Você está na página 1de 16

GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS

SECRETARIA DE GOVERNO
SUPERINTENDÊNCIA DA JUVENTUDE
PROCESSO SELETIVO
Ensino Médio

TIPO

A Prova Objetiva
INSTRUÇÕES
Ÿ Ao receber sua folha de respostas, marque, imediatamente, no campo indicado, o tipo de TIPOS DE PROVA
prova que você recebeu (A), conforme modelo ao lado. Esta marcação é obrigatória e a
sua ausência ou a marcação de mais de um campo implicará a anulação da sua prova. A B C D
Ÿ Verifique se este caderno contém 60 (sessenta) questões de múltipla escolha, com
5 (cinco) alternativas de resposta para cada uma, correspondentes à prova objetiva. Caso o caderno esteja
incompleto ou tenha qualquer defeito, solicite ao chefe de sala que tome as providências cabíveis, pois não
serão aceitas reclamações posteriores nesse sentido.
Ÿ No momento da identificação, verifique, na folha de respostas, se as informações relativas a você estão corretas. Caso haja
algum dado a ser retificado, comunique o chefe de sala para que seja colocado na respectiva ata.
Ÿ Quando autorizado pelo chefe de sala, no momento da identificação, escreva, no espaço apropriado de sua folha de
respostas, com sua caligrafia usual, a seguinte frase:

‘‘Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la.’’


Ÿ Você dispõe de 4 (quatro) horas para fazer a prova objetiva. Na duração da prova, está incluído o tempo destinado à entrega
do material, à identificação — que será feita no decorrer da prova — e ao preenchimento da folha de respostas.
Ÿ Você deve deixar sobre a carteira apenas o documento de identidade e a caneta esferográfica de tinta preta ou azul,
fabricada com material transparente.
Ÿ É proibido fazer anotação de informações relativas às suas respostas no comprovante de inscrição e(ou) em qualquer outro
meio, que não os permitidos.
Ÿ Somente após decorrida 1 (uma) hora do início das provas, você poderá entregar sua folha de respostas e retirar-se da sala.
Ÿ Você só poderá levar este caderno de questões após 3 (três) horas e 30 (trinta) minutos do início da prova.
Ÿ Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala até que o último candidato conclua sua prova.
Ÿ Ao terminar a prova, chame o chefe de sala, devolva-lhe sua folha de respostas
devidamente assinada e preenchida e deixe o local de prova.
Ÿ A desobediência a qualquer uma das determinações constantes em edital, no
presente caderno, na folha de respostas poderá implicar a anulação da sua prova e
consequente eliminação do candidato.
LÍNGUA INGLESA
QUESTION 1 QUESTION 6

The expression “Pleased to meet you” is used: Considering that today is Sunday, and that João’s birthday is
the day after tomorrow, and Tiago’s birthday is four days
(A) To know someone’s age. from today, in which day of the week will João’s and Tiago’s
(B) To order food in a restaurant. birthdays happen, respectively?
(C) In questions.
(D) When you are introducing yourself to someone else. (A) Tuesday and Wednesday.
(E) To schedule a meeting. (B) Tuesday and Thursday.
(C) Wednesday and Saturday.
(D) Wednesday and Friday.
(E) Wednesday and Thursday.
QUESTION 2

Which of the following sentences makes sense and is QUESTION 7


correctly written in English?

Ana worked at Book Consulting until last year, when


(A) I understand Lucas, which is why instead of going.
she was fired. She recently found a new job at Milk
(B) Despite understanding Lucas, I will going.
Consulting, where she has not yet been admitted.
(C) But Lucas is twelve, because he is going. Nowadays, she is one of the employees of Car Consulting,
(D) Because Lucas will go, I understand despite him. where she is not satisfied with her wage. (Unpublished;
(E) Going is not an option, but a need. written by IBRAE’s English professors.)

Based on text, answer the following question.


QUESTION 3
(A) Ana never worked at Milk Consulting.
(B) Ana would like to receive a lower wage at Car
Which of the following objects cannot usually be found in a
Consulting.
restaurant?
(C) Ana left Book Consulting voluntarily.
(D) Ana was satisfied with the wage she received at Book
(A) A fork
Consulting.
(B) A staple (E) Ana is an employer at Car Consulting.
(C) A napkin
(D) Tables and chairs
(E) Beverages Text for questions 8 and 9.

