Você está na página 1de 5

CONTRATO DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL DE IMÓVEL URBANO

Por este instrumento particular de locação residencial de imóvel urbano, que fazem
entre, nos termos dos artigos 565 a 578 da Lei n.º 10.406 de 10 de janeiro de 2002
(Código Civil Brasileiro) e nos termos da Lei n.º 8.2045 de 18 de outubro de 1991, de
um lado, MARCOS ANTÔNIO DA SILVA e TELMA DE FÁTIMA ARANTES
DE CARVALHO SILVA, brasileiros, casados entre si, sob o regime de comunhão
parcial de bens; ele Oficial de Justiça Avaliador Federal, portador da CI-RG sob n.º
6.072.615-9-SSP/PR e inscrito no CPF/MF sob n.º 020.314.059-18; ela professora,
portadora da CI-RG sob n.º 6.756.615-7-SSP/PR e inscrita no CPF/MF sob n.º
004.743.739-16, residentes na Rua Conde de Nova Friburgo, 49, Residencial Don
Marino, 5.º andar, apartamento 502, Bairro Caiçaras, domiciliados na cidade e
Comarca de Londrina, PR, doravante denominados LOCADORES; e de outro, JOSÉ
LUIZ MALKO HERDT, brasileiro, casado, empresário, portador da CI-RG sob n.º
9.665.950-4-SSP/PR e inscrito no CPF/MF sob n.º 066.118.789-63, residente na Rua
João Francisco Ferreira, 173, casa, Centro, domiciliado na cidade e Comarca de
Bandeirantes, PR, doravante denominado LOCATÁRIO, celebram o presente
contrato de locação residencial, com as cláusulas e condições seguintes:
1) Os LOCADORES cedem para locação residencial ao LOCATÁRIO, o imóvel
situado Rua João Francisco Ferreira, 173, Centro, na cidade de Bandeirantes, PR,
consistente em uma casa de alvenaria com 177,26 m2 (cento e setenta e sete metros
vírgula vinte e seis metros quadrados), com 03 (três) quartos, 01 (uma) sala, 02 (duas)
cozinhas, 02 (dois) banheiros, 01 (uma) área de serviço e 01 (uma) garagem para até
dois veículos, 05 (cinco) aparelhos de ar condicionado, móveis planejados e embutidos
em todos os cômodos, à exceção do banheiro localizado ao lado da área de serviço,
tudo em bom estado de conservação e funcionamento, de modo que referida casa se
encontra edificada sobre um terreno de 240,00 m2 (duzentos e quarenta metros
quadrados), cuja descrição, característica e delimitação constam da matrícula n.º 4149
do Cartório de Registro de Imóveis da Comarca de Bandeirantes, PR.
2) A locação destina-se ao uso exclusivo como residência e moradia do LOCATÁRIO.
3) O prazo de locação é de 30 (trinta) meses, de conformidade com o artigo 46 da Lei
n.º 8245/91, iniciando-se em 10 de janeiro de 2019 e terminando em 10 de janeiro de
2022, limite de tempo em que o imóvel objeto do presente deverá ser restituído
independentemente de qualquer notificação ou interpelação sob pena de caracterizar
infração contratual.
4) O aluguel mensal será de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais). Entretanto, se
for pago até a data de seu vencimento, ou seja, no dia 10 (DEZ) do mês seguinte ao
vencido, o valor será R$ 1.400,00 (um mil e quatrocentos reais), no domicílio
dos LOCADORES ou em outro que estes venham a designar, na forma estipulada
neste contrato (depósito bancário em nome dos locatários).
4.1) A impontualidade acarretará juros moratórios na base de 01% (um por cento) ao
mês calculado sobre o valor do aluguel. O atraso superior a 30 (trinta) dias implicará
em correção monetária do valor do aluguel e encargos de cobrança correspondentes a
10% (dez por cento) do valor assim corrigido.
4.2) O pagamento de qualquer dos aluguéis não implica em renúncia do direito de
cobrança de eventuais diferenças de aluguéis, de encargos ou impostos que
oportunamente não tiverem sidos lançados nos respectivos recibos.
5) O aluguel será reajustado anualmente pela variação do IGP-M (Índice Geral de
Preços – Mercado). Todavia, se em virtude de lei subsequente vier a ser admitida a
correção e periodicidade inferior a prevista na legislação vigente à época de sua
celebração, que é anual, concordam as partes desde já e em caráter irrevogável que a
correção do aluguel e o seu indexador passará automaticamente a ser feito no menor
prazo que for permitido pela lei posterior e pelo maior índice vigente dentre os
permitidos pelo Governo Federal e que venha a refletir a variação do período.
6) Havendo prorrogação tácita ou expressa do presente contrato, ele será reajustado a
preço de mercado sem qualquer relação com o patamar aqui pactuado, cujo valor
