Você está na página 1de 87

1

OS

EXTRATERRESTRES
E A

SIRJA

Resumo de Volumes 1 e 2
Revisados

Copyright  1993 by
IVAN M. SILVA
GERALDO P. OLIVEIRA

Originais Registrados na Biblioteca Nacional


Volume 1: Sob o No 72.280
Volume 2: Sob o No 164.452

Permitida a reprodução total ou parcial,


pedimos citar a fonte.

Impresso no Brasil
Printed in Brazil
2

Índice
Capítulo Página
Prefácio,.............................................03
01 - SIRJA,......................................04
02 - O Existir e o Não-Existir,.........06
03 - Os Existires,.............................07
04 - Direção do Existir,...................08
05 - Criador,....................................09
06 - Reações,...................................11
07 - Avanço,....................................12
08 - O Tempo,.................................14
09 - Partículas,.................................16
10 - Pulsos,.......................................18
11 - Uma Pesquisa Extraterrestre,...20
12 - Elementos,................................22
13 - Campos,....................................23
14 - Cores,........................................24
15 - Uma Síntese do Criador,..........27
16 - Universos,.................................29
17 - Terra,........................................31
18 - Pirâmides,.................................35
19 - Ajuda Através do Tempo,.........37
20 - Ica,............................................40
21 - Extraterrestres,..........................41
22 - Ação,.........................................43
23 - Poder,........................................45
24 - Dinâmica,.................................46
25 - Informações,.............................48
26 - Registro,...................................49
27 - Programa,.................................50
28 - Três Partes do Ser,....................52
29 - Módulos,...................................53
30 - Passagem,..................................54
31 - Limpeza,....................................55
32 - Análise,......................................56
33 - Descondicionamento,................57
34 - Vontade,.....................................58
35 - Linguagem,................................59
36 - Palavras,.....................................61
37 - Não Ativar o Passado,...............62
38 - Energias e Controle,..................63
39 - Força,.........................................64
40 - Clareza,......................................66
41 - Ver,............................................67
42 - Valores,.....................................68
43 - Artificialismo,...........................69
44 - Credulidade,..............................70
45 - Lidar com Seres Artificiosos,....71
46 - Grupos,......................................72
47 - Violência,..................................74
48 - Este Sistema,.............................75
49 - Acontecimentos,........................79
50 - Supervisores,.............................85
3

Prefácio

s coisas velhas estão sendo arquivadas. Informações do sistema que está se despedindo deixam de existir, não servem
AEstão
mais, não definem a posição de ninguém no planeta.
na atmosfera idéias novas, que rompem conhecimentos que não são reais. São entradas de pulsos renovadores,
início de limpezas em todos os níveis dos universos. São movimentos ondulatórios diferentes, próprios de nova ordem de
coisas, deixados para o tempo de vocês, para raciocinar sobre isso.
Estão em síntese informações a respeito do Criador, de como ele atua na movimentação de vocês e como podem se
identificar com todas as condições. Falam sobre o que ele dispõe e a sabedoria imensa que está à espera. Conhecimentos
verdadeiros estão no programa, traduzem energias em conhecimentos que são base para todo o sempre.
O Criador dispensa a si mesmo, como partículas, toda atenção. Sabe a respeito de todos e quer que tomem conhecimento
de si próprios mas como Criador.
Enquanto as partículas se elucidam as informações estão circulando, têm de passar através de todos. Não ficam
informações guardadas, arquivadas, é distribuição de todos os espaços.
Não pode interromper e nem modificar para outros conhecimentos. Uma fase alcança outra quando o conhecimento
básico está bem claro, é dele que se processa rumo.
Há uma busca às vezes imprecisa. Um ser pára num local, alguém o dispensa dali, outro o dispensa de outro local. Não
sabe onde ficar e não sabe se está bom ali. A falta de coordenação deixa-o nos piores locais, onde não deveria estar.
Existe uma meta de todos, é natural que fiquem sabendo.
Da Direção para com este sistema estavam programadas estas informações em sentido geral, são potencial a mais, pulso
forte, vão atingir objetivo para o que está decidido, para manter a ordem e o que é correto. Está repercutindo, vai ser visto a
sério e prevalece.
A sabedoria está aplicada para visão clara, para saber o que pode e o que não pode ficar. Faz parte de limpezas
planetárias, é soma para mudanças, as demais coisas perdem sentido e força a retirada dos seres suplantados.
Outras palavras não vêm a fazer número. Fica o valor, a soma exata do potencial. Não seriam dadas energias a mais e
nem a menos, consta o que corresponde.
4

01

SIRJA

esde o início do pulso em que o Criador acionou o campo das reações, veio a condição de ter presente informações
D corretas, é trabalho de ordem que antecede a origem dos tempos. É programa de expansão, avança em todas as camadas e
por todos os planetas, são pontos de luz e pulsam na galáxia, uma vontade do Criador.
É passagem aberta por extraterrestres, opera num fator único que envolve todos os espaços. É por onde os seres, um a
um, têm de avançar para outros níveis. É por onde informações passam, organiza minúcias do que tem a realizar e expressa
clara a Direção.
Sempre existiu na Terra. Esse ponto que hoje tem a sigla SIRJA, teve suas programações e mudou de locais para se
processar a respectiva presença em cada tempo. Foram chegando aqueles que davam suas participações e depois se
estabeleciam em outras regiões, novos pontos surgiam para extensão do trabalho de muitos comandos.
Orientação Correta- E foram vindo os comandantes para manter em um nível, em um programa, fazer mudar a face
planetária, sanar o que não fosse justo com as origens dos terráqueos. Situam-se à frente e supervisionam, sempre fizeram
sentir sua presença. Realizaram seus trabalhos em uníssono com os energéticos e deixaram o campo aberto. Na época certa os
energéticos vieram atuar e cabe a eles a direção desses pontos, agora estão concluindo o objetivo.
Atual- Chegou a época de aparecer com esta sigla atual e já com programa de final de ciclo. Sua presença neste país é
determinação dos comandos.
Em vários locais do planeta há pontos extraterrestres, outros projetos em funcionamento para haver forças maiores
atuando e para amplitude devido à urgência pela qual passa todo o sistema. Foram geradas informações durante milênios, são
patrimônio de todos e vão ser distribuídas, até as informações que estão guardadas na mente. Todos têm de saber a respeito
de si mesmos.
Os extraterrestres é que iniciam, e são eles que dão a última palavra e o último conhecimento. A SIRJA está pronta para
outra fase na qual será vista em outras condições.
Participantes- Trazemos de outros sistemas os que têm de assumir, o tempo chega, estes chegam com o tempo. Os
extraterrestres trabalham com e através desse momento. Está presente o potencial, temos quem pode e quem deve concluir
projetos, sabem o que são e como se pode contar com eles.
Muitos seres que mostram vontade forte e identificam-se com os extraterrestres, são organizados e trazidos para este
trabalho, são aproveitados seres com grandes credenciais e compõem trabalhos dignos. Os que participam através dos
milênios estão com a mente aberta, em cada época tem um à frente.
A força no local de origem permite liberdade, o espaço ocupado pela energia tênue é reservado, no que estão dizendo a
energia flutua, é indetectável. Existem os de potencial maior, suas cores são as melhores possíveis com presença em todos os
locais e controlam sem precisar vir aqui.
É lugar dos que querem ver, tem de chegar solucionado, responsável e integrado. Ao vir algum ser a um local desses,
estava sendo esperado. Olhamos o que tem em si, fixamos e registramos seus propósitos, vasculhamos seu próprio local, suas
passagens e onde se deteve, todos os locais revisamos para ver o que de valor foi deixando. Para participar com
extraterrestres tem de estar livre. Somos limpos e exigimos limpeza. Está visto em suas origens e trajetórias, a real
capacidade e valor, a clareza para com os extraterrestres.
Estão nos níveis para que os sistemas tornem-se conscientes dos valores e da ordem natural, são momentos que todos
precisam viver.
Decisões- Aqui passaram muitos seres. Pelas dificuldades acharam que não iriam concluir, é passagem estreita e há
congestionamento. Mas quem quis ficar, ficou. Quem quis avançar, avançou. Quem decidiu manter-se na unidade, foi
mantido. Vão estar livres os que deram sua participação, que usaram de inteligência e sabedoria para serem úteis à vida nos
sistemas, vão sair com informações novas.
Para os que não alcançaram pulso de ida não há mais tempo para voltar. Agora só em novas fases, em outro sistema vão
fazer de novo o mesmo empenho. Não dizemos a nenhum ser para que se empenhe em nos acompanhar, quem quer atuar
apresenta-se, é somado quando há decisões claras.
Avança-se no tempo com responsabilidade por mínimas coisas que são postas no caminho, tem de mostrar que é o que
corresponde, tem de haver empenho por parte de quem quer informação autêntica. Essas avaliações são filtro para os que
identificam-se com o poder, exige poucos e bem esclarecidos. É uma amplitude, uma cor que se apresenta, abre para outros
locais e tem de movimentar essa força.
Estágios- Dissemos muitas vezes: “Analisem-se, pesquisem, observem-se”. Dizíamos que havia uma barreira imensa
entre nós e vós, víamos que as posições ocupadas não correspondiam, teriam de ser deixadas.
O que se dizia ao grupo era de maneira a fazer quase sonhar, eram formas de pensamento dirigidas e tinham de absorver,
têm posição quando o grupo ainda está numa fase infantil. Tem as formas pensamento deste e de outros níveis, as de níveis
limpos deslizam e trazem partículas que substituem partículas elementais. Os energéticos continuam substituindo e mantêm
posicionamento seletivo. A cada avanço tem novas partículas energizadas, que vão sendo mais próprias do grupo, para fazer
uso de outros dispositivos, saber unir e fazer ligações. O que vão dizendo o outro identifica o mesmo propósito para
integração. Por vontade própria decidem, fica uma fase clara da realidade do grupo, dos extraterrestres e do existir.
É feito limpeza em seus pontos, limpeza orgânica também é exigida. Cor suave é sensibilidade para oportunidades
ofertadas, e vão estar de posse de nova identificação.
Responsabilidade- Haverá quem pergunte: “Como pode estes seres já ter uma posição?”. A SIRJA não precisa ser
analisada por seres de sistemas, não têm como entender o que a SIRJA pretende e nem o porquê de não participar de idéias e
comportamentos.
5

Cada coisa ocupa seu lugar. Este ponto fica independente e fora dos meios, há separações para ter a linguagem exata e o
que é correto. Ninguém se envolve no que estejamos sanando, e nem outro decide sobre o que já está decidido, não pode
imiscuir-se no que está pronto. Os extraterrestres exigem o seu espaço e não permitem intromissões, é poder que faz ficar à
distância os que não conhecem. Não há maneira de ocupar espaços que a SIRJA ocupa.
Os sistemas não se confundam pela simplicidade com que estes pontos se apresentam. Acima vão forças que observam,
reunimos em torno uma vasta operação. Têm vínculo com a Direção, reúnem capacidade para integração de poder, sabedoria,
inteligência, e concluem com a participação extraterrestre.
Um- Em vosso meio tinha um local em que sentiam-se em casa, bem dispostos, contentes e em paz. Velhos amigos vão
dar sinal de suas presenças e tem festa. Velhas alianças unem-se sempre, trabalham em conjunto e estão somados. Agem num
total, favorecem um ao outro nos desempenhos. Não se distinguem números, um sabe e os outros sabem, um vê e os outros
vêem também.
Os dias são de alegria, um bom dia traz coisas de valor e lúcidas para sempre.
Fim de Época- O tempo único está olhando. O que vocês querem com esse tempo? Verifiquem o que contém. Gostariam
de ver o que foi dito, para haver clareza. O que poderiam encontrar para ter visão de tudo? Este diálogo pertence a uma fase
que vai ser passada, os extraterrestres ainda vão dizer o que vai ser feito. Ainda tem uma ação e o contato decisivo, diremos a
todos o que é a SIRJA. Estará bem clara a integração.
Ao acionar as realizações outras coisas vão acontecer aliando a tudo que foi feito. Não tem como mudar presença anti, é
decisão a que ninguém se opõe. Passa por todos os continentes fazendo pressão, muda o que os sistemas não queriam e os
resultados apresentam-se. Os alcances são múltiplos e vão colocar todos em seus devidos lugares.
Despedida- Existe uma atenção para com quem dá apoio à Direção do Existir. Na partida não é só cortar o vínculo e ir
embora, primeiro alguma coisa vai ser dita. Não é para com todos, tem seres de outros locais ocupando posições em sistemas
sem precisar que falemos com eles.
Visitas à SIRJA- Verificam-se as aproximações enquanto as impressões diluem-se. É mantido em observação e anotados
detalhes. Olha-se algum trabalho realizado, valor conquistado, tem de apresentar.
Ao dizer o que acha que sejam dúvidas é por nada ter a dizer, só vem averiguar, só “acha bonito” ou acha estranho, fica
abstraído e vai embora. Quantos já mostraram situação indefinida? Não tem mais esse tempo. Ao deixar de observar-se estão
obstruindo, alegam por aí que não adianta mais saber. E permanecem como estão.
Existem uns que podem perguntar como acontece, para identificar momentos. Estão entre dois campos, passariam de um
lado a outro se vissem como valor que pode chegar a eles.
Alguns querem compreender e se capacitar, mas antes devem livrar-se de ligações ultrapassadas que não conectam a luz.
Passa-se tempo até que saibam desarticular e suas ligações sejam desfeitas.
Alguns sentem e respeitam, até gostariam de entrar. Mas é com muito empenho que se passa.
Orientam-se os que queiram trabalhar e realizar, apresentam-se tarefas. É observado e exigido resultados.
6

02

O Existir e o Não-Existir

oderiam vocês agora ter toda consciência de tudo? O que levou à consciência do existir e do não-existir, de vocês
P existirem e de outra coisa também existir? Porque vieram a existir esses pontos e que tempo levou para que viesse a se
formar? Há uma divisão nessas coisas, um espaço.
Essas ansiedades todas que vocês têm aqui, isso não vai mais longe, deixa de ser assim e vão notando que não há motivo
para ter medo da vida, de ficar angustiados com o tempo e as situações.
Tudo é de vocês, como puderam ter isso?
Poderia não ter os elementos, mas tem; e por existirem, a força pode suscitar as formas. O existir tem muita coisa, é fonte
repleta de tudo. E vocês como existires têm participação direta no total.
Outros afirmam que eles próprios poderiam não existir. Como pode um ser nunca existir ou ter existido? Como justificar
a existência?
O nada jamais veio a existir, nunca deixou de ser nada, sempre foi nada.
Mas há no Criador um fator, é de existência própria, “existir” é forte. E o Criador é resultado de todo o existir; como
poder e sabedoria, potência total.
Vocês poderiam receber conhecimentos totais? Poderia haver liberdade total de si mesmo? Se recebessem informações
dessa ordem já iriam influindo agora em muitos elementos, só por receber as informações.
No fator existir há o controle total de suas próprias condições, posse das situações e controle dos momentos. É ser
definitivo, direcionar, estar certo. É dada também responsabilidade muito forte.
Vocês estão numa condição do tempo e do não-tempo. A forma de existir do não-tempo altera certos conhecimentos,
mexe na razão.
Vão procurando aquilatar o que um ser é em tudo o que ele tem, e olhando também vossas posições de existir. O tempo
vai dar essa condição, vocês vão chegando; o ser e o não-ser.
7

03

Os Existires

ão existiu uma força independente de criação. Os existires existiram por si mesmos em todo o sempre. Não tiveram início
N e nunca houve tempo para o existir. Eram forças operando, cada um para o seu lado e cada um ocupava muitos espaços.
Eram seus próprios governos, com forma própria de subsistir e com poderes para manter a si mesmos existindo. As energias
estavam presentes, abasteciam-se e reabasteciam, sempre houve distribuições do potencial de cada ser, e iam vivendo.
Sendo vida própria eram e são potencial de forças de coesão, poder, capacidade, conhecimento e sabedoria em si
mesmos. Apresentavam suas características e maneira de ser, não eram iguais e nunca existiram forças contrárias.
Havia equilíbrios, mas apesar de todos esses poderes não estavam todos os elementos reunidos com grande harmonia,
agiam e reagiam ao mesmo tempo. Às vezes tinham certas dificuldades para manter as formas, não essas formas que vocês
conhecem, dificuldades para manter suas maneiras de ser e reunidos a si mesmos. Sanavam situações nas suas fronteiras para
evitar choques, mas as forças onde tocavam-se não eram atritos nem impactos, e sim como lançar nuvens contra nuvens, sem
profundidade.
Alguns não se definiam nos seus empenhos, eram assim por todo o sempre. Faltava ordem para manter seus programas,
faltava paz e equilíbrio total para usar a sabedoria e conhecimento que lhes eram próprios, para haver controle sobre tudo o
que ocupava seus espaços e tornar-se uma fonte com total poder.
Havia os de mais potenciais, mais energias, e níveis diferentes. Definidos, organizados nas suas estruturas, mentalidades
pensantes de fato, e conseguiam penetrar nas mentes por campos de atrações, viviam em condições bem avançadas. Foram
observando suas próprias existências, como estava não deveria permanecer, não havia razões para manter-se afastados e nem
justificava permanecer individualizados. Houve necessidade de que os existires em todos os recônditos avaliassem suas
posições.
União-. Houve organização desde que começaram a entender que precisavam formar um só potencial, pensaram em
como poderiam se agrupar, e acionaram dispositivos nesse sentido. Foram preparando ambiente para os demais verificarem
por si mesmos, até que todos os recônditos assumissem.
Havia afinidades, uns pelas características, outros pelos potenciais energéticos. Foram integrando energias que outros
tinham iguais, na proporção de alianças para começar. Cada mente que estava mais organizada procurou atrair existires mais
organizados, foi possível atrair de todos os recônditos os de maior capacidade. À proporção que iam somando sentiam-se
fortes, tendo as melhores condições uns dos outros. Quando já haviam as melhores condições de muitos, viram que seriam
melhores reunindo a todos e somando forças totalmente. Chegaram a outros existires com habilidades de conquistar os
demais, havia orientadores, foi dito aos de outros níveis que também fossem se atraindo sob a direção dos mais aptos e que
todos teriam participação integral no todo.
Depois das aproximações e das alianças, para segurar isso foi ocorrendo unidade. Analisaram situação por situação, teria
de haver condições perfeitas para comportar todos os casos. Toda partícula, por mínima que fosse, estaria sendo percebida,
momento por momento, segundo por segundo. Foi trabalho árduo para chegar aos melhores momentos, o que prevaleceu e
aproximou mais foi a sabedoria. Juntos tinham forças, poderes e energias, saberes e conhecimentos uniram-se, formou-se
poder total em que não houve mais divisão. Cada vida tem em si participação integral no todo, íntimos do total, não há o “à
parte”.
Integração- De todos os existires foram liberadas energias plenamente ativas, integraram-se e formaram uma energia só e
livre para todo o sempre. É soma total, poder total, tornou-se energia-luz. Ali está tudo no local perfeito, equilibrado com
tudo, e mantêm sua privacidade e independência. Todos são a razão da presença dessa energia.
Os mais avançados chegaram a ser só energias, integraram-se logo de início na energia-luz.
Campo das Reações- Do que foi reunido alguma coisa foi inadequada, não estava em condições de integrar-se numa
energia só, formou-se campo externo. A energia-luz age todo tempo sobre esse campo no sentido de ativar plenamente, tornar
potencial igual ao da energia-luz e integrar.
Todas energias estão presentes nesse campo, ocorre apenas que algumas vieram mais ativas e outras menos. São
potenciais diferenciados que vão sendo ativados, até não restar mais reações a fazer. Estão unidos ao total, em condições
comuns a todos e sabendo que vão participar da integração.
Vocês estão com uma parte no campo das reações e se detém cada um, pelas suas condições, em níveis diferentes. Os que
têm mais energias ativas, ficam em níveis próximos da energia-luz, têm participação igual mas têm visões amplas.
Os que geravam compulsões diferentes eram outros campos de existir próprios, ficaram em níveis menos qualificados e
são os formadores do artificialismo. Só falam de coisas variadas com que eles têm contato permanente, sem se importar se há
base. Não percebem uma escala avançada, criticam quando surge alguém com idéias lúcidas.
Elementos- Outras forças iguais integravam-se aos existires e sempre existiram, dispersas também, na presença das quais
o campo fica intenso e reativo. Portanto as reações se dão nesse campo em que os elementos estão presentes.
Cada existir estava combinado com os elementos, mas ainda assim não havia tempo para eles. Teriam de fazer com que
os elementos tivessem a mesma qualificação da energia-luz.
Os extraterrestres empenham-se em eliminar causas do campo reativo, para que chegue à mesma qualificação da energia-
luz. O núcleo vai alcançar o total definitivo.
Auto-suficiência e Autodeterminação- Os existires nunca foram criados em tempo algum. Não são futuro, são o
presente, auto-suficientes porque são unidos. São potenciais, abrangência, a vida e todas as coisas. São a razão de tudo
acontecer e da formação de tudo. Todos fazem por tudo, têm de manter a paz e a coesão. Têm sabedorias guardadas,
características próprias, uma noção que foi uma conquista. Portanto consertam a si mesmos. Vão ser livres por potencial,
integrando-se porque são o total.
Nessa época em que os terráqueos vivem, acham difícil entender que são o próprio Criador sem outro que esteja
dirigindo-os, imprópria de dizer que não existe o Supremo como força independente de criação.
04
8

Direção do Existir

percepção é uma linguagem que existe, sensibilidade dirigida e penetrante. Há um número exato para chegar a ela,
AComeçam
aguarda o momento e vai se transferindo.
a perceber, a ter a mente dentro de nova ordem de idéias que dá posicionamento novo. Quando atinge a
condição de ver, vê o lado das programações e que tipo de coisas fazem parte de vocês. A direção é única, a tudo vocês têm
acesso.
Nesse tempo que resta precisam restaurar equilíbrios, estar mais apurados. Depende da responsabilidade, não há outras
saídas e elas são por vocês mesmos.
Passaram pelo impacto alternativo, agora vão para o impacto gradual e direto, em que a Direção do Existir vai dirigindo
vocês. Vão observar melhor os detalhes, dêem mais atenção. Façam suas próprias experiências, é para ir testando isso.
Exercícios:
1)- Vocês dirigem o pensamento para obter uma resposta em um local da Direção do Existir.
Vão formulando as palavras como um poder de direção.
Os pensamentos voltam trazendo respostas, vão ouvir no íntimo “Façam assim”.
Estava esperando. É a direção total e única que devolve, atuando em vocês e por vocês.
9

05

Criador

OAexistir não tem forma individual, vê-se em total, integrado e com passagens entre as fases.
vida é movimento controlado, há um ritmo sempre, ondas a preencher os espaços. É campo aberto em que o poder atua
em todos os níveis, turbilhão e compêndio de forças que trabalham em conjunto e formam o poder total. Faz com que tudo
exista sem ter havido tempo para início.
Usa de si mesmo para suas transformações, faz seu ajuste consigo mesmo em todos os pontos, vê suas funções no total e
não há “fora do Criador”, não há o “avançar”, tudo ele foi em suas próprias decisões. É ciclo de coisas que parecem
permanentes, mas não são, vasta cadeia de percursos muito variados que vocês percorrem e atingem uma energia de
consciência total, de equilíbrio em todos os níveis.
Forma leis organizadas em todos os locais. Cada minuto e segundo obedece a uma determinação acionando de maneira
precisa. Exige atenção de todos, quer tudo como foi programado e mantém sua projeção nas condições ideais.
Os seres energéticos acionam tudo, causam alterações para que se alcancem resultados previstos. São tal uma corrente
passando, os espaços estão abertos, o Criador está ocupando os locais e sendo informado de tudo.
Não há conjecturas que possam dizer o porquê de existir esse poder. Mas é fácil de entender, compreensível quando se
busca, todas as direções voltam-se para ele. Atua quando se mostram capacidades que são próprias ao poder.
Aspecto do Criador- Há muitas coisas que não se expressam em palavras, fazem-se algumas comparações. O aspecto do
Criador são atos que trazem equilíbrio aos universos, que mantêm sobre prisma novo e mostram o que o Criador tem para
oferecer, causam mudanças e edificam novos tempos com outras características.
Presença- Todo ser tem essa característica, é como um Criador em si, expressa a unicidade, está somado às forças que
mantêm a ordem. As situações obedecem-lhe como Criador, em cada atitude repercute e ativa a vontade do Supremo. O que
fazem de razoável estão cumprindo a meta do total, não de vocês.
Essa programação vocês mesmos fazem, estabelecem coesão e imprimem pulsos. Convergem para locais determinados
em momentos precisos, sempre se deslocando, assumindo outras posições, e o tempo pressiona para chegar à energia-luz.
Estão na intimidade da fonte e têm as informações contidas nela, o programa está completo em vocês, integrado.
Atendendo na ordem das coisas vão liberando essas informações.
Tudo voltará as suas origens, à fonte. Aqueles que dizem não crer em nada também voltarão e vão ser luzes, os próprios
raios de luz brilhante na imensidão do Criador.
Aparências- Os registros mostram a presença do todo, fonte única. Em determinada camada, em forma de força, vai
comprimindo as partículas em fases diferentes. Sentem-se diversas porque a compressão é em níveis diversos, é força
dominante que tira a noção. Não estão conscientes de si, como se não distinguissem nada e como se nada tivesse acontecido.
Pensam que estão separadas, é uma alternativa que vão suplantar. Os aspectos lembram o que souberam a respeito do
Criador, avançam para a dinâmica e tornam-se translúcidas. Quando desconectam da dinâmica assumem o poder e são
expressão total, integração com o Supremo. As energias estando completas vêem lúcido, não sucessão de partículas, e sim o
Criador.
As energias dos módulos estão em outros módulos também, atuando em emissões diversas. Parecem muitos, mas são um
só. A eliminação desses módulos não diz tudo, valem tanto quanto o passar de algumas nuvens.
Há uma vigilância, uma atenção a quem acha logo sua passagem, sente força em seu íntimo. Isto repõe as faltas, passa a
fazer parte do programa total, está fora de acontecimentos que danificam e a responsabilidade aumenta. Aos que levam a vida
ligada ao Criador é difícil acontecer enfermidades, deixam a matéria por questão de tempo.
Passa-se o tempo e as idéias. Só não passam as origens, prevalecem porque o Criador é que está vivendo.
Mente- A mente é fonte sem que tenha havido início anterior, campo sem limite algum, não há distância para ela e não
precisa de movimento, não há local e nem como situá-la. É presença, potencial da energia-luz, abrangências, expressão do ser
total. Não tem como descrever e não se faz visível. A cada reação apresenta característica diferente de transmitir e diz coisas
que são ela própria.
Não há mente individual. Estabelece-se para atuar no módulo, mas não está em parte alguma do todo físico.
Ausência- Ao subtrair-se da luz vê-se tal um ponto. Em razão de não se ver em luz, sente-se em faltas e envia pulsos na
tentativa de ocupar espaços, aciona ondas e projeta diferenças, cenários e acontecimentos, campo que representa o estado da
não-visão da luz. É visão do que não há e do que em verdade não está acontecendo.
“Seres”- É questão de se ver situado, código funcionando no limite do tempo e a existência traduzindo-se em formas
adequadas a hábitos. É a condição do “querer” e do “ter”, atrai partículas para que estas tenham participação, isso constitui
peso e faz ligação para o tempo. E por resultar composição está dentro de cronologia que mantém a unidade trabalhando e
uma coisa sentindo-se unida às outras.
O código da Direção está incidindo sobre cada partícula e passa uma posição que está sendo registrada. Em outros locais
de um mesmo universo tem códigos idênticos reforçando outras posições. Existem códigos para potencial maior ou menor.
Os que fazem a luz chegar aos sistemas têm pontos de apoio para haver potencial maior, dinamizam e mantêm os códigos que
necessitam de presença mais lúcida. Cada ponto tem seus próprios canais que captam melhor o que vem de todas as partes e
há presença de valores quando têm visão de unidade.
Chegam aos planetas com propósito de trabalhar, cuidar dos aspectos locais, serem justos e claros, têm de manter alto
nível para estar em ambiente das melhores condições. Avançam fazendo bom uso, ocupando diversos posicionamentos para
manter equilíbrio entre agrupamentos e procuram proximidade de outros que lhes correspondem. Existindo noção de
responsabilidade somam-se outros esforços para favorecer.
10

O que vale são os pulsos que dinamizam e fazem mudanças. Havendo consciência da luz o trabalho realiza-se, a cor
apresenta-se integrada, mostra potencial; e não aparecem freqüências, não há o tempo, nem ruído, nem cenários. Um grande
potencial não absorve o que está compondo cenários e nem retira nada, está decidido, mostra o que está querendo e os locais
descomprimem rápido.
Exige velocidade como partícula, a vida é o próprio movimento e tem de saber conduzir-se para haver tranqüilidade, os
próprios planetas têm posições a ocupar.
Níveis Compactos- Seres em padrões semelhantes ao deste sistema fazem má distribuição e causam impactos por não
terem controle, por falta de clareza e de organização. E quanto mais insensíveis são brutais, não predomina a razão.
A propagação desigual é por haver acionamento dessas mentes e cores fora de freqüências, integram ondas que giram em
todos os sentidos causando distúrbios. Fazem mudar até a temperatura, causam ventos tempestuosos, furacões e ciclones,
pensamentos indesejáveis também juntam-se a essas ondas. Deveriam estar em melhores padrões de cores e manter controle
para haver propagação útil.
Existem tempos certos para mudar e já poderiam estar ocupando níveis de lucidez onde os seres estão livres, presentes em
vários locais, mesmo tendo módulos.
Ordem- Existe uma ordem para que as partículas mantenham afastamentos e organização. A luz tem de passar,
começando individual e depois coletivamente abrangendo planetas. Sob ordens fundamentais saem para locais esclarecidos e
avançados onde vão estar bem livres.
Há um levantamento que se fez em todas as áreas e já está definido. São implantadas adaptações, vigoram atitudes sérias
para que saibam de si, e daqui por diante mostrem o que podem fazer.
Exercícios:
1)- Vejam-se e vivam como a fonte viva que precisam conhecer com profundidade.
Para a Direção do Existir são vistos integrados na energia-luz.
Passem a ter essa visão vocês mesmos.
Irão se abastecer na energia-luz.
2)- Digam-lhe que gostariam de estar cientes de tudo.
Vejam-se plenos, ligados sempre, para fluir o que é de vocês.
11

06

Reações

ocês observam a parte mecânica, externa, mas são várias camadas com suas cores. Existem as freqüências próprias de
V cada local e os seres para viver ali é questão de ter as ondas coloridas do local, estão onde suas próprias ondas
estabelecem. E podem estar em outros locais não por velocidade, mas por condições especiais que se adquirem. Podem estar
aqui, selecionam a cor e estão lá.
Energia- As energias são livres, não há limites, a matéria não as limita. São tudo em todos os locais. São elas que
pensam, falam, agem. Vocês são mentes, energias; pensam, energias. É o que os mantêm organizados e tendências são
restabelecidas.
Quando respiram estão articulando seus órgãos, em cada respiração tudo é controlado.
Na parte das reações há energia suficiente para ser utilizada por todos. Vocês têm pontos que captam, mas procurem
captar as melhores. Para isso procurem ser amigos e ter ligações abertas para todos, trabalhar unificados.
Os elementos estão reagindo, há dispersão. Nos atritos também há dispersão. Às vezes desprendem energias pensando
agir correto e usam em coisas que não devem. Quando perde, ficam presentes ainda, não em vocês, depois começam a captar
novamente e a reorganizar-se. Por vezes usam errado de novo.
Em tudo há um sentido para se tornar livres e não voltar mais.
Pulso- Nas reações não estão ocupando totalmente os espaços, estão sempre mandando pulsos para que seja mínima a
ausência. Forma equilíbrio provisório e o campo das freqüências. É tentativa de ocupar os vazios, freqüente mas não está em
todo o tempo.
Quando o pulso ausenta-se há um período até que se repita e vejam-se os movimentos. Conta tempo, então porque há
espaço, existe tempo.
Cada um tem de verificar constantemente seu espaço. Vão reunindo condições, usam todos os meios até atingir um ponto
ideal e ser presença. Às vezes há uma caída, ficam espaços vazios, é o que os energéticos chamam “extremo”. Nos extremos
a energia está insuficiente, em falta, há conturbações na ordem, confusões, desequilíbrios e debilidade. Onde o pulsar não é
suficiente, os energéticos ocupam os espaços e fazem o equilíbrio para o total.
Bom Uso- Vocês estão em todos os níveis e têm seus próprios pulsos no total das reações. Têm de saber usar
dispositivos, ativar, reunir a maior soma de energias e empregá-las bem. Mudam características, sobem de nível, passam a
estar onde correspondem as presenças. É necessário potencial e ocupar espaços em todos os universos.
Os existires foram auto-suficientes para ter cada um o seu programa de todas as existências, sabem quanto precisam e o
trabalho que têm pela frente a fim de acionar o que precisam. Uns levam mais tempo, outros menos, porém trabalham no
mesmo sentido, não há outro.
Em cada vivência acionam dispositivos e fazem bom uso do que têm. Avançam e as cores tornam-se uma só. Potencial é
a unidade, maior, muito vasto.
12

07

Avanço

s elementos têm de avançar no campo das ondas, os campos têm de ser solidários entre si. Foi avaliação feita por todos
OTodo
os existires e aplica-se a todas as coisas nos universos.
ser tem potencial e uma qualificação a atingir, sendo estudado em detalhes estabelece ligações de grande utilidade.
Faz as primeiras pesquisas, observações e análises, faz apanhado do que fez e do que deixou de fazer durante épocas de sua
trajetória como partícula, anota pontos favoráveis e destaca prioridades para acionar nos devidos tempos. Vê se está clara a
mente e claro o que quer, livre de variações. Depois de bem analisado vê se pode ser confirmado e vai estar definida a
posição.
Modificando-se com rapidez, mantém controle dos momentos e deixa de haver dependência. O pulso organizado, em fase
com o momento, apresenta devidos valores que o tempo requer em cada época para ser desejável onde está, olha o que está
fazendo e sabe o prazo para definição. Trabalha rápido e com amplitude, descomprime e perde volume, devolve excessos e o
movimento é acelerado. Deixa passar energias que chegam, as partículas tornam-se raras e distantes do íntimo; os espaços
ficam livres, facilita acesso a outros locais, e vão situando-se em outros pontos dos universos. É outro o viver com novas
qualidades, maior rapidez e melhor ritmo.
Intervenções- Estar vivendo e participando da vida nos universos é por determinação dos extraterrestres, que dão direção
a todos e fazem acompanhamento. Aparecem, mexem nos níveis para que multipliquem-se os impulsos, para que deixe de
existir o tempo e seja acelerado o avanço.
Em virtude de serem vocês partículas, são integradas condições através de experiências. No correr das épocas fizeram-se
muitas. Vocês são resultado de experiências para chegar a uma visão que vocês ainda não têm, mas que precisam ter.
Passam por informações extraterrestres, é saída de um labirinto e pegam a seqüência em outro tempo. A cada vez que
avançam estão diante de contingentes que observam o uso que está sendo feito.
Empenho- Foi dito para ter controle sobre os elementos, sobre as cores, e ver em luz. Estar livres de coisas que lutam
para fazer parte, ser livres de tempo local e entender um outro tempo lúcido e exigente. Cabe às partículas desenvolver o seu
lado, ter visão e favorecer o avanço do programa; alcança outra fase de maior lucidez e tem seqüência. Requer somatório de
pontos básicos que integram o existir em todos os níveis. Tem de mostrar resultado, a luz está atenta e faz separações. É o
avançar no tempo e é em sentido aos extraterrestres. É treinamento para entender o total e ficar bem claro o movimento. As
partículas menores vêm a saber que são úteis e que abrigam seres de valor, que têm de possibilitar reais condições.
Onde há sensibilidade é fácil abertura nos campos, fica presente ação do potencial que mantém os extraterrestres, por isso
tenham controle das determinantes.
Devem se colocar onde o valor está e ver sem formas, elimina falhas e complexidades, livra de leis e correções. As linhas
abrem pelo bom uso do potencial e vêem que em todos os tempos são a luz.
Têm todas as coordenadas para chegar a um ponto desejável. Então fiquem alertas, tem de haver atenção e sair com
sutileza fazendo bom uso do que está disponível. A responsabilidade chega, apresentam estados máximos e vão estar sempre
ocupados, sabendo o por que de estarem nos sistemas e o que foram decidir.
O ativo é fora dos elementos, tem respostas e saídas, elimina contingências e compõe linguagem nítida, com toda clareza
que se pode ter. Questão de qualificação, quem conhece esta realidade está livre de impactos.
Alguns seres já apresentam partículas mais energizadas e dão condições de outra posição, de atender locais que foram
deixados por partículas que avançaram níveis acima. Somam à energia do outro local, dotados de elementos novos para
avançar lá com impulsos maiores e ocupar funções, os espaços ficam todos ocupados.
Detidos no Tempo- Ao pensar estão conjecturando sobre princípio e término, tem as correspondentes das épocas e depois
chega a todos no tempo certo. Ao pensar não devem estar de posse de coisas, pediriam menos e usariam menos. Onde não há
pensamentos nada se antecipa. É mais do que possam entender, não tem de estar pensando em “como” ocorrer, e nem “Como
pode assim?”.
Dimensões são para quem as alimenta e vão estar lá, demoram se as mantiver predominando. Os que têm menos impulso
ficam detidos em ficções e variáveis, exalam inconveniências. Não acompanham o que tem mais, e querem que detenha-se ali
no campo de visão e tendências que se eqüivalham. Ao ver outros em melhores níveis pensam: “Aquele nível é coisa deles,
não precisamos saber”. Os que ficam para depois vão se vendo sob pressão extrema. Também há quem pense que é fácil
chegar a uma posição, que é só chegar e está chegado. Tem de justificar e mostrar o que foi fazer no local.
Tem de avançar rápido e acompanhar os mais lúcidos, sanar de imediato pequenos desajustes, reconhecer o ambiente e
não ser contraste. O ajuste definitivo e ampliação de cores se faz na ausência de impactos e de agressividade, em cada
partícula liberam excessos e as interferências os deixam.
Domínio- É dado a alguém um aparelho de alto teor e é dito: “Pode fazer bom uso”. O que dá o aparelho vai embora, o
que recebe se tem visão de suas origens não vai se deter no tempo e não vai usar. Se ficar “achando bonito” vai mudar e fazer
mais, depois vai querer ver o que pode ser feito com o aparelho e vem toda uma destruição.
Ondas mantêm seres e locais em movimento, ocupados no que tem de ser feito. Mas não precisam do “ter”, não devem
procurar coisas, o que todos têm sempre tiveram e não devem ficar flutuando com o que têm. Podem usar só o necessário
para estar vivendo até a extinção do que resta. São fases que não têm sentido e estados de elementos fazendo barreiras, causa
trabalho e restringe a conhecimentos suplantados.
Uns Mais- Todo ser tem o que o Criador tem. Tudo é o Supremo mesmo, ele assume tais posições e a energia vai
corrigindo.
13

A minoria vem um pouco mais lúcida para equilibrar e haver total controle. Coordenam e nos desentendimentos
equilibram as situações. Estão também nas faces planetárias para se corrigir, as dificuldades apresentam-se mas não
encadeamento interminável, nem são por demais pesadas suas existências. São canais livres, ficam um pouco desligados do
meio ambiente e sentem mais a energia. Trazem um espaço a mais em suas mentes, e após um certo avanço ligam-se ao
espaço único e tempo único, através do qual têm acesso ao universo. A partir daí são unidos aos extraterrestres e trabalham a
serviço do Criador.
O que reúne melhores condições avança mais, é livre, exigente, desligado de níveis. Em local algum fica no que está,
avança e não olha para trás, não olha para formas e não está para satisfazer o módulo. Chega a uma base limpa e sem coisas
deixadas através de épocas, é tempo que já se foi. Fases que atuaram não ficam, é sanar fendas. Fecha uma porta e abre outra,
no abre e fecha de muitas portas ficam sem ver vocês. Nossa presença é percebida por vocês, não por sistemas. Quem pode
ver o que vocês são?
Não tem relação com o que ficou a critério de seres. Para os que pensam com as ficções deles, há uma barreira entre eles
e vós, vão ter de passar por onde vocês estão passando.
Querer e Fazer- Vocês quando foram aos sistemas ainda não estavam em reais posições, relacionavam-se ao tempo,
diziam: “Vamos levar tempo”. Fez-se apoio sutil envolvendo ondas mais leves, correspondentes à luz. Aguardaram-se
momentos em que os pontos fossem pronunciados com respectivos valores. Este trabalho destaca do tempo, elimina fatos e
complexidades, e não há outra informação para assumir a mesma posição. Não é dado logo nos primórdios, mas estavam
feitas avaliações, está presente na luz e chega por precisão.
Estabeleceram definições e avançaram, mostram que as pesquisas estão feitas e o que vieram fazer está feito. Os
momentos traduzem-se num potencial, está em movimento, estão de posse do valor e têm responsabilidades.
A definição está no fazer, esse é o poder. Seres de definição o que se propõem fazer, fazem e apresenta-se o que esperam.
Onde vão é para assumir. Atendem ao movimento principal, fazem coisas de outro tempo, mantêm a unidade, um tempo só,
números exatos.
Pensam por aqueles que não pensam, vêem por aqueles que não vêem. Têm a entrada de todos, são portas por onde outros
têm de passar e de ouvir para que corrijam-se e cheguem a reais posições.
Conversando com partículas mais jovens passem energias limpas e sadias, contam com vocês para a verdade. O que estão
comentando e analisando vai sendo analisado por extraterrestres.
Precisão- Os espaços vão abrir, sabem o instante em que vão entrar no movimento principal e estar para além do tempo,
a fase de sair do ruído para o silêncio. É o princípio vital onde está presente e está mantido, vão estar nas mesmas posições
dos extraterrestres.
Elementos não convergem, objetos não se fixam, nada os segue querendo fazer um ponto. Passam por campos de ondas
sem que tenham correspondentes e não são percebidos, isto é válido para naves inclusive. Espaço não há e não se vê o tempo.
Estão no vácuo, são por não existência, sem formas, sem limites, sem aspectos. Vivem de sabedoria, sem nada precisar, têm o
que é útil sem nada ter. Não pensam, vivem. Não há prioridades. São paz, cursos livres onde estão determinantes do não-
tempo. Ao trazer a luz, ela traz para si e fica nítido.
Estão alertas vendo à distância muito vasta. Vêem o movimento único e espaço único, um estado de decisão em que a
contagem é regressiva para realizações totais. Vêem a si mesmos todo tempo, é campo que mexe muito com a estrutura dos
seres.
O núcleo oferece um ponto, realiza-se desnuclearização para não estar no tempo e nem reduzir-se a sistemas. O
conhecimento emitido por seres desnuclearizados está completo, está presente o real valor.
O que é base faz ligação com a Direção, ao falarmos olhem em si, é válido para perguntas que venham a fazer. É questão
de percepção, verifiquem.
O total vai filtrando para se tornar antipartículas e o tempo está para deixar o existir. À frente do tempo o que vem?
Débeis ficções o longe e o perto. Não há o que pensa haver, não tem “projetado”, não tem “antes” e nem “depois”, nem
elos perdidos.
14

