Você está na página 1de 3

CONCORDÂNCIA NOMINAL

A concordância nominal trata da relação de concordância de gênero e número do substantivo (elemento


determinado) e os adjetivos, artigos, numerais e pronomes que o determinam (elementos determinantes).

Determinado

Substantivo
Classe gramatical responsável por nomear os seres e as coisas.
Núcleo de qualquer estrutura nominal.

Determinantes

Adjetivo Artigo Numeral Pronome

ADJETIVOS

 Adjetivo Simples

O adjetivo simples concorda com o substantivo.

Ex.: Camisas verdes.

ATENÇÃO: Substantivos que exercem a função de adjetivo não variam em nenhuma hipótese.

Ex.: Camisas laranja. / Uniformes vinho. / Saias rosa. / Saias cor de rosa. / Calças cinza.

 Adjetivo Composto

Nos adjetivos compostos a concordância deve incidir sobre o último termo que, caso seja um adjetivo, varia
em gênero e número concordando com o substantivo. Nesse caso a gramática parte do pressuposto de que
se trata de apenas uma característica, designada por dois termos.

Último termo adjetivo: Olhos azul-claros. / Quartos verde-escuros.

Último termo substantivo na função de adjetivo: Cabelos vermelho-fogo.

ATENÇÃO: A exceção à regra é o adjetivo composto “surdos-mudos”, no qual ambos os termos variam.
Nesse caso, a gramática parte do pressuposto e que se trata de duas características independentes e por
isso, ambos os termos devem variar.
 Adjetivo depois do substantivo:

Existem duas possibilidades corretas para realizar a concordância do adjetivo que está depois do
substantivo:

 Concordância Atrativa: O determinante concorda com o núcleo mais próximo. Ex.: André comprou
carro e casa nova.

 Concordância Gramatical: O determinante concorda com o gênero determinante. Ex.: André


comprou carro e casa novos. / revista e apostilas novas.

 Adjetivo antes do substantivo:

Nesse caso, existe apenas uma possibilidade correta:

 Concordância Atrativa: Ex.: Comemos saborosa torta e bolo de limão.

ATENÇÃO

A determinação da concordância deve sempre observar a lógica semântica da sentença:

“Vimos um carneiro e um roseiral florido.” (carneiro não poderia ser florido)

"Contemplamos o sol e o mar azul.” (o sol não poderia ser azul)

CASOS ESPECIAIS

 BASTANTE

A palavra “bastante”, dependendo do contexto semântico da frase, pode assumir a função tanto de
advérbio de intensidade quanto de pronome indefinido. Sendo um advérbio, não varia em nenhuma
hipótese, já que os advérbios são invariáveis. Sendo um pronome indefinido, deverá variar concordando
com o substantivo ao qual se refere.

 Bastante como advérbio de intensidade: “Esses gatos são bastante espertos.”

ATENÇÃO: Primeiramente é importante lembrar que os advérbios referem-se sempre a um


adjetivo, verbo ou outro advérbio, portanto, para identificar se o termo bastante se trata de um
advérbio primeiramente deve-se identificar qual é a classe gramatical do termo ao qual aquele se
refere. Em segundo lugar, uma técnica bastante útil para se identificar a classe gramatical do termo
“bastante” é tentar substituí-lo por um numeral. Caso a substituição seja possível, então não se
trata de um advérbio: “Esses gatos são 300 espertos.”
 Bastante como pronome indefinido: “Brincamos com bastantes gatos hoje.”

O pronome existe sempre em função de um substantivo, seja determinando-o, acompanhando-o


ou substituindo-o. Nesse caso, o termo “bastante” faz referência à palavra “gatos” (substantivo) e
poderia ser substituído por um numeral sem prejuízo do sentido da frase: “Brincamos com 300
gatos hoje.”

Continuar edição...

MEIO

Advérbio: Invariável

Determina um Adjetivo, Verbo ou outro Advérbio. Ex.: Ela está meio sonolenta.

Numeral Adjetivo: Variável

Determina um Substantivo. Ex.: Bebi meia lata de cerveja.

VERBO “SER” + ADJETIVO (É BOM, É NECESSÁRIO, É PROIBIDO...)

Quando não há Artigo ou Sujeito determinado:

Cerveja é gostoso. / Água é bom. / Drogas é proibido.

É necessário apresentação de documentos.

Quando há Artigo ou Sujeito determinado:

Silme é gostosa. / Minha gata é fofa. / Aquelas drogas são proibidas.

É necessária a apresentação de documentos.

TAL QUAL

Tal = Concorda com o termo anterior. Qual = Concorda com o termo posterior.

Ex.: Os jogadores são tais qual o treinador. / O filho é tal quais os pais.

ANEXO

Segue anexo o arquivo. / Segue em anexo o arquivo.

Seguem anexos os arquivos. / Seguem em anexo os arquivos.

ALERTA no sentido de “ATENÇÃO”: Invariável.

Estivemos alerta durante a madrugada.