Você está na página 1de 8

RESOLUÇÃO N.

º 2007/2005

Dispõe sobre a Formação Continuada


por meio do Programa de Capacitação
dos profissionais da educação da Rede
Estadual de Educação Básica do
Estado do Paraná.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das


atribuições que lhe confere o Decreto n.º 5249/2002 e tendo em vista as disposições
contidas no art. 67 da Lei n. 9394/96, na Lei Nacional n. 10.172/2001 no art. 17 da
Lei Complementar n. 103/2003 e na Resolução n.º1457/2004- SEED,

RESOLVE

Art. 1º- Estabelecer que a Formação Continuada dos Profissionais da Rede Estadual
da Educação Básica do Estado do Paraná seja proporcionada mediante realização do
Programa de Desenvolvimento Educacional e do Programa de Capacitação, visando
contribuir com o desenvolvimento da autonomia intelectual dos profissionais da educação e
melhoria da qualidade de Ensino.

Art. 2º- O Programa de Desenvolvimento Educacional- PDE encontra-se


disciplinado no Decreto n.º 4482/05, de 14 de março de 2005.

Art. 3.º - O Programa de Capacitação objetiva contribuir para a qualificação dos


profissionais da educação focada na prática de ensino, no princípio da ação-reflexão-ação e
compreende Aperfeiçoamento e Atualização.

Art. 4º - O Aperfeiçoamento visa ao aprofundamento dos conhecimentos em área


específica, efetivando-se, principalmente, por intermédio de Cursos de Graduação,
Programas de Pós-Graduação, e Programas de Formação Continuada ofertados por
Instituições de Ensino Superior.

Art. 5º - A Atualização oportuniza a reflexão teórico-crítica sobre questões


educacionais e dar-se-á por meio de eventos ofertados pela SEED por intermédio do
Programa de Capacitação.

Art. 6.º - O Programa de Capacitação será norteado pela diretrizes educacionais


estabelecidas pela SEED.

Art. 7.º- O Programa de Capacitação será proposto por meio de:


I – Projetos apresentados por outras Instituições viabilizados através de convênios
celebrados com o Estado do Paraná por intermédio da SEED.
II – Projetos elaborados pelas diferentes unidades da Secretaria de Estado da
Educação nos moldes estabelecidos pela Resolução n.º 1457/04 – SEED, de 16/04/2004.

Parágrafo único. As unidades descentralizadas da SEED deverão enviar a


proposta de evento à Superintendência da Educação que encaminhará ao Departamento
competente, a fim de elaborar o projeto que será submetido à análise e aprovação do
Conselho de Capacitação, designado nos termos estabelecidos pela Resolução n.º 1457/04 –
SEED.

Art. 8.º - O Programa de Capacitação prevê eventos descritos no Anexo Único que
integra a presente Resolução, nas seguintes modalidades:
Grupo 1: Congresso, Curso, Encontro, Grupo de Estudo, Jornada, Oficina, Semana,
Seminário e Simpósio.
Grupo 2: Palestra, Mesa-redonda, Painel, Fórum e Conferência.
Grupo 3: Teleconferência e Videoconferência.
Grupo 4: Campanha, Concurso, Feira, Festival, Gincana, Mostra, Olimpíada e
Torneio
Grupo 5 : Reunião Técnica
Art.9.º- Os eventos que compõem o Programa de Capacitação serão desenvolvidos
na forma presencial e/ou a distância.
Parágrafo único. Os eventos na modalidade a distância deverão atender a
legislação específica vigente.

Art. 10- O Programa de Capacitação será proporcionado aos profissionais da


educação que estiverem em efetivo exercício, sendo-lhe facultada a participação.
Parágrafo único. O Profissional da Educação poderá ser convocado a participar
de determinado evento, conforme estabelece o art. 279, XVI da Lei n.º 6174/70- Estatuto
dos Funcionários Públicos do Estado do Paraná.

Art. 11- Receberá certificado, devidamente registrado na Coordenação de Capacitação,


constituída nos termos da Resolução n. 1457/2004, o participante que obtiver 100% de
frequência nos eventos dos grupos 1 e 2, estabelecidos no art. 8.º desta Resolução.

Art. 12– O monitoramento e a avaliação dos eventos de capacitação serão realizados


pela Coordenação de Capacitação dos Profissionais da Educação (CCPE).

Art. 13- Os casos omissos serão analisados pelo Conselho de Capacitação.