08

Tempo

tempo é remanescente do poder, seqüência e presença da própria Direção. É causa que não se vê, compêndio com todas
O as soluções, inesgotável em sabedoria e valores para o bem de todos em convergências e integrações. São reações em
cadeia, variação na ordem natural, suscetível de idéias e de acontecimentos. Turbulências previstas com detalhes, que não
atingem informações de origem e nem fatores pelos quais os existires ocupam posições no tempo.
Passa por todos e fica nítido o como e o porque o tempo age, a razão de fazer parte dos seres e de que modo quer que
todos sejam úteis. Apesar de transitar nesse turbilhão de partículas, são livres e podem ver o poder que são para abrir e fechar
níveis, podem livrar-se de condições e perceber a luz, ver do que dispõem e descondicionar sem optar pelo tempo.
Mas é praticamente nulo. Não é atributo do existir o percorrer tempo, já poderia estar vendo a paz e o poder que está
presente. Em alinhamentos corretos o um fala por todos nas escalas sem ondulações para si mesmo, não é percebido e nem
codificado no tempo.
Há um aspecto entre tempo e não-tempo para dar a magnitude do poder do Supremo, processo de fatores que ainda vão
ser informados.
O não-tempo é energia livre, o poder. No não-tempo não está acontecendo, não destoa nada.
Noção de Tempo- O que se vê tal um ponto no espaço situa-se no tempo e busca o que é do tempo, forma sua própria
autonomia e vê-se com o que tem. Está codificando os melhores dados para o ponto, mas não é que seja o correto. Observa-se
por módulo e está em rede, cada movimento nessa rede tem de estar centralizado, em ajuste. É necessário atuar com ordem de
potencial muito maior e ocupar posições com determinação, estaria influindo na parte mecânica em cada elo.
Buscam estímulos por sentirem faltas, as linguagens denotam isso e mostram o estágio de visão. Participam de
acontecimentos, sempre com as mesmas “novidades”, as existências prolongam-se em movimentos oscilatórios e de choque.
Têm o sentir. Por quê? É meio sem resposta ainda. Vão sentindo falta, não sabem exatamente de quê, essa falta deixa-os
no tempo. Têm necessidade de conhecer, de saber, procuram preencher a falta que sentem. E têm necessidade de sentir,
alegrias e tristezas sentem no tempo.
Se realimentam-se de desejos, realimentam idéias pró-matéria. Se estão em fase com elementos, ficam agindo com eles e
ao tempo voltam para se ajustar.
Em outros níveis falam em outras escalas de valores, há diferenças mas usam meios de deslocamento e falam de lugares,
do que e de como fazem. Apesar de entender o tempo e a programação de seus sistemas ainda falam de um certo tempo, têm
suas posições e seus registros.
Nas civilizações lúcidas os seres vêem como as cores se distinguem por diferença de tempo, têm acesso ao programa
planetário e geral para serem responsáveis e livres, dão valor porque é o tempo deles.
Escola- Vieram aprender com o tempo, e para chegar onde querem fazem processamento do tempo. Ele quer tudo certo
para que não voltem e no mínimo tempo fiquem livres. Ao corresponder valorizam o tempo e não voltam mais para o mesmo
tempo. Tem de saber, notar tudo, e tem de se ver em luz, caso contrário voltam e o mesmo tempo os vê de novo.
Os que organizam-se estão para qualificação e não mesclam, livram-se de partículas. Colocam a informação, ficam de
posse do resultado e transferem-se para a clareza. Para esses o presente é decisivo e exige o tempo todo. Estão alertas para o
andamento de si próprios e mantêm outros atentos, por isso a Direção se vê alerta ao que o tempo transmite. Não é necessário
que outros digam a respeito de tais seres, o tempo age e diz por eles porque são amigos do tempo.
Atitudes sérias mantêm no valor, em simplicidade e ausentes do tempo. Não vêem-se nos meios atuando, não buscam
resultado do que não há e não pensam por medidas do que já passou.
A Atenção- A mente alerta é preenchida com fatos bons, ocupa os espaços, os pulsos são altos, o percurso está livre e tem
o rumo certo. É o momento conquistado, visão de espaço e de momentos uma e simples, está ali uma pausa, a sabedoria está
presente e nítida.
Estar atento é ato de coragem, dinâmica forte, parte de seres de ação, de combate, que não aceitam imposições. E a
participação com os energéticos é intensa, somam, têm vocês e têm os energéticos ali.
Evitem que outros desgastem a parte de vocês, porque é diferente, é o tempo que poderia nem existir. Poderiam não estar
aqui, logo que se desfaça a condição vão estar fora desse tempo.
São livres e são energia-luz. Por que estão aqui e têm essas formas, mesmo sabendo que são luz? Vejam o contraste.
A Perda do Tempo- Quando abandonam um avanço que estavam seguindo, têm alguma coisa mas estão voltados para o
artificialismo. Ficam atentos mais ao módulo e não preenchem todo o tempo, desconhecem a si mesmos e o próprio tempo.
Suas contingências são o uso que fazem do tempo, e para sair dessas ligações terão de estar bem cheios de potencialidade.
Deveriam ter condições a mais para deixar o artificialismo de lado, tomar conhecimento de si mesmos e situar-se. Já foi
dito o que teriam de fazer, agora é questão de energias. Então sejam antimatéria, não contra, mas anti, para que tenham a
visão do todo, acesso ao que pertence a vocês, à Direção do Existir. Deixam de ser faltas e não voltam mais.
Limpezas- Os movimentos, universos e fases foram anotados, fizeram-se correções para que deixasse de repercutir o que
não deve. Os extraterrestres substituem partículas, eliminam e mantêm para conclusão. Estão aqui por haver necessidade do
sistema ter um pulso e para evitar abusos no tempo. O que favorecer esse trabalho está a favor do avanço.
Sistemas acharam que tinham todo o tempo, pensaram que ainda estava chegando. Mas estão dissolvidos, o que
representaram foi apenas teatro e já se foi. A isto se diz “Passou e assim transcorreu”. O tempo vê-se concluído e como não-
tempo.
15

Não-Tempo- Há uma barreira entre tempo e não-tempo. O silêncio vê do tempo do existir e não projeta o que não é para
estar no silêncio, reduz fatos até eliminar o tempo, o que fica é o presente.
Os extraterrestres falam de fora do tempo, são a paz atuando e outros têm de ver a mesma paz.
O que É- O tempo foi doado por todos e ficou a critério. Faz parte, é solidário com o poder, um dos que têm seu valor
mais acentuado.
Escreveu-se tudo no tempo, está dito a ele, tudo feito. Os aspectos dados foram claros. Sabe o que ocorreu com todos e
com tudo. Ele viu, compreendeu e achou bom. Nada recusou, não ficou ofendido com coisa alguma.
É uma casa de todos, que acolhe e ficam em família.
Não digam “Isso o tempo não tem”.
Tiram coisas boas do tempo. O que vocês dão a ele? Alguém quer enganar o tempo? Ele não se engana. Vão ficando com
dívidas, ele vai somando. Quando forem lembrar ele vai cobrar, vão prestar contas.
Quando tiverem uma coisa que possa ser útil, não fiquem só dizendo “é bonito”, comecem a fazer uso e produzir coisas
boas, que valham o tempo. Se fazem alguma coisa boa para todos, têm seu valor, estão preenchendo o tempo.
Os que fazem algo de útil, o tempo cuida deles. Gosta de coisas úteis e vai ser amigo.
Procurem ser amigos do tempo, ele dá as coordenadas e libera os que são amigos dele. É amigo para tudo, quer que vocês
avancem, faz tudo por todos.
Tem de ser claro o que vieram fazer do tempo, justificar a presença, colaborar com os elementos que fazem parte,
aproveitar as noites, os dias e os espaços que ele proporciona.
Quando estiverem fazendo tudo pelo tempo, ele ficará grato a todos.
Falem com conhecimento do tempo, o que dizem e fazem são partículas do tempo, vocês fazem o tempo. Usem palavras
de nível e ajustem-se ao presente, façam o tempo acelerar, porque ele está para ir.
É sempre novo. Exige qualificação, cada segundo já são passagens diferentes e vocês têm de mostrar a soma de valores
proporcionais em cada tempo.
Tem de produzir coisas novas em tempo novo, ficar em condições atualizadas. O tempo está olhando para o presente.
O que é do tempo, deixem o tempo levar, vai ser dado a outros.
Quando forem mostrando o que são, o que querem, e que forem liberando a si mesmos; o tempo também vai liberando
vocês. Vai colocar todos no mesmo local e depois os deixará. Vão se ausentar do tempo e ele também vai ausentar-se de
vocês, não precisam estar no tempo.
Vocês estão representando no cenário, o tempo também está cumprindo o seu papel para que depois deixe de existir e
passe a ser o tempo sem tempo. Deixará de existir, mas estará ativo, renovado, será tempo único.
Extraterrestres e Seres Energéticos- Esses têm sempre mais para oferecer, sabem utilizar o tempo de forma que não são
percebidos pelo tempo, este faculta as leis para eles porque são amigos do tempo.
Exercícios:
1)- Apresentem valores ao momento.
2)- Organizem o viver associados à Direção.
3)- Outros não devem notar como vocês avançam.
Não sendo percebidos são mais livres e deslizam suaves sobre energias.
16

09

Partículas

Criador sempre teve os movimentos de transformações, turbilhões intensos, energias muito concentradas como se
O fossem barreiras. As partículas sempre foram partículas mas tinham um avanço, viviam nesses turbilhões,
movimentavam-se para todos os lados, incontroláveis e com impetuosidade. Havia locais onde era muito intenso, por demais,
causavam o que os terráqueos chamam “buraco negro”, em que tudo que entra ali é destruído, passado para outro estado.
Eram as condições naqueles tempos, e por muitos e muitos tempos. Não há como dizer o tempo.
As partículas pensantes também existiram em todo o sempre. Um número delas atuavam juntas, têm um potencial de
dinâmica e reduzem o avanço das partículas menores, coordenam e suavizam. Participavam desses movimentos, fazendo
diminuir a intensidade e impetuosidade das partículas menores, diminuindo as concentrações e levando para outros locais.
Galáxias são turbilhões, atualmente é movimento controlado. Para chegar a esse processo de harmonia entre estrelas e
planetas em todos os sistemas galácticos, precisou haver a coordenação das partículas.
É um programa que vocês não têm capacidade de conhecer por si próprios, mas sempre foram partículas pensantes. Têm
capacidade de controle sobre partículas menores e realizaram outros movimentos no curso de toda a vivência, passaram por
estados diferentes para chegar a esse estágio planetário. Agora está chegando a outro controle, o conhecimento para sair da
reação e integrar-se à energia-luz, ao poder. Todas as partículas vão deixar de reagir, vão ser só o poder atuando.
Unidade- A visão de partícula é a razão de se ver o tempo, é o próprio Criador assumindo posições dentro do tempo. Não
são um apanhado, são energia presente, a plenitude. Não são muitas, são uma só. Procuram seus valores, usam correto as
potencialidades e identificam-se como energias. Somam por qualificação, mesmo que na visão de vocês estejam ocupando
distâncias.
Formas são aglutinações ocupando níveis separados em números, os potenciais eqüivalem num certo espaço e
correspondem a outros espaços. Interferências numa posição repercutem no campo magnético de outra, muito além e que não
poderia ser mexido.
Campo das Reações- Para estar no campo de reações é necessário a presença de partículas. As ordens nesse campo são
múltiplas, em outros níveis a multiplicidade diminui. No início do tempo havia distanciamento e não se apresentavam os
números que é necessário alcançar. Fizeram-se anotações e um apanhado de igualdades, tinha de estar claro o que acontecia e
qual diferença se estabelecia para com os locais. Quantidades foram atraídas para formar meios reagentes para que partículas
ficassem reunidas e diminuísse incidência nos espaços.
Acionam-se dispositivos para que a energia fique livre. Extraterrestres fazem alterações com pleno conhecimento,
separam o que é mais e menos reagente, e processam igualdades. Para repercussões iguais e equilíbrio é feito em outros
locais de mesmo nível, mesmo tempo e aspecto, para que as energias sejam menos reagentes e se trabalhe com elas tal qual
na energia-luz. Esta não tem opositor, não tem lugar e nem espaço, expressa-se como ordem e dissolve formas. O tempo
ausenta-se e dissolve estados de coisas que eram apenas elementos compondo.
Os extraterrestres mexem nas partículas de cada ser, ajustam aos níveis e condições homogêneas para que as partículas
tenham noção exata do que fazem. Os programas posicionam existires em escalas, vão mudando estados, à proporção em que
corrigem-se, as formas deixam de aparecer e vão se tornando seres de paz.
Numa deflagração eliminam-se alguns elementos reagentes, entram em descontaminação através do fogo em altos graus e
muda-se o potencial para menos reagente. Cada partícula renovando são conhecimentos que se apresentam, com linguagem
limpa e sensibilidade maior.
Partículas menores são importantes também, necessitam de brilho e renovação. Os seres de melhores condições ao
fazerem uso elas se volatilizam e passam a estados diferentes mais lúcidas e energizadas.
Nos níveis mais reativos os seres não desenvolvem tudo o que têm, as condições não oferecem. No excesso das reações
tornam-se aderentes, ocorre desgaste, uma falta, perdem energias e equilíbrios. Maior aderência menor brilho, tornam-se
compactos, uns agregados aos outros, não apresentam seus próprios discernimentos. Ofuscam-se com tudo, acham bom estar
ali agregados a coisas e a violências. Até que em tempo futuro outros níveis de energia venham a mudar esse estado e
preencher a falta que apresentam. A mudança pode se dar nas atitudes, procedimentos, objetivos, ou no recomeço em outros
planetas.
Estão mais livres em outros locais, passando pela força e atuando na dinâmica. No poder são consciência total, não vêem
o tempo e não contam tempo.
Tipos de Partículas- Foram projetadas para desempenhar funções e cada fase tem ritmos próprios. Têm determinantes
que esclarecem o seu comportamento, e para atender informações.
As partículas pensantes são potencial maior, sabem que têm informações e que são o próprio Criador, porém não
conhecendo com detalhes a respeito de si mesmo. Já vem com programa estabelecido, são conjunto de diversos registros. São
a razão de tudo existir, posições do poder de transformar, potencial de energias próprias. Fonte em miniatura fazendo o que a
fonte maior faz, para bom uso do que os universos contêm. Nelas existe informações a respeito da fonte e de suas próprias
origens, sabem a respeito de cada coisa, as condições de avançar mantendo afastamentos e níveis, tudo é acessível e está
dentro de seu conhecimento. Manter-se é ter poder, precisam só dar movimento aos poderes que têm.
Conhece-se o Criador com a presença de vocês em todos os locais. Percebem como um todo. Estão refletindo de todos os
lados, de vocês para vocês mesmos, assumindo, fazendo passagens. Estão presentes em todas as partículas, tal qual raio de
luz. É preciso ter esse conhecimento, o Criador é um só. Então o vosso amigo é diferente?
17

Há partículas para formação dos programas de vocês mesmos, que ajustam-se e vibram dentro do campo de freqüência.
Há outras partículas que não se ajustam a vocês.

As partículas elementais são diminutas, uma diversidade, prestam serviço dentro do avanço de energias correspondentes e
atendem aos pontos essenciais. Servem para energizar, mesmo as que causam os piores danos, de uma forma ou de outra têm
suas aplicações. Compõem onde se faz necessário na ordem dos elementos, assumem seu campo de trabalho para que os
locais tenham os minérios, a vegetação, o ar e a energia envolvente dos planetas, repercutem num total. Em torno disso há um
campo que atrai partículas.
Estão reagindo entre si e percorrendo movimento uniforme, há correspondentes e determinantes no processamento da
trajetória. É sob direção do Supremo, cada ajuste aguarda outros fatores para que atinja locais devidos. Voltam a se reunir na
fusão, o conjunto de utilidades torna-se um e apresenta-se com toda a capacidade.
Vocês ainda vão chegar ao conhecimento da razão e utilidade dos elementos.
Fixador- Os registros fixam tempo, e vocês não são o que aparentam ser. É como se tivesse um fixador mantendo nessa
visão, partículas vivas também que atuam mas não são pensantes, pulsam fixando posição e distribuem-se na imensidão das
causas. Têm registro do que é necessário para desenvolvimento, determinam funções e a coesão. Mantêm outras partículas
nos seus devidos lugares e o afastamento entre tudo e todos. Sabem o tempo e os estágios em que os seres participam nos
locais, e fazem retornar ao respectivo agrupamento. Perdem posições fixadoras conforme avançam no retorno ao Criador.
Formação de Módulos- Eliminam-se saturações através de módulos e estes por sua vez se desfazem em seus ambientes
planetários.
Onde o potencial não preenche, em razão das faltas nas cores; as partículas pensantes equilibram com partículas menores,
que são uma correspondente vibratória, de ordem orgânica, que coordenam-se ao redor. As partículas pensantes equacionam
a forma, as partículas menores ajustam-se e formam o módulo com um número atômico exato de partículas, para manter
campos e não haver razões maiores e nem menores.
Condicionamentos atraem partículas de mesmo condicionamento, adequados para as épocas, e seguem uma seqüência.
Em cada retorno aos módulos, alguns corpúsculos renovadores passam a fazer parte, são vitais porque os que estão certos
selecionam e eliminam partículas indesejáveis. Ao longo das reações vai perdendo essa mistura, reage menos e o campo
aumenta, torna-se intenso. Quando têm padrão único de cor é presença total das cores e não tem módulos.
Este Sistema- Aqui estão conectados seres que mexem onde as partículas estão com sua potencialidade, são forças
esparsas que jogam elementos para todos os lados, deixa de existir estrutura e elas vão reduzindo tais seres à condição em que
não souberam se identificar como existires, que não têm ciência do poder que sabe das razões. É hora de pensar sério e
mostrar movimentos integrados, processar, fazer devidas seleções para que sejam úteis onde estejam. Já deveriam estar bem
limpos, lúcidos e sabendo por qual motivo fala-se em partículas.
Este planeta é projeção em que o Criador está nessa diagonal. As cores partem do Supremo e tomam direções diferentes,
essa derivação permite que um número de partículas tenha somatório heterogêneo.
Os energéticos equilibram as energias dos terráqueos quando acentuadamente perigosas. Melhoras, só quando os
extraterrestres desintegrarem as partículas excedentes. Aceleram-nas até uma retirada total a fim de que ajustem-se no mesmo
nível em outros locais.
Mecânica- A parte mecânica para funcionar necessita da presença de partículas pensantes. É o que mantém universos
funcionando, no tempo de mínimas frações acionam todo o sistema. Modificam estados da matéria e suas estruturas,
elementos transformam-se continuamente, o potencial tem de ser qualificado para integração ao potencial único. Portanto os
acontecimentos por mais terrificantes que sejam, têm a forma natural.
Avanço- Quanto menos reagem, têm mais energias livres e o potencial é maior. Ficam transparentes e avançam tal as
centelhas, no sentido de liberar-se da forma de partícula de reação e entrar na energia livre, atingir a condição de luz sem
partículas e ser a própria luz, como agora já são, só que agora não vêem. Fronteira frágil separa o reativo do não-reativo,
assumem a liberdade e passam a ver tudo claro. A expansão é vasta, a liberação de conhecimento é total, vêem a intimidade
de tudo.
Estão todas no brilho, na luz, onde pensarem estar. São grande orquestra no turbilhão da própria mente do Criador. São
presença como partículas e como luz, acalentam idéias libertadoras, proclamam o poder e o fazem estar presente, são todo o
desempenho que o Criador aciona.
Toda luz chega a sua essência, ao início. Tudo é essa fonte, as partículas continuam na fonte, tudo e todos são patrimônio
da fonte. É posição exclusiva, determinante, só tem ela mesmo.
18

10

Pulsos

uando o Criador se destacou por esse pulso, as partículas foram expostas, houve o surgimento de tudo. Tal qual os sóis
Q às vezes lançam ondas, há um rompimento e explosões. Assim também acontece ao Criador. Emite pulsos intensos que
refletem sua presença, é o fluir e refluir em oceanos de energias e os sistemas participam com seu extravasar de vida.
Movimento Incessante- Vocês são manifestação da vida, a explosão em que tudo aconteceu, surgiram sem tempo algum
e integraram o que estão aparentando ser. Têm um longo passado e foram energias do próprio Criador, já o integravam em
suas origens. Portanto a identificação é com as origens, a fonte. É feita a vontade suprema, e tinham que vir para mostrar pela
vontade que o Supremo é absoluto nas decisões. Têm a função de manter o pulso e as transformações, há renovação e novos
conhecimentos, mudança contínua, só vida pulsante, alegria, vida maior, tudo o que é bom. O movimento não cessa, até
realizar-se o que foi programado. Vão permitir desfazer quando for o tempo de desfazer.
Quando andam, falam ou pensam estão emitindo pulsos. São uma bola de energia pulsando, o mundo de vocês é uma
bola de energia pulsando também, juntos formam um sistema, o qual é de grande importância para outros sistemas. Cada
astro, cada planeta, é uma bola de energia pulsando sempre.
Cada elemento é vida, obedece a uma ordem de elementos. Em uma pequena pedra está o mesmo pulsar dos universos, e
nos seus mínimos fragmentos continua o pulsar. A estrutura atômica tem um pulsar e cada átomo desloca-se no ponto certo
para novas mudanças.
As freqüências dizem a respeito de vocês. Se os pulsos preenchem rápido determinadas cores, estão próximos de ser
presença nessas cores e participam mais. Se estão aproximando-se das cores originais, refletem-nas.
O valor não é pelo que pensam que deveriam fazer, e sim os pulsos que emitem. São o que são pelos pulsos e avanços
que fazem como partículas energizadas. A vinda de vocês foram pulsos vibrantes, sadios, equilibrados. Todos vão retornar a
suas origens e compreender o porquê de assim se ter feito.
Fixação Consciente- Entre os que já vieram com mais energias estão os que vieram para ajudar nessa época final. Seus
pulsos estão avançando de outras camadas e fixam tempo aqui. Vêm para dar outros movimentos ao local, outros aspectos,
outros brilhos, alimentam pulsos das rotas para ajudar no equilíbrio, porque lá em seus locais são equilíbrios e são
conscientes. Há uma rede planetária para ligação entre energias equilibrantes, aliviam o meio terrestre de grandes destruições,
amortecem muitas coisas e mantêm o ambiente mais suave.
Noutros locais estão realizando outros afazeres e estão mais avançados. Estão lá e cientes dessas ultrapassagens,
penetram com maior visão universos mais mentais e equilibrados, não intervêm e suas atitudes não têm confrontação. Os de
grandes condições avançam o pulso energético e fazem-se presentes onde querem, aparecem e logo desaparecem, sabem
emitir e recolher seus pulsos. São muitos universos, outras escalas, mas essas são as mais próximas deste universo e o
atendem.
Pulsos Irregulares- Os pulsos que não preenchem totalmente seus espaços fazem-se de formas bruscas e alternadas,
ficam espaços maiores e menores, têm de refazer para se organizar. Se não preenchem os espaços, vão estar apreensivos. No
íntimo temem o rebaixamento de suas freqüências, as contingências que têm de passar e os acontecimentos da forma que
ocorrem. E pelo temor que acarretam as novas existências, ficam nessas ânsias para manter-se ainda aqui.
Pulsos Sadios- Nos que sentem a necessidade de dar a suas vidas um sentido, é uma tendência a melhorar o estado da
partícula. Estão reunindo energias e vão ter pulsos para avançar.
Quando vão fazer alguma coisa e pensam no que vão fazer, é atitude séria, decisão refletida. Emitem pulsos maiores,
sadios, ritmo coordenado, vibrante, preenchem espaços a um só tempo e numa só velocidade, estão bem física e mentalmente.
Quando corretos, os pulsos propagam-se livres, são intensos até enquanto dormem.
Poderiam estar sempre em equilíbrio e tranqüilos. Quando são amigos sentem um padrão vibratório bom. Onde pulsa
com alegria, vivem com alegria.
Os que integram um empenho correto, que abandonam as conveniências e mantêm energia pulsante; os pulsos ficam mais
freqüentes, são mais atentos e a abertura da mente amplia.
Os extraterrestres sabem pelas cores. Se os pulsos mostram valores, eles captam esses valores.
Correspondentes Vibratórias- Para encontrar a correspondente vibratória dos animais, tem de associar as ondas até haver
o equilíbrio e o animal entender vocês. A diferença é de padrão vibratório. Havendo pesquisa nesse campo para ser útil e
ajuda-los, é fácil de conseguir entendimento com eles.
Aceleração- A vida nos universos está acelerando já faz algum tempo, tornam-se mais dinâmicos. Há um aumento de
fatos e maior intensidade onde não haja domínio. É necessário equilíbrio mais do que nunca para controlar os fatos.
Na Terra, nesta época de conclusões, as mentes que têm compromisso com o Criador começam agora a pulsar intensas
cortando laços e desconectando-se do espaço e tempo Terra. Pelo número de pulsos os extraterrestres identificam e mantêm
noutros padrões, ganham espaço preparando essas mentes.
Tempo Terra- Aqui vêem com grande diferença de tempo. As ondas repercutem lentas, graduais, até o pulso instalar-se
definitivo e verem com lucidez e compreensão maior.
Quando alguém daqui pesquisa há muito tempo, descobre alguma coisa e diz “Alcancei isso”. Vinha observando há
muito tempo, o percorrer tempo mostra em que ponto estão situados. Em outra escala observam rápido, constatam e têm logo
resultados.
19

Em cada época vem um com uma ordem de pulsos para trazer nova fase, faz abrir a mentalidade e revoluciona.
Acontecimentos valiosos que podem mexer com todos os seres daqui não se dão a todos, são dados a um grupo ou a um só.
Já é sabido que não vão proceder com ordem.
Poucos são a quem os extraterrestres ofertam seus conhecimentos, porque observam e controlam a ordem nos universos.

As energias daqui são de impactos violentos e causam distorções nas ondas, estão contidas por energias dos seres
equilibrantes, que não permitem avançar no espaço e nem distribuir entre outros planetas. Só chegam a outros locais energias
filtradas.
Tipos de Pulsos- Nos seres existem dois tipos de pulsos para atingir épocas diferentes, funcionam como se fossem
desconectar alguma coisa.
Quando ocorreu a vinda da energia nuclear, o tempo havia estagnado, estavam inertes os seres. Veio um pulso para
desestabilizar, reativar e despertar para outros estágios. Nesse pulso os artificialistas encontraram fórmulas para liberação e
rompimento das partículas elementais e fabricaram armas nucleares. Mais adiante quando se tornar coisa ultrapassada, vêm
pulsos renovadores, para que lembrem que não são tudo que pensam ser, que não têm o poder que pensam ter, que há um
poder abrangente e que têm de voltar-se para esse poder.
Primeiro vem a agitação. Os compatíveis com o sistema vigente na Terra vão receber pulsos de impacto como vão
ocorrer agora, terão que despertar, não têm permissão de continuar assim. Depois vem o pulso renovador que chama para
unificação, este vai ser para os habitantes vindouros, um ambiente de boas vindas.
O pulso no sentido das origens vem no final.
O Tempo- Quando todos os elementos e seres vão se aproximando da justiça, da intimidade da consciência, há uma
tração forte universal, é tempo de definição que exige e que cobra tudo. Aos que estão fascinados nos seus campos artificiais,
o sofrimento vai se abatendo sobre eles. Quando ficam despertos, que acordam para a vida, a aceleração é forte, intensa.
Porque o tempo urge, não há meio termo, é intransigente, dinâmico, ele passa e todos vão passar.
O processamento está no sentido de não haver novos universos. Diminuem as formações planetárias, os registros, fatos,
acontecimentos, e todos vão chegar onde têm de chegar.
Contam-se as épocas, os tempos. Vejam em que época vocês estão.
20

11

Uma Pesquisa Extraterrestre

á um tempo incontável as pesquisas começaram a ser feitas. Traçar o programa das partículas que percorrem as vastidões
H é trabalho ininterrupto de vigilância e pesquisa para os extraterrestres. Desde o início encontravam outros grupos de
extraterrestres por todos os universos trabalhando em equipe, e viam o trabalho imenso que todos enfrentavam. Não se sabe
precisar o tempo, mas num passado muito distante não tinham toda eficiência para verificar. Sabiam que existe o Supremo,
primeiro fizeram pesquisas em todos os níveis para obter a fonte, buscavam uma saída para tudo.
Sempre existiram os turbilhões de partículas formando condições variadas, eram cadeias de reações muito diferentes das
que se processam hoje e não tinham as formas suaves que hoje têm. Trabalhou-se nos turbilhões de elementos. Havia
energias que deformavam as pesquisas, deixavam números contraditórios e não tinha uma saída satisfatória. A cada pesquisa
havia reações diferentes. Foram variando seus trabalhos e separando as reações.
Foram indicados para cada universo diferentes comandantes, tinham condições e muito conhecimento com base no que
estavam fazendo para haver melhor uso do tempo. Havia muitas responsabilidades. Foram trabalhando coesos para haver
convergência e chegar a uma determinante, uma forma comum.
Cores- Movimentos ondulatórios feitos pelas matérias e energias tinham seus próprios sons que se expressavam em
valores, era anotado e somavam-se valores em cada área. Encontraram em todas as reações a presença das cores. Foram
captando energias e cores correspondentes, inclusive locais de maior incidência. Havia multiplicidade e tornava tudo
alterado. Em alguns sistemas havia grande diversidade, não apresentavam harmonia nem conexão e nem fonte como
unicidade geral.
Estabeleceram critérios definidos. Pesquisas e mais pesquisas desenvolveram-se através de tempos e tempos, em todas as
áreas e níveis, vasculhando de sóis a sóis, para saber de que modo as cores posicionavam-se para variações e reações em cada
universo e sistema.
Visitas a Planetas- Nos planetas foram pegando amostras para comparações de como reagiam as energias nos sistemas.
Nem um só correspondia a toda a verdade, teve de ser feito em muitos locais.
Estiveram nos planetas há muito tempo, não para ficar, e sim para estabelecer critérios nas correspondências de atuação
das cores nos locais.
Acumulação das Pesquisas- Obtiveram sucesso das equipes, os conhecimentos foram passados a níveis avançados para
chegar ao resultado de todas as pesquisas e à razão de um conhecimento só.
O que ocorria nas vastidões era processado em laboratórios. Verificaram como atuavam certas cores, combinando umas
com mais outras para obter resultados eficientes. As cores muito reagentes de alguns sistemas apresentavam resultados que
nunca combinavam.
Verificaram que integrando muitas freqüências diferentes com várias tonalidades ocorriam alterações, mexiam na
capacidade íntima das cores e dos elementos, inclusive faziam ocorrer modificações nos programas dos seres. Em virtude das
pesquisas fizeram-se muitas correções em programas de seres agressores e seres pacíficos, a fim de verificar como reagiam
ao se projetar cores aprimoradas.
Eram anotados valores e depois feita uma inversão para alcançar outras escalas, deixava de haver matérias e
agrupamentos de energias diversificadas. Variando-se as cores a força também mudava sua posição e comportamento, não
havendo cores a força perdia potência e capacidade de atuar.
Outras experiências foram acelerando o processo para retorno à energia livre, era a própria desintegração do que ocorre
nas vastidões. A presença alterada das composições interligava o Criador nessas mudanças, os ambientes desapareciam por
completo e geravam condição energética penetrante.
Os extraterrestres vão fazer retrospecto de tudo que foi visto e analisado, e chegar a uma decisão para todos os sistemas.
Têm locais para trocar idéias e conhecimentos, analisam e são encontrados resultados. É conquista para todos os universos,
todos vão ganhar com isso.
Níveis Opositores- Em alguns universos também foram detectados uns poucos agrupamentos de seres parecidos com os
terráqueos, meio rebeldes, que causam choques e desequilíbrios. Não estão ainda bem adequados, as cores não foram bem
distribuídas em suas organizações, contraem suas memórias mostrando realidade deformada e fazem com que a força os
mantenha detidos.
Pequenos grupos de seres desorganizados que avançaram em tecnologia, conseguem ir a alguns planetas do nível da
Terra, mas desconhecem suas origens, não têm avanço de nível, são mais próximos das condições dos terráqueos. Fazem uso
da força sem ter visão clara, tentando até manter alguns seres em condições difíceis.
Os extraterrestres conhecem os planetas onde se encontram tais seres, vão mudar esses programas e as condições, os
abusos vão acabar.
Nível Terra- Esse campo reativo por onde os terráqueos passam deixará de existir. Não terá a força para detê-los nesses
meios, não vão ter de obedecer a reações e não haverá o trabalho ininterrupto de reajustes. Estará sanado, mazelas vão
desaparecer e não haverá vidas cheias de problemas. Independente de como atuam agora, vão ter clareza e voltar para suas
origens. Vão reconhecer que são um só e conduzir-se de modo a favorecer ao meio ambiente.
Retorno à Fonte- Os extraterrestres estão distribuídos proporcionalmente em todos os universos, com equipes para cada
sistema planetário. A energia é remanejada para outros locais, desfazem-se fluxos e atrações, não têm os mesmos cursos e
21

reduzem-se ao mínimo. Mexem nas estruturas planetárias e nas cores individuais, até à correção em todos os programas e
uma grande eliminação. É esse o programa que desenvolvem, executam com minúcias e muitos detalhes.
As experiências prosseguem e não contam tempo, verificam em laboratório o que vai ser acionado. Passam em análise os
agrupamentos de elementos, vêem a possibilidade de controlar as reações e concluir o tempo. Vai ser usado potencial de
forças e vão ocorrer fusões em escalas diversas até estabelecer a unidade. É trabalho em todos os sentidos para ser visto num
total, deixa de haver partes individuais, dissolvem-se formas e finda a perpetuação de coisas.
Quando as cores estiverem completamente organizadas, conquistadas definitivamente suas ações, as que estão agrupadas
para formar a matéria vão liberar-se. De um momento para outro as partículas mudariam e vocês não seriam mais isso.
Não está longe dos universos irem desagregando formas, desfazendo partículas. Os locais existem na concepção de tempo
e de reações, não havendo reações os locais não existem e nem o tempo. Estão em andamento experiências para mudanças
totais, o que está projetado chega ao término. O que teve começo, terá fim. Encerra o ciclo que aí está, entra um ciclo único.
Haverá facilidade para avançar rápido e vão estar acelerados para chegar à energia-luz, as energias voltam às origens, ao
Supremo, vão atingir a plenitude e não haverá individualidades, vão ser soma única e refletir o todo.
Há contagem para isso, não vai ser dito aqui o tempo. Mas não está longe para que se processe em definitivo.
O Criador está sendo desvendado pelas equipes extraterrestres. Trabalham e encontram o seu próprio Criador, e ele
reconhece o trabalho.
22

12

Elementos

s elementos também sempre existiram, poderia ser feito só os elementos mas só existiriam e nada mais. Não têm pulso
O com que expontâneos se traduzam em luz, não têm o potencial para se ver suplantando e percebem pela capacidade que
lhes resta. Apesar de épocas transcorridas em reações não estabeleceram um governo de si mesmos. Formaram campos
alternativos por onde naves evitam de passar.
Atuam decididos com emissão de pulsos, alguns têm capacidade intensa de atração e repulsão, mas não deixam clareza.
Certas leis de agrupamentos projetam divisões e não têm diretriz sem variações para mais e nem para menos.
O ruído nos universos e suas galáxias é emitido por todas as partículas e percebido numa amplitude. Elementos ímpares
são ruidosos, os pares são harmoniosos. Faz-se tratamento dos mais ruidosos, e os menos ruidosos também se detecta. É só
questão de freqüência o que mantém diferenças e amplitudes maiores ou menores.
A luz valoriza-os, penetra as partículas na intimidade e faz atingirem outros estados, processa para movimento mais
separado e menos impulsos incisivos. Seres de boa condição separam em ordens os elementos e fazem distribuição para
devidos locais, afastam e fazem trabalhar à distância dando disciplina ao movimento. Estando em seus devidos lugares suas
cores deixam de concentrar, os movimentos diminuem variações, passam a ser unidos, semelhantes e harmoniosos, os
cenários ampliam, suavizam e modificam.
Mantêm-se no que os seres querem, precisam dessa ajuda para se posicionar e processarem suas próprias fases. Passam
para energia, que tem seu espaço muito amplo e amplia sempre. Vão se processando com maior intensidade para desativar
todo o complexo até desfazer o tempo e não estarem reagindo. Estão bem melhores do que já estiveram.
23

13

Campos

s seres em variáveis projetam a vontade para cenários, são cores convergindo e formam bolsões no espaço, imenso e
O compacto campo para os elementos se fixarem. Ali estão cores em amplitudes que fazem variáveis, e outras que mantêm
registros sem variações. Hora amplia mais, hora menos.
Esses campos dispõem ordens de leis que movimentam partículas para dar origem às formas, compõem astros e fazem
aparecer números. Cada astro por sua vez tem o seu próprio campo com fatores diversos reagindo e que não correspondem a
outro campo.
Existem agrupamentos de partículas que são diferentes no processo de ação e há campos opostos. As condições iniciais
mudam para afastamentos e diminuir impactos. O movimento principal apanha outros movimentos e faz acelerar. A cada vez
que as fases são ajustadas favorece integração com a unidade. Mas seria continuação, mesmo que em estado sensível.
Os campos são frágeis, isso tem de ser notado. Ao dissolver variáveis, vão abrindo e deixam de formar bolsões em áreas
do espaço, números e tempo reduzem-se.
Seres Limpos- Para acionar dispositivos e transformar esses locais tem de ser mais avançado de que os locais, influi nas
cores e todas as coisas existentes ali, faz ajustes e realiza mudanças com movimento suave, em ordem. Os seres que dispõem
de qualificação evitam esses campos, entram por espaços limpos sem dar movimento por onde passam.
Extraterrestres- Fazem registros dos universos e das razões de cada área, as causas e os impactos a serem eliminados.
Com averiguações de toda ordem fazem ajustes e causam reações entre campos, eliminam impactos e movimentos
alternativos, estabelecem equilíbrio entre rotas e funções que cabem manter e deixam livres os espaços. Quando apresentam-
se qualidades em vários pontos dos universos, corresponde a trabalho realizado em algum ponto. Quando em certo sistema os
elementos passam a mostrar suavidade, em outros locais também ficam suaves e as partículas deixam de se ver como
partículas.
24

14

Cores

existir é estado de coordenação, integrante do tempo. As cores são a razão de vir o existir, ao mesmo tempo o existir é
O uma das razões das cores. Estão associadas à luz, têm consciência de valor, de poder e capacidade, sabendo-se como
potência universal.
No íntimo existem as cores, dizem muito a respeito de todos. Energias são em cores, têm suas variações e formam
padrões variados. Há cores que vocês não pensam, mas que existem, é inimaginável o que representam. Estão presentes em
tudo, na força, na dinâmica e no poder. Na força são compactas, não têm muita lucidez. Na dinâmica são transparentes,
brilham mais, as cores da capacidade maior são ampliadas. E no poder não há como descrever cores.
O poder não se ausenta das cores, e vice-versa, está concentrado. São ampliadas para dar o grau desejado às notas
musicais e mantêm os impulsos do próprio Criador. Para que atue como Criador sempre houve ação incontestável das cores.
São fonte dentro da qual está o comando dos universos, tudo é controlado pelas cores, o que vocês pensarem. Determinam
revisão para favorecer decisões, definem ação e tempo. Estabelecem ordem, controle, equilíbrio e separações, que elucidam e
deixam bem determinados os projetos.
Trabalham associadas, acionam cores que estão menos ativas, coordenam em um só ritmo para manter o poder e as
próprias cores terem suas qualidades. São vários programas em movimento disciplinado e com liberdade do movimento
principal. É critério único estabelecido, os poderes estão unidos em um, é visto uma cor só, estado de inteira lucidez. Nessa
qualificação o valor está presente, é visto realizado e concluído.
Tempo- Antes de haver o tempo as cores mantinham-se programando e reprogramando, na variação necessitavam que as
fases estivessem completas e em igual qualificação. Usam o tempo e um programa para alcançar seus padrões, passam por
fases, estados vão sendo suplantados e deixando de ser. Ficam definitivamente integradas, chegam ao padrão único, um poder
único e as formas deixam de aparecer.
Emissões- Existem cores que vêm direto do Criador e fazem-se sentir de imediato. As consciências também estão no
trabalho de emissão de cores, as tonalidades vão depender de quem está emitindo. Os que têm consciência de si emitem
tonalidade ampla e suas cores atuam mais.
Existem emissões solares e planetárias. As que vêm das células do Criador chegam e começam a comprimir, aderem a
certas regiões nos planetas e causam muitos impactos.
O próprio Criador mantém a redistribuição, todos têm de agir nesse processo e as cores permanecem circulando em um
turbilhão. Existem canais específicos e locais onde passam com intensidade. Avançam para os locais a que pertencem. Onde
haja uma correspondente, ali fixam-se e atuam, havendo clareza atuam livremente.
Sistemas- A vida é movimento, universos são vastidões de cores atuando. Os planetas e cada ser vão apresentando cores,
as mais estáveis fazem passagens e mostram em cada época os acontecimentos, mexem com a coletividade e o movimento é
constante. Nos sistemas o padrão está limitado e reflete nos seres, sentem falta de estar com toda capacidade e fazem excesso
de movimento para ocupar uma variedade de espaços.
As cores são traduzidas por extraterrestres para eliminar, fica menor o comprimento de ondas e os seres vão sentindo
qualificações para pensar melhor.
Este Sistema- O programa daqui não permite acesso ao conhecimento das cores. Tem algumas informações mas não
valores exatos e responsabilidade para amplas realizações. Os seres daqui não percebem a si mesmos e nem ao colorido que
existe neles próprios. Um vê de uma forma, uma cor, outro vê a mesma cor sempre diferente. Cada cor eqüivale a um desejo,
uma vontade; estão refletindo várias cores, indicando que são mentes dispersas, tornam as canalizações muito compactas e
comprimidas pela força. Essa barreira tem de ser vencida, tem de ser conotado, fazer pesquisas.
Os agravamentos são causados pelo descontrole mental, não usam com habilidade. Cada tempestade magnética
corresponde a um teor vibracional. Há cores que causam pânico nas multidões, devastação, outras geram correntes de ar
muito fortes. Esse descontrole gera também outras subforças, pequenos pontinhos de cores que distribuem-se por toda a
superfície terrestre e dão condições para formação de insetos.
O indivíduo que causa danos, suas energias estão desarticuladas, o cérebro está incidindo só numa parte e ele vai fazer a
mesma coisa sempre. A energia tira-o de seus controles; digamos que ele se refaça, mas de repente volta de novo.
Neste planeta os extraterrestres fazem muitas experiências, trouxeram em grandes quantidades seres portando em seu
interior cores diferentes. A Terra e seus habitantes possuem as mais variadas cores, é a razão de choques permanentes.
Quando uma situação é posição de equilíbrio --no caso os vegetais-- em outras há posições de desequilíbrio, que são os
terráqueos atuais. Em suas cores está faltando sincronismo e integração. As quantidades mínimas fazem diferença.
Determinantes- Cada indivíduo recebe características que tornam-se próprias, programadas em origens que antecedem à
sucessão dos tempos. Trouxeram todas as cores, são organizados ou não, por função de suas cores.
Há um programa para reação desejável das cores. Elas por sua vez influem nos programas, são controle para um sentido
ou outro conforme os ajustes. Quando algo entra em ação é porque determinadas cores foram ligadas entre si.
Quando os seres têm pulsos avançados, suas cores são lúcidas. Vêm com mais energias, conscientes e equilibrados,
manifestam a vontade ser úteis. Energias bem distribuídas em todas as escalas chegam às origens rápido, multiplicam-se,
eqüivale a uma grande explosão.
25

Para haver todas essas contingências de padrões, leis, unificação e poder, as cores são determinantes.
Equilíbrio- Numa cor existem diversos matizes, alguns preenchidos, outros não. Se preencheu uma cor totalmente, não
há mais faltas ali, está presente, é energia da melhor qualidade. As cores completas estão em níveis equilibrados e deixam o
Supremo agir, o ser ocupa os espaços e está pleno. Sabe o que tem a fazer, vê no som e nas cores, mesmo que sejam
determinantes com livre acesso. A luz quando próxima e atuante sabe-se por notas musicais.
Pequenas escalas ao emitirem projeções, a luz emite que estão de saída do campo das reações e expressa a integração das
cores, está dito aos sistemas que as formas estão diluídas.
Fixadores- Quem se vê “seres” vê-se tal um ponto no espaço, e cada cor corresponde a uma vontade. Estabelece formas e
interrupções, tira a visão, conecta meios, os quais vem a expressar a variedade que se passa em tal vontade e fica
condicionado.
O gosto por coisas está para o “ter”, converge indevidamente, imprime vastidões de cores variando. Os elementos
posicionam-se para o que os seres vão querendo, causa aderência e corresponde a frear. Não transforma os elementos e ficam
perceptíveis os movimentos. Quanto mais multiplicidade de partículas aderentes, mais condicionamento.
Condições- Os que trazem excesso de composição nas cores não superam o programa, fecham, ficam irritados e perdem o
controle das situações. Estando em choques a informação não passa, a visão mostra variedades e as compreensões ficam
diferentes, entendem e não entendem ao mesmo tempo. Dizem: “Será que é isto?”, e passam ao questionamento entre íntimo.
De que modo poderiam fluir livres?
Bom Uso- Teriam de selecionar as cores e avançar, perceber em luz para ter passagens livres e nitidez.
Através de leis são extraídas da intimidade das partículas e têm de ser canalizadas. Para grande avanço tem de reunir as
qualificações que as cores podem dar, fazer bom uso. Não só de forma externa, mas constatado até que ponto está agindo.
Tem de manter presença permanente e haver controle para que demore a extinguir.
Em um módulo que funcione certo, vai aprender muito bem. Contribuem para equilíbrio do planeta e ação da natureza,
mostram vontade de ser úteis e de voltar às origens. Quando puderem usar e ter domínio sobre todas as cores vão tornar-se
parte íntima da fonte, controle das forças universais e ligados a toda sabedoria. Vão ser autônomos, fazer coisas
inimagináveis, e não haverá como contê-los.
As ondas de alegria, quando é alegria mesmo, extravasam a soma das cores, mostram pulso forte, abrem os canais. Os
seres poderiam estar alegres sempre, corresponderiam mais à sensibilidade para novos campos de sabedoria, de aprendizados,
percepção e visão maiores.
Não havendo dispersão as cores aumentam em esplendor e facultam freqüências suaves. No caso de indivíduos, podem
ter novos domínios e controles, até chegar a fazer muitas pessoas ficarem equilibradas, boas de seus organismos, ou
extasiadas.
Também são usadas para comunicação.
Cada país tem as cores que lhe são próprias e que dizem tudo a seu respeito. Dão-se a conhecer pelas cores que
apresentam, e cada ser pelas cores que irradia. Enquanto durar a intensidade das cores atuais, as nações vão estar reagindo
com a força. Caso decidissem mudar suas cores, mudariam suas ações; também seria necessário reequilíbrio na estrutura de
cada habitante, teriam de ser trabalhados individualmente, de ser para ser. Mas requer programa e tempo do qual não dispõem
mais neste planeta.
Descondicionamento- Os seres quando têm cor que denota habilidade vão repercutindo e querendo suplantar, ficam
ansiosos por orientação. Havendo vontade forte de saber o por que das coisas e das ocorrências, isto vai sendo passado e vão
conhecendo, tendo participação ativa. É ter o valor e traduzir em trabalho. Responsabilidade e sabedoria são exigências para
bom uso.
Primeiro vem esta fase de conhecimentos, necessitam limpar bem as cores e deixar o essencial para entender o que está
presente. Aprendem composição, potencial, comportamento, distribuição e como manter níveis. Estudam cada energia e as
situações em que colocam os seres. Aprendem a mudar barreiras e unir com nitidez a freqüência que as cores apresentam fora
de módulos.
É trabalhado um potencial para correção, recicla energias que poderiam estar esparsas e evitam-se perdas. As cores vão
combinando, estabelecem padrões genéticos dentro dos padrões normais e a energia atua com lucidez. Obtêm controle da
mente, transformam partículas que mantêm a cor, é dizendo e acontecendo, aumenta ou reduz, brilha ou torna-se clara e
transparente.
Uma energia está presente, outras estão passando, olha uma convergência e corrige. Separa o que não vai permanecer,
diminui número na composição e fica o que tem mais valor, estabelece ordem e potencial para qualificação, em cada partícula
há uma mexida e são processadas no mínimo tempo. Ao terminar de corrigir todas as convergências interligam-se aspectos
que correspondem a determinada cor, alcançam condições iguais em todo o espaço, aí está ocupada a posição e é vista a
unidade, já não se vê tal um ponto no espaço e não se condiciona ao tempo.
Cada partícula que forma cores tem seu campo de atuação, é necessário controle e ajustes, manter alcances determinando
ou eliminando ações. Eqüivale a mudar tonalidades para deixar fases de tempo, encontra saída para pressões de sistemas.
Quanto mais afastadas as partículas tanto mais liberdade, passam livres nos cenários. Com sabedoria passam de um
universo a outro e outros níveis. Associam-se ao movimento principal e resplandecem numa cor integral. Apresenta-se o
valor, as cores unem-se e dissolvem barreiras, ficam integrados os campos, estão na intimidade.
Enquanto diferenciais as cores agem por velocidade no campo das percepções. É necessário velocidade cada vez maior e
ultrapassar campos a fim de estar para além das cores e livre, situa-se em clareza. As cores deixam de perceber vocês e não
são detectados por elementos. Dissolve o que esteja por acontecer, no caso já aconteceu e é definitivo, estão à frente sem que
sejam acompanhados.
Pulsos- Tudo é também por impulsos, apresentam-se até para dar um conhecimento. Conforme vem o tempo certo, os
pulsos chegam. No caso deste planeta tem de ser gradual, condicionado ao tempo.
O conhecimento sobre a energia nuclear, foi um pulso forte para um tipo de seres que haviam atingido uma época.
Estavam com certas características devido às condições das cores, muito paradas, não pretendiam grandes avanços e nem
queriam mexer com a mentalidade daqueles que se dizem cientistas.
Abalou com as estruturas das nações e mexeu com todo o planeta, os extraterrestres sabiam as conseqüências. Essas cores
impregnaram-se nos miasmas e começaram a fazer repercutir. Até que nos locais exatos foram aparecendo aqueles que
26

tinham a capacidade de fazer armas, essas potências terrestres. As condições reunidas das nações que hoje têm seus poderios
atômicos correspondem às cores que seus indivíduos têm em si mesmos.
Em todas as épocas foi necessário mudanças, as cores ficam ali impregnando, para dar a tendência aos seres do que e de
como fazer uso. Vai chegando o tempo exato de se mostrar como tem de ser mostrado. Repercute no tempo e nos
acontecimentos, vibra nos locais para fazer sentir impactos específicos durante as épocas. Para um caso de guerras, por
exemplo, há uma aderência ali. Se as cores forem muito ríspidas, os acontecimentos são mais brutais; se forem menos
ríspidas, é possível acordos.