1 The sun rose Wednesday morning in the low


QUESTION 4 mountains of north-central Puerto Rico, near the town of
Corozal, to reveal the world what Hurricane Maria had
4 made: shattered trees and destroyed traffic lights, here on
Pedro is taller than Samuel. Samuel is shorter than Lucas.
one of the few places where people from miles around could
Lucas has the same height as Gabriela. Carla is taller than
find fresh water. (Adapted from: The New York Times.
both Lucas and Pedro. 7 Printed on the section about the United States. One Day in
the Life of Battered Puerto Rico. Boston, September 30th
It can be inferred from the information above that: 2017).

(A) Lucas and Gabriela are taller than Pedro.


(B) Samuel is the shortest of all.
QUESTION 8
(C) Carla is not the tallest.
(D) Lucas is taller than everyone but Carla.
(E) Antonio is smaller than Carla. The word “near” (line 2) is furthest in meaning to

(A) A short distance from


(B) Within reach of
QUESTION 5 (C) Close to
(D) Far from
José and Maria went ____________ (shopped or (E) Next to
shopping) yesterday, before their son ____________
(arrived or arriving) at the airport. After they ____________
(finish or finished) shopping, both ____________ (went or QUESTION 9
wented) home.
It can be inferred from the text that
In the respective order, which of the following words fill the
blanks correctly? (A) Puerto Rico is a country with only low mountains.
(B) People could find fresh water in Corozal.
(A) Shopped, arriving, finish, wented. (C) Maria is the name of a hurricane that hit Puerto Rico.
(B) Shopped, arrived, finished, went. (D) The city of Corozal revealed Hurricane Maria to the
(C) Shopping, arrived, finish, went. world.
(D) Shopping, arrived, finished, went. (E) Hurricane Maria left the people of Puerto Rico without
(E) Shopping, arriving, finished, wented. power.

PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 1


Text for questions from 10 through 12. Text for questions 14 and 15.

1 Clerics in Saudi Arabia, the birthplace of Islam, have Discover your passion
long struggled to justify the kingdom’s decades-old ban on
women driving. Often they resorted to strange excuses. Finding your passion can seem like a very western
4 Some said women were too stupid to drive. Some worried concept, but it actually isn’t. In Japan, there is a term called
that male drivers might be dangerously distracted by female “ikigai,” which means, “reason for being.” This is similar to
ones, or that mobility would make it easier for wives to passion but holds a strong "purposeful" connotation. Ikigai is
7 commit adultery. One suggested that driving damages the also believed to be the union of 4 elements: What you love,
ovaries. None was able to cite a verse in the Koran to justify what you are good at, what the world needs, and what you
barring women from the wheel, because there isn’t one. On can be paid for. The Japanese see the discovery of your
10 the contrary, reformers note, in the early days of the faith ikigai as requiring a deep, long search within yourself that
women rode donkeys, unsupervised, without bringing death can bring about satisfaction and meaning to life.
and destruction. (Adapted from: The Economist. Printed on
13 the section of Science and Technology. At last Saudi women
will be allowed to take the wheel. Boston, September 30th
2017).

QUESTION 10

The word “early” (line 10) is closest in meaning to

(A) Before time


(B) Elderly
(C) Old
(D) Advanced
(E) Late

QUESTION 11

According to the text, which of the following reasons was not


used to justify the ban on women driving?

(A) The damage caused by driving on women’s ovaries.


Source: <www.forbes.com>.
(B) Men’s distraction caused by with women drivers.
(C) Women’s lack of intelligence.
(D) A verse in the Koran.
(E) The fact that women would more easily cheat on their QUESTION 14
husbands.
When we analyse the concept of IKIGAI, we cannot say
that:
QUESTION 12
(A) You have found a profession when people will pay you
for what you're good at.
It can be inferred from the text that
(B) Your passion is a combination of the things you love
doing with the things you're good at.
(A) The reasons given to ban women from driving were
(C) When you get paid for what the world needs, you have
reasonable ones.
found your vocation.
(B) Excerpts from the Koran justify banning women from
(D) When the world needs what you love and are good at,
driving. you have found your mission.
(C) Saudi Arabia is not a kingdom. (E) When you love doing what people pay you for and that
(D) The Islamic religion was born in Saudi Arabia. is what the world needs and you're good at it, you've
(E) Saudi Arabia is the country with more Islam followers found your Ikigai.
in the world.