Art. 14- Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Secretaria de Estado da Educação, 21 de julho de 2005

Mauricio Requião de Mello e Silva


Secretário de Estado da Educação
ANEXO ÚNICO

GRUPO 1

1) CONGRESSO:
Origem da palavra: Vem do latim com, “junto”, e gradi, “caminhar”.
Definição: Reunião formal e periódica de profissionais que atuam numa
mesma área, promovida por entidades associativas.
Objetivo: Apresentar temas específicos, debater e extrair conclusões sobre
ele.
Duração: Até cinco dias, com carga horária total mínima de 24 horas.
Dicas: Assuntos relacionados ao tema central podem ser apresentados sob
diferentes formas: painel, palestras, simpósios, mostra, exposição, etc.
- Os trabalhos devem ser apresentados por escrito e com a antecedência
prevista, para que sejam reunidos em um documento que será entregue aos
congressistas.

2) CURSO:
Definição: Formação Continuada dos Profissionais da Educação para o
exercício da prática docente.
Duração: Mínimo 08 horas .

3) ENCONTRO:
Origem da palavra: Vem do latim contra “ em oposição”, exatamente o
mesmo sentido que ainda tem a nossa expressão “ ser do contra”.
Definição: Evento onde pessoas da mesma categoria profissional debatem
temas polêmicos.
Objetivo: Discutir vários aspectos de um determinado assunto e extrair
conclusões.
Duração: Um ou dois dias ( 8 horas diárias ).

4) JORNADA :
Definição: São encontros de grupos profissionais, de âmbito regional, para
discutir periodicamente, assuntos de interesse do grupo. As conclusões
podem definir linhas norteadoras para o trabalho do grupo.
Duração: vários dias

5) OFICINA:
Definição: É um evento dividido em duas partes: teórica e prática. Os
participantes são de uma mesma área ou de um mesmo segmento de
trabalho, e se reúnem para debater, praticar e tentar encontrar soluções para
o tema proposto.
Objetivo: Familiarizar os participantes sobre um determinado assunto para
um maior dinamismo, aliando a teoria com a prática.
Duração: De 8 a 30 horas, com o mínimo de 3 horas e o máximo de 8
horas diárias.

6) SEMANA:
Definição: É a nomenclatura atribuída a um tipo de encontro semelhante ao
congresso, no qual as pessoas se reúnem para discutir assuntos de interesse
comum. A dinâmica é a mesma de um Congresso.
Duração: Vários dias

7) SEMINÁRIO:
Origem da palavra: Vem do latim semen, “semente”. Portanto um
seminário nada mais é que uma sementeira.
Definição: Evento onde dois ou mais expositores apresentam vários aspectos
de um determinado assunto. É uma sequência concentrada de atividades com
fim específico de desenvolver capacidades, conhecimento e aprendizagem
por meio do trabalho. A idéia é somar informações e experiências.
“Congresso de menor porte”. Objetiva transmissão, atualização, debate,
divulgação ou apresentação de novos conceitos e técnicas centrados num
tema básico, que pode ser desdobrado em subtemas. Exposição feita por uma
ou mais pessoas e um coordenador. O assunto é conhecido da platéia, que é
dividida em grupos. Fases: Exposição, Discussão e Conclusão.
Objetivo: Informar e debater determinado assunto sob vários ângulos.
Duração: Quatro a oito horas diárias
Pode ser de uma até várias semanas.

8) SIMPÓSIO:
Origem da Palavra: Vem do grego sympósium , palavra formada por syn,
“junto”, e posis, “beber”.
Definição: São vários expositores com a presença de um coordenador. O
tema geralmente é científico. Após as apresentações, a platéia participa com
perguntas à mesa.
Objetivo: Analisar, discutir e estudar determinado assunto sob diversos
ângulos.
Duração: Um a três dias ( 8 horas diárias ).

GRUPO 2

9) PALESTRA:
Definição: Evento caracterizado pela apresentação de um tema, por um
especialista, a um grupo de pessoas com interesses comuns. Após a
apresentação, deverá ser aberta a possibilidade para questionamentos.
Objetivo: Informar e atualizar o público sobre um determinado assunto.
Duração: mínimo de uma hora

10) MESA REDONDA:

Definição: É uma reunião preparada e conduzida por um moderador, que


orienta a discussão, para que se atenda ao tema proposto. Os participantes da
mesa – redonda são especialistas, que apresentam os seus pontos de vista
sobre o assunto em pauta, num tempo limite. Depois eles debatem entre si,
podendo haver a participação dos presentes, em forma de perguntas, por
escrito ou oralmente.
A diferença entre Mesa- Redonda e Painel é que, neste, expositores
debatem entre si o assunto, cabendo ao público apenas assistir à polêmica ,
sem direito a perguntas. É uma reunião entre especialistas, em pequeno
número, com um coordenador e um moderador.
Objetivo: Debater e discutir determinado tema.
Duração: Mínimo 2 horas

11) PAINEL:
Definição: Evento onde um orador e até quatro painelistas explanam sua
visão sobre um tema pré-determinado, sempre coordenado por um
moderador.
Objetivo: Explanar, debater e expor conclusões sobre um tema.
Duração: Até 1 hora e 30 minutos.