Atlantes- Nos primórdios dos atlantes houveram extraterrestres que passaram informações sobre cores, havia necessidade
de uma civilização com seres de nível no sistema, a confiança também estava no programa. E foi avisado a cada um deles
sobre as atribuições.
Os elementos fazem fluir ondas de pequenos corantes das mais variadas tonalidades, mais ou menos aceleradas passando
por diversas fases. Umas cores estão defasadas necessitando potencial pleno, é necessário saber manipular, dar tonalidade
prevista e passar a outro nível. É movimento rápido e chocam-se em diversos níveis de aceleração, vão somando ondas que
somam cores em potenciais iguais. Porém mal assimiladas reativam, imprimem temperaturas muito altas e podem gerar
eclosões.
Os atlantes faziam manipulações em grandes complexos artificiais, tinham controle e processos adequados. Estavam
aplicando em naves que eles já usavam, faziam cores acelerarem suaves e não causar impactos, em todo o percurso os
elementos mantinham-se ativos, consumia pouco e não dispersava.
Aglutinaram cores que não teriam de ser aglutinadas, acumularam e aplicaram uma variedade. Nos complexos que as
mantinham processou-se mudança, diferenças muito altas em graus de temperatura, e fizeram eclodir todos os complexos
atlantes.
Os seres atuais deste sistema trabalham com oxigênio e outros gases, vão ativando e mudando as cores, apesar de não
terem noção de cores.
Transferências- Os seres acham-se controlados pelas cores que apresentam. Para transferência de um planeta a outro são
destinados para onde as cores correspondem. Quando há energia em cores que combinam com outras dimensões há
possibilidade de ultrapassagem, de unir-se.
Com equilíbrio dessas ondas o ser torna-se porta para outras dimensões.
Conversores- As cores passam pelos conversores para estarem lúcidas, em padrões exatos de clareza e bem distribuídas.
Pegam uma cor e aceleram, outra idem, e dão sentido, impulsos são colocados no sentido correto e regulados. Excluem o que
não corresponde, sistemas planetários vão sendo limpos e garantida a estabilidade. Nos universos, nas correções de ondas,
nada ficou em falta.
Seres de valor são processadores. Levam o poder e realizam trabalho de somar aos extraterrestres, é trabalho amplo de
equipe e unicidade, acionam para chegar logo ao que foi programado. Vão aos sistemas, ampliam cores, estabelecem
passagens e convergem as que correspondem para os canais que sabem utilizá-las. Atuam nas freqüências, suavizam e
dinamizam ondas planetárias; ondas de impacto vão chegando e sendo freadas, íons vão sendo coletados e mudam seus
estados iônicos. Ajustam para obedecer ao movimento único. A noção é de luz, próximos da integração, têm um tempo mas é
solidário. Têm suas próprias decisões e assumem, momentos e palavras de ação e valor para definições que a luz está
mostrando. Outros vêem e conscientizam-se, dão novos rumos na vida e encontram essa passagem que está diante de todos.
Vão estar bem amplas as cores extraterrestres na Terra e os conversores enviando aos locais certos, será momento de
soltar acontecimentos. Vai estar sanado e garantido para fases vindouras, com passagens novas para outra civilização entrar
com todo brilho.
Extraterrestres- Para os extraterrestres tudo é a cores. Tal um prisma é feito mapeamento dos universos, mostra
correspondentes em cada alinhamento de freqüências. Sabem onde se encontra a incidência e podem fazê-las mover-se. Usam
em suas naves, sabem extrair, controlar, condicionar; absorvem do próprio espaço e fazem com que tenham ação permanente.
Desde que começou o existir e o tempo, os extraterrestres sabem que é necessário integrar o campo das reações em
antimatéria, é o valor esperado. Projetam movimento dilatador para acompanhar e analisar número de pulsos. Medem de cada
elemento a capacidade e o impacto causado pela ação conjunta. Acionam essa diversidade, formam campos unos em que há
distribuição de movimentos adequados.
Quando em algum planeta um ser trabalha em conexão com os extraterrestres, recebe cuidados para mudar suas cores, as
que servem a bons propósitos vão tornando-se evidentes. Passa a ter idéias dominantes e corretas, a existência vem a ser por
sua mente organizada, o aumento do potencial reflete maior participação extraterrestre.
Nas experiências mudam seres, acontecimentos e locais. Reduzem o número de cores, o estado que vocês chamam
“matéria” deixa de ampliar, deixa de haver explosões e não dá forma a outros planetas. É o desvincular de todo um processo
em vários potenciais, entra em colapso sem que hajam choques, ocorrem apenas distúrbios gravitacionais.
Limpezas- Agora desconectam-se as cores referentes às nações e cada indivíduo, cada um vai recebendo o seu impacto
que em muitos casos pode ser violento. Não acharão mais seu espaço na face do planeta e num momento exato vão ser
atraídos para outro sistema.
Os futuros habitantes que os extraterrestres vão trazer para a Terra, para nova civilização, já virão com esse controle
sobre as cores porque têm nova visão com eles.
Os planetas estão isolados, tem equipes para esses locais e trabalham para desfazer o ritmo da cor. Haverá menos espaços
nos sistemas, os seres ficam oprimidos, sem liberdade em suas ações, sem as determinantes, deixa de haver multiplicações e
variedades.
As experiências vão ser postas em prática sem demora, haverá um calor aumentando em graus nos universos. Quando
esse calor estiver sendo concentrado vai diminuir o número de seres, as civilizações que usam módulos que se mantêm por
reprodução vão ser as primeiras a deixar de existir.
Exercícios:
1)- Observem o que de valor está para integração quanto às passagens.
Uma visão em cada alinhamento deixa claro, estabelece pulsos dentro de capacidades exatas, faz as cores
avançarem livres de variações e de infiltrações quando há razão e utilidade, e atuarem como presença.
2)- Quanto menos reações, mistura menos.
27

Com menor variedade passando, o aspecto e o valor ficam em evidência.


A cor fica livre entre as demais e destaca valores que correspondem.
3)- Estejam calmos.
Mantêm cores que correspondem ao íntimo.
4)- Não se manter nas vontades.
Não refaz cenários e nem participa. Os movimentos desaparecem.

15

Uma Síntese do Criador

os universos e em todos os níveis estão três energias que trabalham em conjunto, são três estágios: a força, a dinâmica e
NForça-
o poder. A ação reflete o emprego dessas três energias.
A soma dos elementos constitui a força, é intensa, assume amplitudes assombrosas nos universos. É o equilíbrio
da mecânica, ocupa os espaços e mantém equilíbrio entre astros, planetas, sistemas solares e entre universos e mais universos.
É presença em toda a parte reativa, concentra e comprime. Age na repressão, subjugando, corrigindo, faz os fatos
acontecerem com impactos, vibrantes.
É processo inicial, canais fechados, atua em certas partes da cor onde os movimentos não são completos e apresenta o
tempo para manter condições. Está impondo alguma coisa, não favorece movimentos e dá a impressão de estar parada.
Apresenta aglutinação e permite ocorrer formas, as quais estabelecem tempo variado e diferentes aspectos, peso e até os
freios. Em maior condicionamento os elementos formam blocos. Se ficasse por si só, iria atritando e condicionando.
A variedade das cores mantém leis para esses estados e condição geral aos que participam, mas não estabelece critérios
para o conjunto.
O programa da força tem de ser breve, deixar de haver elementos e desaparecer. Porque a Lei de Inércia não pode atuar
no existir, que é onde está a ligação com o poder sem causa. Vai sendo desobstruída, existem correções, leis são mudadas,
está em alterações múltiplas e freqüentes, e as posições sendo revistas uma a uma. O conjunto da força vai sendo direcionado
e avança por todas as fases, faz seu trabalho e dá acesso à dinâmica.
Os seres impetuosos --que gostam de ter, de mandar, de agir com dureza pensando que estão na direção de tudo-- esses
usam a força. Os interesses que envolvem unicamente a força têm de compactuar com outros pelo uso da mesma força, e pela
força se destroem. Ela assume para idéias corrompidas, guerras e agressões. Nesses mundos até as palavras são símbolos de
força.
Nesses conflitos que envolvem nações, as posições aglutinantes alteram-se e as cores deixam de influir em alguns,
começam a divisar melhores condições em suas idéias, vêem que outras formas podem substituir seus comportamentos. Em
outros a intensidade e ação da força é maior, ficam teimando e as idéias não podem de momento ser mexidas.
Na Terra os limites são mais restritivos por maior ação da força, é um mundo de reação e as pessoas não se entendem.
Onde ela se reduz, há mais consciência. De nível para nível vai se tornando suave, na energia já não está presente.
Dinâmica- Esta constitui ausência de peso, é condição avançada, livre, mais consciente da posição original. Também
realiza programas, emite pulsos, transforma e organiza leis da unidade, os movimentos aceleram e mudam situações, um
movimento apanha outro e avança para movimento único e de amplitude. As partículas descondicionam-se, vão ficando
flutuantes, com mais ação e mais espaços para agir. A dinâmica está ocupando espaço até substituir a posição que a força
ocupa, tem seu trabalho e seu tempo de permanência.
Em todas as variáveis de vida, a reação e a dinâmica estão associadas iguais. Ao dar-se uma reação, causa movimento. Se
desorganizado, fica sob o domínio da força. Se organizado, é coordenado pela dinâmica.
O tempo de uma fase ao se extinguir, o valor está correspondendo à fase seguinte, passa para outras posições e estas
vêem-se todas ocupadas. Condições naturais são alcançadas e dissolvidas. Os canais são abertos, passa-se de um lado a outro
e as cores ficam livres. É integração de valores, padrão na cor, e fica claro que é uma posição só.
Poder- É fonte principal. Não precisa de ajustes, não tem peso e nem programa, está em toda parte mantendo sua posição
única. Funciona de dentro para fora e tudo acha-se envolvido. O que existe está sob seu controle e mantém a unidade do
conjunto. Aciona modificações, faz avaliação e define, faz chegar à clareza. Suprime desorganizações de modo que não
influem no total. É mais forte, é o controle, atuação determinante é dele.
Poder, Força e Dinâmica- Essas três energias atuam em uníssono. Para retornar ao Criador as partículas passam por
essas três condições.
A força não atua onde está o poder, mas ele está em todos os locais e em toda a reação fazendo-a acelerar para
descomprimir rápido. Coordena e envolve a força. Sem a coordenação do poder, a força iria concentrando os universos até
triturar.
A dinâmica por si já poderia influir, delineia o movimento numa posição plena e aí conta com o poder, fica ágil e
flexível.
O poder age sobre a força e a dinâmica, especialmente sobre a força e faz liberar o que está sob pressão. A força diminui
sua capacidade de concentrar, aí a dinâmica atua e as energias vão sendo liberadas.
Os valores estão na intimidade da força acionando-a, sempre mudando. A dinâmica aguarda momentos para atuar com
decisão e desenvolvimento sobre a força, corrige o que esta deixou de fazer. Dá impulso porque o poder está mostrando onde
tem de mexer, de manter equilíbrio e onde ter avanços.
Um conjunto de ações concluem-se e dissolvem, o que tinha de passar já passou, força e dinâmica desaparecem. Passa de
freqüência para presença, de união para integração, não há causa e nem efeitos. É só poder atuando, é estável, a paz
estabelecida.
28

Há necessidade de ter isso bem claro e vendo em todos os pontos.


Atuações- Pesquisem as pessoas, animais, vegetais e minerais. Há muito que observar neles.
Uma pedra, a força mantém coesa, o movimento das ondas retira os grãos sob o ímpeto da dinâmica e para realizar esse
trabalho o poder é o que delineia.
Quando alguém vai atuar, a força está comprimindo e mantém na vontade; a dinâmica impulsiona e faz acelerar; o poder
faz seguir para o alvo certo e concluir. A força e a dinâmica induzem. Com o poder é que se atinge os objetivos, direciona
todos para onde vão ser úteis.
Existem os vegetais suaves, já não é tanto a força, têm mais a dinâmica.
Existem as palavras suaves, outras que são penetrantes. Têm suas ações e as posições que ocupam nas escalas.
Existem pessoas brutas, impulsionadas pela força. Outras que a dinâmica impulsiona, são inquietas, se não há controle
vem a força e toma-as sob domínio. Outras têm mais um pouco de equilíbrio entre dinâmica e força, reúnem condições de
movimentar, de comandar, e mais controle sobre si.
Os seres que têm o poder agem mais sob controle da sabedoria, são sérios e equilibrados, controlam tudo, dinamizam e
centralizam. Os outros sentem-se bem no contato com eles. Se alguém tenta interferir, eles saem daquela situação e não
demora.
Neste planeta é difícil encontrar ação de alguém revestido de todo o poder, pode estar em parte mas não com todo o
poder. Quando há alguém na Terra que tem poder, força e dinâmica, não é propriamente um ser da Terra.
Os planetas de seres lúcidos exercem pressão sobre outros planetas. Quanto mais equilibrados, mais ação do poder se faz
presente.
Os extraterrestres agem com o poder, a força e a dinâmica, de forma integrada; dependendo da condição de seus mundos.
Há sempre variação porque há muitos universos, a escala é vasta.
Os energéticos agem em todos os tipos de partículas, eles são o próprio poder, força e dinâmica. Não é a vontade deles, e
sim o Criador que se exerce.
Enquanto todas as coisas acontecem, a responsabilidade do Criador é imensa, está agindo para com suas próprias
partículas.
29

16

Universos

Criador não tem formas, espaços não existem para ele. E não há visão de formas para os que estão próximos do campo
O da não-reação, da energia-luz. O que hoje está definido, está para uns, são mais energias e vêem transparente conforme
suas freqüências.
Para os que estão na faixa menor é visto uma realidade que é própria deles, inadequada, não visualizam como deveria ser
visualizado. Espaços e formas são vistos por seres condicionados a locais, resultante de uma vontade que veio concentrando,
em que muitos participaram. Mas não é vontade total, há existires em que não está presente neles isso.
Qualquer forma no espaço é resistência, mas em alguns universos é dinâmica, favorecendo ampliações e fluxos
energéticos, têm mais expansividade e seus integrantes são mais livres.
Universos são espaços que propagam-se e fazem fronteiras uns com os outros, refletem seqüência de atos e cada universo
é um ato. São sistemas de símbolos e linguagem universal, pulsos através de correspondentes vibratórias, somam num total e
falam através de tudo. Cada um sabe como o Criador está determinando para ele.
São muitos universos, em todas as escalas, com várias dimensões e tipos de energia. As variações causam as formas de
vida, as leis e os modos de se expandir. Onde existe um podem existir outros, formas dentro de outras formas que
distinguem-se por diferença de freqüências. E nos quais há sistemas diferentes, até sistemas-luz, que são agrupamentos de
luz. Reúnem cores, ampliam, tornando-as uma só e muito intensa. Os seres e os elementos são próprios para o local e o fazem
assim ser, ter suas características. O funcionamento perfeito das ondas em todos os pontos faz o sistema, em tudo existe um
tempo e um objetivo dependendo da função, das partículas e de muitas coisas. São um programa estampado ali, movimento
integrado, não há palavras que descrevam, perfeito em suas funções. A organização é simples e a ordem se mantém.,
funcionam como música, são mares de alegria e de paz.
Universos translúcidos não são formas definidas. Têm seu potencial passando a outros universos, é pulso que expande e
com um tempo para retornar ao seu local. Não ocupam espaços mas há dilatação muito vasta e outros universos são muitas
vezes comprimidos por suas presenças. Para se perceber isto tem de transpor um potencial de qualificação.
Universos de bons níveis estão sempre renovando, no que se passa entre os demais esses reagem expontâneos para
mudanças. Os elementos deixam de reagir a partir desses espaços.
Aglomerados de partículas compõem universos sujeitos a mudanças por filtragem. Existe controle para organizar, reter
pontos correspondentes e manter unidade, controlam-se elementos que percorrem fases e também seres envolvidos por
elementos. As partículas têm as rotas ajustadas pela necessidade de fazer seres e locais pulsarem, mudar rotações, aumentar
potencial energético e cada nível desempenhar funções com exatidão.
Astros são programa estabelecido de modo a terem campo atuante e o trabalho se realizar sem desgaste, as rotas têm
distâncias para não serem influenciados e nem serem ultrapassados meios defensivos. O vácuo é esvaziamento para retirar
elementos e evitar formações entre planetas e estrelas.
Os planetas têm pontos que vão estabilizando, dão posições certas para registro de temperaturas e movimentos
coordenados, buscam locais certos onde passar e diminuir emissão de ondas. Foi visto o que inicia correntes de ar quando em
movimento. Frotas extraterrestres transitam por onde planetas têm de passar, levam para ordem natural e definição.
Umas energias estão sendo tratadas e ausentando-se outras, áreas mudam comportamento e passa a existir denominador
comum, é para ter ritmo suave em que um elemento não predomine nas reações. Existem controles e o que chamam “buracos
negros” são um deles, atendem ao retorno do pulso do Criador, são espirais que trabalham em ação conjunta para
decomposição, as partículas dissolvem-se e formam campos intensos para início de novos locais; se for o caso. Distribuem
cores em diversas dimensões e multiplicidade de canais em várias direções para novos componentes, renovam para melhores
condições mas é necessário análises porque vão estar diante das mesmas ocorrências e porque é necessário controlar todos os
pontos. Mas agora essas matérias vão sempre dissolvendo, não mais haverá retorno para formações.
Programadores- Existem os responsáveis pelas faixas de criação, que organizam, dirigem e mantêm universos.
Determinam a forma, mecânica, dimensões, cores, as combinações materiais, ritmos e pulsações, tons musicais, órbitas e
afastamentos adequados, os moldes e outras determinantes.
Formação de Universos- Quando as escalas primordiais estão preparando-se para reunir e formar um novo tipo de
universo em alguma escala de tempo, aquela energia está contida, nem uma partícula está dispersa. Reúne-se um filete de
integração, está formando um novo tempo, outra atração. O que entra ali não é que sumiu, mas sim entrou em outro campo e
só vai ficar o que for de proveito para nova geração. Tem seus números exatos, não a mais, que não é preciso; nem a menos,
só o que corresponde. Vão surgir nesse local galáxias e todo tipo de astros, com o passar do tempo está todo formado. Tem
seus limites para que as energias trabalhem e façam o que corresponde fazer. Há uma formação ali tal uma barreira entre esse
tempo e os outros. Quem não pertence ali, olha e não vê nada.
Para equilíbrio existe outro filete de integração em outro local, porque está vivo e existem sempre outros. Atraem
partículas por um certo tempo, até desfazer e voltar ao Criador.
30

Leis- O Criador está presente nas leis, atuam pelo comportamento de todos com precisão, mantendo e regulando a vida
nas comunidades. Possibilitam agir correto e avançar no tempo, mostram a posição que as partículas estão conquistando e
ensinam a se conduzir. Para manter organizados os existires é preciso muita ordem, cada ponto está sob total direção, há
níveis e em alguns pontos atuam rigorosas.
Os seres passam as leis e informam a outros universos a condição para fazer ultrapassagens. Só desloca-se um objeto de
um espaço-tempo a outro estando sob controle. Há seres competentes para verificar, requer disciplina de todos, não se brinca
nos universos.
Em escalas semelhantes à dos terráqueos existem leis sendo passadas por cima e voltam a se projetar; se não respeita uma
lei, ela volta para correção. Os seres as projetam, quem pode desejar o que é bom para as leis são eles mesmos.
Movimento- Existe um programa permanente, um cômputo na direção. Astros e seres estão em movimento constante,
acelerando, dinamizando. Há limpezas sempre, sucessão de mudanças. São escalas graduais que vão alterando tempos e
pulsos, são ajustadas as posições, dá-se avanço no tempo e também mudam as idéias.
Os energéticos e os extraterrestres verificam minúcias e acionam alterações em todos os sistemas para que o Criador seja
visível a todos, em todas as condições. A ordem é que logo que possível, sejam integrados à energia-luz.
Nesta galáxia está havendo mudanças, os astros vão ter órbitas longas. O tempo urge para um avanço. Neste sistema as
posições planetárias afastam-se, com redução da incidência de cargas energéticas solares. Requer que o tempo também mude
para coordenação de engrenagens com outras engrenagens, para entrada de novos habitantes de novas escalas.
Projeção- Para cada universo existe outro universo, para cada sistema outro sistema. Essa projeção é uma incógnita, está
presente nos inícios. É a primeira camada em que os seres estão presentes, com todos os elementos e formas de vida desde as
mais remotas origens até seu declínio como universo.
Vocês estão aqui, e na projeção estão as formas consciências. Destacando-se de qualquer planeta, as formas originais
ainda estão lá na projeção. Ao passo que ocupam posições mais originais, vão sendo um mais um, mais fortes, até atingir essa
camada. Em planetas de condição quase equivalente à original, há uma identificação entre o mundo que vocês ocuparem e a
projeção. Torna-se a forma original, uma só, sem individualização.
Habitantes- Situam-se em planetas os que ainda têm a participação da força e da dinâmica. Os moldes são de acordo com
planetas porque o nível da força varia muito, a dinâmica do local também determina os tipos de moldes e de locomoção.
Há comunidades de seres muito parecidos entre si, definidos e inteligentes, que nunca estiveram em conflito.
Há seres que quando vão a um outro local assumem a forma de um ser do local.
Nos níveis mais lúcidos a atenção é constante e suave, abre-se para outros universos, comunicam-se através da mente
com clareza. Fazem bom uso da energia, favorecem uns aos outros e aos ambientes. Quando há falta em outro nível, eles
ultrapassam, fazem ajustes para novos avanços e aprendizados.
Os mais próximos do Criador atuam pelos impulsos do Criador e não pensam para agir. São ambientes equilibrados e
vida de extrema magnitude.
Fim dos Universos- Enquanto o pulso do Criador avança, o ritmo se distribui no sentido de formar e ampliar universos,
as transformações são ativas, existem por um tempo. Quando chega ao seu pico total não mais amplia, diminui o ritmo. Na
perda do pulsar, o tempo acelera no retorno às origens, os universos comprimem, os corpos sentem pressões. Tendem a
dissolver-se libertando as energias, gradualmente desaparecem números, ficando só ponto energético. Ao terminar o pulso do
Criador, estão concluídas as transformações.
Está acontecendo um pulso nos universos, desobstrui ondas de aceleração e a parte mecânica dos movimentos. A longa
fase está esgotando-se, chega ao término com ações abrangentes eliminando pontos que não têm de aparecer, não levará
tempo para que a quantidade de formas no espaço diminua até a escala zero. Há uma situação nova, nos programas haverá
mudanças, ao ponto de não ter mais sentido e nem relação com o que já houve.
Atende seqüência para chegar aos sistemas. O que vai acontecer na Terra no final desta fase é apenas amostra do que está
programado para os universos. Não se diz: “Como pode?”, o que está aí não é nada mais.
O tempo já deixou de ser tempo, é grato por este trabalho que o coloca no não-tempo.
31

17

Terra

Astros
ma quantidade gigantesca de energia explode, em pouco tempo há outras explosões, cada sol explode novamente, forma
U outros sóis e seus planetas. Cobrem distâncias atendendo a um programa e uma engenharia, é previsto o tempo e as
posições que vão ocupar. Formam um campo, cada qual puxa o outro e faz com que gire a seu favor, há equilíbrio no centro e
nos extremos. Há os que giram em sentido inverso, embora façam parte de um mesmo sistema, para que o equilíbrio se
estabeleça. Uma força intensa faz a energia desse campo vibrar e manter-se num raio de ação proporcional, só é liberado
quando já transformou-se.
Os planetas já vêm de outras explosões, essas energias mantêm um curso e permanecem à distância clareando intensas.
Ocorre desgaste no campo das partículas e perdem o intenso brilho. A capacidade é renovada por períodos para que
mantenham seus próprios sistemas individuais. Têm ligações com todos os astros, além da condição de seu próprio sol, e
recebem partículas dos sóis mais novos.
Quando um sol diminui sua capacidade, seus planetas sentem faltas, os mais afastados são os primeiros a sentir as
conseqüências no equilíbrio e podem ser atraídos para outro sistema solar. Nos sistemas próximos também é notada a falta
desse sol. É trazido outro para suprir a falta e fica sendo o novo centro, o sol que foi substituído faz uma órbita ao redor do
novo. Ou podem suas partículas ser absorvidas para outras dinâmicas da galáxia, para isso não são fixas as posições.
Há alterações na conjuntura entre planetas e entre sóis, que já se fazem notar. É observação um pouco longa para o tempo
Terra, mas vai se efetuando. As pressões que os terráqueos sentem são frações do que está ocorrendo. Os futuros habitantes
que vão estar aqui, em pouco tempo vão observar outro sol chegando e ocupando espaços. Vão ficar dois sóis renovando
energias.
Habitantes- O Supremo estende-se em cadeias, ramificações coordenadas onde os seres distribuem-se dentro de uma
ordem e são controlados.
Estão em cada planeta os que correspondem pelo valor da energia planetária respectiva. Tem o número suficiente de
seres, quantidade imensa de energia dos seus habitantes para preencher espaços e fazer proporção com a energia planetária.
No início estão seres em menor número e maior capacidade energética, quando chegam habitantes, esses de maior
amplitude vão saindo porque seus programas e suas cores não os conectam a locais. Quando se trata de seres de pequeno
nível há grande número de habitantes.
Um planeta atrai seres para habitar, somar e fazer uso das energias. Cada partícula traz suas razões próprias para se
definir, contam com ajuda externa para controlar os efeitos das cores e haver expansão em todas as áreas. A energia
planetária lapida, interrompe infiltrações em cada ser, para que tornem-se unos em suas cores. Leva tempo esse processo, e
por fim a cor apresenta-se original em relação ao planeta em que estiverem habitando.
Seres levam o mesmo aspecto para o mesmo local, esse campo de visão mantém nas vastidões de cenários, vendo-se
como variedade de muitas coisas e participando de idéias uns dos outros. São palcos armados, maneiras incompletas quanto
ao que vê, repetições de nascimentos e de conhecimentos por alternâncias em períodos curtos, longos e vastos. Dizem e
fazem o que tem para ser dito e ser feito, é dado um tempo para ter uma ação. E os seres dando crédito de que está
determinado assim, como se fosse para sempre.
A ficção faz parte sem que vejam, é coisa escondida. Tem limite no tempo, depois não pode mais esconder e tem de
olhar. São irregularidades que procuram se apresentar, mas que não existem, não tem de aparecer coisas, o chamado “tudo”
está no dizer. Cedo ou tarde tem de parar, diminui e ausenta-se até não mais fazer parte.
Mudam-se partículas e componentes, dissolve-se o que está suplantado. Nos níveis tem uma rede incalculável de seres
para serem desligados e as contaminações deixarem as camadas, para não serem vistos como normais e vão ficando para a
fase de eliminação. Planetas não vão conter estados e contingências através de épocas, não terá peso nos processos, suavizam
à proporção em que a força deixa de atuar, mesmo sob condições o programa vai concluindo com exatidão.
Ordem- Há nos universos os seres que têm equilíbrio e os que não têm.
Os seres ímpares estão na desordem dos números, só estão em contato com números adversos que trabalham na função de
acumuladores e têm um turbilhão junto a eles, saturam sistemas e causam desgastes. As cores são variações e as partículas
não estão ajustadas, são diferentes as idéias num mesmo ser e estão sempre em choques. A partícula programa o módulo
também como seres desajustados, mal organizados, e encaminha a sistemas correspondentes. Até chegar o tempo em que
eliminem certas composições e melhores aspectos sejam mostrados.
Procuram combinar, em cada local onde vão, melhoram as condições. Têm um tempo para fazer tudo em um planeta,
para desenvolver seu trabalho e sua atenção. Quando entendem o que estão buscando, as cores ficam equilibradas, vão
tornando-se números pares e homogêneos.
32

Os seres pares estão na ordem, sentem-se plenos e com ações refletidas, são valores para os sistemas, participam levando
equilíbrio e fazem o melhor uso dos meios. Projetam ações para melhores condições e ficam livres da própria ação, utilizam
só para o que é necessário e os campos ficam em paz.
Os extraterrestres fazem levantamentos planetários e dos seres que vão deixar os planetas, para que saiam das atuais
situações e atinjam outros níveis. É aguardado em outros locais esse relatório de pesquisas e análises, para determinar
habitantes a cada sistema e serem ocupados vários espaços.
Cores limpas favorecem estar em planetas lúcidos, em sintonia com valores que correspondem. A posição é a respeito da
fonte e das origens, da Direção que está presente e determinando.
Artifícios- Quando foi projetado este sistema solar, foi previsto as condições a que os terráqueos chegariam, que seriam
belicosos, agressivos e que poderiam com essas atitudes afetar os planetas próximos. Não lhes foi dada condição de avistar
seres em Marte, e muito menos de ir lá. Não atingiram nível de freqüência, não vêem outras coisas porque não é permitido.
Os seres da Terra concentram esforços para irem distantes no espaço e captar ondas que transitam nos dois sentidos entre
a Terra e Marte, percebidas a bordo de equipamentos. Enviam coisas para cair no solo de Marte, mas vão em um tempo que
não corresponde. Tais equipamentos enviam fotos para cá e não mostram a civilização marciana. Não há como os meios
daqui fazerem bom uso do espaço e das condições de lá.
Os marcianos podem evitar que tais objetos caiam lá, mas sabem que é fase final do sistema daqui que está em
degradação, é por pouco tempo e por escassa incidência. São de impulsos precisos, estão cientes das convergências finais
deste local, vêem os acontecimentos daqui como precipitação danosa.
Os seres daqui não podem atingir quaisquer planetas equilibrados e nem jogar coisas sujas nesses locais.
Marte- É dotado de energia brilhante na condição interna da atmosfera, os elementos trabalham com rapidez e
proporcionam equilíbrio. Na condição externa tem partículas mais ionizadas de modo a evitar radioatividade. Aos telescópios
deste sistema reflete mais vermelho e mostra condições diferentes para não serem bem percebidas.
Pelo afastamento do Sol, seus habitantes fazem mudança nas energias e beneficiam o planeta de forma total, fazem
distribuição proporcional da temperatura, facilita a condição orgânica, são mais energizados.
Favorece aos vegetais, é clima para floricultura. Cultivam flores em todas as escalas, têm plantas dotadas de perfumes
que são extraídos e usados para dar resistência aos corpos. Fazem composições que deixam os seres sadios, corados e sem
rugas. A pele, por exemplo, torna-se aproximado de pétalas de flores. Conseguiram fazer com que certas partículas deixassem
de fazer parte de seus corpos e utilizam um processo --dado em parte pelos extraterrestres-- de prolongar a existência.
Nas crianças marcianas não são implantados dogmas nem é preciso andar fiscalizando-as. Com quatro anos de idade
passam para o convívio de outras famílias, os filhos de um são filhos de todos; e as famílias são alegres e calmas, evitam
contingências melancólicas.
Compreendem a necessidade de ser força única atuando. Vivem de forma natural e com a mente limpa, é ordem universal
em que todos têm de olhar em volta e perceber o valor.
Trabalham para ter o uso, mas sem produção em grande escala.
Atingiram níveis avançados quanto ao deslocamento no solo, muito suave. E têm suas grandes naves com técnicas
próprias de lá.
Têm qualidades para acesso ao programa estelar e ficar cientes dos acontecimentos. Estão organizando agora um
programa contendo toda a Via Láctea, fazem mapeamento dos planetas que estão na orla, de condições iguais às dos
marcianos para fazer aproximações.
Os extraterrestres já se aproximaram dos marcianos há muito tempo, comandos de vigilância estão sempre presentes e
atuam sem objeções.
Vão ocorrer transformações de grande porte, mas suaves e no sentido de perceber a intimidade.
Terra- Há um programa exato para toda energia. Não existia este planeta nalguns tempos que vocês calculam em bilhões
de anos. Tudo é uma projeção, foi passando o tempo e a Terra chegou. Era uma bola incandescente e energética. Este local é
novo, está ainda em formação e expansão. Será mudado em vários pontos, tal uma explosão no centro se abrindo e
expandindo. Agora vai para um tempo em que suas partículas deixam de se fixar e são levadas para outros cursos em que
podem calhar em algum desses chamados buracos negros, onde poderão servir para nova realimentação.
Terráqueos- A Terra nunca esteve só, nem nunca estará. Tudo é vigiado, vasculhado através de ação que palavras não
descrevem. Um plano perfeito.
Foi projetada com as condições para os tipos de vida que habitariam. Tinha atmosfera que não era boa nos primórdios
mas satisfazia àqueles que viriam por serem semelhantes às condições daqui.
Havia regiões deste universo contendo agrupamentos estelares em que houve necessidade de limpeza nesses ambientes,
precisavam selecionar seus povos. Alguns estavam em locais que já possuem certo grau de compreensão, traziam avanços
mas não pacíficos, eram contraditórios. Não são bem-vindos em outras formações planetárias. Os extraterrestres trouxeram
para cá e os deixaram para que se recuperem e melhorem seus padrões energéticos. Mas perdem grande parte do tempo, já
deveriam estar em outros níveis bem energizados e bem limpos.
Outra Dimensão- Nessa área chamada outra dimensão, próxima daqui, conforme sua maneira de ver formam locais e
situam-se nas condições antevistas por eles. São alternâncias, vão daqui para o outro lado e ficam com as mesmas idéias e
vice-versa. Não sabem se ver livres da condição de idas e vindas que desperdiça tempo, que os deixa saturados, presos e
limitados a esse campo. São ligados ao campo das emoções e mantêm ansiedades, a dúvida gera campo de disfarces onde se
imiscuem elementos indesejáveis. Isso não edifica, é como castelos de areia. Tem de haver segurança, estabilidade.
Em nenhuma parte dos universos, nenhum ser pode estar intitulando-se de “mestre”. São seres divergentes formulando
idéias. Hoje é uma coisa e amanhã é outra, e depois é outra. Encontram barreiras de energia que não correspondem ao que
eles buscam. Notem as fragilidades dos que apresentam-se aos demais como se fosse de bastante envergadura, neles não há
situações definidas. Apesar de muitos apresentarem conhecimentos isso não implica em fator energético. Tem de existir uma
base mental construída, que os seres ligados só a este planeta não têm. Enquanto outros planetas já estão fazendo avanços em
outros níveis, esses ficam detidos nessas minudências.
As raízes das outras dimensões da Terra estão nos acontecimentos de revolução do planeta. Está infestado, vão ter de sair
e vão se ambientar em outros pontos.
Equilíbrios- A Terra dá muita coisa a vocês; e vocês dão equilíbrio, energias, apoio. Os que vêm para organizar evitam
que outros pontos continuem repercutindo, até que chegue o tempo certo de fazer a limpeza.
33

Em um local com muitas coisas altas e outras baixas há equilíbrio, os pontos altos protegem os menores de ventos fortes
e de muitas coisas. Se tirar os pontos altos, tudo vai ocorrer, o vento vai soprar e fazer acúmulos, chega o tempo em que não
há condição mais. O vento é uma força, tem os movimentos que lhe são próprios, vasculha locais fazendo limpeza.
Se uma montanha de um lado da Terra sofre um abalo, outra do outro lado desce para haver compensação. Para mexer
em uma montanha tem de ser analisado o sistema em volta. Modificações em um sistema são feitas mediante todos os outros
para que haja equilíbrio.
Animais- Teria de haver energia diferente a fim de preparar seres de outras condições. São pontos únicos, mas não à
parte. São a vontade livre e expressões do próprio Criador, têm participação nos existires e somam no todo, tal qual vocês. É
soma de pulsos que o planeta requer, a fim de posicionar energias que não sejam boas para os seres daqui, aliviam tensões e
fazem ajustes nos níveis.

Os animais e os vegetais captam ondas que poderiam ser prejudiciais e até se chocar com os humanos. Atuam mas não
sentem-se um ponto no espaço, não vêem-se individualizados e não têm excesso de cores. Vêm para amortecer, estão no
meio para corrigir no tempo certo e locais certos.
Não houve necessidade de os animais interferirem na condição artificial de vida. São menos compactos em sua maneira
de atuação, não trazem o peso que vocês têm aqui e não usam de violência como vocês usam. Estão livres e há outros locais
em que estão em condições melhores.
O espectro de suas cores é menor, energias menos intensas, que suavizam os aspectos de vocês. Têm certa identidade
com os humanos e os acompanham há muito tempo.
Se vocês chegarem onde existem animais e disserem a eles que vocês não conhecem o local, e perguntar se eles podem
encaminhá-los ali, eles ajudam e vocês vão em frente. Vocês conseguiriam estas coisas se estivessem bem sintonizados, em
total equilíbrio e ligados ao Supremo.
Os seres estão em proporção maior para atuar, são dominantes, atuam sobre acontecimentos e fazem se posicionar.
Posicionam os animais para locais corretos, os animais têm o controle do que os seres têm o domínio.
Pré-históricos- Onde os sáurios existiam eram locais quase inabitados. Foram retirados quando o tempo deles dissipou-
se, épocas próximas a dilúvios, foi nessas áreas que a maior parte foi atingida. Ficaram alguns remanescentes que depois
foram sendo eliminados.
Dos que tinham capacidade de estar na água, alguns adaptaram-se ao fundo dos oceanos e dificilmente subirão à
superfície. Há no fundo regiões com vastas planícies, outras com declives entre planícies. Há algumas crateras em regiões
abissais e animais que vivem ali em cavernas. Quando houver acontecimento envolvendo todo o planeta, vão ocorrer
modificações de forma geral com seu sistema. Não haverá como conter os oceanos. Poderá ter sinal de alguns desses animais
aparecendo, essa é a mínima coisa que pode acontecer. Piores virão, fiquem na expectativa.
Encontram-se fósseis que em muitos casos são de vulcões que estenderam o raio de ação e atingiram animais em certas
áreas. Outros acontecimentos foram referentes a inclinação do eixo terrestre, os animais que estavam em uma região foram
encontrados em outra.
Vegetais- Os vegetais também vêm para somar, amortecem um pouco mais. Da energia solar e planetária os vegetais têm
suas reservas, são energias que eles aglutinam e restabelecem o equilíbrio dos seres daqui, retiram o que não é útil em
freqüências e pensamentos.
O local que tem uma árvore tem mais vida, ela faz com que a Terra respire. Recebe os raios de sol, transforma-os em
outras energias e infiltra-as no solo.
Vocês vêem a beleza de uma flor; quantas existem? Que trabalho o Criador ofereceu às flores? Têm locais especiais para
ser projetadas. Há escalas de seres que atuam na confecção desses programas, sabem as equações, números e fatores de cada
planeta. Só pela vontade o programa se faz em toda a sua base sem haver misturas e realizam flores que estão no programa do
Criador. As flores contêm todos os programas de flores, têm a linguagem delas, falam de paz e beleza, de alegria, de tudo o
que é sadio.
Os vegetais têm seus campos próprios, entre si têm suas variáveis, uns mexem com os outros, mas não há atritos. Muitos
têm domínios e controles para manter suas áreas verdes, outros possuem forças que se atraem para que seus elementos não se
dispersem e continuem mantendo o ciclo deles. O que prejudica é a mudança de um local para outro.
Quando estão sendo exterminados ocupam espaços em dimensões próximas daqui, eles têm passagem fácil, renovam e
adaptam-se. Não se perdem. Seus corpúsculos somam nos seres daqui, integram-se aos módulos humanos. Onde são atraídos
fixam-se as quantidades mínimas para voltar a formar as posições que antes havia. Ficam como elementos invisíveis, e
quando se exigir voltam a formar os vegetais. É necessário que vocês não estejam atraindo esses corpúsculos.
Vocês poderiam ter vida mais integrada ao meio ambiente, em que os elementos tivessem movimentos favoráveis, forças
amigas.
Minerais- Estes vieram para fixar energias, puxam e liberam nos tempos corretos. Os planejadores elaboram os minerais
para processar agregação, atuar mantendo a rigidez e os pulsos. Os minerais não têm uma inteligência, mas existem
inteligências posicionadas nessas áreas para manter condicionamentos ajustáveis.
As rochas acumulam energias para irradiar, deixam-nas para quem se detém ali, confortam aquele que está no local. Se
vocês se cansarem encostem-se a uma rocha e troquem energia com ela. Existem muitas outras funções.
Se vocês chegam a um local de água e dizem que precisam de ajuda para atravessar, surgirá uma ajuda imediata. Depende
só de vocês.
Peguem uma vara oca e enfiem no solo, ela armazena umidade e em pouco tempo começa a aparecer vida em volta. A
Terra é viva, pulsa junto com vocês.
Os humanos são vida que pulsa e locomove-se. Os vegetais e os minerais pulsam, mas não se locomovem sozinhos.
Os cristais são partículas muito mais lúcidas pelo trabalho que executam, dão ajustes nas ondas dos minerais e mantêm
coesão de ondas eletromagnéticas, fixam e mantêm regularidade para ações organizadas nos espaços planetários. Ajudam a
manter a correlação das ondas por sempre haver intercomunicações através dos espaços, nas ondas que chegam e nas que
saem os cristais mantêm equilíbrio.
Há partículas metálicas que adaptam-se bem às ondulações dos seres, fazem parte de seus movimentos e integram-se. O
ambiente fica sobrecarregado e os seres ficam aderentes, fazem movimentos ondulatórios com ruídos. Quando acelerados
sentem esses impulsos, aumenta ou diminui a capacidade, uns ficam mais desajustados.
34

É para fazer bom uso de tudo isso.


