Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÀRIDO

CAMPUS CARAÚBAS
BACHARELADO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA
RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS
Atividade Prática do Ensaio de Resistência dos Materiais

Grupo: 01
Turma: 01

Nome:
Francisco Luis de Carvalho Costa
Jose Jefferson Azevedo Lima
Isaac Marcelino de Medeiros
Nadison Francisco da Silva
Nilson Francisco da Silva

QUESTIONÁRIO

1) Faça um esboço do diagrama de tensão x deformação para cada liga e


determine os valores aproximados dos seguintes parâmetros:

a) Tensão proporcional ou limite de proporcionalidade;


270MPa
b) Tensão de escoamento ou limite de escoamento;
335MPa
c) Módulo de elasticidade;
15,45GPa
d) Tensão máxima ou limite de resistência;
405,19MPa
e) Tensão de ruptura ou limite de ruptura;
275MPa
f) Deformação ou alongamento total (%);
Lº =50mm Lf =70mm
O alongamento total foi de 40%, ou seja, o comprimento útil do corpo de prova
aumentou 40% em relação comprimento inicial.
g) Estricção ou redução de área (%);
dº = 10mm df =6mm
A redução da área total foi de 60%, ou seja, a área útil do corpo de prova
diminuiu 60% em relação a área inicial.
h) Módulo de resiliência;
1
ur = 2 𝜎𝑙𝑝 𝜖𝑙𝑝
ur = ½ *270Mpa*0.011mm/mm
ur = 1,48MPa
i) Módulo de tenacidade.
ur = 9,45GPa

2) Porque o corpo de prova utilizado no ensaio de tração apresenta uma


região com diâmetro reduzido?

O corpo de prova é formado pela parte útil e cabeça que são interligados
pelo raio de concordância. As cabeças são as partes extremas, de raios
maiores, que serão presas na máquina de modo a fixar o corpo de prova e são
maiores que a parte útil para que a ruptura não aconteça nelas. A parte útil é a
região de raio reduzido (Lo) onde são realizadas as medições de propriedades
do material e onde ocorrerá a ruptura.

3) Explique o que é deformação: Qual a diferença entre a deformação


plástica e a deformação elástica?

Deformação é a mudança na estrutura do material após ser submetido à


aplicação de uma força. Quando essa mudança estrutural não é permanente,
ou seja, quando o pode retorna as suas características inicias, quando a
retirada da força sobre ele o material retorna sua configuração original,
chamamos isso de uma deformação elástica. Ao ceder o limite da deformação
elástica, isto é, quando os átomos e moléculas assumem novas posições de
maneira permanente, ou seja, o material não retorna a sua configuração
original trata-se de uma deformação plástica.

4) Se utilizarmos dois materiais diferentes para o corpo de prova em um


ensaio de tração, um aço SAE 1045 e o outro aço SAE 1050. Qual
apresentará menor deformação? Justifique:

O aço SAE 1045. Pois o aço SAE 1045 é menos resistente do que o
SAE 1050, sendo o aço SAE 1050 mais resistente este suportará uma dada
carga por mais tempo que o aço SAE 1045, consequentemente deformando
mais.

5) Observando os gráficos obtidos no ensaio de tração, diga qual a


principal diferença entre um material frágil e um material dúctil:
Um material dúctil antes de sua ruptura pode ser exposto a grandes
deformações ultrapassando seu limite de proporcionalidade, limite de
resistência até chegar seu limite de ruptura, já um material frágil não possui tal
característica suportando tensão somente até seu limite de proporcionalidade
elástica, ou seja, não resiste a grandes deformações.

6) Qual é o tipo de fratura apresentado pelo corpo de prova utilizado no


ensaio de tração? Explique porque o corpo de prova desenvolveu este
aspecto da fratura. O que isso implica na estricção e na ductilidade do
material?

A fratura dúctil é caracterizada pela ocorrência


de uma apreciável deformação plástica antes e
durante a propagação da trinca. O corpo de prova,
antes de romper-se, apresentou uma
deformação/alongamento. Isso implica que, quando o
material é submetido à forças de compressão, tração,
cisalhamento... o material não irá se romper de
imediato. Há uma deformação antes que isso
aconteça.

7) Dois materiais (aço SAE 1045 e aço SAE 1050) foram submetidos a um
ensaio de tração e apresentaram suas curvas características.
Faça uma análise comparativa com as seguintes curvas de tensão-
deformação:

Identifique as curvas mais próximas das obtidas no ensaio, compare e


identifique o material mais resiliente. Discuta porque o teor de carbono
influência no aspecto da curva.

A curva mais próxima foi a do aço para máquina (0,6% carbono). A


resistência mecânica relaciona-se às forças internas de atração existentes
entre as partículas que compõem o material. Quando as ligações covalentes
unem um grande número de átomos, como no caso do carbono, a dureza do
material é grande. Ou seja, quanto maior a quantidade de carbono, mais
resistente o material e tensão maior para o rompimento.