deverá estabelecido pelos LOCADORES, que poderão ainda estipular, de comum
acordo com o LOCATÁRIO, o índice de reajuste e periodicidade.
7) Nas cobranças judiciais e extrajudiciais de alugueis em atraso, serão tais valores
acrescidos de juros de mora, atualização monetária e honorários advocatícios, à base
de 20% ( vinte por cento) para os últimos, sendo que qualquer recebimento feito pelos
LOCADORES, fora dos prazos e condições convencionais neste contrato, será havido
como mera tolerância e não induzirá novação, salientando que eventual resgate de
recibos posteriores não significará quitação de aluguéis e outras obrigações contratuais
deixadas de quitar nas épocas certas.
8) O imóvel da presente locação destina-se ao uso exclusivo como residência e
moradia do LOCATÁRIO, conforme cláusula 2, de maneira que não serão permitidos
a transferência, a sublocação, a cessão e o empréstimo, no todo ou em parte, sem a
prévia e expressa autorização dos LOCADORES.
9) Além do pagamento dos valores relativos ao aluguel, são de responsabilidade do
LOCATÁRIO as despesas com consumo de luz, água, esgoto, seguro contra incêndio,
imposto predial e todas os demais tributos municipais e encargos da locação, que
venham a incidir sobre o imóvel, inclusive taxa de condomínio, se houver, que deverão
ser pagas diretamente pelo locatário, o qual ficará obrigado a apresentar os
comprovantes de quitação juntamente com o pagamento do aluguel.
10) O LOCATÁRIO declara, neste ato, tomar conhecimento da existência de regras
estabelecidas na CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIOS e compromete-se a respeitá-las
e cumpri-las, juntamente com seus familiares e prepostos, sob pena de rescisão
contratual.
11) Encerrada a locação, a entrega das chaves só será processada mediante exibição
aos LOCADORES dos comprovantes de quitação das despesas e encargos da locação
referidos nas cláusulas anteriores, incluindo a comprovação do corte final do
fornecimento dos serviços de energia elétrica, água, esgoto, gás e internet.
12) Fica facultado aos LOCADORES, ou ao seu representante legal, vistoriar o imóvel
sempre que julgar necessário, com aviso prévio de 02 (dois) dias, podendo tal ato ser
feito por meio de texto de mensagens (e-mail, whatsapp ou ligação telefônica).
13) O LOCATÁRIO se obriga, sob pena de cometer infração contratual, a comunicar
por escrito aos LOCADORES, com antecipação mínima de 30 (trinta) dias, a sua
intenção de devolver o imóvel antes do prazo aqui previsto.
14) O LOCATÁRIO assume o compromisso de solicitar aos LOCADORES uma
vistoria 30 (trinta) dias antes de desocupar o imóvel para ser constatado o estado de
conservação em que, nesta oportunidade, se encontrar.
15) Quaisquer modificações no imóvel locadas só poderão ser feitas com expressa
autorização do LOCADORES. Aderem ao imóvel as benfeitorias feitas sem
autorização, sejam elas úteis, necessárias ou voluptuárias, independente, portanto, de
sua natureza, não cabendo direito à indenização, retenção, compensação ou reembolso.
16) Se no curso da locação vier a ocorrer incêndio ou danos no prédio que demandem
obras que impeçam o seu uso normal por mais de 30 (trinta) dias, falência ou
insolvência do LOCATÁRIO, bem como desapropriação do imóvel, ficará rescindida
de pleno direito a relação locatícia, sem qualquer direito de indenização ou retenção do
objeto do presente contrato.
17) O LOCATÁRIO autoriza aos LOCADORES, desde já, a proceder a sua citação
inicial, interpelação, intimação, notificação, ou qualquer outro ato de comunicação
processual mediante correspondência ou aviso de recebimento, mediante telegrama ou
fax símile, afora as demais formas previstas em lei, como as atuais ferramentas
eletrônicas (mensagens de texto por e-mail e whatsapp).
18) Fica convencionado que a parte que infringir o presente contrato em qualquer dos
seus termos, se sujeita ao pagamento em benefício da outra, da multa contratual
correspondente a 1 (uma) vez o valor do aluguel vigente à época da infração, tantas
vezes forem as infrações praticadas, sem prejuízo da resolução contratual e demais
comunicações previstas neste instrumento.
19) Se o LOCATÁRIO vier a usar da faculdade que lhe confere o contido no artigo 4º
da Lei n º 8.245/1991 e devolver o imóvel antes do vencimento do prazo ajustado,