12) FÓRUM:
Definição: Reunião baseada na busca da participação intensa da platéia,
preferencialmente numerosa. A idéia é sensibilizar a opinião dos presentes
sobre assuntos pré-determinados. Um coordenador levanta um tema de
interesse geral e busca a opinião da coletividade. Ocorre debate livre até que
conclusões possam ser retiradas.
Objetivo: Colher opiniões e apresentar conclusões representando o consenso
da maioria.
Duração: Um ou mais dias ( o horas diárias ).

13) CONFERÊNCIA:
Origem da palavra: Vem do latim com+ferre, “reunir”. Ou seja, em uma
conferência, o conferecista é apenas um meio, e não um fim.
Definição: Uma das formas de reunião informativa que se caracteriza pela
exposição feita por autoridade em determinado assunto para grande número
de pessoas. Exige a presença de um presidente de mesa para condução dos
trabalhos, sendo bem mais formal que uma palestra. As perguntas acontecem
somente por escrito e devidamente identificadas, bem ao final da exposição.
GRUPO 3

14) VIDEOCONFERÊNCIA:

Definição: Consiste em uma discussão em grupo ou pessoa-a-pessoa na qual


os participantes estão em locais diferentes, mas podem ver e ouvir uns aos
outros como se estivessem reunidos em um único local. Os sistemas
interpessoais de videoconferência possibilitam a comunicação em tempo real
entre grupos de pessoas, independente de suas localizações geográficas, em
áudio e vídeo simultaneamente.

15) TELECONFERÊNCIA:
Definição: Transmissão de um programa de TV em circuito fechado, com
cobertura nacional ou internacional, via satélite. Atualmente a
teleconferência tem se apresentado como alternativa moderna cada vez mais
adotada por empresas, constituindo-se numa forma ideal de reunir pessoas,
em diferentes localidades, participando de um mesmo evento. O programa é
gerado a partir de um determinado ponto e transmitido via satélite para
localidades designadas, sendo captado através de antenas parabólicas.

GRUPO 4

16) CAMPANHA:
Definição: Atividade planejada e sistemática que envolve o público em torno de um
tema específico, utilizando, para isso, diversos meios de comunicação.
Objetivo: Informar o público alvo sobre determinadas idéias e técnicas
buscando o seu engajamento com o tema.
Duração: A ser definida de acordo com o tema e disponibilidade de
recurso.

17) CONCURSO/TORNEIO:
Definição: Competição que ocorre em áreas artísticas, culturais, científicas,
de categorias profissionais e desportivas. É coordenado por uma comissão,
devendo ter um regulamento, um júri e uma premiação.
Duração: Pré determinada.

18) FEIRA:
Definição: Evento onde, em um stand, o professor apresenta os resultados do
seu trabalho de cunho pedagógico.
Duração: Em média, cinco dias.

19) FESTIVAL:
Origem da palavra: Festus é um adjetivo que deu origem a palavra festival;
significa felicidade, cheio de alegria.
Definição: Os festivais desempenham um papel importante na disseminação
da cultura, atualização e formação de profissionais e na divulgação de novas
técnicas e talentos.
20) GINCANA:
Definição: Competição em que as equipes devem responder perguntas,
cumprir tarefas, previamente estabelecidas ou não.
Trata-se de uma brincadeira para testar habilidades dos participantes na
busca de informação, cuja finalidade se compraz de enriquecer os
conhecimentos de uma pessoa ou grupo de pessoas, através de uma
metodologia onde se busca encontrar respostas, realizar constatações,
conhecer e avaliar de uma forma divertida e interativa.

21) MOSTRA:
Definição: Evento onde a Instituição apresenta resultados de seus trabalho,
documentos históricos ou material artístico/cultural produzidos pelo
profissional.
Objetivo: Divulgar institucionalmente o trabalho do professor.
Duração: Em média, cinco dias.

22) OLIMPÍADA:
Definição: É uma competição organizada e aberta a todos que dominam
algum tipo de conhecimento ou atividade. Por meio dela, os envolvidos,
buscam melhorar performances e revelar talentos no campo das Ciências em
geral e das atividades que exercem.

GRUPO 5

23) REUNIÃO TÉCNICA:


Definição: Evento que reúne pessoas da Instituição ou de outras
instituições, a fim de discutir temas relacionados com suas políticas, ações e
resultados de trabalho.
Objetivo: Discutir um assunto pré-determinado e decidir, em conjunto,
quais as melhores ações a serem desenvolvidas.
Duração: De acordo com o tema a ser tratado.