Você está na página 1de 9

EDUCAÇÃO FÍSICA - BACHARELADO

Portfólio da disciplina História e Teoria da Educação Física e


do Esporte

Autora: Iara Cristina dos Santos

Itu - SP
2018
Portfólio da disciplina História e Teoria da Educação Física e
do Esporte

Trabalho referente à disciplina de História e


Teoria da Educação Física e do Esporte do
Centro Universitário Nossa Senhora do
Patrocínio-CEUNSP, ministrado pelo Profº
Ms. José Correia França, realizado pela
aluna: Iara Cristina dos Santos RGM:
17174228

Itu - SP
2018
Sumário
1. INTRODUÇÃO ...................................................................................................4
2. ONDE ESTOU? ...................................................................................................5
3. PARA ONDE QUERO IR? ................................................................................6
4. O QUE FAZER? ....................................................................................................7
5. CONCLUSÃO........................................................................................................8
6. REFERÊNCIAS ....................................................................................................9
1.INTRODUÇÃO
Este portfólio tem como principal objetivo traçar e organizar o caminho da formação
como profissional da Educação Física. Baseando-se nas aulas, no texto de apoio
apresentado e nas indagações proposta aos alunos no decorrer da disciplina de História e
Teoria da Educação Física e do Esporte. Durante o período da disciplina foram feitas
abordagens básicas a respeito da Educação Física, recordando de sua origem conceitos e
teorias fundamentais para nosso crescimento como profissional da área. Também é de
fundamental importância o futuro, pois poderemos analisá-lo de acordo com o que está
registrado em nossa história, de forma a melhorar o nosso conhecimento em torno das
atividades e aulas no decorrer da graduação.

4
2.ONDE ESTOU?

Qual é meu lugar no mundo acadêmico/profissional? Esta pergunta inicia uma das
reflexões mais complexas, pois sempre sabemos para onde queremos ir, mas nunca
descobrimos de antemão qual caminho será percorrido até chegar ao destino desejado.
De qualquer modo, é uma indagação subjetiva, individualista. Cabe somente a nós
mesmo responder esta questão.

A Educação Física se originou há muito tempo atrás, desde os primórdios da civilização


o homem praticava atividade física, fazia parte de sua sobrevivência caçar, correr, pular,
lançar, lutar, etc. A prática da Educação Física, mesmo que incognitamente naquela
época, sempre visou o bem estar através da movimentação corpórea.

Quando decidi cursar Educação Física, procurava algo em que eu fosse trabalhar com o
movimento, pois todo e qualquer trabalho em que tivesse que passar 40 horas por
semana sentada, era aterrorizante. Segundo França (2010, p. 27) o nosso corpo não foi
feito para ficar parado, devemos a todo tempo nos movimentar:

Isto nos leva a considerar que nosso corpo não foi feito para ficar
sentado, parado, inerte. Toda nossa complexa anatomia, bem como os
processos fisiológicos e até mesmo os mecanismos emocionais, foram
estruturados para o movimento. É no movimento que a vida flui,
expande-se, adapta-se, cria, recria e se renova.

Diante dessa postura em que se enquadra o campo da Educação Física em minha vida,
atribuo a questão proposta da seguinte maneira: “Estou exatamente onde eu deveria
estar, fazendo o melhor que eu posso dentro do meu nível de consciência, cumprindo a
minha missão com amor e sabedoria.” (Carlos Humberto Soares Junior).

5
3.PARA ONDE QUERO IR?

A área da Educação Física tem como objetivo promover saúde, bem estar e capacidade
física nos indivíduos por meio da prática de atividades corporais. E é de forma gradativa
que se obtém o resultado desejado. Se há perseverança em fazer a diferença dentro de
qualquer âmbito, é de suma importância traçar metas, objetivos, para assim realizar com
sucesso nossas conquistas, ou até mesmo falhar e aprender com as perdas. O caminho
mais próximo do êxito é a persistência. Para mudar é necessário descobrir onde estamos
e para onde queremos ir. Apesar de parecer óbvio, muitas vezes a mudança não ocorre
porque não se sabe o que quer. Quando nos orientamos para aquilo que queremos,[...] a
mudança se torna mais fácil, pois esse caminho gera um processo consciente
(HOLMES, Silvia. 2014).