QUESTION 15
QUESTION 13
In addition to the overlapping of two areas, there's the
Renata will travel to the United States, possibility of 3 areas to overlap, represented by the empty
____________ of going to France. She would love to know petals right next to the word IKIGAI. If you feel very
all countries in the world, and she already knows France, a comfortable with what you do, but you still feel empty
country she finds fantastic. She would like to visit Angola, inside, according to the concept of IKIGAI, you may say that
for example, which is also an ______________ country, and the areas that overlap are:
people there _____________ Portuguese. (Unpublished;
written by IBRAE’s English professors.) (A) What you're being paid for, what you're good at, and
what the world needs.
Each blank above can be filled by the following words, (B) What you're good at, what you love, and what the
respectively: world needs.
(C) What you love, what the world needs, and what you're
(A) Instead, incredible, speak. being paid for.
(B) Despite, marvelous, say. (D) What you're being paid for, what you're good at, and
(C) Because, believable, say. what you love.
(D) Or, phenomenal, talk. (E) There's no way to represent this with the overlapping
(E) But, spectacular, talk. of three of the fields.

PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 2


Text for questions from 16 through 20. QUESTION 17

Wind power is now cheaper than nuclear –


the energy revolution is happening We can infer that one of the reasons why Dong Energy has
By John Sauven undergone such massive transformation is:

1 In March I went to see Henrik Poulsen, the boss of (A) The support of the UK government.
Dong Energy, in Copenhagen. Never heard of him or his
(B) The lowering of prices of offshore wind energy.
company? You are not alone, but chances are he is keeping
(C) The constancy of the winds in the sea.
4 your lights on. The largely unknown story of his company is
worth telling because it is genuinely revolutionary. (D) The increase of the price of other forms of energy.
Dong stands for Danish oil and natural gas. It was, (E) The lack of investment in renewable energy sources.
7 like Shell and BP, involved in fossil fuel exploration and
production. But in less than a decade it has become an 85%
offshore wind company, and is dispossessing of its coal, oil
QUESTION 18
10 and gas interests. By 2023, Dong Energy will be very close
to zero carbon. That is a pretty staggering transformation in
a very short space of time. If we think about sources of energy, we can infer that,
13 But it doesn’t end there. Thanks to its support, the nowadays:
price of offshore wind energy has dropped by half in less
than two years. By the 2020s, it will be as cheap or cheaper
(A) Nuclear energy is the cheapest form of energy
16 than any other form of power generation. It’s just become
generation.
much cheaper than nuclear, even taking into account the
additional costs associated with the wind’s intermittency. (B) Offshore wind is the cheapest form of energy
19 And in any case, this is less of an issue at sea where the generation.
winds are more constant. (C) Nuclear energy is less expensive than most other
Talking to Poulsen made me realise that we were on
forms of energy generation.
22 the cusp of a quiet revolution. From being the most
(D) There are other forms of energy generation cheaper
expensive form of renewable energy, offshore wind is fast
than offshore wind.
becoming the cheapest form of it. As Poulsen said: “When
25 you go 10 years into the future and you look back, I think (E) Offshore wind is as cheap as any other form of energy
we will look at these years, 2016, 2017, 2018, as the generation.
inflection point. I think we’ll look back and say wow …
28 Something happened for wind and solar energy during those
years that completely changed the dynamic.” But he also
QUESTION 19
said that “without the UK government and what they have
31 done for the past five or six years, we wouldn’t have been
where we are today. I’m glad to see that it’s paying off How can we best describe the mood of the author of the text
because we’re creating a lot of jobs right now and building a in relation to his thoughts about the future of energy
34 local supply chain. So they’ll get their rewards, which they
production in the world?
should.”

Adapted from: <www.theguardian.com>. (A) Uncertain.


Accessed on October 2nd, 2017.
(B) Hopeful.
(C) Encouraged.
QUESTION 16 (D) Joyful.
(E) Happy.
You can correctly rewrite the following part of the text,
"Never heard of him or his company? You are not alone", as:

QUESTION 20
(A) If you had never heard of him or his company, you are
not alone.
(B) If you have never heard of him or his company, you "It" (line 13) refers to:
have not been alone.
(C) If you never heard of him or his company, you were (A) The company Dong Energy
not alone.
(B) Offshore wind energy production
(D) If you had never heard of him or his company, you
(C) The transformation of the company
had not been alone.
(E) If you have never heard of him or his company, you (D) Zero carbon emissions
are not alone. (E) The fossil fuel exploration
PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 3
Text for questions from 21 through 23. QUESTION 22

Education Will Change With the Way We Learn


The following fragment:
1 Real changes and disruptions usually come “from
below”: through the individual decisions of the many rather
"A new trend is initiated by a whole new breed of
than through sweeping decrees from the government. From
learning technology start-ups that set out to make learning
4 the car to the internet to the tablet to the iPhone — that is,
in all the great upheavals that new technologies have easier for everybody. Their goal is not to alter elementary

created in our lifestyle, culture, and working environment — education or university teaching."
7 it has been the many individuals that have decided to adopt
changes, not the politicians.
can be correctly rewritten as:
The good news is that there is a revolution going on.
10 But it is not about education systems. It is about learning. It
is people taking learning into their own hands. A new trend (A) A new trend is initiated by a whole new breed of
is initiated by a whole new breed of learning technology
learning technology start-ups, whose goal is not
13 start-ups that set out to make learning easier for everybody.
altering elementary education or university teaching
Their goal is not to alter elementary education or university
teaching. They do not deal with governments; their but making learning easier for everybody.

