Você está na página 1de 2

Transformadores de Instrumento

Transformadores de instrumento são pequenos transformadores utilizados em conjunto


com instrumentos como amperímetros, voltímetros, medidores de potências e relés utilizados
para fins de proteção. Esses transformadores reduzem a tensão ou a corrente de um circuito para
um valor baixo que pode ser utilizado de forma eficaz e segura para a operação de instrumentos
convencionais.

 Transformador de Potencial (TP)

O Transformador de Potencial é um equipamento usado principalmente para sistemas de


medição de tensão elétrica, sendo capaz de reduzir a tensão do circuito para níveis compatíveis
com a máxima tensão suportável pelos instrumentos de medição.
Um transformador de potencial opera com base no mesmo princípio de um transformador
de potência padrão. A principal diferença é que a capacidade de um transformador de potencial
é relativamente pequena em comparação com o transformador de potência. Transformadores de
potencial têm potências típicas de 100 VA a 500 VA. O lado de baixa tensão do secundário é
normalmente enrolado para 115 V, o que torna possível o uso de instrumentos padrão com
bobina de potencial de valor nominal de 115 V. O lado primário é projetado para ser ligado em
paralelo com o circuito a ser monitorado.
Sua principal aplicação é na medição de tensões com valores elevados, ou seja, em seu
circuito primário é conectada a tensão a ser medida, sendo que no secundário será reproduzida
uma tensão reduzida e diretamente proporcional a do primário. Assim, com menor custo e maior
segurança, pode-se conectar o instrumento de medição (voltímetro) no secundário.
A tensão reduzida do circuito secundário do TP também é usada para alimentar, de forma
igualmente segura, os circuitos de proteção e controle de subestações.

 Características do Transformador de Potencial (TP)

 São projetados para suportarem sobretensões a níveis determinados em regime


permanente, sem que nenhum dano lhes seja causado;
 Como são empregados para alimentar instrumentos de alta impedância (voltímetros,
reles de tensão, etc.), a corrente secundária é extremamente baixa.
 Além disso, devem ter um erro mínimo na relação de transformação e no ângulo de
fase.
http://www.instrumenti.com.br/index.php/pt/133-destaque/241-transformadores-de-potencial
PETRUZELLA, Frank D. Eletrotécnica II: Série Tekne. Porto Alegre: AMGH Editora Ltda,
2014.