Você está na página 1de 223

PORTUGUÊS

Professor: Wagner Sousa

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 1 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

''CAROS, ALUNOS!

VAMOS INICIAR O NOSSO INTENSIVÃO DE PORTUGUÊS.

É COM GRANDE PRAZER QUE ACOMPANHAREMOS VOCÊS AO LONGO DE TODA ESSA


TRAJETÓRIA DE ESTUDOS. TEMOS A CERTEZA QUE TODOS JUNTOS DESEMPENHAREMOS
UM TRABALHO BRILHANTE, RECHEADO DE VITÓRIAS AO FINAL.

DEDIQUEM-SE AO MÁXIMO, POIS O SUCESSO ESTÁ A CAMINHO!!!

UM FORTE ABRAÇO!

COM CARINHO, EQUIPE DO ATUAL CONCURSOS. ''

''A vida é um constante recomeço. Não se dê por derrotado e siga adiante. As pedras que hoje
atrapalham sua caminhada amanhã enfeitarão a sua estrada.''

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 2 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

SUMÁRIO

EMPREGO DAS CLASSES DE PALAVRAS ....................................................................................... 7

1. SUBSTANTIVO .................................................................................................................................... 7

2. ARTIGO ................................................................................................................................................ 8

3. NUMERAL ............................................................................................................................................ 8

4. ADJETIVO ............................................................................................................................................ 8

5. PRONOME ............................................................................................................................................ 9

6. ADVÉRBIO ......................................................................................................................................... 11

7. CONJUNÇÃO ..................................................................................................................................... 11

8. PREPOSIÇÃO .................................................................................................................................... 11

9. INTERJEIÇÃO ................................................................................................................................... 11

EXERCÍCIOS ......................................................................................................................................... 12

TEMPOS E MODOS VERBAIS ........................................................................................................... 19

Tempo / Conjugação ................................................................................................................................. 20

Síntese ......................................................................................................................................................... 20

Ideia expressa ............................................................................................................................................ 20

Presente ...................................................................................................................................................... 20

Fato atual, verdade ou costume ............................................................................................................... 20

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 3 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Tempo / Conjugação ................................................................................................................................. 21

Presente ...................................................................................................................................................... 21

Síntese ......................................................................................................................................................... 21

Tempo / Conjugação ................................................................................................................................. 21

Presente ...................................................................................................................................................... 21

SINTAXE DA ORAÇÃO ....................................................................................................................... 33

2. CLASSIFICAÇÃO DO SUJEITO .................................................................................................... 34

REGÊNCIA VERBAL ........................................................................................................................... 44

1. Aspirar ................................................................................................................................................... 44

3. Assistir .................................................................................................................................................... 45

4. Custar ..................................................................................................................................................... 45

5. Esquecer / Lembrar .............................................................................................................................. 45

6. Implicar .................................................................................................................................................. 46

7. Proceder ................................................................................................................................................. 46

8. Verbos BITRANSITIVOS .................................................................................................................... 46

9. Verbos que geram dúvida..................................................................................................................... 47

VOZES VERBAIS .................................................................................................................................. 57

1. VOZ ATIVA ........................................................................................................................................ 57

2. VOZ PASSIVA .................................................................................................................................... 58

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 4 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

3. VOZ REFLEXIVA ............................................................................................................................. 60

4. FUNÇÕES DO PRONOME “SE” ..................................................................................................... 61

SINTAXE E PONTUAÇÃO .................................................................................................................. 74

PERÍODO COMPOSTO ........................................................................................................................ 93

ORAÇÕES COORDENADAS .............................................................................................................. 94

ORAÇÕES SUBORDINADAS ............................................................................................................ 101

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ............................................................................ 102

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS .................................................................................. 105

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS .................................................................................... 107

COLOCAÇÃO PRONOMINAL ......................................................................................................... 130

3. PRÓCLISE FACULTATIVA ............................................................................................................ 132

4. MESÓCLISE ....................................................................................................................................... 132

5. Colocação pronominal em locuções verbais e tempos compostos ................................................... 132

CONCORDÂNCIA VERBAL ............................................................................................................. 138

CONCORDÂNCIA NOMINAL .......................................................................................................... 166

CRASE ................................................................................................................................................... 182

1. Crase fixa ou “obrigatória” ................................................................................................................ 184

2. Crase Facultativa ................................................................................................................................ 185

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 5 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

4. Casos em que não pode haver crase .................................................................................................. 186

ACENTUAÇÃO GRÁFICA ................................................................................................................ 201

FONOLOGIA ........................................................................................................................................ 205

PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PALAVRAS .............................................................................. 218

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 6 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

EMPREGO DAS CLASSES DE PALAVRAS

I. Classes variáveis
Artigo
Numeral
Pronome
Substantivo
Adjetivo
Verbo
II. Classes invariáveis
Advérbio
Conjunção
Preposição
Interjeição

1. SUBSTANTIVO – dá nome a seres e contextos.


a.1. Comum – dá nome a generalidades.
cachorro, pessoa, cidade
a.2. Próprio – dá nome a uma singularidade.
Rex, João, Brasília

b.1. Simples – um só radical.


flor, sol, couve
b.2. Composto – mais de um radical.
beija-flor, couve-flor, girassol

c.1. Primitivo – tem existência primária na língua.


pedra, vidro
c.2. Derivado – nasce de um primitivo.
pedrada, petrificar, envidraçar, vidraça

d.1. Concreto – dá nome a seres reais ou imaginários.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 7 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

cadeira, arco-iris, ar, saci, fada


d.2. Abstrato – dá nome a sensações, sentimentos, ações, qualidades, estados.
frio, calor, amor, inveja, beijo, corrida, beleza, palidez, inteligência, morte, vida.

e. Coletivos – designam agrupamentos de seres.


Alcatéia (lobos), cardume (peixe), molho (chaves), cáfila (camelos), acervo (bens, obras).

2. ARTIGO – expressa gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural) de um substantivo.


o/a estudante o/os ônibus

Artigos definidos – o, a, os, as.


Artigos indefinidos – um, uma, uns, umas.

Atenção!
O artigo pode substantivar qualquer palavra (derivação imprópria). A palavras assinaladas a seguir têm
valor substantivo.
O amar é lindo.
O sete é um número místico.
O “o” é artigo.

3. NUMERAL – quantifica de modo exato o substantivo.


a) Cardinal – um, dois, dez, cem, mil...
b) Ordinal – primeiro, segundo, décimo, milésimo...
c) Multiplicativo – dobro, triplo, quádruplo...
d) Fracionário – meio, terço, quarto, décimo...

Nota: Ambos (= os dois) é numeral dual.

4. ADJETIVO – expressa característica, atributo, qualidade de um substantivo.


Aquele cachorro era infeliz.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 8 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

O infeliz animal caiu no barranco.


O infeliz, desesperado, não parava de chorar.

Atenção!

O adjetivo pode exercer duas funções sintáticas: predicativo ou adjunto adnominal.


No primeiro e no terceiro exemplo, há predicativos; no segundo, adjunto adnominal.

5. PRONOME – substitui ou acompanha um substantivo.


Pedro sai cedo para o trabalho. Sua casa fica longe e ele não pode permitir que o trânsito o atrase.

a) Pessoais – designam as pessoas do discurso. Os pronomes pessoais do caso reto exercem a função
sintática de sujeito; os oblíquos, função de complemento (normalmente objeto direto ou objeto indireto).

Caso Reto (sujeito) Caso Oblíquo (complemento)

Eu Me, mim, comigo

Tu Te, ti, contigo

Ele, ela Se, si, consigo, o, a, lhe

Nós Nos, conosco

Vós Vos convosco

Eles, Elas Se, si, consigo, os, as, lhes

b) Possessivos – designam a posse relativamente à pessoa.


meu(s), minha(s) nosso(s), nossa(s)
teu(s), tua(s) vosso(s), vossa(s)
seu(s), sua(s) seu(s), sua(s)

Seu posicionamento não é coerente com sua atitude.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 9 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Demonstrativos – fazem referência a espaço, a tempo, a palavras ou a ideias expressas no texto.


este(s), esta(s), isto
esse(s), essa(s), isso
aquele(s), aquela(s), aquilo

Quero somente dizer isto: esse sentimento que você traz consigo não é bem visto nesta casa.

d) Indefinidos – Pronomes indefinidos são aqueles que se referem, de modo vago, à 3.ª pessoa. Podem
ser variáveis ou invariáveis.

Invariáveis Variáveis

algo outrem algum certo tanto


alguém cada nenhum diverso qual
nada que todo vário outro qualquer
ninguém muito quanto
quem um
tudo pouco

Alguém precisa tomar alguma atitude!

e) Relativos – conectam duas orações, estabelecendo relação de subordinação entre elas.


o qual e variações que (= o qual)
quem (= o qual) onde (= no qual)
cujo e variações

Não concordo com as atitudes que você tomou! (= as quais)


f) Interrogativos – pronomes que, qual, quem, quanto empregados na formulação de perguntas.

Que sabemos sobre o tema?

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 10 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

6. ADVÉRBIO – modifica o sentido de verbos, adjetivos ou outros advérbios, expressando


circunstâncias.
a) Tempo – hoje, amanhã, ontem, agora, jamais, antes...
b) Lugar – aqui, dentro, longe, lá, acolá...
c) Intensidade – muito, pouco, mais, menos, bastante...
d) Modo – bem, mal, calmamente, gentilmente...
e) Afirmação – certamente, realmente, deveras, sim...
f) Negação – não.
g) Dúvida – provavelmente, possivelmente, talvez, quiçá

Atenção!
Caso se trate de grupo de palavras com valor de advérbio, tem-se uma locução adverbial.
O livro está sob a segunda cadeira.
O encontro será às 14h30.
Ele saiu com os amigos da faculdade.
Ele saiu sem autorização.

7. CONJUNÇÃO – conectivo oracional.


Pedro saiu, mas ele volta logo.
Afirmou que tudo daria certo.

8. PREPOSIÇÃO – conectivo nominal que estabelece dependência (subordinação/regência).


Preposições essenciais – a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem,
sob, sobre, trás.

9. INTERJEIÇÃO – expressa emoções súbitas; normalmente é seguida de ponto de exclamação.


Ah!, Ui!, Ai!, Eba! Credo!

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 11 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

10 VERBO – expressa ação, estado ou fenômeno, situando-os no tempo.


.................................................................................................

EXERCÍCIOS

1. Os termos “Segundo” e “primeiro” pertencem à mesma classe gramatical.


“Obesidade é acúmulo de gordura corporal, ocorre quando a quantidade de energia ingerida supera o
gasto energético, por um tempo considerável. Segundo especialistas, há quatro tipos de obesidade:
alimentar, metabólica, medicamentosa e genética. A maioria dos casos se refere ao primeiro. “

2. O emprego do artigo, em “o pregar é em tudo comparável ao semear”, coloca os verbos “pregar” e


“semear” em função própria de substantivos.
“No célebre Sermão da Sexagésima, pronunciado em 1655 na capela real, em Lisboa, lembra Antônio
Vieira que o pregar é em tudo comparável ao semear, 'porque o semear he hua arte que tem mays de
natureza que de arte; caya onde cahir.'”

3. O termo “só é possível” indica que “ser” está empregado como verbo, não como substantivo, sinônimo
de pessoa.
“As vivências do tempo e do espaço constituem dimensões fundamentais de todas as experiências
humanas. O ser, de modo geral, só é possível nas dimensões reais e objetivas do espaço e do tempo.”

4. O termo ‘o’ que precede ‘que’, ‘fato’ e ‘tempo’ classifica-se como artigo nas três ocorrências.
“Machado pode ser considerado, no contexto histórico em que surgiu, um espanto e um milagre, mas o
que me encanta de forma mais particular é o fato de que ele estava, o tempo todo, pregando peças nos
leitores e nele mesmo.”

5. As palavras “singular” e “dramática” qualificam, respectivamente, os substantivos “decisão” e


“dimensão”.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 12 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Uma decisão singular de um juiz da Vara de Execuções Criminais de Tupã, pequena cidade a 534 km da
cidade de São Paulo, impondo critérios bastante rígidos para que os estabelecimentos penais da região
possam receber novos presos, confirma a dramática dimensão da crise do sistema prisional.”

6. Em “tem seu correlato grego”, a palavra “grego”está empregada como substantivo, da mesma forma
que na seguinte opção: O grego é a língua oficial da Grécia.
“No sentido etimológico da palavra, cidadão deriva da palavra civita, que, em latim, significa cidade, e
que tem seu correlato grego na palavra politikos — aquele que habita na cidade.”

7. Em “Sendo positivo, o livro é aprovado junto ao conselho”, embora seguido de vírgula, o adjetivo
“positivo” qualifica “livro”.
“[...] se a obra for compatível com a linha editorial do conselho, ela é encaminhada para uma consultoria,
que irá dar um parecer de mérito. Sendo positivo, o livro é aprovado junto ao conselho, que decide por
sua publicação.”

8. A substituição de “ensinamos-lhes” por ensinamos a elas preservaria tanto a correção gramatical do


texto quanto as relações semânticas expressas no trecho em questão.
“Um homem do século XVI ou XVII ficaria espantado com as exigências de identidade civil a que nós
nos submetemos com naturalidade. Assim que nossas crianças começam a falar, ensinamos-lhes seu
nome, o nome de seus pais e sua idade.”

9. Em “quem o respira”, “o” é pronome que exerce a função coesiva de retomar o termo nominal
antecedente “ar” .
“A propósito da poluição do ar, sabendo-se que ela afeta não apenas quem o respira, não chegam a
surpreender descobertas e constatações recentes.”

10. No trecho “fizeram-lhes um recebimento régio, mostraram conhecer seus escritos, discutiram as suas
idéias, mandaram-lhes muitos presentes, papiros, crocodilos, zebras, púrpuras”, os pronomes grifados
referem-se a “dois amigos”.
“Cidade e corte, que desde muito tinham notícias dos nossos dois amigos, fizeram-lhes um recebimento
régio, mostraram conhecer seus escritos, discutiram as suas idéias, mandaram-lhes muitos presentes,
papiros, crocodilos, zebras, púrpuras.”
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 13 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

11. Prejudicaria a correção gramatical do período a substituição de “ao”, em “ao permitir”, pela
preposição por.
Acreditavam, também, que a existência de meios de comunicação viria promover mudanças estruturais na
economia brasileira, ao permitir o povoamento das áreas de baixa densidade demográfica e, sobretudo,
por possibilitar a descoberta e o desenvolvimento de novos recursos que jaziam ocultos no vasto e
inexplorado interior da nação.

12. A preposição “sobre”, que introduz os complementos da palavra “dúvida”, está subentendida
imediatamente antes da primeira ocorrência de “se”.
“Tudo parece ter começado a mudar nos últimos anos e as revisões profundas por que estão passando os
discursos e as práticas identitárias deixam no ar a dúvida sobre se a concepção hegemônica da
modernidade se equivocou na identificação das tendências dos processos sociais, ou se tais tendências se
inverteram totalmente em tempos recentes, ou, ainda, sobre se se está perante uma inversão de tendências
ou, antes, perante cruzamentos múltiplos de tendências opostas sem que seja possível identificar os
vetores mais potentes.”

13. As duas ocorrências da preposição “de” em “de que” mostram o início de orações que complementam
o termo “ideia”.
“Com um visual colorido e irreverente, os vinte cartazes buscam propagar a ideia de que é possível tomar
medidas que diminuam as chances de contrair câncer e de que a detecção precoce da doença amplia
significativamente as chances de cura.”

14. Nas orações “A mídia confunde muito o direito do Cidadão com o direito do Consumidor” e “muitos
têm pouco e poucos têm muito”, a palavra “muito” tem o mesmo valor adverbial.
15. Mantêm-se a correção gramatical e as relações semânticas responsáveis pela coerência textual caso se
desloque o advérbio “consensualmente” para antes de “estabelecem”.
“Nessa acepção, razão e verdade deixam de ser valores absolutos para se transformarem em valores
temporariamente válidos, de acordo com o veredicto dos atores envolvidos na situação, os quais
estabelecem consensualmente o processo pelo qual a verdade e a razão podem ser conquistadas em um
contexto dado.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 14 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

16. Em “Cometi apenas um erro” e “Tive sempre medo da vida”, a mudança na ordem dos termos
adverbiais para Apenas cometi um erro e Sempre tive medo da vida mantém inalterado o sentido desses
períodos no texto.
17. “Ao contrário dos presídios, dos manicômios e mesmo das FEBEMs, a sensação […].”
A palavra FEBEM recebeu marca de plural no texto, sendo grafada “FEBEMs” porque a sigla de uma
extinta instituição de assistência social, popularizando-se, passou a atuar na língua portuguesa usada no
Brasil como um substantivo comum, sujeito à flexão de plural, como qualquer outro.

18. “As penas eram duras e permitiam o que hoje seria considerado como verdadeiras aberrações, como a
morte pelo fogo, mutilações e queimaduras. Naquele contexto, inexistia uma ideia de proporcionalidade
entre o delito e sua punição.” No trecho, há duas ocorrências do vocábulo “o” como pronome oblíquo.

19.
Cidadezinha qualquer
Casas entre bananeiras
Mulheres entre laranjeiras
Pomar amor cantar.

Um homem vai devagar.


Um cachorro vai devagar.
Um burro vai devagar.

Devagar... as janelas olham.


Eta vida besta, meu Deus.

Com base no texto, assinale a alternativa incorreta.


(A) Se, ao penúltimo verso, for dada a seguinte redação: Devagar... às janelas olham ter-se-á
modificação semântica da estrutura textual.
(B) A variação da abordagem semântica na estrutura sintática do texto tornou-o incoeso e inacessível ao
leitor.
(C) Nenhum atributo é legado aos substantivos da segunda estrofe, porém, apesar desta característica, é
perceptível a introdução de movimentação espacial.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 15 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(D) No texto, é possível verificar a ocorrência de artigo indefinido.


(E) No trecho “Devagar... as janelas olham.”, foi empregada a personificação, processo que humaniza
objetos.

20. “Todavia, no seio da comunidade, o griô continua desempenhando seu papel conforme a sua casta
socioprofissional: assim, ele é o oficiante em todas as cerimônias. Será possível chamá-lo de
historiador?
O termo “lo” refere-se a “papel”.

21. “Em uma manhã de inverno em 1978, a assistente social Zélia Machado, 49 anos de idade, encontrou
um bebê recém-nascido em um terreno baldio em frente de sua casa, em Curitiba.
No trecho “de sua casa, em Curitiba” , a eliminação da vírgula e a substituição da preposição “em” por de
mantêm o sentido original da frase.

22. “A nova política condiciona a isenção da alíquota adicional de 30% no imposto sobre produtos
industrializados a contrapartidas mensuráveis das empresas.”
Em “a isenção” e em “a contrapartidas”, o termo “a”, em ambas as ocorrências, pertence à mesma classe
gramatical e exerce a mesma função sintática.

23. “A um coronel que se queixava da vida de quartel, um jornalista disse:


— E o senhor não sabe como é chato militar na imprensa.”
Na construção do sentido do texto, destaca-se a ambiguidade do vocábulo “militar”, que, no contexto em
que aparece, pode ser classificado ora como substantivo, ora como verbo.

24. “O problema político essencial para o intelectual não é criticar os conteúdos ideológicos que estariam
ligados à ciência nem fazer com que sua prática científica seja acompanhada por uma ideologia justa; mas
saber se é possível constituir uma nova política da verdade.”
A correção gramatical e o sentido do texto seriam mantidos com a substituição do termo “da verdade”
pelo adjetivo verdadeira.

25. “Não sob a ótica da ciência, área em que seu trabalho é plenamente aceito e celebrado como ponto de
partida para um grau de conhecimento sem precedentes acerca dos seres vivos.”
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 16 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

No texto, a palavra “precedentes” modifica a expressão “ponto de partida”.

26. “Segundo o Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, 'cidadania é a qualidade ou estado do


cidadão'.”
A palavra segundo está sendo empregada como numeral em: “Segundo o Dicionário Aurélio da Língua
Portuguesa”.

27. Assinale a alternativa que indica corretamente a classe gramatical da palavra destacada abaixo.
Você não imagina o bem que isso me faz!
a) Advérbio b) Adjetivo
c) Substantivo d) Preposição

28. Assinale a alternativa que indica, correta e respectivamente, as classes gramaticais das palavras
destacadas no período abaixo.
Não a vi hoje, mas mandei um recado a ela.
a) Artigo – preposição c) Preposição – artigo
b) Pronome – preposição d) Pronome – artigo

29. Considere a oração abaixo e assinale a alternativa correta.


________, os jovens são muito sonhadores.

a) Para preencher a lacuna, pode-se colocar a interjeição “ah”.


b) Para preencher a lacuna, deve-se colocar a interjeição “há”.
c) Para preencher a lacuna, pode-se colocar a preposição “ah”.
d) Para preencher a lacuna, pode-se colocar a preposição “há”.

30. Assinale a alternativa que indica corretamente a classe da palavra destacada no trecho:
Mas o extraordinário era o que acontecia com eles: os grãos duros quebra-dentes se transformavam em
flores brancas e macias que até as crianças podiam comer.
a) Substantivo. c) Advérbio.
b) Adjetivo. d) Verbo.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 17 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

31. Assinale a alternativa que indica corretamente a classificação da palavra destacada no período abaixo.
Mas quando um homem de meia idade (qual será a inteira?) afirma “o mundo mudou”, o que está
verdadeiramente querendo dizer?
a) Adjetivo c) Advérbio
b) Numeral d) Pronome

32. No período – Quase igual ao horror pelos cães conhecidos, ou de conhecidos, cuja lambida fria, na
intimidade que lhes tenho sido obrigado a conceder, tantas vezes, me provoca uma incontrolável
repugnância. –, os termos em destaque, conforme o contexto que determina seus usos, classificam-se,
respectivamente, como
a) adjetivo, adjetivo e substantivo.
b) substantivo, adjetivo e substantivo.
c) adjetivo, substantivo e substantivo.
d) adjetivo, adjetivo e adjetivo.
e) substantivo, substantivo e adjetivo.

33. Considere as orações abaixo e assinale a alternativa correta.


I. O rápido garoto terminou o exercício.
II, O garoto anda muito rápido.
a) Em I e II, “rápido” é um advérbio.
b) Em I e II, “rápido” é um adjetivo.
c) Em I, “rápido” é advérbio e, em II, é adjetivo.
d) Em I, “rápido” é adjetivo e, em II, é advérbio.

34. Assinale a alternativa que classifica, correta e respectivamente, as palavras destacadas no período
abaixo.
Cultivamos nosso medo e ódio, mas, às vezes, pega mal expressá-los em público assim, tão abertamente.
a) pronome – advérbio b) pronome – substantivo
c) pronome – adjetivo d) advérbio – adjetivo
e) advérbio – advérbio

35. Considere o trecho abaixo.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 18 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(...) mas que estão por trás da intensidade da dor sentida quando estamos sós.
Assinale a alternativa que classifica, correta e respectivamente, as palavras destacadas.
a) advérbio – advérbio b) advérbio – adjetivo
c) preposição – advérbio d) preposição – adjetivo

Emprego das Classes de Palavras – Gabarito


1.E 2.C 3.E 4.E 5.C 6.E 7.E 8.C
9.C 10.C 11.E 12.E 13.C 14.C 15.C 16.E
17.C 18.E 19.B 20.E 21.E 22.E 23.C 24.E
25.E 26.E 27.C 28.B 29.A 30.B 31.B 32.C
33.D 34.A 35.D

TEMPOS E MODOS VERBAIS

1. Conjugações verbais
a) 1.ª Conjugação – reúne todos os verbos terminados em “ar”: amar, desejar, olhar, esperar, comprar...

b) 2.ª Conjugação – reúne todos os verbos terminados em “er”: vender, ser, ter, querer, ver...
Nota: O verbo pôr e todos os seus derivados também pertencem à 2.ª conjugação.

c) 3.ª Conjugação – reúne todos os verbos terminados em “ir”: ir, partir, perquirir, urgir, arguir...

2. Formas nominais
a) Infinitivo – termina em “R”
>>> amar, vender, partir
“Amar é quando não dá mais pra disfaçar; tudo muda de valor, tudo faz lembrar você.”

b) Gerúndio – termina em “NDO”


>>> amando, vendendo, partindo

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 19 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Amanhecendo, partiremos.

c) Particípio – normalmente ternina em “ADO/IDO”


>>> amado, vendido, partido
O carro alugado pifou.

2. Desinências número-pessoais - indicam o número (singular/plural) e a pessoa (1.ª / 2.ª / 3.ª).

Desinências usuais Pret. Perf. Indic.


amo - ame I
ama S ama STE
ama - amo U
ama MOS ama MOS
ama IS ama STES
ama M ama RAM

3. Desinências modo-temporais – indicam o tempo e o modo do verbo. Em cada caso, destaca-se a


terminação da 1.ª pessoa de cada tempo.

Modo indicativo – expressa FATO, CERTEZA REALIDADE

Tempo / Conjugação AR ER IR Síntese Ideia expressa

Presente O O O O Fato atual, verdade ou costume

Pret. Imperfeito VA IA IA VA / IA Fato inacabado, costume


Pret. Perfeito I I I I Fato perfeitamente concluído
Pret. m-q-perfeito RA RA RA Fato anterior a outro pretétito
RA

Fut. do presente REI REI REI REI Fato posterior a fato atualmente
Fut. do pretérito RIA RIA RIA RIA Fato posterior a pretérito, EXPRESSA
TAMBÉM HIPÓTESE

Exemplificando:
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 20 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Tempo / AMAR VENDER PARTIR


Conjugação

Presente amO vendO partO

Pret. Imperfeito amaVA vendIA partIA


Pret. Perfeito ameI vendI partI
Pret. m-q- amaRA vendeRA partiRA
perfeito
Fut. do presente amaREI vendeREI partiREI
Fut. do pretérito amaRIA vendeRIA partiRIA

Modo subjuntivo – expressa SUPOSIÇÃO, HIPÓTESE, POSSIBILIDADE


Tempo / Conjugação AR ER IR Síntese

Presente QUE E A A E/A


Pret. Imperfeito SE SSE SSE SSE SSE
Futuro QUANDO R R R R

Exemplificando:

Tempo / Conjugação AMAR VENDER PARTIR

Presente Que eu amE Que eu vendA Que eu partA

Pretérito Imperfeito Se eu amaSSE Se eu vendeSSE Se eu partiSSE


Futuro Quando eu amaR Quando eu vendeR Quando eu partiR

4. Tempos primitivos e derivados


a) Presente do Indicativo – nascem do Presente do Indicativo o Presente do Subjuntivo, o Imperativo
Negativo e o Imperativo Afirmativo.
- O + E/A = Presente do Subjuntivo
1.ª Pes. Imperativo Negativo
Singular Imperativo Afirmativo

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 21 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

>>> O Presente do Subjuntivo nasce da 1.ª pessoa do singular (eu) do Presente do Indicativo, retirando-se a
terminação “o” e substituindo-a pelas desinências “e” (para verbos da 1.ª conjugação) ou “a” (para verbos
da 2.ª e da 3.ª conjugações).
amo >>> que eu amE caibo >>> que eu caibA ouço >>> que eu ouçA
tenho >>> que eu tenhA vejo >>> que eu vejA ponho >>> que eu ponhA

Atenção!!
Fogem ao esquema acima os verbos SER, HAVER, IR, SABER, QUERER, DAR e ESTAR:
eu sou >>> que eu seja eu hei >>> que eu haja eu vou >>> que eu

eu sei >>> que eu saiba eu quero >>> que eu queira eu dou >>> que eu

eu estou >>> que eu esteja

>>> Uso do Imperativo


Todas as pessoas são copiadas do Presente do Subjuntivo, exceto TU e VÓS no IMPERATIVO
AFIRMATIVO. Nesse caso, tais pessoas vêm do PRESENTE DO INDICATIVO SEM O “S”. O único
verbo que não segue esse raciocínio é o verbo SER: no imperativo afirmativo, para as segundas pessoas,
tem-se SÊ TU e SEDE VÓS.
A seguir, para fixação, apresentam-se várias frases nas quais se emprega o imperativo. Lembre-se de que,
somente se o imperativo for afirmativo, há preocupação com as pessoas tu e vós.

1. Não se ___________________, ___________________ a dormir. (preocupar/voltar)

2. Não te ___________________ de teus pais na velhice e jamais ___________________ seus conselhos.


(esquecer/ignorar)

3. Nunca vos ___________________ com a vida alheia, nem ___________________ tempo a falar dos
outros. (ocupar/perder)

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 22 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

4. Jamais ___________________ de vossos sonhos, nem ___________________ que os menosprezem.


(desistir/permitir)

5. Não _________________ medo de enfrentar vossos opositores e nunca ________________ em xeque


vossa força. (ter/pôr)

6. Não te ___________________, ___________________ a dormir. (preocupar/voltar)

7. ___________________, ___________________-te. ___________________ que aconteceu.


(entrar/sentar/dizer)

8. ___________________, ___________________-vos. ___________________ que aconteceu.


(entrar/sentar/dizer)

9. Não ___________________ medroso! Tu consegues! (ser)

10. Não ___________________ medrosos! Vós conseguis! (ser)

11. ___________________ forte e ___________________por teus sonhos. (ser/lutar)

12. ___________________ fortes e ___________________por vossos sonhos. (ser/lutar)

b) Pretérito Perfeito do Indicativo


Julgue a correção das frases seguintes.
( ) Se a televisão não entretesse as crianças, eu não conseguiria fazer nada.
( ) Quando eu compor uma canção, será de amor.
( ) Se você ver fulano, peça que me ligue.
( ) Se de fato ele prevesse o futuro, estaria rico.
( ) Quando convir, ligarei para o diretor.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 23 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

- M = pret.+que perfeito do indic.


3.ª Pes. Plural - AM = futuro do subjuntivo
- RAM + SSE = imperf. subjuntivo

Exemplificando:

Pretérito Perfeito Pret. mais-que-perf. Futuro Subjuntivo Pret. Imp. Subj.


Verbo
(eles) (eu) (eu) (eu)

Amar amaram amara amar amasse

Caber couberam coubera couber coubesse

Fazer fizeram fizera fizer fizesse

Ser foram fora for fosse

Saber souberam soubera souber soubesse

Reaver1 reouveram reouvera reouver reouvesse

Atenção!
Convém atentar para os verbos TER, PÔR, VER e VIR e seus derivados sobretudo no futuro e no pretérito
imperfeito do subjuntivo. Tais verbos são muito frequentemente objeto de indagação em provas de

Pretérito Perfeito Pret. mais-que-perf. Pret. Imp. Subj.


Verbo Futuro Subj. (eu)
(eles) (eu) (eu)

Ter tiveram tivera tiver tivesse

Pôr puseram pusera puser pusesse

Ver viram vira vir visse

Vir vieram viera vier viesse

1
O verbo reaver não é derivado do verbo ver, e sim de haver.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 24 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

concurso.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 25 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

EXERCÍCIOS

1. Considere os períodos:
I. Se ele intervisse na discussão, tudo estaria resolvido.
II. Quando ele reaver os bens, ficará em boa situação.
De acordo com a norma culta:
a) somente I está correto b) somente II está correto
c) I e II estão corretos d) Nenhum está correto

2. Considere os períodos:
I. Quando ele ver como está destruída a casa da sua infância, ficará desolado.
II. Se ele vir aqui cedo, poderemos ir ao jogo.
De acordo com a norma culta:
a) somente I está correto b) somente II está correto
c) I e II estão corretos d) Nenhum está correto

3. Considere a palavra "cantassem" e as afirmações que se seguem:


I. Trata-se de um verbo conjugado no pretérito imperfeito do indicativo.
II. A letra grifada é chamada de vogal temática.
Está correto o que se afirma em:
a) somente I b) somente II
c) I e II d) Nenhum

4. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.


Se ele __________um novo trabalho, ____________.
a) propuser – aceitarei. b) propuser – aceitaria.
c) propor – aceitarei. d) propor – aceitaria.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 26 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

5. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.


I. Se ele ________ você aqui, ficará com ciúmes.
II. Se ele _________ aqui, conversaremos.
a) vir - vier c) ver - vim
b) vir - vim d) ver – vier

6. Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna:


Se o policial _________ na discussão, ela acabaria rapidamente.
a) intervier b) intervisse
c) interviesse d) intervir

7. É preciso corrigir uma forma verbal flexionada na frase:


(A) O e-mail interveio de tal forma em nossa vida que ninguém imagina viver sem se valer dele a
todo momento.
(B) Se uma mensagem eletrônica contiver algum vírus, o usuário incauto será prejudicado, ao abri-la.
(C) Caso não nos disponhamos a receber todo e qualquer e-mail, será preciso que nos munamos de
algum filtro oferecido pela Internet.
(D) Se uma mensagem provier de um desconhecido, será preciso submetê-la a um antivírus
específico.
(E) Ele se precaveio e instalou em seu computador um poderoso antivírus, para evitar que algum e-
mail o contaminasse.

8. Os verbos grifados estão corretamente flexionados na frase:


(A) Após a catástrofe climática que se abateu sobre a região, os responsáveis propuseram a liberação
dos recursos necessários para sua reconstrução.
(B) Em vários países, autoridades se disporam a elaborar projetos que prevessem a exploração
sustentável do meio ambiente.
(C) Os consumidores se absteram de comprar produtos de empresas que não consideram a
sustentabilidade do planeta.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 27 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(D) A constatação de que a vida humana estaria comprometida deteu a exploração descontrolada
daquela área de mata nativa.
(E) Com a alteração climática sobreviu o excesso de chuvas que destruiu cidades inteiras com os
alagamentos.

9. Leia as orações abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente
as
lacunas.
1. Não se _______ e contou a surpresa para o aniversariante.
2. O chefe _______ na discussão dos colegas de departamento.
3. Se eu quisesse desta forma, eu mesma ________ feito.
4. Depois de muita balburdia, a mulher ______ seus pertences.
(A) conteu/ interviu/ tinha/ reaveu
(B) conteve/ interviu/ tinha/ reaviu
(C) conteve/ interveio/ teria/ reouve
(D) conteve/ interveio/ teria/ reaveu

10. No trecho “Espera que cada um se realize”, seguindo o padrão dos verbos conviver e ter, o poeta
faz uma recomendação ao interlocutor, usando o modo imperativo.
“Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero, há calma e frescura na superfície intata.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.
Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência, se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consume com seu poder de palavra o seu poder de silêncio.”