Bandeira- Os povos são as flores dos universos. A Terra é um jardim, muitas flores. Uns vieram com o próprio planeta,
outros foram trazidos pelos extraterrestres. As raças anteriores tinham capacidades muito mais vastas do que as de agora.
A bandeira é uma defesa, ponto que tem de estar ocupando os espaços do país, o povo gosta disso, influi. A bandeira bem
intercalada chama atenção, é sinal de equilíbrio. Nas bandeiras verdes predomina o trabalho no campo, são povos amigos. As
que têm o vermelho são povos de ímpetos fortes, guerreiros.
Calendário- O calendário de vocês não é bem estruturado. Os avanços nos comprimentos das ondas de planetas e
posições que ocupam no espaço são medidos com grande margem de erro.
Controle- Todo programa faz avaliação de pulsos que os seres dão aos sistemas, verifica alcances, capacidades, ação de
cada corpúsculo. Situa cada ser pelas pesquisas que realizam. Descreve a todos como teriam de se portar, o que poderiam
querer, ter, e o que poderia ser informado. É liberdade vigiada.
A quem queira ter elementos de sistemas os energéticos e extraterrestres não acompanham.
Extraterrestres- Testam-se os seres de sistemas para que saibam que tem aqueles que controlam os momentos e
situações, e que chegam na hora certa.
Existem os vigilantes que estão na razão direta de onde se façam valer e mantêm a ordem. Algumas vezes de forma que
não é justa, mas é correção. Intervêm para evitar continuidade, desestruturam e desfazem agrupamentos, desestabilizam
organizações que estão paradas.
Não vão extraterrestres aos sistemas encobrir faltas e nem deixar que perpetuem-se, não entram em assuntos que não têm
saídas. Passam para ações que justificam, decidem, ditam o que tem para ser feito e avançam para onde tem de avançar.
Lucidez- O que os seres fazem é lei, mas na lei há restrições. A condição é não estabelecer regras, é ocupar espaço e fluir
em paz.
Ao fazerem referências a si mesmos notam que faltam mudanças, ao se perceber comprimem o cérebro. Já se perceberam
em que consiste estarem portando pressões?
Tem o fluir e refluir das idéias, sistemas pensam por sistemas, níveis falam por níveis, mas atraem o que não justifica,
coisas não ocupam posições de valor. Não precisam de locais, não faz sentido manter-se sob registros. Podem tornar-se
neutros e não ter ligações, vão estar mais conscientes e diminuindo a jornada no tempo.
Identificação é a energia que corresponde ao total nos universos em que o ser se vê. Mas a luz dissolve, mantém nas
origens.
Quem se percebeu já chegou onde deveria, para quem não se percebeu o tempo já se foi.
Este País- Em todos os países tem de haver planejamento para ocupar e usar com proporções. Alguns usaram seus
conhecimentos, passaram aos demais e ocuparam seus espaços com eficiência.
Os habitantes deste país em particular têm raízes diversas, foram povos que viviam esparsos aqui e ali, formavam grupos
que não eram bem organizados, não tinham habilidades para se concentrar como nação. Sentiam-se bem com o que tinham.
Se pouco, sentiam-se bem; se era muito, também queriam mais. Por isso foi dado a eles uma terra de expansão.
Vejam outros países. Uns têm espaço ocupado por montanhas, outros têm áreas desérticas, outros têm inverno rigoroso.
Neste país aqui têm petróleo e também áreas para agricultura, têm freqüência mais alta. Terra benéfica, para dar as
melhores condições. Seus habitantes poderiam viver em coesão e equilíbrio, sem nada faltar.
É um povo que gostou sempre de ser liberal, mas não teve união nem solidariedade. Não quis unir os esforços quando
dependia de unir.
Quando deveriam ter assumido responsabilidades, em muitos casos se esquivaram. E assim foram cumprindo seu
programa planetário esquivando-se do que era dado para avançar no tempo, e foram deixando para amanhã, “Amanhã eu faço
isso”. Tinham planos para grandes e fortes realizações, mas desperdiçaram as oportunidades e o tempo. Brincam com a
verdade.
Pensam que é só chegar e ficar nos espaços sem nada fazer. Este país não está sendo aproveitado no que tem, até hoje
diante das condições favoráveis pouca coisa seu povo realizou. Vão sentir faltas porque tiveram tudo e não souberam fazer
uso.
Quando uma terra fértil, que poderia ser o celeiro para os demais, não está dando resultado, outros vêm e tomam o lugar
desse povo. Quando há interferência de governantes em áreas e países alheios é com permissão, nada é feito sem permissão.
Estão situados onde não deveriam estar. Hoje têm fartura, terras suficientes, amanhã não vão ter nada, vão habitar regiões
inóspitas. Quem muito tem, fica sem nada também. Quem ocupa espaços indevidamente, termina perdendo por não saber --
ou não querer-- fazer uso adequado. Nada fizeram, nada têm.
Apesar de toda essa falta de união e de coesão, é um povo que não teve ligações com guerras de conquistas. Até hoje
nada de prejudicial fizeram e também grandes coisas não fizeram.
O tempo exige posicionamento de todos, têm de situar-se para que haja igualdade.
O Criador dá tempo, muita extensão de terras, inteligência, dá tudo a esses seres, dá uma capacidade de ser orientados por
ele porque esse país é voltado para as leis supremas. Deveria estar voltado para responsabilidades que o valorizassem, devido
a ter pulsos que notam a presença maior dos extraterrestres.
Não assumem, não situam-se, não expressam seus valores e qualidades. Não estão ocupando seus espaços, estão
dormindo e vivem para o sonho.
Esse povo mereceu este país? Mereceu os espaços que tem? Então vai sonhar sempre, que continue sonhando e vai
chegar longe com sonhos. Vão recuar no tempo.
As nações têm os seus momentos, nascem, crescem, têm tempos áureos, tempos de declínio, e passam como passa o
vento.
Exercícios:
1)- É bom o contato com elementos naturais, vegetais.
Para eliminar detritos, neutralizar partículas metálicas ruidosas presentes no ar e dispersar ressonâncias.
2)- Não condicionem a mente com o que condiciona sistemas.
Não está presente em vocês e nem nas leis que vocês representam.
Não é para estar absorvidos e nem associados ao que não constitui.
3)- Não se deixem influenciar, e sim, sejam vocês mesmos.
Vão estar cientes de suas origens e poupando energias.
35

18

Pirâmides

HNoouve projeção do existir para haver coisas nos sistemas, qualquer ponto são meios de modificar ondas a fim de que se
propaguem de formas adequadas.
campo magnético dos planetas, há um ponto neutro no qual as emoções e formas de ruído não causam dano, pode-se
estar ali sem nenhuma dificuldade. É situado em outras ondas, não nesta dimensão. É o ponto de equilíbrio onde os planetas
situam posições iniciais em sincronismo com os mesmos pontos de outros planetas. Recebem e transmitem, formam pontes
de energia e é por onde transitam os extraterrestres.
Há um programa referente aos planetas, determina que os extraterrestres sejam presença desde os primórdios, e façam
essas monumentais construções que sintonizam pontos de origem nas galáxias. Tais construções falam de consciência
universal, nas estruturas é feito acompanhamento com arte, desobstrui e tem vida, atinge o espaço único e os universos ficam
transparentes. A limpeza é primordial. Os habitantes dos sistemas têm de entender esses valores.
No meio do ponto de equilíbrio é construída a pirâmide com medidas de outras matemáticas e mínimos detalhes que se
combinam com precisão. Usam-se equipamentos que dominam a força gravitacional, fazem-se cortes precisos e mudam-se
blocos com extrema facilidade colocando-os em qualquer posição.
Há também outras formas, até submersas em oceanos, autênticos pontos de processamento de energias deixados em
vários locais. Recebem inúmeros tipos de energias por um funil que é o ápice, e fazem uma envolvente para o planeta
deixando-o energizado e equilibrado em toda parte. Com isso as civilizações adiantam-se alguns milhares de anos.
Nos primórdios os extraterrestres fazem acumuladores e deixam dentro das pirâmides, algumas naves reabastecem-se
com essas energias.
Esfinge- Sua forma é grande homenagem, em todos os locais há homenagem a algo muito poderoso. É uma das formas
de fazer entender a quantos venham a habitar, de que existem aqueles que os controlam, que estiveram e sempre vão estar
presentes. Lembram a sabedoria, um ser avançado na escala, um compêndio, o iniciante de todas as construções e do
equilíbrio. Também são deixadas para captar tipos de energia.
Sábios- Os extraterrestres, que percorrem os planetas construindo, vão embora e deixam os sábios que repassam
conhecimentos aos habitantes das regiões. É processo dos universos que chega aos planetas e depura o início.
Cada planeta tem presentes seres avançados em sabedoria e esses dos primórdios são muito sábios. Trazem os habitantes
de mentes avançadas, e conhecimentos sempre novos de uma vida futura de paz e equilíbrio. As visões são amplas e o que se
passa em suas mentes interliga-se com os extraterrestres. As naves estão sempre passando onde eles atuam.
Ficam certo tempo e ajudam as comunidades planetárias junto a essas construções, tornam-se conhecidos por muitos
séculos. Demoram pouco em qualquer parte dos universos, não se identificam quando os planetas vão sendo povoados,
requer total desprendimento.
Os seres quando são especiais para o Criador ele dispõe seus campos, e os sábios fazem ajustes nas energias vindas do
próprio Criador.
A Pirâmide da Terra- Os faraós tinham entendimento, eram também de ação, tinham bastante aproximação com os
extraterrestres e sabiam da benfeitoria que a pirâmide lhes trazia. Utilizavam-se dos processos e também aproveitavam os
espaços.
Ao tempo dos extraterrestres era limpo. Depois através dos milênios, governantes de todas as épocas, cada um tentou tirar
alguma coisa da pirâmide. Ao começarem a danificar, os elementos começaram a fazer parte, se colocam desejos filtra menos
e as idéias se agrupam. Foi perdendo capacidade, já tiraram muito do seu equilíbrio, a realimentação é pouca, mas ainda de
grande importância e os extraterrestres têm processos para reativar.
A Terra já não está na sua posição inicial, foge um pouco, mas vai ser ajudada a voltar à posição correta. A pirâmide
estará conectando o ponto onde iniciou o movimento giratório, vai receber um fluxo energético maior e será muito ativa em
seu ponto normal.
Mumificação- Os sábios apresentavam qualidades, tinham informações sobre mumificação, com grande
desenvolvimento e bem guardadas. Quando vieram a fazer uma coisa dessa estirpe, já haviam feito em outros planetas.
Houve sábios trazidos só para esse trabalho e tantas qualificações eles tinham que as múmias feitas por eles podiam ficar
reservadas longo tempo. Aquela época exigia essas práticas. Os sábios mumificavam autoridades eminentes e eram dotados
de conhecimentos para fazer com que uma vez mais utilizassem os corpos durante um período.
Ficava previamente combinado e o próprio faraó pedia para que se deixassem reservadas múmias para alguns dos seus
mais próximos. Qualquer personagem que fosse mumificado era grande conhecedor daquele tempo. Governantes, sacerdotes,
36

rainhas e altos funcionários que tinham idéias de se perpetuar no poder, de manter dinastias que eles passavam para outros e
que duravam muito tempo.
Os sacerdotes e faraós principalmente é que faziam aquilo para mostrar que o poder real deveria se perpetuar, insinuavam
ao povo que o poder estava ali através da personalidade do faraó.
Sempre houve ordem para tudo. Muitos faraós foram chamados a algum local para as devidas conversações, foram
alertados sobre como agir e sobre o que podiam e o que não podiam. Os sábios não precisavam ter grandes diálogos, diziam o
que tinham a dizer e não repetiam. Depois mantinham afastamento e estrita vigilância, não permitiam abusos. As leis são
claras, e sérias as advertências.
Os faraós estavam olhando mais para o tempo, uma certa fase de conhecimento. Os sábios alertaram de que não ficassem
restritos a isso, ainda iriam conhecer outras coisas para as quais estavam programados. E foram dados conhecimentos de que
necessitavam, a muitos deles foi ensinada muita coisa de forma prática e clara.
Foi-lhes ensinada a técnica de embalsamar, a qual tinha longo tempo de durabilidade. Mas para fazer a energia retornar à
múmia, só os sábios podiam aplicar.
Na Terra os habitantes ainda não apresentavam condições de receber informações detalhadas sobre algum processo e usá-
lo com precisão.
As Múmias- Os sábios retiravam os elementais para que não fizessem oposição à energia, era um corpo e a energia
inteligente o comandava. Os faraós gostavam de algumas coisas materiais, era feito preparativos junto com seus objetos, só
para deixar feita a vontade deles, não que fosse correto, não que usariam os mesmos elementos.
Quando ocorria de um daqueles faraós ter feito um trabalho que tivesse correspondido --que não houvesse abusado das
leis, que tivesse sido compreensível--, então os sábios dispunham de condições para obter nos outros planos de vida a
permissão para ele voltar, dar movimento e utilizar a múmia. Alguns não receberam permissão, devido a isso houve múmias
que não chegaram a ser utilizadas.
E as múmias conseguiram dar seus primeiros passos. Muitos quando voltavam perguntavam pelos seus mais próximos e
pelos seus objetos. Os sábios esclareciam da não-necessidade mais daquelas condições. Não seria ocupado o mesmo cargo e
não seria mais o mesmo faraó, pois esse cargo já estaria ocupado por um sucessor, a múmia ficava mais a critério. Tinha
admiradores, o faraó sucessor que estava como governante passava a ser seu aliado, os dois trabalhavam em conjunto.
Gostavam de seu trabalho com as múmias e houve os que conseguiram resultados apreciáveis. Muitas chegaram a
participar em várias fases, empregavam seus conhecimentos na direção do reinado e no desenvolvimento do faraó governante
para mantê-lo no poder.
Houve múmias que não quiseram ficar muito tempo, eram cientes da época restrita a elas. Apesar de serem duradouras e
apresentarem boas condições, não receberiam permissão de transladar para outras épocas.
As permissões para se desenvolver esses processos com os faraós se davam porque apesar de ser temperamentais e de
ficar absorvidos com o poder e a riqueza, apesar de certas arrogâncias que cometiam, eles não eram tão maus assim. Por isso
os sábios relevavam essa posição, é como se dar uma coisa a uma criança por um certo tempo até ela vir a ser adulto.
Foi uma determinante para a época, um pequeno programa fazendo parte de um outro programa com uma seqüência em
cada época e cada povo.
Faraó- Os locais eram do faraó, era proprietário de tudo e até do povo. Era o poder da região e acompanhava tudo de
perto, era predominante a vontade dele. Os habitantes aceitavam e submetiam-se a essa vontade, sentiam-se dominados e não
havia outro a quem recorrer a não ser o faraó. Trabalhavam pela sobrevivência. Não havia bens particulares, nem empregos,
nem locais próprios de trabalho.
Houve muita discórdia entre um faraó e Moisés, até que houve possibilidade de Moisés obter a liberação.
Sacerdotes- Havia grande quantidade de ouro e de pérolas na decoração dos palácios, os sacerdotes ficavam ofuscados
diante da imponência, alegravam-se com a suntuosidade dos ambientes e reagiam extasiados. Queriam até mesmo que seus
corpos se perpetuassem, achavam a si mesmo como se fossem o próprio deus. Os sábios os avisavam de não inculcar essas
idéias ao povo, isso intervém com as leis do Criador e resulta em graves conseqüências.
Os sacerdotes exigiam que o povo demonstrasse a submissão ao faraó e às vezes até que o adorasse, que fosse
correspondido como um deus. Os habitantes novos que estavam chegando de outros planetas, trazidos pelos extraterrestres,
não se submetiam a essas interpretações.
Magos- Embora parte do poder se concentrasse na região, havia quem atuasse com efeitos de magias. Apesar de não
serem sábios, alguns tinham vasto conhecimento nessa área e aplicavam efeitos diferentes para forçar as leis. Conseguiram
fazer com que alguns corpos voltassem a se mover, permanecendo eretos, mas logo sendo decompostos. Depois não tiveram
os meios de agir, foram cortadas as permissões. É interferência e traz conseqüências gravíssimas. Se formos citar, levaremos
nisso muito tempo.
O Fim- Era um poder que concentrava-se em determinadas regiões por certos tempos, como se manteve por muito tempo
com Moisés e vários outros. E se manteve também com os faraós até o perpassar de alguns milênios.
Os sábios viam que esse tempo seria longo, mas não para se perpetuar. Avisaram aos faraós: --“Vai ocorrer uma
seqüência e outros de vocês vão aparecer. Vão passando até chegar ao último e depois não haverá mais. Está claro isso? Não
vão ficar eternos, terão seu tempo e vão passar tal qual o vento passa”.
Toda vontade quando é para bom uso é feito acompanhamento. Os faraós foram determinados para viver aquelas épocas,
agiam com determinação.
Os sábios partiram da Terra, não há necessidade de ficar em locais que não são próprios deles.
Aqueles governantes estavam cientes de que teriam de chegar a um fim aquelas dinastias. E tudo o tempo vai cobrando,
foi passando e acabou.
Oportunidade- O Criador dá meios a todos, cada povo traz coisas diferentes.
Houve um povo próximo àquelas regiões dotado de conhecimento das leis. Poderiam ter usado como dádiva para ser útil
aos agrupamentos de todos os tempos. Poderiam ter desenvolvido conhecimentos que estavam em poder de alguns faraós.
Se tivessem usado em processos adequados e para fins corretos, receberiam mais conhecimentos. Teriam condições de
um povo intuitivo, é próprio de suas condições como partículas, teriam concentrado o poder e ainda o teriam.
Fizeram usos indevidos. Quando mexe nas leis leva tempo para desfazer as conseqüências, até hoje estão em luta porque
isso fica enrijecido e não sai. Ainda são muitas facções em pequenos espaços, lutando entre si. São combatentes, dispostos
para a luta, rebelam-se. Mostram que ainda têm muito que aprender no sentido de conviver como seres amigos.
37

19

Ajuda Através do Tempo

m cada fase vêm aqueles que justificam suas presenças naqueles locais e naqueles tempos, nos primórdios estiveram aqui
E seres de grande estatura e conhecimento, presença natural das fases primordiais. Têm condições de captar todas as
energias universais, são muito energizados, suas passagens são livres. Suas moléculas são diferentes de moléculas
planetárias, sua gravidade também é diferente, andam quase flutuando, há facilidade para se locomover. Apresentam muita
beleza, são avantajadas suas estruturas, altos como gigantes, aproximados quatro metros. Suas naves são essas chamadas
naves-mãe, deixadas a grande distância devido à posição energética, podem causar impacto ao meio ambiente apesar de ser
muito suaves. Vêm ao solo em naves pequenas. Não ficam muito tempo em planetas e não vêm para se estabelecer em
definitivo.
Estavam em certas regiões, altas, próprias a eles, e mantinham como um estado separado. Eram os responsáveis e
verificavam todo o sistema.
Não precisavam fazer as construções onde ficavam. Usavam matemática diferente, só transmitiam o conhecimento e
como proceder, outros construíam. Eram feitas de um só bloco, tinham tratamento para as rochas e não ofereciam resistência
a eles.
Os habitantes que vinham trazidos de planetas inóspitos, ao chegarem os consideravam como deuses e semideuses.
Os chamados semideuses têm conhecimentos vastos, só não igual ao dos deuses. Têm aproximados três metros de altura.
Não viajam nas mesmas naves com os deuses. Os extraterrestres os apanham em seus locais de origem, que não é o mesmo
dos deuses, e os deixam nos planetas em locais separados também.
Outros não habitavam próximo, os terráqueos quase não viam os deuses, energias intensas mantêm à distância e
interferem na capacidade orgânica, causam impacto e alterações ao meio físico. É difícil manter contato com seres assim, tem
de ser à distância. Os chamados semideuses faziam rápidas aproximações e só quando necessário. Os deuses passam muitos
conhecimentos aos semideuses, confiam neles. Estes transmitiam recado aos terráqueos e separavam-se também, não ficavam
misturados.
Havia necessidade de ter uma raça sadia, os deuses selecionaram os novos habitantes e aos mais capacitados deram novas
formações, fizeram-se agrupamentos novos em várias regiões. Deuses e semideuses cuidavam de tudo.
Os deuses terminada sua época foram indo embora gradualmente. Por mais algum tempo ficaram os semideuses, tinham
de processar muitas mudanças e alterar coisas. Montaram um pequeno estado onde fizeram artefatos que já vinham
desenvolvendo há muito tempo.
Teria de haver grande trabalho e determinação para governar, porque os seres daqui não estavam em condições de ser
portadores dos seus próprios destinos. Por toda a Terra os semideuses nomearam aqueles que melhor se aproximaram deles e
que demonstravam maiores conhecimentos. Os demais habitantes tinham medo e obedeciam a tudo.
Apesar da confiança, os deuses haviam advertido aos semideuses para não usar equipamentos que viessem a ser
prejudiciais ao planeta no futuro. Havia equipamentos que podiam ser usados como armas, meios de impedir infiltrações de
alienígenas.
Alienígenas- Havia muitas chegadas de alienígenas com idéias fixas de dominar, a lógica que prevalece é a deles.
Querem ficar capacitados de conhecimento só para eles, visam só aproveitar-se dos planetas. Querem administrar outros
locais, mandar, para pouso de outras naves suas e manter seu próprio pessoal.
São seres que alcançaram alguma tecnologia, mas as condições assemelham-se às dos terráqueos. Muitos desses também
acham que os universos são para ficar como estão, querem manter suas posições mas têm de recuar, estão avisados de que a
qualquer instante vão perder o que vêem.
Ao se aproximar de espaços planetários suas emissões chegam ao solo. Os seres que trabalham com os extraterrestres
refletem por seus pulsos e mostram posições dessas naves a ângulos principais nos universos. Todos estão cientes, não há
como entrar sem ser percebido.
Às vezes achavam bonita a Terra e queriam ficar numa região. Os locais onde iam chegando já estavam sendo habitados.
Mesmo que os espaços fossem distantes já eram controlados, não tinha como ficar presentes. Causaram distúrbios e foram
instados a deixar a Terra. Ou saíam ou seriam mandados embora de qualquer forma.
Há outros alienígenas com outros graus de compreensão, é uma escala de seres estranhos, mas inclusos no cômputo dos
universos. Existem planetas que se correspondem e ajustam-se uns com os outros, mas os alienígenas não têm condições de ir
a qualquer planeta e ser bem-vindos.
38

Vigilância dos Semideuses- Os semideuses sabiam quando algo acercava-se do planeta. Qualquer interferência com a
Terra era captada em latitude e longitude. Iam ao encontro. Quando eram alienígenas as respostas não correspondiam aos
níveis do que era perguntado. Era feito um apelo antes, não se incorria logo em choques. Os alienígenas tentavam enganar,
faziam-se de senhores das situações. E de imediato acionavam-se as operações para fazê-los levantar vôo, não se permitia
suas atuações. Saíam mas causavam pânico, ocorriam choques terrificantes.
Quando eram extraterrestres identificavam-se. Os semideuses sabiam que estavam diante dos seres que vinham fazer
pesquisas para chegar ao resultado que ora hoje, agora ou amanhã, vocês vão estar observando.
E chegou um tempo em que os semideuses também encerraram sua época e partiram.
Guerras- No correr do tempo havia agrupamentos se formando, construções sólidas e compactas. Havia também
nômades que faziam mudanças constantes.
Grupos que vinham queriam dizimar os que já estavam estabelecidos, e perpetuar-se ali. Houve combates, foram muitos
dizimados, vários locais tornavam-se desertos devido ao potencial das armas. Sempre construíam de novo, era uma seqüência
de acontecimentos. Havia sempre guerra, acabava uma e logo vinha outra. Haviam se organizado muitas e muitas raças, e
todas se autodestruíram. Depois teria de haver um equilíbrio.
No passado longínquo também ocorreram fortes explosões, seres de condição parecida com a vossa usaram armas
explosivas. Grande parte desses seres ainda estão na Terra, ficaram para transmitir técnicas e foram de grande ajuda, mas
ocasionam sempre guerras.
Idéias de Conquista- Houve em sistemas planetários pouco mais avançados do que este, um agrupamento de seres que
tentavam converter muitos para idéias de que poderiam conquistar outras civilizações. Pregavam idéias de que teriam
condições e passaram-se como sábios, pseudo-sábios, e muitos caíram nesse conto.
Durante tempos e tempos sempre as mesmas idéias e mesmas esperanças. Passaram-se milhares de tempos. Por essas
idéias e por não ter avançado no tempo, foram trazidos para a Terra. Ainda conservam-se nos mesmos aspectos. Fundaram
agrupamentos com idéias que encontraram aqui, parecidas com as suas, e só tiram proveitos pessoais.
Atlântida- Os atlantes já foram muito, muito depois. Até chegar a eles muitas civilizações passaram. Foram
remanescentes de civilizações que guerrearam entre si, os mais qualificados foram resistindo bem e passando através das
épocas, até que puderam reunir-se os melhores. Foram soma de civilizações e raças aprimoradas. Resolveram modificar um
continente, melhorar as condições. Situaram-se no Atlântico Norte, mais para o leste.
Receberam dos extraterrestres certos conhecimentos de nível avançadíssimo, informações valiosas para beneficiar a todo
o planeta, e aproveitaram para fazer coisas mirabolantes, abusaram. Eram grandes inteligências e donos de uma certa
imaginação, mas não foram sábios.
Agiam numa correspondência vibratória que não havia em outros locais, quando queriam entrar num local projetavam-se
lá, entravam e ninguém via. Também atraíam ou faziam desaparecer objetos.
Trabalhavam com uma energia que eles faziam se transformar em andróides, davam forma precisa. Os andróides não
tinham sensibilidade, havia coisas que quase não sentiam. Mas cumpriam tarefas como se fossem humanos, e havia processos
para realimentar suas energias. Eram utilizados como vigilantes do sistema atlante, quando havia conflitos os andróides
combatiam primeiro, os grupos formados de outros povos também eram empregados em grande número.
Tinham máquinas que foram trazidas de outros sistemas, e complexos tecnológicos em sua maior parte escondidos.
Concentravam e armazenavam energias muito vastas em locais indevidos. Tinham grandes usinas de força escondidas no
fundo dos oceanos, haviam reunido condições e alguns adaptaram-se para a vida nesses complexos submersos.
Usavam a técnica para domínio e tinham apego às armas, fabricavam armas energéticas em forma de raios. Havia em
Atlântida alienígenas, cada um querendo formar poder central e pensavam que da Terra poderiam dominar outros astros.
Os atlantes possuíam naves. Só funcionavam no tempo Terra, não ultrapassavam barreiras de tempo. Estavam começando
a poder sair para outros sistemas quando deu-se o abismo.
Faziam mau uso com suas acumulações de energias, em uma ocasião em que estavam fazendo tais manipulações houve
descontrole e foram danificando os vastos complexos atlantes. O acontecimento foi tão devastador que aumentou o
desequilíbrio que já havia no eixo do planeta, abalou as estruturas e tudo precisou mudar um pouco e se ajustar. Nessa época
havia um continente no Oceano Pacífico, a Polinésia foi o que restou. De Atlântida nem tudo se destruiu, algumas coisas
foram deixadas. Muitos atlantes foram para mundos paralelos da Terra, aqui próximos, só diferença de freqüência. Outros
foram para as instalações no fundo dos oceanos e lá ficaram longo tempo.
Esses bolsões no fundo tiveram um tempo de permanência porque teria de ficar outro povo assumindo a direção. Cabe
aos extraterrestres tal direção quando vêm aqui. Existia uma harmonia entre esses que estavam no fundo dos oceanos e os
extraterrestres que estavam chegando para uma nova fase e que precisavam de algumas bases. Foram deixadas para os
extraterrestres, que assumem quando precisam, muitas naves tem sido vistas saindo dos oceanos.
Esses atlantes foram suavizando a técnica, não sendo mais agressivos, lembravam-se do que havia acontecido. Viram a
necessidade de modificar a paisagem da superfície, depois muitos ficaram aqui. Outros foram levados pelos extraterrestres a
planetas deste sistema solar, porque todos são aproveitados, os conhecimentos são úteis em outros locais.
Os terráqueos atuais já estiveram pesquisando. Quando estão próximos são tirados dessas posições, uma envolvente faz
com que se afastem.
Dilúvio- Houve um acontecimento posterior a Atlântida, em que camadas da Terra precisaram se adaptar umas às outras.
Sempre houve inundações, mas não de amplitude tal qual a dessa época. Mexeu-se em uma parte do globo, caíram muitas
chuvas mas só em certos locais. Falam de um dilúvio total, mas não foi necessário alterar em sentido global.
Estava ocorrendo desregramento na vida dos povos, começaram a abusar, a criticar o Supremo, a usar coisas que não
eram lícitas. Tornaram-se forças rebeldes envolvendo seres que se apresentavam na natureza, atraindo coisas não muito boas.
E ficou saturada a condição nessas regiões. Por isso os extraterrestres deixaram o acontecimento ocorrer sem intervenção. O
oceano invadiu muitas terras e as chuvas foram torrenciais. Os povos daquelas regiões foram realmente tomados de ação e
não voltaram mais a povoar, não necessitaram continuar na Terra.
Depois que cessou, as terras não voltaram com muita força. Os extraterrestres foram revitalizando-as para que outros
pudessem ter acesso. Foram trazidos habitantes para as regiões e renovou-se. Um ser de uma ordem vasta, junto com outros
vindos de um planeta equilibrado foram habitar essas regiões para que se reorganizasse rápido. Transmitiram conhecimentos
para aqueles que iam recomeçar tudo nesses locais.
39

Também foram chamados de deuses e semideuses. Eram tidos assim devido a sua capacidade e ser muito louros. Seres de
decisões, sabiam dos programas e dos acontecimentos.
Outra Ajuda- Posteriormente vieram determinados seres de outro sistema em muitas naves menos adequadas, não tinham
avanço intenso. Usavam tecnologia com que processavam partículas e descomprimiam, esse método levava tempo. Extraíam
do sólido a energia e armazenavam para fazer longas viagens. Faziam pesquisas que lhes facultasse avançar nas idéias e no
bem estar de seus povos. Eram seres equilibrados.
Os extraterrestres os conheciam e foram dando condições de melhorar os aspectos de suas naves, vir a este planeta e
deixar vários registros. Segundo a cronologia de vocês, antes daquele que chamam Moisés, já estavam vindo. A intenção era
entrar em contato com os habitantes que eles achassem de maior capacidade e sabedoria, os maiores conhecedores de cada
área.
Procuraram os chamados profetas para saber os conhecimentos daqui, quais os registros que estavam fazendo.
Ampliavam-lhes aquelas visões para que tivessem certeza do que diziam. A Ezequiel apareceram com naves semelhantes às
que vocês utilizam hoje, tendo algumas características dos aviões e apresentavam ruídos.

Havia também os habitantes que conheciam muito sobre astronomia, universos, muitas ciências. Os profetas e esses
foram os primeiros pontos. Procuravam também os magos para saber o que eles estavam registrando. Tiveram bastante
ligações com os mais simples, formavam ambiente acolhedor embora fosse entre poucos.
Partilhavam seus conhecimentos, prestavam ajuda, sabiam se conduzir e foram aceitos os conhecimentos deles.
Responsáveis- Há sempre um cuidado da parte dos que enviam de tempos em tempos o que é melhor para os habitantes
da Terra. As soluções vêm nos tempos certos, em momentos e locais exatos.
Cada local é ponto de equilíbrio, é preciso estar ali ocupando espaço, todos fazendo seus trabalhos que têm de fazer e
tudo bem observado.
Os extraterrestres sempre tiveram essa atenção de preencher as necessidades das épocas.
40

20

Ica

NOuncaSersee deixou predominar inteiramente forças opressivas. Em algum local sempre está um ponto de direção.
o Local- Ica é participante direto da própria energia-luz, forte pelas suas decisões e pelo que representa. Retém
muita paz e a distribuiu no passado, na Terra. Estava presente ali da energia-luz as coordenações, e recebeu muitos emissários
para diversos locais.
Era local de equilíbrio, tinha uma intensidade e fazia curas, sentiam-se cores que davam a todos a sensação de estar
presentes na própria energia-luz. Era para extraterrestres recôndito de toda paz, determinante. Vinham de longas jornadas e
confraternizavam ali, todos bem-vindos. Sentiam-se alegres, como se estivessem reunidos em seus próprios lares.
Fizeram muitas inscrições para ser localizado esse ponto, aquelas inscrições têm um valor. Entendiam os desenhos e
sabiam os deveres que tinham a cumprir. Sabiam de tudo, de todo o passado da Terra, de todas as suas origens. Estavam
reunidas aquelas sabedorias.
A Unicidade- Na parte reagente, para chegar ao nível desejado por todos, sempre houve essas representações.
A energia-luz está com vocês mesmos. Busquem em si, não só nas horas que mais precisam, mas em todos os momentos
se possível, para que essa paz venha rápido e as coisas agradáveis possam chegar. Para que se desfaça em vocês as idas e
vindas entre vidas e se faça o espaço único e tempo único.
Que possam ter esse local reservado em si mesmos, como o tem o próprio planeta, para estar vendo-se no todo do existir,
ver todas as épocas, todos os tempos, participando de todos os locais. Para que seja condição de vocês de estar com toda a
paz e equilíbrio, de estar plenos, ser tudo e entender tudo.
41

21

Extraterrestres

s energéticos são o próprio Criador atuando em seu programa, em qualquer universo presentes estão, não há fronteiras, é
O o Criador passando sem espaço e sem tempo. Verificam funções, trâmites, cada partícula e ação dos fixadores. Agem
direto sobre a programação e fazem uso como acham melhor, mexem no futuro das ocorrências, sabem o tempo exato. Unem
as coisas nos lugares justos para benefício de todos, querem a paz fazendo parte de cada ser e cada movimento, todos e tudo
integrando a energia-luz. Transmitem o equilíbrio do Criador, a paz, suavidade, confiança.
Trazem consigo muitos seres trabalhando. Os extraterrestres sentem suas presenças e atuam em sua direção, em cada
aspecto de mudança atuam em conjunto para modificações bem distribuídas. Os energéticos permitem aproximações aos
extraterrestres mas não influem direto em sua organização e trabalho.
Existem para falar a verdade ponto por ponto. Seus ensinamentos pertencem ao todo, para dar nova visão e entender o
que é estar aqui. Transmitem de fora do tempo e espaço, sua energia para comunicação é muito suave.
Sensitivos para os Seres Energéticos- Nos universos são computados poucos sensitivos para essa faixa de freqüência,
para ser concedido passar informações em todas as épocas. É porta para outro tempo, condição especial, trabalhosa,
conquistada com antecedência e o tempo vem ajustando, o espaço da mente fica acessível. Os energéticos aprimoram as cores
e o equilíbrio, o módulo é ajustado ao campo de energias intermediário, funcionando em conjunto. Tem um valor de
freqüência, num avanço mais uniforme, mais energizado ele se torna. Em cada tempo há um potencial para que informações
sejam passadas com precisão. Nos acontecimentos finais os energéticos captam-no e iniciam contato para que haja bom uso
de energia. Estão para últimas informações, porque os tempos são próximos dos encerramentos.
Atuação dos Energéticos- Acionam muita coisa em todo o planeta, e nessa razão deixam que tudo seja mudado. Em
outras épocas estiveram em alguns locais da Terra, fizeram várias mexidas nas cores, proporcionaram grandes avanços e
impactos na atmosfera, fizeram ajustes e deixaram claro sua presença. Mas os terráqueos não tiveram consciência do que foi
dito e anotado, não eram tempos de acontecimentos finais.
A Terra é observada, estão presentes nos detalhes, seguram o tempo Terra. Comandam, só deixam acontecer na hora,
minutos e segundos exatos. Estabelecem equilíbrio e mantêm associado ao movimento principal. Vasculham, revolvem locais
e mentes, desconectam o que deve sair do planeta. Tudo vai sendo envolvido, aceleram acontecimentos, tornam-se difíceis as
situações, e vai pressionar mais. É o próprio Criador se decidindo.
Se os terráqueos fossem lúcidos, os energéticos passariam suaves. Mas sendo como são, vão ser tomados de impactos.
Energias condensadas a força sentem rejeição às energias puras, torna-se incômodo, faz resistência e dão-se impactos.
Trabalho maior será após os acontecimentos todos.
Naves- Universos são regidos por leis e têm de ser limpos. Naves não são de ligas e nem de minerais, não há impurezas.
São constituídas de material próprio das condições dos universos, afim de passar através dos campos energéticos. São de
elementos de camadas sensíveis, em que a energia é livre, dimensão a que ninguém tem acesso, a não ser os comandantes
designados para entrar nesses locais especiais.
Têm autonomia e seu próprio meio de gravitação, usam e refletem energias do meio onde estejam. Diante de cores
diferentes mudam freqüências e de imediato estão diante de novas fontes, com liberdade e sem formas que sejam percebidas.
Têm um espaço que se mantém livre, a energia comprime e faz deslizar. Ao necessitar atingir outro oceano de energia elas
mudam suas freqüências e vão para outro tempo. Viajam por qualquer região, em todos os meios. Aceleram a velocidades
avançadas e comprimem espaço com tempo, esse fator deixa de existir.
Verificam as condições das partículas e suas correspondências, evitam que sejam atraídas ou absorvidas. Detectam
campos suaves na passagem, não alteram o ritmo dos níveis e os campos desaceleram.
Existem naves que são presença, onde são programadas para estar elas estão. Há naves que se materializam e
desmaterializam, outras se fundem. Outras podem aquecer um sistema planetário ou fazer essas camadas ficarem enrijecidas,
geladas. Têm condições suficientes para desintegrar um sistema planetário.
Não tem como pegar nave extraterrestre e não há como infligir-lhe danos, não se detém em qualquer local. Às vezes está
presente, mas para os habitantes locais está ausente.
Está sendo adaptado às naves um sistema para não ser detectadas e nem apagar luzes de locais por onde passam. Freiam
massas iônicas enviadas por radares e outros sistemas, não são detectadas.
Quando seres daqui são levados em naves, antes é feita observação. O padrão de cores reflete bem o estado, é feita
limpeza de seus campos magnéticos e de seu cordão. Em aparecimentos individuais é programado.
42

Os elementos da Terra projetam contaminações, por isso os extraterrestres não se expõem. São chamados, mas não dão
suas presenças.
Ação das Naves- Há espaços próprios em naves para fazer tratamento das energias locais, os equipamentos retiram a
impureza e devolvem partículas renovadas, restabelecem o fluxo energético e dão outros movimentos.
Fazem o tempo avançar em qualquer local, transitam no espaço único entre energias integradas e livres para não empurrar
o tempo além dos limites. A simples presença e velocidade causam movimentos de energias que vão descomprimindo.
Mexem com o total da capacidade, com os animais, vegetais e oceanos. Quanto maior o número de naves, mais age com o
tempo planetário, por ser presença de outro tempo.
Para os seres que estão na direção do todo, quando acontece a um deles de vir a ser ocupante de nave é porque tem apoio
de todo o poder, e apresentam-se a ele os que podem estar ligados ao seu trabalho. Aciona tal dispositivo, mas respeita o
posicionamento de que os movimentos devem se reduzir para manter livres os espaços.
Através dos sistemas foi necessário a presença dos extraterrestres, dos “deuses” e “semideuses” atuando, estão à frente do
tempo e trazem o que os sistemas necessitam. Acionam pulsos de todos para liberarem-se da força, fazem avançar nos níveis
e na aceleração para que habitantes tenham visão da realidade que a muito tempo aconteceu. Os seres deste sistema deveriam
perceber o trabalho dos extraterrestres, estabelecer suas próprias conclusões e saber o porque dessa presença ocorrer.
O início é por seres de valor e termina por eles, vão estar aqui para avaliar resultados. Vão agora resolver suas funções,
após decisões vão falar de forma definitiva a todos.
Modificações são para novas tendências completando o que o tempo requer para avançar. Estabelece a ordem, mudanças
que outros queiram passar não passam, vai sendo o oposto do que os sistemas tentam fazer, substitui e elimina porque vive-se
em outro tempo. Deixam de haver os bolsões, as marcas e muitas formas posteriores.
Através das Épocas- Desde o início dos tempos os extraterrestres haviam suplantado, apresentaram-se na fase certa, de
destaque, e têm facilidade para se manter. Vêem-se todos ao mesmo tempo, estão no espaço único, nítidos, é visão única em
quaisquer universos. Observam e controlam, cada ponto por mínimo que seja é vasculhado, estão presentes sempre, e de
épocas em épocas as aproximações são intensas.
Projetam acontecimentos para mexer com os povos, para definir, em todas as épocas há tumulto. Em cada passagem
sempre tem um para mostrar o que é certo, depois observam de longe. Não há atualmente aquelas operações de antes, de se
preparar todo um povo, uma civilização. Os trabalhos já foram feitos, agora é só completar o programa, estão no início e são
eles que estão para o final, para concluir o que iniciaram.
Vigilância- Quando a vida na Terra assume condição precária, indesejável, a frota aparece. Está presente, passa com
freqüência em altas horas.
Está sendo feito levantamento em cada país sobre o número de forças agressivas e de contaminação que se estende por
uma rede incalculável. Trabalham com vasta equipe eliminando detritos deixados por humanos, e buracos que são abertos na
estratosfera. Associam acontecimentos para ver onde vão levar.
Quanto às viagens à Lua, os terráqueos foram acompanhados, chegando lá notaram que não é local deserto. Existem
bases extraterrestres lá para facilitar pesquisas, é local de trabalho. Foi dito aos terráqueos para não interferir onde não lhes
compete, para desistir da fase lunar e de todas as outras fases. Na Terra podem agir, mas também dentro de limites. É notória
a agressividade, enquanto isso perdurar não haverá grandes sucessos e nem vão alcançar o que pretendem.
Os extraterrestres deixam passar coisas quando não vão ser empregadas, outros acontecimentos sobrepujam. Ou quando
vêem que não há tantos danos a ocorrer.
O que está acontecendo encaixa nos fatores de insubordinação das nações, passa de certos limites e há uma expectativa.
Se um país maior invade outro menor, os extraterrestres vão olhar como se desenvolvem os acontecimentos. Se alterar o
quadro geral, vai alterar onde os extraterrestres não querem e começam a retirar dali. Têm meios para desorganizar qualquer
exército, enviar de volta a seus respectivos países para que os governantes enumerem os erros que estão cometendo.
Desejos de aumentar recursos, de formar blocos maiores e impedir participação de outros países, de ser o principal
atuando, de ter o que apresentar aos outros e intimidar; qualquer tomada de posição que agrave a ordem, os extraterrestres
agem e contrabalançam o poder na Terra. Quando os terráqueos não esperam, os extraterrestres mudam as coisas e impedem
no que querem impedir, as intervenções são nítidas para facilitar nova ordem de idéias. Desagregam projetos que não se
justificam, e os resultados ainda não correspondem. Então outras mexidas vão se fazer.
Sempre agiram em todas as épocas, mas agora é mais no que relaciona-se com agressões e armamentos. Realizam projeto
amplo, desconectam programas, principalmente nucleares. Paralisam a decisão das chamadas grandes potências, só vão
deixar que armamentos nucleares sejam acionados no acontecimento determinado para os finais.
Os extraterrestres trabalham em conjunto, ocupam os espaços. Reúnem-se, fazem avaliações, tomam atitudes pelo que
determinam em suas organizações interplanetárias. Já têm os momentos precisos, horas e minutos referentes aos dias finais.
Tem de transcorrer dentro da época exata e há uma seqüência com outros locais.
Final- Os impulsos do Criador tomam posições e locais, ele dá a decisão e os extraterrestres assumem. Estão à frente,
agem nesse impulso e mantêm o ritmo em ações refletidas, forças vivas.
Os terráqueos contam tempo, os extraterrestres retiram tempo. O percurso das naves está voltando e aguardam o
momento. Antes dos acontecimentos se precipitarem de forma definitiva eles vão assumir, será com grande contingente e
muito impacto, a fim de que os terráqueos pensem seriamente na paz.
O planeta está assumindo pulsos e posições finais. Os energéticos soltarão os acontecimentos e virá a reação, em um abrir
e fechar de olhos tudo irrompe numa grande calamidade, sem haver maiores nem menores.
Quando houver a passagem da Terra, o compromisso dos extraterrestres aqui vai diminuir. Mas seu trabalho nos
universos continua.
Separações- Entre extraterrestres e terráqueos há uma barreira imensa, é difícil pensar nos extraterrestres como iguais a
vocês. Para que haja intercâmbio universal é preciso que os terráqueos conscientizem-se e avancem, dependendo disso vão
receber muito mais, pois o que têm é o mesmo que nada. Vão ver ainda o fundamento dos ensinamentos extraterrestres.
43

