Você está na página 1de 7

DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO

Tribunal Penal Internacional


Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL

Tribunal de Nuremberg e Tribunal de Tóquio (1945)

Atenção!
Tribunal que foi criado para punir os criminosos de guerra do lado dos
vencedores.

• Crimes contra a paz


• Crimes de guerra
• Crimes contra a humanidade

Atenção!

O Tribunal de Nuremberg e o Tribunal de Tóquio serviram de precedente jurídico


para a criação de tribunais ad hoc, estabelecidos por resolução do Conselho
de Segurança, para os massacres de Iugoslávia e Ruanda.

Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia


Tribunal Penal Internacional para Ruanda

Atenção!
Em razão de todos os movimentos citados acima, houve um grande impulso
para a criação e estabelecimento de um TPI, em 1998.

Conferência Diplomática de Plenipotenciários das Nações Unidas sobre o


estabelecimento de um TPI (1998)
• Votação
ANOTAÇÕES

1
www.grancursosonline.com.br
DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO
Tribunal Penal Internacional
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

Entrada em vigor do Estatuto de Roma: 1º de julho de 2002

Competência Material

Atenção!
Art. 5º, 2. “O Tribunal poderá exercer a sua competência em relação ao crime
de agressão desde que, nos termos dos artigos 121 e 123, seja aprovada
uma disposição em que se defina o crime e se enunciem as condições em
que o Tribunal terá competência relativa a este crime. Tal disposição deve ser
compatível com as disposições pertinentes da Carta das Nações Unidas.”

• Genocídio

Atenção!

O genocídio é crime com intenção específica.


Art. 6º Para os efeitos do presente Estatuto, entende-se por "genocídio", qualquer
um dos atos que a seguir se enumeram, praticado com intenção de destruir, no
todo ou em parte, um grupo nacional, étnico, racial ou religioso, enquanto tal:
a) Homicídio de membros do grupo;
b) Ofensas graves à integridade física ou mental de membros do grupo;
c) Sujeição intencional do grupo a condições de vida com vista a provocar a
sua destruição física, total ou parcial;
d) Imposição de medidas destinadas a impedir nascimentos no seio do grupo;
e) Transferência, à força, de crianças do grupo para outro grupo.

• Crimes Contra A Humanidade


Art. 7º, 1. Para os efeitos do presente Estatuto, entende-se por "crime contra
a humanidade", qualquer um dos atos seguintes, quando cometido no quadro
de um ataque, generalizado ou sistemático, contra qualquer população civil,
havendo conhecimento desse ataque:
a) Homicídio;
ANOTAÇÕES

2
www.grancursosonline.com.br
DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO
Tribunal Penal Internacional
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

b) Extermínio;
c) Escravidão;
d) Deportação ou transferência forçada de uma população;
e) Prisão ou outra forma de privação da liberdade física grave, em violação
das normas fundamentais de direito internacional;
f) Tortura;
g) Agressão sexual, escravatura sexual, prostituição forçada, gravidez for-
çada, esterilização forçada ou qualquer outra forma de violência no campo sexual
de gravidade comparável;
h) Perseguição de um grupo ou coletividade que possa ser identificado, por
motivos políticos, raciais, nacionais, étnicos, culturais, religiosos ou de gênero, tal
como definido no parágrafo 3o, ou em função de outros critérios universalmente
reconhecidos como inaceitáveis no direito internacional, relacionados com qual-
quer ato referido neste parágrafo ou com qualquer crime da competência do Tri-
bunal;
i) Desaparecimento forçado de pessoas;
j) Crime de apartheid;

Atenção!

Na definição desse crime, trata-se de quando foi cometido em um quadro de


ataque generalizado ou sistemático.

k) Outros atos desumanos de caráter semelhante, que causem intencional-


mente grande sofrimento, ou afetem gravemente a integridade física ou a saúde
física ou mental.