11. As formas verbais “Penetra” e “Convive” estão no imperativo afirmativo, que, no texto, é o modo
da exortação do poeta, que se dirige ao interlocutor empregando o verbo na segunda pessoa; caso o

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 28 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

fizesse na terceira pessoa, teria de empregar, nesses versos, as formas Penetre e Conviva, além das
alterações que deveria fazer no restante do poema.

12. A expressão “que durou” indica que o processo de ocupação e integração do espaço nacional está
sendo considerado como completo.
“Nos quase 500 anos que durou o processo de plena ocupação e integração do espaço nacional, foi
apresentada sempre a construção de uma rede unificada de transportes como a única forma de
assegurar a integridade do território.”

13. “[...] qualquer país que passe pela nossa mente — e alguns outros de cuja existência sequer
desconfiávamos.”
A forma verbal “desconfiávamos” indica a ideia de tempo passado inacabado.

14. “A alternativa existente seria o aproveitamento da energia elétrica da Usina Hidroelétrica de


Cachoeira Dourada […].”
O tempo do verbo indica um fato passado em relação a outro, ocorrido também no passado.

15. “qualquer país que passe pela nossa mente — e alguns outros de cuja existência sequer
desconfiávamos.”
A forma verbal “passe” indica a ideia de possibilidade, um fato incerto de acontecer.

16. A forma verbal “transformem” está sendo empregada no subjuntivo por tratar-se de uma ação
hipotética.
“Os países têm importante papel a desempenhar na cooperação jurídica internacional para que não se
transformem em locais seguros de guarda de dinheiro e de bens ilegais e de refúgio para criminosos.”

17. O emprego do modo subjuntivo em “agravem” justifica-se por tratar-se de uma afirmação
categórica.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 29 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“A Convenção de Palermo recomenda, ainda, que os países agravem as sanções contra a corrupção e
estabelece as bases para o confisco, a apreensão e a disposição de bens e ativos financeiros obtidos
por meio de atividades criminosas, também aplicáveis aos equipamentos usados nessas atividades.”

18. As formas verbais “seja” e “precisa” estão flexionadas no modo subjuntivo, porque ambas se
referem a uma situação hipotética.
“Há a necessidade de que a pesquisa feita na universidade e nos laboratórios seja menos teórica e
mais voltada para aplicações práticas”, diz Rodríguez. “E o setor privado precisa investir mais em
pesquisa e desenvolvimento.”

19. A forma verbal “ponha”, flexionada no modo imperativo, dirige-se a quem se identifica com o
pronome “você”, empregado na oração anterior.
“Se você é médico, ponha de lado aquele seu livrinho com o juramento de Hipócrates e aprenda a
traduzir hieróglifos.”

20. “No entanto, sem escala de valor está a vida de milhares de pessoas que faleceram e virão a
sucumbir, vítimas das enchentes.”
No trecho, os verbos expressam, respectivamente, uma ação concluída, observada no seu término, no
seu resultado, e uma ação a ocorrer após o momento em que se enuncia o fato.

21. As alternativas abaixo apresentam verbos destacados com conjugação no modo indicativo, exceto
uma. Assinale-a.

a) O primeiro deles é a dignidade da pessoa humana, do qual derivam os Direitos Humanos e os


valores e as atitudes fundamentais para o convívio social democrático como o respeito mútuo e o
repúdio às discriminações de qualquer espécie, atitude necessária à promoção da justiça.
b) Todos têm a possibilidade de exercer a cidadania plenamente e, para isso, é necessário ter
equidade, o que, por sua vez, fundamenta a solidariedade.
c) Comportamentos expressam princípios e valores que a sociedade constrói e referenda e que cada
pessoa toma para si e leva para o trânsito.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 30 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

d) Mudar comportamentos para uma vida coletiva com qualidade e respeito exige uma tomada de
consciência das questões em jogo no convívio social, portanto na convivência no trânsito.

e) É a escolha dos princípios e dos valores que irá levar a um trânsito mais humano, harmonioso,
mais seguro e mais justo para que sejamos cidadãos mais responsáveis.

22. Fomos uma geração de bons meninos.

O verbo empregado nos mesmos tempo e modo que o grifado acima está em:
(A) Nos anos de 1970 e 80 ainda surgiram heróis interessantes...
(B) Os heróis eram o exemplo máximo de bravura, doação pessoal e virtude.
(C) Atualmente não sei.
(D) Gibis abasteciam de ética o vasto campo da fantasia infantil...
(E) ... mas alguns parecem cheios de rancor...

23. Apesar de sua péssima fama, que atravessara o século XIX e permanecia ao longo da primeira
década do século XX ...
O emprego dos tempos dos verbos grifados acima indica, respectivamente,
(A) fato a se realizar no futuro e ação repetitiva no passado.
(B) situação presente e ação habitual também no presente.
(C) ação realizada no presente e situação passada, sob certa condição.
(D) fato habitual, repetitivo, e desejo de que uma ação se realize.

(E) tempo passado anterior a outro e ação contínua na época referida.

24. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente as lacunas.


Se você _____ amanhã, _____ realizar o exame.
a) vim – poderá b) vier – poderá
c) viesse – pode d) vir – poder

25. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.


I. Se ele ________ uma boa nota na prova, será aprovado.
II. Se ele ________ amanhã, finalizaremos o projeto.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 31 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

a) obter – vim. c) obtiver – vier.


b) obter – vier. d) obtiver – vim.

26. Considere o período e as afirmações:


Estaria nesse estranhamento a origem das idiossincrasias contra negros e índios, por exemplo, povos
fisicamente diferentes dos colonizadores brancos.
I. O uso do futuro do pretérito do verbo “estar” indica falta de certeza quanto à origem do preconceito
contra outros povos.
II. O adjetivo “idiossincrasias” pode ser substituído, sem alteração de sentido, por agressões.
Está correto o que se afirma em
a) somente I. c) I e II.
b) somente II. d) nenhuma.

Tempos e modos verbais – Gabaritos

Uso do imperativo
1. Não se preocupe / volte
2. Não te esqueças / jamais ignores
3. Nunca vos ocupeis / nem percais
4. Jamais desistais / nem permitais
5. Não tenhais / nunca ponhais
6. Não te preocupes / volta
7. Entra / senta-te / dize (ou diz)
8. Entrai / sentai-vos / dizei
9. Não sejas
10. Não sejais
11. Sê / luta

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 32 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

12. Sede / lutai

Pretérito Perfeito do Indicativo (tempos derivados)


>>> Todas as frases estão erradas. Eis as correções.
Se a televisão não entretivesse...
Quando eu compuser...
Se você vir...
Se de fato ele previsse...
Quando convier...

Exercícios
1.D 2.D 3.B 4.A 5.A 6.C 7.E
8.A 9.C 10. C 11.C 12.C 13.C 14.E
15.C 16.C 17.E 18.E 19.C 20.C 21.E
22.A 23.E 24.B 25.C 26.A

SINTAXE DA ORAÇÃO

1. TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO

Sujeito é o termo a respeito do qual se declara alguma coisa.


Predicado é aquilo que se declara a respeito do sujeito.

Na prática, para encontrar o sujeito de uma oração, é aconselhável localizar o verbo da oração e com
ele construir uma interrogação do tipo “quem ou o que + verbo?”

Milhares de abelhas invadiram a cidade.


“Quem invadiu?”
“Milhares de abelhas.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 33 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Logo, o sujeito da oração é “milhares de abelhas”.

Naquela noite frisou muito a necessidade de mais empenho de nossa parte o palestrante em sua
colocação.
“Quem frisou?”
“O palestrante.”
Logo, o sujeito da oração é o “palestrante”.

2. CLASSIFICAÇÃO DO SUJEITO

Para melhor compreensão sobre como o sujeito pode exercer suas funções na oração, considera-se a
seguinte classificação:

a) Simples – possui de um só núcleo.


Nós // saímos cedo.
As lindas e brancas flores do inverno europeu // desabrocharam.

b) Composto – possui mais de um núcleo.


Samara e Kátia tinham uma amizade de longes dias.

c) Oculto (elíptico ou desinencial) – não se apresenta escrito na frase, mas pode ser identificado no
contexto pela desinência verbal ou pela ausência dela.

Chegaremos a casa logo. (Sujeito oculto – nós.)

Pedro não veio, mas avisou. (Suj. oculto – ele.)2

d) Indeterminado – não se apresenta escrito na frase e não é identificado, seja por não se querer,
seja por não se poder determinar o sujeito da oração. Apresenta-se nos casos seguintes:

2
Perceba-se que “veio” tem sujeito simples (Pedro); contudo “avisou”, apesar de referir-se ao mesmo sujeito,
não o apresenta expresso, daí ser considerado oculto.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 34 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

d.1. Verbos na 3.ª pessoa do plural


Roubaram meu carro ontem.
Falam muito mal dele por aqui.

d.2. Verbos transitivos indiretos, verbos intransitivos e verbos de ligação + SE (= índice de


indeterminação de sujeito – IIS)
Precisa-se de empregados.
Trata-se de problemas graves.
Obedece-se às leis nesta cidade.
Vive-se bem por aqui.

Bebeu-se muito ontem na festa.


Naquele tempo, era-se feliz e não se sabia.

Atenção!

Se o verbo for transitivo direto, o pronome “SE” será pronome apassivador. Haverá, portanto, sujeito
passivo simples ou composto.
Vende-se casa. (= Casa é vendida.)
Alugam-se apartamentos. (= Apartamentos são alugados.)

Pratica-se esporte. (Esporte é praticado.)


Aceitam-se encomendas. (Encomendas são aceitas.)
Jogam-se búzios. (Búzios são jogados.)
Contrataram-se novo vigia e gerente para a loja.
(= Foram contratados novo vigia e gerente para a loja.)

Se o objeto direto for preposicionado, o pronome “SE” torna-se índice de indeterminação de sujeito,
ou seja, o sujeito passa a ser indeterminado.
Aqui, ama-se a Deus acima de tudo.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 35 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Comeu-se do bolo durante a noite.

e) Inexistente (oração sem sujeito) – algumas orações são estruturadas com verbos que não possuem
sujeito a que se possa atribuir o que é declarado; tais verbos são denominados impessoais. Sempre
que utilizados, a oração terá sujeito inexistente. Tal ocorrerá nos casos seguintes:

e.1. Verbos que expressam fenômenos meteorológicos (chover, nevar, relampejar, ventar, escurecer,
amanhecer, etc.)
Choverá muito à noite.

Amanheceu lentamente.

Por aquelas bandas escurece rápido.

Nota: Se tais verbos forem usados em sentido figurado passam a ter sujeito.
Choveu canivete durante a reunião. (Canivete = suj. simples.)

e.2. Verbo HAVER significando existir, ocorrer ou indicando tempo passado


Houve muitas abstenções na votação.
Estou aqui há horas.

Nota: O verbo existir não é impessoal, possuindo sempre sujeito.


Existiram muitas abstenções na votação do decreto.
(Muitas abstenções = suj. simples.)

e.3. Verbo FAZER indicando tempo meteorológico ou cronológico


Fez noites frias aqui na semana passada.

Estou aqui faz horas.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 36 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

e.4. Verbo SER indicando distância, hora ou data


Daqui à cidade são mais de quinze quilômetros.
Eram seis horas quando ele chegou.
Hoje é 22 de outubro.
Hoje são 22 de outubro.

Nota: Na indicação de data, o verbo “ser” concorda com a palavra “dia”, que normalmente se
encontra subentendida.
Hoje é (dia) 22 de abril. Hoje são 22 (dias) de abril.

3. PREDICAÇÃO/TRANSITIVIDADE/REGÊNCIA VERBAL

a)Verbos de Ligação
Verbos de ligação normalmente são pouco significativos para o predicado, visto que não possuem
sentido precisa. Eles ligam um sujeito a uma característica, estado, qualidade (predicativo do sujeito).
Eis o verbos que costumeiramente funcionam como verbos de ligação: ser, estar, ficar, parecer,
permanecer, continuar, viver, tornar-se, andar, etc.
Ele será médico. (VL / Predicat. Suj.)
O animal estava quieto. (VL / Predicat. Suj.)
Durante a conversa, ele ficou apático. (VL / Predicat. Suj.)
A garota parecia doente. (VL / Predicat. Suj.)
Paulo permaneceu atento. (VL / Predicat. Suj.)
O clima tornou-se instável. (VL / Predicat. Suj.)
O álcool parecia água. (VL / Predicat. Suj.)

b) Verbos Transitivos
São verbos que normalmente expressam ação, cujo sentido transita para um complemento (objeto),
que, por sua vez, refere-se a uma pessoa ou a uma coisa.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 37 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b.1. Verbos transitivos diretos – exigem complemento que se liga ao verbo sem preposição
obrigatória (objeto direto).
Não vimos nada. (VTD / OD)
Os turistas nada copraram. (VTD / OD)
Houve problemas graves. (VTD / OD)
Espero-a no lugar de sempre. (VTD / OD)

b.2. Verbos transitivos indiretos – exigem complemento que se liga ao verbo com preposição
(objeto indireto).
Normalmente as preposições que ligam o objeto indireto ao verbo são a, de, em, com, por, contra,
para, etc.
Aspiro ao melhor cargo. (VTI / OI)
Nós confiamos em Deus. (VTI / OI)
Eles lutam contra a desigualdade social. (VTI / OI)
Você acredida em promessas políticas? (VTI / OI)
Deparei com um estranho. (VTI / OI)
O soldado obedeceu prontamente ao comando. (VTI / OI)
Gosto de flores. (VTI / OI)
Optamos pelo estudo. (VTI / OI)

b.3. Verbos transitivos diretos e indiretos - exigem um objeto direto e um objeto indireto.
Comuniquei o fato ao chefe. (VTDI / OD / OI)
Os jornais informaram a nova fórmula da aposentadoria aos trabalhadores. (VTDI / OD / OI)
Ofereci uma recompensa ao garoto. (VTDI / OD / OI)

Atenção!!!

Quando complementos verbais, os pronomes oblíquos átonos O, A, OS, AS (ou as variações – lo, la, los,
las, no, na, nos, nas) funcionam como objeto direto.
Os pronomes LHE, LHES funcionam como objeto indireto.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 38 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Verbos Intransitivos
Verbos intransitivos são aqueles cuja ação verbal não transita para nenhum complemento. Não
possuindo objeto, podem formar predicado sozinhos ou com indicações de circunstâncias (adjuntos
adverbiais).
A cidade dorme.
Os prisioneiros chegaram à cela.
Os visitantes retornaram ontem à noite.
Durante o carnaval, fico em casa.

Nota: Predicativo do objeto – exprime qualidade, estado ou classificação que se refere a um objeto
(normalmente direto).
O STF declarou a lei inconstitucional.
A Justiça considerou-o culpado.
Encontramos feridos os dois soldados.
Chamaram Pedro de insano.
Chamei-lhe de bobo.

4. CLASSIFICAÇÃO DO PREDICADO

a) Predicado nominal
Apresenta um nome (predicativo do sujeito) como núcleo; é estruturado com verbo de ligação e
predicativo.
A alegria era imensa.
O sapo então virou um príncipe.
O pecados capitais são sete.

b) Predicado verbal
Apresenta um verbo de ação como núcleo; é estruturado com verbos transitivos ou intransitivos.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 39 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Abriremos uma exceção.


O mundo assistia ao nascimento de uma nova era.
Agradeço a colaboração a todos.

c) Predicado verbo-nominal
Apresenta dois núcleos – um verbo de ação e um predicativo; é estruturado com verbo transitivo ou
intransitivo e predicativo (do sujeito ou do objeto).
Os filhotes morreram doentes. (VI + PS)
A torcida assistia ao jogo emocionada. (VT + PS)
O poder tornou-o arrogante. (VT + PO)

EXERCÍCIOS
1. Todo lugar-comum, porém, tem um alicerce na realidade ou nos sentimentos humanos...
A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima é:
(A) ... é um dos nossos instintos básicos.
(B) .... que cresce a passos largos ...
(C) ... que conduziram a isso ...
(D) ... as famílias encolheram drasticamente ...
(E) ... que acrescenta ansiedade ...

2. A música pressupõe, antes de tudo, certa organização do tempo...


O verbo que também é empregado com a mesma regência do grifado acima está em:
(A) A música, porém, baseia-se numa sucessão temporal.
(B) ...cuja função é estabelecer a ordem no movimento...
(C) ...sendo [...] composta de quantidades iguais...
(D) ...recebemos uma impressão global antes de ...
(E) ...se me permitem esse neologismo.

3. ... que a natureza tinha seus próprios ritmos, alguns regulares e outros irregulares.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 40 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima é:
(A) Nossa espécie, o Homo sapiens, apareceu em torno de 200 mil anos atrás ...
(B) ... que grandes migrações da África em direção à Eurásia e à Oceania ocorriam já há 70 mil anos.
(C) Os perigos eram muitos ...
(D) ... se gotas caíam ritmicamente das folhas ...
(E) ... mostram uma enorme variedade de animais ...

4. Pixinguinha incorporou elementos brasileiros às técnicas de orquestração.


O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está em:
(A) “As orquestras dos teatros de revista também foram fundamentais para a formação dele como
arran jador”.
(B) “O Brasil jamais produziu um músico popular dessa envergadura”...
(C) Ele divide com o neto de Pixinguinha, Marcelo Vianna, a direção musical da exposição...
(D) ... o som do choro preenchia todos os espaços.

(E) Na imagem desbotada, ele empunha um cavaquinho.

5. ... beleza criada pelo domínio de forma e cor de que dispunha o pintor.
O verbo empregado no texto com a mesma regência do grifado acima está em:
(A) A ideia de uma dimensão humana da arte repousa numa concepção de humanidade...
(B) A paisagem e a natureza morta também incorporavam a percepção emotiva do artista...
(C) Com o tempo tornou-se claro que uma cena da vida cotidiana...
(D) ...que havia alguns valores profundos na representação de um motivo...
(E) ... na relação com aquilo que o rodeia, nos seus artefatos...

6. O e-mail veio para ficar, ainda que alguns considerem o e-mail uma invasão de privacidade, ou
mesmo atribuam ao e-mail os desleixos linguísticos que costumam caracterizar o e-mail.
Evitam-se as viciosas repetições do trecho acima substituindo-se os elementos sublinhados, na ordem
dada, por
(A) lhe considerem - lhe atribuam - caracterizá-lo.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 41 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(B) o considerem - lhe atribuam - caracterizá-lo.


(C) considerem-no - o atribuam - caracterizar-lhe.
(D) considerem-lhe - atribuam-no - o caracterizar.
(E) o considerem - atribuam-no - lhe caracterizar.

7. A substituição do elemento grifado pelo pronome correspondente, com os necessários ajustes, foi
realizada de modo INCORRETO em:
(A) manter o regime escravista = mantê-lo
(B) procurava extrapolar o sistema escravista = procurava extrapolá-lo
(C) restringiam o alistamento eleitoral = restringiam-no
(D) atuar na vida política = atuá-la
(E) estender as suas características = estendê-las

8. Os passageiros do Metrô, quando vierem a utilizar o Metrô, não deixarão de notar as mudanças do
Metrô; esperasse que todos aplaudam essas mudanças.
Evitam-se as viciosas repetições da frase acima substituindo-se os elementos sublinhados, na ordem
dada, por:
(A) utilizar-lhe - lhes notar as mudanças - as aplaudam.
(B) o utilizar - lhe notar as mudanças - aplaudam-nas.
(C) utilizá-lo - lhe notar as mudanças - as aplaudam.
(D) utilizá-lo - notá-lo nas mudanças - lhes aplaudam.
(E) utilizar-lhe - notar-lhe as mudanças - aplaudam-lhes.

9. Em 11 de setembro ocorreu a tragédia que marcou o início deste século, e o mundo acompanhou
essa tragédia pela TV. A princípio, ninguém atribuiu a essa tragédia a dimensão que ela acabou
ganhando, muitos chegaram a tomar essa tragédia como um grave acidente aéreo. Evitam-se as
viciosas repetições da frase acima substituindo-se os elementos sublinhados, na ordem dada, por
(A) acompanhou-a - a atribuiu - lhe tomar
(B) acompanhou-a - lhe atribuiu - tomá-la
(C) lhe acompanhou - lhe atribuiu - tomar-lhe
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 42 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(D) acompanhou-a - a atribuiu - tomá-la


(E) lhe acompanhou - atribuiu-lhe - a tomar

10. Substitui-se adequadamente um elemento por um pronome em:


(A) Quem poderia fazer isso melhor? – Quem poderia fazê-lo melhor?
(B) traçar um retrato de corpo inteiro do antropólogo – traçá-lo um retrato de corpo inteiro.
(C) a sensação de que não havia escrito os próprios livros – a sensação de que não lhes havia escrito.
(D) a percepção de sentir minha identidade pessoal – a percepção de lhe sentir.
(E) Essas afirmativas tampouco eram meras confissões pessoais – Essas afirmativas tampouco os
eram.

11. Considere a frase e as afirmativas a seguir.

O eleitor confia na honestidade dos políticos.


I. Sintaticamente, o sujeito da oração é classificado como simples.
II. O verbo empregado na oração é transitivo direto.
Está correto o que se afirma em
a) I c) I e II
b) II d) nenhuma

12. Assinale a alternativa em que o predicado é verbo-nominal.


a) Carlos ficou irritado.
b) Aquela menina é prepotente!
c) O rapaz trabalhou muito ontem.
d) Achei o final do filme muito previsível.

13. No verso “e os ricos iria humilhar”, o sujeito é


a) simples c) indeterminado
b) oculto d) inexistente

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 43 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

14. Assinale a alternativa que indica, respectivamente, os pronomes adequados ao


preenchimento das lacunas.
I. Nunca ____ disse a verdade.
II. Encontrei - ____ na rua ontem.
a) lhe – lhe b) o – lhe
c) o – o d) lhe – o
e) a – a

Sintaxe do oração – Gabarito


1.E 2.D 3.E 4.C 5.A 6.B 7.D
8.C 9.B 10.A 11.A 12.D 13.B 14.D

REGÊNCIA VERBAL

1. Aspirar

a) Desejar, almejar, pretender – com a preposição a.

Eles aspiravam a altos cargos (ou a eles).

b) Tragar, sorver – sem preposição.

Ela aspirou o perfume.

2. Visar

a) Desejar, almejar, pretender – com a preposição a.

Visava a passar nas provas.

b) Dar visto/mirar – sem preposição

O inspetor visou o passaporte.


O atirador visou o alvo.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 44 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

3. Assistir

a) Ver – com a preposição a.

Assistimos ao espetáculo (ou a ele).

b) Ajudar – com ou sem a preposição a.

O médico assistia (a)o doente.

c) Caber – com preposição a.

O direito assiste ao aluno (ou assiste-lhe).

d) Morar – com preposição em.

Assisto na fazenda.

Nota: Na segunda acepção, é preferível dispensar a preposição.

4. Custar

a) Ser adquirido pelo preço de – sem preposição.

Cada doce custa vinte cruzeiros.

b) Ser penoso, ser difícil – Nessa acepção, o sujeito do verbo normalmente é uma oração com verbo
no infinitivo e o complemento regido pela preposição a.

Custou ao homem crer nisso. (Crer nisso = sujeito.)

Nota 1: Por serem incorretas, evitem-se construções como esta: “Custei a crer na história”. O certo
seria: “Custou-me crer na história”.
Nota 2: Regência semelhante tem esta frase: “Faltou ao homem crer nisso”.

5. Esquecer / Lembrar

a) Se não pronominais, esses verbos dispensam a preposição.

Esqueci (lembrei) o livro.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 45 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b) Se pronominais, exigem a preposição de.

Esqueci-me (lembrei-me) do livro.

Nota: Também admite a gramática a construção seguinte. Nela, o termo “o livro” exerce a função de
sujeito.

Esqueceu-me o livro.

6. Implicar

a) Acarretar – sem preposição.

Sua irresponsabilidade implicou sua demissão.

b) Envolver-se – nessa acepção o verbo é pronominal e exige a preposição em.

O rapaz sempre se implica em brigas.

7. Proceder

a) Dar andamento – com a preposição a.

Procederemos aos exames.

b) Ter fundamento – sem preposição.

Seu argumento não procede.

8. Verbos BITRANSITIVOS

Há verbos que pedem dois complementos, um com preposição e outro sem. Se não, vejamos.

a) Certificar/Avisar/Prevenir/Informar/Notificar

Tais verbos admitem, indiferentemente, complementos com e sem preposição “coisa” ou “pessoa”.

Avisara o chefe sobre suas dúvidas.


Avisara ao chefe suas dúvidas.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 46 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Informaram-no do lugar.
Informaram-lhe o lugar.
Certifiquei-o da segurança do carro.
Certifiquei-lhe a segurança do carro

b) Pagar / agradecer / perdoar

O raciocínio para tais verbos é este: alguma coisa a alguém.

Agradeci o presente a meu pai.


Paguei-lhe a dívida.

c) Preferir

Tal verbo tem esta regência: alguma coisa a outra.

Prefiro descansar a trabalhar.

9. Verbos que geram dúvida

Há certos verbos que normalmente geram dúvida quanto ao seu correto emprego. Vejam-se alguns.

a) Chegar

Se a indicação é de ida, usa-se a preposição a. Caso a ideia seja de origem ou volta, usa-se de.

Cheguei a casa cedo hoje.


Cheguei do Rio ontem.

Nota: É incorreto, com tal verbo, o uso da preposição em.


Cheguei em casa cedo hoje. (Errado)

b) Ir

Esse verbo admite as preposições a e para, contudo esta última indica ida sem retorno.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 47 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Ele vai frequentemente à fazenda.


Ela foi para Curitiba, deixando-me só.

c) Residir

Tal verbo exige a preposição em, e não a.

Meus pais residem na SQS 112 há muitos anos.

Nota: Seguem a mesma regência outros verbos com sentido semelhante, tais como morar, situar-se,
etc. e os derivados sito, residente, morador, estabelecido, domiciliado, etc.
O apartamento situa-se na SQS 112.
Ele é domiciliado na SQS 112.

d) Namorar

Esse verbo NÃO utiliza a preposição com.

Ele namora com a menina mais bonita da turma. (E)

Ele namora a menina mais bonita da turma. (C)

e) Simpatizar/antipatizar

Esses verbos NÃO utilizam pronome em sua construção.

Ele não se simpatiza com o namorado da filha. (E)


Ele não simpatiza com o namorado da filha. (C)

EXERCÍCIOS

1. Considere as orações abaixo.


I. Esqueci o nome daquela moça.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 48 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

II. Esqueci-me do nome daquela moça.


A regência está correta em
a) somente I
b) somente II
c) I e II
d) nenhuma

2. Considere as orações abaixo.


I. Essa atitude implica sua demissão.
II. O rapaz desobedeceu a sinalização.
A regência está correta em
a) somente I c) I e II
b) somente II d) nenhuma

3. Considere as orações abaixo.


I. O rapaz aspira a um bom cargo na empresa.
II. Não me simpatizo com o namorado dela.
A regência está correta em
a) somente I b) somente II
c) I e II d) nenhuma

4. Considere as orações abaixo.


I. Lembrou-me o seu aniversário.
II. Lembrei-me do seu aniversário.
A construção está correta em
a) somente I b) somente II
c) I e II d) nenhuma

5. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas indicadas abaixo.


Raquel costumava praticar boas ações _____________,

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 49 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

mas naquela manhã não assistiu ___ doentes no hospital.


a) beneficentes - os
b) beneficentes - aos
c) beneficientes - aos
d) beneficientes – os

6. Considere o período e as afirmações abaixo.


As pessoas são como músicas: algumas nós gostamos e
outras nós nos acostumamos.
I. Falta uma preposição para que o período fique correto.
II. Há problemas de regência verbal no período.

Está correto o que se afirma em


a) somente I b) somente II
c) I e II d) nenhuma

7. Considere o período e as afirmações abaixo.


Que assiste ao nascimento de uma outra era, quiçá.
I. Há um problema de regência verbal, mas a construção é aceitável porque se trata de um texto
informal.
II. O advérbio “quiçá” indica uma possibilidade.
Está correto o que se afirma em
a) somente I c) I e II
b) somente II d) nenhuma

8. “A afirmação do autor implica dizer que o processo educacional exige que olhemos para as ações
humanas […].”
A preposição em, por consenso entre os gramáticos e por tradição, deveria acompanhar o verbo
implicar.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 50 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

9. Considere as orações abaixo.


I. Sua reação ciumenta implicou a crise conjugal.
II. É importante obedecer as regras.
III. Não assisti o capítulo final da novela.
A regência está correta somente em:
a) I e III b) II c) III
d) I e II e) I

10. Considere as orações abaixo.


I. Avisei-o de que a prova foi cancelada.
II. Avisei-lhe que a prova foi cancelada.
A regência está correta em:
a) somente I. c) I e II.
b) somente II. d) nenhuma.

11. No trecho, a expressão “todos os aguadeiros” exerce a função de objeto direto de “Acorriam”.
“Acorriam todos os aguadeiros com suas pipas, e também os populares, que faziam longas filas até o
chafariz mais próximo […].”

12. A expressão “o êxito” exerce função sintática de complemento direto da forma verbal
“Dependerá”.
“Dependerá da adesão dos demais ministros o êxito de um apelo feito pelo presidente do Supremo
Tribunal Federal (STF), para que seja extinta a prática de esconder os nomes de investigados em
inquéritos criminais na mais alta corte do país.”

13. No último período do texto, o trecho “que dar (...) desse dinheiro” funciona como objeto que
complementa o sentido de “ponderou”, forma verbal da oração cujo sujeito é Bentham.
“Bentham ponderou que dar dez dólares a um homem pobre contava mais do que dar dez dólares a
um homem rico, já que o pobre tirava mais prazer desse dinheiro.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 51 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

14. A oração “quinhoar desigualmente aos desiguais na medida em que se desigualam” exerce a
função de complemento indireto da forma verbal “consiste”.
“A regra da igualdade não consiste senão em quinhoar desigualmente aos desiguais na medida em
que se desigualam.”

15. “Pesquisa [...] com 372 profissionais revela que 48% deles conduziram ao menos três rodadas de
demissões nos últimos meses ― uma situação inédita em sua carreira. Como resultado, 73%
admitiram mudanças em sua rotina […].”
A oração “que 48% deles conduziram ao menos três rodadas de demissões” apresenta a mesma
função sintática que o termo “mudanças”.

16. “Os pequenos te cercam, perguntam se você será o pai delas, disputam o teu colo ou a garupa
como que implorando pelo toque físico, te convidam para voltar [...].
O pronome “te” pode ser corretamente substituído por lhe.

17. A substituição do elemento grifado pelo pronome correspondente, com os necessários ajustes, foi
realizada de modo INCORRETO em:
(A) manter o regime escravista = mantê-lo
(B) procurava extrapolar o sistema escravista = procurava extrapolá-lo
(C) restringiam o alistamento eleitoral = restringiam-no
(D) atuar na vida política = atuá-la
(E) estender as suas características = estendê-las

18. Assinale a alternativa que indica, respectivamente, os pronomes adequados ao preenchimento das
lacunas.
I. Nunca ____ disse a verdade.
II. Encontrei - ____ na rua ontem.
a) lhe – lhe b) o – lhe
c) o – o d) lhe – o
e) a – a

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 52 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

19. “É possível refletir sobre o tema em assembleias, conselhos de classe e no próprio grêmio
estudantil e, com isso, ajudar os alunos a compreender a natureza dos problemas coletivos e a propor
soluções para enfrentá-los.”
O pronome “los” poderia ser corretamente substituído por lhes, passando a se referir a “natureza”.

20. “A afirmação do autor implica dizer que o processo educacional exige que olhemos para as ações
humanas […].”
A preposição em, por consenso entre os gramáticos e por tradição, deveria acompanhar o verbo
implicar.

21. “Às vezes até esqueço que fui adotada”.


O verbo esquecer está empregado com traços tipicamente coloquiais, pois a forma padrão culta exige
que, na frase, ele seja acompanhado de pronome me e preposição de.

22. “[...] com a meta de que a escola se torne um espaço de participação social, valorizando a
democracia, o respeito, a pluralidade cultural e a formação do cidadão, dando mais vida e significado
aos estudantes.
A expressão “a pluralidade cultural e a formação do cidadão” vincula-se ao verbo “valorizando”.

23. O fragmento ações que não lhes emancipam substitui corretamente o original: “ações que não
emancipam os usuários”.

24. A preposição em “de que” é exigida pelo verbo “conscientizar-nos”, por isso sua retirada do texto
provocaria erro gramatical.
“Por isso, temos de conscientizar-nos de que a superação de conflitos éticos é dinâmica e envolve
uma ampla interação de necessidades, obrigações e interesses dos vários envolvidos [...].”

25. A forma verbal “reside” tem sentido completo.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 53 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“O enigma reside na relutância, quase um mal-estar, que suas ideias causam entre um vasto
contingente de pessoas, algumas delas fervorosamente religiosas, outras nem tanto.”

26. O uso da preposição em “ao caráter” deve-se às exigências sintáticas do verbo reportar, na
acepção usada no texto.
“Tais dinâmicas não se reportam apenas ao caráter negativo do poder, de opressão, punição ou
repressão, mas também ao seu caráter positivo, de disciplinar, controlar, adestrar, aprimorar.”

27. Assinale a opção em que a regência verbal da frase apresentada está em desacordo com os
padrões gramaticais.
A) Assistiu o espetáculo pelo telão, pois estava longe do palco.
B) O fã, extasiado, assistiu ao desfile de carnaval.
C) Rápido, o corpo de bombeiros assistiu o acidentado.
D) Piamente, acreditava.

28. Mantém-se a correção gramatical do texto ao se substituir “convencê-lo de que” por convencer-
lhe que.
“O presidente norte-americano busca o governo soviético na esperança de convencê-lo de que o
evento foi um acidente e, por isso, não deveria haver retaliação.”

29. Acerca da sintaxe do trecho “Os números são semelhantes aos relacionados aos furtos, roubos e
ameaças”, é certo afirmar que vocábulo “são” está empregado como verbo de ligação.