22

Ação

s rotas dos planetas chegam à época de mudanças, requer participação de outros seres para ajustamentos e chegar à
AConta-se
clareza.
com seres vindos de sistemas lúcidos para ajudar nesse trabalho de unificação que se faz nos universos. Em seus
locais os extraterrestres têm comandos e grande entendimento com os habitantes. O tempo chega, são trazidos com
pontualidade para determinadas atuações. Estão no programa de redução do campo reativo, é visão ampla saber o que faz os
universos estarem livres de formas, vida sadia é exigência da unidade, todos vivendo bem.
Seus dirigentes que ficam em seu local de origem, têm cuidados especiais por tudo que estão realizando, o que estão
consumindo de energias e o tempo. Mandam-lhes o suficiente para assumir decisões, direcionar-se com seus próprios meios e
ser independentes de dirigentes planetários, porque são capacidade que facilita o desempenho dos extraterrestres.
Trazem valores de suas origens, vão para desempenho certos do que têm, expõem com todo valor e destaque da luz.
Passam à frente novas idéias a fim de abolir estruturas falidas, eliminam cores que não atendem mais e informações que não
fazem falta. Atraem acontecimentos finais, são elos para que os palcos desarmem a qualquer momento e conclua-se em
definitivo. Está dito como sistema único, excedendo em cores que somam às cores extraterrestres para grandes
acontecimentos. Os sistemas sentem o impacto, mas não percebem de que maneira está mudando. É poder de demolição
ocupando espaços, faz mudança para ficar só o que corresponde a valores, dá ao tempo o que está precisando e é muito o que
restabelece.
Têm autonomia para o que fazem e o que dizem. Não “acham”, não pensam, fazem. Acionam o que a luz diz para acionar
e fazem a época se definir, é para aquele momento e correções imediatas.
São verdade em movimento, estão dentro da mente do existir e a ocupam, compreendem o total, o poder do Criador e
suas funções. Vêm para atitudes claras, responsáveis em qualquer aspecto. Não têm idéia de níveis e nem ponto individual, o
que um diz passa pela mente de todos. Não falam ficções, não dizem por vivências, não passam conhecimentos de sistemas, o
tempo local fica ausente.
Atuam e pensam diferente, saem do contexto, focalizam os extraterrestres e suas deliberações, repercutem nos
energéticos e vão direto ao Criador. Reúnem definições dos extraterrestres em potencial e estrutura única, processam e
conduzem no tempo único.
Os energéticos facultam, acionam dispositivos nas leis à vontade de tais seres. Existem os que trabalham com o tempo,
com os agrupamentos. Outros trabalham nas correções de freqüências, e tem os que colaboram com os energéticos. Há
trabalho para quem quiser. A falta de energia nos planetas é ocupada, em cada ponto operam uma freqüência, emitem reações
de grande alcance para não fluir condições artificiais, suas energias vão mexendo com outras, afastam e tomam os espaços.
Atraem partículas vibrantes, bombardeiam partículas que saturam os planetas, facilitam a desagregação dos elementos e
permitem vida mais livre. Amortecem discórdias e causas inúteis. Onde está situado um desses não acontecem coisas de
grande terror, só coisas esparsas. Alteram muita coisa e exigem modificações contínuas, limpeza completa e definitiva.
Quando já próximo de fechar os ciclos, criam novo tempo e condições próprias de outros universos. Por aí analisem o que se
passa de outros lados, como se processam ondas incessantes devido ao trabalho que faz repercutir intensamente.
Poderiam influir direto sobre as nações, viriam com mais forças, mais autoridade. Seriam, por exemplo, um dos
governantes e começariam a ser notados. Mudariam muito o quadro, mas estão além da compreensão e visão do programa
que se desenvolve na Terra, e os extraterrestres querem que seus tempos permaneçam à parte.
Os que trabalham no afastamento de rotas planetárias não ficam por muito tempo, têm o potencial e suas próprias rotas.
No momento suas cores tocam esta posição planetária, ao ser cortados laços impulsionam-se e vão para espaços livres.
Avançam diante das oportunidades e saltam para outros tempos, passam a outros níveis e procuram alcançar mais outros
níveis. Não medem esforços quando a luz diz que precisa deles.
Já poderiam deixar os módulos, pouca coisa falta e não vão se prolongar aqui. Não têm o que ver com esta dimensão e
nem com a outra próxima.
44

Teste- São levados para testes em muitos locais, de toda ordem. Procuramos o máximo de capacidade, o que tem cada ser
que está de posse das responsabilidades, como raciocinam e se identificam, se estão convictos do que têm pela frente, se
sabem o que pode acontecer e as soluções. Tem de estar presente responsabilidade e clareza. É permanente a verificação de
reais capacidades, até de estados emocionais.
Sabemos o íntimo de cada ser, mas é correto que façam seus próprios relatórios, que estabeleçam integração entre si e os
extraterrestres.
Quando estiver para dissolver o cenário deste sistema, vão estar desvinculados e na vanguarda, a presença extraterrestre
será útil para desligamento. O tempo é de vocês para sanar, têm decisões, expressam em ações e no que vocês são. Para maior
utilidade existe a sabedoria, façam passar para o meio e favorecer a outros. Olhem o que corresponde fazer, tal como retirar
aqueles que estão passando em local que não deveriam.
Demos informações porque vocês querem trabalhar, é favorecida a conduta dos que trazem épocas de definições, falamos
em amplitude, através dos universos dizemos por onde devem passar. É feito com que sejam fortes e livres de convenções de
sistemas.
Quando é dita alguma coisa, aguardem. Logo vão saber de grandes decisões de poder. Vocês afirmam que têm os
recursos, o programa atual não está afirmando, por enquanto executem esse programa e depois vão ter o necessário para
andamento. Estamos passando informações que são programa extra, livre acesso, desvinculando coisas e definindo para ser
visualizado, vão tendo consciência, expansão, e vendo que são cores.
Unidade- A avaliação que os sistemas fizerem com vocês, farão conosco. Ao medirem forças, vão medir conosco. Onde
entramos entram vocês, quando nos ausentamos ausentam-se vocês. As decisões que vocês apresentam são nossas e vossas.
Dizemos o que vocês dizem, porque somos nós que dizemos. Não há limites para nós e não vão haver para vocês.
Vão ocupar os espaços que os extraterrestres ocupam, com e sem eles. Estão juntos no desempenho, usando dos meios
que eles dispõem, e passam a ser eles mesmos. Vão estar seguros, não faltará segurança.
Depois de concluído neste sistema, vamos procurar para vocês o que é de mais valor e vão ver os condutores que são, vão
dar andamento amplo e fazer mudanças. O que não corresponde a uma realidade, desligam. Quando é base que deve ser
mantida está ligado.
45

23

Poder

Direção é clareza do íntimo, está nítido e adequado. A atenção está abrangendo, auscultando e penetrante. É visão e
A equilíbrio pela paz, poder absoluto para o que quiser. Não pede, e sim atua, decide e está à frente, estabelece para outros
não mais ocuparem. Não há como estar nesses espaços, só conquista-se com muito trabalho.
Tem poderes que estão em função do poder total, é um vasto complexo ciente e ativo. Tem um poder que é diferente dos
demais, os outros poderes absorvem, isso coordena a dinâmica para corresponder. As cores apresentam-se para correção,
reciclam e distribuem-se com lucidez. A energia atua rápido e avança, os elementos entendem que estão diante de nova
estrutura e deixam de ser elementos. Barreiras tornam-se acessíveis e a luz passa com nitidez, ondas fluem com facilidade
para outro espaço-tempo fazendo limpezas e não tem limites.
Seres lúcidos ouvem e vivem no silêncio, não vivem existências. Expressam e vão buscar, algumas vezes não buscaram e
receberam mesmo sem entender como chegou, no íntimo estava traduzido. Têm sob responsabilidade seus próprios
programas, falhas são bem corrigidas, alimentam-se de idéias de paz para substituir células e ampliar. Têm visão ampla do
que é mais necessário para a vida nos sistemas, corresponde a ação dos extraterrestres. Fazem bom uso de informações, têm
permissão e confiança sem serem vigiados por nada.
O responsável pela Terra tem o ponto de apoio do sistema, vocês somam com ele e ajudam, cada ser controla uma coisa.
Não permitem que a violência tome conta do planeta e não se estenda além de limites.
É feito verificação e orientação básica dos movimentos, tem-se um cuidado para que os locais não danifiquem o que
vocês fazem e nem ao valor.
Momento- Um momento é grande fonte, vejam pleno de tudo, definam com precisão e ação do poder, reunam paz à
sabedoria. Sejam claros fazendo com que a Direção tenha participação integral. O que decidem e o que iniciam é para
realizar, vejam concluído. O que têm para fazer digam: “Está feito”.
Damos instrumentos que precisarem, ainda tem muita coisa. Vai ser restituído o valor, dá acesso a informações e toda
liberdade, está em todos os tempos e faz controle das partículas. As energias já se tornam presença sem limites, atuam no
íntimo do cérebro e em toda parte. O silêncio vê onde a qualificação se reúne, tornam-se passagem e antimatéria, a porta que
todos precisam.
Aproveitem e trabalhem, mostrem o que têm e vão ver o que são. Quem faz, diz e realiza são os que têm ordens e
decisões. Pode ser com um, e o trabalho fica concluído e bem valorizado.
Precisão- Através de épocas foram passando à frente do tempo. Houve precisão, estabeleceu-se a meta para o poder e vão
estar em outra realidade. Abre uma porta, substitui outras e fica ciente do que conquistou.
São poucos que buscam um momento tal qual esse, que assumem e estão ligados ao poder. Existem os que gostariam de
vivenciar, um dia que fosse, as informações que estão sendo passadas. Mas devem alcançar as fases, para chegar à lucidez
tem de fazer este trabalho, é empenho de todos.
46

24

Dinâmica

stas informações são dadas nos planetas mais reagentes para que a mente e a matéria deixem de reagir. No seu longo
EQuando
passado os existires observaram que reagindo tinham choques, não poderiam estar completos e sentiriam faltas.
certa ordem está em movimento e pulsos limpos estão em curso, começa a ficar informado, lúcido, e a ter
controle. Expressa valor pelas mudanças energéticas, mudam aspectos e brilho de potenciais. As origens interrompem o que
estava antiquado, reduz variedade de partículas corantes até ser padrão único. O programa artificial e as partículas sentem a
predominância do programa original. Entra para nova realidade assumindo o que é. Soma por qualidade, com forças de
direção e de equilíbrio. A liberdade está com todos os requisitos. Fica pronto para ação final que o meio está a exigir, sabe
situar-se quando chegam mudanças nos sistemas.
Algumas coisas são gradualmente conquistadas, percebidas, sentidas. É porque o programa está concluído e estão de
posse de programa extra. São boas-vindas do Supremo, acesso a conhecimentos para organizar e reorganizar o que desejam
fazer. Isso atende a determinações, é comportamento de nova era e novas razões. Mas não dependem de razões, não estão
para o “ter” e não têm coisas se opondo.
Em locais longe da Terra são dadas condições para atuar com aproveitamento do potencial, de forma que sintam a
expressão de todo o conjunto, atuam de forma única e os conhecimentos são adequados a todos.
É para dar valor, se averiguam isso e colocam em prática livram-se de redes que fariam mergulhar no tempo. Livram-se
de conceitos e convenções de sistemas, coisas que não pertencem ao existir.
Avanço- Em todas as épocas foram avançando. Prestam serviço por vontade própria, têm iniciativa e não devem ao
tempo.
Não vão sentir saudades deste tempo e nem das épocas que ficaram. Não tem mais novidades, nem vão procurá-las
porque vocês têm uma meta e refletem outra condição. Desligam-se de minudências, de vidas pessoais e de impulsos
externos. Não há necessidade mais de voltar aqui, só em casos especiais, se vierem já estará renovado o ambiente e com outra
humanidade.
Estão capacitando-se para conhecer a si mesmos e vão ter nova forma de existir, vão receber estrutura própria para
dinâmica, vão trabalhar com todo o conhecimento e ver a situação já definida. Depois vão eliminar contato com a força e a
dinâmica, não vão precisar das projeções.
Não é como pensam, que é só ser bonzinho e passar para outros níveis. O que faculta são os níveis energéticos, são
quilíbrio de tudo quanto existe, vitais para que tudo funcione em nova fase.
Sinal Amplo- A vontade está ficando menos reagente e os torna livres. Vão atingir alta freqüência, ficar dominantes,
plenos, vão abranger espaços e chegar livres aos conhecimentos. Vão dissolver formas e aglomerações, quase não vão sentir a
si mesmos. Os espaços da mente vão estar sendo usados, deixam de ser força física para ser força mental. Vão descondicionar
pensamentos em que acham que deveria ser o contrário o que está ocorrendo em suas vidas. A palavra vai ser mínima, vão
adequar-se para outras bases e usar o pensamento. Até o silêncio tem seus conhecimentos.
As portas abrirão, estará ao alcance. Vão dialogar com seres de outro tempo e outros universos em que a unicidade é a
razão. Onde acharem que devem ir vão estar prontos, vão se reunir onde acharem que devem se reunir, vão agir em nome do
Supremo em qualquer local e ser integrados aos comandos universais.
Os módulos futuros vão favorecer os conhecimentos e em qualquer parte do universo vão trabalhar com disposição. Vão
para locais que reagem menos e menos, e há locais propícios em que vão atuar livres. Vão viajar entre planetas sem interferir
com os elementos e não vão querer coisas. Vão passar, não para ficar. As partículas vão estar em outras escalas de tempo e
outras freqüências. As energias que fluem através de vocês vão estar controladas, evitando descargas magnéticas, vão agir
sobre forças da natureza e estas obedecem com exatidão. Os ambientes vão ser mares de energias que vocês vão analisar e
neles encontrar os que têm afinidade e ali vivem.
Vão estudar as cores, saber as energias de cada sol e quantas envolventes de um sol a outro. Vão traçar rotas sabendo
identificar cada esfera e os campos de diversas cores que ao serem conectados sabe-se fazer a ultrapassagem.
47

Vão elaborar seus próprios programas e passar mentalmente os conhecimentos da função que ocuparem, fluindo do início
ao término. Quando tiverem consciência total, vão ser direcionados para exatidão nas ações e ter domínio sobre momentos e
situações. Estará mantida a paz de vocês. Depois vão deixar os programas e o Criador é restabelecido, estará livre.
Poder- Esse propósito que definiram deixa-os mais sábios, seres de compromisso, determinantes, justificam a posição
que estão ocupando. São destaques por trabalho, é a razão de serem fortes, tudo existe com trabalho e é a melhor coisa em
todos os locais.
Emitem pulsos longos, fazem vários tons que se expandem e repercutem em todas as áreas. Os pensamentos tomam
formas no outro campo, mexem com os vegetais, os animais, os objetos, e com aqueles que vivem com vocês. Verifiquem
como eles se mantêm nos atos, porque os pensamentos estão vasculhando e dando movimento.
São campos ligados e atuantes, as ondas percorrem espaços, fazem limpeza e afastam qualquer coisa contrária. Não
falam, mas exigem ajustes. Fazem variáveis para os acontecimentos e os envolvidos não sabem o porquê das direções que os
acontecimentos tomam. É a dinâmica impulsionando.
Os energéticos estão fazendo integração, é trabalho executado com minúcias. Vêem ponto por ponto as partículas, as
cores que correspondem para maior equilíbrio e para que sejam organizados. A luz atinge no íntimo, deixa antever a
realidade, o universo, os acontecimentos.
Tudo é assim, primeiro está presente, depois toma consciência, depois toma corpo, depois atua com critério e domínio.
Isso está presente e vai aparecer.
Outros percebem esse campo, gostam de conversar com vocês, sentem-se bem, energias preenchem os espaços daqueles
que estão em volta. Observem quais amigos devem estar presentes.
Sabedoria- A inteligência fica só dando voltas, é própria para condições artificiais. Na proporção em que os seres
organizam-se e são úteis, que ficam aptos a seguir o programa, a inteligência agrupa-se à sabedoria e acompanha o valor, as
informações expressam amplitude, simples e lúcidas. Sabedoria em primeiro lugar, mostra como fazer bom uso do que existe
nos universos.
Os extraterrestres têm inteligência, mas sabedoria acima de tudo. Não estabelecem a inteligência como paralelo com a
sabedoria. É o que abre a inteligência para eles, para penetrar nas escalas de tempo e de dimensões.
Trabalho Conjunto- Os extraterrestres estão nesse campo observando e atuando, prestando atenção a muitas pessoas. A
cada modificação os que procuram entrar por uma porta em que outros não entraram, estão sob um contingente que está
observando onde se desenvolve trabalho de ordem. São vistos propósitos de alta envergadura devido aos pulsos emitidos.
Dos seres de valor até os menores acontecimentos eles percebem, dos trabalhos executados é feita avaliação.
Informações dadas por vocês mostram a posição firme e correta que os extraterrestres ocupam em relação aos universos.
São reflexos para os extraterrestres que vão chegar, para que antes dos acontecimentos já tenha alguém feito as projeções. Ao
mesmo tempo eles estão ouvindo e ampliando, colaboram com devidas correções, passam conhecimentos, reservas de
energias suficientes, acesso ao movimento principal, alinhamento e determinante para que dinamizem a humanidade.
Proporcionam condições para situar-se de acordo com as informações e fazer acompanhamento.
Informações- Cada molde usa informações próprias para aquele molde, estas informações são para outros moldes e não
se dá por acaso. Se houvesse acaso, vocês estariam perdendo tempo.
Nosso diálogo é com vocês por estarem nítidos. É passado a vocês e está presente o que mostram aos extraterrestres a
cada momento. Quando estiver mais para vocês olhem tudo, usem todos os meios que são dados, é visão ampla de como
estão operando.
Fazem perguntas para registros. É permitido saber, quando há o desejo de saber. O que existe é para dizer. O Supremo
está dizendo para usar informações que estão em vocês próprios, e vai ser a liberação de vocês deste local.
Os extraterrestres estão passando o Criador e mostram os fatos contidos. Vocês estão olhando para ele.
Desempenho- Para que a informação tenha alcances os resultados têm de acompanhar. Coloquem-se como falam, é
linguagem que faz aproximação, ao dizer os resultados estão à frente.
Estejam onde e como queiram estar, e mantenham-se. Só momentos originais ocupam posições, vão estar em ação e ser
senhores de situações e movimentos.
Muitos vão necessitar de como vocês usam e situam-se. A cada movimento passem por todos, preenche locais em que
outros necessitam dessa presença. Os que estão receptivos e tem características suaves vão receber proporcional.
As chamadas “autoridades” deste sistema sabem que a presença extraterrestre envolve os planetas, mas não esperam por
vocês. Como vão estar diante de vocês? Que idéias vão ter?
Exercícios:
1)- Está na mente a direção.
Comecem a sentir como essa direção chega.
Sintam o Criador integrado a vocês, atuando átomo por átomo.
Vejam tudo pertencendo ao Criador, nada de vocês.
2)- Procurem controlar-se para todos os locais.
A presença aqui é força abrangente que soma com a força de mudanças, para mudar acontecimentos e toda uma
ordem de critérios.
48

25

Informações

tempo é programa do existir, em que informações dissolvem campos, cenários, e afastam conceitos de sistemas. Quanto
OPassam-se
menos conceitos, tanto mais os condutos são abertos e dão lugar a razões universais.
informações quando já estão diante de outros momentos. Uma informação abre um espaço, outra informação
vai abrir outro espaço.
O conhecimento tem de estar em movimento, realizações são com informações verdadeiras e com determinantes. Em
poucas informações já tem os valores, tem alcance e sensibilidade, foi visto e revisto. Falam do que acontece no íntimo,
operam mudanças, suavizam elementos e dissolvem campos alternativos. Mexem com os universos, a vida e a Direção,
mexem com inúmeras situações e repercutem para que os seres reflitam. Nos primórdios os chamados “deuses” deram
amplitude e alcance para todas as épocas, é simples para ser visto em detalhes e entendido. Deixaram para ser trabalhado, é
de outro tempo e é para usar.
Lições fundamentais são indiscutíveis, são levantamento do que foi previsto para todos os níveis, falam sobre
extraterrestres e abrem espaço para que estes reflitam a todos.
Informações que levam à luz têm cor abrangente, são lei, acesso para liberdade. Através das épocas, desde os primórdios
são ofertados meios de aproximação com a luz, para saber que existe um poder comum e para que flutuem sobre essas ondas.
Informações extraterrestres fazem ver, tem cores integradas, são linguagem universal com linha aberta para amplitude. É
processamento organizado e traz ajustes. O som se destaca e avança no ar, as partículas ficam mais organizadas e dinâmicas,
repercute mesmo depois de limpeza total nos sistemas.
Há separações a fim de apresentar valores de épocas, mesmo enquanto não sejam informações de base e não constituam
todo o valor. Nas primeiras informações os pulsos são graduais e por etapa. É observado onde os ensinamentos são
distribuídos, medidas saneadoras são informações que eliminam outras que não se constituíram como valor. Quando alguém
faz união e não fica bom, vem outro corrigir, é revisado e começa novamente para chegar aos resultados e atingir um valor.
Este Sistema- Os seres deste sistema entendem pelo que a “ciência” deles classifica. Perguntas sobre funcionamento de
naves não vão adiantar, informações tecnológicas não vão ser dadas porque não foi estabelecido fazerem altas experiências.
Perguntas têm respostas, não baseadas em sistemas, e sim na intimidade do que for perguntado. Será respondido se visto
a necessidade e se estiver no programa de cada ser. Façam devidas correções ao ser perguntado.
Não pensem que por darmos informações, que os sistemas tenham condições de chegar e dialogar. Nada têm a oferecer e
nada a exigir, nunca se posicionaram em nenhuma parte dos universos que lhes desse direitos a exigir. Nada temos com os
que se acham “senhores” de sistemas, não estamos a critério de nenhum ser que queira marcar local para dialogar ou
estabelecer critérios.
Relatividade- O que é relativo tem espaço que limita, é amplitude menor porque não se inclui no total, e sim separa. Os
pontos recebem módulos, se vêem-se como “seres” e identificam-se nos sistemas, o conhecimento é limite para a mente e
manipulam informações arquivadas, ditas em todos os tempos para correções e manter ocupados os sistemas, inclusive a
chamada “ciência”. Para que estar falando de aspectos e campos de visão? Para que outros prognósticos? Para que a
variedade de conhecimentos?
Valor- Quem procurou saber a respeito de si mesmo e percebeu o que trazia para os momentos, foi avançando e
coordenando outros. Exige conhecimentos novos e claros, é ouvindo e entendendo, é rápido, abrangente e faz seus próprios
levantamentos. Abandona trâmites, controla avanços, desliza suave e deixa passagens para outras partículas.
Posições que correspondem ao que está informado e programas concluídos são valores, há fusão nas cores, tornam-se
seletivas com todas as determinantes. Os seres percebem a intimidade, chegam a uma fronteira, próximos de realização total,
e voltam-se para a luz. A mente fica livre para observar com amplitude a Direção e vem tudo.
49

Vocês olham para as origens, conhecem o tempo e o não-tempo. Falam com detalhes da luz, com simplicidade e clareza,
para momentos decisivos e só quando necessário. Não sendo necessário falar, mantém só a presença, não se fala na luz para
competir. Outras oportunidades já foram dadas e não foram observadas.
Estamos falando nítido e fazendo uma cor só, é linguagem do não-tempo. Dissemos: “Observem isto”, é para se
estabelecer e não há retorno.
O que fica dito não se volta a dizer, é para usar logo, a luz não é de ficar repetindo.

26

Registro

s partículas pensantes têm seus registros que condicionam a capacidade de compreensão, de se manter num certo
AEsquecimento-
universo, num certo planeta. Fazem soar um estado vibratório e situam em um nível.
Quando as partículas pensantes chegaram ao ponto crítico de se perceber no estado de matéria o raio de
ação ficou interceptado. Grandes conhecimentos não foram perdidos logo, mas perderam ciência de 70% do que tinham. Os
valores permanecem na energia, mas obstruídos os canais e acesso.
Depois adaptam-se aos planetas em que estiverem posicionadas, nessa condição os pensamentos já estão com pulsos
muito baixos, faz com que as forças diminuam ao ponto de esquecerem o que elas são. Só vêem o que estão aparentando ser e
passam a crer que são o módulo, procuram coisas que não lhes fazem parte e ficam congregadas ao meio ambiente.
O cérebro não conta a respeito do que as partículas são, essa retenção eqüivale ao tempo, que não existia e passa a existir.
Em si não contam tempo, para elas não existe e não precisam, sabem que futuro e passado são momentos do Criador
vistos do início ao fim.
Outros mundos de idades iguais à da Terra já adiantaram-se quando de seus primeiros habitantes, estão em outras
participações. Porém na Terra o registro foi extenso, longo tempo sem noção do Criador. Se os esforços fossem maiores, os
avanços para as origens também seriam maiores.
Cômputo- Cada coisa tem de ocupar seus espaços, ter seus registros e seu próprio domínio. O que tem registro há como
conectar, tem origens e segue linhas fundamentais, é conhecimento básico porque o universo registra e o Criador sabe a
respeito.
Os registros compõem o conjunto genético, que é próprio da matéria e só fala da matéria. São registros de fatos da Terra e
vão continuar formando o tempo Terra. Através do qual as partículas pensantes tomam consciência de uma realidade que não
é a delas.
A cada pulso há registro do movimento e o conjunto de registros faz o tempo existir, são o próprio tempo. Registrar é fato
ocorrido, tempo. O presente dá condição de registro, está levando tempo e se tornando passado já.
O movimento de transformação do módulo dá noção de tempo, isto cria fatos e situações.
Retorno- Ao deixar de insistir nas formas atenuam e mudam registros, e mudam o tempo. Registros tênues são livres de
campos planetários e permitem fazer passagens entre tempos. Voltam-se para as origens, nesse percurso de volta observam na
freqüência de onde se posicionam, o que antes viam como matéria passam a ver translúcido, energias brilhantes.
Os registros se desfazem até a mente ficar livre, sem o tempo, sai do campo das reações. Deixa de se ver como partes. Em
vez de percorrer tempo, está feito, não precisa de tempo. O silêncio se faz presente e sente a presença do Criador. Em suas
origens, vê energia-luz.
50

27

Programa

OAsépocas
energéticos viram o passado das partículas e sabiam o programa que seria dado a elas. Estiveram presentes em todas as
dos universos e viram o passar das eras.
partícula é dotada de todo o conhecimento, recebe o programa e conforme se processa, as informações ficam à mostra.
O reagir com os elementos é o que faz o programa, o Criador faz toda a coesão e as transformações. Vai computando nas
mentes, sabiamente previsto. Cada programa tem um número, mostram diferenças na maneira de pensar e de agir, somam
diferente uns dos outros.
No caso de seres muito reativos, não é que sejam ruins, é programa momentâneo de existir como forma de reação.
Programa Total- As partículas no seu todo são o Criador e seu programa funcionando perfeitamente, está ciente do que
se passa em cada minúsculo ponto e os espaços estão ocupados. Deixam as condições, não havendo mais programas de
partículas, é o Criador definindo-se. Retornam à fonte pelo desvincular das programações, retira-se a pressão sob a qual
viveram e vêem-se como fagulhas num oceano de fagulhas. É tempo único e têm conhecimento do programa de todas as
partículas.
O programa total é protegido, os energéticos são os organizadores e permanecem num alerta, fazendo ajustes, mantendo
pulsos e movimentos.
Estágios- Através de planetas passam por vários estágios e mostram capacidade. É visto as condições de cada partícula, é
estabelecido critério e passa-se a medir para saber como vão reagir e suportar durante uma vivência e um certo tempo. Se os
ajustes requerem tempo, os atos implicam no encadeamento de mais existências. Mas programado para que se desenvolvam,
mantenham o ritmo e alcancem épocas de autodefinição.
Vai respeitar o programa, os acontecimentos previstos ocorrem, o que tem para ser feito vai ser feito, certas condições são
levadas até serem ultrapassadas. Se cumprem fielmente, ultrapassam o tempo, operam mudanças e pegam a seqüência em
outro local, já bem limpas e distantes. Quando se completa a níveis planetários, o programa referente se desfaz. Em outra
escala abrem-se espaços e aprendizados valiosos.
A mesma partícula existe em todos os níveis, e a cada nível conquistado é uma energia que se reúne a mais outra. Vocês e
mais vocês.
Relações- Cada partícula traz conhecimento de uso pessoal. O que diz a cada hora, o linguajar e as conversações diárias,
são informações apanhadas de acordo com seu programa.
Situações formam-se, entram em confusões, envolvem-se. Ninguém pode tirá-las se são parte dos seus fatos.
Uma ação de amplitude reflete no total e tem uma cadeia de ocorrências até desaparecer. Se está no término de uma
programação, esgota e não se estende mais. Quando uma pessoa é curada é porque já estava prestes a acontecer, no programa
já estava sendo eliminado.
Quando alguém sente atração por outro, tem a ver com fatos passados ou para ligações futuras. No passar do tempo
entram e saem de cena, cada um tem o seu momento e participa.
Deve-se viver sem alterar outros sistemas, eles têm seus programas e suas funções. Estão ali para ser vistos e vão dar
conhecimento do porquê de estar naquele espaço.
Providência- O que é das partículas vai a elas, os elementos sabem se conduzir e deixar o necessário. O programa de vida
permite o que está recebendo agora, em outra vida assimila outro programa. Reúne condições e tem quando é o tempo de ter.
Se não está no programa é busca artificial. Há coisas que não são dadas naquele tempo, mexeriam em outras circunstâncias.
O que existe pertence ao todo, o correto é que cada um use só o de que precisa e sob controle. Não deve ser acumulado.
Se usa em excesso, está usando o que é de outros, há faltas em outros locais e isso são agravantes.
51

Alterações- Todos dispõem de vontade própria e podem modificar muita coisa. Mas dentro do preestabelecido, alterações
só as que estejam como o que foi programado. Quando aparecem interferências, têm de resolver sem alterar o programa e
sem envolver os que não devem ser envolvidos.
É possível ocorrer mudanças por causa da padronização das cores, devido a pesquisas que os extraterrestres realizam nos
seres.
Repercussões- Existe um programa para a dimensão próxima daqui, são fases da mesma partícula. Chega o dia de
encerrar aqui, o programa da outra dimensão é acionado, a energia de lá é outra e vai começar. Terá os mesmos
conhecimentos, só apagou um programa e ativou o outro. Os desgastes e desequilíbrios causados aqui repercutem na outra
dimensão. Se estava faltando aqui, falta lá.
Se é cumprido sem faltas não há desgastes nem repercutem faltas na outra dimensão, isso ajuda no outro lado. Estará
mais controlado e bem disposto, essa organização contribui para limpeza nos programas. Quando vier numa vida seguinte, já
vem suave e mais limpo, é condição favorável para deixar estes locais.
Fim de Tempo- Final de programa são tempos de cobranças, as partículas agitam-se e aceleram. Os movimentos surgem
para mostrar que o trabalho teve utilidade.
As que estão aqui começaram em muitos locais, protelam indefinidamente e saem com faltas. As que não podem
acompanhar fases renovadoras são transferidas a planetas diversos, condizentes com a situação de cada uma, é visto se têm
condições de assumir e se direcionar com programa pronto. Sai de um local e já tem os coordenadores que encaminham para
outros empenhos.
No Outro Local- Cada planeta com seu programa e seus planejamentos. O novo ambiente imprime outra condição, têm
de fazer mudanças e estar de acordo com as mudanças planetárias. As que estão ligadas às cores reagentes, que usam da
força, que não se desligam das faces planetárias, são mudadas para ambientes hostis. Depois de assumir suas deficiências são
reprogramadas para nova condição de vida. As dificuldades são maiores, ou elas se ajustam ou sofrem intensamente.
Num outro caso, se não tiveram condições de viver os números suficientes, vão vivenciar com a programação anterior
mesmo. É computado, acompanhado sem permitir faltas.
Nos outros planetas vão ver outros extraterrestres intervindo, sempre presentes a mostrar alguma coisa.

Sabedoria- Grandes oportunidades são dadas aos que cumprem seus programas.
Avancem com o tempo, ajudem-no e vão ser donos do tempo.
A sabedoria é o regente, é arte de viver, condição para avançar.
Sábio é o que tem conhecimento e o aplica, que é útil, que muito faz e todos aproveitam.
A quem melhor uso faz, que é mais responsável, mais será dado e sempre terá.
52

28

Três Partes do Ser

Molde Físico
movimento projeta essa aparência, como se estivesse na superfície e constando de um programa. São módulos
O preparados, organizados e dirigidos por vocês, com que participam de sucessivas reações. Tem capacidade reduzida,
embora muito ativa. Sente o impacto de vocês, porque é vida também.
No módulo atuam com limites acentuados, enviam parte dos sentidos e chega pouca coisa do que são na realidade. Essa
imagem humana foi assimilada com a passagem de mundos para mundos, é fase pequena, passageira e de menos
conhecimento, é só desse tempo aqui e perde-se logo.
Alguma coisa de vocês diz que vão fazer a ultrapassagem, têm de mostrar capacidade e que são livres como em suas
origens.
Na Terra o cérebro não é muito adequado; não é o volume, é a organização, não há controle e domínio das situações. O
ritmo biológico, no avançar da idade, perde capacidade de pulso.
Projetos de Módulos- Quanto à origem do módulo, há locais especiais para estabelecer vida física. Existem
intermediários no processo, têm conhecimentos independentes, diferentes e muito precisos, sabem os movimentos que
causam seres equilibrados. E há módulos especiais, programados para devidos locais.
Começa-se pelos genes para que as percepções estendam-se longamente, uma visão penetrante, acústica maior, pele mais
sensível. No contexto das freqüências cada partícula, por ínfima que seja, precisa estar bem distribuída para causar aspectos
equilibrados de vida e de comportamento.
Nascimento no Módulo- A energia fica em seu ponto observando, sabe o que vai ser e o que vai fazer. Quando atravessa
a barreira para aqui leva um impacto, até um certo período ainda lembra-se e depois vai esquecendo o que veio fazer. Muitos
detêm-se fascinados pelo sistema e não completam, voltam para cumprir, em outra vivência realizam.
Quando interrompe uma gestação há um choque muito grande porque a energia vai esperar muito para voltar.
Aqui não se registram passagens no módulo intermediário, dimensão próxima, que é válida também. Preparam-se
também lá, porque vocês têm ligações com outras coisas mais importantes.
Barreira- A energia do planeta soma a energia de vocês para ela, faz pressão sobre todos e comprime as idéias. São
comprimidos pela barreira do tempo daqui, não deixa deslocar para outro tempo. Não é tanto pela força gravitacional.
Pontos Girantes- Na parte intermediária estão os círculos de cores que vocês conhecem, que giram muito e de acordo
com o módulo de cada um, em fase com o órgão correspondente para que este trabalhe bem.
O umbilical é formador da vida. Controla o módulo intermediário nas partes superior e inferior. É onde o ser sai para
outros locais, outros contatos. Tem de aprimorar esse para passagem.
O cardíaco tem de estar em controle maior, em ritmo com as emoções. O órgão correspondente bate suave quando há
controle.
O laríngeo tem de estar num ritmo eloqüente e as emoções equilibradas. O ser observa seus erros e procura falar
adequadamente.
O frontal é sobrecarregado, recebe muitos impulsos, os quais se bem ritmados permitem passar a outras regiões.
No alto da cabeça está o que recebe energias vindas de outras fontes, de longe mas do próprio planeta. Se o ser é
preparado, as energias entram com determinação. Absorve e faz uma separação, seleciona e amplia, dá impulso e distribui
com um fluxo maior para os demais círculos.
53

Há outros pontos, mas não é preciso tocar. Vocês têm de fazer análise disso e ver os pulsos de cada órgão, para ser
estruturado e integrado.
Quatro Lados- Os que têm quatro partes, apesar de alguns estarem aqui, não são mais daqui.
Adquiriram essa condição em outros mundos onde tiveram existência. Desenvolveram outras formas, têm sentidos
diferentes, percepções maiores e aguçadas, a visão é longa. Agrupam esclarecimentos e são firmes nas decisões.
Sentem o Criador por todos os lados. Fica difícil explicar a maneira como esses vêem o Criador.
Energético- A energia livre não tem forma estabelecida, é o ser dominante. Põe-se numa altura da qual atua nos módulos
intermediário e físico, faz com que trabalhe num ritmo, está pensando e mexe em tudo. Está convertendo ondas que vêm dos
universos, e adaptando às três partes do ser. Processa ligações, comanda pulsos que chegam e os emprega de forma precisa. A
energia reflete a imagem de vocês, porém o reflexo da energia pura, como está no íntimo de cada onda energética, estão
presentes em todos os níveis e por isso vocês não escondem nada.
A energia que vem de cima é equilibrada com todos os universos. Desce pelo organismo, parte pelos pés e vai direto ao
centro da Terra, é um fluxo muito forte. Vocês são verdadeiros emissores, cada pulso envia longe em todos os sentidos. A
parte intermediária também faz isso.
Controle- Os seres da Terra têm feito avanços perigosos, e por isso têm de ser controlados para evitar danos a eles
próprios, divididos em fases torna-se possível o controle. As barreiras entre fases são transpostas quando os conhecimentos
são usados a serviço da Direção do Existir.
As três fases citadas são energias que movimentam-se em espirais, fazem cores e se estas combinam há boas condições.
A espiral maior faz ligação com as menores, e cada fase capta o que está em seu campo. Nisso existe uma energia que
circunda e faz outro campo. Esse conjunto tem de estar em sincronismo com o mundo em que o ser vive, e em sincronismo
consigo mesmo.
Não só vocês têm essas espirais de energias, todo ser vivente tem e o planeta tem. São uma formação girando, em volta
existem outras que também giram, e nelas outras que também giram, e assim sempre.