16 customers are not countries and states. They are focused (B) A new breed of learning technology start-ups are
solely on their users — people who want to learn something. initiating a new trend because they want to make
And this is a powerful force to harness.
learning easier for everybody, which is why they don't
19 Learning tools are directly tailored to the user; there
are no institutions in between. People decide for themselves want to alter elementary education or university

whether or not the product helps them toward their goals teaching.
22 and is worth their money. It’s a much smaller-scale (C) Since their focus is not altering elementary education
enterprise than a nationwide introduction of new software
or university teaching, a new breed of learning
for schools or the building of an online university.
25 These upheavals are also taking place in the learning technology start-ups set out to make learning easier

sphere but outside of the established educational systems. for everybody, what is a new trend.
Students are currently not the most active in this change (D) A new trend is initiated by a whole new breed of
28 process. As a rule, they study for their degrees and final
learning technology start-ups which set out to make
exams with a goal clearly in mind. Formal education is more
learning easier for everybody. Therefore, their goal is
about passing a French exam than about being able to
31 actually talk to a French person. This is because a degree or not to alter elementary education or university
certificate is often equally valuable as the actual knowledge teaching.
or skills.
(E) A new trend is initiated by a whole new breed of

learning technology start-ups. They set out to make


Adapted from: <www.wired.com>.

learning easier for everybody whose goal is not to

alter elementary education or university teaching.


QUESTION 21

According to text, we can clearly say that:


QUESTION 23

(A) Any revolution in the way that we learn will come from
the joint effort of the government and the people. One of the words in the text means "a very big change,
(B) There is a difference in the conceptualisation of what
often one that brings problems." Which word is it?
learning is and what educational systems offer.
(C) Learning tools are created with a certain idea in mind
and the goal to replace formal education. (A) disruption
(D) When students learn a foreign language in school, (B) tailored
they are ready to use it naturally in all settings.
(C) sweeping
(E) There are massive changes taking place inside
(D) upheaval
traditional schools in the way students see their
learning. (E) harness

PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 4


Text for questions from 24 through 27. QUESTION 24

Towards a more inclusive Internet


It cannot be inferred from the text that:

1 Internet access drives economic opportunity and


enables the free exchange of data and information. It (A) Four factors need to be accounted for before we reach
provides tools to address some of our biggest global an inclusive Internet.
4 challenges, including delivering education and healthcare, (B) 57% of the population in the 75 countries in the index
sourcing clean water, increasing energy efficiency, and
have no 4G connectivity.
making government more effective and responsive to the
(C) The Internet and its connectivity is a direct result of
7 needs of its citizens. Connectivity is not just a by-product of
progress.
progress – it is a crucial enabler.
But connectivity alone will not help people realize the (D) There's increasingly fewer women than men
10 full benefits of the internet. A truly inclusive internet must connecting despite the improvement of connectivity.
be widely available, affordable, and allow usage that (E) There's a great deal of effort to provide people content
promotes positive social and economic outcomes. in their native language.
13 Before we can achieve an inclusive internet, we first
need to identify and address the gaps in availability,
affordability, relevance, and readiness. In an effort to do
QUESTION 25
16 that, Facebook commissioned The Economist Intelligence
Unit (EIU) to create a comprehensive index of Internet
Inclusion for 75 countries. The Index contains 46 indicators The text aims at:
19 for each of the 75 countries organized across four
categories: Availability, Affordability, Relevance and
(A) Entertaining the reader.
Readiness. Internet.org asked The EIU to produce a series of
(B) Ask something of the reader.
22 briefings that highlight key takeaways across countries and
(C) Raising awareness of the reader.
regions. Key findings in the Inclusive Internet Index report
include: (D) Persuading the reader of something.

