Você está na página 1de 6

Somente quando se submeter à disciplina de seu “codex vampírico”, e à própria força de vontade,

controlando as pessoas ao seu redor, que o vampiro estará orientado para o objetivo do
vampirismo, pois se ele fizer progressivamente tal apelo à essa visão, chegará a um verdadeiro
entendimento da natureza que constitui a Vontade do vampiro, o Príncipe das Trevas, na medida
em que poderá experientar essa Vontade como meio de criação.

Em certo estágio, quando o vampiro não é mais um recém-chegado ou neófito, ele começará a
criar como um deus, pois aprendeu diariamente a pensar e a agir corretamente. O vampiro é,
antes de tudo, um criador através de ferramentas mentais. E como ele pode colocar isso em
prática?

1. Aprendendo a construir uma forma-pensamento poderosa e inteligente.

2. Dando o impulso, através do discurso correto, que animará o que ele está construindo para o
seu próprio desenvolvimento, e assim permitindo que a forma-pensamento transmita a ideia
pretendida, seja lá o que for.

3. Enviando sua forma-pensamento corretamente para os alvos (orientada para seu objetivo
vampírico) e tão verdadeiramente direcionada que alcançará seu objetivo e realizará o propósito
pretendido.

Essas regras podem parecer muito simples, mas é um guia seguro para a sabedoria oculta,
permitindo que o iniciante passe nos testes para uma iniciação maior. Deixe-nos sempre
expressar nossa verdade tal como é:

1. O vampiro estuda seus pensamentos e separa o falso do verdadeiro. Desta forma, ele está
protegido.

2. O vampiro aprende o significado do glamour (ilusão), e no meio dele localiza a sua verdade.
Desta forma, ele está protegido.

3. O vampiro controla suas emoções, pois as ondas que se elevam nos mares tempestuosos da
vida podem engolir o nadador.

4. O vampiro tem sempre que lembrar que tem uma mente poderosa e deve aprender a usá-la
para seu próprio bem.

5. O vampiro tem sempre que lembrar que, em seu trabalho mental, a concentração é
fundamental para um pensamento poderoso.

6. O vampiro deve saber que cada pensamento tem um canal diferente de manifestação e que
cada um é de natureza diversa, mas uma coisa só em essência.

7. O vampiro sempre deve agir como um pensador inteligente e aprender que não é correto
prostituir seu pensamento como um animal para conseguir realizar desejos dos sentidos
inferiores. Ele é um aristocrata.
8. A energia do pensamento é para ser utilizada para seu avanço vampírico e não disperdiçada
com as futilidades humanas.

9. O vampiro constrói sua forma-pensamento com uma visão clara, um propósito definido, e com
tal ele terá sucesso.

10. O vampiro sabe que seu modo de vida e seu modo de construção consciente ainda não é o
objetivo final. Ele precisa se libertar do medo, dos ciúmes e nunca levar uma vida sem sentido.
Assista sua aura para perceber esses defeitos.

11. O Vampiro observa as portas do pensamento como um sentinela expulsando o que não
pertence à sua evolução vampírica.

12. Preste muita atenção para que suas palavras, fala e ação indiquem seus pensamentos. Os
seus pensamentos de poder fazem você vitorioso nas ações.

13. Seja forte e busque isso acima de qualquer coisa e a qualquer custo.

14. O pensamento ocioso traduzido em palavras e ações cria uma prisão para você, assim como
balbuciar com os tolos. Mantenha os arcanos vampíricos para você e seu clã, para evitar contra-
tempos e desastres. Mantenha o silêncio e a luz negra continuará acesa.

15. Não transmita a nínguém suas fraquezas, também não lamente dos seus fracassos. Os
pensamentos quando ligados ao “eu” e ao seu “destino” impedem o avanço mágicko.

16. O poder atrativo do pensamento e a atração energética do sexo é uma grande força.O
ensinamento fundamental no vampirismo é de que toda a vida é importante (sagrada),
especialmente a nossa sexualidade. Isto é porque o vampirismo vê o poder sexual como sendo a
energia interna que alimenta nossa ilumiação.