30. No texto, as formas verbais “provocou” e “é” são verbos de ligação.


“A crise, que tem levado muitos negócios à bancarrota, provocou efeito oposto para o McDonald’s, a
maior rede de fast-food do mundo. Números recentes, relativos ao primeiro trimestre deste ano,
mostram que as vendas já aumentaram quase 5% nos Estados Unidos da América (EUA), onde mais
de um terço das 31.000 lojas da rede estão localizadas. Esse ritmo de crescimento é 60% mais veloz
que o registrado no mesmo período de 2008, justamente antes da crise.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 54 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

31. O desenvolvimento da argumentação permite a inserção da preposição a imediatamente antes de


“ganhar”, de “comer” e de “acreditar”, sem se prejudicar a correção gramatical do texto.
“Esse conceito pressupõe que todos sejam forçados a viver em casas idênticas, ganhar os mesmos
salários, comer as mesmas comidas e acreditar nos mesmos valores?”

32. Acrescentando-se “de que” imediatamente após a conjunção “e”, o significado do período
correspondente não seria alterado.
“O presidente norte-americano busca o governo soviético na esperança de convencê-lo de que o
evento foi um acidente e, por isso, não deveria haver retaliação.”

33. Na passagem “lembra Antônio Vieira que o pregar é em tudo comparável ao semear”, o termo
“Antônio Vieira” funciona como complemento (objeto direto) do verbo lembrar.
“No célebre Sermão da Sexagésima, pronunciado em 1655 na capela real, em Lisboa, lembra
Antônio Vieira que o pregar é em tudo comparável ao semear.”

34. Considere as orações abaixo.


I. Esqueci o nome daquela moça.
II. Esqueci-me do nome daquela moça.
A regência está correta em
a) somente I
b) somente II
c) I e II
d) nenhuma

35. Considere as orações abaixo.


I. Essa atitude implica sua demissão.
II. O rapaz desobedeceu a sinalização.
A regência está correta em
a) somente I
b) somente II

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 55 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) I e II
d) nenhuma

36. Considere as orações abaixo.


I. O rapaz aspira a um bom cargo na empresa.
II. Não me simpatizo com o namorado dela.
A regência está correta em
a) somente I
b) somente II
c) I e II
d) nenhuma.”

37. Considere as orações abaixo.


I. Lembrou-me o seu aniversário.
II. Lembrei-me do seu aniversário.
A construção está correta em
a) somente I
b) somente II
c) I e II
d) nenhuma

38. Considere o período e as afirmações abaixo.


As pessoas são como músicas: algumas nós gostamos e outras nós nos acostumamos.

I. Falta uma preposição para que o período fique correto.


II. Há problemas de regência verbal no período.

Está correto o que se afirma em


a) somente I b) somente II
c) I e II d) nenhuma

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 56 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

39. Considere as orações abaixo.


I. Sua reação ciumenta implicou a crise conjugal.
II. É importante obedecer as regras.
III. Não assisti o capítulo final da novela.
A regência está correta somente em:
a) I e III b) II c) III
d) I e II e) I

Regência Verbal – Gabaritos


1.C 2.A 3.A 4.C 5.A 6.B 7.B
8.E 9.E 10.C 11.E 12.E 13.C 14.C
15.C 16.E 17.D 18.D 19.E 20.E 21.E
22.C 23.E 24.E 25.E 26.C 27.B 28.E
29.C 30.E 31.E 32.C 33.E 34.C 35.A
36.A 37.C 38.B 39.E

VOZES VERBAIS

1. VOZ ATIVA

Na voz ativa o sujeito pratica ação expressa pelo verbo.

O governador inagurou a ponte.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 57 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

2. VOZ PASSIVA

Na voz passiva o sujeito é alvo do processo verbal, ou seja, o sujeito recebe, sofre a ação expressa pelo
verbo.

A ponte foi inaugurada pelo governador.

No processo de mudança de voz entre a ativa e a passiva, convém observar certos detalhes essenciais.

1. Somente o verbo SER pode “entrar” ou “sair” nas mudanças de voz. Verbos auxiliares são
repetidos, atentando-se na concordância.

2. O verbo SER sempre deve respeitar o tempo e modo ou forma nominal utilizados na frase.

Em cada caso, verifique a estrutura verbal resultante da mudança da voz ativa para a passiva e vice-
versa.

a) Ele vai comprar os livros amanhã.

________________________________________________

b) Ela deveria estar regando as flores diariamente.

________________________________________________

c) As questões mais complexas, pertinentes à política monetária, tinham, com auxílio de especialista,
de ser analisadas, durante a reunião interministerial, pelo Ministro-Chefe da Casa Civil.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 58 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

________________________________________________

d) O ladrão foi preso pela polícia.

________________________________________________

e) O ladrão foi preso.

________________________________________________

3. Na passagem da passiva analítica (ser+particípio) para a passiva sintética ou pronominal (se =


pronome apassivador) e vice-versa, como o sujeito passivo é sempre o mesmo, a concordância não se
altera.

f) Costumam ser propostas alterações estruturais.

____________________________________________

g) Deve estar sendo realizada a tarefa agora.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 59 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

____________________________________________

h) Podem-se tentar outras possibilidades.

____________________________________________

i) Têm se apresentado opiniões divergentes.

____________________________________________

3. VOZ REFLEXIVA

Na voz reflexiva, o sujeito é agente e alvo do processo verbal, isto é, o sujeito pratica e recebe a ação
ao mesmo tempo. A voz reflexiva necessariamente é pronominal (apresenta sempre um pronome
reflexivo).

Eu me cortei com uma tesoura. (me = a mim mesmo)

A menina penteava-se calmamente. (se = a si mesma)

Os políticos se agrediram durante a sessão plenária.

(se = um ao outro – pronome reflexivo recíproco)

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 60 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

4. Funções do pronome “se”

a) Agente do processo verbal não identificado

a.1. Pronome Apassivador (ou Partícula Apassivadora)

VTD ou VTDI + SE

(O verbo concorda com o sujeito passivo.)

a.2. Índice de Indeterminação do Sujeito

VTI ou VI ou VL + SE

(O verbo fica SEMPRE na 3.ª pessoa do SINGULAR.)

b) Agente do processo verbal identificado

b.1. Pronome reflexivo

SE = a si mesmo(a) / um ao outro

b.2. Parte Integrante do Verbo

O pronome faz parte da estrutura do verbo, determinando-lhe a existência, o sentido ou a predicação.


Normalmente, o verbo expressa fenômeno mental ou psicológico ou ainda mudança de estado.

EXERCÍCIOS

1. A substituição da locução verbal “foi apresentada” por apresentou-se prejudica a correção


gramatical do período.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 61 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Nos quase 500 anos que durou o processo de plena ocupação e integração do espaço nacional, foi
apresentada sempre a construção de uma rede unificada de transportes como a única forma de
assegurar a integridade do território.”

2. A substituição da expressão “é composto” por compõem-se mantém a correção gramatical do


período.

“Atualmente, o PEFC é composto por 30 membros representantes de programas nacionais de


certificação florestal, sendo que 21 deles já foram submetidos a rigoroso processo de avaliação [...].”

3. A substituição de “foi editado” por editou-se mantém a correção gramatical do período.

“Em dezembro de 2004, foi editado o Decreto n.º 5.296, que regulamenta a Lei n.º 10.048/2000 — que
dispõe sobre a prioridade de atendimento às pessoas portadoras de deficiência, idosos, gestantes,
lactantes e pessoas acompanhadas por crianças de colo.”

4. A substituição de “deve se manter” por deve ser mantida preserva a correção gramatical do período.

“E, no ano passado, cresceu a um ritmo mais intenso do que nos anos anteriores, com ganhos salariais
para os trabalhadores. Dados recentes indicam que essa tendência deve se manter.”

5. Preservam-se a coerência e a correção gramatical do texto ao se substituir “encontram-se” por outra


forma de voz passiva gramatical, tal como foi encontrado.

“Na lista datada do meio do século XIX a.C., encontram-se produtos farmacêuticos como mel, resinas
e alguns metais conhecidos como antibióticos para o tratamento de feridas.”

6. No texto, seria incorreto substituir “Foi divulgado” por Divulgaram-se.

“Foi divulgado um novo ranque de países segundo seu desempenho na inovação científica”

7. A transformação de “consagra-se” e “afirma-se” em é consagrada e em é afirmada, respectivamente,


mantém a correção gramatical do período.

“A trajetória entre esse difícil começo e os dias atuais tem um marco importante, que é a Constituição
Federal de 1988. Com ela, consagra-se a democracia no país, e afirma-se de vez a independência da
magistratura.”

8. A expressão, na voz passiva, “são vistas pela sociedade” corresponde à voz ativa a sociedade vê-nas,
que a pode substituir sem prejudicar a correção e a coerência do texto.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 62 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Censurar, proibir e reprimir são atitudes antipáticas, porque geralmente são vistas pela sociedade
como inimigas da liberdade individual, da criatividade e da verdade.”

9. O desenvolvimento da argumentação do texto mostra que a estrutura linguística “tramou-se”


corresponde a foi tramada.

“A sustentabilidade do desenvolvimento é um problema complexo, porque a sua essência está


imbricada em um tecido de problemas inseparáveis, exigindo uma reforma epistemológica da própria
noção de desenvolvimento. A modernidade tramou-se no virtuosismo da civilização europeia.”

10. A última oração do texto está na voz passiva.

“Ainda assim, só um em cada dois norte-americanos acredita que o homem possa ser produto de
milhões de anos de evolução. O outro considera razoável que nós, e todas as coisas que nos cercam,
estejamos aqui por dádiva da criação divina.”

11. O contexto em que aparece o trecho “o federalismo começava a se delinear no país” permite, para a
construção, a seguinte reescritura: o federalismo começava a ser delineado no país.

“Assim, o federalismo começava a se delinear no país, à medida que se descentralizava o poder


estatal.”

12. As duas ocorrências do pronome se, em “desarticula-se” e “torna-se”, marcam a impessoalidade da


linguagem empregada no texto por meio da indeterminação do sujeito.

“A complexidade dos problemas desarticula-se e, precisamente por essa razão, torna-se necessária uma
reordenação intelectual que nos habilite a pensar a complexidade.”

13. O emprego do pronome “se” indica que a oração em que o verbo está inserido tem sujeito
indeterminado.

“A qualidade do ambiente urbano torna-se, cada vez mais, uma destacada fonte de cobrança da
população sobre seus governantes.”

14. Em “se manifestar”, o “se” indica sujeito indeterminado.

“Todavia, foi somente após a Independência que começou a se manifestar explicitamente, no Brasil, a
preocupação com o isolamento das regiões do país como um obstáculo ao desenvolvimento
econômico.”

15. Em “procedeu-se”, o termo “-se” indica voz reflexiva.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 63 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Durante o governo de Fernando Collor de Mello, entre 1990 e 1992, procedeu-se à demolição
instantânea dos conceitos que haviam alimentado durante décadas os impulsos da diplomacia:”

16. Em “se deram”, o termo “se” indica sujeito indeterminado.

“Daí decorreu que as relações de interlocução e consulta entre o setor público e os agentes privados,
nesse caso, exclusivamente as empresas e associações setoriais diretamente interessadas, se deram
quase que exclusivamente ao longo desse eixo de articulação.”

17. Nos trechos “calcula-se que essa proporção subirá para dois terços da população mundial em 2050”
e “a demanda por água se multiplicou por oito”, o pronome “se” expressa a indeterminação do sujeito.

“Se o padrão atual de aumento de consumo for mantido, calcula-se que essa proporção subirá para dois
terços da população mundial em 2050.”

“Nos últimos 100 anos, a população do planeta quadruplicou, enquanto a demanda por água se
multiplicou por oito.”

18. Preservando-se a correção gramatical do texto, bem como sua coerência argumentativa, a forma
verbal “mudam-se” poderia ser empregada também no singular.

“Na economia, por exemplo, mudam-se os valores de uso concreto e qualitativo para os valores de
troca geral e quantitativa.”

19. Preservam-se a correção gramatical e a coerência da argumentação do texto ao se substituir a


expressão “se cumprirem” por forem cumpridas.

“Como nada ainda deu certo no planeta, a internacionalização só será aceitável quando se cumprirem
duas premissas.”

20. Em “fundamentar-se”, o “se” indica indeterminação do sujeito.

“As relações entre os países, para a adoção de mecanismos que permitam a efetiva cooperação
jurídica, devem fundamentar-se na igualdade, e não na desconfiança mútua de violação da
soberania.”

21. Em “comprometeram-se”, o “se” indica indeterminação do sujeito.

“Diversas entidades, entre as quais a Associação dos Juízes Federais (AJUFE), o Conselho Federal da
OAB e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), comprometeram-se a propor medidas
para combate à criminalidade e para melhoria da segurança no país.”
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 64 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

22. A expressão “moedas mexicanas e peruanas” exerce, na oração em que ocorre, a função sintática
de sujeito.

“No extremo norte, por exemplo, continuavam sendo usadas no comércio moedas mexicanas e
peruanas, e no extremo sul, na área onde atualmente se localiza o estado do Rio Grande do Sul,
circulavam indistintamente moedas brasileiras e dos países vizinhos.”

23. O emprego da partícula “se” em “se estabeleceram” indica que o sujeito da oração é
indeterminado.

“No entanto, foi somente no século XVII que os bancos se estabeleceram, com o lançamento do
dinheiro de papel, ou papel-moeda, pelo Banco de Estocolmo.”

24. O trecho “pelo aquecimento global, pelo processo de desertificação e pela destruição dos
mananciais” exerce a função de agente da passiva.

“A situação mundial é agravada pelo aquecimento global, pelo processo de desertificação e pela
destruição dos mananciais.”

25. No trecho “A culpa foi jogada pelos alemães em gregos, portugueses e espanhóis”, a expressão
“pelos alemães” designa o agente da ação expressa pela locução verbal “foi jogada”.

26. No trecho “Será de se estranhar se o populismo xenófobo e as forças centrífugas se tornarem


incontroláveis?”, a partícula “se”, nas três ocorrências, classifica-se como pronome.

27. Preservando-se a coerência e a correção gramatical do texto, seu primeiro período poderia ser
assim reescrito: É raro, na história das ideias, que se encontre proposições de natureza geral que se
mantenham firmes diante de exceções.

“Na história das ideias, são raras as proposições gerais que não se desfazem em exceções.”

28. Julgue a correção do trecho: Nota-se um decréscimo no número de mulheres que se declararam
felizes quando se compara os dados colhidos em 2010 aqueles de 2005.

29. No último período do texto, o trecho “que dar (...) desse dinheiro” funciona como objeto que
complementa o sentido de “ponderou”, forma verbal da oração cujo sujeito é Bentham.

“Bentham ponderou que dar dez dólares a um homem pobre contava mais do que dar dez dólares a um
homem rico, já que o pobre tirava mais prazer desse dinheiro.”

Texto para os itens de 30 a 32.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 65 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Acorriam todos os aguadeiros com suas pipas, e também os populares, que faziam longas filas até o
chafariz mais próximo, transportando de mão em mão os baldes de água, ao mesmo tempo em que se
improvisavam escadas de madeira para efetuar salvamentos, retirando-se os moradores, antes que eles
se atirassem das janelas dos sobrados.”

30. No trecho, a partícula “se” exerce a mesma função sintática em ambas as ocorrências.

31. No trecho, a expressão “todos os aguadeiros” exerce a função de objeto direto de “Acorriam”.

“Acorriam todos os aguadeiros com suas pipas, e também os populares, que faziam longas filas até o
chafariz mais próximo […].”

32. Seria mantida a correção gramatical do período caso se substituísse “se improvisavam” (R.8) por
era improvisada.

33. Em “Sabe-se”, o pronome “se” indica que o sujeito da oração é indeterminado.

“Sabe-se muito pouco a respeito do desenvolvimento das organizações de combate ao fogo na Europa
[…].”

34. A expressão “o êxito” exerce função sintática de complemento direto da forma verbal
“Dependerá”.

“Dependerá da adesão dos demais ministros o êxito de um apelo feito pelo presidente do Supremo
Tribunal Federal (STF), para que seja extinta a prática de esconder os nomes de investigados em
inquéritos criminais na mais alta corte do país.”

35. A oração “quinhoar desigualmente aos desiguais na medida em que se desigualam” exerce a
função de complemento indireto da forma verbal “consiste”.

“A regra da igualdade não consiste senão em quinhoar desigualmente aos desiguais na medida em que
se desigualam.”

36. Que trecho traz a forma verbal na voz ativa?

a) “forem minuciosamente estudadas”

b) “também são moldados” c) “que são trazidas”

d) “pode dispor” e) “a ser feita”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 66 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

37. O verbo em negrito é o verbo principal da expressão na voz passiva em “O documento


foi publicado pela primeira vez em 1817...”.

Integra igualmente uma expressão da voz passiva o item destacado:

a) “Embora narrassem fatos ocorridos havia apenas meio século [...]”

b) “Embora a carta de Caminha não tenha servido de fonte [...]”

c) “[...] por quase três séculos estivera perdida [...]”

d) “[...] não puderam [...] ser definitivamente comprovadas”

e) “Por mais profundas e detalhadas que sejam [...]”

38. A frase “os alunos desfizeram o equívoco antes que ele se criasse” apresenta voz passiva
pronominal no trecho em destaque.

A seguinte frase apresenta idêntico fenômeno:

a) Necessita-se de muito estudo para a realização das provas.

b) É-se bastante exigente com Língua Portuguesa nesta escola.

c) Vive-se sempre em busca de melhores oportunidades.

d) Acredita-se na possibilidade de superação do aluno.

e) Criou-se um método de estudo diferente no curso.

39. O trecho em que se encontra voz passiva pronominal é:

a) “feito hamsters que se alimentam de sua própria agitação.” b) “Recolher-se em casa,”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 67 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) “sinal de que não se arrumou ninguém”

d) “Mas, se a gente aprende a gostar (...)”

e) “nela a gente se refaz (...)”

40. Transpondo-se o trecho "O futuro é construído a cada instante da vida," para a voz passiva sintética,
tem-se a forma verbal

a) constrói-se. b) construiu-se. c) há de ser construído.

d) pode ser construído. e) foi construído.

41. Transpondo-se a oração "no meio de qualquer dificuldade encontra-se a oportunidade." da voz
passiva pronominal para a passiva analítica, a forma verbal equivalente, semântica e gramaticalmente, à
destacada é

a) havia sido encontrada. b) é encontrada.

c) terá encontrado. d) encontra.

e) teria sido encontrada.

42. Segundo os compêndios gramaticais, existem duas possibilidades de escritura da voz passiva no
português. Na frase abaixo, encontra-se uma delas:

“A palavra nunca fora usada até então com viés pejorativo no Brasil.”
A outra possibilidade de escritura, na forma passiva, na qual o sentido NÃO se altera é:

a) A palavra nunca se usou até então com viés pejorativo no Brasil.

b) A palavra nunca se usara até então com viés pejorativo no Brasil

c) A palavra nunca se tem usado até então com viés pejorativo no Brasil.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 68 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

d) A palavra nunca se usava até então com viés pejorativo no Brasil.

e) A palavra nunca se usaria até então com viés pejorativo no Brasil.

43. De acordo com a norma-padrão, há indeterminação do sujeito em:

a) Olharam-se com cumplicidade.

b) Barbearam-se todos antes da festa.

c) Trata-se de resolver questões econômicas.

d) Vendem-se artigos de qualidade naquela loja.

e) Compra-se muita mercadoria em época de festas.

44. O poder econômico expansivo dos meios de comunicação aboliu as manifestações da cultura
popular e as reduziu a folclore para turistas.

Transpondo-se a frase acima para a voz passiva, as formas verbais resultantes serão:

(A) aboliram-se e têm sido reduzidas.

(B) têm sido abolidas e reduziram-se.

(C) vêm abolindo-as e vêm reduzindo-as.

(D) estão abolindo e estão reduzindo.

(E) foram abolidas e foram reduzidas.

45. Há alteração de voz verbal e de sentido na passagem da construção

(A) Sua gestão ficou marcada para Sua gestão restou marcada.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 69 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(B) É uma peça de estilo raro para Trata-se de uma obra de linguagem incomum.

(C) (...) que a tornam indevassável para que a fazem incompreensível.

(D) (...) devem expor à luz (...) a mensagem para precisam revelar (...) o comunicado.

(E) O exemplo de Graciliano diz tudo para tudo é dito como exemplo para Graciliano.

46. Transpondo-se para a voz passiva a construção Mais tarde vim a entender a tradução completa, a
forma verbal resultante será:

(A) veio a ser entendida. (B) teria entendido.

(C) fora entendida. (D) terá sido entendida.

(E) tê-la-ia entendido.

47. A forma verbal da voz passiva correspondente exatamente à construção:

(A) Se examinarmos as fábulas populares é: Se as fábulas populares forem por nós examinadas.

(B) um jovem a conduza é: fosse por um jovem conduzida.

(C) exprimem o desejo popular é: têm expressado o desejo popular.

(D) representam apenas uma ilusão miraculosa é: estão apenas representando uma ilusão
miraculosa.

(E) deve reconquistar seu reino é: terá reconquistado seu reino.

48. Transpondo-se para a voz passiva a frase passaríamos a imaginar coisas, a forma verbal
resultante será

(A) haveremos de passar a imaginar.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 70 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(B) passariam a ser imaginadas.

(C) passariam sendo imaginadas.

(D) teríamos passado a imaginar.

(E) teriam passado a imaginar.

49. ... alguns animais também foram domesticados.

O verbo que admite transposição para a voz passiva, tal como no exemplo grifado acima, está na frase:

(A) Somos a presença mais recente neste planeta.

(B) Bandos de homens e mulheres corriam pelas savanas.

(C) ... os homens queriam cantar também.

(D) Se o vento assobiava ...

(E) Certamente o som das flautas e dos tambores acompanhava os rituais ...

50. NÃO admite transposição para a voz passiva a seguinte construção:

(A) poderia intimidar qualquer biógrafo.

(B) não havia escrito os próprios livros.

(C) ele definiu as experiências.

(D) Quem poderia fazer isso melhor?

(E) é testemunho suficiente dessa deficiência.

51. Esses cuidados costumam ser negligenciados pelas pessoas.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 71 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Transpondo-se a frase acima para a voz ativa, a forma verbal passa a ser

(A) costumam negligenciar.

(B) costuma-se negligenciar.

(C) negligenciam.

(D) tinham negligenciado.

(E) estão sendo negligenciados.

52. O verbo que admite transposição para a voz PASSIVA está em:
(A) ... que restringiam ao máximo o alistamento eleitoral.
(B)...que os projetos de imigração [...] eram manifestações...
(C) ... não só porque ele estava excluído da cidadania ...
(D) Essa visão lúcida e avançada correspondia a uma concepção realista ...
(E) ... mesmo o trabalhador livre ficava excluído do voto.

53. Poderíamos usar nossa liberdade para investir em muitos objetivos que não são parte de nossas
próprias vidas em um sentido restrito.
A frase acima se encontra corretamente reescrita na voz passiva em:
(A) Muitos objetivos que não são parte de nossas pró- prias vidas em um sentido restrito poderiam
ser usa- dos para melhorar nossa liberdade.
(B) Nossa liberdade poderia ser usada para investirmos em muitos objetivos que não são parte de
nossas próprias vidas em um sentido restrito.
(C) Nossa liberdade poderia ser investida para usar em muitos objetivos que não são parte de nossas
próprias vidas em um sentido restrito.
(D) Muitos objetivos poderiam ser usados para investir- mos em nossa liberdade, que não são parte
de nossas próprias vidas em um sentido restrito.
(E) Nossa liberdade seria usada em um sentido restrito para investirmos em muitos objetivos que não
são parte de nossas próprias vidas.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 72 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

54. ... uma cena da vida cotidiana, uma paisagem ou natureza morta poderiam constituir uma grande
pintura tanto quanto uma imagem da história ou do mito.
Transpondo-se a frase acima para a voz passiva, a forma verbal resultante será:
(A) poderiam serem constituídas.
(B) poderia vir a ser constituída.
(C) teria podido constituir.
(D) poderia ser constituída.
(E) poderiam ter sido constituídas.

Vozes verbais – Gabarito

a) Os livros vão ser comprados por ele amanhã.

b) As flores deveriam estar sendo regadas por ela diariamente.

c) O Ministro tinha de analisar as questões.

d) A polícia prendeu o ladrão.

e) Prenderam o ladrão.

f) Costumam(-)se propor alterações estruturais.

g) Deve estar(-)se realizando a tarefa agora.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 73 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

h) Podem ser tentadas outras possibilidades.

i) Têm sido apresentadas opiniões divergentes.

Exercícios

1.E 2.E 3.C 4.C 5.E 6.C 7.C

8.E 9.C 10.E 11.C 12.E 13.E 14.E

15.E 16.E 17.E 18.E 19.C 20.E 21.E

22.C 23.E 24.C 25.C 26.E 27.E 28.E

29.C 30.E 31.E 32.E 33.C 34.E 35.C

36.D 37.D 38.E 39.C 40.A 41.B 42.B

43.C 44.E 45.E 46.A 47.A 48.B 49.E

50.E 51.A 52.A 53.B

54.D a) I c) I e II b) II d) nenhuma

SINTAXE E PONTUAÇÃO

1. PRINCÍPIOS BÁSICOS DE PONTUAÇÃO

a) Não se separam por vírgula (a) sujeito e verbo, (b) verbo de seu complemento e (c) nome de seu
complemento.

b) Uma vírgula separa, duas vírgulas unem.

Julgue o emprego da vírgula nos períodos seguintes:

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 74 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

( ) As pessoas capazes de ajuda mais eficiente e rápida aos componentes da seção, saíram da sala.

( ) Desde cedo aprendi, o valor da vida.

( ) Desde cedo aprendi, que existe um tempo certo para tudo nesta vida.

2. TERMOS ASSOCIADOS A ALGUMA PONTUAÇÃO

a) Adjunto adverbial – trata-se de indicação de circunstância. Se vier ao final da frase ou apresentar


pequena extensão, tem pontuação opcional; se longo e deslocado, será pontuado.

Nada novo ocorreu(,) nesses últimos tempos.

Nesses últimos tempos, nada novo ocorreu.

Ele não conseguia, na presença do futuro sogro, ficar calmo.

Temos de resolver(,) ainda hoje(,) todas as pendências.

b) Predicativos do sujeito “soltos”

O rapaz ficou desesperado e não parava de chorar.

O rapaz, desesperado, não parava de chorar.

c) Aposto – trata-se de esclarecimento “posto” acerca de um antecedente. O aposto tem núcleo


substantivo e equivale ao antecedente.

Ana, a filha mais velha, nunca falara de seus romances.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 75 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

As roupas, os móveis, as joias, tudo foi levado.

Fui à feira e comprei frutas: pera, uva, maçã e banana.

d) Vocativo – trata-se de um chamamento.

Não sei, Maria, se voltarei para Salvador.

e) Elipse verbal – omissão de verbo facilmente subentendido.

Adentrei a casa. A sala, vazia.

Ele colhia frutas; ela, flores.

EXERCÍCIOS

1. O trecho “um gás sem cor nem cheiro que resulta da queima incompleta dos combustíveis” exerce a
função de aposto.

“O poluente associado à maior probabilidade de morte dos fetos é o monóxido de carbono (CO), um
gás sem cor nem cheiro que resulta da queima incompleta dos combustíveis.”

2. A expressão “principal autor do estudo” tem natureza explicativa e faz referência ao termo que a
antecede.

“O pesquisador Lambert Lumey, principal autor do estudo, afirmou que o resultado dessa pesquisa
“é a prova, mais uma vez, de que o ambiente tem um poder muito grande sobre os nossos genes”.

3. O nome “Jean Ziegler” está entre vírgulas por constituir um vocativo.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 76 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Mais preocupante, no entanto, é a situação criada pelo relator da ONU para o direito à alimentação,
Jean Ziegler, que classificou os biocombustíveis como “um crime contra a humanidade”,...”

4. O trecho “herdeiro e defensor das postulações do Iluminismo” exerce, na oração, a função sintática
de vocativo.

“Marx, herdeiro e defensor das postulações do Iluminismo, indagou se as relações de produção e as


forças produtivas do capitalismo permitiriam, de fato, a realização da Liberdade, da Igualdade e da
Fraternidade.”

5. No texto, o aposto “cada vez mais barata e acessível” qualifica apenas “automação”.

“O capital, podendo optar por um investimento de porte em automação, em informática e em


tecnologia de ponta, cada vez mais barata e acessível, não mais teria seu funcionamento embasado
exclusivamente na exploração dos trabalhadores, cada vez mais exigentes quanto ao valor de sua força
de trabalho.”

6. Logo após “pesquisa”, estaria gramaticalmente correto e coerente com o desenvolvimento das ideias
do texto o emprego do travessão simples no lugar da vírgula.

“Não se podendo repetir a relação sujeito-objeto, é forçoso afirmar que seria impossível a reprodução
exata de qualquer situação de pesquisa, o que ressalta a importância da descrição do fenômeno e o
caráter vivo dos postulados teóricos.”

7. As vírgulas após as palavras “que” e “cidade” foram empregadas para se isolar adjunto adverbial de
lugar deslocado.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 77 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“O DNA Paulistano, série de pesquisas realizadas, no ano passado, pelo Datafolha, revelou fatias
surpreendentemente elevadas de pessoas que, nas diversas regiões da cidade, costumam caminhar até
o trabalho”

8. A substituição de travessões por vírgulas, nas linhas 1 e 2, manteria a correção gramatical do


período e suas informações originais.

“Mas basta percorrer essa e outras áreas do centro — onde, compreensivelmente, mais se caminha —
para notar o estado precário das calçadas e as constantes irregularidades.”

9. As vírgulas utilizadas no interior do período que termina na palavra “olhos” têm a função de separar
elementos de mesma função gramatical componentes de uma enumeração.

“As consequências mais imediatas — e moderadas — de encher os pulmões todos os dias com o ar das
metrópoles são logo sentidas: entupimento das vias aéreas, mal-estar, crises de asma, irritação dos
olhos.”

10. O emprego de vírgula após “(PEFC)” justifica-se por isolar expressão apositiva subsequente.

“O Brasil obteve o reconhecimento internacional do Programa Brasileiro de Certificação de Manejo de


Florestas (CERFLOR) durante a 19.ª Reunião Plenária do Program for the Endorsement of Forest
Certification (PEFC), maior fórum de programas nacionais de certificação de manejo florestal.”

11. Após “regionais”, “geográficas” e “econômicas”, as vírgulas empregadas seguem a mesma regra
gramatical.

“Para dar efetividade a essas leis, foi criado um programa para a promoção da acessibilidade dessas
pessoas. Devido à dimensão territorial do Brasil, às suas peculiaridades regionais, geográficas,
econômicas, culturais e infra-estruturais, o programa não leva em conta somente o veículo ou
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 78 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

embarcação a ser utilizado, mas tudo o que compõe o sistema de transporte, seja ele rodoviário
(urbano, municipal ou interestadual), seja aquaviário (mar e interior), desde o embarque até o
desembarque de passageiros, garantindo o direito do cidadão de ir e vir com segurança e autonomia.

12. O emprego das vírgulas no último período sintático do texto mostra que a circunstância expressa
por “com uma grande acumulação de benefícios para pequenos setores sociais” pode ser deslocada
tanto para antes de “essa distribuição” quanto para depois de “população”, sem prejudicar a coerência
entre os argumentos.

“Entretanto, pode-se constatar que, até dentro de uma mesma nação, os benefícios do processo não são
distribuídos de maneira mais ou menos equitativa. Em certos casos, essa distribuição torna-se mesmo
bastante injusta, com uma grande acumulação de benefícios para pequenos setores sociais, em
detrimento da grande maioria da população.”

13. O sentido da assertiva II não se altera se o fragmento “o tempo todo” for colocado no início da
frase, respeitando o emprego da maiúscula inicial e da vírgula que marca o deslocamento.

II As pessoas estão mergulhadas em processos comunicativos o tempo todo.

14. Prejudicaria a correção gramatical do texto o emprego de vírgulas para isolar a expressão “pelo
menos”, dado o caráter restritivo que ela adquire no período.

“O carnaval aqui esteve bem divertido, apesar da frieza paulista. Eu pelo menos me diverti à larga e os
bailes estiveram colossais, todos dizem.”

15. Se o poeta tivesse resolvido colocar uma vírgula logo após “chão”, em “Não colhas no chão o
poema que se perdeu”, o trecho continuaria correto e sem alterações de cunho semântico, porque essa
vírgula seria apenas enfática.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 79 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Não colhas no chão o poema que se perdeu.”

16. O emprego da vírgula logo após “passado” justifica-se por isolar o adjunto adverbial de tempo
anteposto à oração principal.

“No ano passado, a produção industrial cresceu 6%, enquanto o emprego aumentou 2,2% e o total de
horas pagas pela indústria aumentou 1,8%.”

17. O trecho “pequena cidade a 534km da cidade de São Paulo” encontra-se entre vírgulas por exercer
a função de aposto.

“Uma decisão singular de um juiz da Vara de Execuções Criminais de Tupã, pequena cidade a
534km da cidade de São Paulo, impondo critérios bastante rígidos para que os estabelecimentos
penais da região possam receber novos presos, confirma a dramática dimensão da crise do sistema
prisional.”

18. No trecho “de pensar, de xingar meus captores, de ter uma religião (caso quisesse uma), de
escolher minhas convicções políticas”, a vírgula é empregada para separar termos que exercem a
mesma função sintática.

“Eu tinha todas as outras liberdades, preso no porão — de pensar, de xingar meus captores, de ter
uma religião (caso quisesse uma), de escolher minhas convicções políticas. “

19. As duas primeiras vírgulas do último parágrafo isolam o aposto, ou seja, um termo que explica
uma palavra ou expressão já mencionada.

“Um dos grandes problemas no Brasil, além da impunidade e da corrupção endêmicas, é a má


distribuição de renda, situação em que muitos têm pouco e poucos têm muito.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 80 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

20. As duas vírgulas da primeira linha são opcionais; portanto, podem ser retiradas sem incidir em erro
de pontuação.

“No cérebro humano, assim como no de outros animais, existem os chamados neurônios-espelho,
que são ativados quando você vê uma pessoa fazendo alguma coisa.”

21. (Cespe) A expressão “ou seja” apresenta-se isolada por vírgulas por ter sido deslocada de sua
posição original na ordem direta da oração.

“As ciências humanas e sociais contemporâneas exprimem essas necessidades da sociedade capitalista,
ou seja, desse sujeito abstrato, mediante duas visões: a universalidade naturalista, deduzida de
disciplinas como a neurociência ou a genética, e a diversidade do culturalismo empírico.”

22. O desenvolvimento das ideias do texto permite inserir, sem prejudicar sua correção gramatical,
uma vírgula logo após “são” e outra logo após “tudo”, demarcando-se a expressão “acima de tudo”.