25 The majority of the connected world remains (E) Informing the reader.
under-connected.
On average, 94% of the population in the 75
28 countries included in the Index live within range of a mobile QUESTION 26
signal. However, only 43% have access to a 4G signal.
Relevant content in local language is key to an
31 inclusive internet. The word address (line 3) is furthest in meaning from:

Local language content is necessary to create


universal relevance, and therefore vital to inclusive (A) deal with
34 connectivity. The good news is that local content is abundant (B) handle
in non-English speaking countries and lots of communities (C) live
are working hard to make content available in local
(D) tackle
37 languages around the world. About 91% of countries in the
(E) resolve
Index have basic information in all official local languages,
however, not all relevant content is available locally. Only
40 49% of countries in the Index have a government website
that allows users to conduct transactional services online – QUESTION 27
perhaps one of the most valuable services the internet can
43 provide.
It can be inferred from the text that:
A key component to readiness is closing the
gender gap.
(A) The report that was issued by The EIU is easily
46 While connectivity is improving around the world, the
gender gap is widening: women make up a smaller understandable by the reader.
proportion of internet users today than in 2013. The data (B) We only need connectivity to help people realize the
49 shows that women in developing countries are not only less full benefits of the Internet.
likely to have data-capable phones than men, but are also (C) They are happy with the number of countries included
less likely to have even heard of the internet.
in the report and won't add more.
52 This first report will be the basis for more detailed
(D) If countries want an inclusive Internet, it is paramount
and comprehensive analysis covering more countries moving
to have content in its official language online.
forward.
(E) The disparity between the number of women and men

Adapted from: <https://info.internet.org> connected has diminished since 2013.

PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 5


QUESTION 28

The Unforgiven
Metallica

New blood joins this earth


And quickly he's subdued
Through constant pained disgrace
The young boy learns their rules

With time the child draws in


This whipping boy done wrong
Deprived of all his thoughts
The young man struggles on and on he's known
A vow unto his own
That never from this day
His will they'll take away-easy

CHORUS:
What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never be
Never see
Won't see what might have been
What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never free
Never me
So I dub thee Un-forgiven

They dedicate their lives


To running all of his
He tries to please them all
This bitter man he is
Throughout his life the same
He's battled constantly
This fight he cannot win
A tired man they see no longer cares
The old man then prepares
To die regretfully
That old man here is me

REPEAT CHORUS 2x

Never Free
Never Me
So I dub thee Unforgiven
You labeled me
I'll label you
So I dub thee Unforgiven
Never Free
Never Me
So I dub thee Unforgiven
You labeled me
I'll label you
So I dub thee Unforgiven
Never Free
Never Me
So I dub thee Unforgiven

The meaning of song is best represented by which of the alternatives below?

(A) The effect of older people on younger people and how the young people are taught to conform to the pre-existing rules,
which makes it quite hard for them to fulfil their potential.
(B) The struggle of different generations and how hard it is for the elderly to understand the views and accept that the youth
brings about changes that are needed in the world.
(C) The need to please everyone you meet in the world and how hard it is to be successful at doing this when everyone is
constantly judging you and your actions.
(D) The current lack of personality that people experience on account of their need to belong to a group of peers and to act as
they normally do.
(E) The success of a man who freed himself of the ties that society had imposed on him and who managed to truly express
his views and opinions in society despite its judgemental environment.
PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 6
LÍNGUA PORTUGUESA
Texto para as questões de 29 a 32. QUESTÃO 30