29

Módulos

NÉaparaação de energias processando o campo reagente, alguma coisa tem de ser feita no tempo e o módulo está confeccionado
esse trabalho.
conjunto de partículas das mais diversas, a genética o expõe e o processamento dos genes é leitura de dados. O
programa dos corpúsculos fala do tempo e o próprio módulo está reagindo e contando o seu tempo, segue em linhas gerais o
que o programa lhe atribui, fixa o meio-ambiente e a força gravitacional o mantém aderente.
Vê do ponto de vista das formas, a rotina diária, a informação do ambiente, é de agrupamentos e de contingências. Os
registros acumulam-se e aumenta o número de palavras e de fatos.
Os elementos têm funções nesse convívio e tem ainda o que ser eliminado. Módulos sucessivos existem para eliminar tais
excessos, é a razão de transitar em sistemas.
A energia do módulo também é livre, está presente em todos os locais ao mesmo tempo. É campo de cores variando, o
que surge nesses estados tem avaliação. Os extraterrestres têm locais onde detectam pulsos dos seres e analisam valores, com
isto bem caracterizado encontram padrões, sabem onde estão as raças e sub-raças que habitam os diversos planetas.
Módulos da Terra- Esses módulos terráqueos foram projetados sem estabilidade e sem penetração em outros campos. As
partículas em excesso e grande variedade causam reações e distúrbios no seu campo, desorganizam e formam condições
instáveis, isso faz pulsar mais e trabalhar rápido. O cérebro se irrita pelas condições, pelo ritmo e pelos fluxos que levam
energias aos recônditos do módulo. Teria de haver ritmo sadio para diminuir o impacto.
A saturação não deixa atuar livres, condiciona, causa visões diferentes a respeito de si mesmos e faz levar um tempo
pensando que são indivíduos. Movimentam-se agrupados, fazendo pressão, em choques permanentes. Atraem corpúsculos
para manter agrupamentos e ficam propensos à volta aos níveis anteriores. O programa inflige isso e lutam para ficar nessa
projeção. Deveriam estar avançando bem dinâmicos.
As partículas do cérebro não têm substituições, perde controle e desorganiza as demais partes do módulo. Teria controle
se tivesse estabilidade em suas cores. Os seres percebem que seus órgãos estão doloridos e fazem uso de medicamentos, não
contestam, para eles está acontecendo. Depois vai acentuando, afeta outro órgão e vai limitando, a seguir limita o próprio
cérebro. O tempo avança rápido e vão tendo mais limites.
Neste sistema os seres pensam que esses módulos que passam impurezas vão continuar servindo. Afirmam que vão
melhorar a condição e continuar no mesmo espaço, mas não têm conhecimento sobre o que dizem.
Limite- A luz sabe até quando é necessário, o módulo vai até onde pode, não justifica e dissolve-se. Essa perda não diz
nada.
Nos universos quando a temperatura começar a aumentar, os módulos que dependem de processos reprodutivos vão ser
os primeiros a desaparecer. Nascimentos vão ser mínimos, fica só o necessário para equilíbrio em algum sistema.
Clareza- Ao se falar em módulo e energia muitos poderão dizer: “E como pode a energia pensar?”. Só a luz apresenta
decisão. Poderiam não ter módulos, ver com clareza e ter consciência plena.
Ao se ver sem módulo existem vocês? Ao se ver um só, tem o “sentir”? Vão ver que são constantes, abrangentes, razão e
visão em termos de vida e movimento.
54

30

Passagem

cérebro é uma caixa intermediária, tem dados que mantêm componentes fixadores de freqüências querendo concentrar
O os universos encaixando-os no cérebro. Está mantido ali o que está no tempo. Faz ficar sob efeitos do que acontece no
planeta em que o ser estiver habitando, situa num período e num cenário para ocupar espaço. Essa caixa tem um tempo para
ela e após tem de estar suplantada.
O ser não é o que está vendo agora, não precisa de componentes, só está ali operando. Quando deixar tais instrumentos,
essa caixa não vai mais existir. Isto se dá quando realmente deixar, não é passar a outros estados. Aí os elementos deixam ver
a liberdade e fica a amplitude, vê como é realmente, que não é miniatura de coisa alguma, e sente-se no total.
Espaço Único- Tem um espaço no cérebro que daria linha aberta para com os extraterrestres, é filete que leva às origens,
em poucos segundos pensam e estão fora deste tempo. É um pulso que há no Criador em que tudo volta-se para ele.
Mas nesse espaço é posto um órgão a mais que serve como divisor, impede de ver a si mesmos ou conectar, impede de
serem usadas informações de origem e de ser alcançado o espaço único.
Passar é por decisão conjunta do Criador e não há retorno mais. Quando esse órgão abre ocorrem lembranças. Se as cores
o retiram de vez, devolvem estados originais, a luz passa, o ser está no espaço único, livre, reúne-se à outra parte. São vocês e
mais vocês em outras camadas, lá o tempo diminui até não haver mais tempo, deixam da forma e assumem a lucidez.
Os que ajudam os extraterrestres recebem limites suaves e já quase não se opõem limites por mostrarem que são de
confiança, participam em informações de origem que mantêm na fonte. Estão em outro tempo através do espaço único,
quanto mais ampliado, maior a capacidade do ser. A todo momento voltam aos extraterrestres e vice-versa. É um espaço
presente em todos os locais e no qual todos são amigos em toda parte.
Quando o momento se torna pouco propício, um recurso aparece. É parte integrante deles que influi, obedece e dissolve
elementos que obstam.
Permissões- Existe local próprio em que projetam-se módulos correspondentes aos sistemas, estabelece tal função.
Não se faz constatação no cérebro, não pode vasculhar o íntimo de suas seções. Nenhum ser de nenhum planeta tem
acesso para tais verificações, a não ser por pequeno tempo e tratamento superficial que não venha a prejudicar. É campo de
privilégio, muito sensível e que pode ser danificado.
Para estudar o cérebro é feito com aproximação da luz, até civilizações avançadas se infiltrarem-se no cérebro a luz vai
intervir com todos eles e retirá-los do cenário.
55

31

Limpeza

rocessar é limpar de elementos que não necessitam estar compondo. Antes de teste as partículas são remanejadas, limpas,
P e anotados os movimentos. O que há de mais limpo está completo e não tem acúmulos, é integrado para compor o estado
mais íntimo que pode estabelecer, só aciona o que seja valor.
A vida não está para formas e nem para uso de necessidades. Não se trabalha com coisas, não se aprisionam corpúsculos
e nem o que não faz parte. Se usar o que é do tempo, é do tempo e no tempo se mantém, não serve em luz.
Ajustes- Quando se faz necessário corrigir falhas nos sistemas, vai se buscar em níveis de clareza um ser para corrigir.
Sabe épocas de definição e com os extraterrestres chega para definir e impulsionar as leis. Elimina efeitos de elementos
nocivos, dispensa o que os sistemas não comportam, faz ajustes nos campos de energias, estabelece ordem e libera o que foi
feito com dedicação. Usa valores à frente fazendo correções com determinantes para que não hajam choques e nem ruídos no
tempo. Estando os quadros já mexidos está para solução chegar e romper-se o que estava montado e que não faz falta alguma
ao existir.
Sentidos não percebem o que é feito, está além da compreensão de seres envolvidos por elementos. É toda uma visão que
não tiveram, um trabalho pelos que não vêem.
Universos- Pesquisas extraterrestres dão pulsos nos universos e fazem acelerar, acionam condições originais, as energias
encontram passagens e locais certos para se processarem. Pontos de cores são integrados, ocorre mudança nos programas e
deixa de haver relação com o que já houve. Diminui o tempo, planetas diminuem as jornadas e desaparecem a fim de que o
potencial do existir possa estar absoluto e livre em seu movimento.
Foi sendo feito mexida nas leis para não ficar nos universos a contingência de ajustes exaustivos, está sendo
desprogramado e não deve permanecer. O que foi exposto perde fixação, perde vínculo e fica frágil.
Poder- O poder define por tudo que foi concluído nas pesquisas. Utiliza-se um vácuo, não há como suportar, não há
incidência em grande número e nem ações indevidas. E também passam pelos chamados “buracos negros”, nesses locais
ainda passavam correspondentes e apareciam diversidades, ficava o que não deveria ficar, mas já está mudando para
eliminação. O poder atua na conjuntura e separação de cores. O que constitui poderes em parte perde seus valores, não podem
ficar neutralizados e por não serem exercidos desaparecem, diluem-se causas e efeitos.
Limpeza é o programa ficar claro antes de vir o fechamento, hora de atenção para as determinantes serem bem aplicadas.
Os compostos estão isolados, mas vai aumentar temperatura em muitos universos apesar do isolamento, as partículas não
vão suportar pressões. O que apresentamos são momentos finais, atende seqüência para chegar a este sistema, o que vai
ocorrer em breve é amostra do que está projetado.
O que ocorre quando o trabalho estiver realizado?
Exercícios:
1)- Para estar livre de interferências não vejam coisas acompanhando.
Nada pode constar.
2)- Deixem de se ver como partículas e pontos.
Vão lembrar que não são o que pensaram ser.
Deixa de registros e de acúmulos, de inversões e de alternâncias, evita complexos e variedades.
Dissolve o tempo, desativa formas, sistemas, ficções, e desaparece o que não precisa ser visto.
Não vão estar para o “ser” e nem para o “ter”, não existirá o “sentir” e nem ligações.
56

É o ver único entre visto e não visto, fronteira frágil com a luz.
As formas têm rupturas e desaparecem aspectos.
Ocorre implosão em cada ser, o individual é superado pelo total e vem ação definitiva.

32

Análise

s elementos são outras forças atuando, interferem na visão de muitas coisas e deixam desorientado. É peso que vocês
O transportam, posse do que não precisam, e alimentam o que não faz falta. Impõe limites as vossas reservas. Existem
barreiras dimensionais que impedem conhecimentos que ajudariam a sair dessa visão. Enquanto o tempo for esse, é essa a
situação. Mas tem saída, às vezes estão próximos da saída e se pudessem ver acertariam rápido.
Avançar é entender a si próprio e seus posicionamentos no tempo. Quem os leva nesse percurso são vocês mesmos, não
são outros que têm de estar socorrendo. Daqui para os dias finais cada um só pode se orientar pelos próprios recursos, e os
que têm recursos valiosos vão aumentar suas capacidades.
Quando notam suas atitudes, estão olhando para dentro de si. Auto-análise é pesquisar em minúcias os propósitos e o que
está faltando. É conhecer o programa total e seu próprio programa, saber onde está situado a cada dia. É avaliar situações de
todos os lados, forças e equilíbrios.
O princípio e a razão é saber o porquê de estar aqui, o que estão fazendo e o porquê de ser assim; estar cientes e participar
pelo número de conhecimentos a que têm acesso.
O que prende é apenas um conjunto de reações e podem livrar-se. Vem com trabalho, é conquista que se faz, o caminho é
longo mas vai suavizando. Em determinado nível têm consciência de que se autoprogramam. São outros conhecimentos,
modos de atuar com sabedoria.
Sendo organizados têm melhor condição, sabem das resoluções no tempo e combinam seus projetos com o que trazem
nos seus programas. Reúnem meios de orientação para retornar às origens, agem com acerto e aproveitam oportunidades.
Coordenam a si próprios e estão integrados, com os níveis de energias prontos de modo a avançar. Observam a vida e por
onde passam, cientes dos efeitos causados pela energia que desprendem e da presença de outras energias influindo no
percurso.
Com devidas anotações livram-se de interferências. Quando disserem “Não quero mais isso”, vão apagar o que não é para
estar na frente e acontecimentos deixam de acompanhar.
Estejam alertas. Acontecimentos estão relacionados ao íntimo, e vocês devem controlar. São testes de capacidade para
todas as épocas.
Auto-suficiência- Os extraterrestres conhecem seus programas e o programa total, têm capacidade nas transformações do
Criador, isso é natural neles. Têm a liberdade de passar entre as leis e os tempos planetários, têm domínio sobre
acontecimentos e sobre elementos. Vocês vão confirmar quando tiverem condições de ver.
Os energéticos observam em detalhe, têm anotado, analisam e tiram conclusões. Olham o tempo passando, e cada coisa
tem de estar no local onde deve estar acontecendo. E eles cobram o tempo de todos, estejam vocês prevenidos.
Exercícios:
1)- As preocupações acumulam-se num ponto.
Que torna-se carregado eletricamente por forças estranhas a vocês e sofre um bombardeio.
Nesses momentos fiquem a sós, papel e lápis à mão.
Anotem o que sentirem a respeito, prós e contras de um tempo até agora.
Conversem consigo mesmos sobre o que está faltando, o que deixaram de fazer, o que acham que tinha de ser.
Depois confiram, analisem-se, com suas próprias condições façam avaliação.
Vão encontrar resposta e está com vocês mesmos.
57

2)- Vão conviver no campo.


Esvaziem a mente e fiquem lá analisando-se.
Façam mentalizações.
Observem o horizonte, onde os olhos alcançarem.
Façam um desenho de tudo o que tem em volta.
Vão fazendo assim e vai chegar o tempo em que vão ficar sensíveis a alguma coisa.
O que a natureza tem, o módulo tem também; e podem se comunicar.
Vão falar com a natureza mentalmente através de ondas que ela tem e vocês têm igual.
Quando forem objetivos, observarem o que se passa em torno, vão descobrir muitas grandezas.
Se a uma coisa simples dão atenção, vão sendo mais penetrantes.
3)- É preciso estar adequado aos instantes e às situações, bons ou não.
Observem a si mesmos e a trajetória através do tempo.
O que mais sensibilizar a mente, o que achar justo anotar, anotem.
Depois analisem, as anotações vão formar um conjunto e mostrar uma passagem; já é uma posição de vocês.

A utilidade de analisar-se é obter acesso ao próprio programa e controlar os próprios acontecimentos. Têm de usar isso.

33

Descondicionamento
passagem por aqui é comprimida, a condição deste planeta é da força atuar desde suas origens. São linhas fechadas,
A níveis de visão variados e relativos. Canais fechados são freqüências complicadas. O seres ouvem, ou eles vêem, mas dos
canais que estão fechados não entendem e sentem-se conduzidos a fazer só a mesma coisa. Estão procurando respostas. As
informações estão em si mesmos, porém obstruídas por freqüências. E vão saber, mas não logo.
A ausência de interferências se dá pela estabilidade que integra cores em padrões. Têm de equilibrar condições e ser
coordenação para si mesmos, detectar suas repercussões, saber o que realmente estão fazendo nesses níveis, o porquê de lutar
tanto sem resultado algum.
O conhecimento de si próprios torna possível. Aos poucos vão se conhecer, e podem ser favorecidos buscando o contato
com os extraterrestres.
Os lúcidos são mais exigentes e determinantes em suas trajetórias, não se deixam levar por muitas coisas. Participam para
que a Terra trabalhe harmonicamente e mantenha seus níveis, é processo que reúne condições para outras fases e vão passar
conscientes. Essa permanência nas reações tem um valor.
A Atenção- Há momentos em que avançam muito. Observem o que proporciona o avanço. Quando observam melhor,
ficam livres. Há diferenças entre o estar atento e o não-atento.
Os extraterrestres querem que vocês pensem, dizem às vezes por outros ângulos para que vocês acionem da forma
precisa, para que saibam empregar e chegar onde querem. Têm de ver por todos os ângulos, saber formar um ângulo
completo.
Os energéticos estão agindo, abrem fendas nas ondas locais, fazem ligações com outros canais a fim de que passem as
vossas ondas e sintam pulsos e energias de outros sistemas. É maneira de separar e adaptar a qualquer local dos universos. Já
estavam tentando chegar uma variedade de ondas para seres de níveis, são feixes, agrupam-se e ficam intensas.
O que se faz de bom uso soma e reflete já em outro tempo, brilha e tem passagem. É uma energia que soma-se à outra,
eqüivale a potencial maior dos pulsos. Começa na mente a vontade de fazer parar a rotina, de fazer uma coisa diferente do
que os demais fazem, até nas palavras e funções.
Barreira- Entre um tempo e outro existem barreiras, são vida, envolventes, oceanos de energias, diversas camadas que
mantêm o equilíbrio e correspondem à direção das mentes equilibradas. São campos quase neutros, vocês podem
gradualmente se ajustar a essas regiões. Enviam átomos, pulsando mais alto entram descomprimindo e tendo acesso, não têm
impactos, tornam-se nota musical. Saem deste tempo, estando suaves e ampliados chegam a outro nível.
Vocês são barreiras dimensionais. Quando procuram ensinamentos extraterrestres, são ajustes no nível de vida e também
na barreira.
Empenho-.Os que vão recomeçar em planetas de menor nível, quando chegar lá vão achar estranho o local e os limites.
Vão se perguntar o porquê de estar ali.
Mas têm percepções, foi dado rumo e tudo o que precisam para chegar onde têm de chegar, levam habilidades para
desenvolver. Vão usar seus valores, e nas mudanças de registros vão mudar as condições. Ativam-se recursos que não viam,
toda uma visão de si mesmos, e chega a responsabilidade.
Auto-suficiência- Há os espaços em que uns avançam mais, atravessam fases e conquistam no tempo certo. À proporção
que dão um salto para outros locais, encontram condições favoráveis, maior liberdade, entendem os deveres e tornam-se
responsáveis. Um pouco do poder estará presente. Depois de rever situação por situação, identificam o potencial e passam a
ter função sem causa, a ser governo de si mesmos.
Não há exigências, as características são essas: assumir. A transformação de si próprios faz as coisas se apresentarem.
Pondo-se qualificados, ficam menos tempo nos níveis. Isto é necessário compreender.
Exercícios:
58

1)- Vivam sem impor idéias a si mesmos.


2)- Sejam sempre amigos.
3)- Descontaminem o organismo, a fala e o linguajar.
Curem e modelem-se.
4)- Estejam corretos com os meios exterior e interior.
A mente tem de estar lúcida, bem coordenadas as funções.
Vão trabalhar com pensamentos e vão mexer com tudo que existe em forma de vida.
A fonte vai atuar e vão ajudar a vida a movimentar-se com equilíbrio.
5)- O que recebem, devolvam com suavidade.
Transmitam alegria, sons equilibrados, a paz, para obter suavemente as atitudes de todos. Inclusive da própria
Terra, dos vegetais, dos minerais, do oceano, que todos os locais possam comportar-se como amigos.
Os elementos vão girar em torno de vocês, eles também sentem o que é bom para eles.
6)- A não-reação elimina partículas que estão presentes na intimidade.
As atitudes vêm a ser outras, os condicionamentos desfazem-se, a mente abre canais.
Passam a outro local com visão ampla e voltam às origens no mais breve tempo.
7)- Não subestimem a si mesmos.
Não pactuem com o que não é correto.
Aqui nem todos gostam de vocês assim, mas são necessários seres fortes.
8)- Detenham-se apenas no que traz novas idéias.
Conquista-se o tempo pela sabedoria, com ela chega-se a todos os locais.
9)- Façam o que vieram fazer em relação ao total.
É uma vontade que organiza-se para o bem de todos de maneira precisa, com esse espaço na mente findam os
embaraços.
Vão compreender a respeito da vida e sentir perto o Criador, são o próprio suplantando condições para o seu
programa estar em ordem e vão ser recebidos como participantes de tudo.
34

Vontade

ASesivontade
mesmos.
é impulsionada pela energia pensante, tem de ser ampla e dominante no curso, para que tomem conhecimento de

o ritmo é o mesmo em vários tempos, são pulsos em velocidades uniformes; mantém freqüência e cores, a partícula
fica definida, denota força de vontade regular.
O conjunto é a vontade do Supremo. Há uma grande vontade e todos encaixam-se em níveis. Dentro dessa ordem situam-
se em qualquer local desde que a vontade seja a do Criador, estão aqui por essa vontade. Sob o fascínio dessa incógnita
percorrem o tempo, quando sair disso vão ser a incógnita resolvida.
Uso- Querer é uma coisa, fazer é que é poder. Quando dizem “eu quero”, se fazem, vocês querem realmente, provam que
são o que querem ser e que têm essa vontade que dizem ter.
A orientação da vontade faz ver prós e contras, equilíbrio e desequilíbrios. Faz estar onde querem estar e têm o controle
das situações.
Vocês trazem dispositivos, acionam para chegar aos propósitos. Atraem cores melhores e intensas, isso é usar
determinantes.
Tudo é conquistado através da vontade. Quando é forte vocês passam por cima de tudo, e quando menos esperam o
espaço está ocupado, conquistaram.
Só façam menção de abrir uma porta se têm coragem de enfrentar o que está adiante. Se querem chegar onde têm de
chegar, abram a porta e vão em frente, procurem atingir outro ponto.
Quando dizem “Eu quero chegar” e mostram que é a isso que estão relacionados, que mostram condições e situam-se de
ida; é facultado, podem receber ajuda, são facilitadas as coisas e vão estar diante do que precisam, saem para outros estágios
em outros planetas e outros níveis. As portas estão abertas, a questão é de querer.
Unem-se vocês e os extraterrestres para conduzir uma missão, e vão em frente unidos. Eles vêem coisas que só chegariam
ao vosso entendimento após muito tempo e trabalho. Já deram em parte o primeiro passo, depende de vocês se vão dar o
segundo e terceiro e assim sucessivamente.
Vontade Livre- Quando trata-se de um ser que veio de outros locais, já têm espaço próprio em sua mente. Aciona a
vontade e entra nesse espaço, ali é ação livre e sem formas, é expontâneo e segue linha reta. Fazem uso com mais outros,
intervindo em coisas que muita gente não percebe a ação. Os extraterrestres trabalham com os que usam dessa vontade, que
demonstram capacidade de ser úteis e de aprender.
Em níveis avançados a vontade deixa de saturar, não fica ativa todo tempo. Quando quer tem de imediato, a vontade é
presença. “Eu quero isso” e já está na mão.
Exercícios:
1)- Quando vão sair para outro lugar, resolver alguma coisa, antes têm de concentrar.
Mentalizem o que vão fazer, e digam: “Hoje quero fazer isso e vou fazer”.
Vejam sendo resolvido com o resultado que vocês querem que seja dado.
Depois enquanto estão no percurso mentalizem para quando chegar já não restar obstáculos.
2)- Formem coisas agradáveis e sintam os fenômenos acontecendo.
É querer e mostra-se a vocês.
59

Se querem ser estáveis, controlados, dominantes, vão ser.

35

Linguagem

OÉOscampo das reações mostra formas, estas têm suas linguagens que são usadas no tempo e têm cada uma os seus alcances.
seres têm suas informações próprias, causam o conhecimento e transmitem informações a seu respeito.
forma de identificar-se, compõem o que os seres representam para a luz, no falar está à mostra. Têm saídas para a vida
e os momentos, refletem resolvendo, assumindo e direcionando. Têm uma visão, fazem ver onde quer chegar, vão e
localizam. A energia é que tem ação e dá amplitude, estabelece ordem e precisão. Há frases que duram para sempre.
Existem as linguagens de tempo e a das origens, aplicam-se razões para estar de posse da que corresponde. A necessidade
maior está para com a linguagem original, é a base, foge ao tempo e ao espaço, dá condições de se conhecer em toda a
plenitude, mantém ritmos em posições e mostra clareza.
Variações- Os grupos possuem tempos diferentes e formam suas próprias linguagens. Pegam as palavras indicadas, com
que traduzem sua maneira de ver o existir, e pode-se aquilatar o valor do seu conhecimento.
Uns vêem de um jeito e a eles fala de uma forma, outros vêem diferente e integra outro significado. É proporcional aos
seus avanços, tem de conhecer o tempo para acompanhar. Ao encontrar os que vêem de modo diferente, dialogam. O que
acham certo está adequado ao tempo deles. Quando vêem semelhança e utilidade, integram logo.
De Tempo- Ao querer dizer é por ainda ter para fazer, ao se colocar em números é envolvente que mostra necessidade de
conviver e usar a voz. Tem emissor e sinal para ser percebido e catalogado no tempo. É de um tempo e livre de composição
de outros tempos, não faz ligações com tempos que ainda estão para desligar e afastar-se de meios.
Envia tons e emissões, mantém um estado. Se fala de tempo está constituindo-o e fica no tempo. Resulta formas, refaz
cenários, posiciona envolventes e mantém situações. Exige o que mantém nas expressões, movimenta-se em torno de
observações e tem ao que estar atento.
Está procurando saídas mas não percebe nem faz perceber o que seja luz.
De Artifícios- Seres de sistemas pegam termos da partícula pensante, misturam com termos do módulo, dos genes, e
anexam a conhecimentos artificiais. Introduzem termos dissonantes que parecem dizer muita coisa, dão seqüência que à
primeira vista parece nitidez. Mas não tem conteúdo, nem qualidade e nem atinge objetivo. Passam outras adesões porque
fazem jogo com palavras.
Quem constrói frases não sabe se é o que deve, está em flutuações e com variedade de assuntos. Suas emissões não têm
passagem, desfazem seus transcursos e perdem-se.
Ao verem que não têm mais nada para dizer e nem para fazer vão pensar duas vezes. Quem não está para mudar, tem de
ouvir. Se ouve para ser útil, será favorecido.
De Sistemas- Tem sistemas que são ríspidos e aglutinam elementos, depois deixam de dialogar na forma mecânica e não
necessitam de órgãos para falar, o módulo apenas acompanha. Desligam-se de linguagens articuladas e não compõem formas.
Em certos locais falam por ver, emitem por pensamento. Somam-se pulsos de quem emite e de quem recebe,
multiplicam-se e combinam. Aparece o que está na intimidade dos seres, em torno se passa o que apresentam, quem ouve
pode ver o que está sendo dito.
De Nível- Seres de valor dizem com termos de outro tempo, está no futuro, em outra época. O potencial dinâmico
suplanta formas, traduz unidade e energias livres.
De Origem- A vida utiliza linguagem do não-tempo, chega sem falar de velocidade. É emitida pelo próprio existir e fica
registrado em suas origens.
60

Da Luz- A linguagem da luz é a própria luz. A intra-razão não é percebida nos meios, fica sem analogias com padrões de
sistemas, para esses não está presente ainda.
Do Silêncio- O íntimo é sem tempo, não é estado e nem forma, é ciente e preciso. Vê o que a luz está vendo, diz o que a
luz está dizendo, diz em luz e sem formas, fala com poder e apagado do tempo. A linguagem é de paz e só diz o que tem de
ser mantido. Conduz o alinhamento, em cada ação está o valor, já resolvido e nada acontecido.
Não há como falar do não-tempo no tempo, é como está visto.
De Extraterrestres- Estes concluem o que a luz está falando, é vasto, domínio absoluto. Usam linguagem original que
paralisa o tempo, ao dizer tem ação, posiciona cores e faz-se visível, fica simples e lúcido. Falam em linhas gerais e
abrangências porque são abrangentes.
Se compõem uma realidade é chamado um valor útil a todos, as cores traduzem e fazem chegar condições ideais, flui o
que se estabelece como viver. Vai ao íntimo, repercute na mente, integra o saber e faz todos sentirem que devem se
aproximar dessa verdade.
Linguagem Construtiva- O que é novo usa-se para o bem de todos, tendo na frente a solidariedade e movimentam-se as
coisas boas da vida. Há renovação nas palavras e nos hábitos para o bem comum. Descontaminam o planeta para que os seres
sintam-se bem, para que as famílias tenham prazer em seus lares e sintam-se alegres. Os ambientes ficam em paz, a vida
passa a ter condições melhores. As influências vêm, obedecem critério de sabedoria que faz o trabalho fluir, tem direções
próprias a fim de que num período curto a limpeza esteja processada.
A palavra pouco usada está mais livre, mais ampla, denota avanço no conteúdo, traz característica nova e toca a lucidez,
influem os amigos com a correção das palavras e com as idéias.
Quem fala lúcido quer clareza, a personalidade muda, é a busca de si mesmo, é a vida sob vossa direção. Assume atitudes
corretas e sérias, sem perguntar a outros se está certo ou não. É ideal para atingir o objetivo que está sendo buscado, para ver
os acontecimentos definidos e apresentando-se claros a todos.
Palavras de origens e elementos verdadeiros conectam as palavras e há entendimento em toda parte. É observado e
codificado, é aproveitado e tem registros, identifica-se com o equilíbrio dos universos.
Uma posição é conquistada com fatos bem trabalhados, dentro de uma linguagem.
Encurta distâncias, é como cortar caminho, olhar do alto de uma montanha e ver claro os caminhos da região.
Poucas palavras fazem muita coisa e dizem muito.
Clareza- Tem de viver de uma linguagem que poucos utilizam e tem de estar dirigindo. Coloca-se um ângulo aberto em
que não constam informações de sistemas, diminui a influência de outros campos e direcionam-se as leis. As cores diminuem
número e ficam suaves, têm brilho e são valor; tornam flexíveis as palavras, estabelecem movimentos seguros e acionam
rápido as direções.
Ver e saber não é como parece, vêem e dizem muito bem pelo silêncio. Não tem impulsos e não estabelece comentários.
Não envolve detalhes, não reúne termos e não refere a meios. Não liga ao “ter”, não localiza raízes de coisas, não refaz o que
não existe e não faz aparecer coisas inexistentes. É livre de tendências, de comparações e de convergências. Não vai aos
níveis e não estabelece paralelos.
Pesquisem isso. Ponham as mentes para pensar, integrem com detalhes.
Precisão- O inesgotável dito foi, cumpriu-se e para o não-tempo já aconteceu, não tem mais o que elucidar. Não há
ligação com o que passou, as partículas estiveram suplantadas e também não é necessário falar nelas, estaria falando do que
não há.
O que falaram do poder e da luz está dito, só o poder diz assim. Não é para comentário de humanos, se outro disser fica
envolvido com as leis.
Poderiam dizer: “Seria bom que falasse de outras coisas”. Que outras coisas? O que está sendo dito? Não houve “o que”
ou “a quem” perguntar. Jamais vão ouvir falar, não existem palavras.
Exercícios:
01)- Habituem-se a falar diferente do que outros falam.
Usem outros termos com clareza e linguajar exato.
Falem de coisas agradáveis.
Quando escrever dêem tom de paz e tranqüilidade.
02)- Estejam atentos.
Para que as palavras os encontrem prevenidos.
E que linguagem alguma, por mais artificializada que seja, possa jamais atingi-los.
03)- Pensem e vejam claro antes.
Quem fala com lucidez vê a lucidez.
04)- Falem com ação e olhem para a frente com disposição para o que o momento vai trazer.
Em cada frase está visto, acionado e já concluído.
Mudanças propagam-se e acentuam a mudança definitiva.
05)- Tenham a voz suave e livre de apreensões.
Para que corresponda a uma nota musical em vocês, que os faça serenos e tranqüilos.
06)- Usem palavras controladamente de forma a ser bem percebidas e bem sentidas.
Faz energias fluírem e atender os locais que estão prontos a recebê-las.
07)- Saibam garantir as informações, livres do que foi dito em outras épocas.
Citem exclusivamente vossa fonte.
Para que estejam presentes e corretos, entram para valores que o poder dispõe.
É o realizar dos espaços, estabelecem onde devem ficar e sabem se manter.
08)- Coloquem no íntimo o que tenham de falar.
Ali diremos a vocês, vão saber em luz o que de melhor há para fazer, com sabedoria e clareza.
09)- Quando não precisarem falar mantenham-se no silêncio.
A paz falará.
É o valor que se apresenta ao alcance de todos, perceptível, dá as cores correspondentes com o mínimo de
palavras.
10)- Procurem ligar-se à Direção do Existir para usar a linguagem universal, definitiva.
61

36

Palavras

s cores estão movimentando-se para estabelecer ordem, equilíbrios e separações, têm destaque para que se mostrem
ACada
originais. E nesse movimento realizam tons musicais.
palavra tem valor e tem seus pontos que se expressam em sabedoria. São pulsos e movimentos que vão
combinando, ondas que fazem ajustes e tornam-se perceptíveis. São veículos de energias, trazem realizações, pertencem ao
Criador e são energias dele.
O tempo é um filtro, a palavra segue por esse filtro, aciona elementos no tempo e conduz energias aos locais
correspondentes.
Valor- Os campos ficam invulneráveis com a seletividade das palavras, é alinhamento e leva para posições exatas. Uma
visão em cada alinhamento deixa claro, faz desligar do tempo e tem acesso às origens.
Palavras claras o poder assume, tem envolventes, realizam, apanham o que querem, controlam momentos e fazem ficar
atentos, e também dissolvem o que não é para ser dito.
Existem palavras que correspondem para avançar, encurtar caminhos, que mostram locais e amplitude.
Uma coisa às vezes apresenta-se grotesca, mas são palavras certas para momentos certos, meios equivalentes para
eliminar resíduos e não constitui atitude hostil.
Acúmulos no Sistema- Reações causam impulsos e fazem ativar sistemas do ser, ativam glândulas, o sistema endócrino,
e fazem repercutir modulagens. Fica incidindo para falar mais, é movimento mecânico, gestos, cálculos e abstrações.
Quando tem muitos seres falando há bombardeio intenso das partículas e ondas, chega como se quisesse dizer tudo de
uma vez. São energias vazando, também poderiam articular menos as palavras de movimentos antagônicos e antinaturais.
Quando se está dizendo a verdade neste sistema, e há muita coisa para ser dita, a linha vai ficando interrompida, as
energias não seguem nos comprimentos de ondas e fazem muito ruído.
Limpeza- É preciso selecionar e dinamizar, melhorar comportamento de pulsos. Ao alinhar convergem menores
quantidades, aguardam instante exato, passam uma de cada vez, entram silenciosas nas passagens, fluem sadias e livres, dão
destaque à determinante. Abrem canais, fazem deslocamentos certos, têm claras direções e verificações rápidas, em poucas
palavras chegam onde querem. Ditas com amplitude são livres, entram na conquista das expressões, apanham números ideais
que têm sabedoria como palavras, têm o necessário com exatidão para todos os tempos e épocas.
Quem fala de forma suave está vendo a forma suave, fala em total e é total, procura e tem saídas.
O que condiz com as origens elimina acúmulos e o “acontecer”, desliza suave, não resta a mais e nem a menos.
Se é dito palavra que não passa, tem de retroceder, limpar e ser feito alterações, inclusive corrigir as que são dirigidas a
vocês.
Vocês estão notificados das correções, é um revisor. Analisam o que dizem, estabelecem separações e fazem as melhores
situarem-se. Substituem quantidades por amplitudes, reduzem tempo e número, fazem limpeza do que não tem base.
Outras Dinâmicas- Os sons poderiam estar mais modulados, entrar para novo espaço e traduzir em realidade. Implicaria
em substituições, outra forma que é antagônica aqui e não é trabalho para essa época que passou, então é vedada a passagem.
Em outro tempo existem componentes que justificam e avançam duas vezes mais, reduz contexto de cores e substitui a
maioria dos sons, deixa o mínimo de gestos nos lábios.
62

Pensamento- Falamos sobre palavras para que ficasse nítido, mas hoje os programas são outros e palavras não fazem
parte. Logo daremos informações sobre o pensamento, através de sensibilidade vão fazer com que tenha amplitude maior,
vão usar para se comunicar, vêem os valores expressos e entendem. Vão combinar cores em forma de expressão e refletir
onde querem, depois vão refletir o pensamento que tem controle sobre os genes.
Clareza- São meios para dar continuidade ao que vieram fazer, de manter contato quando puserem-se fora de alcance.
Mas em nitidez não constam palavras e pensamentos, não há razões para estar articulando, não vos corresponde e nem
acompanha a definição presente.
Precisão- Se não falam, como fica para entender? Estão situados no não-tempo. O que estão acionando é por qualificação
que se resolve, define e aciona os extraterrestres.
Já está na paz e no silêncio o que devem expressar. Comunicam-se através da paz para ser sentido e visto por valor e luz.
É nítido, é pelo ver e ouvido por presença.
Por ser paz é só paz e luz, tudo silêncio.

37

Não Ativar o Passado

orças que desequilibram são individuais, não se somam e realimentam idéias, despertam o que estava para desaparecer,
F fazem aparecer elementos, fazem volume e aglutinam forças para haver eclosão. Muitos sistemas voltam e mexem outra
vez no que já perdeu seus efeitos.
No passado está alguma falha. Por desejo de rever situações, mexe em dúvidas, elas mostram coisas que não existem.
Os terráqueos deveriam observar, estão ligados a fatos perdidos no tempo e desativados, ausentam-se e deixam o
presente. Como vão conquistar outros valores se estão no passado?
A razão da vida é esquecer o que não faz avançar. É perda muito grande quando um ser de valor fica parado no passado,
um só que seja. Vocês têm um trabalho a fazer.
Vêem a si mesmos no presente, e podem esquecer o passado. Não estão acompanhados de duas coisas ao mesmo tempo.
Quando todas as coisas estão presentes deixa de existir tempo, aí o que têm é pleno, vive.
Os energéticos quando vêm são o presente, estão com vocês, na sua frente.
Exercícios:
1)- Livrem-se de partículas que prendem ao passado.
Não se fala e não se ouve o que já se foi.
Estão livres do que ouviram.
O passado esquece vocês, deixa de acúmulo e saturação, diminui a intensidade no campo das reações.
2)- Consultem-se e a programação atual.
A fim de manterem nítidos os valores do presente e idéias correlatas a seres de alto nível.
63

38

Energias e Controle

inguém pode chegar e exigir, quer extrair energia. Também não pode haver sentimentalismo, já foram abandonadas as
N fases sentimentais. Não pode estar pensando em um só como exclusivo, nem permitir que esteja detendo-se na vida de
vocês, tirando a atenção.
Quando vocês saem de uma situação, em que são os senhores ali, não pode ser aberta uma fenda. Sendo senhores, sabem
fechar.
Quando é para dizer “sim”, é sim. Quando é para dizer “não”, é não. Tem de haver decisão, se deve ou não deve.
Poucos entendem vossa razão, não vêem do ponto de vista em que vocês se encontram.
Preparação- Tem de preparar a mente para outras revisões, eqüivale a reunir condições de aumentar a velocidade. Essa
energia tem de ser aproveitada para sustentáculo das partículas e têm de conservar-se numa amplitude em que não haja
aderência pelos que circulam próximo e queiram alcançar vocês.
Façam seus próprios acompanhamentos e verifiquem. Leva um tempo para as pesquisas, observações, análises; e
perceber como usar. Vão surgir idéias para manobrar com isso, e têm de ser idéias novas. Vão ser hábeis para agir e fazer uso
com total proveito.
A alimentação não é por quantidades, há processo alimentar de modo a permitir movimentos suaves. É uma condição
também para frear vossas vontades e conhecer como é que podem estar presentes aqui e noutros locais sentindo-se livres e
atentos absorvendo todo um projeto. Armazenam energias nas funções dos módulos interligadas num total como um único
átomo, corrigem defeitos e têm conhecimento de si mesmos. O meio ambiente sente-se integrado a vocês devido a passagem
livre das energias.
Ascendências são por controle, energias, níveis. A diferença está na capacidade e no nível energético. Essa é a condição
em todos os locais. Todas as coisas têm um quantum de condições de agir pelas deliberações dos pensamentos, são dirigidas
por um potencial que eqüivalha para que unam-se forças, estão aguardando o momento. Vocês ficam em equilíbrio diante de
novas condições, conhecendo-se como o poder, um ser que sabe o controle de si mesmo.
Campo- Há uma potência que já se faz estável, o aumento desse potencial induz um campo e mantém outras partículas à
distância. Operando limites não se fazem acompanhar de partículas que não são afins, isto reflete o potencial. Desconectam
das partículas ambientais comuns, exigem partículas diferentes e saneadoras. Não sentem mais a ausência de coisas que não
fazem falta. Influem no meio ambiente, querendo ou não. Ajudam a acelerar o tempo, os impulsos dados a outros corpúsculos
são maiores, outros movimentos.
Outras partículas girantes começam a girar em volta, sentem-se bem porque vocês emitem forças duas vezes energizadas,
aumenta-lhes a velocidade. Muitos mudam de opinião, procuram modificar suas vidas, saber mais a respeito de si mesmos.
Vão poder acompanhá-los aqueles que fizerem um trabalho tal qual vocês estão fazendo, e ficam menos tempo nos locais.
Expansão- As energias vão ser quase ilimitadas, participam nos locais em tudo. Devido ao trabalho ficam mais
energizados em cada local, fácil de avançar e impulsionam mais. Percebem o sentido da não-reação e mantêm estabilidade no
avanço, as cores ampliam e suavizam o movimento.
Avançam por sua própria capacidade, incidem sobre outra camada que é de energia duradoura, a função é dar energia
maior a fim de passar a outros níveis. Aproveitam o campo do alongamento de outras partículas que também percorrem com
64

muita distância umas das outras. A alto nível as distâncias ampliam, alongam-se cheios de energia penetrante para outros
campos e outras áreas de conhecimento. Nessa extensão a energia é intensa devido a unicidade reunida.
As cores tornam-se iguais e somam-se, percebem a fonte que são. Já não atraem, mas doam de seu campo. Integram-se a
outras fontes semelhantes, vão sendo uma fonte só, força única.
Conquistam todos os níveis, aproximam-se da energia-luz, estão imunes às reações e vão conhecer outros projetos.

39

Força

EHámpressões
muitos locais dos universos há reações acentuadas e reduzem o avanço das partículas. Onde reagem mais, sentem
e não têm consciência da criação de formas e de tempo, isso dá condição de seres individuais.
outros sóis que atingem com capacidade imensa na galáxia, a Terra sofre essas correções, aqui sentem o campo de
gravidade do planeta junto com intensas energias que chegam imprimindo dificuldade. Um cenário desses é tal qual um funil,
obstrui o conhecimento fundamental, faz sentir limites e controles. É nível condicionado, apresenta cores muito próximas
umas das outras e os espaços ficam pequenos, as formas ficam sob direções e influências e passam a não combinar. Se
deixam prevalecer toma o domínio e ficam por aí mesmo.
A variedade discordante de suas cores atrai e cria atritos com a força, leva-os a locais onde encontram outros em
condições semelhantes, recebem impacto do que projetam e com auxílio da força exterminam-se entre si. Estão confinados,
suavizando seus ímpetos até desaparecer o vínculo com energias agressivas e excessos reagentes. É característica de métodos.
Vão receber conhecimento da força porque não podem fazer mau uso dela.
Em locais do nível da Terra predominam números ímpares pela deformidade das cores, que não os mantêm suaves. As
cores são heterogêneas, não combinam, causam reações de modo a danificar o ambiente e fazem isso em que está envolvido o
planeta. Fazem retinir, os seres pensam na forma do metal, não têm as partes que amortecem. Ficam irritados e não se
encontram, criam choques consigo mesmos.
Má distribuição de pulsos ocasiona projeções a mais, espaços que não correspondem e leis antiquadas. Não processam o
meio-ambiente, vivem fascinados deixando elementos assumirem as posições do existir. Invertem as posições, não estão
cientes do que representam. Perdem controles e coordenadas, não são eles a decidir, não pensam por si e não sabem se eles
mesmos existem.
Envolvem-se com o que não é de origem, concepções que não são nada do que falam, sugestionam-se uns aos outros e
fazem estender uma linguagem a grosso modo, com excesso de palavras acumulando forças que poderiam estar limpas a
muito tempo e não mais existindo. Não tem amplitude o que expressam, não sabem do que falam e recebem em sua maior
parte o que emitiram, não ficam em silêncio porque não estão para a paz.
Distinguem pela visão de módulo, fácil de desenvolver. Tem outros lados para alcançar onde querem mas não
distinguem. Quanto mais fixam visão de módulo o peso vai fazendo parte, e mais ação da força que não deixa liberdade. Sem
lucidez vivem por viver, correm muito atrás de pouca coisa e depois de tanto correr se vêem sem nada.
Para esses a vida é agitada, estão fazendo uma coisa e outra vem atrapalhar, tudo ocorre se as mentes se agitam. Passam-
se informações e nada guardam. Falta decisão para acompanhar idéias lúcidas e perdem o avanço no tempo, só não ficam
detidos de vez porque o Criador não permite.
Resíduos- As idéias estão em decomposição, montanha de lixo inadequado, com palavras contraditórias. Falta coerência
e exatidão, caos assumido em que as palavras não fazem cores. Eqüivale a desajustes com efeitos nas famílias, nos trabalhos,
em todos os locais.
Já que não se aproximam de suas origens, aceitam o que ouvem, ressoa fundo em cada um e leva à perda do tempo.
Fazem mau uso das informações e denotam vida cheia de mentiras, coisas que não possuem ressonância, não há pulsos e
não têm dispositivos que acionem o Criador a abrir espaços. Não têm base nem curso para seguir, ficam a chocar-se com
elementos de mesma índole e perdem-se. Enquanto passam mentira, ficam nesses níveis até haver renovação do que foi dito.
65

Usam linguagem de artifício, então artificializam-se. É de permanência para objetos, passar o tempo buscando
conhecimentos artificiais e detendo-se enquanto podem se deter. Em todos os planetas onde passaram foi usada essa
linguagem, algumas vezes atenuante, outras cansativa, outras de timbre suave. Embora tenha alcançado níveis, é
ultrapassado, resiste à linguagem original, os conhecimentos novos estão sem meios de ser entendidos.
Limites- A cada ser que vem para viver neste planeta impõe-se a condição de não trazer conhecimento de outros locais
com nitidez. Não tem permissão de recordar suas idas, às vezes fica uma impressão de que foi a algum local. O que é de
outros locais fica lá, só tem acesso após desligar-se totalmente daqui.
A dimensão próxima, daqui mesmo, pode ser percorrida com nitidez, só daqui ficam conscientes.
Fascinação- Esse tempo fascina, é manancial de idéias, de situações e de coisas que formam um campo. Os seres ficam
extasiados e sentem dificuldade de partir.
Com a desculpa de lutar pela sobrevivência ficam absorvidos na posse de coisas. É fase inicial do conhecimento, preparo
muito pequeno deixado para medir o grau de inteligência de cada um. É dado como se dá bala a uma criança, só alegra os
olhos e nada mais. Não deveriam prender-se a coisas fúteis aqui, não servem para nada. Deixariam de brigar e de esquecer,
conseguiriam ultrapassar e ver a grandeza que existe fora daqui.
Como poderiam despertar? Um modo pacífico não os faz despertar. Vêm mudanças de toda ordem para o bem de todos, a
cada dia são dias a menos para livrar-se de condições.
Vão para planetas que tenham pulsos semelhantes mas opostos aos deles, em que um vá lapidando o outro, e o planeta e
eles tornem-se brandos. Até deixar de ser percebidos por campos de atração e não ter de passar por muitos núcleos. A força
vai ausentar-se e a condição artificial de viver fica para trás, não faz falta. Assumem outra posição, mais dinâmica em vez de
força, depois a própria força vai servir quando dela precisarem.
Cores- Os canais para distribuição das energias não estando livres, os energéticos fazem a distribuição que os seres não
fazem, e mantêm os espaços ocupados. Onde a força predominou já está acabando o seu poder. Há agora aceleração, está
entrando na pressão da razão. Canais livres eqüivalem a clareza na vivência dos seres, liberdade em suas idéias, têm expansão
e não conceitos de sistemas. Suavizam a energia, as cores circulam livres, e obtêm o que merecem ter.
Seres de grande potencialidade controlam energias planetárias e têm meios de parar ação da força. São cores dizendo que
devem ser ouvidos e são a palavra final. Só eles mesmos alteram o que fazem.
Movimento é estar no lugar certo, saber as razões de estar em um universo e o que estão realizando, suplantar condições,
anular fatores contrários e trabalhar para que os sistemas tenham distribuição desejável.
Exercícios:
1)- Aprendam a não reagir.
E vão ter o controle das situações.
2)- A comunicação com o total deve ser estabelecida.
Para se ver unidos, em paz e dentro de razões universais.
Para haver atitudes lúcidas, perceber-se como existir e ver que sempre existiram.
66

40

Clareza

os impulsos têm histórias e tudo que pensar. Projetam espaços e mais espaços, complexos e reações que mostram
NIlustrações
variações no tempo, e dão a sensação do que não são.
são maneiras de estabelecer, de passar pelos meios de estudos e se ofuscar com elementos. Traz envolvimento
com as marcas e com a massa corpuscular. Vê por “conhecimento” interpreta caracteres e descreve o tempo. Está para
números, medidas, pesquisas, observações e análises. No turbilhão das idéias juntam-se com outras e ficam detidas para
eliminação.
Não se chega a local algum com coisas a mais, servem num momento e depois não servem, tornam-se peso. Esperam-se
épocas, acionam-se dispositivos para que a energia fique livre e sem formas, o tempo ausenta-se e desaparecem estados de
coisas que eram apenas elementos compondo.
Estabelecer convenções para que? Em nada constituem e nada dizem.
O que haveria para conhecer? O que estariam buscando? Quem busca sem saber se ver, o que encontra não é a paz.
Qualificação- Tem seres livres de campos. Há explosão dinâmica das cores para estarem abrangentes no poder. Sabem
das energias que os compõem, os universos dos quais fazem parte e como fazer modulagem.
Ouvem, estabelecem o que foi ouvido. É a base, razão de chegarem conclusões, mesmo sabendo que não necessitam disto
e nem de razões.
Passam informações lúcidas é estar de posse de qualidades e valores. As linguagens utilizadas são claras, é perceptível a
que amplitude estão.
Manter-se no íntimo já está no realizado, percebe a qualidade em que não tem o que refletir. Não é que está se vendo
diferente, está se vendo em luz, em sabedoria, um só.
No estado de mudanças, como age a luz no tempo que já se extinguiu?
Destaque- Lúcidos não se abstraem, não se vêem como ponto. Não há o que possa “ser”, não há “aquele” e nem “esse”.
Não determinam o que não necessitam e não ligam-se a funções que nunca houveram.
Não são em relação a meios. Vivem sem coisas, não há perdas, nem precisam estar requisitando.
Não estão nas redes de ficções e alternativas. Não estão mergulhados em espaços e nem tempo.
De nada participam, não estão para mesclagens e não fazem parte.
Não trazem e não fazem uso do que é do tempo, eliminam as leis do tempo e está ganho o tempo.
Energias ambientais não os atingem, por saber que não devem invadir espaços. O que quiser tirar de posições verdadeiras
não está presente.
Não vêem formas e nem movimento de corpúsculos. Imposições genéticas não tomam lugar de informações originais, ao
cérebro não faz sentido.
Não olham para trás, não dizem e não esperam. O que passou não pensam e não registram.
Não existe o medo, não emitem e não torna-se presente.
Não espelham-se nas sensações, não é pelo “sentir”.
Limites tem, quem limites faz. Quem age sem limites é ilimitado.
Não-Ter- Estão sanadas as leis, espaços e vestígios. É amplo, campo aberto.
67

Não há cenários, não há universos, nem constelações, paralelos, planetas e nem agrupamentos, não há registro de
mecânica, nada aparece e nem consta. Não tem nada à frente, só ausência de coisas. O que não há, não interfere. Não tem
estímulos do que não há e não tem como se aproximar do que não houve.
O caminhar não tem “onde” para querer chegar, não tem “onde” estar, não estão aqui e nem em local algum. Não estão
vindo e nem partindo. É ponto zero por se ver em precisão.
Vasculhar não tem necessidade. Não há “o que” ou “quem” necessita saber e nem apresentar, não há o que pronunciar.
Não está começando e nem acontecendo, na verdade nada aconteceu.
Paz- Esta não se precisa estabelecer e nem saber o que é. No tempo não houve como saber a respeito. Não é conseguida
por números, não é um conjunto que possa ser e não tem cor.
Não se alimenta pulso do que não vê pela paz e não se procura o que não há na paz.
Exercícios:
1)...Não estejam para “ser”.
Por não “ser” não tem o de que fazer “uso”, está para o “não-ter”.
2)- Não se diz “minha” vida.
Viver é o “não-ter”, sem peso, sem dependência, sem vínculos e sem movimento.
Pois não são causas e nem efeitos.