“Como se calcula, as dúvidas são acima de tudo sobre se o que presenciamos é realmente novo ou se
é apenas novo o olhar com que o presenciamos.”

23. O isolamento da expressão “de forma mais particular” por meio de vírgulas tornaria o trecho
gramaticalmente incorreto.

“Machado pode ser considerado, no contexto histórico em que surgiu, um espanto e um milagre, mas o
que me encanta de forma mais particular é o fato de que ele estava, o tempo todo, pregando peças
nos leitores e nele mesmo.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 81 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

24. A vírgula antes do termo “o linguístico” tem a função de marcar um verbo subentendido; mesmo
papel que desempenha no seguinte exemplo: A formiga é trabalhadora; a cigarra, cantora.

“Há, no entanto, um preconceito que parece ser mais resistente do que os outros, o linguístico.”

25. O emprego de dois-pontos após “sentidas” é necessário porque o segmento de texto que
imediatamente segue esse sinal de pontuação é uma citação.

“As consequências mais imediatas — e moderadas — de encher os pulmões todos os dias com o ar das
metrópoles são logo sentidas: entupimento das vias aéreas, mal-estar, crises de asma, irritação dos
olhos.”

26. O sinal de dois-pontos justifica-se porque o segmento subsequente é composto por uma
enumeração de itens de função sintática equivalente.

“Em três períodos, ela foi atrelada a diferentes paradigmas de inserção internacional: o conservador do
século XIX, que se estendeu até os anos 30 do século seguinte; o do Estado desenvolvimentista, que
vigorou desde então até 1989; e o novo paradigma de inserção liberal em formação nos anos noventa.”

27. Provoca erro gramatical ou incoerência entre os argumentos do texto a substituição do sinal de
dois-pontos logo após “homens” por travessão simples.

“Se a cidade moderna era a libertação do homem, ela tirava sua singularidade; desiguais em suas
características, viraram miseravelmente iguais no aglomerado urbano, vulneráveis, segregados, enfim,
menos do que homens: macacos.”

28. A função exercida pelo termo “para substituir os dois” permite que as vírgulas que o delimitam
sejam substituídas por duplo travessão ou por sinal de parênteses, sem que isso resulte em prejuízo à
coerência textual ou à correção gramatical.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 82 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Quando alguém percebe que um vocabulário/discurso está interferindo em outro e inventa um novo,
para substituir os dois, está contribuindo para as conquistas revolucionárias em qualquer campo da
produção humana: nas artes, na ciência, no pensamento moral e político.”

29. O travessão empregado no terceiro parágrafo marca o emprego do discurso direto.

“No sentido etimológico da palavra, cidadão deriva da palavra civita, que, em latim, significa cidade, e
que tem seu correlato grego na palavra politikos — aquele que habita na cidade.”

30. No início do texto, a substituição dos parênteses por travessões ou por duas vírgulas preserva a
coerência textual e respeita as regras de pontuação da norma padrão da língua portuguesa; mas, para
evitar duas vírgulas, ao final da inserção, uma solução respaldada na gramática é inserir uma vírgula
no lugar do primeiro sinal de parêntese e um travessão no lugar do segundo.

“O preconceito apresenta-se como construção enviesada do outro (nesse caso, outro ser humano, grupo
ou sociedade), não baseada em princípios reais,...”

31. As regras de pontuação da língua portuguesa são respeitadas tanto substituindo-se os travessões
por parênteses, como substituindo-se o primeiro deles por vírgula e eliminando-se o segundo.

“Eles aprendem pela prática — caçando com caçadores experientes, por exemplo —, pelo tirocínio,
que constitui um tipo de aprendizado; aprendem ouvindo, repetindo o que ouvem, dominando
profundamente provérbios e modos de combiná-los e recombiná-los.”

32. “Assim, a história da criminalidade brasileira, se vista pelo ângulo daqueles que são formalmente
punidos, é uma história de domínio, segregação e exclusão social de um segmento específico da
sociedade.”

As vírgulas, no trecho, podem ser retiradas sem prejuízo gramatical.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 83 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

33. “O pânico e a bravura doida, o extremo pavor e a audácia extrema, confundem-se no mesmo
aspecto.”

É incorreto o uso da vírgula depois de “audácia extrema”, pois esse sintagma é sujeito do verbo
“confundem-se”.

34. “O pânico e a bravura doida, o extremo pavor e a audácia extrema, confundem-se no mesmo
aspecto.”

Na construção, “o extremo pavor e a audácia extrema” é aposto do sintagma “O pânico e a bravura


doida”.

35. “As demissões recordes nas companhias americanas devido à crise fizeram vítimas inusitadas ―
os próprios executivos de recursos humanos.”

A expressão “os próprios executivos de recursos humanos” é aposto de “vítimas inusitadas”.

36. “As demissões recordes nas companhias americanas devido à crise fizeram vítimas inusitadas ―
os próprios executivos de recursos humanos.”

Não haverá incorreção gramatical, caso o travessão seja substituído por vírgula.

37. “O pânico e a bravura doida, o extremo pavor e a audácia extrema, confundem-se no mesmo
aspecto.”

“É que um exército é, antes de tudo, uma multidão, 'acervo de elementos heterogêneos em que basta
irromper uma centelha de paixão para determinar súbita metamorfose, numa espécie de geração

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 84 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

espontânea em virtude da qual milhares de indivíduos diversos se fazem um animal único, fera
anônima e monstruosa caminhando para dado objetivo com finalidade irresistível'.”

Não são de mesma natureza sintática as expressões “o extremo pavor e a audácia extrema” e “‘acervo
de elementos heterogêneos (...) irresistível’”

38. “A natureza é, para o ser humano, o reino de Deus, o âmbito em que encontra à mão tudo aquilo de
que necessita, se convive adequadamente nela.”

O sintagma nominal “o âmbito em que encontra à mão tudo aquilo de que necessita” funciona como
aposto do termo “o reino de Deus”.

39. “A alternativa existente seria o aproveitamento da energia elétrica da Usina Hidroelétrica de


Cachoeira Dourada, das Centrais Elétricas de Goiás S/A-CELG, no Rio Parnaíba, divisa dos estados
de Minas Gerais e Goiás, distante quase 400 km de Brasília.”

A expressão “divisa dos estados de Minas Gerais e Goiás” está entre vírgulas por ser um vocativo.

40. “Faz-se nos Estados Unidos o maior volume de ciência do mundo. O trabalho, nos Estados Unidos,
é — em termos absolutos — incomparavelmente mais marcado pelo conhecimento científico do que
em qualquer outro país do mundo […].”

As vírgulas que isolam “nos Estados Unidos” são provocadas pelo(a)

(A) inserção da expressão de natureza adverbial.

(B) opção estilística do autor.

(C) necessidade de enfatizar o nome do país.

(D) deslocamento do sujeito.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 85 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(E) obrigação de indicar o deslocamento de uma função sintática na ordem direta.

41. Quanto à pontuação e à coesão textual do trecho “O cientista racional, se não for esquizofrênico,
considerará em sua atividade científica alguns valores essenciais que se ligam a sua religião — buscará
ser bom, compassivo, seja o que for.”, assinale a alternativa que apresenta a reescritura correta.

(A) Se não for esquizofrênico, o cientista racional considerará, em sua atividade científica, alguns
valores essenciais que se ligam a sua religião: buscará ser bom, compassivo, seja o que for.

(B) O cientista racional considerará se não for esquizofrênico em sua atividade científica alguns
valores essenciais que se ligam a sua religião: buscará ser bom, compassivo, seja o que for.

(C) Se não for esquizofrênico, o cientista racional, considerará, em sua atividade científica, alguns
valores essenciais que se ligam a sua religião — buscará ser bom, compassivo, seja o que for.

(D) O cientista racional considerará, se não for esquizofrênico em sua atividade científica, alguns
valores essenciais, que se ligam a sua religião, buscará ser bom, compassivo, seja o que for.

(E) Em sua atividade científica, o cientista racional considerará, alguns valores essenciais, se não for
esquizofrênico, que se ligam a sua religião — buscará ser bom, compassivo, seja o que for.

42. Assinale a alternativa em que a pontuação do texto foi utilizada estilisticamente para dar ênfase ao
sentimento de indignação do autor.

(A) “E ainda haverá quem se espante com o lamentável estado em que o ensino (e o país) se
encontra?”

(B) “Porém, em muitas escolas, o conceito de ‘resistência à mudança’ — tão caro às ciências da
educação — confunde-se com preguiça e contribui para legitimar a mediocridade.”

(C) “Em meados do século XX, um ilustre professor denunciava práticas que considerava nocivas.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 86 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(D) “perseguem e caluniam todo e qualquer professor que ouse interpelar o instituído, questionar os
burocratas, ou — pior ainda! — manifestar ideias diferentes”

(E) “que mudavam de ideias e convicções consoante julgassem conveniente, que se opunham ‘à
permanência na sua escola, de elementos de incontroversa competência e dedicação’”

43. “Aí, com sua propaganda, outras pessoas ─ principalmente moças ─ até fizeram fila para receber
uma mensagem do além por meio da tal de dicionariomancia.”

Se os travessões forem substituídos por vírgulas, haverá alteração no sentido do período.

44. “A diferença é que, na hidrelétrica, o que move o gerador é a água; na eólica, o vento; na nuclear, a
radiação...”

A vírgula após “eólica” indica que está implícito o fragmento “o que move o gerador é”.

45. “Muitas vezes, trata-se do único momento em que os alunos podem fazer opções: com quem
conversar, de quem se aproximar, onde e como brincar.”

A ocorrência do sinal de dois-pontos justifica-se por precederem citação.

46. “A crise mundial reabilitou o Estado. Até recentemente, o discurso dominante era: quanto menos
Estado, melhor.”

A oração “quanto menos Estado, melhor” exerce função de aposto da oração “o discurso dominante
era”.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 87 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

47. O trecho “No Brasil, com idas e vindas, vem sendo implementado um processo de fortalecimento
da capacidade institucional do setor público, de aperfeiçoamento do marco regulatório e de cooperação
na esfera federativa.” pode ser reescrito, sem que haja alteração de sentido ou incorreção gramatical,
da seguinte forma:

(A) Com idas e vindas, vem sendo implementado, no Brasil, um processo de fortalecimento da
capacidade institucional do setor público, de aperfeiçoamento do marco regulatório e de cooperação na
esfera federativa.

(B) Com idas e vindas, vem sendo implementado, um processo de fortalecimento, no Brasil, da
capacidade institucional do setor público, de aperfeiçoamento do marco regulatório e de cooperação na
esfera federativa.

(C) Vem sendo implementado no Brasil, um processo de fortalecimento com idas e vindas da
capacidade institucional do setor público, de aperfeiçoamento do marco regulatório e de cooperação na
esfera federativa.

(D) No Brasil, embora com idas e vindas, vem sendo implementado os processos: de fortalecimento da
capacidade institucional do setor público, de aperfeiçoamento do marco regulatório e de cooperação na
esfera federativa.

(E) Um processo de fortalecimento da capacidade institucional do setor público, de aperfeiçoamento


do marco regulatório e de cooperação na esfera federativa, com idas e vindas, vêm sendo no Brasil
implementado.

48. O trecho “O estudo (...) criminosos” poderia, sem prejuízo gramatical ou dos sentidos do texto, ser
reescrito da seguinte forma: Com a prosperidade da economia brasileira e a crescente aquisição de
computadores e celulares, o estudo revela que o Brasil tem se mostrado um importante alvo para os
criminosos.

“O estudo revela que, com a prosperidade da economia brasileira e a crescente aquisição de


computadores e celulares, o Brasil tem-se mostrado um alvo importante para os criminosos”.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 88 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

49. A vírgula logo após o termo “estudo”, cujo emprego é facultativo, tem função apenas facilitadora
da leitura e do entendimento do período.

“No que interessa a este estudo, entre os modelos normativos que reconhecem direitos linguísticos, o
modelo de direitos humanos significa a existência de norma na Declaração Universal dos Direitos
Humanos, de 1948, da Organização das Nações Unidas [...].”

50. A correção gramatical do texto seria prejudicada caso a expressão “daí em diante” fosse isolada
por vírgulas: (...) que, daí em diante, regeria (...).

“[..] um superego mais ou menos forte, que daí em diante regeria e fiscalizaria as relações do novo
homem com os seus semelhantes [...].”

51. Estariam mantidas a correção gramatical e a coerência do texto se, feitos os devidos ajustes de
maiúsculas e minúsculas, o trecho “Inalterado desde a redemocratização” fosse deslocado e inserido,
entre vírgulas, imediatamente após “brasileiro”.

“Inalterado desde a redemocratização, o sistema político brasileiro está finalmente diante de uma
oportunidade concreta de mudanças [...].”

52. Pela organização sintática do segundo período do texto, pode-se interpretar o trecho “uma quimera
não merecedora de nossa constante atenção” como uma ampliação do sentido da expressão “mera
suposição”.

“Em primeiro lugar, a justiça é, ao mesmo tempo, uma ideia e um ideal, pois, se ela jamais se
realizasse, ao contrário de se manifestar concretamente como um dos momentos necessários e mais
altos da vida humana, seria mera suposição, uma quimera não merecedora de nossa constante
atenção.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 89 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

53. Sem prejuízo dos sentidos originais do texto e de sua correção gramatical, o ponto final empregado
logo após a forma verbal “diversificam” poderia ser substituído por sinal de dois-pontos, seguido por
“Os” grafado com inicial minúscula.

“A parte da natureza varia ao infinito. Não há, no universo, duas coisas iguais. Muitas se parecem
umas às outras, mas todas entre si diversificam. Os ramos de uma só árvore, as folhas da mesma
planta, os traços da polpa de um dedo humano, as partículas do mesmo pó, as raias do espectro de um
só raio solar ou estelar.”

54. O texto permaneceria correto e com o mesmo sentido caso fosse empregado o sinal de dois-pontos
no lugar do ponto final, com a devida alteração de maiúscula e minúscula.

“Todavia, diferenciação socioespacial e questão regional não são sinônimas. O que se considera como
a questão regional brasileira não se relaciona a priori com a diferenciação socioespacial interna, mas
sim com a maneira pela qual as relações políticas e econômicas foram adquirindo contorno ao longo
do tempo, dado o próprio ambiente de diversidade.”

55. O jovem aspirava em seus sonhos, uma vida muito confortável.


I. A pontuação está correta.
II. Há um problema de regência verbal.
Está correto o que se afirma em
a) somente I. c) I e II.
b) somente II. d) nenhuma.

56. Assinale a alternativa em que a pontuação está correta.


a) Nós, brasileiros gostamos de futebol.
b) A vida é engraçada meu caro amigo!
c) Nos países desenvolvidos, os impostos são menores.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 90 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

d) O diretor convocou, na tarde de ontem outra reunião.

57. Considere o período e as afirmações abaixo.


É preferível perder do que desistir de lutar contra os obstáculos da vida.
I. A pontuação está incorreta.
II. Há um problema de regência.
Está correto o que se afirma em
a) somente I b) somente II
c) I e II d) nenhuma

58. Considere as orações abaixo e assinale a alternativa correta.


I. Paulo, trouxe o bolo?
II. Paulo trouxe o bolo?
a) A pontuação está correta somente em II.
b) O nome próprio exerce diferentes funções sintáticas em I e II.
c) Em I, “Paulo” exerce a função de sujeito.
d) A pontuação está correta somente em I.

59. Considere o trecho e as afirmações abaixo.


– Nossa, filha...
I. A vírgula não está correta, pois separa o pronome do sujeito.
II. As reticências indicam a interrupção da fala da personagem.
III. Se a vírgula fosse retirada, haveria alteração de sentido.
Está correto o que se afirma somente em
a) I e III b) II e III c) II
d) III e) I e II

60. Considere o período e as afirmações abaixo:

De acordo com a polícia o rapaz que foi preso foi identificado pelas câmeras de segurança do banco.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 91 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

I. Deveria haver uma vírgula depois da palavra “preso”.

II. Deveria haver uma vírgula depois da palavra “polícia”.

III. Deveria haver uma vírgula depois da palavra “identificado”.

Está correto o que se afirma somente em

a) I b) II c) III d) I e II e) Nenhuma.

61. Considere a oração e as afirmações abaixo.

Meu amigo, gostou da surpresa?

I. A pontuação está correta.

II. Se a vírgula fosse retirada, haveria alteração no sujeito da oração.

Está correto o que se afirma em:

a) somente I b) somente II

c) I e II d) nenhuma

62. Considere os períodos abaixo.

I. A pessoa que não é preconceituosa, não discrimina ninguém.

II. É necessário meu amigo, ter consciência deste problema.

III. João, meu colega de classe, está internado.

A pontuação está correta somente em:

a) I b) II c) III

d) I e III e) II e III
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 92 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Sintaxe e pontuação – Gabarito

1.C 2.C 3.E 4.E 5.E 6.C 7.C

8.C 9.C 10.C 11.C 12.C 13.C 14.E

15.E 16.C 17.C 18.C 19.E 20.E 21.E

22.C 23.E 24.E 25.E 26.C 27.E 28.C

29.E 30.E 31.C 32.E 33.E 34.C 35.C

36.C 37.E 38.C 39.E 40.A 41.A 42.D

43.E 44.C 45.E 46.E 47.A 48.E 49.E

50.E 51.C 52.C 53.C 54.C 55.B 56.C

57.B 58.B 59.B 60.B 61.C 62.C

PERÍODO COMPOSTO

CONCEITOS INICIAIS

1. Frase, oração período


a) Frase – enunciado de sentido completo.
Oi. Tudo bem? Bom-dia! (frases nominais)
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 93 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

O julgamento será às 14 horas. (frase verbal)

b) Oração – estrutura centrada em verbo.


“Vim, vi, venci.”
Ela deve estar regando as flores agora.

c) Período – estrutura iniciada por maiúscula e concluída por pontuação final.

Atenção!
Pontuação final >> . / ! / ? / ...

Período simples >> oração absoluta

Período composto >>


> orações coordenadas
> oração principal e oração subordinada

ORAÇÕES COORDENADAS

(= Orações sintaticamente independentes)

1. Adversativas (ideia de oposição, contrariedade, divergência, contraste) – mas, porém, contudo,


entretanto, no entanto, todavia, não obstante.
Corremos muito, mas não chegamos a tempo.
Or. Coord. Assindética // Or. Coord. Sindética Adversativa

2. Conclusivas – logo, portanto, por isso, por conseguinte, assim, então, destarte, pois (após o verbo)...
A pista alagou, portanto não deve haver corrida.
Or. Coord. Assindética // Or. Coord. Sindética Conclusiva

3. Explicativas – porque, pois (antes do verbo), porquanto, que.


Não me desobedeça, porque sou seu pai.
Or. Coord. Assindética // Or. Coord. Sindética Explicativa

4. Alternativas – ou, ou ... ou, ora ... ora, quer ... quer, seja ... seja.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 94 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Você pode ir com ela ou ficar comigo.


Or. Coord. Assindética // Or. Coord. Sindética Alternativa

5. Aditivas – e, nem, não só ... mas também, tanto ... como, tanto ... quanto.

Queremos mudanças e exigimos isso já.

Or. Coord. Assindética // Or. Coord. Sindética Aditiva

Atenção!

O emprego da vírgula é facultativo antes das conjunções OU, E, NEM.

USO DO PONTO-E-VÍRGULA

Embora possa parecer de difícil o emprego do ponto-e-vírgula, trata-se de pontuação de uso restrito
que obedece a dois princípios:

a) Somente é utilizado para separar orações coordenadas ou termos de uma enumeração;

b) Normalmente é provocado por vírgula(s) interna(s).

Veja os exemplos.

Corremos muito, contudo não chegamos a tempo.

Corremos muito; contudo, não chegamos a tempo.

Corremos muito; não chegamos, contudo, a tempo.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 95 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Comprei várias frutas: maçã, banana, uva.

Comprei várias frutas: maçã, fruta conhecida por suas características antissépticas; banana, rica em
potássio; uva, rica em antioxidantes.

EXERCÍCIOS – ORAÇÕES COORDENADAS

1. A vírgula que precede a conjunção “e” indica que esta liga duas orações de sujeitos diferentes; mas
a retirada desse sinal de pontuação preservaria a correção e a coerência textual.

“As estradas da Grã-Bretanha tinham sido construídas pelos romanos, e os sulcos foram escavados por
carruagens romanas.”

2. A vírgula imediatamente antes de “e estudos sobre as áreas de risco” não precisa ser
necessariamente empregada, já que se trata de um processo de coordenação, mas se justifica pelo fato
de criar ênfase sobre o fato de os estudos poderem prever os acontecimentos futuros.

“O dilúvio ninguém previu, mas já chovia no estado quase a primavera toda, e estudos sobre as áreas
de risco de enchentes e deslizamentos apontavam o que podia acontecer se chovesse demais.”

3. O emprego de vírgulas — uma antes de “e” e outra após “segundo” — justifica-se, de acordo com
as normas de pontuação da língua portuguesa, respectivamente, pelo fato de as orações apresentarem o
mesmo sujeito — “Relatório” — e pela ocorrência de uma exemplificação, introduzida por “como”.

“Os dois relatórios específicos de acompanhamentos elaborados pela ANS e submetidos à apreciação
da Comissão foram o 1.º Relatório Semestral do Contrato de Gestão 2006/2007, de julho de 2007, e o
Relatório Final do Contrato de Gestão 2006/2007, de março de 2008. O primeiro atua como marco
inicial do processo de acompanhamento, e o segundo, como o marco final do estágio de
acompanhamento sob responsabilidade da ANS.”

4. A correção gramatical do texto seria mantida se a vírgula empregada antes da conjunção “mas”
fosse omitida.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 96 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Despertava como quem leva um susto, ia lavar o rosto e retomava sua ronda, que me deixava
mareado. Eu esperava o fim da tarde com ansiedade; mal escurecia, entrava no camarote para ler, mas
ficava pensando nos dois: Mundo e seu pai.”

5. O conectivo “Então” estabelece uma relação de tempo entre as ideias expressas em duas orações.

“Na filosofia aparece o sujeito geral, não o indivíduo. Então, a diferença é uma forma de crítica.”

6. Dadas as relações de sentido do texto, os dois últimos períodos do primeiro parágrafo poderiam ser
ligados pelo termo porque. Nesse caso, o ponto final que encerra o primeiro desses períodos deveria
ser retirado e o termo “Ela” deveria ser escrito com letra minúscula.

“Porém nem mesmo a liberdade é tão valorizada quanto se imagina. Ela implica responsabilidades.”

7. A palavra “portanto” estabelece relação de condição entre segmentos do texto.

“Construções e usos de interesse particular desrespeitam sistematicamente os códigos de obra e as leis


de ocupação do solo. Invadem o espaço público, e o resultado é uma cidade de edificação monstruosa
e hostil ao transeunte. É preciso, portanto, que o espírito da blitz na avenida Paulista seja estendido
para toda a cidade.”

8. O termo “Todavia” estabelece uma relação de causa entre as ideias expressas no primeiro e no
segundo períodos do texto.

“Todavia, foi somente após a Independência que começou a se manifestar explicitamente, no Brasil, a
preocupação com o isolamento das regiões do país como um obstáculo ao desenvolvimento
econômico.”

9. Os termos “portanto” e “enquanto”, estabelecem idênticas relações de sentido.

”Preso em diversas ocasiões, só foi definitivamente absolvido em 1.º de março de 1984, quatro anos
depois, portanto, de iniciadas as perseguições. De acordo com a conselheira Sueli Bellato, embora o
relatório não tenha se aprofundado na questão, foi possível constatar que Chico Mendes também foi
torturado enquanto estava sob custódia de policiais federais.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 97 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

10. A conjunção “E”, por ter, no período, valor adversativo, pode ser substituída pela conjunção Mas,
sem prejuízo para as informações do texto.

“O crime, cometido por uma dupla de fazendeiros, foi punido com uma sentença de 19 anos de cadeia
para cada um. Faltava reparar a injustiça cometida pelos militares. E ela veio na quarta-feira, no palco
do Teatro Plácido de Castro, em Rio Branco, na forma de uma portaria assinada pelo ministro da
Justiça, Tarso Genro. Antes, porém, realizou-se uma sessão de julgamento da Comissão de Anistia,
cujo resultado foi o reconhecimento, por unanimidade, da perseguição política sofrida por Chico
Mendes no início dos anos 80 do século passado.”

11. O emprego de “Todavia” antecipa que a informação seguinte tem sentido contrário ao da
anteriormente formulada.

“Atualmente, o correio eletrônico — ou e-mail — é o meio de maior adesão utilizado pelos jovens
estudantes. Todavia, como não é universal, e ainda está inacessível para muitos, esse canal ocasiona a
possível perda do acesso a informações importantes. Também pode gerar um empobrecimento das
relações sociais, além de provocar dúvidas ou divergências devidas a informações conflitantes.”

12. No trecho “Nenhum deles, porém, nasceu abaixo do peso ou com algum problema evidente de
saúde”, a conjunção adversativa pode, sem prejuízo para o sentido original do texto, ser substituída por
contudo, todavia ou no entanto.

“O resultado obtido no estudo, publicado na revista PNAS, mostra que a falta de comida, nos
primeiros meses de gestação, altera o material genético dos filhos. Nenhum deles, porém, nasceu
abaixo do peso ou com algum problema evidente de saúde.”

13. O termo “mas” corresponde a qualquer um dos seguintes: todavia, entretanto, no entanto,
conquanto.

“Por ironia, as notícias mais freqüentes produzidas pelas pesquisas científicas relatam não a descoberta
de novos seres ou fronteiras marinhas, mas a alarmante escalada das agressões impingidas aos oceanos
pela ação humana.”

14. O emprego da conjunção “Contudo” estabelece uma relação de causa e efeito entre as orações.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 98 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Sua sentença foi muito elogiada. Contudo, o governo estadual anunciou que irá recorrer ao Tribunal
de Justiça, sob a alegação de que, se os estabelecimentos penais não puderem receber mais presos, os
juízes das varas de execuções não poderão julgar réus acusados de crimes violentos, como homicídio,
latrocínio, seqüestro ou estupro.”

15. O desenvolvimento das ideias no texto permite a inserção de conectivo de valor explicativo entre
as orações, da seguinte forma: iguais, pois elas possuem.

“As pessoas não nascem iguais. Elas possuem habilidades e talentos próprios. O principal papel de
um governo não é ir contra essa realidade e forçar algo que não existe nem existirá.”

16. Preservam-se a coerência da argumentação bem como a correção gramatical do texto ao se


substituir a vírgula logo depois de “modismos” por ponto-e-vírgula.

“Obcecados por conveniência, velocidade e modismos, somos presas fáceis para marcas que
promovem a obsolescência prematura de seus produtos.”

17. Seria mantida a correção gramatical do trecho “Os mercados não são perfeitos. São, isto, sim,
poderosos”, caso ele fosse assim reescrito: Os mercados não são perfeitos; são, isto sim, poderosos.

“Os mercados não são perfeitos. São, isto, sim, poderosos instrumentos de coordenação econômica em
busca permanente de eficiência.”

18. No período “Daí a necessidade de abordar conteúdos equivalentes, mas com uma linguagem adulta
e que vá ao encontro daquilo que esse público deseja”, a palavra “mas” estabelece uma relação de

(A) concomitância entre as ideias de abordar conteúdos e realizar desejos dos alunos da EJA.

(B) conclusão entre os conteúdos essenciais e a realização do desejo do sujeito que ingressa na EJA.

(C) explicação, pois abordar conteúdos equivalentes explica a satisfação do sujeito que está na EJA.

(D) adversidade, pois a simples abordagem de conteúdos não garante o atendimento às demandas do
público de EJA.

(E) alternância entre a superação de conteúdos e a linguagem adequada aos sujeitos da EJA.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 99 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

19. “[...] o homem nunca é puro sujeito nem mero objeto, quando lida com seu próximo: ele tem, neste
último, alguém que lhe pode retrucar, que pode protestar contra o que ele diz ou faz. No entanto, o
segredo da modernidade consistiu em uma mudança dessa relação.”

A oração iniciada por “No entanto” tem a função textual de introduzir a noção de divergência da ideia
anterior.

20. “Entretanto, paralelamente à adoção de providências para o equacionamento do problema de


suprimento de energia elétrica da nova Capital após sua inauguração, outras medidas tiveram de ser
tomadas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil — NOVACAP — objetivando à
instalação de fontes de energia elétrica necessárias às atividades administrativas desenvolvidas no
gigantesco canteiro de obras. Assim sendo, já nos primeiros dias de 1957, a energia elétrica de origem
hidráulica era gerada, pela primeira vez, no território do futuro Distrito Federal, pela usina pioneira do
Catetinho, de 10 HP, instalada em pequeno afluente do Ribeirão do Gama.

O último período do parágrafo apresenta uma contradição em relação ao parágrafo em que se insere.

21. As seguintes orações “Não ri nem sequer sorri.” e “Não faz uma pirueta.” podem ser reescritas em

um único período, sem alteração de sentido em:

(A) Não ri nem sequer sorri, mas não faz uma pirueta.

(B) Embora não ria nem sequer sorria, não faz uma pirueta.

(C) Não ri nem sequer sorri, e não faz uma pirueta.

(D) Caso não ria nem sequer sorria, não faz uma pirueta.

(E) Não ri nem sequer sorri, porém não faz uma pirueta.

22. Os trechos transcritos abaixo apresentam apenas um sinal de pontuação. Em qual deles, o sinal
pode ser substituído por ponto e vírgula (;), com as adaptações necessárias, se for o caso?

(A) “Há 15 dias, uma educadora no Recife”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 100 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(B) “indagou a um grupo de estudantes quais os meios de comunicação que eles conheciam. Nenhum
citou cartões-postais”

(C) “Para se ter uma ideia de sua importância, basta lembrar um pouco da história”

(D) “tornou-se uma mania que invadiu toda a cidade – lembra o colecionador Liedo Maranhão”

(E) “reduto da cultura popular do Recife, onde eram encontrados em caixas de sapato”

23. A substituição da vírgula por ponto pode ser feita, mantendo dois períodos bem-formados
sintaticamente, em:

(A) Ela nasceu em Salvador, capital do estado da Bahia.

(B) O rapaz andava com passos rápidos, estava com pressa.

(C) Pedi informação a um senhor, que parecia saber o caminho.

(D) Se você não souber o caminho, procure a informação no mapa.

(E) Todas as ruas, avenidas e praças de Copacabana estão sinalizadas.

.................................................................................................

ORAÇÕES SUBORDINADAS

Orações subordinadas são aquelas que exercem, para a oração principal, função sintática.

Precisamos de ajuda.
Precisamos de que alguém nos ajude.
Oração Subordinada Substantiva

O homem trabalhador progride.


O homem que trabalha progride.
Oração Subordinada Adjetiva

Conversaremos depois.
Conversaremos quando houver tempo.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 101 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Oração Subordinada Adverbial

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS

As orações subordinadas substantivas exercem, para a oração principal, função sintática típica de
substantivo: sujeito, objeto, predicativo, complemento nominal ou aposto.

Convém nossa partida.


VI sujeito
Convém que nós partamos.
VI sujeito = Or. Subord. Substantiva Subjetiva

Método prático
Orações substantivas admitem substituição por um pronome (ISSO, por exemplo). Identificada a
função do pronome, será ela a mesma para a oração.

É importante conversarmos mais.


É importante ISSO.
sujeito
É importante conversarmos mais.
Or. Subord. Substantiva Subjetiva

Urge que tomemos alguma providência.


Urge ISSO.
sujeito
Urge que tomemos alguma providência.
Or. Subord. Substantiva Subjetiva
Não sei se ela virá.
Não sei ISSO.
objeto direto
Não sei se ela virá.
Or. Subord. Substantiva Objetiva Direta

Ele precisa de que alguém o ajude.


Ele precisa DISSO.
objeto indireto
Ele precisa de que alguém o ajude.
Or. Subord. Substantiva Objetiva Indireta

A verdade é que tínhamos medo.


A verdade é ISSO (ou ESSA).
predicativo

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 102 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

A verdade é que tínhamos medo.


Or. Subord. Substantiva Predicativa

Estou certo de que teremos sucesso.


Estou certo DISSO.
complemento nominal
Estou certo de que termos sucesso.
Or. Subord. Substantiva Completiva Nominal

Sempre tive um sonho: que vivêssemos em paz.


Sempre tive um sonho: ISSO/ESSE.
aposto
Sempre tive um sonho: que vivêssemos em paz.
Or. Subord. Substantiva Apositiva

Atenção!
a) Orações subordinadas substantivas objetivas indiretas e completivas nominais podem abrir mão da
preposição.
Ele precisa de que alguém o ajude.
Ele precisa que alguém o ajude.
Estou certo de que teremos sucesso.
Estou certo que teremos sucesso.

b) Orações subordinadas apositivas podem ser introduzidas por dois-pontos, travessão ou vírgula.
Sempre tive um sonho: que vivêssemos em paz.
Sempre tive um sonho – que vivêssemos em paz.
Sempre tive um sonho, que vivêssemos em paz.

c) Normalmente orações substantivas são introduzidas pelas conjunções integrantes que e se, mas pode
acontecer de serem introduzidas por pronomes indefinidos, pronomes interrogativos ou advérbios
interrogativos.
Não sei se ela virá.
Não sei como ela virá.
Não sei quando ela virá.
Não sei por que ela virá.
Não sei quem virá com ela.
Não sei onde ela está.
Não sei quanto ela pagou pelo ingresso.
Não sei qual seu interesse.

EXERCÍCIOS – ORAÇÕES SUBSTANTIVAS

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 103 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

1. No último período do texto, o trecho “que dar (...) desse dinheiro” funciona como objeto que
complementa o sentido de “ponderou” forma verbal da oração cujo sujeito é “Bentham”.
Bentham ponderou que dar dez dólares a um homem pobre contava mais do que dar dez dólares a um
homem rico, já que o pobre tirava mais prazer desse dinheiro.

2. “Pesquisa [...] com 372 profissionais revela que 48% deles conduziram ao menos três rodadas de
demissões nos últimos meses ― uma situação inédita em sua carreira. Como resultado, 73% admitiram
mudanças em sua rotina […].”
A oração “que 48% deles conduziram ao menos três rodadas de demissões” apresenta a mesma função
sintática que o termo “mudanças”.

3. A oração “quinhoar desigualmente aos desiguais na medida em que se desigualam” exerce a função
de complemento indireto da forma verbal “consiste”.
A regra da igualdade não consiste senão em quinhoar desigualmente aos desiguais na medida em que
se desigualam.