• Crimes de Guerra (Interna E Internacional)
Art. 8º, 1. O Tribunal terá competência para julgar os crimes de guerra, em
particular quando cometidos como parte integrante de um plano ou de uma polí-
tica ou como parte de uma prática em larga escala desse tipo de crimes.
ANOTAÇÕES

3
www.grancursosonline.com.br
DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO
Tribunal Penal Internacional
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

2. Para os efeitos do presente Estatuto, entende-se por "crimes de guerra":


a) As violações graves às Convenções de Genebra, de 12 de Agosto de 1949,
a saber, qualquer um dos seguintes atos, dirigidos contra pessoas ou bens pro-
tegidos nos termos da Convenção de Genebra que for pertinente:
i) Homicídio doloso;
ii) Tortura ou outros tratamentos desumanos, incluindo as experiências bioló-
gicas;
iii) O ato de causar intencionalmente grande sofrimento ou ofensas graves à
integridade física ou à saúde;

• Convenções de Genebra de 12 de agosto de 1949
• Protocolos de 8 de junho de 1977

Competência Material Atos de Agressão

Atenção!

Na época do estabelecimento do Tribunal Penal Internacional, não se chegou


a um acordo a respeito da definição do crime de agressão, por isso deixaram,
conforme as disposições da Convenção, um período para que fosse anotada
essa definição.

Resolução 3314/1974 da Assembleia Geral

Atenção!

A definição base, anteriormente, referia-se à Resolução n. 3.314/1974, mas


definia a agressão do ponto de vista do Estado, e o Tribunal Penal Internacional
julgava indivíduos.
ANOTAÇÕES

4
www.grancursosonline.com.br
DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO
Tribunal Penal Internacional
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

• “O uso da força armada por um estado contra a soberania, integridade


territorial ou independência política de outro estado ou de qualquer outra
forma incompatível com a carta das nações unidas tal como decorre da
presente definição.”

Atenção!

A diferença quanto à definição que atinge um indivíduo estabelece que o


chefe de Estado que tomou a decisão ou outro que participou estariam
responsáveis por essa definição penal. Logo, em 2010, em Kampala, foi
decidida uma delimitação do que seria o crime de agressão, adotada e
aceita no ano de 2017.

Competência Espacial
• Território do Estado-Parte (INDEPENDE nacionalidade do acusado)

Atenção!

Há países que não aceitaram participar da jurisdição do TPI; no entanto, se um


nacional de um desses países cometer crime em território do Estado-parte, ele
poderá estar sujeito.

• Aceitação ad hoc da jurisdição do TPI


• Indicação do Conselho de Segurança

Atenção!
O Conselho de Segurança foi criado por meio de resolução.
ANOTAÇÕES

5
www.grancursosonline.com.br
DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO
Tribunal Penal Internacional
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

Competência Pessoal
• Pessoas naturais ou físicas (MAIORES de 18 anos)
• Nacionais dos Estados-Parte
• Aceitação ad hoc da Jurisdição do TPI
• Indicação do Conselho de Segurança

Princípio da Complementaridade

Atenção!
Há um tempo, um dos membros do TPI decidiu que era necessário fazer uma
inspeção em relação ao sistema carcerário brasileiro e ao sistema judicial.
Trata-se de um ato autorizado pois a jurisdição do TPI é complementar à
jurisdição dos Estados, assim ambas podem funcionar melhor.

• Cooperação
• Atuação na falha da jurisdição interna
• Faculdade de supervisão
• Controle da própria competência

Obrigações de Cooperação

• Detenção/Entrega

Atenção!

A entrega é feita de um estado para uma jurisdição internacional, a extradição


se faz entre dois iguais, ou seja, concede o indivíduo para a jurisdição a qual é
competente para julgar e punir.

• Execução de penas privativas de liberdade


ANOTAÇÕES

6
www.grancursosonline.com.br
DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO
Tribunal Penal Internacional
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

O Tribunal Penal Internacional guarda alguns quesitos em relação a:


• Soberania
• Entrega
• Prisão perpétua
• Coisa julgada
• Imunidade de jurisdição/foro privilegiado

Atenção!
A imunidade de jurisdição e o foro privilegiado não podem ser impeditivos a
atuação internacional.

• Individualização das penas


• Imprescritibilidade dos crimes

�Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos Online, de acordo com a
aula preparada e ministrada pela professora Blenda.

ANOTAÇÕES

7
www.grancursosonline.com.br