Essas simples colocações vampíricas são o fundamento seguro para o avanço do trabalho
mágicko tornando o corpo mental tão claro e tão poderoso que o vampiro irá atingir seus objetivos
ao máximo.

Magnetismo Vampírico

Quando nós vampiros estamos ao redor de pessoas irresistivelmente magnéticas, nos sentimos
maravilhosos, nos sentimos inspirados e ágeis em ação. Sentimo-nos atraídos porque são como
nós, entusiasmados com a vida. Eles têm uma visão ampla, eles têm confiança no que eles estão
dizendo e fazendo, eles são enérgicos. Estamos cientes do magnetismo deles, mas também há
uma leveza de ser, qualidades infantis de brincadeira, uma abertura que causa curiosidade. Eles
são espontâneos e divertidos, vivem suas vidas sem cargas, não precisam perseguir duramente
as coisas – o que quer que elas desejam, elas atraem sem esforço por causa de seu impulso
magnético.

A ciência mais recente nos diz que os incontáveis bilhões de átomos de que o corpo é composto
são carregados, todos e cada um deles, com magnetismo inerente ou nativo, cuja presença é
necessária para manter seus elétrons e manter um tipo de “sistema solar” em que um orbe central
exerce uma influência sobre os seus satélites, e esta influência, por sua vez, pelo magnetismo de
uma força semelhante à conhecida como centrípeta, mantêm a distância do orbe dominante.
Também nos dizem que cada átomo possui um poder reprimido que, se for solto, poderia destruir
uma matéria muito maior que seu tamanho. Todos esses motores de força e energia estão
entrando no corpo em bilhões diariamente, servindo a missão de criar e manter a vida, e
passando para se juntar ao grande pano de fundo para o qual foram desenhados. Todo esse
magnetismo é conhecido como um poder difuso e está espalhado por todo o corpo.

É reconhecido por todos os cientistas que o magnetismo tem uma utilidade maior do que aauilo
que foi extraído dele até agora. Para entender como essa maior utilização pode ocorrer,
revelaremos a maneira pela qual a célula vegetal que contém o germe da inteligência é criada
pela “natureza” para fazer parte de formas dispersas de inteligência em uma massa coletiva que é
chamada de cérebro.

Da mesma forma, a presença difusa ou dispersa do magnetismo nos incontáveis átomos do


corpo, é desenhada coletivamente em gânglios, centros nervosos e no cérebro (o maior de todos
os centros nervosos). Mas quando o processo de coleta desse magnetismo é levado para uma
escala maior, descobrimos que existe no corpo um núcleo de magnetismo muito mais ativo.
Quando o intelecto está unido ao magnetismo, o resultado é o magnetismo pessoal. Se você
observar o homem e a mulher que são considerados os mais “magnéticos” na natureza, achará
que quase sempre são pessoas que têm o que é chamado de “alma” em um nível mais
expressivo – isto é, manifestam e induzem “sentimento” ou emoção. Eles manifestam traços de
caráter e natureza semelhantes aos manifestados por atores e atrizes. Eles lançam uma parte de
si mesmos, o que parece afetar aqueles que entram em contato com eles eles.

Observe um ator não-magnético, e você verá que, embora ele possa ter uma perfomance perfeita
e que tenha adquirido os maneirismos, gestos e outras partes técnicas de sua arte, ele ainda não
tem “algo a mais” e isso pode ser visto como a capacidade de comunicação do magnetismo
pessoal. Aqueles que estão no segredo do show business, sabem muito bem que muitos dos
atores bem-sucedidos que parecem queimar com paixão, sentimento e emoção no palco,
realmente sentem pouco dessas qualidades ao agir na vida real- são como fonógrafos,
produzindo sons que foram registrados neles. Mas se você investigar ainda mais, verá que essas
pessoas induzem uma emoção simulada e mantêm firmemente em suas mentes, acompanhando-
a com os gestos apropriados , falas e etc, até que se torne firmemente “configurada” ali e seja
comprimida com a mentalidade, como um registro sempre acessível.