4. No último período do texto, o trecho “que dar (...) desse dinheiro” funciona como objeto que
complementa o sentido de “ponderou” forma verbal da oração cujo sujeito é “Bentham”.
Bentham ponderou que dar dez dólares a um homem pobre contava mais do que dar dez dólares a um
homem rico, já que o pobre tirava mais prazer desse dinheiro.

5. “Se eu disser que em duas décadas a ciência permitirá ao homem viver mil anos, você acredita?”
Sobre a palavra “que”, analise as afirmações.
I- Morfologicamente, é um pronome.
II- Introduz uma oração substantiva.
III-Sintaticamente, exerce função de complemento verbal indireto.
Está correto o que se afirma em:
a) ( ) I, somente. b) ( ) II, somente.
c) ( ) III, somente. d) ( ) Todas.
e) ( ) Nenhuma.

6. Embora o termo “visa” exija complemento indireto, o termo “reduzir” não foi preposicionado por
ser verbo.
“O projeto diz respeito a obras de saneamento de Belém e visa reduzir o déficit de água e esgoto da
cidade.”

7. A oração “que, em estado puro, nem o aventureiro nem o trabalhador possuem existência real fora
do mundo das ideias” exerce, no período em que ocorre, a função sintática de sujeito.
“Ambos participam, em maior ou menor grau, de múltiplas combinações e é claro que, em estado puro,
nem o aventureiro nem o trabalhador possuem existência real fora do mundo das ideias.”

8. O trecho “que a bactéria em questão – Escherichia coli – somente é transmitida a um cultivo


quando, nele, estão presentes fezes – animais ou humanas” exerce a função de sujeito da locução “É
sabido”.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 104 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“É sabido que a bactéria em questão – Escherichia coli – somente é transmitida a um cultivo quando,
nele, estão presentes fezes – animais ou humanas.”

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

Indicam a circunstância em que ocorre a ação verbal. São introduzidas por conjunções subordinativas
(exceto as integrantes).

a) Final: indica a finalidade para o qual se destina o fato da oração principal.

Estudou muito para que fosse aprovado.

b) Proporcional: indica proporcionalidade, isto é, quando toda alteração em uma corresponde a uma
alteração na outra.

O medo crescia à medida que a chuva se intensificava.

c) Temporal: indica em que tempo ocorreu o fato expresso na oração principal

Quando viu a noiva, o rapaz ficou pálido.

d) Causal: indica a causa do fato expresso pelo verbo da oração principal.

Como não tinha dinheiro, não almoçava.

e) Consecutiva: indica a consequência do fato expresso pelo verbo da oração principal.

O professor falou tanto que ficou rouco.

f) Conformativa: indica relação de adequação ou conformidade com o fato expresso pelo verbo da
oração principal.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 105 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Conforme previu a meteorologia, choveu.

g) Comparativa: indica uma relação de comparação (igualdade, inferioridade ou superioridade) entre


os fatos expressos.

Ele ronca como um porco.

Nota: Como se pode perceber, em orações subordinadas adverbiais comparativas, o verbo


frequentemente fica subentendido.

h) Condicional: indica uma condição sob a qual se realiza o fato expresso pela oração principal.

Você sairá se arrumar o quarto.

i) Concessiva: concede ou admite uma condição contrária ao fato expresso pelo verbo da oração
principal.

Comprei o livro embora estivesse rasgado.


.................................................................................................

Eis a principais conjunções adverbiais e suas classificações.


Finais: para que, a fim de que, de sorte que, de modo que, porque.
Proporcionais: à medida que, à proporção que, quanto mais...mais, ao passo que, enquanto, etc.
Temporais: quando, mal, logo que, assim que, sempre que, depois que.
Causais: porque, visto que, pois que, como, já que.
Consecutivas: tão... que, tal... que, tanto... que, de modo que, de forma que.
Conformativas: conforme, segundo, consoante, como.
Comparativas: como, mais... (do) que, menos … (do) que, assim como, tal qual.
Condicionais: se, caso, desde que, contanto que, salvo se, sem que.
Concessivas:embora, ainda que, mesmo que, posto que, conquanto, apesar de que.

........................................................................................................................

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 106 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS

Orações adjetivas exercem função sintática de adjetivo, visto que qualificam um nome da oração
principal. Costumeiramente são iniciadas por pronomes relativos.

Esta é a garota. A garota mora no Rio.


Esta é a garota que mora no Rio.

O pronome relativo
(a) Conecta duas orações;
(b) Inicia orações adjetivas;
(c) Tem natureza anafórica (retoma um antecedente);
(d) Exerce a função sintática do termo que substituiu.

Eis os principais pronomes relativos.


a) O qual e variações
b) Que = o qual, os quais, a qual, as quais
>> Os relativos que e o qual (e variações) costumam ser permutáveis entre si.
Ainda não chegou o material que encomendei.
Ainda não chegou o material o qual encomendei.

O palestrante que convidei é juiz do trabalho.


O palestrante o qual convidei é juiz do trabalho.

>> Ainda que o pronome relativo não se apresenta expresso na oração, ele pode ser sobentendido. Em
tais situações, o que se tem são orações reduzidas de infinitivo, gerúndio ou particípio.
Vi pessoas pedindo esmolas.
Vi pessoas as quais pediam esmolas.

Eis os processos a ser analisados.


Eis os processos os quais serão analisados.

Os livros distribuídos devem ser devolvidos.


Os livros os quais foram distribuídos devem ser devolvidos.

c) Quem = o qual (para pessoa + preposição)


Esta é a garota quem mora no Rio. (Errado.)

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 107 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Esta é a garota que / a qual mora no Rio. (Certo.)

O cachorro por quem fui mordido morreu. (Errado.)


O cachorro por que / pelo qual fui mordido morreu. (Certo.)

O rapaz a quem me referia é meu primo. (Certo)

d) Onde = no qual (= lugar em que)


A sala onde estudo é bem arejada.
A sala a qual estudo é bem arejada. (Errado.)
A sala na qual estudo é bem arejada. (Certo.)
A sala em que estudo é bem arejada. (Certo.)

ATENÇÃO!!
Pronomes relativos são costumeiramente regidos por verbos ou nomes da oração subordinada adjetiva.
O sabor de que (do qual) a gente gosta.
A marca em que (na qual) o mundo confia.
As pessoas com que (com as quais/com quem) conversei são meus parentes.
A casa em que (na qual/onde) moro é modesta.
Haverá uma reunião onde decidiremos tudo. (E)
Haverá uma reunião em que (na qual) decidiremos tudo. (C)

e) Cujo
> Expressa posse entre dois substantivos
> Equivale a um pronome possessivo (seu, sua...)
> Equivale a “do qual” ou “de que o”
> Não admite simples substituição por tais equivalentes.
> cujo + VERBO > cujo + o, a, os, as

O garoto que o pai é meu vizinho viajou.(Errado.)


O gato é um animal que as patas são macias.(Errado.)
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 108 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

O garoto cujo pai é meu vizinho viajou.(Certo.)


O gato é um animal cujas patas são macias.(Certo.)

O filme que o diretor falávamos está em cartaz.(Errado.)


O filme cujo diretor falávamos está em cartaz. (Errado.)

Apesar de a última frase apresentar pronome relativo correto (cujo), ela ainda apresenta-se errada,
visto que lhe falta a preposição. Vejamos.
O filme de cujo diretor falávamos está em cartaz. (Certo.)

Há ainda a possibilidade de se utilizarem outras preposições.


O filme sobre cujo diretor falávamos está em...
O filme com cujo diretor trabalhamos está em...
O filme para cujo diretor trabalhamos está em...
O filme em cujo diretor confiamos está em cartaz.
O filme a cujo diretor nos referimos está em...

Quanto à classificação, há dois tipos de orações adjetivas:


a) Oração Subordinada Adjetiva Explicativa – apresenta-se sempre separada da oração principal
por alguma pontuação (vírgula, travessão ou parênteses), a qual se apresenta imediatamente antes do
pronome relativo.
b) Oração Subordinada Adjetiva Restritiva – não apresenta pontuação antes do pronome relativo.

O homem, que é mortal, julga-se eterno.


Or. Sub. Adj. Explicativa
Hemengarda, cujo pai era rigoroso, não ia a festas.
Or. Sub. Adj. Explicativa
Naquele tempo, homem que fosse pobre era discriminado.
Or. Sub. Adj. Restritiva
O aluno cujo pai não vier à reunião não receberá boletim.
Or. Sub. Adj. Restritiva

Convém ainda ressaltar que a pontuação das orações adjetivas interfere não só na classificação, mas
também no sentido.
Os alunos, que estudaram, obtiveram sucesso.
(Todos os alunos estudam e todos obtiveram sucesso.)
Os alunos que estudaram obtiveram sucesso.
(Somente os que estudaram obtiveram sucesso.)

O cão, que era feroz, escondeu-se em uma moita.


(Havia um único cão, o qual se escondeu.)
O cão que era feroz escondeu-se em uma moita.
(Havia pelo menos dois cães, e um deles se escondeu.)

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 109 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

EXERCÍCIOS – ORAÇÕES ADVERBIAIS E ADJETIVAS

1. A substituição de “com que” por com a qual prejudica a correção gramatical do período.

“A possibilidade de utilização de um ou de outro combustível, conforme sua necessidade e seu desejo,


dá ao consumidor uma liberdade de escolha com que ele não contava em experiências anteriores de
uso do álcool como combustível automotivo.”

2. A substituição do termo “cujos” por dos quais prejudica a correção gramatical do período.

“Os ganhos de eficiência da indústria brasileira têm uma característica nova: seus benefícios estão
sendo partilhados entre as empresas e os trabalhadores, cujos aumentos salariais, portanto, não
pressionam os preços.”

3. Preservam-se a correção gramatical e a coerência entre as orações do texto ao se substituir “em que”
por onde.

“Breno é o retrato das oportunidades para jovens numa empresa em que mais da metade dos
funcionários têm menos de 35 anos.”

4. Os segmentos “cujo avanço permanente” e “cuja função” equivalem, no texto, respectivamente, a o


avanço permanente da área de tecnologia e a função do farmacoeconomista.

“Muitas dessas ocupações estão ligadas à área de tecnologia, cujo avanço permanente cria novas
demandas por gente mais especializada.”

“... diagnosticando profissionais que faltam às empresas; e o farmacoeconomista, cuja função é


analisar a viabilidade econômica de um remédio, incluindo-se a demanda existente e a relação custo-
benefício.”

5. Preservam-se as relações semânticas e a correção gramatical do texto bem como tornam-se mais
claras as relações entre as palavras “tecnologia” e “espaço”, ao se substituir o pronome “cujo” por de
que o.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 110 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Na esteira da leitura do mundo pela palavra, vemos emergir uma tecnologia de linguagem cujo
espaço de apreensão de sentido não é apenas composto por palavras, mas, junto com elas, encontramos
sons, gráficos e diagramas, todos lançados sobre uma mesma superfície perceptual, amalgamados uns
com os outros, formando um todo significativo e de onde sentidos são complexamente
disponibilizados aos navegantes do oceano digital.”

6. É incorreto substituir “de que” por segundo o qual.

“O diagnóstico de que temos dificuldades para levar a pesquisa acadêmica ao setor industrial não é
novo.

7. Mantém-se a correção gramatical do texto e respeitam-se suas relações argumentativas ao se


substituir “em que” por onde.

“Em um artigo publicado em 2000, e que fez muito sucesso na Internet, Cristovam Buarque desenhava
um idílico mundo futuro, liberto das soberanias nacionais, em que tudo seria de todos.”

8. O emprego de vírgula após “autoridades municipais” justifica-se porque antecede oração


subordinada adjetiva explicativa.

“A qualidade do ambiente urbano torna-se, cada vez mais, uma destacada fonte de cobrança da
população sobre seus governantes. Repleta de problemas nessa área, a cidade de São Paulo
experimenta, nos últimos anos, uma notável mudança de comportamento das autoridades municipais,
que passam a incorporar o tema em suas prioridades de gestão.”

9. O termo “onde” introduz oração adjetiva de sentido explicativo.

“O caso de Chico Mendes foi relatado pela conselheira Sueli Bellato. Emocionada, ela disse ter lido
muito sobre o seringueiro morto para, então, encadear os argumentos que a fizeram acatar o pedido de
reconhecimento e indenização interposto por Izalmar Mendes. Chico Mendes foi vereador em Xapuri,
onde nasceu, e se firmou como crítico de projetos governamentais de graves consequências
ambientais, como a construção de estradas na região amazônica.”

10. O segmento “que dinamizam suas economias” constitui oração subordinada adjetiva restritiva e,
por isso, não vem precedido de vírgula.

“Enquanto outros países em desenvolvimento, como China, Índia e Coréia, investem na formação de
pesquisadores e se transformam em produtores de conhecimentos que dinamizam suas economias, o

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 111 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Brasil não consegue eliminar o fosso que separa as instituições de pesquisa das empresas privadas,
nem aumentar o volume de investimentos em pesquisa e desenvolvimento.”

11. A oração adjetiva “que fossem frequentadas principalmente por mulheres” apresenta valor
explicativo.

“No fim, tinha um pequeno armarinho — sempre tivera lojas que fossem frequentadas principalmente
por mulheres — na rua Senhor dos Passos.”

12. Seriam preservados a coerência textual e o respeito às regras gramaticais ao se escrever a oração
iniciada por “exigindo” como uma oração desenvolvida iniciada por que exigem.

“A sustentabilidade do desenvolvimento é um problema complexo, porque a sua essência está


imbricada em um tecido de problemas inseparáveis, exigindo uma reforma epistemológica da própria
noção de desenvolvimento.”

13. O valor de adjetivo do gerúndio em “podendo optar” fica preservado se essa oração reduzida for
substituída pela subordinada adjetiva correspondente: que pode optar. Essa substituição manteria a
coerência e a correção gramatical do texto.

“O capital, podendo optar por um investimento de porte em automação, em informática e em


tecnologia de ponta, cada vez mais barata e acessível, não mais teria seu funcionamento embasado
exclusivamente na exploração dos trabalhadores, cada vez mais exigentes quanto ao valor de sua força
de trabalho.”

14. A locução “já que” estabelece uma relação de comparação no período.

“Há, porém, outras mais graves, que se instalam lentamente no organismo, como o aumento da pressão
arterial e a ocorrência de paradas cardíacas. Estas podem passar despercebidas, já que nem sempre
apresentam uma relação tão clara e direta com o fator ambiental. De imediato, existe o alerta: onde
morar em metrópoles?”

15. A substituição de “Apesar de” por Embora prejudica a correção gramatical do período.

“Apesar de pequena, a função do INMETRO é fundamental, já que a instituição está contribuindo para
a promoção da igualdade social.”

16. Estariam preservadas a correção gramatical e o sentido original do texto se o termo “Enquanto”
fosse substituído por qualquer uma das seguintes expressões: Ao passo que, Porquanto, Dado que.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 112 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Enquanto outros países em desenvolvimento, como China, Índia e Coréia, investem na formação de
pesquisadores e se transformam em produtores de conhecimentos que dinamizam suas economias, o
Brasil não consegue eliminar o fosso que separa as instituições de pesquisa das empresas privadas,
nem aumentar o volume de investimentos em pesquisa e desenvolvimento. “

17. No trecho “Tão nobre resposta encheu de admiração tanto aos sábios como aos principais e à
mesma plebe”, a substituição de “como” por quanto mantém a correção gramatical do texto.

“Eles, porém, recusaram tudo, com simplicidade, dizendo que a filosofia bastava ao filósofo, e que o
supérfluo era um dissolvente. Tão nobre resposta encheu de admiração tanto aos sábios como aos
principais e à mesma plebe.”

18. No trecho “enquanto parte avaliada”, o emprego de “enquanto” contraria recomendações de alguns
gramáticos relativas ao uso da norma padrão da língua portuguesa em contextos escritos formais.

“O processo de acompanhamento foi estruturado em dois estágios interdependentes entre si: as ações
desenvolvidas pela Agência, enquanto parte avaliada, e as ações sob responsabilidade do avaliador do
processo a Comissão de Acompanhamento e Avaliação.”

19. O termo “enquanto” pode, sem prejuízo para a correção gramatical e para as informações originais
do período, ser substituído por qualquer um dos seguintes: ao passo que, na medida que, conquanto.

“No ano passado, a produção industrial cresceu 6%, enquanto o emprego aumentou 2,2% e o total de
horas pagas pela indústria aumentou 1,8%.”

20. A expressão “A despeito da” pode, sem prejuízo para a correção gramatical e as informações
originais do período, ser substituída por qualquer uma das seguintes: Apesar da, Embora haja, Não
obstante a.

“A despeito da desaceleração econômica nas nações ricas, as cotações das commodities agrícolas,
minerais e energéticas persistem em ascensão. Segundo o FMI, os preços dos alimentos subiram 48%
do final de 2006 ao início de 2008.”

21. Em “como nos últimos anos”, a palavra “como” tem valor conformativo.

“Nunca se falou tanto sobre cidadania, em nossa sociedade, como nos últimos anos. Mas, afinal, o que
é cidadania?”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 113 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

22. (Cespe).No texto, o conector “conquanto” estabelece entre as orações que liga uma relação lógica
de

“A vida é cheia de tais convivas, e eu sou acaso um deles, conquanto a prova de ter a memória fraca
seja exatamente não me acudir agora o nome de tal antigo; mas era um antigo, e basta.”

A oposição. B explicação. C causa/consequência.

D condição. E finalidade

23. As conjunções destacadas nos trechos a seguir estão associadas a uma determinada interpretação.
Assinale a opção que apresenta trecho do texto seguido de interpretação correta da conjunção
destacada.

A “quando foram criadas 399 mil vagas” – proporcionalidade

“Contra os três primeiros meses de 2007, quando foram criadas 399 mil vagas (recorde anterior),
segundo informações do MTE, o crescimento no número de empregos formais criados foi de 38,7%.”

B “como dizem meus filhos” – comparação

“Esse primeiro trimestre, como dizem meus filhos, bombou”, afirmou o ministro do Trabalho a
jornalistas.

C “É um erro imaginar que há inflação no Brasil” – consequência

“O ministro do Trabalho classificou a decisão do COPOM de subir os juros de “precipitada”. “É um


erro imaginar que há inflação no Brasil.”

D “O ministro avaliou, entretanto, que o impacto maior” – oposição

“O ministro avaliou, entretanto, que o impacto maior se dará nas operações de comércio exterior.”

E “Isso porque a decisão sobre juros tende a trazer mais recursos para o Brasil” – conclusão

”Isso porque a decisão sobre juros tende a trazer mais recursos para o Brasil e, com isso, pressionar
para baixo o dólar.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 114 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

24. Preservam-se a correção gramatical do texto e a coerência entre os argumentos ao se ligar o


segundo período sintático do texto ao primeiro por uma conjunção, da seguinte forma: (...) do
fantasioso, posto que é o momento (...).

“A lenda urbana surge com a oportunidade do inusitado, do espetacular, do fantasioso. É o momento


em que se pode romper com a realidade e crer que existe algo além do que se conhece.”

25. “A energia sai da usina direto para uma subestação de transmissão, onde ela passa por um
transformador.“

O termo “onde” está se referindo a “transmissão”.

26. Assinale a alternativa incorreta.

(A) “A contadora […] não mora mais no Parque Estrela Dalva 7, de onde o filho [...] desapareceu
[...].” A expressão “de onde” refere-se a “Parque Estrela Dalva 7”.

(B) “Valdirene alugou a casa dela e, com o dinheiro, ajuda a pagar o aluguel da residência, que é R$
100 mais caro.”

A palavra “que” refere-se a “aluguel da residência”.

(C) “A igreja que frequenta paga o resto.” A palavra “que” refere-se a “igreja”.

(D) “Ela não esconde a preocupação […] em relação à filha, dois anos mais velha que Flávio. A
palavra “que” refere-se a “velha”.

(E) “O Parque Estrela Dalva 7, onde morávamos, era escuro e perigoso.” A palavra “onde” refere-se a
“Parque Estrela Dalva 7”.

27. Julgue se a reescritura do texto mantém a correção gramatical, levando em conta as alterações
gráficas necessárias para adaptá-la.

“O país mais desenvolvido do mundo [Estados Unidos], aquele em que a ciência e a tecnologia mais
contribuem para gerar riqueza.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 115 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Os Estados Unidos são o país mais desenvolvido do mundo, aquele onde a ciência e a tecnologia mais
contribuem para gerar riqueza.

28. “Basta ver em um dicionário as palavras com o sufixo 'mancia', que significa adivinhação por meio
de qualquer coisa.”

O termo “que” refere-se a “palavras”.

29. “Assim, a relação professor-aluno se torna tema fundamental de discussão nas reuniões de
planejamento, nas escolas, nas universidades e em todos os lugares onde se debata melhoria da
educação.”

O vocábulo “onde” poderia ser substituído por aonde sem introdução de erro gramatical.

30. “Quando isso for colocado em prática, a avaliação será vista como função diagnóstica”

Com relação ao texto, as ideias e a correção gramatical estarão preservadas, caso se substitua
“colocado em prática, a avaliação” por colocado em prática a avaliação.

31. “[...] pensar por meio de histórias é uma possibilidade para a qual nosso cérebro está apto há
milênios.”

O uso da preposição “para” é obrigatório para marcar a relação estabelecida com o adjetivo “apto”; por
isso, a omissão dessa preposição provocaria erro gramatical.
32. “Mas pode ser mais do que isso: a massiva presença da cultura infantil para uso também dos
adultos, que surgiu de forma mais intensa no fim do século 20, foi associada, algumas vezes, a signos
da imaturidade, hedonismo e incapacidade de assumir responsabilidades.”
A correção gramatical e a coerência do texto não seriam preservadas se, na oração “que surgiu de
forma mais intensa no fim do século 20” fossem retiradas as vírgulas.
33. No trecho “Nessa variabilidade e nesse dinamismo naturalmente se formam ‘padrões’ de uso, que,
por sua vez, identificam grupos, e, numa apuração mais fina, identificam os próprios indivíduos.”,
assinale a alternativa correta em relação aos aspectos gramaticais.
(A) A inserção da vírgula após o termo “dinamismo” alteraria, sintática e semanticamente, a estrutura
do período.

(B) Haveria erro de colocação pronominal caso se transpusesse a partícula “se” para depois do verbo
“formam”.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 116 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(C) O uso da forma verbal “se formam” no plural, atende às exigências de concordância com o termo
“padrões” e seriam mantidas a coerência entre os argumentos e a correção gramatical do texto se fosse
usado o termo no singular.

(D) As formas verbais presentes no trecho acima apresentam dois referentes: “padrões de uso” e
“grupos”.

(E) Ao se retirar a vírgula após o substantivo “uso”, não haverá alteração semântica na frase.

34. Cada período abaixo é composto pela união de duas orações. Em qual deles essa união está de
acordo com a norma- -padrão?

(A) A exposição que o pesquisador se referiu foi prorrogada por mais um mês.

(B) Mora em Recife o pesquisador que os postais estão sendo expostos.

(C) Os estúdios em que eram elaborados os postais ficavam na Europa.

(D) Foi impressionante o sucesso cuja exposição de cartões-postais alcançou.

(E) O assunto que o pesquisador se interessou traz uma marca de romantismo.

35. “Vemos incontáveis estrelas, emitindo sua radiação eletromagnética, perfeitamente indiferentes às
atribulações humanas.”

No período acima, encontram-se uma oração

(A) principal e outra subordinada reduzida de infinitivo.

(B) principal e outra subordinada adjetiva reduzida de gerúndio.

(C) principal e outra subordinada adjetiva reduzida de particípio.

(D) coordenada e outra subordinada adjetiva restritiva.

(E) coordenada e outra subordinada reduzida de gerúndio.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 117 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

36. Considere o período e as afirmações abaixo.

Depois tirou a forca do pescoço, desceu da cadeira, voltou ao computador e apagou o segundo “no
fundo”.

I. Trata-se de um período composto por coordenação.

II. A conjunção “e” estabelece relação de adversidade no período.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

37. Considere o período e as afirmações abaixo.

Afirmou-se em Genebra que, tão logo ocorra o desarmamento nuclear, estará assegurada a paz.

I. O período é composto por coordenação.

II. A vírgula antes do verbo “estará” foi empregada incorretamente.

Está correto o que se afirma em

a) somente I b) somente II

c) I e II d) nenhuma

38. Considere o trecho abaixo.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 118 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Universidades brasileiras têm também investido neste tipo de manifestação humana, buscando não só o
sentido de melhor compreender seus significados, mas também, a partir da elaboração de pesquisas,
presentear a comunidade com novas significações a respeito do tema.

O termo destacado estabelece, no período, uma relação de

a) adversidade b) conclusão

c) adição d) explicação

39. Considere o trecho e as afirmações abaixo.

A maioria deles nem imaginava que aquela arte poderia tornar-se uma profissão – até porque vivem
perseguidos pela polícia e são encarados como marginais, obrigados, muitas vezes, a fazer suas
intervenções de madrugada.

I. A pontuação está incorreta.

II. A palavra “até” reforça a relação causal entre as orações.

Está correto o que se afirma em

a) somente I b) somente II

c) I e II d) nenhuma

40. A oração “Mesmo não sendo a rampa”, presente no quinto parágrafo, introduz o seguinte
valor semântico no período em que está inserida:

a) Adversidade. b) Conclusão.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 119 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Concessão. d) Proporcionalidade.

41. Considere o período e as afirmações abaixo.

O enfermeiro recomendou que se a dor permanecer, eu procure um ortopedista.

I. A pontuação está correta.

II. A conjunção “se” estabelece relação de condição.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

42. Assinale a alternativa que completa a lacuna abaixo.

Não li o texto _____ a professora fez alusão.

a) que b) o qual

c) de que d) a que

e) em que

43. Assinale a alternativa que completa corretamente lacuna.

Conheci a cidade _______ ele foi em julho.

a) que. b) a qual.

c) a que. d) onde.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 120 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

44. Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna.

O rapaz contou uma história ________ não acreditei.

a) que c) em que

b) a qual d) onde

45. Considere o período e as afirmações abaixo.

Esses são filmes que as pessoas gostam e se identificam.

I. A construção não é adequada, pois não foram respeitadas as regências dos verbos.

II. Uma das correções necessárias é acrescentar a preposição “de” antes do pronome relativo.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

46. Assinale a alternativa que completa a lacuna.

A violência é um problema __________ ainda não se encontrou solução.

a) onde c) para o qual

b) no qual d) cujo

47. Assinale a alternativa em que as duas orações estão articuladas corretamente em um único
período.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 121 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Não houve bom planejamento. Os resultados positivos dependem do bom planejamento.

a) Não houve bom planejamento, do qual os resultados positivos dependem.

b) Não houve bom planejamento cujos resultados positivos dependem.

c) Não houve bom planejamento que os resultados positivos dependem.

d) Não houve bom planejamento onde os resultados positivos dependem.

48. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente as lacunas.

I. As cenas ________me lembro são boas.

II. Não vi o texto _________ o professor fez referência.

a) que – que b) que – a que

c) de que – a que d) de que – que

49. Considere o período e as afirmações abaixo.

As crianças que são inquietas descobrem muitas coisas.

I. A pontuação está incorreta.

II. A palavra “inquieta” é formada por derivação prefixal.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

50. Considere o período e as afirmações abaixo.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 122 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

As crianças, que são felizes, adoram brincadeiras.

I. Entende-se que apenas algumas crianças são felizes.

II. Se as vírgulas fossem retiradas, não haveria alteração

de sentido.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

51. Considere o período e as afirmações abaixo.

Para arrematar nossa conversa, disse-lhe.

I. O período é composto por coordenação.

II. Há duas orações no período.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

52. Assinale abaixo a alternativa que não apresenta correta colocação dos pronomes oblíquos
átonos, de acordo com a norma culta da língua portuguesa:

a) Não te afastes de mim.

b) Agora se negam a falar.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 123 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Eu vi a menina que apaixonou-se por mim na juventude.

d) Muitos se recusaram a trabalhar.

53. Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna:

Li a reportagem ___________ você se referiu.

a) que c) na qual

b) a que d) a qual

54. “Mesmo que a mudez seja uma ação estratégica, não adianta.”

O conectivo que introduz o período apresenta valor semântico de:

a) finalidade b) concessão c) modo

d) adição e) explicação

55. “Para Ver as Meninas” - O título apresenta valor semântico de:

a) causa b) consequência c) finalidade

d) proporção e) modo

56. Considere os períodos e assinale a alternativa correta.

I. Os alunos que reclamaram da prova foram convocados pela diretoria.

II. Os alunos, que reclamaram da prova, foram convocados pela diretoria.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 124 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

a) A pontuação está correta apenas em I.

b) A pontuação está correta apenas em II.

c) Em I, entende-se que alguns alunos reclamaram da prova.

d) Em II, a oração entre vírgulas tem sentido restritivo.

57. Considere o período e as afirmações a seguir.

Embora estivesse tarde, queríamos falar com ele.

I. A conjunção “embora” estabelece relação de condição.

II. O período é composto por coordenação.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

58. Considere o período e as afirmações abaixo.

Sentei-me naquela espécie de cadeira canônica, de coro de abadia pobre, que também pode parecer o
trono de um rei desolado de um reino desolante.

I. Trata-se de um período composto por duas orações coordenadas.

II. “Desolado” e “desolante” são adjetivos que apresentam o mesmo significado.

Está correto o que se afirma em

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 125 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

59. No trecho a seguir, “para que” introduz uma oração que indica a consequência do que foi exposto
pela oração anterior.

“O procurador-geral de Justiça, Lauro Machado Nogueira, determinou que seja enviada ao presidente
do conselho gestor do Programa Estadual de Incentivo ao Esporte (Proesporte), Hamilton Jaime da
Silva, recomendação, sob pena de responsabilidade, para que seja negada a aprovação aos projetos
esportivos apresentados pelo Goiás Esporte Clube na busca de R$ 2.508.350,00 [...].”

60. A oração “sendo impossível declinar a quantidade de material a ser utilizada, a mão de obra
necessária e os valores para custeio desses gastos” indica a causa do problema apresentado na oração
anterior.

“Nem poderia ser diferente, pois não apresentou o Goiás Esporte Clube projeto arquitetônico, de
fundação, hidráulico ou elétrico de tais melhorias, sendo impossível declinar a quantidade de material
a ser utilizada, a mão de obra necessária e os valores para custeio desses gasto […].”

61. “O Ministério da Saúde realiza evento para apresentar a Campanha Nacional de Doação de Órgãos
e o balanço de transplante do primeiro semestre deste ano.”

A conjunção “para” introduz uma ideia de finalidade e poderia ser substituída por afim de.

62. “O Ministério da Saúde realiza evento para apresentar a Campanha Nacional de Doação de Órgãos
e o balanço de transplante do primeiro semestre deste ano. […] Após a solenidade, o ministro da
Saúde, Alexandre Padilha, atenderá a imprensa.”

A conjunção “Após” foi empregada para expressar uma ideia de consequência.

63. “Quando” introduz ideia de tempo em relação ao que é declarado na oração seguinte, portanto
poderia ser substituído por No momento em que.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 126 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Quando o Estado falha ou se omite no dever de dar acesso à saúde, o cidadão pode exigir que seu
direito seja cumprido.

64. A palavra “para” dá início a uma oração que apresenta a causa para o fato exposto na oração
anterior.

“Quando o Estado falha ou se omite no dever de dar acesso à saúde, o cidadão pode exigir que seu
direito seja cumprido. Pessoas de baixa renda podem recorre à Defensoria Pública da União (DPU)
para tentar obter medicamentos negados pelo Estado […].

65. A conjunção destacada em “como conta a família, por 28 anos.” poderia ser substituída por
segundo.

“Já casado com a piauiense Maria Sena, que conhecera no Rio, conseguiu um emprego de contínuo da
UnB. Ficaria de contínuo na universidade, como conta a família, por 28 anos.”

66. “Fico até com vergonha quando vejo essas coisas...”

A oração em destaque classifica-se como:


a) coordenada assindética.
b) coordenada sindética.
c) subordinada substantiva.
d) subordinada adjetiva.
e) subordinada adverbial.

67. ... que faz com que em certas ocasiões ...


A lacuna que deverá ser corretamente preenchida pela expressão grifada acima está em:
(A) O mercado editorial de autoajuda, ...... abrange várias categorias, cresce a olhos vistos em todo o
mundo.
(B) O conteúdo dos livros de autoajuda, ...... os leitores acreditam, serve de inspiração para o sucesso
na vida e na carreira profissional.
(C) Os leitores estão convictos ...... essas publicações serão a inspiração para uma vida mais harmônica
e feliz.
(D) Os livros de autoajuda procuram conduzir as pessoas a obterem com tenacidade tudo aquilo ......
sonham.
(E) A literatura de autoajuda constitui, no momento, os meios ...... as pessoas recorrem para viver
melhor.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 127 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

68. A diferença é que eles viviam em comunhão com o mundo ...


(A) As hipóteses ...... que a humanidade teve sua origem na África já foram comprovadas por
cientistas.
(B) As armas ...... que os homens primitivos se defendiam dos perigos eram feitas de materiais
encontrados na natureza.
(C) Ossos de animais serviam ...... que os nossos ancestrais reproduzissem as melodias percebidas nos
sons da natureza.
(D) São inúmeras as cavernas ...... que se encontraram desenhos primitivos, as chamadas pinturas
rupestres.
(E) Instrumentos foram criados pelo homem de modo ...... que ele conseguisse reproduzir os sons
ouvidos no mundo exterior.

69. Está correto o emprego do elemento sublinhado na frase:


(A) Quem não se irrita por ser o destinatário de mensagens por cujo assunto não tem o menor
interesse?
(B) Como reagir à recepção de textos aos quais jamais houve solicitação nossa?
(C) A autora refere-se ao deus Janus Bifronte, às duas faces suas em cujas representavam-se o
passado e o futuro.
(D) Quem matou o hábito das cartas foi o telefone, em que o reinado começou junto com o século
XX.
(E) Os e-mails acabam chegando a destinatários de cuja privacidade não costumam respeitar.

70. Está adequado o emprego do elemento sublinhado na frase:


(A) O BNDES tem um programa de apoio a projetos de transporte com cujo podem contar os
municípios de baixa renda.
(B) A acessibilidade universal constitui um dos requisitos nos quais os projetos deve contemplar
como incontornável.
(C) À relação dos objetivos não poderia faltar a questão ambiental, para a qual cada vez mais se
voltam os olhos dos cidadãos.
(D) Entre o projeto de transporte e o entorno do empreendimento deve haver uma articulação de cuja o
empreendedor não descuidará.
(E) Os objetivos enumerados formam um conjunto com o qual os interessados em financiamento
devem estar plenamente atentos.

