Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI

INSTITUTO DE FORMAÇÃO DE EDUCADORES


LICENCIATURA INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA

DNA: SUA ESTRUTURA E FUNÇÕES

LUIZ EDUARDO DA SILVA SANTOS


MATRÍCULA: 390862
DISCIPLINA: BIOLOGIA CELULAR
PROFESSOR: FRANCISCO NASCIMENTO PEREIRA JUNIOR

BREJO SANTO – CE
2016
DNA: SUA ESTRUTURA E FUNÇÕES

Presente no núcleo existe os chamados ácidos nucléicos, que conforme


Junqueira e Carneiro (2012, p. 54) são “moléculas informacionais que controlam os
processos básicos do metabolismo celular, a síntese de macromoléculas, a
diferenciação celular e a transmissão do patrimônio genético”. Podem ser de dois
tipos básicos: o ácido desoxirribonucléico (DNA), que é responsável pela
constituição do material genético (cromossomos e genes), localizado basicamente
no núcleo das células – e o ácido ribonucléico (RNA), sintetizado no núcleo pelo
DNA. Se detendo apenas ao DNA podemos dizer que esta é formada por grandes
moléculas que estão ligadas à hereditariedade e ao comando e controle das
atividades celulares.
O ácido desoxirribonucléico (o DNA) está localizado quase que totalmente
na estrutura nuclear das células eucariontes (dotadas de carioteca – possuem
núcleo organizado). Se apresenta em menor quantidade nas mitocôndrias, nos
cloroplastos e associados aos centríolos. Nas células procarióticas vai estar disperso
no citoplasma celular.
Entre as propriedades do DNA estão: o fato dela ser uma molécula
orgânica composta por unidades menores chamadas de nucleotídeos (compostos
formados por um grupo fosfato, uma pentose, que no caso é a desoxirribose, uma
base nitrogenada); possui estreita relação com à hereditariedade (passagem de
características para as gerações seguintes); sua morfologia é a de um duplo
filamento formado por duas cadeias de nucleotídeos, numa estrutura parecida com
duas hélices; as bases nitrogenadas presentes no DNA podem ser de 4 tipos:
adenina (A), guanina (G), citosina (C) e timina (T); proporcionalmente, estas bases
se pareiam de 1 para 1 (adenina-timina e citosina-guanina).
Um modelo para a estrutura do DNA foi proposta por Watson e Crick em
1953. De acordo com Boschilia (2006, p. 49) nesse modelo a molécula de DNA “é
composta por uma dupla hélice, ou duas cadeias helicoidais de
polinucleotídeos” e são unidas “pelas bases nitrogenadas, e as ligações entre as
bases é feita por pontes de hidrogênio”.

REFERÊNCIAS

BOSCHILIA, Cleuza. Biologia: teoria e prática. 2. ed. rev. São Paulo: Rideel, 2006.

JUNQUEIRA, L.C.; CARNEIRO, J. Biologia Celular e Molecular. 9ª ed. Rio de


Janeiro: Guanabara Koogan, 2012.