Dizem que se um ator em cena se deixar realmente levar por aquilo análogo ao que senti com
intensidade na vida real, o resultado não será vantajoso, pois ele é superado com o sentimento e
seu efeito está sobre si mesmo, e não sobre o seu público. O melhor resultado é dito ser obtido
quando alguém experimenta pela primeira vez e senti a emoção, e depois a reproduz da maneira
indicada acima, sem permitir que a emoção o controle.

Ler Sobre O Magnetismo Pessoal Não é Suficiente


Não importa o quão grande seja a sua capacidade de ler e entender variados livros, esse
crescimento, essa lei, exige tempo e esforço para o trabalho da vontade. Não importa quão pobre
possa ser sua capacidade em tal questão, esse crescimento é absolutamente alcançado se você
colocar tempo razoável e esforço em sua aquisição. As árvores gigantes de nossos parques em
qualquer lugar do mundo já foram sementes. O lento lapso de tempo atraiu a natureza para
mudanças poderosos. O magnetismo não pode mais ser adquirido pela simples leitura de um
artigo, ou pela prática apressada de seus exercícios. Um sábio oriental ou filosofo do ocidente
não podem ser “produzidos” durante uma única experiência.

O crescimento magnético é naturalmente lento. Seus princípios, seus métodos e os resultados de


seu estudo devem ser profundamente absorvidos e assimilados pelo eu subjetivo antes que se
possa obter a reação do magnetismo na vida objetiva. Se você leu essas linhas corretamente,
então aprendeu que o crescimento magnético e o desenvolvimento psíquico não podem ser
apressados. Essas declarações são colocadas aqui porque, se tivessem aparecido no início do
nosso trabalho, a perspectiva pareceria, talvez, desencorajadora e especialmente não teria sido
entendida. Agora você entende porque trabalhou todos os nosso exercícios, e pode sd dar o luxo
de sorrir para o tal desânimo. Você pagou um preço pela obtenção de um potencial magnético,
pois os ganhos compram as dores. A observação fiel dessas sugestões desenvolve muitas
surpresas ao longo dl tempo. O crescimento do magnetismo envolve intensa e contínua
concentração de pensamento no campo psíquico, e é muito provável que você possa achar
necessário se proteger contra esse perigo. O método de defesa é brevemente indicado mais
adiante.

Magnetismo e Carisma

A ideia de ter carisma pessoal e magnetismo é muitas vezes baseada em ter uma energia
atraente que flui através de seu corpo e mente. Embora isso seja verdade, existem outros
aspectos. Muitas pessoas acham que nasceram com o magnetismo, mas todos podemos
começar a desenvolvê-lo, se não for um dos nossos traços fortes. Ter uma forte presença é mais
sobre como você é percebido pelos outros. Como você os trata, vai influenciá-los muito,
especialmente quando se encontra pela primeira vez. Então, deixe-me te falar sobre como pode
realmente influenciar as pessoas para fazê-las pensar em você como uma influência poderosa.

Dicas para influenciar positivamente as pessoas:

1. Quando você se encontrar com alguém pela primeira vez, atue como se estivesse se
encontrando com um amigo. Isso irá ajudá-lo a se sentir confortável e operar a partir de seu
verdadeiro eu, em vez de colocar qualquer coisa na frente. Não seja excessivamente amigável,
mas esteja interessado no que a pessoa tem a dizer, e deixe-a conduzir a maioria parte
conversas.

2. A linguagem corporal é um ótimo negócio. Saiba mais sobre linguagem corporal. Cruzar os
braços ou as pernas significaria que você está fechado para a pessoa ou a situação. Olhe as
pessoas nos olhos ao falar. Olhar para elas nos olhos mostra que você não tem nada a esconder
e não está evitando-as. Os vampiros sempre olham as pessoas nos olhos, são seus meios de
poder.
3. Seja positivo. Ninguém gosta de estar com uma pessoa negativa. Ser positivo e feliz faz você
ser uma pessoa atraente, isso ajuda você a contagiar outras pessoas e também é uma tomada de
energia.