GABARITOS

Orações Coordenadas
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 128 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

1.C 2.C 3.E 4.E 5.E 6.C 7.E

8.E 9.E 10.E 11.C 12.C 13.E 14.E

15.C 16.E 17.C 18.D 19.E 20.E 21.C

22.B 23.B

Orações Substantivas

1.C 2.C 3.C 4.C 5.B 6.C 7.C


8.C

Orações Adverbiais e Adjetivas

1.E 2.C 3.C 4.C 5.E 6.E 7.C

8.C 9.C 10.C 11.E 12.C 13.C 14.E

15.E 16.E 17.C 18.C 19.E 20.C 21.E

22.A 23.D 24.E 25.E 26.D 27.C 28.E

29.E 30.E 31.C 32.E 33.B 34.C 35.B

36.A 37.D 38.C 39.B 40.C 41.B 42.D

43.C 44.C 45.C 46.C 47.A 48.C 49.B

50.D 51.B 52.C 53.B 54.B 55.A 56.C

57.D 58.D 59.E 60.E 61.E 62.E 63.C

64.E 65.C 66. E 67.D 68.B 69.A 70.C

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 129 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

COLOCAÇÃO PRONOMINAL

A colocação pronominal diz respeito à posição dos pronomes oblíquos átonos - o(s), a(s), lhe(s), vos,
se, nos, te, me - relativamente ao verbo a que se associa.
Há três possibilidades de colocação para o pronome.
a) Próclise – pronome antes do verbo
Ele me disse que logo chegaria.
b) Ênclise – pronome depois do verbo
Garantiram-me que tudo daria certo.
c) Mesóclise – pronome dentro do verbo
Entregar-lhe-ei o livro amanhã.

1. ÊNCLISE
A ênclise, colocação do pronome oblíquo depois do verbo, é considerada a posição “natural”, embora
tal naturalidade seja típica da pronúncia portuguesa, não da brasileira.
O pronome oblíquo em ênclise ocorre nas seguintes situações:
>>> Início de frase
Garantiram-me que tudo daria certo.
>>> Imperativos
Cale-se!
2. PRÓCLISE
A próclise, colocação do pronome oblíquo antes do verbo, ocorre nas seguintes situações:
>>> Com palavras atrativas:

a) Pronomes indefinidos: alguém, algum, ninguém, algo, nenhum, diversos, cada qual, quem quer que, etc.
Pouco se sabe; nada se diz.
Cada qual se ajeita como pode.

b) Negações
Não me disseram nada.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 130 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Conjunções subordinativas3
Irei, se me aprouver.
Não iria, ainda que me convidassem.
(1Conjunções coordenativas tornam a próclise facultativa.)

d) Pronomes relativos: que, qual, quem, cujo, onde, quanto.

Há pessoas que nos querem.


O local onde se achavam era ermo.

e) Advérbios4
Aqui se trabalha.

²Com advérbios e pronomes indefinidos, havendo pausa, usa-se a ênclise: Aqui não há preguiça;
aqui, estuda-se.

f) Pronomes demonstrativos
Isso me interessa muito.

>>> Nas frases optativas com o sujeito anteposto:

Deus te abençoe.
Os céus te favoreçam.

>>> Nas frases exclamativas iniciadas por palavras ou expressões exclamativas e nas interrogativas:

Quando me visitas?
Por que te afliges?
Gostaria de saber quem me mandou flores.
Como te iludes!
Como nos custa dizer a verdade!
Quanto sangue se derramou inutilmente!

4
Com advérbios e pronomes indefinidos, havendo pausa, usa-se a ênclise: Aqui não há preguiça; aqui, estuda-
se.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 131 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

>>> Gerúndio preposicionado

Em se ajoelhando, começou a rezar.

3. PRÓCLISE FACULTATIVA

a) Quando o sujeito é expresso


Pedro se irritava (ou irritava-se) facilmente.

b) Infinitivo impessoal antecedido de palavra atrativa ou preposição


Nada lhe contamos para não o aborrecer (ou aborrecê-lo).
Aquela era uma missão difícil de se fazer (ou fazer-se).

c) Com intercalações
Disse que, apesar de tudo, me perdoa (ou perdoa-me).

Atenção!
Não ocorre próclise após uma vírgula, um ponto-e-vírgula ou um dois-pontos.
Antes era medroso. Hoje, sinto-me um herói.

4. MESÓCLISE
A mesóclise, colocação do pronome oblíquo no meio do verbo, ocorre quando a estrutura verbal, no
início de uma oração, estiver no futuro do presente ou no futuro do pretérito, desde que antes do
verbo não haja palavra que exija a próclise.
Convencê-lo-ia a aceitar.
Dar-te-ei um abraço.
Não o convenceria a aceitar.
Não te darei um abraço.

Nota: Quando o futuro apresentar-se após sujeito explícito, não há obrigatoriedade no uso da
mesóclise.
As mudanças se fariam (ou far-se-iam) paulatinamente.

5. Colocação pronominal em locuções verbais e tempos compostos

Locuções verbais
As locuções verbais têm como estrutura um infinitivo ou um gerúndio precedido de um verbo auxiliar.
Já os tempos compostos são formados por auxiliar mais particípio. Nesses tipos de construção, é livre a
colocação pronominal, desde que não ocorra após o particípio.

Eu lhe quero oferecer um presente.


Eu quero-lhe oferecer um presente.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 132 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Eu quero oferecer-lhe um presente.

As visitas se foram retirando.


As visitas foram-se retirando.
As visitas foram retirando-se.

Os alunos tinham-se levantado.


Os alunos se tinham levantado.

Nota 1: Se a locução ou tempo composto vierem precedidos de palavra atrativa, o pronome não
ocorre entre dois verbos.
Não lhe quero oferecer um presente.
Não quero oferecer-lhe um presente.
Nada nos estava faltando.
Nada estava faltando-nos.
Os alunos não se tinham levantado.

Nota 2: O particípio não aceita a colocação de pronome oblíquo átono após si. Dessarte, deve-se
preferir, em caso de necessidade a forma tônica.
Concedidas-lhe todas as honras, Eva deu-se por satisfeita. (Errado.)
Concedidas a ela todas as honras, Eva deu-se por satisfeita. (Certo.)

Nota 3: A sintaxe brasileira (o pronome átono “solto” entre os verbos), embora não acolhida
explicitamente por alguns autores, é é aceita como correta.
Devia lhe falar apenas por alguns instantes.
EXERCÍCIOS
1. A colocação do pronome átono antes do verbo, em “se transmite”, é obrigatória devido à presença
do pronome relativo “que” no início da oração subordinada.

“...Não menos temeroso é o conhecimento que se transmite por gerações por meio da arte. Partindo da
premissa de que a arte imita a vida e, por consequência, ...”

2. Assinale a opção em que a frase apresentada está correta quanto à colocação pronominal, conforme
o padrão escrito da língua portuguesa.

A Não procure-me amanhã, estarei muito ocupado.

B Quando ligarem-me, diga que não estou.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 133 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

C Me chame ao terminar a tarefa que começou

D Aqui ela trabalha muito, porque se busca a excelência.

3. Preserva-se a correção gramatical e a coerência das ideias do texto ao se deslocar o pronome átono
em “inquietávamo-nos” para antes do verbo, escrevendo nos inquietava.

“Por muitos anos, pensávamos compreender o que era interpretado, o que era uma interpretação;
inquietávamo-nos, eventualmente, a propósito de uma dificuldade em particular, ocorrida no trabalho
de interpretação.”

4. Na oração “E não se trata de pouca gente”, mantém-se a correção gramatical caso a ênclise seja
empregada.

5. Considerando-se que a mesóclise é desaconselhável em expedientes oficiais, é preferível iniciar


período com a construção “Lhe enviaremos mais informações oportunamente” a iniciá-lo com a
construção “Enviar-lhe-emos mais informações oportunamente”.

6. No trecho “divulgá-la-ei como a maior riqueza”, a colocação do pronome antes da forma verbal ou
depois dela são opções que manteriam a correção gramatical do trecho.

“Quando a minha doutrina estiver completa, divulgá-la-ei

como a maior riqueza que os homens jamais poderão receber de um homem.”

7. A função sintática exercida por “a mim mesmo”, em “Tratarei a mim mesmo” corresponde a me e,
por essa razão, também seria gramaticalmente correta a seguinte redação: Tratarei-me.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 134 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Aliás, o que está em discussão não é tanto o que os causou, mas como resolvê-los: se eu puder
solucioná-los com um remédio ou uma cirurgia, não preciso responsabilizar-me, a fundo, por eles.
Tratarei a mim mesmo como um objeto.”

8. Reforça-se a idéia de possibilidade, coerente com a argumentação desenvolvida no texto, e mantém-


se sua correção gramatical, ao se utilizar, em lugar de “Pode-se dizer”, o tempo verbal de futuro do
pretérito, da seguinte forma: Poderia-se dizer.

“Pode-se dizer, no que concerne à complexidade, que há um pólo empírico e um pólo lógico e que a
complexidade aparece quando há simultaneamente dificuldades empíricas e dificuldades lógicas.”

9. Em “vêm-se”, a substituição do hífen por espaço provoca erro gramatical, por deixar o pronome
átono sem apoio sintático.

“A preocupação é pertinente porque em todo o mundo graves problemas vêm-se instalando e


demandando dos governos novos mecanismos de avaliação para a incorporação tecnológica na
assistência médico-hospitalar de alta complexidade e de alto custo em geral.”

10. Preservam-se a correção gramatical e a coerência textual ao se deslocar o pronome átono, em “se
deixam”, para depois do verbo, escrevendo: deixam-se.

“As ruas não se deixam modelar pela sinuosidade e pelas asperezas do solo: impõem-lhes antes o
acento voluntário da linha reta.”

11. A correção do texto seria mantida caso o pronome “se”,em vez de anteceder, passasse a ocupar a
posição imediatamente posterior ao verbo: devido ao fato de ela distanciar-se.

“O filósofo francês Jacques Rancière critica a ideia de democracia que tem estruturado nossa vida
social — regida por uma ordem policial, segundo ele —, devido ao fato de ela se distanciar do que
seria sua razão de ser: a instituição da política.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 135 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

12. Em “se repete”, o deslocamento do elemento “se” para depois da forma verbal — repete-se —
preservaria a correção gramatical do trecho.

“O cenário se repete neste início de 2013, com a redução no nível de água dos reservatórios, obrigando
o acionamento de vilãs do meio ambiente: as termelétricas movidas a carvão, diesel e gás natural.”

13. A correção gramatical do texto seria prejudicada caso o trecho “se mantém” fosse substituído por
mantém-se.

“O princípio básico de funcionamento para a produção e a transmissão da energia, entretanto, se


mantém inalterado.”

14. Considere as orações abaixo e assinale a alternativa correta.


I. Não me deixe só!
II. Não, me deixe só!
a) A pontuação em II está incorreta.
b) Em II, há um erro de colocação pronominal.
c) Em I, há um erro de colocação pronominal.
d) O sentido é o mesmo em I e II.
e) A pontuação em I é incorreta.

15. Considere o período e as afirmações abaixo:


Meu amigo, nunca encontrei-o tão preocupado!
I. A colocação pronominal está incorreta.
II. A pontuação está correta.
Está correto o que se afirma em
a) somente I. c) I e II.
b) somente II. d) nenhuma.

16. Assinale a alternativa em que o termo destacado está corretamente substituído pelo pronome.

Não contei a verdade aos meus pais.

a) Não contei-a aos meus pais.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 136 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b) Não a contei aos meus pais.

c) Não lhe contei aos meus pais.

d) Não contei-lhe aos meus pais.

e) Não contei ela aos meus pais.

17. Considere o trecho e as afirmações abaixo.

“Toda vez que passo você nem nota

Eu conto uma lorota você nem ri

Me faço fina flor vem e desbota

Me boto numa fria não socorre

Eu cavo um elogio isso nem te ocorre

A indiferença escorre fria a me ferir”

I. A licença poética permite que alguns versos sejam iniciados por próclise, o que contraria a norma
culta.

II. Há uniformidade no tratamento do interlocutor a quem se dirige o eu-lírico da música.

Está correto o que se afirma em

a) somente I b) somente II

c) I e II d) nenhuma

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 137 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

18. Considere o período e as afirmações abaixo.

Nunca informaram-lhe de que ele poderia solicitar a revisão da prova.

I. Há um erro de colocação pronominal, pois deveria ter sido empregada a próclise.

II. Há um problema de regência verbal.

Está correto o que se afirma em:

a) somente I b) somente II

c) I e II d) nenhuma

Colocação Pronominal – Gabarito

1.C 2.D 3.E 4.E 5.E 6.E 7.E

8.E 9.E 10.E 11.C 12.C 13.E 14.B

15.A 16.B 17.A 18.C

CONCORDÂNCIA VERBAL

1. Regra geral – o verbo concorda com o sujeito

Julgue a correção quanto à concordância.

( ) O noticiário da imprensa, do rádio e da televisão dão o apoio necessário.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 138 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

( ) A participação de juízes e deputados nas discussões pertinentes às mudanças legislativas ajudaram


os que tinham dúvidas.

( ) O conjunto de fatores desfavoráveis a que está exposto vários setores do agronegócio tem causas
tanto internas quanto externas.

( ) Deve-se tomar, assim que possível, todas as providências necessárias.

2. Sujeito composto – verbo vai para o plural ou concorda por atração, se anteposto ao sujeito.

O céu e a terra passarão.

Passarão o céu e a terra.

Passará o céu e a terra. (Concordância atrativa.)

3. Sujeito oracional >> verbo na 3.ª pessoa do singular

Convém nossa partida.

Sujeito

Convém que partamos.

Sujeito oracional

É importante que mantenham a calma.

Sujeito oracional

Consta no livro que há desvio de verbas.

Sujeito oracional

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 139 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Agir assim pode provocar atritos.

Sujeito oracional

Considera-se que os suspeitos fugiram.

Sujeito oracional

É necessário que se apressem as mudanças.

Sujeito oracional

Urge que tomemos atitudes drásticas.

Sujeito oracional

4. Concordância de verbo no infinitivo

Cabe a eles fazer boas escolhas.

Cabe a eles fazerem boas escolhas. (C)

Eles devem fazer boas escolhas.

Eles devem fazerem boas escolhas. (E)

Quando o infinitivo for o verbo principal de uma locução verbal, é invariável; porém, se estiver “solto”
na frase, admite flexão.

Sugiro buscar seus direitos na Justiça.

Sugiro buscarem seus direitos na Justiça.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 140 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Vou esclarecer seus direitos e deveres. (Trata-se de locução verbal; portanto, o infinitivo permanece
invariável.)

Assinale que infinitivo(s) admite(m) flexão:

( ) Podemos elaborar recursos para as questões.

( ) Não vejo problema em elaborar recursos.

( ) Sugeriu aos alunos elaborar recursos objetivos.

( ) Convém elaborar recursos para as questões.

Resposta: Somente o primeiro caso não admite flexão.

5. Voz passiva sintética ou pronominal

A voz passiva sintética ou pronominal é formada com verbos transitivos diretos (VTD) ou verbos
transitivos diretos e indiretos (VTDI) associados a um pronome apassivador. O verbo concorda
naturalmente com o sujeito.

Vendem-se casas.

Aceitam-se encomendas.

Devem-se considerar todas as opções.

Atenção!!

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 141 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Não confunda tais construções com frases com sujeito indeterminado, nas quais se empregam
sobretudo verbos transitivos indiretos (VTI) acompanhados por um índice de indeterminação do
sujeito (IIS).

Desconfiava-se de algumas pessoas.

Trata-se de problemas complexos.

Obedece-se às leis nesta cidade.

6. Casos especiais

a) Percentuais/frações – concorda-se com o núcleo (numeral), mas também se admite a concordância


com o determinante.

Cinco por cento aprovam a mudança.

Três quartos admitem não usar cinto de segurança.

Cerca de

Obra de 1,5% aprova a lei.

Coisa de

Perto de

Menos de 2% aprovam a lei.

Menos de 1% das pessoas está satisfeito com seu candidato.

Menos de 1% das pessoas estão satisfeitas com seu candidato.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 142 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Mais de 1% da população está satisfeito com seu candidato.

Mais de 1% da população está satisfeita com seu candidato.

Menos de 15% das pessoas estão satisfeitos com seu candidato.

Menos de 15% das pessoas estão satisfeitas com seu candidato.

Menos de 20% da população aprovam/aprova a lei.

Menos de 1% dos entrevistados aprova/aprovam a lei.

Menos de 1% da população aprova a lei.

Mais de 20% dos entrevistados aprovam a lei.

b) Coletivos/expressões partitivas – concorda-se com o núcleo (coletivo), mas também se admite a


concordância com o determinante.

Um bando invadiu a cidade.

A maioria está atenta à concordância.

Um bando de ladrões invadiu/invadiram a vila.

A maioria dos alunos está atenta à concordância.

A maioria dos alunos estão atentos à concordância.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 143 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Pronome relativo QUE

Ele é um dos jornalistas que falou mal de mim.

Ele é um dos jornalistas que falaram mal de mim.

A execução das modificações que foi aprovada na reunião da diretoria começará no próximo mês.

A execução das modificações que foram aprovadas na reunião da diretoria começará no próximo
mês.

7. Verbos impessoais – tais verbos não apresentam sujeito, por isso permanecem na 3.ª pessoa do
singular.

a) Fenômenos meteorológicos

Choveu muito ontem.

Nesta região, esfria depressa.

Atenção!

Choveram broncas sobre a equipe durante a reunião. (Sentido figurado.)

b) HAVER = existir / ocorrer

= tempo decorrido

Havia pessoas presas no elevador.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 144 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Houve problemas com a geladeira.

Esperava-o ali havia duas horas.

Havia dez anos que não o encontrava.

Há dez anos que não o encontro.

b) FAZER = tempo meteorológico

= tempo decorrido

Leve casaco, pois deve fazer noites frias por lá.

Espero já faz duas horas.

8. Concordância do verbo SER

a) Sempre concorda com pessoa ou pronome pessoal

Suas preocupações é o neto.

As esperanças de meus pais sou eu.

b) Se houver apenas “coisas”, a concordância é indiferente.

A vida é/são sonhos.

No início, tudo é/são flores.

c) Em expressões de quantidade >> 3.ª pessoa do singular


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 145 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Um é pouco. Dois é bom. Três é demais.”

EXERCÍCIOS

1. Preservam-se as relações argumentativas, a noção de pluralidade e a correção gramatical da oração


ao se empregar a expressão cada projeto humano em lugar de “os projetos humanos”.

“Mesmo que não possamos olhar de um curso único para a história, os projetos humanos têm um
assentamento inicial que já permite abrir o presente para a construção de futuros possíveis.”

2. A forma verbal “afastou” está no singular porque concorda com “Tesouro Nacional”.

“Nem mesmo o cancelamento de alguns leilões pelo Tesouro Nacional, nas semanas de maior
volatilidade da crise da bolha imobiliária norte-americana, afastou a atenção dos aplicadores externos
em relação aos títulos brasileiros, consolidando a impressão de que há outro padrão de observação para
a economia brasileira, bem diferente do exercido, por exemplo, nas crises asiática e russa no final da
década passada.”

3. Se o termo “dos EUA” fosse substituído por um termo no singular, como, por exemplo, do meu
país, a flexão de plural em “sabiam” deveria também ser alterada para o singular, para que fosse
mantida a correção gramatical do texto.

“Como os fundadores dos EUA sabiam muito bem, é impossível para um governo arcar com a missão
de assegurar igualdade para todos os cidadãos. As pessoas não nascem iguais. Elas possuem
habilidades e talentos próprios.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 146 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

4. A presença da conjunção “ou” permite que a concordância do verbo contar, na primeira ocorrência,
seja feita no singular — “conta” — ou no plural — contam.

“Não é o tamanho, em termos de número de habitantes ou da área espacial ocupada, que conta; conta
sua funcionalidade em termos das manipulações financeiras, que caracterizam a era da globalização.”

5. Como o texto faz referência genérica ao profissional do magistério, a forma verbal “mantenha”
poderia ser substituída por mantenham, sem prejuízo para a correção gramatical.

“Todavia, há uma série de sugestões ao profissional do magistério, para que mantenha uma conduta
pedagógica transformadora, entre as quais se encontram as abaixo listadas:”

6. “Na história da humanidade, a formação de grandes comunidades, com a sobrecarga do meio natural
que ela implica, priva cada vez mais os seres humanos de seu acesso livre aos recursos de subsistência
de que eles necessitam e recai, necessariamente, sobre a sociedade enquanto sistema de convivência, a
tarefa (responsabilidade) de proporcioná-los.”

O sujeito do verbo “recai” é “a formação de grandes comunidades”.

7. Não haveria prejuízo para o sentido original do texto se, na construção “com tardes que a gente
chega a pensar que vai arrebentar de tanta gostosura”, a forma verbal “vai”estivesse flexionada na
terceira pessoa do plural.

“Vai chegar a grande época de S. Paulo, abril, maio, com tardes que a gente chega a pensar que vai
arrebentar de tanta gostosura.”

8. A forma verbal “eram” está no plural porque concorda com sujeito composto.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 147 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Uma característica marcante desse conjunto de instrumentos refere-se ao fato de que sua concepção e
administração eram essencialmente setoriais.”

9. A forma verbal “têm” é acentuada porque concorda com “Estas indagações”.

“Estas indagações, possivelmente existentes desde que o homem começou a pensar, têm ocupado o
tempo e o esforço de elaboração dos filósofos ao longo dos séculos.”

10. É gramaticalmente correta e coerente com a argumentação do texto a seguinte reescrita para o
período final: Cada novo instrumento que vêm ocupar o lugar dos instrumentos antigos passam a ser
utilizados para fazer algo que ainda não fôra imaginado.

“Novos instrumentos vêm ocupar o lugar dos instrumentos velhos e passam a ser utilizados para fazer
algo que nunca tinha sido imaginado antes.”

11. O sentido impessoal do verbo haver permite que a afirmação generalizada “Mas há também outra
complexidade que provém” seja substituída por uma frase nominal no plural: Mas também outras
necessidades provém.

“E esse emaranhamento é tal que nem um computador poderia captar todos os processos em curso.
Mas há também outra complexidade que provém da existência de fenômenos aleatórios (que não
podem ser determinados e que, empiricamente, agregam incerteza ao pensamento).”

12. Se a locução “cerca de” for retirada do sujeito sintático, o verbo “atuam” deve ser flexionado no
singular: atua.

“As ações cidadãs conquistam espaço entre os empresários do Distrito Federal. Segundo pesquisa da
Universidade de Brasília, cerca de 82% das micro e pequenas empresas locais atuam com
responsabilidade social.”
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 148 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

13. “A maioria dos leitores é atormentada pela crença de que os textos significam exatamente o que
dizem; acredita que a intenção comunicativa, que é inferida, está tão dada quanto a forma verbal.”

A correção gramatical do texto seria preservada caso o paralelismo de gênero e número estabelecido
entre “é atormentada” e “acredita” fosse substituído por são atormentados e acreditam.

14. A forma verbal “elaborou” está no singular porque concorda com o núcleo do sujeito da oração:
“número”.

“Durante os governos do Império (1822-1889), e de igual forma após a proclamação da República,


significativo número de brilhantes engenheiros brasileiros elaborou planos detalhados e ambiciosos de
transportes para o Brasil.”

15. A flexão de singular na forma verbal “consiste” deve-se à obrigatoriedade da concordância do


verbo com o sujeito da oração: “ser humano”.

“Tornar-se um ser humano consiste em participar de processos sociais compartilhados, nos quais
emergem significados, sentidos, coordenações e conflitos.”

16. A flexão de plural em lugar de “Pode-se” respeita as regras de concordância com o sujeito
oracional “dar a entender”.

“O que importa é o efeito que palavras estrangeiras produzem. Pode-se dar a entender que se viajou,
que se conhecem línguas.”

17. A flexão de primeira pessoa do plural em “compreendermos” indica que o sujeito da oração em
que esse verbo ocorre é diferente do sujeito da oração anterior.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 149 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Pela teoria, em geral é mais fácil aprender o que outros já aprenderam antes, graças à memória
coletiva acessível a todos os indivíduos da mesma espécie. Assim, os campos mórficos podem
representar um novo ponto de partida para compreendermos nossa herança cultural e a influência de
nossos ancestrais.”

18. A substituição de primeira pessoa do plural em “aceitarmos” pela forma correspondente não-
flexionada, aceitar, manteria coerente a argumentação, mas provocaria incorreção gramatical.

“Aceitar que somos indeterminados naturalmente, que seremos lapidados pela educação e pela cultura,
que disso decorrem diferenças relevantes e irredutíveis aos genes é muito difícil. Significa aceitarmos
que há algo muito precário na condição humana.”

19. Seria privilegiada a concisão do texto se, no trecho “Precisa haver um número significativo de
pessoas qualificadas e competentes”, o segmento sublinhado fosse suprimido. Nesse caso, no entanto,
seria necessária a alteração de “Precisa haver” para Precisam haver.

“Precisa haver um número significativo de pessoas qualificadas e competentes para dar conta de todos
os serviços demandados para a realização das grandes transações econômicas, manipulações das bolsas
de valores, transferências bancárias, entre outras.”

20. Provoca erro gramatical ou incoerência entre os argumentos do texto a substituição do verbo
“havia” por existiam.

“As pesquisas igualmente revelaram que havia uma ênfase excessiva no aspecto econômico na análise
da dinâmica da metrópole.”

21. O uso da flexão de singular em “sabe” deve-se à impessoalidade do verbo haver, na mesma oração.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 150 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Da mesma forma, mesmo os registros históricos oficiais, como se sabe há muito, são somente a
versão dos que venceram e, portanto, invariavelmente omitem ou distorcem as razões, os motivos e as
realizações dos que foram vencidos.”

22. Se a expressão “uma redução” estivesse no plural — reduções — a forma verbal “houve” também
deveria estar no plural.

“Com a desregulamentação dos mercados financeiros, houve uma redução nos estoques públicos
voltados a mitigar desequilíbrios entre a oferta e a demanda.”

23. Assinale a opção correta com relação à concordância verbal na frase apresentada.

A Alguns políticos podem serem cassados.

B Alguns de nós resolveram sair.

C Devem haver muitos casos sem solução.

D Os Estados Unidos da América ainda é a maior economia ocidental.

E Tratavam-se de assuntos muito importantes.

24. A forma verbal “vem” está no singular porque concorda com o pronome demonstrativo “o”.

“Em primeiro lugar, é preciso definir o que vem a ser igualdade social.”

25. A flexão de plural em “omitem” e “distorcem” deve-se à concordância desses verbos com o sujeito
da forma verbal “venceram”.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 151 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Da mesma forma, mesmo os registros históricos oficiais, como se sabe há muito, são somente a
versão dos que venceram e portanto, invariavelmente omitem ou distorcem as razões, os motivos e as
realizações dos que foram vencidos.“

26. A flexão de plural na forma verbal “eram” deve-se à concordância com “os pregos”; mas as regras
gramaticais permitiriam usar também a flexão de singular, era.

“Sua maior riqueza eram os pregos de sua casa.”

27. O termo “o espelho” permite que o verbo ser, nessa oração, seja flexionado também no singular:
Mas é também o espelho.

“Os mercados não são perfeitos. São, isto, sim, poderosos instrumentos de coordenação econômica em
busca permanente de eficiência. Mas são também o espelho de nossos humores, refletindo nossa
falibilidade nas avaliações. São contaminados por excesso de otimismo e de pessimismo. São
humanos, demasiado humanos.”

28. Mantendo-se o respeito às regras gramaticais, é admitido, no desenvolvimento do texto, o uso do


verbo “prevalecer” em flexão de plural para concordar com “atmosferas”: prevalecerem.

“As mensagens publicitárias passaram a buscar especialmente construir atmosferas fantasiosas, de


modo a prevalecer sobre a face material das coisas um substrato onírico, sonho fabricado.”

29. A organização da textualidade mantém a coerência entre os argumentos, bem como o respeito às
regras gramaticais, ao se usar viver, estudar e trabalhar em lugar de “vivermos, estudarmos e
trabalharmos”.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 152 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“E, muito importante, não faria sentido vivermos, estudarmos e trabalharmos em conjunto se não
pudéssemos estabelecer alguma — ou muita — confiança nas pessoas que estão conosco nessa
jornada.”

30. “O intervalo entre as aulas representa um aspecto especial na rotina escolar.”

A forma verbal “representa” também estaria correta se tivesse sido empregada no plural para
concordar com “aulas”.

31. “Somente a fortaleza moral de um chefe pode obstar esta transfiguração deplorável, descendo,
lúcida e inflexível, impondo uma diretriz em que se retifique o tumulto.”

O sintagma “lúcida e inflexível” concorda anaforicamente com o sintagma “transfiguração


deplorável”.

32. Considerando o período “Usa-se a ciência, aprende-se com os resultados da ciência, mas o espírito
científico — ou os inúmeros e conflitantes espíritos científicos — se defrontam com mentes
impermeáveis a seu trabalho de erosão de mitos e de construção de um mundo diferente.”, assinale a
alternativa que apresenta corretamente o sujeito da oração que contém o verbo defrontar.

(A) “o espírito científico”

(B) “os resultados da ciência”

(C) “a ciência” e “os resultados da ciência”

(D) “os inúmeros e conflitantes espíritos científicos”

(E) “mentes impermeáveis a seu trabalho de erosão de mitos e de construção de um mundo diferente”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 153 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

33. Julgue se a reescrita do texto mantém a correção gramatical, levando em conta as alterações
gráficas necessárias.

“Ou seja, eles são o país que melhor mostra um duplo papel da ciência.”

Ou seja, eles é o país que mostra melhor um duplo papel da ciência.

34. Julgue se a reescrita do texto mantém a correção gramatical, levando em conta as alterações
gráficas necessárias.

“Em nenhum país, o criacionismo é tão forte quanto nos Estados Unidos.”

Em nenhum país, o criacionismo é tão forte quanto nos Estados Unidos são.

35. Julgue se a reescritura do texto mantém a correção gramatical, levando em conta as alterações
gráficas necessárias.

“Em cada canto do mundo, surgia uma invenção diferente.”

Em cada canto do mundo, surgia invenções diferentes.

36. “[...] houve tremores de terra […] nas regiões de Anfogasta e Atacama. Mais cedo, [...] houve dois
registros de tremores de terra […].”

As formas verbais “houve” estão flexionadas equivocadamente, já que concordam com “tremores”.

37. Julgue os fragmentos de texto apresentados nos itens abaixo quanto à concordância verbal.

I De acordo com o respectivo estatuto, a proteção à criança e ao adolescente não constituem obrigação
exclusiva da família.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 154 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

II Na redação da peça exordial, deve haver indicações precisas quanto à identificação das partes bem
como do representante daquele que figurará no polo ativo da eventual ação.

III A legislação ambiental prevê que o uso de água para o consumo humano e para a irrigação de
culturas de subsistência são prioritários em situações de escassez.

IV A administração não pode dispensar a realização do EIA, mesmo que o empreendedor se


comprometa expressamente a recuperar os danos ambientais que, por ventura, venham a causar.

V A ausência dos elementos e requisitos a que se referem o CPC pode ser suprida de ofício pelo juiz,
em qualquer tempo e grau de jurisdição, enquanto não for proferida a sentença de mérito.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1. B 2. C 3. D 4. E 5.

38. Em “pois os afazeres privados difere dos públicos somente em magnitude” há um problema de
concordância, pois o verbo deveria concordar com seu sujeito que está posposto ao verbo.

39. “Devido a suas limitações físicas, biológicas e psíquicas, as pessoas têm necessidade de cooperar
com outras pessoas […].”

Foi empregado o acento circunflexo em “têm”, pois o verbo ter na terceira pessoal do plural é
acentuado.

40. Em “Um dos sistemas mais complexos que se conhecem, o clima da Terra sempre norteou os
rumos da humanidade.”, o verbo conhecer poderia se flexionar no singular, uma vez que a expressão
em destaque pode concordar no plural ou singular, sem que se infringisse a norma gramatical.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 155 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

41. “Ninguém pode afirmar com segurança qual é o caminho certo, embora haja evidências cada vez
mais fortes de que a abordagem convencional está falhando.”

Respeitam-se as relações de coesão e coerência se a forma verbal “haja” for substituída por exista,
considerando que ambas as formas pertencem ao mesmo campo semântico.

42. O texto apresenta coerência quanto ao emprego da concordância verbal, exceto em

(A) “às interrupções no abastecimento que aconteceram entre setembro”.

(B) “alguns casos chegaram a mais de três dias”.

(C) “As ocorrências afetaram pelo menos 590 mil unidades”.

(D) “AES Eletropaulo informou "que”.

(E) “Após a análise dos documentos, o Procon concluiu que”.

43. A oração “que, em estado puro, nem o aventureiro nem o trabalhador possuem existência real fora
do mundo das ideias” exerce, no período em que ocorre, a função sintática de sujeito.

“Ambos participam, em maior ou menor grau, de múltiplas combinações e é claro que, em estado puro,
nem o aventureiro nem o trabalhador possuem existência real fora do mundo das ideias.”

44. O trecho “que a bactéria em questão — Escherichia coli — somente é transmitida a um cultivo
quando, nele, estão presentes fezes — animais ou humanas” exerce a função de sujeito da locução “É
sabido”.

“É sabido que a bactéria em questão — Escherichia coli — somente é transmitida a um cultivo


quando, nele, estão presentes fezes — animais ou humanas.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 156 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

45. O termo “intensificado” está no singular porque concorda com “rol”, mas estaria também correto
se colocado no feminino plural — intensificadas —, forma que concordaria com “ações”.

“Esse ato integra o rol de ações relacionadas à responsabilidade social do tribunal, intensificado a cada
gestão.”

46. Considere o período e as afirmações abaixo.

É possível que ocorra alterações do preço devido a mudança de projeto ou aumento de custos.