A verdade das espumas


Ainda a respeito do texto e levando em conta os aspectos
gramaticais da crônica, analise os itens abaixo e assinale a
1 Acho que não foi há tanto tempo assim. Cheguei à alternativa incorreta.
praia com minhas filhas e encontrei um aglomerado de
(A) O texto inicia-se com um período composto por
cidadãos. Eles montavam guarda num pequeno trecho da
subordinação.
4 areia, caras alarmadas, pior: pungidas. Não fui eu quem viu (B) A palavra ‘verdade’, presente no título do texto, pode
o grupo: foi o grupo que me viu e dois de seus membros pertencer a mais de uma classe gramatical por meio
vieram em minha direção, delicadamente me afastaram das do processo de formação de palavras denominado
7 meninas e comunicaram: - Tire depressa suas filhas daqui!. derivação imprópria.
(C) As palavras ‘anêmona’, ‘cúmplice’ e ‘oceânica’ seguem
As palavras foram duras, mas o tom era ameno, cúmplice.
a mesma regra acentuação gráfica.
Quis saber por que. Em voz baixa, conspiratória, um (D) Na expressão ´camisa de Vênus´, há duas palavras
10 dos cidadãos me comunicou que ali na arrebentação, pertencentes à mesma classe gramatical.
boiando como uma anêmona, alga desprendida das (E) Enfim, na última linha do texto, o vocábulo
profundezas oceânicas, havia uma camisinha - que na época ‘descobrindo’ poderia ser substituído pelo termo ‘a
descobrir’, sem prejuízo semântico.
13 atendia pelo poético nome de "camisa de Vênus".
O grupo de cidadãos ali estava desde cedo, alertando
pais incautos, como se a camisinha fosse uma pastilha de
16 material nuclear, uma cápsula de césio com pérfidas e letais QUESTÃO 31
emanações.
Lembrando que as palavras são classificadas em oxítonas,
Não me lembro da reação que tive, é possível que
paroxítonas e proparoxítonas, a depender da posição da
19 tenha levado as meninas para outro canto, mas tenho sílaba tônica, e de acordo com o texto, a única alternativa
certeza de que nem alarmado fiquei. Hoje, a camisinha que não possui nenhuma paroxítona é:
aparece na televisão, é banal e inocente como um par de
22 patins, um aparelho de barba. (A) cidadãos – cápsula – nuclear;
(B) cúmplice – areia – ameno;
Domingo último, encontrei um grupo de cidadãos em
(C) poético – camisinha – incautos;
volta de uma coisa. Não, não era aquele monstro marinho (D) césio – águas – espumas;
25 que Fellini colocou no final de um de seus filmes. Tampouco (E) Fellini – final – tampouco
era uma camisinha.
O motivo daquela expressão de cidadania era uma
28 seringa que as águas despejaram na areia. Objeto na certa QUESTÃO 32
infectado, trazendo na ponta de sua agulha o vírus da Aids,
que algum viciado ali deixara para contaminar inocentes e Ainda em relação aos aspectos gramaticais presentes na
crônica de Carlos Heitor Cony, assinale a alternativa correta.
31 culpados. Daqui a dois, cinco anos, espero que a Aids não
mais preocupe a humanidade. Mas os cidadãos continuarão (A) A forma verbal ‘foi’, presente na linha 1, é classificada
alarmados, descobrindo novas misérias na efêmera como verbo de ligação.
34 eternidade das espumas. (B) O verbo ‘viu’, em “(...) foi o grupo que me viu (...)”,
introduz um período simples e tem como sujeito o
vocábulo ‘grupo’.
(Carlos Heitor Cony). Internet. <www1.folha.uol.com.br>.
(C) O terceiro parágrafo apresenta três períodos, todos
simples, com orações absolutas.
(D) O parágrafo 5 inicia-se com uma oração subordinada
adverbial temporal.
QUESTÃO 29
(E) A partícula ‘que’, em “(...) era uma seringa que as
águas despejaram na areia (...)”, é uma conjunção
Considerando que a crônica é um estilo textual em integrante e introduz uma oração subordinada
substantiva.
que se expõem situações do cotidiano, por meio de
narrativas com uso de linguagem simples e de caráter
emotivo/expressivo, com um plano sequencial demarcado
QUESTÃO 33
(cronológico), e partindo da leitura atenta do texto acima,
analise as proposições abaixo e assinale a alternativa
O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, após amplas
correta. discussões, foi assinado em Lisboa, por Angola, Brasil, Cabo
Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e
(A) O Texto I parte de uma situação genérica para ilustrar Príncipe em 1990, mas, apenas em 2013, entrou em
vigência obrigatória em todo o território brasileiro. Recebeu
vivências pessoais do cronista.
a posterior adesão do Timor-Leste, consolidando a união
(B) Pode-se afirmar que se trata de um texto com marcas desses oito países lusófonos.
de conflito e contradição.
(C) Sendo uma das vertentes das formas textuais A respeito das alterações previstas pelo referido acordo,
modernas, fica claro que se trata de uma crônica assinale a alternativa em que a palavra destacada está
correta quanto às novas regras de acentuação gráfica.
estritamente descritiva.
(D) Além do caráter factual e corriqueiro, a crônica (A) Os estudantes tiveram uma excelente idéia.
também abarca elementos de crítica e imaginação. (B) Depois da tempestade, o avião levantou novo vôo.
(E) O emprego da norma culta da língua é exigido na (C) Atravessaram a nado de um polo a outro.
crônica, pois, em geral, é veiculado em portais, jornais (D) Foi uma feiúra a gritaria da vizinhança.
e revistas de grande circulação. (E) Os pais são sempre os primeiros herois das crianças.
PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 7
Texto para as questões 34 e 35. QUESTÃO 36