A história nos mostra que a Educação Física passou por várias etapas até chegar onde se
encontra atualmente. Passamos pela era primitiva, onde o homem necessitava da sua
corporeidade exclusivamente para a sobrevivência. Pela época onde o senso de
educação e beleza eram primordiais, na Grécia. E até mesmo quando a prática de
atividade física era usada para treinamento de guerra, em Roma (FRANÇA, 2014).

Toda condição compõe-se de etapas. Tudo tem um começo, meio, e um destino. Falar
que tudo tem um fim é assassinar a história, onde nela existem contos de fatos e causas.
Por isso devemos nos indagar sempre: “Onde estou? Para onde quero ir? O que fazer?”
O caminho para nós, como profissionais da Educação Física que devemos prosseguir é
o da busca ao conhecimento, sempre. Nunca parar de estudar, nunca estagnar, sempre
buscar novas informações, novos conhecimentos, pois hoje a nossa área é tratada como
ciência da Saúde, e a ciência é contínua. Se a ciência para, o corpo morre.

6
4.O QUE FAZER?

Toda vez que um ciclo se fecha, inicia-se outro. Assim é também em nossa vida
acadêmica. Entra semestre, acaba semestre, novos conhecimentos, etc. Ciclo se abre.
Ciclo se fecha. Ele está sempre presente em nossas vidas. Quando o “ciclo da
graduação” se fechar para nós, alunos, a ideia é que se inicie o ciclo do mercado de
trabalho e projetos.

O que fazer para não escaparmos desse ciclo? Concentração e foco. Estes são pontos-
chave para nunca estagnarmos em nossas vidas. Segundo José Roberto Marques (2017):

A concentração é fundamental para conseguirmos concluir metas e


objetivos em qualquer contexto, seja para fazer uma dieta, praticar
exercícios físicos, se dedicar aos estudos, manter a atenção no
trabalho, entre outras inúmeras situações.

Em nossa área como futuros profissionais da Educação Física, segue a mesma linha de
pensamento. Para se concluir um trabalho de modo fidedigno e benfeitor, devemos
traçar metas, buscar executá-las de forma que atinja o objetivo desejado e sempre de
maneira que não desrespeite nosso próximo. Dar continuidade à nossa essência e
agregar cada vez mais valor a esta área importante que é a Educação Física.

7
5.CONCLUSÃO

Em virtude do que foi mencionado, é imprescindível que todos se conscientizem de que


em nossas vidas é tudo questão de uma auto abordagem. Onde estou? Para onde quero
ir? O que devo fazer? São através delas que se constroem as reflexões mais importantes
de nossas vidas acadêmicas, profissionais, emocionais, sociais, etc. Tudo vai se
transformando com o passar do tempo, e nossas raízes, nossas origens, sempre estarão
do lado da história, assim fazendo entender que há essência em tudo que seja
conveniente em nosso ser.

8
6.REFERÊNCIAS

Carlos Humberto Soares Junior. [2005-2018] Disponível


em:< https://www.pensador.com/autor/carlos_humberto_soares_junior_mestre_de_reiki
/> . Acesso em: 26 de mar. de 2018

FRANÇA, J. C. Educação e corporeidade: o corpo como elemento da autonomia em


mulheres idosas. Dissertação de Mestrado, Americana São Paulo: UNISAL 2010.

FRANÇA, J. C. História e Teoria da Educação Física e do Esporte. Material de Apoio,


Itu São Paulo: CEUNSP 2014

HOLMES, Silvia. 2014. Disponível em: <


https://www.somostodosum.com.br/clube/artigos.asp?id=39171> Acesso em: 26 de
Mar. de 2018.

José Roberto Marques. Coaching e Carreiras: A importância do foco no trabalho. 4 de


Jul. de 2017. Disponível em: http://www.ibccoaching.com.br/portal/coaching-
carreira/importancia-foco-trabalho/ Acesso em: 27 de Mar. de 2018.