pagará a multa compensatória equivalente a um mês de aluguel vigente, reduzido
proporcionalmente ao tempo do contrato já cumprido. Contudo, o locatário ficará
dispensado do pagamento da referida multa se a devolução do imóvel ocorrer depois
de um ano da vigência do contrato, ou seja, a partir de 11 de janeiro de 2020.
20) Salvo declaração escrita dos LOCADORES, quaisquer tolerância ou concessões
por eles feitas não implicam em renúncia ao direito ou em alteração contratual, não
podendo ser invocada pelo LOCATÁRIO como procedente para se furtar ao
cumprimento do contrato.
21) Permanecendo o LOCATÁRIO no imóvel após o prazo de desocupação voluntária
nos casos de denúncia condicionada, pagará ele o aluguel pena que vier a ser arbitrado
na notificação premonitória, na forma de que dispõe o artigo 575 do Novo Código
Civil Brasileiro, o mesmo ocorrendo no caso de mútuo acordo nos termos do artigo 9.º,
inciso I, da Lei n.º 8245/1991, quando a desocupação não se verificar na data
convencionada.
22) No caso do imóvel ser posto à venda, o LOCATÁRIO declara que não possui
interesse em sua aquisição, renunciando expressamente ao eventual direito de
preferência e autoriza, desde já, a visita de interessados, em horários previamente
convencionados.
23) O LOCATÁRIO declara, para todos os fins e efeitos de direito, que recebe o
imóvel locado em condições plenas de uso, em perfeito estado de conservação, higiene
e limpeza, obrigando-se e comprometendo-se a devolvê-lo em iguais condições,
independente de qualquer aviso ou notificação prévia, e qualquer que seja o motivo da
devolução, sob pena de incorrer nas cominações previstas neste contrato ou estipuladas
em lei, além da obrigação de indenizar por danos ou prejuízos decorrentes da
inobservância desta obrigação, salvo as deteriorações decorrentes de uso normal do
imóvel.
24) Assina também o presente contrato como FIADORES e PRINCIPALIS
PAGADORES, solidariamente com o LOCATÁRIO, por todas as obrigações e
responsabilidades constantes deste acordo, com as disposições dos artigos 827 e
seguintes do Código Civil Brasileiro, incluindo aluguéis vencidos, danos ao imóvel e
demais encargos decorrentes da locação, SEBASTIÃO RONALDO DA SILVA e
CLAUDETE CASTELLAR DA SILVA, brasileiros, casados entre si, empresários,
residentes na Rua José Pedro, 430, Jardim União, e domiciliados na cidade e comarca
de Bandeirantes, PR; ele portador da CI-RG sob n.º 4.109.217-3-SSP/PR e inscrito no
CPF/MF sob n.º 562.489.389-20; ela portadora da CI-RG sob n.º 6.993.166-9-SSP/PR
e inscrita no CPF/MF sob n.º 878.999.309-87. Consoante prevê o artigo 818 do
Código Civil Brasileiro, os fiadores declaram, expressamente, desistir da faculdade
estabelecida nos artigos 835 e 838 e renunciam ao benefício de ordem do artigo 827 do
mesmo código, perdurando sua responsabilidade até a entrega das chaves, mesmo em
eventual caso de prorrogação contratual.
25) Em caso de ausência, interdição, recuperação judicial, falência ou insolvência dos
fiadores, declaradas judicialmente, suas obrigações se transferem aos seus herdeiros
e/ou sucessores e o LOCATÁRIO se obriga, dentro de 30 (trinta) dias a dar substituto
idôneo, a juízo dos LOCADORES, ficando aquele em mora e sujeito à multa
contratual e despejo, se não o fizer no prazo de tolerância anteriormente mencionado.
26) Elegem as partes o foro da comarca de Bandeirantes, PR, para dirimir quaisquer
dúvidas oriundas do presente contrato, renunciando a qualquer outro por mais
privilegiado que seja.
E por estarem LOCADORES e LOCATÁRIO de pleno acordo com o disposto neste
instrumento particular, assinam-no na presença das duas testemunhas abaixo, em 02
(duas) vias de igual teor e forma, destinando-se uma via para cada uma das partes.
Bandeirantes, PR, em 19 de dezembro de 2018.

Locadores: _____________________________________
Marcos Antônio da Silva

______________________________________
Telma de Fátima Arantes de Carvalho Silva
Locatário: _________________________________
José Luiz Malko Herdt

Fiadores: __________________________________
Sebastião Ronaldo da Silva

___________________________________
Claudete Castellar da Silva

Testemunhas: __________________________________

___________________________________

Você também pode gostar