ao chegar
à sua casa, da janela da sala, vê seu companheiro,
Frederico, mantendo relações sexuais com sua filha no
sofá. Chocada com a cena, não teve qualquer reação. Não
tendo sido vista por ambos, Isadora decidiu, a partir de
então, chegar à sua residência naquele mesmo horário e
verificou que o fato se repetia por semanas. Isadora tinha
efetiva ciência dos abusos perpetrados por Frederico,
porém, muito apaixonada por ele, nada fez.
Assim, Isadora, sabendo dos abusos cometidos por seu
companheiro contra sua filha, deixa de agir para impedi-
los.
Nesse caso, é correto afirmar que o crime cometido por
Isadora é

A) omissivo impróprio.

B) omissivo próprio.

C) comissivo.

D) omissivo por comissão.


05) Wallace, hemofílico, foi atingido por um golpe de faca
em uma região não letal do corpo. Júlio, autor da facada,
que não tinha dolo de matar, mas sabia da condição de
saúde específica de
Wallace, sai da cena do crime sem desferir outros golpes,
estando Wallace ainda vivo. No entanto, algumas horas
depois, Wallace morre, pois, apesar de a lesão ser em
local não letal, sua condição fisiológica agravou o seu
estado de saúde.
Acerca do estudo da relação de causalidade, assinale a
opção correta.
A) O fato de Wallace ser hemofílico é uma causa
relativamente independente preexistente, e Júlio não deve
responder por homicídio culposo, mas, sim, por lesão
corporal seguida de morte.

B) O fato de Wallace ser hemofílico é uma causa


absolutamente independente preexistente, e Júlio não
deve responder por homicídio culposo, mas, sim, por lesão
corporal seguida de morte.
C) O fato de Wallace ser hemofílico é uma causa
absolutamente independente concomitante, e Júlio deve
responder por homicídio culposo.

D) O fato de Wallace ser hemofílico é uma causa


relativamente independente concomitante, e Júlio não
deve responder pela lesão corporal seguida de morte, mas,
sim, por homicídio culposo.
06) Paula, com intenção de matar Maria, desfere contra
ela quinze facadas, todas na região do tórax. Cerca de
duas horas após a ação de Paula, Maria vem a falecer.
Todavia, a causa mortis determinada pelo auto de exame
cadavérico foi envenenamento. Posteriormente, soube-se
que Maria nutria intenções suicidas e que, na manhã dos
fatos, havia ingerido veneno.
Com base na situação descrita, assinale a afirmativa
correta.
A) Paula responderá por homicídio doloso consumado.

B) Paula responderá por tentativa de homicídio.

C) O veneno, em relação às facadas, configura concausa


relativamente independente superveniente que por si só
gerou o resultado.

D) O veneno, em relação às facadas, configura concausa


absolutamente independente concomitante.
GABARITO
Questão 01 B
Questão 02 A
Questão 03 C
Questão 04 A
Questão 05 A
Questão 06 B