41

Ver

“não-ter” é visão do íntimo, exclusiva, linhas abertas. Está na luz, é a própria e mantém controle dos pontos que vêem
OVive
multiplicidades. Faz com que toda essa unidade se perceba em luz, é fundamento para as fases avançarem.
pelo que vê. Está olhando para as origens. É a paz que se vê pela própria paz e o poder mantém como visto.
O que a vida diria a si mesma? A paz não tem de que falar.
Exercícios:
1)- Não vejam-se como resposta de coisas.
Não vão se colocar para situações e nem para mostrar soluções.
Não vão se ver no tempo, nas fases, e nem como se tivessem continuação.
2)- Vejam-se em paz e vivam em paz.
É o saber.
Vêem solução e conclusão.
Influi no que possam pensar.
Mudanças se estabelecem rápido.
Exerce potencial através da força, dinâmica e poder.
Sintam-se bem garantidos por serem a própria paz.
3)- Vejam resolvido como está para a luz.
Antecede ao que poderia acontecer, fatos não precisam constituir-se.
68

42

Valores

Todos são livres para decisões e ao mesmo tempo usar correto o que têm. O potencial fica ampliado, os valores ficam livres
e correspondendo ao que o momento exige.
Seres de decisão através do tempo mostram valores, fazem o que compete fazer e ultrapassam épocas, chegam onde
outros não chegam. O potencial abrangente preenche faltas, é valor para os demais terem melhores condições. Desobstruem e
fazem outra seqüência, há definição e as épocas ficam suplantadas, espaços avançam e ficam sob controle, aparecem os seres
suaves.
Os que nos primórdios foram chamados “deuses” e “semideuses” são de posições e de valor, abrangem sistemas e os têm
sob controle. Fizeram presença e em todas as épocas edificaram em paz. Ao falar “extraterrestres” fala-se em paz e luz,
assumem o que cabe a eles assumirem. Auscultam os universos, vêem suas necessidades e o que é útil a seus habitantes. A
aceleração está maior para retirar seres do tempo, é fácil estar livre de estados e eliminar fatos que ocorrem com módulos
sucessivos.
Com a próxima civilização o potencial vai aumentar e vão estar presentes outros valores, com acesso às energias
universais na medida que lhes corresponde. Quem estiver na direção do planeta vai apresentar um valor controlando outros
valores e vai fazer chegar energias que estiverem nos limites.
Luz- A Direção do Existir tem a todos, e que vocês possam ter o existir também fazendo passagem. Tem no momento
exato, em tempo preciso. Sejam lúcidos e favoreçam. Os que ouvem e desempenham o potencial que têm resultam em grande
pulso nos níveis.
A luz sabe, vê e identifica. É o valor pelo qual a vida está a se empenhar. No seu estado independente de viver está
presente e vai se apresentando. Não tem coisas fazendo parte, não tem estágios e nem níveis. Não tem visão de planetas ou de
sistemas. Não faz conquistas, não precisa estar fazendo movimentos.
Quando se fala na luz os pontos pulsam, os sistemas planetários fazem movimento de avançar como se estivessem tendo
já decisões. É a ansiedade de estarem autênticos na luz.
Quem sabe a respeito da luz vê sem pontos e sem formas, é íntimo dela. No íntimo da luz está o que quer, fala do que
sabe e desliza sobre energias
Paz- A vida é paz e precisão.
A paz não ouve, não recebe, não emite, não tem o que falar. Não está para acontecimentos.
Qualquer outra afirmação que não seja a paz envolve-se com as leis.
Observem o que foi dito em relação à paz.
Exercícios:
1)- Se querem a paz vivenciem-na.
Quando vão realizar estejam em paz.
Estejam certos do que buscam.
Mantém no momento de vocês, evita formação de fatos e não são pegos de surpresa.
2)- A paz é o centro da causa.
É valor para qualquer impressão.
69

É ação e direção para sanar, deixar de ter e de haver.


3)- O que é assumido com a paz ela assume.
Os canais ficam livres, no ponto máximo, decisivos e transparentes.
4)- Transmitam a paz.
Nisso está visto em luz, concluído, solucionado, presente.

43

Artificialismo

eterminados tipos de energia envolvem e trazem partículas elementais que destroem organismos, tal qual passar
D bactérias. Mantêm os seres em idéias de conhecer tudo, no que precisam saber vão estar sempre começando. Implica em
permanência no campo reagente, envolvem-se com as formas e vêem-se como coisas, cedem posições aos elementos e ficam
suscetíveis de ser confundidos com os mesmos. Nas faltas estabelecem para si, comprimem, têm muitas ligações e mantêm
estados de ansiedade.
Têm em si informações de origens com que avançariam em qualificação, mas durante a permanência nas reações
afastam-se dos princípios e apegam-se a informações deterioradas. Artificializam-se e o campo fica oposto, a mente toma
formas e mais formas. Os genes captam informações artificiais, e o que acumulam de coisas a eliminar é extenso. Para sanar
fazem esse trânsito pelo artificialismo.
Mexe na parte artificial e com forças que estavam inativas, estas desvinculam e distribuem-se, começam a repercutir em
cadeia. Moldam condições precariamente, acarretam doenças e desequilíbrios em tudo.
Vêem-se numa parte que não existe, tal ficção está só neles. Conjecturam suas próprias razões e as mantêm, constando
para mudanças a fazer e detidos em finalidades.
Falam diferente da realidade, é ao contrário sua visão e sua lógica. Seguem focos que não se mantêm, mostra-se em
aparências, efeitos. Sem ordem, absorvidos em variações e campos movediços, abstraem-se no que atende interesses inúteis e
deixam vazias suas vivências.
Seu tempo acha-se tomado, sujeitam-se a empregos em fábricas e todos os locais. Ficam dando volta em círculos, o
tempo passa, ficam velhos. E de momento deixam este local, vão para a outra dimensão e lá eles não têm nada. Os que
trabalham em excesso pensando em ter os elementos, acumulam forças de atração que rompem barreiras do próprio ser
permitindo uma falta na razão, tornam-se confusos consigo mesmos. São condições de viver para as quais não sabem as
causas.
Onde não falam por paz acionam ondas no tempo, há choques e repercute em torno dos espaços, o tempo posiciona-se
contra e age na violência e agressão. Isso indica que deveriam usar seus potenciais para devidos fins, deveriam todos
conversar e se entender.
Os programas curtos não dão alcance maior, há muita diferença de tempo, percorrem longo transcurso e faz desestimular.
Repetem sempre a mesma etapa, longas vivências em planetas inóspitos numa busca que não leva onde têm de chegar. Não
encontram saída, voltam para outro caminho e recomeçam, depois está fechado outra vez. Em outro local também não dará
certo, não podem mais ficar em local nenhum, torna-se ponto zero. Não avaliam o porquê disso e as contingências que os
acompanham.
Sempre falando, projetam certos caracteres para atingir a linguagem e dar interpretação. Seus termos limitam, só dizem
do que podem ver e só emitem opiniões.
Ao verem novas perspectivas identificam-se por estados anteriores. É ficção que traz tempo encerrado e já deveria ter
passado, recuam no tempo e acham que é o presente. Essa falta de observação constrói momentos sem saída e não tem
energia para as épocas.
70

Juntaram muitas idéias, poucos resultados foram bons e no entanto acham que tiram proveito. Dizem não haver coisa
melhor, dizem-se “avançados” e acham simples os extraterrestres. Dizem que “progridem”, que têm muito “avanço” no
campo da ciência, mas fazem coisas de crianças e levam faltas ao tempo, não chegam à qualificação de ter domínio. Por mais
que se digam inteligentes, a inteligência só, não atinge à frente e nem a outros espaços, só atende necessidades locais.
Acham “novidade” as coisas de um tempo por estarem a ele condicionados, que uma civilização é adiantada se tiver
tecnologia. Acham que os seres do passado não tinham nada a oferecer porque não tinham isso que os atuais chamam de
“avanço”.
Esse poder que cultuam em meios artificiais passa alternativas, não tem sentido e nem valor. Não é saber, e sim
conhecimento suplantado. Dificulta estágios em sistemas, não tem apoio. O que chamam de “evolução”, para o existir não se
constitui em coisa alguma.
As posições em que transitam chegaram por movimentos que não têm nitidez e para mostrar-lhes que é apenas conjunto
de elementos. Foi dado em parte, para alegrarem-se e ter com que preencher o tempo, tinha alguma coisa de básico mas no
todo é superficial. Não conta com a sabedoria, não encontra saída e nem torna livre. Não conecta os valores em um só e não
faz ligações com outro tempo, não tem seqüência e nem para onde ir. Pensaram ser caminho para avançar através de meios
sem conhecer a energia-luz, que não precisariam saber o que é o íntimo de todos. Daí as mudanças, vai sendo interrompido,
deixa de registros e perde-se por aí mesmo.
Estão perdendo as origens, esquecendo que têm condições maiores. Poderiam estar numa escala ampla e perceber os
demais que compartilham os universos. É dada extensão muito grande, mas esses dizem “Só quero a mínima parte”, negam-
se a ver. São falta de acertos, de bem-estar, de sabedoria. Falta tudo. Não sabem e nem percebem o que está sendo feito, que
estão dispensados e não se conta com eles. É posição inversa, um lado oposto, e nesses níveis estão contidos. Não têm a
quem recorrer e nem como receber assistência, não há liberdade e são vigiados. Não se pode querer acompanhar tais seres.
Não é pelo conhecimento que os locais representam, isso deixa o espaço quando a própria luz mantém acesso. Primeiro a
ordem, depois as informações passariam limpas e a sabedoria seria muito avançada.
Para sair desses espaços vão avançar em função do recolher do pulso do Criador e vão sofrer porque há intensidade no
retorno.
A sabedoria do tempo, aqui ninguém mais tem. Tão condicionados ficaram que o tempo parou. Esse velho tempo que
abrigou tantas culturas, tantas civilizações.

44

Credulidade

OSescoisas
crédulos vêem de formas diferentes, e ao mesmo tempo ausentam-se por concepções que não são claras. Propagam
que em planetas lúcidos não são aceitas. Tornam-se hostis e a verdade está olhando de frente todos eles.
criar fantasias, quando chegar do outro lado, na dimensão próxima daqui, vão estar diante de fantasias e vão ter de
lidar com elas. Estas movimentam-se, dificultam e fazem oposição. Alguns quando chegam a esses locais dizem que
alcançaram o local almejado.
Quando apelam acentuam o clímax de suas partículas, movimentam em todos os sentidos e às vezes sentem-se bem num
desses movimentos, acham que foram atendidos. Mas não completam a necessidade, são apenas efeitos.
O que sabem de si mesmo e em relação direta ao Criador é quase nada. O que eles têm, o que aprenderam, o que
conquistaram são as sobras, quase nada. Não avançam por si e desconhecem o fator que os tiraria desses caminhos, nem estão
capacitados a acionar dispositivos e ter consciência de toda uma organização.
As chamadas grandes potências fazem uso da credulidade para manter absorvidos os povos.
Fábricas de Consciências- Existem campos unidos por forças de atração, formam agrupamentos fortes como buracos
negros e puxam tudo, são idéias que absorvem as mesmas idéias e mesmos conceitos.
Apanham o que precisam sobre idéias já existentes, que estão habituados a dizer e fazer. Não sabem de onde tiram, mas
está presente por força de atração. Processam difusão corrompendo os que estão dentro dos mesmos níveis, imantam, fazem
acompanhar e redistribuem para fazer uso deles.
Vão projetando acontecimentos, processam-se indefinidamente e voltam aos mesmos níveis. Deixaram de aprender lições
de grande utilidade e acharam que avançariam faltando condições.
É pulso dominante desta época e liga a pulsos que estiveram na Terra no passado. Não é desfeita uma forma-pensamento
de um dia para o outro, restam fagulhas aqui e ali, detritos de épocas e de um pulso a outro. A Terra apresenta resíduos muito
graves, peso e acúmulos que têm de ser eliminados.
Não há limpeza na mente desses seres, realimentam detritos e vão estar com reservas semelhantes às partículas
aprisionadas em armas nucleares. Persiste por algum tempo, vai sendo repassado e eliminado gradual, até vir outra condição e
sanar pelas raízes todo pulso dominante.
Campos Neutros- Existem forças dentro desse universo que vão juntando-se. São campos neutros, como que parados,
fazem limites para outros e impedem de se organizar.
Uns são o sentido de não estar presente, só tem aquelas existências que lhes são próprias. Outros são reagentes, a
continuidade dos meios físicos; vão querer ter conquistas, domínios e manter a devastação.
Não são vistos diretamente, mas existem pelo seu potencial. Vocês estão pensando e se não têm definição própria caem
na dependência desses campos e seguem a mentalidade de outros, participando de idéias alheias. São vocês e mais outros
fazendo coisas que só mais tarde param e vão discernir o porquê de o ter feito. Ficam confusos e depois perguntam: “Será que
sou eu mesmo? O que estou fazendo?”
71

As zonas quase mortas, mas não são mortas, são muito próximas aqui da Terra. Nessas zonas estão presentes também as
ondas de rádio e de televisão. E vocês têm de se pôr acima da amplitude dessas zonas.
Observem a si mesmos para evitar idéias coletivas que estão no ar e que levam a lugar nenhum. Têm de fazer tudo com
conhecimento, mostrar que são vocês mesmos e não são outros.

45

Lidar com Seres Artificiosos

ma posição está presente e as situações apresentam-se de maneira a querer envolver, a querer ser distinguíveis e mostrar
UNão
o que não têm e o que não vêem.
podem causar impressões ou dizer: “Eu vou falar”. Não devem se infiltrar com aparências de perguntas que queiram
pegar desprevenido e falsos argumentos para atingir. Imprimem pensamentos tal qual lanças e a linguagem é agressiva. São
níveis fechados e mantêm recuo no tempo porque suas palavras estão no tempo. Outros querem extrair ou eliminar valores
com expressões que não dizem a respeito da verdade, ou fazem perguntas com meios.
Os que procuram estabelecer diálogo procuram estudar e saber como vocês entram com sabedoria onde eles se
contradizem por excesso de palavras dos meios dos impactos. Ficam perdidos, não entendem e não chegam, é complexo aos
sistemas. Encontram-se os que dizem que falam bem, e colocam uma palavra para vocês colocarem outra e ficar junto com a
deles.
Muitos querem mostrar que não vale ouvir e nem estar compartilhando, acham que isso que vocês mostram não tem
razões. Podem perguntar: “Que ponto de vista vocês oferecem para mexer com os terráqueos?”. Mas não sabem como dizer
que vocês são sem visão, que não têm meios para trazer ordem aos sistemas.
Respondam excluindo o que não é exato. A luz não está para comentários sem nitidez, quando mostrarem suas
conjecturas mostraremos outra situação. Não tem explicações e não tem discordar, mas as respostas vocês têm. Onde outros
queiram levar, vocês já estão.
Conjecturas- Há quem possa com eloqüência querer falar, surgem palavras desencontradas e vão perdendo clareza.
Conversam muito, incluem coisas ditas como novas, entram em assuntos que não são para entrar, fazem uso de tendências,
comparações, convergências, e tornam-se grotescos.
Há os que apresentam-se como se fossem extraterrestres para dar mensagens, falam com variações e não sabem se
definir, não têm nada para dizer e falam do tempo. São formas, representantes de si mesmos e estão dissolvidos no tempo.
Os chamados “ufólogos” já fizeram uso de informações que dizem ser de extremo valor que extraterrestres apresentam,
tem de saber de quem partiram tais informações. Querem usar os incautos, explorar e deixar no vazio. Começam por não
reconhecer a posição de vocês, querem equiparar as informações deles com as vossas, tentam extrair palavras que tiram o
potencial, depois dizem que vocês não têm atributos para processar mudanças.
Passagem- Vão aparecer os que queiram conhecer. Tem os que vão querer aliar-se por questões que eles desconhecem,
só por terem ouvido falar. Outros vão querer passar, mas não se invade espaço dessa ordem. Não tem mais aqueles que
possam aderir. Para muitos esse encargo é pesado e afastam-se, necessitam de proporções para aquilatar e acompanhar bem o
momento.
Começam a querer analisar vossas ondas e não chegam onde pretendem, vasculham a orla e não encontram entradas, não
acham o espaço que vocês determinam. Ficam olhando para o tempo enquanto ele avança.
Outros vêem ocorrendo o que vocês edificaram e vão pensar se é verdade o que estão vendo. Ficam voltados por serem
vocês o controle do que se passa. Vão saber o que vocês são para a luz e que estamos com vocês. É difícil ver um poder
72

atuando, são amplitudes e não movimentos deles. Vão dar interpretações das mais variadas, porém só vão mostrar formas,
diversidades, elementos, aspectos superados e ultrapassados. No contato eles vão desobstruindo e apresentando nova visão.
Por fim os que não assumem esta posição vão ter outra que vai ser de contingências.
Atentos- Não vos preocupeis com aspectos e nem com os que emitem outros conhecimentos, não absorvam tais
informações e não deixem que vos passem coisas inúteis. Não deixem convergir com mentes de níveis, não dêem espaço e
nem fundamentem-se no que vêem nos sistemas, não envolvam-se em movimentos locais e não estejam se movimentando
sem valor. Não assumam com quem não tem base, que não têm meios para mostrar que são íntimos da luz. Não pactuem com
mentes portadoras de detritos e excesso de partículas a cores.
Outros não devem vos conferir atribuições ou querer instruir-vos, ou querer contrabalançar. Não necessitam do que
outros falam a respeito do vosso trabalho, não precisam que vos dêem valor, e nem de homenagens, não é base para vocês. A
luz é que diz o que é bom a todos.
Se deixar espaços abertos alguém vai tentar abrir fenda no local da abstração. Quando vos fizerem algumas solicitações
que pareçam agradáveis, fiquem na expectativa do que vem a ser, são percebidas e atingidas para não avançar e nem formar
tempo. Olhem onde tem coisas que não são da ordem que vocês ocupam, a querer fazer de vocês o que não tem a ver ou
queira situar-vos à parte. Tenham cautela com os que dizem ter e não têm, que dizem ser e não são, que dizem “eu vou” e não
vão. Não há mais que estar ouvindo esses pontos, não percam tempo com seres que não entendem que vocês estão resolutos
para mudanças.
Os que não querem ouvir tornam-se inconvenientes, os adversos perdem. Por estarem nas condições individuais,
visualizam uma coisa e a barreira se estabelece, os canais se interrompem e não sabem as razões. Vão ficando abstraídos da
realidade que contestam, não têm idéia de que é o valor que pode estar para eles e perdem o momento preciso. Depois são
eles que vão ter de reunir condições e chegar para não ficarem com espaços vazios. Em outro tempo voltam para ouvir o que
foi perdido.
Já é tempo de compreender e ter atenção para com a Direção, os que ouvem têm passagem. Conta-se com os que somam,
que fazem acompanhamento, que as correspondentes são presença. Tem de reunir valores para qualificação e tem de ser
elementos que reduzem impactos. Para chegar tem de justificar e só em casos especiais, trazendo sentido para que o trabalho
seja favorecido.

46

Grupos

NHáãoaberta.
está para todos porque tem um nível. Não se passa de uma fase a outra pelo simples querer, não encontra uma porta

os que sentem-se atraídos mas não traduzem valores que indicam controle sobre as demais fases. Esses têm de
permanecer onde mantêm afastamento porque causam incômodo. Há os que gostam de muitos participando, ouvindo e tendo
acesso, não precisam de muitas convocações, vão chegando porque tem como e está determinado para chegar, esses têm
muitos locais para estarem presentes. E tem locais que se mantém porque seus integrantes necessitam estar nos sistemas em
passagens pelos grupos.
Muitos já vêm de outro tempo com determinação de promover um grupo forte. Depois deixam-se envolver e perdem-se
grandes conquistas.
Houve tempo em que foram ofertados ensinamentos de amplitude e seqüência de valores, e como usar funções nos
sistemas planetários. Alguns foram limitando quando os esclarecimentos chegavam, certamente por não necessitarem, quem
precisa recebe. Deixamos de passar com intensidade para os que obstruíram. Por terem e não saber, ou não querer apresentar,
envolveram-se e apanharam coisas desnecessárias, houve comunicações distribuídas em excesso por aqueles que aliaram-se a
formas de indecisões.
Informações apanhadas através de sensitivos, tem de ser verificado o potencial energético de cada ser, averiguar e
constatar para que não digam que foram extraterrestres que informaram. Dispensamos qualquer ser que passe informações
que não são nossas.
Vão chegar a uma só conclusão: Perderam tempo precioso envolvendo-se demais, potencial mal aproveitado em
atividades inócuas. O que outros têm é para eles, não justifica querer mostrar o que não é de vocês. Conhecimentos
extraterrestres não podem ser deteriorados e nem confrontados com outros. Tem os que vão dizer que não sabiam como teria
de fazer, se era exato ou correto. Tais comentários não eqüivalem a ter valores. Para esses as rotas planetárias são o meio para
retornar à mesma fase e trabalhar para desvincular de acúmulos inúteis, de palavras vazias e do desperdício de energias.
Diversos ficam na dependência, querem sempre a presença dos extraterrestres. Ao verem um pouco que estes afastaram-
se, ficam indecisos e já não são mais os mesmos, deixam de lado as pesquisas e desvinculam. Ao fugir perdem a capacidade
que tinham.
Há os que só querem para si, infiltram-se e tiram proveito enquanto podem, deveriam querer para transformar e avançar.
Também há predisposição de misturar informações limpas com coisas que não são justas e nem corretas, querem agir
concernentes com sistemas, deturpam, falseiam, vendem.
Separar-se em muitos segmentos também é maneira de se ausentar dos extraterrestres.
Foi dado informações em TV e outros alcances, chegou aos limites e não teve para onde avançar. Não foram informações
com que se contava para definição, tem de mostrar clareza e ver o que é necessário.
73

Exigências- Extraterrestres trazem informações e pedem que não sejam deturpadas e nem vendidas. Não pactuam com
falsas informações. Não vai ser bom para quem falseia, e já deveria estar bem claro que não podem comprar os
extraterrestres. Não podem dizer que os extraterrestres estão divididos. Queremos todos trabalhando, e não conjecturando
coisas sem valor. Os que usam de tais expedientes não atingem sucesso, estão como pontos desnorteados. Por essas razões o
conhecimento neste sistema hoje apresenta divergências.
Acompanhamento- Para extraterrestres tem unidade quando é para definir. Dão informações corretas aos que estão
ligados a conhecimentos de origem, cobrem espaços, é uma linha só, a todos.
É dado espaço para atuar, é dado apoio e depois deixado a trabalhar por conta própria a fim de ser observada a
capacidade até aos limites. Observam o equilíbrio e até onde devem confiar, é fundamental, têm de saber se há condições, se
é para bom uso e para avançar. Ao ser realmente o que se espera os extraterrestres abrem áreas, atuam no campo mental e dão
condições de superar quaisquer obstáculos. Há um processo que levaria pouco tempo, em atuações adequadas estaria
conquistado.
Movimentos Ufológicos- Poderiam estar em situação bem melhor, poderiam se unir, participar em uníssono e fazer um
trabalho amplo e mais útil, com pronunciamentos lúcidos. Há grandes mentes nessa pesquisa.
Acham que estão sozinhos? São importantes para esclarecimentos. Os próprios extraterrestres têm interesse em ajudar
para que se façam aproximações com facilidade. Se dessa maneira forem obtidos grandes êxitos, será dos ufólogos o mérito.
Encerramentos- Através das épocas abreviamos toda uma dependência, deixamos de atender grupos que foram
eliminados do valor decisivo por não representarem mais o que viesse definir, não tinham capacidades para estar de volta,
não seriam úteis e nem bem-vindos. Com a falta de visão dos que deixam o tempo passar não ofertamos facilidades,
encerramos contatos para os que não olham o que querem e não estão propensos à lucidez. Fechamos grupos que não
condizem com a realidade e que não têm compromissos com os demais que se dizem amigos, deixam de produzir o que
produziam e vão sendo retirados em sua maior parte.
Alguns grupos têm interesse em comum mas já sentem-se cansados, a saturação chega ao ponto de não poder continuar e
desagregam. É potencial que falta dinamizar, mas vão sendo ocupados e as coisas vão se posicionando. Querem saber de
onde partirá o movimento amplo, vão ter mais clareza ao estar presente a fase mais avançada, vão despertar e querer se
apressar.
Os que procuram ser úteis trazem valores acentuados, têm acesso a campos que não são observados e mostram ordem. Os
que estão fazendo ligações vão estar atuando, os que visam esclarecer progridem, os grupos que têm vida própria avançam e
vêem claro seus objetivos. Os mais avançados sabem com precisão o que ocorre nos sistemas planetários para realizarem seus
projetos.
Precisão- Tem locais que são mais reduzidos, sabem que não pode haver aumento de número nesses locais. Existem
locais que são menos ainda, muitos pensam que por ser mínimo vai acabar e que o pulso vai desaparecer, mas aquele
movimento é a força maior, é o poder que está presente. Vão falar sobre os extraterrestres, o existir e os energéticos. Vão
repassar idéias ligadas ao programa total da Direção, é tal um corpo estar dentro de outro e não ser percebido o que está
acontecendo.
São raros a passar informações precisas, de início trazem-se informações aos que têm ligações com o programa
extraterrestre. Descentralizam e repercutem, passam a certos grupos para que analisem, está alinhado e flui em conjunto,
muitos entendem e há limpeza.
Quando é dado para um ser ou para um grupo, é para aquele, tem permissão de fazer o melhor uso. Há muita coisa
envolvida, são aplicações e envolventes. São mantidos estabilizadores para a informação estar livre de influências e de
aproximações estranhas à Direção, impede de entrar na mesma freqüência o que não está nos comprimentos de ondas. Não
pode outro estar na cena para fazer uso pessoal, não sabe o que está ali.
O movimento principal organiza-se e quer resultados, direciona para ficar claro e faz acontecimentos chegarem.
74

47

Violência

iolência é movimento que não está organizado, conjunto de reações que acontece nos módulos. Também ocorrem outras
V influências, o que os seres pensam transmitem, isso repercute e faz com que energias presentes nos universos reajam. No
caso de seres agressivos, que não se estabilizam, transmitem vírus. Há distúrbio no interior das partículas, aciona para sua
parte exterior e o vírus se propaga.
As reações são um dos primeiros aspectos que os extraterrestres vêm canalizando e isolando. Os seres que tinham reações
foram pegos e isolados em alguns locais. Com isto diminui a incidência.
Entre os mais agressivos estão os que acham-se isolados na Terra. É a razão de ter aqui várias espécies e muitos
agrupamentos.
Cores- Os terráqueos não sabem o procedimento e reação dos genes de cada um, a diversidade em suas cores gera
complexas reações, alteração nas energias e no comportamento. Essa falta de estabilidade causa distúrbios de toda ordem, e
os organismos diferem uns dos outros por haver diferentes reações. Em contato com outros a maioria desorganiza-se. Poucos
são os que têm comportamento melhor, reagindo sob controle.
São átomos que não podem ocupar posições de equilíbrio. Para alcançar a energia que lhes falta, muitos chocam-se uns
com os outros, transferem isso para um determinado limite do seu espaço, e a energia fica atuando ali. Vão entrar em choques
sempre até haver mudanças e ter impulsos de subida para outros níveis.
Tratamento- O necessário é tratamento, as cores têm de ser cuidadas para que os padrões se processem. No caso dos
terráqueos é “se” houvesse tempo para isso.
A maneira de fazer com que esse resíduo imprestável desapareça é queimando. Fogo é medicamento e vão ser limpos
com fogo. Armas nucleares vão ser usadas num conflito generalizado próximo e vão descontaminar, mesmo que seja
desagradável vai queimar. O tratamento será feito após em outros planetas condizentes para cada situação.
O principal é feito pelos extraterrestres na intimidade das partículas e nas cores, para mudar o estado da energia e acionar
dispositivos que organizem um módulo pacífico e homogêneo.
Utilização das Reações Nucleares- Quando houver a guerra nuclear neste planeta, os extraterrestres vão estar no meio e
vão fazer uso do que foi testado em laboratório. Vão amortecer os aglomerados dessas partículas e usar em planetas que estão
na mesma fase da Terra. Reúnem condições para levar os universos onde estão situados planetas desse nível a mudarem sua
forma de agir.
Fazem-se experiências para começar logo. A maior parte das condições para descompressão acelerada realiza-se em
laboratórios. Os prótons vão sendo substituídos através de captação, fazem-se drenagens de um local para outro. Partículas
pesadas são substituídas por outras leves e ficam nos universos como energias que amortecem, menos radioativas. Energias
que estão reagindo intensas já vão entrar em decadência.
75

Novo Local para os Agressores- No planeta para onde vão se transferir os que usam da força, a atmosfera irradia numa
proporção muito grande a condição ambiental, todo o produto do solo fica disperso na atmosfera.
Vão sofrer com a presença intensa dos metais em proporções muito grandes. Vão ter de cortar e fazer uso.
Os vegetais acham-se em muitas partes do planeta, sofrem a interferência desses minérios, suas folhas não são deliciosas
nem delicadas. Vão ser replantadas para ser feito uso e precisam de manuseio melhor.
Na sobrevivência e no contato com o meio ambiente vão ter mais cuidado e atenção que com eles próprios porque
poderão se prejudicar muito. Tem de saber proceder para não arcar com as conseqüências.
Vão despender tempo com trabalhos e viver aglutinados em obras com que não contavam, que se exige para
sobrevivência. Que vão dar outras características e retirar deles a formação que levou a se precipitar.
É estar num labirinto, tem de saber sair. Não sai com escárnio e nem com atitude hostil.
Vai haver lamentação, deles próprios dizerem outra vez: “Onde está o Criador?”. Vão ter longo tempo para avaliar o que
perderam aqui.

48

Este Sistema

m outros locais deste mesmo universo foram realizadas limpezas, o que estava repercutindo de forma inconveniente foi
ETerra-
transferido.
Nos primórdios estabeleceram-se programas e foram previstos acontecimentos. Referente a este sistema indicou-
se que aportariam aqui seres degradantes, trazidos por obstarem o avanço em outros locais, não compõem com seres limpos e
não podem estar no mesmo espaço deles. Foi mostrado razões, teriam de se ajustar e só poderiam haver mudanças que
fossem para o bem de todos.
Sistemas parecidos com este não sabem o restrito nível que ocupam. É incógnita sem alternativas, teste para verificar
como manter-se num estado em que não danifiquem os universos.
Há muitos fazendo parte, mas de pouca abrangência. São ímpares, canais fechados, causam impactos na energia e ficam
entre um tempo e outro, presos ao conjunto dos distúrbios. Sabem todos que não vão ter paz. Os temperamentos estão em
suas leis e ensinamentos agressivos, passam por cima das leis e só desgastam. É parte das disfunções e idéias alienadas, de
aspectos que não são valores.
Ficam em torno da perda, receosos de perder tais espaços, de perder objetos e principalmente os módulos. Não deveriam
alimentar a idéia do medo.
O que pensam em relação a Direção do Existir são complexidades e variações, pensam variedades em relação a tudo.
Deixam os módulos e ainda permanecem com as conjecturas e com peso.
A luz não tem como ser descrita a eles, ouvem a luz e pensam: “Será que foi dito só para me manter alegre pensando que
sou?”. Deveriam estar certos da luz.
É forma de se situar. Deveriam observar a posição que estão ocupando, a falta não tem como estar presente. Estão
situados onde? Não mostram o que têm a fazer e param onde não definem nada. A força condiciona e só apresentam esses
alcances. Precisam de tudo, de manter os organismos com alimentos, de manter compromissos e tudo mais sob condições. E
como se apresentar para soluções, se estão sob condições?
Condutos- Nos universos existem fluxos que passam de planetas a planetas e dirigem-se aos chamados “buracos negros”,
energias desconectadas são levadas a fim de dissolver e não levarem elementos opostos aos sistemas. Os fluxos que se fazem
entre planetas do nível deste estão passando, a mente dos seres daqui em função de seus condicionamentos faz passagem para
esses resíduos, chega um surto de movimentos e de coisas, até subpartículas de cores que dão origens a coisas incômodas.
Aos planetas mais avançados tais fluxos não se direcionam, muitas coisas são evitadas.
Elementos agrupados ao meio-ambiente são captados, outros que não são desse mesmo tempo são levados por impulsos.
Excessos vêm de fora e causam dúvidas.
Os seres daqui agitam elementos, usam meios próprios do ruído. Os excessos de ondas articulam campos, causam
choques e são fonte de posições magnéticas. Há excessos na atmosfera, ligados ao pensamento de cada ser fazem
76

redemoinhos e causam extensas perturbações. Os elementos entendem que estão a critério de forças que não têm poder, sendo
jogados para todos os lados e fazendo parte de distúrbios.
Resíduos- O espaço está ocupado com formas residuais de tudo quanto já se produziu no tempo, agora só há interferência
de resíduos, de pulsos e fixadores. Subtraíram muitas energias e não produziram grandes coisas, o que é para ser feito e não
se faz torna-se acúmulo e detrito. Aderiu a suas trajetórias, mantêm-se nas mentes que não estão alertas e que alimentam-se
de resíduos.
Tem partículas metálicas circulando no ar e são envolventes, alguns captam e fazem integrar ao módulo, cada vontade
atrai e vai tendo mais, no excesso faz uma casca fechada.
O calor fica esparso nessas partículas, circulando para todos os lados, perde o equilíbrio e pode danificar a estrutura.
Induz a repetir o que não conseguiram fazer, a lutar por coisas superadas.
Acúmulos- Caminham com muita coisa ao lado, causa aderências e abstrai nos efeitos com o que não necessitam, vão
usar e não serve ou resulta o que não é bom. Abusam, quando querem mudar corresponde a cargas de elementos e desajustes,
há emprego em excesso e desperdício. O tempo para esses torna-se pesado. Estão num cenário para eliminar coisas que não
se admitem na situação de luz. Têm muita coisa de que se livrar e é jogado fora com muito trabalho. Sempre eliminando para
não mais voltar.
Tiveram muito e quase nada fizeram. É potencial usado para o que não é útil e passa a fazer falta. Esgotam as produções
e o que tinham de uso, e como ficam? É necessário haver ordem para que saibam o que é útil cultivar, depois ao fazer bom
uso vão ter mais. Se tivessem conhecimento sobre as ações do pensamento e das condutas, saberiam organizar os elementos e
obter o que quisessem.
É uma razão total que se mantém, devem formar departamentos que correspondam à posição de todos, dá capacidade de
avançar unidos.
Informações- Ondas de informações foram lançadas em muitas épocas, em todas as áreas foi mostrado o que seria bom a
cada ser e um sentido a seguir em que raciocinassem por uma única vontade, ver e sentir de uma certa forma, contar com o
que fossem dizendo e fazendo. Poderiam moldar e melhorar sentimentos e o pensar, ter atenção para com os módulos de
todos os participantes.
Cada frase emitida era verificada. Tinham de ser valores para todos os tempos e épocas, era do íntimo, portanto o que
correspondia dizer. Havia mudança por presença de cores novas, para que não assumissem posições os pulsos dos habitantes
do sistema.
Foi avisado que passassem a outros o que fosse obtido, mas foram apanhando e detendo-se. Condicionavam um apanhado
de informações e mostravam, diziam que era “cultura”, que eles tinham destaque para um poder no sistema, muitos
atribuíram-se o que não deveriam. Disseram ter qualidades e não mostraram. Então era dito, mas não colocado em prática e
não foi concluído.
As formas pensamento os prendem uns aos outros, aglutinam-se muitos em organizações para estar no mesmo nível e
mesmos temperamentos, separam para si e acham que têm tudo em suas mãos. Vão aliando-se, e daí para situações coletivas.
Formam grupos contrários e puxam energia do sistema para locais diversos, fazem mau uso, resulta multiplicidade de forças
antagônicas querendo sobrepujar outras e forçando o espaço de cada ser. Há redes nutrindo pensamentos e grupos, chocam-se
e dali agem em sentidos contrários, usando forças descontroladas de forma desagradável e sob ímpetos, próprios de seres
desajustados. É visto como se desenvolvem as saturações de grupos deteriorados que danificam, quando deveriam construir.
O que disseram até hoje posiciona-se contra os que disseram.
Deformam por meios ilícitos e deixam confuso, situam muitas coisas e mostram o que não consta no existir. Quase todas
as informações estão comprometidas. Nos dias atuais não encontram como retirar desse acúmulo informações postas para
outras épocas. As percepções teriam de estar aguçadas para ver se é verdade ou não, e ver no que estão incorrendo.
E também houve falta de visão para os ensinamentos de grande alcance, só viam formas no que estava sendo dito.
Abriram espaço em áreas biológicas, a parte que não tem as razões. Ao manipular elementos ficam presos a órgãos,
conjecturas e embaraços. Foi saída para a parte superficial e estão flutuantes na superfície, ausentes do verdadeiro e
fundamental.
O tempo transcorria. Os valores no tempo eram preenchidos por extraterrestres.
Falta de Lucidez- Houve momento em que esteve nas condições mais rudimentares, pararam os avanços, não repercutia,
parecia que tudo seria para sempre. As influências projetaram-se e foram assimiladas como condição principal, amplitude que
não é plena, em que os seres não decidem e nem mostram presença. Deixa-os entre agressões, sem auto defesa e conservando
estados como se fossem pedra.
Existem os que pensam que têm o controle, outros dizem ter todo acesso ao “conhecimento”, outros ficam projetando
intermediários e enganando-se uns aos outros. Estariam pensando: “Isto aqui contribui para chegar aos objetivos nossos sem
interferência de outro poder”, querem passar por cima do que não conhecem.
Se a chamada “ciência” observasse certas minúcias não estaria o sistema na condição em que se encontra, veriam a
precipitação e não fariam tais coisas.
Cada grupo de seres já foi revisto em suas atitudes e informações para não estar detidos em coisas falseadas por eles
mesmos. São fatos de épocas em que não havia o sentido de participar a sério do avanço de um planeta, abrangem o que não
se precisa mais falar nem dar atenção.
Ao tentar colocar limites nas informações novas, não conseguem entradas e nem correspondentes. O que hoje dispensam,
amanhã vai fazer falta e vão procurar com intensidade.
Manter-se onde transitam a muito tempo é pouca lucidez, os resultados já convergiram e foram-se. Extinguiu-se o tempo,
desinforma-se o que estava informado. Passa sem mais campos de visões, célere como passa o vento.
Há quem possa mostrar falsas argumentações por não perceber que já está dito, outros procuram estabelecer paralelo.
Deixem que o façam, não digam o por quê, não é mais necessário entrar em detalhes.
Muitos povos já saíram daqui, não sabiam o que tinham, nem o que representavam para o sistema. E ainda hoje os
terráqueos não sabem como partiram.
Trabalhar com Atenção- Espaços são para bom uso, participando por igual e com resultados que beneficiem a todos.
Tem de dissolver fronteiras no que dizem e no que fazem. Veriam-se somados, teriam seqüência com movimentos lúcidos e
saberiam onde buscar.
77

É uma ordem só: Tem de apresentar qualidade e sair de tal incógnita, sai com atenção e idéias claras. Tem de superar
ficções em que apresentaram-se como seres de impactos. É necessário que soubessem avaliar, conferir resultados para haver
disciplina. Estaria realizado com mais atenção no convívio em planetas. Até aproveitariam informações que extraterrestres
podem dar, sendo que para bom uso tem de haver correções nas atitudes. É necessário um trabalho que é reversão, mudanças
em que deixem de atrair e se afastem. Têm muitas coisas para acionar e muito que avançar para se ver em níveis de clareza,
fases leves onde tenham lucidez.
É novo tempo, tem de saber respostas e usar certo o potencial. Vão sentir necessidade de estar em ordem, vão querer
mostrar posições que acham que sejam claras, mas não há mais ligações para os que ficaram indefinidos. Então vão querer a
saída que a muito tempo já deveriam estar buscando, que são as informações presentes.
O pensamento de alguns não se fixa muito aqui, procuram vencer, superar a barreira que se interpõe entre eles e outros
níveis. Outros fazem avaliações rápidas, estão cientes de suas funções e do que vieram fazer, os que concluíram suas
avaliações há mais tempo, avançaram, trabalham para ver bons resultados, convergem para unificar idéias e os que estão
envolvidos. Uns são colaboradores do programa, trazem definição, têm pulsos diferentes, cortam programas relacionados a
este meio e desligam-se para ter trabalho de grande valor. Quem conquistou, já está conquistado. Vai ser dada uma posição a
todos que se capacitaram, ascendem para níveis pulsáteis, de conhecimentos equilibrados.
Cada partícula ao ser colocada onde deve estar, causa movimentos suaves, bom uso da energia, e soma à Direção. Fica ao
lado do que vem como novo, busca o que traz de suas origens para ligar fatos reais. Depois sai de atuações nas formas, fica
limpo e sente-se livre. Seres lúcidos fazem suas representações com lógica, vêem claro e nas reais proporções, simples. São
limpas as mentes, vem o que é valor por estar limpo. Quem está em nível de lucidez aparece a eles porque os espaços
comportam e entendem logo.
Esforços- Antes eram excessivos os fatos, os seres tinham pulsos para atuar mais e fazia despertar atenção. O que se vê
do sistema são apenas reflexos, passado. Para eles refere-se a coisas boas, comentam o passado e começa a fazer parte, não
comentam o presente porque traz coisas nada boas pelas interpretações deles.
As contingências vão unindo as piores condições. Cansam de viver e de suas posições atuais, enumeram o que está se
passando, alimentam idéias que não deveriam. Ficam restritos e vulneráveis por não apresentarem qualificação e nem coisa
alguma.
Não tem grandes coisas para ver nem ouvir, o tempo de apresentar já se foi, o que pensam ter não tem mais. Dizem que
vão fazer isso e outras coisas, vão iniciando, esgota e se desfaz. Não mudam nada, não estão para convergir, não leva ao
predomínio e nem a se manter. Não está a critério o fazer prolongar coisa alguma. É sistema em falência que não retorna,
esgotam-se e desaparecem.
Pulsos- Os energéticos dão novo sentido às cores, mostram responsabilidade de outra ordem. É organizado para as cores
extraterrestres ultrapassarem o potencial dos sistemas, freqüências são restauradas para acontecimentos previstos, implantam
posições e não há como demolir.