Raízes do Brasil (fragmento) Receita de Ano Novo

“(...) Pode dizer-se que a presença do negro Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
representou sempre fator obrigatório no desenvolvimento
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
dos latifúndios coloniais. Os antigos moradores da terra (mal vivido talvez ou sem sentido)
foram, eventualmente, prestimosos colaboradores da para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
indústria extrativa, na caça, na pesca, em determinados
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
ofícios mecânicos e na criação do gado. Dificilmente se novo
acomodavam, porém, ao trabalho acurado e metódico que até no coração das coisas menos percebidas
exige a exploração dos canaviais. Sua tendência espontânea (a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
era para as atividades menos sedentárias e que pudessem
mas com ele se come, se passeia,
exercer-se sem regularidade forçada e sem vigilância e se ama, se compreende, se trabalha,
fiscalização de estranhos.” você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
(...) não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)
(Sérgio Buarque de Holanda) Fonte: Raízes do Brasil

Não precisa
fazer lista de boas intenções
QUESTÃO 34
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
Sabendo ser o livro Raízes do Brasil uma importante pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
referência histórica e sociológica da cultura nacional, e por
que por decreto de esperança
meio da leitura atenta do fragmento de texto destacado, a partir de janeiro as coisas mudem
assinale a alternativa incorreta, de acordo com as ideias do e seja tudo claridade, recompensa,
autor. justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
(A) O fragmento de texto trata das relações de trabalho pelo direito augusto de viver.
no universo rural do período colonial.
(B) O trecho retrata a barbárie da cultura escravocrata Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
vigente até o início do século passado.
você, meu caro, tem de merecê-lo,
(C) A obra de Sérgio Buarque de Holanda contribui para o tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
entendimento da formação social do Brasil. mas tente, experimente, consciente.
(D) Os antigos moradores da terra não deixaram de É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.
constituir recursos humanos decisivos para o
desenvolvimento dos latifúndios coloniais. (Carlos Drummond de Andrade)

(E) A mão de obra africana escravizada não se deu de Fonte: Receita de Ano Novo. Editora Record. 2008.

forma compulsória, uma vez que as relações


A respeito da leitura atenta do texto, assinale a alternativa
trabalhistas eram minimamente preservadas, o que se
que apresenta ideias diretamente relacionadas à mensagem
justifica por meio da expressão ‘trabalho acurado e principal do poema de Drummond.
metódico’, utilizada pelo autor.
(A) Muitas pessoas não alcançam uma mudança interior
por acreditarem que esta depende somente delas e
acabam não considerando a responsabilidade dos
QUESTÃO 35 fatores externos.
(B) Nós somos o resultado inescapável do destino, que
opera de forma constante e a despeito da vontade
No Texto, o adjetivo ‘prestimosos’, na expressão pessoal.
‘prestimosos colaboradores’, pode ser substituído, sem (C) Muitas vezes aguardamos, do futuro, resultados
prejuízo semântico, por: diferentes, mas continuamos agindo do mesmo jeito,
sem levar em conta que a mudança deriva de esforço
e conquista.
(A) displicentes colaboradores; (D) É necessário que cada um siga uma lista de boas
(B) solícitos colaboradores; intenções, no intuito de alcançar os ideais de justiça,
igualdade e liberdade entre os homens.
(C) negligentes colaboradores;
(E) Ao pretender imprimir um tom solene ao poema,
(D) relapsos colaboradores;
Drummond recorre a elementos como ironia e
(E) omissos colaboradores. contradição.
PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 8
ATUALIDADES
QUESTÃO 37 QUESTÃO 39