4. Trabalhar em boa postura. Mantenha sua postura corporal ereta, não caia. Isso irá ajudá-lo a
parecer mais firme, criando uma boa impressão.

5. Ajude as pessoas que merecem. Elas não sabem como fazer algo que você faz? Eles
apreciariam a sua ajuda. No entanto, não execute demasiadas tarefas e saiba quando dizer “não”.
Ajudar as pessoas fará você se sentir bem, criando um senso de poder e valor. E certamente
outros se sentem bem com você quando recebem sua ajuda.

Nosso auto-programa de magnetismo pessoal:

• Aumente sua popularidade

• Atraia pessoas e circunstâncias que forçam você a melhorar a alimentação

• Proteja-se de pessoas que sabotam sua energia

• Impulsione a autoconfiança

• Construa redes pessoais de amizade com as vvítims

Poder da Consciência Vampírica

Vampiros fazem magia, pois isso faz parte de suas vidas. No entanto, definir o que realmente é
magia pode ser muito difícil. Mesmo os praticantes ocultistas discordam de uma definição geral
de magia porque é uma arte pessoal. Magia é muito mais do que feitiços como forma de
reivindicar poder sobre outra pessoa, de controlar ou prejudicar. Este é um mal entendido que
define de imediato que o vampirismo é uma prática maldosa. Embora a magia tenha sido usada
com tais intenções, este não é absolutamente o propósito da magia vampirica.

Aleister Crowley definiu magia como: “A ciência e a arte de causar mudanças em conformidade
com a vontade”. Magia, de fato, é uma arte e uma ciência, com regras e estrutura. Os vampiros
não têm códigos morais, mas apenas condições que permitem que a magia ocorra. E, como arte,
a magia também tem um componente criativo e individual, desde que eseja de acordo com as
“leis científicas da magia”.

“Causar transformação e mudança” é um assunto importante aqui. Os vampiros não especulam,


mas fazem coisas acontecerem. E a transformação combina com a intenção/vontade. O vampiro
está aprendendo a trabalhar com a transformação ou mudança, aprendendo a lida com as forças
que criam, moldando o resultado combinando a intenção com o métodos certos. “Dobrar e
moldar” são duas palavras para se lembrar. O vampiro está dobrando e moldando a ocorrência
natural para ajustá-la a sua vontade.
Durante a sua transformação como vampiro, você precisa de treinamento, pois todos precisamos
ver os resultados de nossos esforços para se tornar o que tanto desejamos. Um vampiro está
trabalhando com energias o tempo todo. Todo indivíduo descreve a experiência de uma maneira
única, então temos muitas vezes opiniões divergentes sobre as energias psíquicas. Diferentes
tradições vampíricas, clãs e famílias chamam essas forças por diferentes nomes, e um nome tem
uma conotação cultural específica.

Um vampiro em seu tempo de transformação precisa de métodos para direcionar as energias


através da vontade e da intenção. Métodos sempre envolvem uma consciência alterada,
resultante de uma prática ou ritual meditativo, a razão pela qual a meditação, os rituais e as
ferramentas são tão comuns nas tradições vampíricas, pois servem ao propósito maior de nos
ajudar a direcionar nossa energia e intenção.

Se você observar bem, coisas estranhas as vezes acontecem ao seu redor. Você pode fazer com
que os relógios parem, pode criar uma sobrecarga nos dispositivos elétricos, queimar as
lâmpadas ou fazer com que o carro quebre, tudo de forma inconscciente. Quando você está
chateado, as pessoas podem ter acidentes ao seu redor, e geralmente você se sente mal por
isso.

Todo esse processo é contrário a magia. O vampiro está diretamente associado a metafísica
prática ou ocultismo (esoterismo) que se desenvolve no subconsciente, mas não é dominado por
seus fenômenos. O vampiro que é obviamente um mago sempre avançará em sua melhoria, e a
transformação ao longo do tempo mudará devidamente o curso e o seu modo ser.