I. Há um problema de concordância verbal.

II. Deveria haver acento indicativo de crase antes em “a mudança”.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

47. A concordância entre os temos de uma oração contribui para o bom entendimento do texto. Nesse
sentido, observa-se que nem sempre a intuição do falante de uma língua converge com as regras
gramaticais. Considere, isoladamente o trecho:

“50% da população tiram sua renda da reciclagem de lixo”

Sobre ele e a observação do padrão culto da língua, é correto afirmar que ocorre:

a) Concordância verbal adequada uma vez que o verbo concorda com a indicação de porcentagem.

b) Concordância verbal inadequada já que o verbo deveria concordar com a especificação da


porcentagem.

c) Concordância verbal aceitável já que o verbo pode concordar tanto com a indicação de porcentagem
quanto com a especificação
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 157 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

d) Concordância verbal inaceitável uma vez que, diante de porcentagem acompanhada de


especificação, o verbo deve sempre ficar no singular.

48. Leia as orações abaixo e assinale a alternativa correta.

I. Um grupo de candidatos inscritos no concurso não conseguiram finalizar o exame.

II. A maioria dos turistas que viajaram para o litoral no final do ano achou que as condições das
estradas estavam adequadas.

a) A concordância está correta apenas em I.

b) A concordância está correta apenas em II.

c) A concordância está correta em I e II.

d) Existem erros de concordância em I e II.

49. Considere os períodos abaixo.

I. A maioria dos jovens que têm acesso à internet mantém um perfil em redes sociais.

II. O crescimento das redes sociais e dos blogs possibilitaram a democratização da informação.

A concordância está correta em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

50. Considere as orações abaixo:

I. Libertou-se todos os reféns.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 158 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

II. Houveram muitos acidentes nas estradas no feriado.

A concordância está correta em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

51. Considere a oração e as afirmações abaixo.

Devem haver pancadas de chuva à noite.

I. Há um erro de concordância verbal.

II. O acento indicativo de crase está incorreto.

Está correto o que se afirma em

a) somente I b) somente II

c) I e II d) nenhuma

52. Considere o período e as afirmações abaixo.

Devem haver outros caminhos para se chegar no centro da cidade.

I. Há um problema de concordância verbal.

II. Há um problema de regência verbal.

De acordo com a norma culta, está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 159 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

53. Leia as orações abaixo e assinale a alternativa correta.

I. Fazia mais de quatro anos que as amigas frequentavam as aulas de espanhol.

II. No último feriado, registraram-se vários acidentes, mas houveram poucas ocorrências fatais.

a) Há equívocos nas redações das orações I e II.

b) Há equívoco apenas na redação da oração I.

c) Não há equívocos nas redações das orações I e II.

d) Há equívoco apenas na redação da oração II.

54. Considere as orações abaixo.

I. Podem haver atrasos nas contratações.

II. Devem-se observar todos os detalhes do local.

A concordância está correta em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

55. Considere as orações abaixo.

I. Compre duzentas gramas de queijo.

II. O juros é muito alto no Brasil.

A concordância está correta em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 160 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

56. Considere o texto e as afirmações abaixo.

As pessoas são livres desde o nascimento...

O que as aprisiona, são suas escolhas.

I. Há um problema na pontuação do texto.

II. Há um problema de concordância no texto.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

57. ______ muitas pessoas no bar quando cheguei, mas não ______ mesas para todos.

Assinale abaixo a alternativa que preenche corretamente

as lacunas.

a) Havia/existiam. b) Haviam/existia.

c) Havia/existia. d) Haviam/existiam.

58. Assinale a alternativa em que há erro de concordância.

a) Havia muitas pessoas no show.

b) Deve existir seres em outros planetas.

c) Faz anos que não o vejo.

d) A maioria dos jovens gosta de rock.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 161 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

59. Considere o período e as afirmações abaixo.

Trata-se de regras que todos devem obedecer.

I. Há um problema de concordância verbal.

II. Há um problema de regência verbal.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

60. Considere as orações abaixo.

I. A maioria da pessoas que trabalham na empresa está satisfeita.

II. Devem haver outros meios para se resolver este problema.

A concordância está correta em

a) somente I. c) I e II.

b) somente II. d) nenhuma.

61. Considere as orações abaixo.

I. Prescreveu-se vários medicamentos.

II. Trata-se de doenças graves.

A concordância está correta em

a) somente I. c) I e II.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 162 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b) somente II. d) nenhuma.

62. Considere o período e as afirmações abaixo:

O médico que realizou a cirurgia do presidente, declarou que ainda é necessário algumas precauções.

I. Há um problema de concordância.

II. A vírgula está empregada de forma incorreta.

Está correto o que se afirma em

a) somente I. c) I e II.

b) somente II. d) nenhuma.

63. Considere as orações abaixo:

I. É necessário calma.

II. Conhecemos lugares o mais lindos possível.

A concordância está correta em

a) somente I. c) I e II.

b) somente II. d) nenhuma.

64. Considere as orações abaixo:

I. Tratam-se de problemas complexos.

II. Vigiaram-se as mensagens.

III. Procura-se os suspeitos do crime.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 163 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

A concordância está correta somente em

a) I b) II c) III d) I e II e) I e III.

65. Considere os períodos abaixo:

I. Deve existir, na empresa, poucos funcionários capacitados para essa função.

II. Faz alguns anos que não o vejo.

III. Houveram muitos tumultos em julho.

A concordância está correta em

a) I b) II c) III d) I e II e) I e III.

66. Considere o período e as afirmações abaixo:

O médico que realizou a cirurgia do presidente, declarou que ainda é necessário algumas precauções.

I. Há um problema de concordância.

II. A vírgula está empregada de forma incorreta.

Está correto o que se afirma em

a) somente I. c) I e II.

b) somente II. d) nenhuma.

67. Considere o período e as afirmações abaixo:

A maioria das empresas que agem de forma sustentável ganha a confiança do consumidor.

I. A pontuação está incorreta, pois deveria haver uma vírgula antes de ganha.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 164 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

II. Há um problema de concordância verbal, o correto seria “ganham”.

III. Para que o período seguisse a norma culta, o verbo “agir” deveria estar no singular, concordando
com “maioria”.

Está correto o que se afirma em

a) somente I. c) somente III

b) somente II. d) somente I e II

e) nenhuma.

68. Quanto à concordância verbal, está inteiramente correta a frase:

(A) Devem-se ressaltar, nos meios de comunicação, a constância com que promovem abusos, na
exploração da cultura popular.

(B) Nem mesmo um pequeno espaço próprio querem conceder à cultura popular os que a exploram por
interesses estritamente econômicos.

(C) Restam das festas, dos ritos e dos artesanatos da cultura popular pouco mais que um resistente
núcleo de práticas comunitárias.

(D) Muita gente acredita que se devem imputar aos turistas a responsabilidade por boa parte desses
processos de falseamento da cultura popular.

(E) Produzem-se nas pequenas células comunitárias, a despeito das pressões da cultura de massa, lento
e seguro dinamismo de cultura popular.

Gabarito

1.E 2.E 3.E 4.E 5.E 6.E 7.E

8.C 9.C 10.E 11.E 12.E 13.E 14.C


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 165 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

15.E 16.E 17.C 18.E 19.E 20.C 21.E

22.E 23.B 24.C 25.C 26.C 27.E 28.E

29.C 30.E 31.E 32.D 33.E 34.E 35.E

36.E 37.A 38.E 39.C 40.C 41.E 42.B

43.C 44.C 45.C 46.C 47.A 48.C 49.A

50.D 51.A 52.C 53.D 54.B 55.D 56.A

57.A 58.B 59.B 60.A 61.B 62.C 63.C

64.B 65.B 66.C 67.E 68.B

CONCORDÂNCIA NOMINAL

Concordância nominal é a flexão de artigos, numerais, adjetivos e pronomes para se adaptarem a um


substantivo.

1. Um adjetivo e dois substantivos

1.a. Adjunto adnominal

>> Adjetivo anteposto – concordância atrativa.

Escolhemos boa hora e lugar para o jogo.

>> Adjetivo posposto – concordância atrativa (com o mais próximo) ou lógica (com os dois).

Toalha e mesa suja.

Toalha e mesa sujas.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 166 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Copo e caneca quebrada.

Copo e caneca quebrados.

Marcamos hora e lugar bons.

Marcamos boa hora e lugar.

1.b. Predicativo

Se o adjetivo for predicativo do objeto, a concordância se inverte: duas possibilidades se anteposto e


uma se posposto.

Achei seu pai e seu irmão simpáticos.

Achei simpáticos seu pai e seu irmão.

Achei simpático seu pai e seu irmão. (Menos usada.)

Ele julgou a ideia e a iniciativa inúteis.

Ele julgou inútil a ideia e a iniciativa.

Ele julgou inúteis a ideia e a iniciativa.

2. Um substantivo para dois adjetivos

Os poderes temporal e espiritual.

O poder temporal e o espiritual.

Os exércitos francês e italiano.

O exército francês e o italiano.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 167 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Estudo as línguas inglesa e francesa.

Estudo a língua inglesa e a francesa.

3. Próprio, leso, obrigado, quite, extra

Essas palavras concordam com o nome a que se referem.

Nós próprios faremos o trabalho.

A própria Joana não acredita no irmão.

Crime de lesa-pátria.

Crime de lesos-direitos.

Crime de leso-patriotismo.

Ele disse “muito obrigado” para a atendente.

“Muito obrigada”, disse a garotinha.

Estou quite com o serviço militar.

Já estamos quites com o clube.

O obreiro fez várias horas extras.

4. Anexo, apenso, incluso

Essas palavras também variam normalmente.

As declarações seguem anexas.

Apensas seguem as instruções de uso.

No valor pago estão inclusas as taxas e impostos.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 168 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Nota: Em anexo e em separado = invariáveis.

As declarações apresentam-se em anexo.

As cartas estão anexas (apensas/inclusas).

Os convites seguem anexos (apensos/inclusos).

Atenção! EM ANEXO = INVARIÁVEL.

As cartas estão em anexo.

5. Mesmo

Mesmo as crianças ajudavam nas buscas.

As mesmas crianças ajudavam nas buscas.

As crianças mesmas ajudavam nas buscas.

As crianças ajudavam mesmo nas buscas.

6. Só = somente

Sós = sozinhos(as)

Elas estavam sós na casa.

As portas abriram por si sós.

Compramos só duas entradas.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 169 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Elas queriam só ajudar.

Atenção! A SÓS = INVARIÁVEL

Ele ficou a sós para pensar sobre o problema.

7. Bastante = muito

Bastantes = muitos / suficientes

Ele tem bastantes amigos. (= muitos)

Há problemas bastantes. (= suficientes)

Estão bastante cansados. (= muito)

Nós estudamos bastante para as provas.

Nós estudamos bastantes assuntos.

Não dispomos de recursos bastantes.

8. Meio = metade >> numeral (variável)

= um pouco >> advérbio (invariável)

Não suporto meias palavras.

As portas estavam meio abertas. (= um pouco)

Eram hábitos meio antigos. (= um pouco)

9. Menos e alerta = invariáveis


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 170 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Mais amor e menos confiança.

Há nesse ponto menos necessidade de argumentos.

Os soldados estão alerta.

10. É bom / é necessário / é proibido

Haverá flexão se o termo feminino se apresentar acompanhado por determinante (a, esta, minha, etc.).

Bala é bom para acalmar criança.

É proibido entrada

É necessário coragem.

Pimenta é bom.

Cerveja é bom.

Esta bala é boa para acalmar criança.

É proibida a entrada.

É necessária a coragem.

A pimenta é boa.

Esta cerveja é boa.

11. Todo

A palavra todo, quando se refere a um adjetivo, é advérbio, não sendo, em rigor, passível de flexão;
contudo, vários gramáticos admitem a concordância de tal palavra.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 171 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

As roupas estavam todo sujas.

As roupas estavam todas sujas.

12. O mais … possível / os mais … possíveis

Nessas construções, a palavra possível concorda com o artigo que incia a expressão.

Fiz exercícios o mais difíceis possível.

Fiz exercícios os mais difíceis possíveis.

13. Tal qual

A concordância dependerá do verbo empregado.

a) Se é utilizado o verbo ser, tal qual tem função predicativa, e cada termo concorda com a palavra a
que se refere.

Elas são tais qual o pai.

João é tal quais os irmãos.

b) Utilizada com outros verbos, tal qual será conjunção comparativa equivalente a como; logo,
invariável.

Os garotos cantavam tal qual anjos.

14. Um e outro, um ou outro, nem um nem outro

O substantivo deve ficar no singular; o adjetivo, no plural.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 172 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Um e outro caso paralelos sempre ocorrem.

Um ou outro garoto problemáticos saiu da sala.

Nem uma nem outra coisa estranhas pode ser ignorada.

Nota: Um ou outro, porque sugere exclusão, exige verbo sempre no singular. Um e outro e nem um
nem outro usam indiferentemente singular ou plural.

15. Substantivos em função adjetiva = invariáveis

Houve vários desfiles monstro.

Todo anos faziam para o chefe festas surpresa.

Não uso roupas rosa.

Bombeiros às vezes usam macacões laranja.

Ela sempre gostou de saias violeta.

A preferência do advogado sempre foi por ternos cinza.

EXERCÍCIOS

1. No trecho “capacidade técnica e experiência suficientes”, caso a palavra sublinhada fosse


substituída por bastante, a concordância se faria no singular, uma vez que esta palavra funcionaria
como advérbio.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 173 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Mas o Brasil tem capacidade técnica e experiência suficientes para, no mínimo, reduzir o impacto de
chuvas como essa.”

2. Mantendo-se a correção gramatical e o sentido da sentença, no trecho “o sistema bancário, hoteleiro,


de telecomunicação”, a expressão sublinhada poderia receber a flexão de plural: os sistemas.

“Fazem parte dessa infraestrutura, entre outros, o sistema bancário, hoteleiro, de telecomunicação, bem
como aeroportos, segurança.”

3. Os termos “carregadas” e “as” estão empregados no feminino plural para concordar com “pipas”.

“Em todas as cidades do Império, a remoção do lixo, das coisas podres, dos excrementos humanos
fazia-se de maneira, ao mesmo tempo, mais primitiva e mais pitoresca. Essas imundícies eram
colocadas em pipas ou barris, chamados tigres, e carregadas às cabeças dos escravos, que as
despejavam nos rios, nas praias e nos becos (matos).”

4. A correção gramatical do texto seria mantida se a palavra “bastante” fosse flexionada no plural, para
concordar com o substantivo “critérios”.

“Uma decisão singular de um juiz da Vara de Execuções Criminais de Tupã, pequena cidade a 534km
da cidade de São Paulo, impondo critérios bastante rígidos para que os estabelecimentos penais da
região possam receber novos presos, confirma a dramática dimensão da crise do sistema prisional.”

5. Justifica-se a flexão de plural em “internacionais” pela concordância desse adjetivo tanto com “paz”
quanto com “segurança”; se a flexão fosse de singular, as regras gramaticais seriam atendidas, mas a
clareza do documento seria prejudicada.

“Todos os Estados promoverão a cooperação internacional com o objetivo de garantir que os


resultados do progresso científico e tecnológico sejam usados para o fortalecimento da paz e da
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 174 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

segurança internacionais, a liberdade e a independência, assim como para atingir o desenvolvimento


econômico e social dos povos e tornar efetivos os direitos e liberdades humanas de acordo com a Carta
das Nações Unidas.”

6. A flexão de feminino singular no adjetivo “ativada” deve-se à sua associação com “ciência da
farmacêutica”, expressão com a qual aquele adjetivo estabelece relação de concordância.

“O importante é que isso indica que os egípcios tinham conhecimento da relação de causa e efeito de
cada produto e aplicavam a ciência da farmacêutica, que visa à cura pela mudança interna do corpo
ativada por meio de substâncias terapêuticas.”

7. “Mesmo com uma alta na comparação com dezembro — justificada pelas dispensas de
trabalhadores temporários contratados em função do final de ano —, a taxa de desemprego de 8%
registrada em janeiro nas seis principais regiões metropolitanas do país foi a mais baixa na série
histórica da pesquisa iniciada em 2002.”

No texto, estabelece-se relação de concordância entre

A “justificada” e “comparação”.

B “contratados” e “trabalhadores”.

C “registrada” e “8%”.

D “iniciada” e “mais baixa”.

8. O desenvolvimento da argumentação do texto permite que se empregue tanto “afetadas” quanto a


correspondente flexão de masculino, afetados, sem que seja prejudicada a correção gramatical

“Os seres humanos, nas culturas orais primárias, não afetadas por qualquer tipo de escrita, aprendem
muito, possuem e praticam uma grande sabedoria, porém não “estudam.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 175 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

9. Respeitando-se as normas gramaticais, seria possível reescrever o período iniciado com “Só”,
flexionando-se a palavra “grandezas” no singular, da seguinte forma: Só são, entretanto, suscetíveis de
medida a grandeza que admite um elemento como base de comparação.

“Do número, que é a base da razão e do entendimento, surge outra noção de indiscutível importância: é
a noção de medida. Medir é comparar. Só são, entretanto, suscetíveis de medida as grandezas que
admitem um elemento como base de comparação. Será possível medir-se a extensão do espaço? De
modo nenhum.”

10. O desenvolvimento das ideias do texto mostra que a flexão de plural em “lhes” deve-se ao fato de
que esse pronome está substituindo “avanços”.

“Os pessimistas que fiquem com seus resmungos, pois os avanços em praticamente todas as direções
estão bem medidos. Os fatos não lhes dão razão. Porém não podemos festejar a situação presente, pois
para o progresso futuro precisamos ser obstinadamente inconformistas.”

11. Com relação à concordância nominal, assinale a opção em que a frase apresentada está correta.

A Eles chegaram da festa bastantes depressivos.

B Na vida, teve bastantes mulheres.

C As mulheres estavam meio impertinente.

D Adorava contos orientais, hajam vistas suas releituras das Mil e Uma Noites.

12. Respeita as normas gramaticais e o padrão estabelecido para documentos oficiais o seguinte
parágrafo de um regimento:

1.º - Não serão admissíveis a reiteração de pedidos, salvo se fundados em novas provas.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 176 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

13. Preserva a coerência entre os argumentos, bem como a correção gramatical do texto, a indicação da
ideia de abrangência do termo “uma demanda” por meio da correspondente forma plural demandas.

“A cultura de massa, ao mesmo tempo em que superficializou, abriu uma possibilidade de contato com
esse mundo simbólico. Mas o pior já passou. Hoje há uma demanda de aprofundamento.”

14. Considere as orações abaixo.

I. Elas mesmo fizeram o bolo.

II. Envio anexo a foto do evento.

A concordância está correta em

a) somente I b) somente II

c) I e II d) nenhuma

15. Considere o período e as afirmações abaixo.

Foi enviado anexo, a cópia do contrato.

I. A pontuação não está correta.

II. Há problema de concordância.

Está correto o que se afirma em

a) somente I c) I e II

b) somente II d) nenhuma

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 177 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

16. Assinale a alternativa em que a concordância está correta.

a) Segue anexas as fotos da viagem.

b) Segue anexo as fotos da viagem.

c) Seguem anexas as fotos da viagem.

d) Seguem anexo as fotos da viagem.

17. Considere o período e as afirmações abaixo.

A adoção de projetos bem elaborados fazem-se necessários para o bem da comunidade.

I. Há um erro de concordância nominal.

II. Há um erro de concordância verbal.

Está correto o que se afirma em

a) somente I. c) I e II.

b) somente II. d) nenhuma.

18. Considere as orações abaixo:

I. Nesta semana, eu já tinha chegado tarde ao escritório.

II. Ele deixou claro a sua opinião.

De acordo com a norma culta,

a) somente I está correta. b) somente II está correta.

c) I e II estão corretas. d) nenhuma está correta.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 178 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

19. Considere as orações abaixo:

I. É necessário calma.

II. Conhecemos lugares o mais lindos possível.

A concordância está correta em

a) somente I. c) I e II.

b) somente II. d) nenhuma.

20. Considere os períodos abaixo.

I. Ela estava meio cansada, por isso foi embora.

II. Até hoje cedo, a encomenda não tinha chegado.

De acordo com a norma culta,

a) somente I está correto.

b) somente II está correto.

c) I e II estão corretos.

d) nenhuma está correto.

21. Considere as orações abaixo.

I. Segue anexo cópia do documento.

II. É necessário calma.

A concordância está correta em

a) somente I c) I e II
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 179 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b) somente II d) nenhuma

22. Todos os períodos abaixo estão corretos. Existem, porém, dentre eles alguns que admitem outra
forma de concordância, correta também. Indique a alternativa que abrange estes períodos.

I. Eram agastamentos e ameaças fingidos.

II. Pai e mãe extremosos não pouparam sacrifícios para educar os filhos

III. Tinha por ele alta admiração e respeito.

IV. Leu atentamente os poemas camoniano e virgiliano.

V. Vivia em tranquilos bosques e montanhas.

a) I,II,III; b) I,II,IV; c) II,III,V;

d) I,II,V; e) III,V.

23. Assinale a opção de concordância nominal indiscutível.

a) É um relógio que torna inesquecível todas as horas.

b) Elas mesmo providenciaram os atestados anexos.

c) Manifestaram dor e pesar profundos.

d) Enviaram anexo as procurações solicitadas.

e) As mulheres das áreas rural sãos discriminadas por todos.

24. Preencha as lacunas, flexionando o vocábulo entre parênteses.

É __ a entrada de pessoas estranhas no recinto. (proibido)

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 180 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

É óbvio que as roupas __ não agradaram o pessoal. (laranja)

Comunique ao gerente que a lista dos implicados no caso de desvio de mercadorias segue __ . (anexo)

Apesar do formato diferente, ambos os recipientes são __ garrafas.(meio)

a) Proibida – laranjas – anexo – meias;

b) Proibida – laranja – anexa – meias;

c) Proibido – laranja – anexo – meias;

d) Proibida – laranja – anexas – meia;

e) Proibido – laranjas – em anexo – meias.

25. Assinale a opção sem erro de concordância.

a) Já estão incluso no processo as investigações a respeito das manifestações linguísticas das abelhas.

b) Não há nenhuma probabilidade de aprofundar as pesquisas sobre comunicação dos chimpanzés.

c) Foi desnecessária discussão sobre a possibilidade da existência de uma comunicação linguística


animal.

d) É perigoso a afirmação a respeito da emissão fônica dos vertebrados como conjunto de símbolos
linguísticos.

e) Muito obrigado, disse-me a juíza sorridente.

26. “os privilégios e os interesses ilegítimos estão arraigados.”

Das seguintes alterações da frase, aquela em que a concordância nominal está em desacordo com a
norma culta é:

a) Estão arraigadas as vantagens e os privilégios ilegítimos.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 181 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b) Os privilégios e as vantagens ilegítimas estão arraigados.

c) Estão arraigadas a vantagem e o privilégio ilegítimos.

d) A vantagem e o privilégio ilegítimo estão arraigados.

e) O privilégio e a vantagem ilegítima estão arraigados.

Gabarito

1.E 2.C 3.E 4.E 5.C 6.E 7.B

8.C 9.E 10.E 11.B 12.E 13.C 14.D

15.C 16.C 17.C 18.A 19.C 20.C 21.B

22.B 23.C 24.B 25.B 26.C

Crase

A crase é a fusão da preposição a com outra palavra a, que pode ser artigo feminino, pronome
demonstrativo, a letra inicial de aquele e variações ou ainda o a do pronome relativo a qual.
A crase é indicada pelo uso do acento grave (`).

Método prático

Uma forma prática de se verificar a ocorrência dos dois elementos – preposição e artigo – necessários
para a formação da crase é a passagem do termo feminino para o masculino: a crase – à –, no
masculino, equivale a “ao”. Se não, vejamos:

Quanto a não regulamentação do artigo, ... (Ocorre crase?)

Quanto ao não conhecimento, ... / Quanto ao não regulamento, ...


Quanto à não regulamentação do artigo, … (Com crase no feminino.)

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 182 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Método analítico

O método prático é útil sobretudo para questões do tipo em que o candidato deve apenas verificar se
ocorre crase ou não. Tornam-se cada vez mais comum, porém, questões que descrevem a formação
da crase.
No caso anterior, por exemplo, um item de prova poderia afirma o seguinte: A ocorrência de crase
em “à não regulamentação” se dá em virtude da regência de “Quanto” e ao gênero de “não
regulamentação”.
Percebeu? Para esse tipo de questão, o método prático torna-se inútil. Por isso, convém que se analise
a estrutura da frase para se confirmar a formação da crase.
Para se identificar a presença da preposição, pode-se colocar o pronome isso ou esse com um
substantivo qualquer logo após o suposto termo regente. Para se identificar a presença do artigo
definido feminino, basta iniciar uma frase com o termo feminino.

I – Regência >>> preposição


_______ isso/esse...
Quanto A isso... / Quanto A esse caso… (A regência da palavra “Quanto” de fato exige a preposição
“a”.)

II – Gênero >>> artigo


_______ é importante.
A não regulamentação do artigo é importante. (De fato, “não regulamentação” é antecedido de artigo
feminino.)
Confirmada a presença de ambos os elementos – preposição e artigo –, haverá crase.

Nos casos seguintes, verifique a ocorrência ou não de crase. (Procure utilizar o método analítico.)

1. Relativamente a questão, nada se disse.


2. Referiram-se a questão.
3. Sou favorável a questão.
4. Quanto a questão, nada se disse.
5. Não se abordou a questão durante a reunião.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 183 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

6. Trouxeram novo enfoque a questão.


7. A questão não se deu importância.
8. Referiram-se a mesma mulher.
9. Referiram-se a esta mulher.
10. Referiram-se a própria mulher.
11. Referiram-se a uma garotinha órfã.
12. Referiram-se a Vossa Excelência.
13. Referiram-se a Senhora.
14. Referiram-se a falar sem parar.
15. Referiram-se a ela.

16. Referiram-se a de preto.


17. Referiram-se a que está de preto.
18. Referiram-se aquela de preto
19. Referiram-se aquela que está de preto.
20. Referiram-se as várias mulheres dele.
21. Referiram-se a várias mulheres dele.
22. Referiram-se a duas questões.
23. Referiram-se as duas questões.

1. Crase fixa ou “obrigatória”

a) Nas locuções femininas – conjuntivas, prepositivas e adverbiais5.


À medida que o tempo passava, ficávamos mais angustiados.
Fiquei à espera de ajuda durante horas.
Era uma mulher à frente de seu tempo.

5
Não há unanimidade entre os gramáticos a respeito da utilização do acento grave em todas as locuções adverbiais
femininas. Isso ocorre em virtude do fato de nem sempre existir verdadeiramente ocorrência da fusão de preposição e
artigo feminino; há situações em que o acento grave é utilizado para se evitarem ambiguidades. Desse modo, em certos
casos, poder-se-ia falar em faculdade na utilização do acento grave naquelas locuções. Parece-nos prudente, contudo,
apresentar sempre aí o acento grave.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 184 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Permaneça à direita da faixa.


Estou à disposição de todos.
Como dispunha de dinheiro, comprei tudo à vista.
Às vezes, à noite, ele sai à surdina, às escondidas.

Nota: A locução a distância só será antecedida por crase quando determinada.


Eles permaneciam a distância.
Eles permaneciam à distância de cem metros.

b) Na expressão à moda de (ainda que subentendida).


Comeu-se arroz à grega.
Usava cabelos à Carlinhos Brown.

c) Na indicação de números de horas determinadas.


O trem chegará à uma hora.
Sairemos às 21h.

Atenção!
Ele sai após as 19 horas.
Ele trabalha desde as 5h sem parar.
A reunião foi marcada para as 14h30.

Ele trabalhava das 13h às 19h.


Ele trabalhava de 13h a 19h.

2. Crase Facultativa

a) Antes de pronomes possessivos adjetivos femininos.


Refiro-me a sua irmã / à sua irmã.

b) Depois da preposição até.


Ele foi até a janela / até à janela.

c) Antes de nomes femininos de pessoas.


Fizeram boas referências a Joana / à Joana.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 185 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

3. Casos Particulares
a) Com os demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo pode ocorrer crase, mas somente se o termo
regente exigir a preposição a.
Direi àquele garoto umas boas verdades.
Aspiro àquilo tudo que você falou.
Veja aquilo lá.

Nota: Um recurso prático que pode ser utilizado nesse caso é a substituição do pronome aquele e
variações por este ou esse e variações. Caso a estrutura modifique-se para a este, esse ou variações,
haverá crase e, consequentemente, o acento grave.
Ele irá àquela loja. (Ele irá a esta loja.)
Ele conheceu aquele homem. (Ele conhece este homem.)

b) Com os pronomes relativos a qual e as quais ocorrerá somente se o masculino correspondente for
ao qual e aos quais.
Eis a casa à qual me referi.
(Eis o lugar ao qual me referi.)

c) Pode também ocorrer crase da preposição a com os demonstrativos a (=aquela) e as (=aquelas) em


situação semelhante ao caso anterior.
A sugestão anterior à que você deu era melhor.
(O palpite anterior ao que você deu era melhor.)
Minha opinião é igual à de todos.
(Meu palpite é igual ao de todos.)

>>> Casa – só há crase antecedendo-a se for determinada.


Voltei a casa.
Voltei à casa de meus pais.

>>> Terra – se em oposição a mar ou ar, não há crase; se determinada, haverá crase.
Os marinheiros voltaram a terra.
Os marinheiros voltaram à terra natal.

4. Casos em que não pode haver crase


Antes de palavras masculinas.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 186 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Isto foi escrito a lápis.


Fomos a Sergipe.

Antes de substantivo feminino de sentido indefinido.


Não vou a festas nem a reuniões.
Antes de nomes próprios que repelem o artigo.
Iremos a Curitiba.

Antes de artigos indefinidos, de pronomes interrogativos e pessoais (exceto senhora, senhorita e


dona).
Dei a bala a uma criança.
Solicito a Vossa Senhoria...
Recorreram a mim (a ti, a nós, a ele, etc.)
A qual te referes?
Peço à Senhora que faça-nos um favor: cale-se.

Antes de verbos.
Estamos dispostos a trabalhar.

Em locuções formadas por palavras repetidas.


gota a gota, frente a frente, etc.

EXERCÍCIOS

1. Preservam-se as relações argumentativas e a correção gramatical do texto ao se substituir o trecho


“os chamados estados da mente perante a verdade podem ser descritos” por podem serem descritos os
chamados estados da mente em face à verdade.

“Em uma visão fenomenológica, os chamados estados da mente perante a verdade podem ser
descritos como o tipo de experiência vivida pelo analista de inteligência no contato com o fenômeno
acompanhado.“

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 187 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

2. O uso do sinal indicativo de crase em “à sua volta” e “às informações” indica que tais expressões
são dois complementos do predicado iniciado pelo verbo vislumbrar.

“Cada indivíduo, assim, é um ser único, que vislumbra as ocorrências à sua volta e dá tratamento
específico às informações e ao conhecimento que tenha condições de absorver.”

3. O emprego de sinal indicativo de crase em “à poluição” deve-se à regência da palavra “exposição”,


que exige preposição, e à presença de artigo definido feminino no singular.

“A exposição das gestantes à poluição, em especial nos três primeiros meses de gestação, leva à
diminuição do peso dos bebês ao nascer, um dos principais determinantes da saúde infantil.”

4. A substituição de “tange” por diz respeito preservaria a coerência do texto, mas, para que a correção
gramatical também fosse respeitada, seria necessário retirar o sinal indicativo de crase em “à”.

‘No que tange à pesquisa, vem sendo publicamente proposto que uma política de ciências, tecnologia
e inovação em saúde deva ter como pressupostos essenciais a busca da equidade e a observância de
rigorosos princípios bioéticos na pesquisa e na experimentação em geral.”

5. O emprego do sinal indicativo de crase em “à luta de classes” justifica-se pela regência dos termos
“subversão” e “incitamento” e pelo gênero do substantivo “classe”.

“Francisco Alves Mendes Filho ainda não era um mito da luta contra a devastação da Amazônia
quando foi preso, em 1981, acusado de subversão e incitamento à luta de classes no Acre, em plena
ditadura militar.”

6. A substituição de “às práticas” por a práticas prejudica a correção gramatical do período.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 188 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“O reconhecimento do programa brasileiro significa que as nossas florestas atendem às práticas


internacionais de manejo sustentável, são socialmente justas, economicamente viáveis e
ambientalmente corretas, o que facilita o aumento das exportações das empresas brasileiras, devido à
queda de barreiras técnicas.”

7. Em “à do experimento”, o sinal indicativo de crase está empregado de forma semelhante ao


emprego desse sinal em expressões como à moda, às vezes, em que o uso do sinal é fixo.

“Mudado seu modo de pensar, o pesquisador já não concebe aquele tema da mesma forma e, assim, já
não é capaz de estabelecer uma relação exatamente igual à do experimento original.”

8. É obrigatório o emprego do acento grave indicativo de crase em expressões adverbiais formadas


por palavras femininas tais como “Às vezes” e “à larga”.

“Às vezes me paro em frente do seu quadro e fico, fico, fico, não só perdido na beleza da pintura, mas
me refortalecendo a mim mesmo.”

“O carnaval aqui esteve bem divertido, apesar da frieza paulista. Eu pelo menos me diverti à larga e os
bailes estiveram colossais, todos dizem.”

9. Pelo fato de “associado” exigir que seu complemento seja regido pela preposição a, pode ser
empregado o sinal indicativo de crase em “a outra cultura”.

“Pode-se dar a entender que se viajou, que se conhecem línguas. Uma palavra estrangeira em uma
placa ou em uma propaganda pode indicar desejo de ver-se associado a outra cultura e a outro país,
por seu prestígio”

10. As ocorrências de crase em “à aplicação” e “à humanidade e à natureza” justificam-se pelo uso


obrigatório da preposição a nos complementos de “questionar”.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 189 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Por outro lado, creio também que se pode questionar, não somente quanto à aplicação de
conhecimentos científicos com finalidades destrutivas ou nocivas à humanidade e à natureza, mas
também quanto à distribuição desses benefícios entre diferentes setores da sociedade.”

11. O emprego de sinal indicativo de crase em “à tecnologia” justifica-se pela regência do verbo
agregar, que exige preposição “a”, e pela presença de artigo definido feminino antes do substantivo
“tecnologia”.

“Trata-se, como dizem os autores, de um “setor transversal que agrega valor à tecnologia de outras
indústrias”.

12. Na assertiva IV, os sinais indicativos de crase em “diz respeito à capacidade de dialogar, à troca de
informações” não são opcionais

IV Entre os diferentes tipos de comunicação, o mais importante é a comunicação interpessoal, que diz
respeito à capacidade de dialogar, à troca de informações, seja por meio do contato físico direto, seja
por intermédio de dispositivos técnicos criados pelo homem com o fim de transmissão de mensagens.