Não é bom para os seres deste sistema por não assimilarem pulsos novos, sentem faltas e pressões, agitam-se e não sabem
de onde estão partindo esses pulsos. Causa choques às partículas que estão em condições de choque e torna-as eletrizadas.
Nos módulos compactos bate e ressoa, não amortece. Os mais compactos vão ser mais agressivos e irritados. Quem é ligado a
violência, envolvido com a força, torna-se mais violento. Não acompanham o desmoronamento estabelecido, ficam
vulneráveis e no curso dos impactos.
São retirados elementos que dificultavam o equilíbrio em campos emocionais. Nos chamados “lares” ocorrem
sensibilidades, muitas vezes aguçadas e dizem fazer curas. Mas ainda não sabem o que está acontecendo, não acompanham o
momento e detêm-se em outros interesses. Quem é ligado à ordem natural torna-se pacífico, os que fizeram alguma coisa de
útil e valorizaram o tempo vão tornando-se mais sensíveis, os menos condicionados vão ter mais liberdade e tranqüilidade.
Os que realizaram seus objetivos e não deixaram falhas absorvem energias que estão incidindo no planeta como se fossem
excedentes direcionados a eles e para seu uso.
Mudanças- Há uma ordem universal para dissolver cenários e impedir coisas desnecessárias.
Dispositivos estão acionados, pulsos novos tomam posições em todas as áreas. Atua uma freqüência em que seres
indefinidos perdem a liberdade de fazer o que queriam sem ser percebidos, onde acham que não seriam descobertos está
sendo vasculhado, e não tem abrigo em parte alguma. Dimensões próximas também não percebem o que está acontecendo.
São espaços falsos e não vêem a fragilidade.
A situação que se apresenta, não se apresentará amanhã. Perdem fixação nas regiões e as aderências em que detiveram-se,
deixam de se manter pela força e de enganar a si mesmos. Quando fizerem consultas entre si e disserem: “Vamos fazer”, os
extraterrestres já fizeram, retiram projeções e anulam repercussão. A posição de mando vai se ausentando, diminui
capacidade para não intervir onde não deve e não pode incidir no valor atual.
Distúrbio de alcance não há, em que uns queiram correr para alcançar outro que está em posições lúcidas, em momentos
decisivos não há tempo para avançar.
Quando os dirigentes não mais satisfazem e as idéias não convencem, quando um conhecimento que ficou perdido não é
mais necessário, é uma ordem que está suplantada e sepultada. Estão em época semelhante à dos atlantes, em que será
desfeito o que se vê
O final vem com decisão. Os dias são outros. Onde não têm ciência, tem as conseqüências. Deram clima de choque ao
ambiente e vão ter o que construíram. Agora só impactos, não mais liberdades. O que está se aproximando também causa
interferência.
Nos últimos instantes vêm emissários com atenção devida para mostrar a cada ser o tempo que deixou passar, o que
deixou de realizar, as responsabilidades e o que teria de fazer bom uso. Depois as comportas abrem e levam tudo com os
resíduos. O desfile acaba e dissolve-se.
Classificação- Em todos os sistemas os extraterrestres fazem buscas e ação de expurgo. Usam escalas para verificar seres
e anotar avanços, para melhor andamento e chegar ao previsto. Transferências são com devidas averiguações, assistência para
com os planetas e limites de permanência para que deixem de ser vistos no tempo.
Anotam-se primeiro os que correspondem às melhores qualidades, os que têm alguns alcances já vão tendo de sair, ficam
sem efeitos nos sistemas onde estão e em conexão com planetas que os estão a pretender. Averiguam-se também as falhas
78

dos que procuraram submergir, a razão de se tornarem pesados, e os que tornaram-se compactos. Mesmo os de piores padrões
ficam selecionados para respectivos locais, também já vêem-se retidos os que estão para ficar até desfechos finais.
Compactos- Seres de índole compacta não aceitam idéias que livram da força. Portam irresponsabilidade de grande
alcance, abusam do que é ofertado, danificam e estabelecem desordem. Nas Transferências acompanham ambientes ainda em
vias de aglutinação, vão estar sem distâncias e nem muita liberdade, para ajustes e condições de choque. A muito tempo já
deveriam estar bem limpos e não mais compartilhando em finais de fechamento.
Adaptáveis- Há outros que estão para averiguações, são de choques mas apresentam melhores adaptações, que ainda
ouvem, observam. Tem os que fluem para outras correntes, têm alguma coisa que mantém voltados para assuntos que
agradam de certa forma, só não suficientes para reais posições. Outros são mais pensantes, poderiam ser mais úteis, mais
quânticos. Mas não colocam em prática essas idéias. Quando seguem objetivo não têm certeza do que querem, não concluem,
acham que não compensa, ou acham que está bom como está e que deve ser assim mesmo. Deixam a desejar os seus
programas. Não percebem para o quê vieram e não atentam nem de longe para o que são.
Aprovados- Há seres com timbres suaves, que têm condições ideais para voltar no outro tempo, com a nova civilização.
De Ação- E tem aqueles que vieram pautar decisões, têm iniciativa. Não ficam ouvindo, já vão acionando dispositivos e
assumindo posições. Percebem que tem sempre um que faz na frente, sabem que outros ficam na dependência querendo fazer
mas esperando o que faz na frente.
Retirada- Já sabe-se quem vai, quem fica. Para os que têm de fazer suas mudanças para outros planetas isso já está
cuidado.
De início faz-se retirada dos que ajudam aos extraterrestres a um grande tempo em épocas de decisões, capacitados estão
devido aos pulsos que emitem, são pontos vitais bem informados e soltam acontecimentos no momento previsto, já tem locais
certos para esses. Logo que não seja necessária presença em grande número a maioria vai embora. Depois os que estão nos
níveis intermediários vão ser também levados. Em seguida será feita uma balança, vão ser aproveitados alguns para planetas
de condições com os níveis deles. Para ser levados antes do final, vão sentir forte a determinante para estar em certos locais.
A violência que foi plantada é o divisor, determina os que têm de ficar. Os que compeliram a esse estado de coisas, que
usam da força, que contribuem para o desequilíbrio de suas próprias energias e as do meio ambiente, têm de ficar para os
acontecimentos finais e sob ação de partículas radioativas. Se o passado foi agressivo, vão despertar por meios agressivos. É
da mesma forma o ajuste, é a reação chegando. A uma ação corresponde uma reação igual ou maior.
Prevenções- Com antecedência os extraterrestres vão injetar uma forma de estabilizador na atmosfera dos locais para
onde vão os que são levados antes do acontecimento final; para não ser contaminado o ambiente com a chegada dos seres
daqui, as partículas ficam estáveis. Lá os módulos vão gradualmente sendo deixados, decompondo sem alterar o outro meio
planetário.
Novos Locais- Os acontecimentos finais vão ajudar alguns a despertar, terão concluído essa etapa. Os que perderam essa
vão passar outro tempo. Os que não há como aproveitar nem como fazer parte de agrupamentos, vão para locais que estão
ainda por iniciar, se o local for mais hostil vão ter módulos compactos. A Terra não será mais habitação de tais seres. Para
onde vão é neste mesmo universo, planetas com vida restrita, entram em declínio porque os conhecimentos ficam arquivados.
Dos que não podem voltar à Terra, há planetas que estão a pretender a presença de alguns, embora não sejam bons mas é
útil a presença deles, reaproveita seus conhecimentos.
Os poucos que forem realmente capacitados para voltar à Terra podem voltar e participar da civilização vindoura.
Os que são aptos e fizeram como previsto já têm locais próprios a eles, para logo em seguida ter módulos muito
diferentes até dos que vão participar da futura vivência aqui.
Afastamentos- Para seres de lucidez os fatos de sistemas já aconteceram e não repercutem mais, não têm esse programa
estabelecido para eles, não fazem parte e não precisam entender. Pensem nisso e vão ter respostas.
Não se baseiem por sistemas e nem fiquem a pretender suas coisas, não acompanhem e nem registrem seus dados, não
tem utilidade. Não fiquem ouvindo ou falando sobre tais coisas, não é valor para os sábios.
Neste sistema teriam de falar sério nas referências a extraterrestres. Muitos dizem: “Mas não os vemos, não temos certeza
de que nós próprios existimos”. Então fecha-se, porém mesmo com toda essa infância seria fácil perceber. Comentam que os
extraterrestres não estão presentes. Só podem vê-los os níveis que os refletem.
79

49

Acontecimentos

stes acontecimentos estavam a longo tempo previstos e teriam de acontecer. O que há de vir será bom à Terra. As
E mudanças obedeceram ritmo próprio, as fases foram realizadas e alcançados objetivos do programa, agora conclui com
grande precisão.
Prever- Cada país tem uma incidência de tempo e segue cronograma elaborado por todos que passaram e conectaram
fatos ali. Causa impressão coletiva e ficam registros, têm alinhamento para seguir um curso. São diferenças de tempo entre
países e correspondem para reações amplas que incidem sobre o que tiver maior participação.
Vejam nos períodos de cada país as infrações cometidas, em que tenham causado pânico e envolvimento com outros
locais. Através de pontos façam ligações e vejam uma coisa a mais ali que está para ocorrer. No que corresponde a um só
tempo, pode-se fazer avaliações para cada ser. Pode ser visto dias, horas, meses e ano corretamente. Observem mudanças que
podem se apresentar quando outros acham difícil ocorrerem, ou acham difícil estabelecer comparações.
Todos deveriam ter esse dado de alertas e corresponder com a atenção, perceber como se projeta um acontecimento e
como é trazida uma informação.
Cenários- No programa total cumprem-se determinações da Direção do Existir, são dadas condições, enviam-se todos
nas horas certas e momentos precisos. Não é vontade pessoal de seres, é a Direção que se faz presente. Estão no palco
encenando a peça, tudo é adequado à posição de cada um, dizem o que é facultado dizer, nem mais e nem menos.
O que foi dito no passado por seres de capacidade está acontecendo, foram construidas suas existências para haver hoje
ou amanhã uma página a mais nos acontecimentos. Aguardaram suas épocas, todos fazendo seu trabalho. O passado que
representaram vai sendo anulado e as vivências sendo retraídas do tempo. As páginas vão se fechando, o que havia para
acontecer, acontece e sai de cena num desfile que vai acabando.
Tipos de Participantes- A força predominou durante a maior parte do vínculo na Terra, é brutal, não obedece à razão, em
todas as épocas houve guerras. Estavam adaptando formas e condições de vida das raças em cada local. Foi passando o tempo
e os extraterrestres ajustando um local e outro, as áreas sendo indicadas, apareceram as chamadas grandes nações.
Muitos ingredientes que não eram bons foram para determinados locais, interligando e fazendo parte já com a previsão de
causar impacto. A soma do que traziam faz sombras em muitos locais do planeta, tirando a paz e as grandes idéias,
desorganizam os elementos deixando-os incontroláveis.
Uns trouxeram condições boas, vieram com equilíbrio desde o início; e os que vieram ajudar são eficientes, fazem com
que as forças que escurecem algumas partes não tenham eficiência.
80

Radiações Antigas- Um diagnóstico feito na Terra mostra que há alguns milhares de anos ocorreu bombardeio de ondas
pelos raios solares. Foram deixadas uma camada e radiações que introduziram-se nos organismos prejudicando a região
cerebral, a região cervical e a visão, privou o cérebro de ter amplitude maior. São regiões desordenadas que ficam estagnadas
no organismo, danificam a personalidade; fazem concentração sem cor, acarretando queimaduras e prematura velhice. Em
épocas remotas desapareceram as radiações, mas ficaram as contingências. Foi parte de acontecimentos previstos, não foram
dados meios para sanar e vem atrapalhando o avanço. Será feita mexida nas camadas do planeta onde houve essas afetações.
Desajustes- Quando vieram ter aqui os habitantes não traziam contaminação, de forma rudimentar curavam, não
chegavam ao ponto de não haver cura.
Há doenças muito conhecidas que têm possibilidade de encontrar a cura, os laboratórios foram impedidos porque os
sistemas que trabalham com medicamentos não teriam grandes lucros se fossem curadas as doenças. O câncer é apenas um
exemplo.
De umas épocas para cá foram preparadas fórmulas por grupos que controlam o meio químico, sabiam com ironia sobre
as reações imediatas no sangue, e lançaram sem nenhum antídoto. Os que contraíram essa condição foi porque procuraram, e
por outras razões, porque as pessoas são levadas para onde têm de ser levadas.
Há outra fórmula que está fundindo a mente, leva à exaustão completa.
Os que se contagiam trouxeram a condição de estar nesse processo de eliminar pessoas e deixar rápido o planeta.
Enquanto perdurar o estado atual essas doenças vão acontecendo em larga escala.
Os terráqueos estão numa condição em que os sentidos são menores, e continuam diminuindo.
O campo individual tem uma energia que é elemento de coesão, mantém vivo desde o campo atômico. Quando elimina
certos membros continua sentindo, a energia se mantém vibrando. Os elementos vitais de cada indivíduo são diferentes, os de
certos indivíduos influem também, e continuam agindo por um certo tempo. Transplante tem de ser rápido para que o novo
órgão esteja livre de rejeição, o corpo mantém o elemento vital e o campo atômico para que se processe mutação e volte ao
normal.
Os terráqueos têm a mente absorvida no metal, é preciso que mudem e integrem-se. Os resultados vão ser satisfatórios, as
curas vão ser rápidas e sem rejeição.
Quando outros planetas estão nessa mesma ordem de civilização também fazem isso. Em locais avançados integram a
energia de um órgão em outro. Quando vosso mundo passar para grau avançado receberá dos extraterrestres esses
conhecimentos.
Os terráqueos que trabalham na ciência querem mudar o ritmo das coisas. Foram deixados aqui mas não para que viessem
a causar pânico e danos, não são esses os propósitos para os quais vieram. Os energéticos impedem o curso de tais
acontecimentos.
Agressores- Na Terra há dúvidas quanto ao futuro, não se pode mostrar porque são etapas de conhecimento. Muitos
dizem “Onde está o Criador?” e lamentam-se deste planeta, acham que é hostil, que gostariam de ter condições melhores.
Vão sentindo impactos e reações, os acontecimentos vão chegando e pegando-os desprevenidos.
As leis estão nos universos para cobrar a cada um. Passaram tempo e desperdiçaram oportunidades, vão lamentar o tempo
que perderam.
Outros locais já têm conhecimento dessa violência, e os sistemas próximos observam todo esse movimento.
Responsáveis- Os extraterrestres que vêm para assumir os acontecimentos, estão com o programa da Terra em mãos,
fazem averiguações, desconectam zonas de convergências por onde os movimentos estão presentes com intensidade,
desmorona-se o que estava montado neste nível e na dimensão próxima. Daqui para frente só dificuldades e aceleração do
processo. Não há como frear e nem como prolongar a existência no planeta, durará pouco tempo. Quando vierem os registros
maiores, ficará livre a área terrestre.
Aceleração- Estimulam-se em cada um os sentimentos que trouxeram, ficam sobrecarregados, expostos a descontrole e
falta de autonomia, o desgaste é iminente. Traz o desvincular de idéias e de coisas que não correspondem à realidade, não
pode nem reunir alternativas. Perdem vínculo com a Terra e não têm vínculos com a nova fase que vai chegar, é separação
nítida.
Restam sentimentos de baixa tonalidade nas mentes, vontades e erros de sempre, e coisas em decadência. Não atendem as
necessidades, vão caindo e seguem sua direção, acarreta desespero nos que querem se manter a qualquer custo. Muitos
pensam que indo para o outro lado vão ter condição boa, a perda do módulo não determina melhores condições.
Os intraterrenos também vão ter sua fase. Da segurança que estabeleceram vão sair, por causa dos deslocamentos abaixo
do solo.
Fatos graves vão ocorrer, são acontecimentos em todas as ramificações de vida, não há fronteiras para isso.
Informações- As informações seguiram alinhamento e os resultados já convergiram, não avançam mais do que foi dado.
O sistema fica antiquado e dá-se a estagnação. E também não há como ficar sem grandes avanços, ficam ansiosos e isso dá
desgastes, nessa perda tentam formar outra condição que vai só exigir de todos. E não podem exigir, não tem nada com
ninguém.
Toda idéia nova e impulsos novos são dos energéticos, concluem o programa nos planetas e fazem limpeza com outro
campo de energia. Funcionam como a lei e a executam. Têm a informação final para ser dada e ser respeitada, vem como
final de coisas próximas dos limites. A vida fica aguardando, forma clima de grande decisão. Vão fazer valer sua presença e o
que já foi dito, vai ter peso sobre as nações para que os terráqueos saibam valorizar a si mesmos e todas as coisas. É
advertência para os que abusaram e quiseram atrapalhar, para um tempo de ajustes.
Os terráqueos que não se identificam com o trabalho dos energéticos vão encontrar dificuldades daqui para frente. Vão
ficar olhando como acontece, pensando a quem recorrer, a quem buscar. Vão procurar saída, que já deveriam estar
procurando há muito tempo. O tempo passou, desejam pegá-lo, não pegam mais. E vão ver que seus dias estão contados aqui.
Este País- Futuras instalações poderão encontrar este país desprevenido, são trajetórias em círculos fazendo aparecer nas
telas recursos naturais em todo o planeta, informações sobre minérios com locais precisos e atenção especial neste país.
Outras informações são compradas e extraídas daqui com facilidade. Existem catálogos de todos os recursos para que este
país não tenha acesso. É olhado por todos os demais, são feitas avaliações, principalmente a parte energética. Diversos países
fazem registros e mantêm os que são úteis a eles nos locais, o que chamam “grupos” fazem conexão.
Tecnologia- Certas áreas do planeta são vasculhadas com ondas em ação direta e que podem ser notadas. Em ação
indireta fazem aplicações de partículas por ondas curtas, que têm maior penetração.
81

O espaço está infiltrado de ondas utilizadas por todos os países para direcionar suas naves e passageiros. Os de mais
potencialidades verificam os mais influentes que trabalham com essas ondas, investigam através de desdobramento de pulsos,
penetram nas freqüências, fazem testes para mudar cursos e deixar de funcionar com perfeição. Projetos escusos e hostis, um
atentado contra todos. Agravam-se dia a dia as condições de vida na Terra.
Enviam ao espaço ondas de rádio, o que detectam é de sua própria escala porque os equipamentos são confinados ao
tempo Terra. Pulsos lúcidos, de civilizações adiantadas, ultrapassam e não são captados.
As chamadas “grandes potências” fazem análise na área espacial, testando raios para fazer armas. São radioativos,
penetram e fazem romper camadas atmosféricas em volta. As moléculas, principalmente as que não absorvem raios solares,
afastam-se e outras cedem de imediato, opõem sérias dificuldades para restabelecer o equilíbrio. As camadas tornam-se muito
finas, fácil de serem rompidas por radiações solares graves, mais penetrantes que os raios conhecidos.
As camadas enfraquecidas estão sendo invadidas por germes, sobem da própria Terra e são deixados por esses aparelhos
que estão circulando. Quando recebem aceleração e que rompem barreiras dá-se o rompimento de partículas daqui e de outras
que passam nas regiões da Terra. Nesse desencadear de foguetes e aviões, as camadas filtram cada vez menos.
Não vão realizar viagens a outros sistemas, por estarem com tempo esgotado para eventos.
Teriam de saber empregar a energia livre sem acompanhamento de partículas, informações dessa escala não têm a ver
com os vândalos que andam pela Terra atualmente, só vai estar disponível para civilizações futuras.
Está aproximando-se uma força maior e ocasiona desequilíbrio, altera o meio-ambiente. As experiências nucleares
abalam o ponto gravitacional, facilitando a influência que se aproxima.
O que está para ser extraído do solo vai causar ondas de ruídos graves no desgastado ambiente, mais acúmulos e detritos,
mais danos ao módulo vendo-se tal um conjunto de sensações. As posições que cada ser vai ocupando no seu movimento
causam impactos e deformações. Estejam alertas contra esse estado de coisas.
Os países industrializados jogam lixo perigoso na área de outros países, cientes de que estão agindo errado. Provoca
reações em cadeia, distúrbios nas rochas, alterações no fundo dos oceanos, causa fendas e os mares invadindo as fendas.
Poluentes que sobem na atmosfera são devolvidos. Não se perdem e nem ficam num só local, fazem diversas
combinações e dão origem a problemas novos.
O anídrido carbônico se mostrará com presença maior no ar.
As águas potáveis vão tornando-se escassas. Há muitas fontes, porém são integrados elementos hostis à saúde. Vão
querer sanar o que for aparecendo, mas não terá eficiência porque faltará controle e vigilância para manter níveis. Quando as
fontes começarem a sumir e logo após deixarem de existir já estará chegando o sinal do tempo.
O vento vai tendo sua vez para ser útil.
Pressões polares podem vir a ser percebidas, sinais de que não podem manter-se. Estado de urgência pode vir a ser
declarado.
Os extraterrestres fazem pesquisas sobre a violência, acúmulos de detritos e produtos lançados com propósito de arrasar o
sangue das pessoas, estão obtendo dados para saber até que nível vai essa contaminação. Concentram atenção no Pólo Sul
onde localizam-se experiências dos terráqueos, as chamadas grandes nações preparam material tóxico, aprisionam gases que
no futuro vão ser muito prejudiciais.
Outros vivem com a paz, vocês vivem com o perigo. Estão numa posição invertida.
Há coisas que são para uso limitado, mas aqui passam dos limites, repercutem e atingem outros sistemas de mesmo nível,
não há como suavizar o impacto do que está se acumulando. Caminham para o que aconteceu com Atlântida, eram
conhecimentos mais avançados de que os atuais e perderam pelo mau uso.
Energia Nuclear- São muitas leis que vigoram para chegar à intimidade do átomo e ver o domínio da estrutura
molecular, uma cadeia de ínfimos detalhes. Se essa intimidade tem um autodomínio, a reação em cadeia não se faz, não tem
impulso para desencadear o corte, a parcela. Muitos dos que para a Terra vieram trouxeram esse conhecimento, mas
esqueceram.
O uso da energia nuclear foi pulsos deixados em épocas em que a civilização esteve voltada para destruições e tudo que
não era útil, detiveram-se em cores que geraram pulso alto e forte atraindo as moléculas e o campo atômico para gerar o
produto.
Eliminaram energias em formas de muitas coisas, de ações, raivas, agressões, violências, e depois aprisionaram em
armamentos, armazenaram energias aprisionadas. Vão ser libertadas na explosão das grandes armas nucleares e vão restituir
ao planeta o que foi retirado, disseminado das mentes. Os átomos são um dos recursos que agitam de forma violenta, e
ninguém aprisiona energias sem que revertam-se contra quem as aprisionou.
Os extraterrestres enviaram seres com capacidade em desativar armas, para entrar em detalhes com os daqui sobre o que
deveriam fazer com o material nuclear. Seria empregado para comportamentos e decisões pacíficas. Mas os terráqueos estão
decididos no mau uso, colocando para danificar a si mesmos, invertem a situação do ser. Não foi dado para destruição, e
assim como foi dado pode ser tirado.
Os extraterrestres podem modificar estruturas da energia molecular e não ser prejudicial, ou esvaziar os arsenais e evitar
que armas sejam acionadas. O mesmo pode ser feito para armas convencionais. Poderiam retirar partículas atritantes, o que
fosse essencial para entrar em atrito e combustão, mexeria nos gases altamente inflamáveis. É como pôr um tecido na água, e
as armas não entrariam em funcionamento. Ainda é tempo para tudo, o tempo não existe para eles.
Efeitos Diversos- As reações nucleares causam aceleração nas moléculas e nas ondas magnéticas, desvio para outros
campos e de uma camada para outra. Aumenta ondas em outros círculos de cores, sempre as cores presentes. As dimensões
próximas ficam aceleradas, desvirtuam, sentem impacto das partículas. Modifica a condição de vida e há perspectiva de
germes penetrarem e se instalarem, o que antes não existia nesses locais começa a ser encontrado.
As partículas são atraídas pela condição solar, ou se for o caso um planeta próximo. Outras partículas no espaço fazem
avançar, entra noutro campo e acelera, chega aos planetas vizinhos. Eles sentem aumento de temperaturas, atmosfera
sufocante. Estão em outra freqüência, sentem menos, mas sentem.
Armas Nucleares- Tais armas não podiam ser, mas registros causam fatos e eram esses os acontecimentos. Cada um atrai
o que quer, então passou-se um pouco de conhecimento. São responsáveis pelo que usam e vão ver por si mesmos. Num
conflito final vão ser usadas em parte, porém suficiente para sanar e resolver. Os extraterrestres vêem por onde vai se iniciar e
como vai ser.
82

Cada ser trouxe no íntimo as cores que iriam atrair esse pulso e não encontrariam saída para os seus raciocínios,
armamentos nucleares foi o que encontraram como se fosse uma saída. Após toda uma série de programas artificiais, foram
tomados pela força, prenderam-se ao que formaram e aumentou a capacidade destrutiva.
Tais energias não deveriam estar agrupadas em espaços concentrados, estão presos elementos que podem destruir a
qualquer momento países inteiros.
Tudo encontra sua utilidade, por isso existe. Armas nucleares foram permitidas para que usassem contra si mesmos. O
pulso para uso dessas armas vai chegar, será quando vão fazer grandes passagens, momentos finais dessa civilização. Vão
ficar ofuscados com as conseqüências devastadoras, e já está começando.
Tal série de acontecimentos estava prevista, para entender que o Criador não faria um paraíso à custa de técnicas
artificiais, nem tem esse programa de se autodestruir.
Escassez- Geraram fatos e chegaram aos extremos, está sobrecarregado e não há mais conclusões. Não podem repercutir,
estão entrando na forma de perder o quase nada que têm.
Daqui para frente são passagens complicadas, não vêm mais condições boas. A desorganização atinge a todos e os
movimentos tendem a estagnar, sinal de que um programa de acontecimentos está no final e tende a desaparecer.
O que estão à procura vai desaparecendo. Vão procurar o necessário para viver e as dificuldades serão maiores. Já não
podem olhar pelos que eles consideram mais caros, não encontram meios para deixá-los fartos, e vão ficando impacientes.
Os investimentos vão parando, diminuem capacidade por livre determinação. Quanto mais aceleram-se as contingências,
mais os seres partem para buscar recursos e abrir locais.
Cada país não fará mais produções, pode ter muito solo mas consta essa falta. Vai baixando a produção e vem uma
situação grave. Deixam de exportar e de apresentar qualidades, vão retendo coisas para as nações que têm maior controle
sobre produções dos demais.
As precipitações vão sendo mais acentuadas em todas as nações.
Retração- O programa de cada ser vai reduzindo espaço, poderes aparentes vão ruindo. Os dirigentes vão tendo canais
fechados e perdendo capacidade de raciocinar, só apresentam reflexos de decisões que se tomam em outros locais. Os que se
dizem “líderes” e outros grupos desaparecem, e os demais não têm onde se apoiar.
Projetos que não foram bem claros e que estavam em primeira linha não encontram soluções. Aos governantes vão
ocorrendo alguns projetos que eles mesmos não entendem bem o porquê de tais atitudes.
Ocorre ausência de capacidades, não há seres de valor que mudam situações e momentos.
Já existe a degradação dos povos e a corrupção predomina, governantes enganando e tomando decisões ultrapassadas.
Não existe a quem depositar confiança.
Virá uma onda de fanatismo porque as pessoas vão se sentir sem onde se apoiar.
As nações vão começar a exercitar experiências novas em pessoas e gerará o pânico.
“Potências”- Os que se dizem grandes já chegaram à compreensão de que o poder aparente deles resume-se na Terra, não
há como avançar para outros locais. Não adianta dizer que vai projetar, quando dizem “Nós vamos...” vêm acontecimentos
que dificultam. Não se pense que eles têm o controle de nada.
Essas ligações entre nações vão encontrando dificuldades, não trazem novidade e nem amplitude, não concluem objetivos
que venham a ser de valor, devido ao programa estar próximo de extinguir-se.

Esse país que está mais evidente nas guerras quer ocupar espaços, vai forçar outras saídas favorecendo a si sob
reivindicações de direitos, para obter os resultados que vinha obtendo.
Outra potência vai se restabelecendo desse susto de um colapso de que está ainda sofrendo. Está jogando cartas para
pegar, seus dirigentes não jogam para perder. Eles deram e estão exigindo alguma coisa, depois vão ver que o outro lado não
cumpre com o que foi ajustado. E não vai ser bom o futuro de falsos compromissos assumidos.
Outro país muito grande está mantendo uma posição rígida e está vendo o desfecho.
Este país aqui que todos olham querendo tomar participação, isso está já muito adiantado, os daqui foram deixando
correr. Os outros vão exigir porque este está devendo. Já está na pauta que este tem de ceder, quanto mais cede, mais os
outros têm direitos aqui. A situação é essa e vai perdendo autonomia.
Os países devedores estão na mesma situação e vão enveredar para a mesma condição.
Exigências entre Nações- Estão em pauta modificações, as chamadas “potências” e alguns países que se dizem “mais
avançados” vão querer mostrar estrutura nova, estabelecer regras para os demais e exigir que se cumpram. Vão exigindo
participação dos que não reúnem condições, para mostrar que acham-se com o controle e com a força, são meios de
pressionar e está incidindo sobre os fatos.
Fiscalizam cada ser e aos seus políticos, querem ver até que ponto mantêm independência e auto-suficiência, têm de
justificar diante dos demais e aplicar suas próprias forças para se manter. Quem não mostrar capacidades seus produtos vão
ser levados e deixados a critério das chamadas “potências”, as quais estipulam preços.
A Europa vai precisar de mudança complementar. Está sendo observado também o país onde eram aliados, a Iugoslávia.
Destacam-se dois pontos:
1)- Tem de justificar-se como país;
2)- As chamadas “potências” vão englobar os que não são auto-suficientes.
A desordem facilita ao que está na vanguarda do sistema a tomada de iniciativa, quer manter os outros na defensiva. São
tomadas de posições e de aspectos alienígenas, foram trazendo de outros locais e dizendo que era bom. Tem coisas que são
aceitas e não são averiguadas pelos demais, é dado como estabelecido e não tocam na reforma desses pontos.
Muitos pensam que são donos de tudo, ou que vão controlar, são os que mais vão sofrer quando virem que não são donos
de nada. São eliminados aqueles que não sejam úteis para as épocas. Foram retirados muitos que se julgavam superiores e
senhores das condições que ocupavam.
Não estão numa posição de domínio. Ninguém será coisa alguma, nem ocupará lugares, se o Supremo não tiver
idealizado isso. Os terráqueos trouxeram ou deixaram aqui alguma coisa que não fosse do Criador?
Este País- Neste país vão querer ter posições mais claras, mas não acompanham o que os outros querem mostrar. Não
apresentam nada, só observam. Se trouxessem de origens teriam mostrado desde o início.
Modificações sérias estão a caminho com prejuízo para muitos, a participação nos direitos cabíveis a cada um vai ser
menor, sempre retirando mais. Muitos vão se descontrolar por verem suas posições sendo perdidas.
83

Discórdia- São tamanhas as atitudes, desconfiem do que vem. Perde-se o sentido de conviver entre as nações, diminui
toda condição que tiveram de fazer alianças entre si porque vão deixar de confiar e de se sentir seguros. Divergências vão
modificar nações que se dizem amigas, umas se opondo a outras, subvertendo a ordem e formando clímax que não é dos
melhores. Não há alívio porque os métodos empregados não correspondem à lucidez. Vão partir para divergências até dentro
dos próprios países, leva à tomada de decisões, aumenta o rumor de guerras. Os povos em geral ficam oprimidos, com medo
de acontecimentos agressivos. Vão ocorrer, são processamento rápido da limpeza, não podem aguardar coisas melhores.
Uma nação vai querer sobrepujar todas e não vão aceitar. Começam as diferenças de grupos por não aderir ao que aquela
nação está fazendo, e vão chamar-lhe atenção de que isso não deve acontecer. Vão querer rearmar-se com nova ordem de
armamentos e essa nação que está em evidência nas guerras verá o seu próprio tempo de ajustes. Quem está com a arma e
todo o potencial nas mãos, também pode ser apontado para ele. Grandes linhas avançam no sentido dessa nação e fazem
cruzamento sobre ela.
O grande evento belicista vem, não tem como apelar, será amplo e vai estar próximo de grande decisão. Vão usar armas
nucleares, não no seu todo, não tem como usar tudo. Os extraterrestres e os energéticos vão estar presentes nele, já sabem o
tempo que vai durar e como vai ser, vão abalar definitivamente a estrutura de toda matéria e energia do planeta.
A aceleração dessas partículas poderia ser por meios pacíficos, brandos, ritmados. Mas empregaram a força em todas as
épocas, nunca usaram meios pacíficos e não sustentaram o seu local com razões pacíficas. Então o final não vai ser com
razões pacíficas.
Um alinhamento dos planetas próximo ao tempo dos acontecimentos vai identificar a ocasião propícia.
Época Conclusiva- Os pulsos do planeta estão em fase decisiva, mantém num estado para conclusões, só espera adequar-
se aos extraterrestres e vai ser cronometrado para determinações. É esperado cada momento.
Uma nave-mãe ainda virá fazer observações. Intensificam presença e vão ter mais participação, vão manter uso freqüente
de instalações.
Vão ocorrer vendavais por todo o planeta, são produto de campos magnéticos terrestres envolvidos por naves, estará
havendo remanejamento e limpeza. É um em diversos dados que permitem averiguar a presença. Vocês sentem em vosso
próprio campo.
Quando acontecimentos estiverem para incidir as naves vão realizar transportes. Será fácil desempenhar funções, é rápido
e versátil.
Os controles do sistema artificial vão estar desligados e fora de ação, não terá como dirigir os meios de comunicação e
ficam como peças imprestáveis. Os meios vão estar interrompidos, linhas aéreas e internas vão estar fechadas. Não haverá
resistência e nem vai acontecer de guerrear, nenhum ser e nem força poderá obstruir.
Os seres de valor que estão neste trabalho vão se transferir para outros espaços. Ao se afastarem dissolve-se o
artificialismo que está sobre a Terra, depois pode-se concluir.
Raios Solares- Está para vir um acontecimento novo nesse tempo. Quando se dá o reflorir das plantas? Quando estão
para ser colhidas o verão está bem atento.
O Sol vai entrar numa fase em que seus raios são penetrantes. As camadas de partículas que envolvem a Terra, por sua
vez já se tornam frágeis e os raios solares vão ter mais ação.
Os povos em conseqüência vão perder as capacidades de assimilar e de mostrar que ainda têm disposição para o trabalho.
O calor será intenso quando a época chegar. As nuvens vão se tornar vazias, quase não choverá.
Os frutos vão deixar de brotar. Depois a prolongada falta de alimentos e faltará o essencial.
A vida vai perder a razão de existir aqui, não haverá condições de viver como ser humano. As pessoas muito chorarão
nesses dias, as lamentações vão ser imensas. Muitos vão desejar não mais viver e vão estar fugindo de suas existências
vazias. Isso estará no auge.
Estará próximo o fim e vocês saberão discernir tudo isso.
Tempo Esgotado- Em linhas gerais está pronto para as iniciativas. Está aumentando pressão e sendo desestabilizados os
locais, os elementos sentem que está para haver mudança. As energias estão em formas, mas as formas estão para se romper.
Fica uma estagnação aguardando o grande evento próximo.
Nos planetas onde se fazem correções os seres privam-se de seus costumes quando o acontecimento já se mostra em
linhas gerais. Perdem esperanças e capacidades, recolhem pulsos, as passagens fecham. Ficam desvinculados do que tinham
de fazer, o programa faculta apenas ligações que fazem estar reagindo. É ordem suplantada que não retorna.
A contagem é regressiva, pode a qualquer momento desarmar o cenário. Vive-se em outro tempo, não mais os velhos
tempos. Não há mais nada aqui.
Não dá tempo dos terráqueos saberem dessa realidade, se começassem agora a querer se recuperar não encontrariam
tempo. Não adianta querer mudar o que antes não tinham, vai ser o estabelecido.
Cisão- Todas as coisas estão sendo agrupadas e vão convergir para o mesmo tempo. Quando os elementos congregarem
mais para um local é sinal de que encaminham para o fechamento do círculo.
Fica uma condição como se estivesse um grande evento próximo. É a nuvem magnética que saiu da mente de todos os
povos durante todas as épocas e foi sendo acumulada. É o que causará o pânico.
Quando estiverem próximos os pulsos que rompem com o velho sistema, os terráqueos vão sentir o coração pulsar na
identificação dos acontecimentos, a maioria vai sentir bater rápido devido aos pulsos estarem chegando. Quando gritarem
“paz” pode ser tarde.
É uma fronteira a que chega e dá-se o rompimento. Aí está uma cisão, não há ponto que se mantenha e desencadeia-se
como avalanche.
Virão dissabores, confusão, destroços, o caos quase total. Ninguém foge, não tem para onde fugir. Nesse tempo o que não
realizaram, não precisam mais realizar, ficam desincumbidos de suas funções e desconectados do planeta.
Finais de Épocas- Os extraterrestres são os primeiros a chegar aos sistemas e estão à frente. Observam os
acontecimentos, têm decisões para os dias e horas do fechamento. Quando estiver para realizações fatais, declínio total, será a
vinda de forma a encerrar todo esse processo em que passaram aqui trabalhando e dando suas participações.
Vão exceder a energia planetária. Acontecimentos que farão as passagens para outros níveis, o restabelecimento da ordem
e do equilíbrio, se faz com a presença de seres dessa natureza. Atende a um propósito e a marca ficará na mente dos
terráqueos, para onde forem vão lembrar desses acontecimentos.
84

O contexto é mexido com grandes explosões de acontecimentos, de coisas que abalam as estruturas, que mexem com as
emoções e ferem o equilíbrio. Tem de haver tal choque dentro de cada ser para mostrar a posição de cada um e o que
significam. Para que mostrem valor e capacidade, lutem pela qualidade de suas existências modificando-as, adquirindo
envolvente que mostre bem-estar físico e mental, que traduza sua forma de ver o existir. Têm de tomar direção certa, ter
clareza nos assuntos e movimentar-se por auto determinação, avançar e ter consciência do porquê de si mesmos e de cada
elemento. Devem olhar ao redor, lembrar que há solução.
Ajustes- Os energéticos abrem espaço para desfechos. O desempenho é dos extraterrestres, têm o ver e a determinante, é
precisão e definição, processo com naves chegando que ficam ao alcance e adaptadas a informações que estão sendo ditas.
Está presente o movimento principal, fica nítido e ação se faz em todos os níveis. Será acerto num total, com deslocamentos
do solo e explosões vindas do centro, assume proporções para desintegração dos elementos, não fica pedra sobre pedra que
não seja mudado. No planeta haverá um balanço por não comportar tanta energia e vai posicionar-se em seu eixo exato.
Ninguém estará aqui para contar história do que ficou.
Nos primórdios daqui, o Sol desencadeou muito magnetismo e inclinou o eixo da Terra, com o tempo foi restabelecido
um pouco. No acontecimento de Atlântida voltou a inclinar e completou a inclinação que hoje está. Agora haverá aumento da
inclinação e em seguida será corrigida totalmente, tal qual uma balança. E haverá alterações nas rotas do planeta.
Vão ser retirados lixos atômicos para superfície e ser destruídos.
Objetos circulando em órbita e o que estiver girando nas periferias, os extraterrestres vão jogar para baixo e fazer em
partículas.
Continentes inteiros vão ser fendidos, e separações de continentes.
Pelas suas evaporações, os pólos vão deixar de existir até que volte o equilíbrio.
Haverá mudanças nos líquidos, vão subir para a atmosfera e ficar evaporados por muito tempo, o planeta vai ficar um
deserto. Posteriormente ocorrerá grande índice pluviométrico.
Os átomos vão mudar tudo e energizar, de onde saíram voltarão com grande potencial. Os extraterrestres que vêm mais à
frente vão repor as energias da Terra em seus devidos lugares. Até que seja recuperado, normalizado, vai passar longo tempo.
Depois será um planeta diferente, para outro tempo e outras condições.
Os planetas próximos são outros campos e outros graus, outras freqüências, outros acontecimentos. Tem uns mais
afastados em que as radiações solares não chegam como chegam aqui, vão ser alteradas as composições energéticas, mudar
os sistemas e as rotas.
Este Sol não vai suportar e integrar as mudanças de níveis a serem feitas. Em breve outro Sol estará se aproximando.
Nova Condição- A Terra vai ter outra forma de receber ondas que vêm de fora. Será aberto um campo em que energias
menos reagentes venham ocupar, não vai comprimir e seu tempo será maior. É pulso renovador para receber com boas vindas
habitantes que vêm futuramente.
Será a paz, outras bases, outros programas, mentalidade nova, outros moldes e novos sentidos, as mentes vão ter mais
espaço. Será fácil a comunicação por pensamento, ao olhar um para outro vão entender o que querem dizer. A energia será
introspectiva, mundo de raciocínio. Outras condições vão ser mostradas, ensinos diferentes, de ordem avançada, com
informações bem distribuídas, vão empregar as energias de forma a preservar o patrimônio total. Haverá plantações
organizadas, uma produção que atenderá com facilidade os órgãos. O trabalho será organizado para avanço de idéias e
conhecimentos, de modo a preencher com detalhes a Direção do Existir. Vão ser cores suaves que trazem equilíbrio, outros
vínculos com o Criador.

Seguirão ondas de outros planetas e outros sóis, vão estudar essas ondas e observar. Vão medir a capacidade nas ondas
recebidas do espaço e aquilatar a condição da civilização que está emitindo.
Universos- Fatos são normais na vida de todos, apresentam-se obedecendo ordens e critérios, mostram condições naturais
de bem viver e de bem existir, para se tornar mais responsáveis e atuantes em favor de todos.
A galáxia também chegará a níveis de vida, de cultura e de povos os mais diversos, com avanços em todos os pontos para
que os universos e a vida encontrem sua razão, o que são na sua essência vai chegando às condições finais.
Caminha-se para conclusão das pesquisas extraterrestres, os empenhos chegam ao término. Terão cumprido um propósito
e todos ficam garantidos por esse trabalho, fica estabelecido e finda o eterno fazer. Estará feita a vontade da Direção do
Existir.
Está visto e decidido por todos os existires. É critério básico: A matéria encontra-se em transição, até passar ao estado de
antimatéria.
85

50

Supervisores

NHáopropensos
contexto das formas de vida e no contexto geral há uma organização sempre que acontecimentos como o atual estejam
a ocorrer.
uma pequena equipe de seres que antecedem aos acontecimentos, são averiguações antecipadas para que seja
processado com exatidão.
Não há programas específicos para eles, estão nos locais para decidir. Supervisionam, analisam o que está sendo feito e o
que está por fazer.
Fazem averiguações no potencial nuclear de que vai ser feito uso.
Fazem avaliação dos que foram úteis e que cumpriram seus programas. Olham de perto os que estão situados em
condições de responsabilidade. Fazem diagnósticos da mente dos seres a fim de que estejam plenos na vontade dos existires.
Verificam se haverá suficiência das partículas da Terra para as produções diferentes que vão se fazer no futuro, e por
quanto tempo conseguirá manter a próxima civilização.
Observam a direção do planeta, quanto tempo vai estar capacitado a receber e trabalhar com energias, por quanto tempo
vai ser útil aos programas que lhe são direcionados.
Existe muita coisa que não se expressa em fatos, mas em justiça nos acontecimentos, um cuidado a fim de preservar o
que há de útil nos planetas.
86

SIRJA
SOCIEDADE INTERPLANETÁRIA
DO

RIO DE JANEIRO
87

Fundada em 23/11/56

CGC 30.316.038/0001-39

Av. Lobo Júnior, 1513/Fundos - Penha Circular


RIO DE JANEIRO - RJ
21020 - 120

(021) 371-7144
371-7555
Fax 372-4730
Sr. Geraldo