13. Em “à mesma plebe”, o emprego do sinal indicativo de crase é facultativo.

“Tão nobre resposta encheu de admiração tanto aos sábios como aos principais e à mesma plebe.”

14. É facultativo o emprego do acento grave indicativo de crase na oração “para você dar vazão a sua
paixão”.

“Se eu abrir espaço para você dar vazão a sua paixão, a mudança acontece.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 190 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

15. O emprego do sinal indicativo de crase em “à onda” justifica-se pela regência de “abrir” e pela
presença de artigo definido feminino singular.

“o nacional-desenvolvimentismo e sua carga política e ideológica cederam à vontade de abrir a


economia e o mercado, de forma irracional e reativa, à onda de globalização e de neoliberalismo que
penetrava o país vinda de fora. Ao substituí-lo na presidência, Itamar Franco recuou
momentaneamente aos parâmetros anteriores do Estado desenvolvimentista, sem, contudo, bloquear a
consciência da necessidade de se prosseguir com as adaptações aos novos tempos.”

16. O sinal indicativo de crase em ‘retornar à minha cidade’ é facultativo e a sua omissão preservaria
os sentidos do texto e a correção das estruturas linguísticas.

“Não conseguia dormir direito por não conseguir juntar dinheiro sequer para retornar à minha cidade
e rever a família”, relatou. Quando uma fazenda no município paraense de Piçarras foi fiscalizada em
junho deste ano, Copaíba foi localizado pelo Grupo Móvel, resgatado e recebeu de indenização
trabalhista mais de R$ 5 mil.

17. O emprego da crase antes do substantivo “visão” é optativo, visto que o termo “abraçado” pode ser
seguido por complemento direto ou indireto.

“Falara com voz sincera, exaltando a beleza da paisagem e revelando que, se dependesse só dele,
passaria o resto da vida ali, morreria na varanda, abraçado à visão do rio e da floresta.”

18. Mantêm-se a coerência de ideias e a correção gramatical do texto ao se empregar o sinal indicativo
de crase no “a”, em “a internacionalização”, situação em que esse termo seria empregado como objeto
direto preposicionado.

“Como nada ainda deu certo no planeta, a internacionalização só será aceitável quando se cumprirem
duas premissas.”

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 191 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

19. A retirada do sinal indicativo de crase em “no que concerne à complexidade” altera as relações de
sentido entre os termos, mas preserva sua correção gramatical.

“Pode-se dizer, no que concerne à complexidade, que há um polo empírico e um polo lógico e que a
complexidade aparece quando há simultaneamente dificuldades empíricas e dificuldades lógicas.”

20. “As demissões recordes nas companhias americanas devido à crise fizeram vítimas inusitadas ―
os próprios executivos de recursos humanos.”

O uso da crase em “à crise” deve-se ao fato de ser uma locução adverbial feminina.

21. Julgue se a reescritura do texto mantém a correção gramatical, levando em conta as alterações
gráficas necessárias para adaptá-la.

“Ao mesmo tempo, nos Estados Unidos, a agenda pública comporta uma adesão a superstições, a
crenças que a ciência moderna desmontou.”

Ao mesmo tempo, nos Estados Unidos, a agenda pública comporta uma adesão à superstições, à
crenças que a ciência moderna desmontou.

22. Cada uma das alternativas abaixo apresenta uma reescritura de texto. Assinale aquela em que a
reescritura cria falha no emprego do sinal indicativo de crase.

(A) “Ela era movida a vapor […].” > Ela era movida a gás.

(B) “Quem acabou com a tarefa de lavar pratos à mão foi uma americana […].” > Quem acabou com a
tarefa de lavar pratos com as mãos foi uma americana.

(C) “ela demorou a aperfeiçoar a invenção” > ela demorou à melhorar a invenção.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 192 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(D) “Até as panificadoras precisaram se adaptar à criação” > Até as panificadoras precisaram se
adaptar à invenção.

(E) “foram realizadas em 1920, graças ao inglês John Logie Baird” > foram realizadas em 1920, graças
à criatividade de

John Logie Baird.

23. “Resistência à mudança?”

O título do texto apresenta o uso do sinal indicativo de crase, que se explica porque

(A) há uma contração devido à exigência do complemento do verbo resistir.

(B) a palavra resistência exige por si só um complemento; nesse caso, a palavra “mudança” exerce
essa função, sendo a crase facultativa.

(C) a frase interrogativa potencializa a força de cada vocábulo, interferindo no sistema fônico, que faz
a crase necessária.

(D) a preposição “a” encontra-se situada entre dois substantivos femininos, comuns e abstratos.

(E) a regência nominal exige a preposição “a”, bem como a palavra feminina admite o artigo definido
feminino; portanto, a crase é necessária.

24. “[...] em muitas publicações quem faz [...] é quem está à toa na redação no momento.”

O sinal indicativo de crase em “à toa” pode ser eliminado por ser facultativo.

25. As alternativas a seguir são frases adaptadas da Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Assinale
aquela em que todas as palavras estão grafadas e acentuadas corretamente.

(A) A educação escolar devera víncular-se ao mundo do trabalho e à pratica social.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 193 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

(B) A educação de jovens e adultos será destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de
estudos no ensino fundamental e médio na idade própria.

(C) O ensíno será ministrado com base no pluralismo de idéias e de concepições pedagógicas.

(D) O dever do Estado com a educação escolar pública será efetivado mediante à garantia de ensino
fundamental, obrigatório e gratuíto.

(E) A educação superior têm por finalidade estímular à criação cultural e o desenvolvimento do
espírito científico e do pensamento reflexivo.

26. No segmento “salas de cinema para assistir a desenhos animados, cultuar personagens de cartum,”,
a ausência do sinal indicativo de crase indica que foi empregada apenas a preposição a, exigida pelo
verbo “assistir”, sem haver emprego do artigo feminino.

27. O uso do sinal indicativo da crase é obrigatório em:

a) A metrópole exerce influência social e administrativa sobre a maioria das cidades da região.

b) Cada vez mais, os moradores têm acesso a bens de consumo como eletrodomésticos e celulares.

c) Nas grandes cidades, o crescimento populacional é sempre aliado a índices econômicos altos.

d) O governo precisa investir na saúde para corresponder a expectativa da população.

e) O planejamento familiar é necessário para não levar o mundo a uma situação insustentável.

28. No trecho “50% e 70% das falhas ocorridas no passado em linhas de transmissão brasileiras
estavam relacionadas às condições climáticas,” o sinal indicativo da crase deve ser empregado
obrigatoriamente.
Esse sinal também é obrigatório na palavra destacada em:

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 194 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

a) O Brasil sofreu as consequências da grande perda de carbono da floresta Amazônica.

b) A transformação acelerada do clima deve-se as estiagens em várias partes do mundo.

c) Alguns tipos de vegetação dificilmente resistem a uma grande mudança climática.

d) As usinas hidrelétricas, a partir de 1920, estavam associadas a regiões industriais.

e) O aumento da temperatura do planeta causará danos expressivos a seus habitantes.

29. Há omissão do sinal indicativo da crase em:

a) Os vizinhos tomaram providências a respeito dos latidos.

b) O autor se refere a dupla de artistas como adoráveis.

c) Agradeci a ele pelo magnífico presente.

d) Os cães continuaram a latir sem parar.

e) Ela visita a avó todos os domingos.

30. A corrida dos atletas em busca de medalhas deu ____ todas as pessoas muita emoção. ____ muito
tempo, eles se referem ____ prova que foi ganha na Itália como ____ mais difícil. Assinale a opção
que preenche adequadamente as lacunas do texto acima.

a) à - À - a – a

b) a - À - à – a

c) à - Há - a – a

d) à - Há - à – à

e) a - Há - à - a

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 195 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

31. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente as lacunas.

Não diga ____ ela que eu fui ______ academia.

a) a – à c) à – à

b) a – a d) à – a

32. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.

Ele não obedeceu ___ regras da escola e foi encaminhado

__ diretoria.

a) as – a b) as - à

c) às – a d) às - à

33. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.

Agradeço ___todas as pessoas ___ homenagem oferecida ___ mim.

a) a - à - a. b) à - a - a.

c) a - a - a. d) à - à - à.

34. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.

I. Conheço o rapaz _____ tempos e confio nele.

II. A loja fica _____ dois quarteirões daqui.

a) a – a c) há – a
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 196 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b) a – há d) há – à

35. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.

Os pedidos de revisão de prova devem ser encaminhados ____ partir de amanhã ____ diretoria da
universidade.

a) a – a b) à – a c) a – à

d) à – à e) há – à

36. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.

I. Ele trabalha naquela empresa ____ cinco meses.

II. A casa dele fica ____ 500 m da praia.

a) a – a c) a – há

b) há – a d) há – há

37. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.

I. As inscrições começam ____ partir de amanhã.

II. Entregamos o documento ______ secretária.

a) a – a c) a – à

b) à – a d) à – à

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 197 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

38. Assinale abaixo a alternativa que não apresenta o correto uso da crase, de acordo com a
norma culta da língua portuguesa:

a) Cheguei às sete horas em ponto.

b) Tem um corte de cabelo à Justin Bieber.

c) Fique à vontade, a casa é sua.

d) Preços à partir de R$ 1,99.

39. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.

A moça está aguardando ___ duas horas e deseja entregar a carta ___ delegada.

a) há – a c) a – a

b) há – à d) a – à

40. Assinale a alternativa em que o uso do acento indicativo de crase está incorreto.

a) Não irei àquele lugar nunca mais!

b) O curso é de 15 à 20 de março.

c) Fiz alusão à sua obra.

d) Darei o dinheiro às crianças carentes.

41. Assinale a alternativa em que o período está de acordo com a norma culta.

a) Devem fazer alguns anos que não vejo-o.

b) Então o perguntei qual era a sua profissão.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 198 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Houveram manifestações contra o deputado.

d) Às 23h, ele ainda não havia chegado.

42. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente as lacunas.

O prazo foi ____________ e a inscrição será de 16 _____ 20 de outubro.

a) extendido – a b) extendido – à

c) estendido – à d) estendido – a

43. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente as lacunas.

I. O médico atende _____ cinco anos naquela clínica.

II. Devemos obedecer _____ regras do hospital.

a) a – as b) a – às

c) há – às d) há - as

44. Assinale a alternativa que está de acordo com a norma culta.

a) Ele trabalha na empresa a cinco anos.

b) Daqui à 2 anos, terminarei o curso.

c) O escritório fica a cinco minutos da minha casa.

d) O congresso é de 14 à 20 de setembro.

e) Os resultados serão divulgados a partir da semana que vem.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 199 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

45. Considere o período e as afirmações abaixo:

É preferível ter câmaras de vigilância do que ficarmos sujeitos à assaltos.

I. Há um problema de regência nominal.

II. O uso do acento indicativo de crase está incorreto.

III. Há um problema de concordância nominal.

Está correto o que se afirma somente em

a) I b) II c) III d) II e III e) I e II.

Crase – Gabarito

1. Relativamente à questão, nada se disse.


2. Referiram-se à questão.
3. Sou favorável à questão.
4. Quanto à questão, nada se disse.
5. Não se abordou a questão durante a reunião. (O verbo abordar é VTD; portanto, não há preposição
a.)
6. Trouxeram novo enfoque à questão.
7. À questão não se deu importância.
8. Referiram-se à mesma mulher.
9. Referiram-se a esta mulher. (Não ocorre artigo feminino antes de “esta mulher”.)
10. Referiram-se à própria mulher.
11. Referiram-se a uma garotinha órfã. (Não ocorre artigo feminino.)
12. Referiram-se a Vossa Excelência. (Não ocorre artigo feminino.)
13. Referiram-se à Senhora.
14. Referiram-se a falar sem parar. (Não ocorre artigo feminino.)
15. Referiram-se a ela. (Não ocorre artigo feminino.)
16. Referiram-se à de preto.
17. Referiram-se à que está de preto.
18. Referiram-se àquela de preto. (Crase com a preposição a e o demonstrativo aquela.)
19. Referiram-se àquela que está de preto. (Crase com a preposição a e o demonstrativo aquela.)
20. Referiram-se às várias mulheres dele.
21. Referiram-se a várias mulheres dele. (A ausência do s mostra que não há artigo feminino; por
isso, não há crase.)
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 200 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

22. Referiram-se a duas questões. (A ausência do s mostra que não há artigo feminino; por isso, não
há crase.)
23. Referiram-se às duas questões.

1.E 2.E 3.C 4.E 5.E 6.E 7.E

8.C 9.E 10.E 11.C 12.C 13.E 14.C

15.C 16.C 17.E 18.E 19.C 20.E 21.E

22.C 23.E 24.E 25.B 26.C 27.D 28.B

29.B 30.E 31.A 32.D 33.C 34.C 35.C

36.B 37.C 38.D 39.B 40.B 41.D 42.D

43.C 44.C 45.E

ACENTUAÇÃO GRÁFICA

1. SÍLABA TÔNICA

Oxítona – última sílaba tônica

Vintém, caju, capaz, cipó

Paroxítona – penúltima sílaba tônica

Papagaio, pipa, item, hífen, caráter

Proparoxítona – antepenúltima sílaba tônica

Médico, lâmpada, íntegro

2. REGRAS DE ACENTUAÇÃO

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 201 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

a) Monossílabas tônicas

Quando terminadas em A(S), E(S), O(S)

pá(s), fé(s), cós, pó(s)

b) Oxítonas

Term. em A(S), E(S), O(S), EM ENS

cajá, pavê, jiló, vintém, parabéns

c) Paroxítonas – Quando terminadas em

I(S) – táxi(s), júri(s)

US – ônus, bônus, tônus

R – revólver, caráter

X – tórax, fênix, cálix

N – hífen, abdômen, pólen

L – fóssil, réptil, projétil

UM / UNS – álbum, fórum, álbuns

ON(S) – elétron(s), fóton(s)

PS – bíceps, tríceps, fórceps

ÃO / Ã – órgão, órfão, órfã

DITONGO – jóquei, tênue, ciência


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 202 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

d) Proparoxítonas

Todas são acentuadas.

médico, lâmpada, gênero, hétero

e) Vogal tônica do hiato

baú, saída, distribuídas, saúde

Luís, Taís, país, Piauí

Atenção!

Rainha, bainha, ventoinha, juiz, ruim

feiura (fei-u-ra), cauila (cau-i-la)

f) Ditongos aberto – ÉI, ÓI, ÉU

anéis, herói, corrói, céu, chapéu

Atenção! Nova ortografia

heroico, ideia, Coreia, geleia, joia

EXERCÍCIOS

1. Os vocábulos “importância”, “estatísticos”, “públicos”, “político” e “econômico” são acentuados


graficamente em decorrência da mesma regra.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 203 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

2. As palavras “veículos”, “títulos” e “fantásticas” são acentuadas de acordo com a mesma regra de
acentuação gráfica.

3. As palavras “água”, “renovável” e “distribuído”, utilizadas no texto, recebem acento gráfico pela
mesma razão.

4. Com relação às regras de acentuação de palavras empregadas no texto, assinale a opção incorreta.

A As palavras “temporários” e “série” recebem acento gráfico com base na mesma regra gramatical.

B A palavra “país” recebe acento gráfico porque termina em ditongo oral.

C As palavras “histórica” e “Estatística” são acentuadas por serem proparoxítonas.

D As palavras “número” e “econômico” recebem acento gráfico com base na mesma regra
gramatical.

5. Justificam-se pela mesma regra de acentuação os acentos gráficos dos seguintes vocábulos do
texto: “única”, “caráter”, “intrínsecas” e “antitéticas”.

6. Os seguintes vocábulos do texto são acentuados devido à mesma regra: “Imobiliário”, “Colégio”,
“seminários”, “notários” e “área”.

7. As palavras “Estágio”, “diária” e “após” são graficamente acentuadas devido à mesma regra.

8. Caso fosse eliminado o acento da palavra “dúvidas”, o texto ficaria incoerente, pois a forma
resultante corresponderia a palavra pertencente a outra classe gramatical.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 204 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

“Promulgada em setembro de 2008, a nova Lei do Estágio ainda provoca dúvidas entre empresários e
estudantes.”

9. O acento gráfico em “pôde” obriga o leitor a situar a oração em que tal forma verbal está inserida
no tempo pretérito.

“O ano de 1964 representou para a Universidade de Brasília o maior retrocesso que pôde existir na
história do ensino superior no Brasil.”

10. As palavras “amazônico” e “viúva” acentuam-se de acordo com a mesma regra de acentuação
gráfica.

11. Os vocábulos “suíço”, “vários” e “países” são acentuados de acordo com a mesma regra de
acentuação.

12. Em “reúne”, o sinal gráfico marca a ocorrência da vogal como sílaba tônica, separada da vogal
anterior; mas palavras da mesma família, como reunião e reunir, não precisam de acento gráfico,
pois, nestes casos, a vogal u não ocorre como sílaba tônica.

Acentuação Gráfica - Gabarito

1.E 2.C 3.E 4.B 5.E 6.C 7.E 8.C 9.C 10.E 11.E 12.C

FONOLOGIA

CONCEITOS INICIAIS
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 205 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Fonema é o menor elemento sonoro da palavra com capacidade não só de forma, mas também
distinguir palavras.

fada – faca – fala – faça

barra – berra – birra – borra – burra

Letra é o símbolo utilizado para representar o som.

Atenção!

O mesmo fonema pode ser representado por letras distintas.

zebra – casa – exílio

A mesma letra pode indicar fonemas diferentes.

êxito – enxada – sexta – táxi

Atenção!

Nem sempre há perfeita correspondência entre o número de letras e o número de fonemas.

caixa >> 5 letras e 5 fonemas - /c/a/i/x/a/

humano >> 6 letras e 5 fonemas - /u/m/a/n/o/

massa >> 4 letras e 3 fonemas - /m/a/s/a/

táxi >> 4 letras e 5 fonemas - /t/a/c/s/i/

Dígrafo é o conjunto de duas letras que representa um único fonema.

Dígrafos consonantais: CH, NH, LH, RR, SS, XC, XS, SC, SÇ, GU, QU.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 206 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

chuva, venha, telha, carro, passar, exceto, exsudar, nascer, nasço, guia, queda

Dígrafos vocálicos: AM, EM, IM, OM, UM, AN, EN, IN, ON, UN.
ambos, embora, impor, composição, atum, canto, enxada, cinto, conto, mundo

Dífono é a equivalência da letra x a dois fonemas – CS – em certas palavras.


táxi – tórax – complexo - tóxico

Atenção!
Naturalmente, se ambas as letras dos grupos apresentados corresponderem a fonemas distintos, não
haverá dígrafo.
água, aquário, escravo, exclamação

Atenção!

No final das palavras, AM, EM, EN e ENS não são dígrafos vocálicos, visto que são pronunciados
como dois sons vocálicos (ditongos decrescentes nasais).

falaram >> /f/a/l/a/r/ã/u/

voltem >> /v/o/u/t/e/i/

pólen >> /p/o/l/e/i/

itens >> /i/t/e/i/s/

CLASSIFICAÇÃO DOS FONEMAS

Vogais são os sons que chegam livremente ao meio exterior.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 207 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

A vogal é sempre a base da construção da sílaba, não existindo sílaba sem vogal. São elas A, E, I, O,
U.

Semivogais são os fonemas I e U, que sempre aparecem ligados a uma vogal.

As semivogais podem ser representadas pelas letras I, U, E, O, M e N.

rei >> /r/E/i/ >> semivogal = i

pães >> /p/Ã/i/s/ >> semivogal = i

meu >> /m/E/u/ >> semivogal = u

pão >> /p/Ã/u/ >> semivogal = u

falam >> /f/a/l/Ã/u/ >> semivogal = u

hífen >> /h/i/f/E/i/ >> semivogal = i

Consoantes são fonemas que não podem ser pronunciados sozinhos. São eles B, C, D, F, G, etc.

t i m e >> consoantes = t, m

a r e i a >> consoante = r

ENCONTROS VOCÁLICOS

Ditongo é o encontro de dois sons vocálicos que permanecem juntos, na mesma sílaba.

Ditongo oral – pronunciado pela boca.

feixe, caixa, constrói

Ditongo nasal – pronúncia parcialmente nasal.

mãe, supõe, órgão

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 208 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

muito – /m/u/i/t/o/, pagaram - /p/a/g/a/r/ã/u/

Ditongo crescente – semivogal + vogal

históriA, sériE, quAtro, quInquÊniO

Ditongo decrescente – vogal + semivogal.

amEixa, herÓi, fEixe, cAixa, pÃo, tem, vejam

Tritongo – semivogal + vogal + semivogal; pode ser oral ou nasal.

iguAis, ParaguAi, averiguOu

saguÃo, enxáguem (u/E/i), deságuam (u/Ã/u)

Hiato – encontro de dois sons vocálicos pronunciados em sílabas diferentes.

saúde, cair, moeda, rainha, juiz

Encontro consonantal ocorre quando duas consoantes se encontram em uma palavra.

aDRenalina, Fraco, laVRador, Bloco, Plano, Bruma

fiaSCo, suCÇão, aDMitir, diGNo, téCNico

Atenção!

Não confunda encontro consonantal com dígrafo.

campo, sinto, nascimento, exceto

DI VISÃO SILÁBICA
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 209 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Regras básicas:

a) Toda consoante não seguida de vogal deve-se juntar à sílaba que vem antes dela.

eliP-se, aD-je-ti-vo, ad-vo-ga-do

b) Os dígrafos RR, SS, SC, SÇ, XS e XC permitem separação de suas letras.

caR-Ro, aS-Sado, naS-Cer, eX-Su-dar, eX-Ceto

c) Não devem ser separados os encontros consonantais cuja segunda consoante é L ou R.

a-le-GRia, PLa-no, PRo-BLe-ma

d) Os prefixos, quando incorporados à palavra, obedecem as regras anteriores.

i-ne-fi-caz, su-bo-fi-ci-al, tran-sa-tlân-ti-co, su-pe-res-pe-ci-al

Atenção!

Os prefixos bis, dis, sub, cis, trans, super, ex, inter, etc. (terminados em consoante), se seguidos de
consoante, não formam nova sílaba: sub-li-nhar, sub-li-mi-nar, cis-pla-ti-no, bis-ne-to, trans-por-tar,
dis-cor-dân-cia, su-per-ho-mem, ex-car-ce-rar, in-ter-na-cio-nal.

EXERCÍCIOS

1- Assinale a alternativa em que NÃO há dígrafo na palavra.

a) Terreno.

b) Pouquinho.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 210 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Estresse.

d) Cumprimento.

e) Briga.

2. “Mas uma mulher que vivia perto da minha casa decretou a morte de um ipê que florescia à
frente de sua casa porque ele sujava o chão, dava muito trabalho para a sua vassoura.” é correto
afirmar que há, nos temos destacados

a) 4 dígrafos e 1 encontro consonantal.

b) 3 dígrafos e 2 encontros consonantais.

c) 4 dígrafos e 2 encontros consonantais.

d) 4 dígrafos e 3 encontros consonantais.

e) 2 dígrafos e 3 encontros consonantais.

3. Assinale a alternativa em que as palavras apresentam dígrafos vocálicos.

a) “morrem” e “sofrem” .

b) “acidentes” e “doenças” .

c) “trabalhadores” e “assédio”.

d) “adequada” e “seguridade” .

e) “podem” e “transtornos”.

4. A Tribuna do Piauí de 18/01/2014 publicou a seguinte nota: “Adotado no PSIU 2010 da


Universidade Estadual do Piauí, a obra Um Manicaca, de Abdias Neves, foi composta com a intenção
de documentar Teresina no apagar das luzes do século XIX e combater as práticas e a fé religiosa da

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 211 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

coletividade e ainda algumas doutrinas do Catolicismo. No fim do século registrou: os animados


festejos da igreja de N. S. do Amparo, de foguetório e namoricos. As festas de aniversário nas
residências, quando os amigos chegam de surpresa, sem aviso: forma-se o baile, dança-se, bebe-se e
fala-se da vida alheia.”

Nesse texto encontramos palavras com dígrafos, entre as quais estas:

a) intenção / apagar / século.

b) algumas / quando / chegam.

c) surpresa / práticas / alheia.

d) baile / registrou / doutrinas.

e) composta / foguetório / residências.

5. Há dígrafo, EXCETO em

a) erro

b) fosse

c) tenha

d) sobra

6. Considere as seguintes afirmações sobre determinadas palavras do texto:

I. contrário possui um encontro consonantal, um dígrafo vocálico e um ditongo crescente.

II. questão contém um ditongo nasal, além de possuir mais letras que fonemas.

III. Em consequência, imposições e abissais, as letras sublinhadas representam o mesmo fonema.

Quais estão corretas?


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 212 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas III.

d) Apenas I e II.

e) I, II e III.

7. Assinale a alternativa em que o x representa fonema igual ao de “exame”.

a) exceto.

b) enxame.

c) óxido.

d) exequível.

8. Assinale a alternativa INCORRETA quanto à descrição da palavra.

a) distinguir: um encontro consonantal e dois dígrafos.

b) cinquentão: dois encontros consonantais, um ditongo crescente e um ditongo decrescente.

c) quiproquó: dois ditongos crescentes e um encontro consonantal.

d) antiguidade: dois dígrafos e nenhum ditongo.

9. Observe:

fre-ar: contém hiato

pou-co: contém ditongo oral decrescente


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 213 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

Em qual alternativa a palavra não apresenta nenhuma das classificações acima?

a) aorta.

b) miolo.

c) vaidade.

d) quatro.

10. “Por trás de um pequeno homem talvez exista uma mulherzinha de nada.” As palavras destacadas
apresentam, respectivamente:

a) encontro vocálico / dígrafo / encontros vocálicos;

b) hiato / dígrafo / encontros consonantais;

c) encontro consonantal / ditongo / dígrafos;

d) tritongo / ditongo / dígrafos;

e) encontro consonantal / dígrafo / dígrafos.

11. A palavra que NÃO está separada corretamente é

a) bar – rei – ra.

b) pes – so – as.

c) ci – en – tes.

d) ne – u – ro – nal.

e) fi – ló – so – fos.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 214 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

12. Assinale a alternativa em que a divisão silábica das palavras retiradas do texto está correta:

a) es-po-ra-di-ca-mente.

b) ne-ce-ssi-da-de.

c) des-a-bo-to-an-do.

d) par-tu-ri-en-te.

e) co-lé-gi-o.

13. Assinale a opção que preenche, correta e respectivamente, as lacunas. A palavra "trinitrotolueno"
é classificada, em relação ao número de sílabas, como ______ e, em relação à posição da sílaba
tônica como______ .

a) decassílaba/ proparoxítona

b) heptassílaba/ oxítona

c) polissílaba/ proparoxítona

d) polissílaba/ oxítona

e) polissílaba/ paroxítona

14. O item abaixo que apresenta erradamente uma separação de sílabas é:

a) trans-o-ce-â-ni-co;

b) cor-rup-te-la;

c) sub-li-nhar;

d) pneu-má-ti-co;

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 215 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

e) e-co-no-mi-a.

15. Assinale a alternativa em que as sílabas de todas as palavras estão separadas corretamente.

a) fi-ngem, no-rte, con-fu-nde.

b) ex- pres- são, lín-gua, fo-ra.

c) ali-men-tar, vi-vos, ga-mbá.

d) qu-an-do, a-ta-ca-dos, i-sso.

16. Assinale a alternativa CORRETA quanto à

divisão silábica, à ortografia e à análise da estrutura fonética da palavra em destaque.

a) se-ri-ís-si-mo – vocábulo proparoxítono, com um hiato e um dígrafo.

b) ar-rit-mia – vocábulo oxítono, com dois encontros consonantais e um ditongo

crescente.

c) flu-i-dos – vocábulo paroxítono, com um encontro consonantal e um hiato.

d) pre-ten-ci-o-so – vocábulo paroxítono, com um encontro consonantal, um dígrafo e

um hiato.

17. Considere estes grupos de palavras:

I. co-lé-gi-o; bra-si-le-i-ras; as-pe-ctos.

II. e-nig-ma; pror-ro-gar; ca-ná-rio.

III. due-lo; mi-ú-do; su-bli-nhar.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 216 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

IV. in-con-tes-tá-vel; eu-ro-pei-a; i-guais.

A correta divisão silábica de todas as palavras pode ser observada:

a) apenas em II;

b) apenas em II e IV;

c) apenas em III e IV;

d) apenas em I e IV.

GABARITO

1.E 2.D 3.B 4.E 5.D 6.D 7.D 8.B 9.D 10.E 11.D 12.D 13.E 14.A

15.B 16.A 17.B

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 217 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PALAVRAS

1. Composição (radical + radical)


a) Justaposição (sem perda de fonemas)
girassol, rodapé, couve-flor
b) Aglutinação (com perda de fonema)
aguardente, planalto, fidalgo, embora

2. Derivação (radical + afixo)


a) Prefixal
incapaz, desleal, pré-história, supermercado
b) Sufixal
lealdade, vidraça, realizar, capim-açu
c) Prefixal e sufixal
incapacidade, deslealdade, infelizmente
d) Parassintética (prefixação e sufixação simultâneas)
enjaular, esfarelar, amaciar,, empalhado
e) Regressiva ou deverbal (derivados de verbos)
pesca, estudo, compra, venda, combate, ataque
f) Imprópria (mudança de classe de palavra)
o viver, o sim, o amarelo, o quê

3. Outros processos

a) Onomatopeia – tentativa de reprodução de som

reco-reco, pingue-pongue, blá-blá-blá, tique-taque, mugir, miar, cacarejar, etc.

b) Abreviação – redução do vocábulo de sorte que parte dele passa a representar o todo.

tevê (televisão), cinema (cinematógrafo), Rio (Rio de Janeiro), pneu (pneumático), foto (fotografia),
moto (motocicleta), metrô (metropolitano), etc.
Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 218 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

c) Siglonização – utilização das letras ou partes iniciais de palavras para criação de uma sigla.

TSE (Tribunal Superior Eleitoral), PIB (Produto Interno Bruto), UnB (Universidade de Brasília), etc.

d) Estrangeirismo – são empréstimos de palavras pertencentes a outros idiomas.

xampu, estresse, futebol, deletar, pizza, byte, show-room, link, haloween, shopping center, etc.

e) Hibridismo – formação baseada em palavras pertencentes a idiomas diferentes.

televisão (grego e latim), sociologia (latim e grego), automóvel (grego e latim), burocracia (francês e
grego), micro-ônibus (grego e latim), sambódromo (africano e grego), reportagem (inglês + latim),
bicicleta (latim + grego), cibernauta (inglês + latim), etc.

e) Neologismo – criação de uma palavra.

superfeliz, caetanear, dangerosíssimo, viralizar, gordice, aborrescente, crionça, pocotó, etc.

Atenção!

Pode-se também considerar neologismo a utilização de palavra já existente, mas com novo sentido.

arroz, mala, laranja, gato, rede, partidão, zebra, etc.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 219 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

EXERCÍCIOS

1. Julgue: A palavra “indispensável” foi formada pelo processo de composição com o acréscimo do
prefixo “in” à palavra “dispensável”, dando a esta o mesmo sentido de imprescindível.

2. Em “trabalhar com o imponderável” verifica-se derivação imprópria, isto é, o adjetivo


imponderável passa a designar, como substantivo, “o elemento indefinível que influi em determinada
matéria ou assunto”.

Também ocorre derivação imprópria em:

a) O efeito da fé é duradouro.

b) Homens solidários sentem prazer em cooperar.

c) Os fiéis realizaram belíssima procissão.

d) Grandes catástrofes unem as comunidades.

3. A alternativa em que todas as palavras são formadas pelo mesmo processo de formação é:

a) responsabilidade, musicalidade, defeituoso;

b) cativeiro, incorruptíveis, desfazer;

c) deslealdade, colunista, incrível;

d) anoitecer, festeiro, infeliz;

e) reeducação, dignidade, enriquecer.

4. Assinale a alternativa em que o processo de formação de palavras está correto:

a) sociologia = derivação prefixal ou prefixação.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 220 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b) “redondo” (em “Skol, a cerveja que desce redondo”) = derivação sufixal ou sufixação.

c) enlouquecer = parassíntese.

d) combate (do verbo “combater”) = derivação imprópria.

e) “pobre” (em “O pobre merece ajuda”) = derivação regressiva.

5. Assinale a alternativa em que a palavra não é formada por derivação parassintética.

a) enriquecer. b) entardecer.

c) avermelhar. d) descobrimento.

e) N.D.A.

6. Neologismo é o fenômeno linguístico que consiste na criação de palavras novas, a partir de


palavras já existentes na língua. Em “Não vê que ele inventa / roupa insiderável de viver no Sol”, a
palavra grifada é um neologismo, cujo significado é

a) inflamável.

b) à prova de fogo.

c) utilizada no espaço sideral.

d) resistente à ação dos astros.

e) fabricada com material reciclável.

7. Observe a criação do neologismo Brasilíndia neste trecho: “Continuamos uma Brasilíndia: uma
Bélgica rica dentro de uma Índia pobre.” A criação do neologismo Brasilíndia ocorreu por

a) aglutinação das palavras Brasil, Bélgica e índia, nessa ordem.


Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 221 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

b) aglutinação das palavras Brasil e Índia, nessa ordem.

c) justaposição das palavras Bélgica, Brasil e Índia, nessa ordem.

d) justaposição das palavras Brasil e Índia, nessa ordem.

8. Julgue a afirmação.

O neologismo “deletá-los” segue um processo comum de criação de novos vocábulos em língua


portuguesa: o da criação de novos verbos de primeira conjugação (terminados em ar), a partir de uma
base lexical de empréstimo ou vernácula.

9. A foto colhida numa rede social mostra um neologismo que está corretamente descrito na seguinte
explicação:

a) Acrescentou-se um prefixo à palavra anterior, comemoração.

b) Acrescentaram-se dois prefixos à palavra anterior, memoração.

c) Acrescentou-se um prefixo e um sufixo à palavra anterior, comemorar.

d) Acrescentaram-se dois prefixos e dois sufixos à palavra anterior, memória.

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 222 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.
ATUAL CONCURSOS
PORTUGUÊS

e) Acrescentou-se um prefixo e permutou-se outro à palavra anterior, rememoração.

Gabarito

1.E 2.C 3.A 4.C 5.D 6.D 7.D 8.C 9.A

Professor: Wagner Sousa www.atualconcursos.com Página 223 de 223

Conforme a Lei 9.610/98 é vedada a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a autorização prévia.