Recentemente, no Brasil, o Supremo Tribunal Federal (STF) No segundo semestre do ano passado, 2016, o Senado
impôs a um Senador da República o afastamento de suas Federal brasileiro condenou, em processo de impeachment,
atividades legislativas e o recolhimento noturno domiciliar. a então Presidente da República pela prática de crime de
Com isso, criou-se uma ampla discussão nacional sobre responsabilidade. Nesse julgamento, porém, com relação à
tema de extrema relevância constitucional que, em breve, sanção aplicada à ex-Presidente do Brasil, o Senado Federal
será decidido pela Suprema Corte. Marque a alternativa decidiu o seguinte:
correta, que melhor refere-se ao tema citado.
(A) A sanção de perda do cargo imposta pelo Senado
(A) É incontroverso que o Supremo Tribunal Federal pode Federal desencadeou, automaticamente, a inabilitação
submeter um Senador da República às medidas da ex-Presidente da República para o exercício de
cautelares de afastamento de suas atividades função pública.
legislativas e recolhimento noturno domiciliar. (B) A condenação pelo Senado Federal não impôs,
(B) A atual Constituição Federal brasileira é expressa
necessariamente, a perda do cargo público.
sobre a competência do Supremo Tribunal Federal
(C) A condenação pelo Senado Federal impôs a perda do
para submeter um Senador da República às medidas
cargo público à ex-Presidente da República, mas não
cautelares de afastamento de suas atividades
impôs, consequentemente, a inabilitação para o
legislativas e recolhimento noturno domiciliar.
exercício de função pública.
(C) Caberá ao Supremo Tribunal Federal, na condição de
(D) A condenação pelo Senado Federal suspendeu todos
guardião e intérprete máximo da Constituição, julgar
os direitos políticos da ex-Presidente, em face da
se as medidas cautelares de afastamento de suas
gravidade dos fatos que lhe foram imputados.
atividades legislativas e recolhimento noturno
domiciliar, quando aplicadas a um Senador da (E) A ex-Presidente da República foi absolvida pelo
República, violam a atual Constituição Federal Senado Federal.
brasileira.
(D) O Supremo Tribunal Federal pode submeter qualquer
cidadão, incluindo os Senadores da República, que não QUESTÃO 40
estão acima da lei, a todo tipo de prisão, e, ainda, a
qualquer outra medida cautelar restritiva de liberdade.
O Prêmio Nobel é uma das mais prestigiadas
(E) A prisão de Senadores da República não é disciplinada
distinções do mundo. Todos os anos, pessoas que fizeram
pela atual Constituição Federal do Brasil, razão pela
pesquisas de grande valor para a humanidade em diversas
qual sobre ela não deve o STF se pronunciar.
áreas, como Química, Física, Medicina, Literatura, Economia
e Paz, são escolhidas e premiadas.
No dia 5 de outubro de 2017, segundo informações
QUESTÃO 38 do site O Globo, a Academia Sueca, responsável pelo Nobel,
informou em comunicado que Kazuo Ishiguro recebeu o
Sob questionamentos e discordâncias variadas de entidades prêmio este ano, porque "em seus romances de grande
civis, recentemente um tema polêmico ocupou a agenda força emocional, revelou o abismo sob nossa sensação
político-educacional do Brasil: a reforma do Ensino Médio e ilusória de conexão com o mundo".
as suas novas regras para escolas públicas e privadas, No ano anterior, a premiação gerou polêmica, ao
alterando substancialmente estrutura, carga horária, forma eleger o músico norte-americano Bob Dylan como vencedor
e conteúdos do Ensino Médio, entre outros. do Nobel de Literatura de 2016.
Acerca da nova lei federal (Lei nº 13.415/2017), sancionada
em fevereiro de 2017, a qual alterou artigos da Lei de Internet: <https://g1.globo.com>.
Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), instituindo
ainda a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Levando em consideração o enunciado acima e seus
Ensino Médio em Tempo Integral, assinale a alternativa conhecimentos sobre o assunto, assinale a alternativa
correta. correta.

(A) Derivada de Medida Provisória - MP 746/2016, a (A) O Prêmio Nobel foi criado após a Segunda Guerra
referida lei foi amplamente discutida por especialistas
Mundial, inspirado por seu idealizador, Alfred Nobel,
e representantes da sociedade organizada em diversas
em decorrência do desgosto provocado pelo alto índice
frentes de interlocução com o governo federal.
de mortalidade durante o conflito.
(B) Um dos objetivos da reforma do Ensino Médio é
(B) Trata-se de uma condecoração concedida bienalmente
combater a evasão, reduzir os índices de repetência e
a um escritor vivo, incluindo uma expressiva quantia
promover a inclusão escolar.
em dinheiro.
(C) A Medida Provisória, aprovada e convertida em lei,
(C) Alfred Nobel criou o Prêmio no início do século XX para
prevê regras claras quanto à estrutura e provas do
homenagear aqueles que contribuíssem para o bem do
Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM).
(D) Todas as disciplinas obrigatórias do Ensino Médio, que ser humano, tendo criado a Fundação Nobel para a
conformam a Base Nacional Curricular Comum função de administrar a premiação.
(BNCC), foram mantidas, a exemplo de Artes, (D) A polêmica em torno da concessão do Prêmio a Bob
Educação Física, Sociologia e Filosofia. A alteração Dylan, em 2016, pode ser atribuída ao fato de o
reside na reorganização dos conteúdos em quatro conjunto de sua obra ser estritamente composto por
áreas do conhecimento: Linguagem e Códigos, letras e canções.
Ciências da Natureza, Ciências Humanas e (E) A lista completa de vencedores do Nobel, desde sua
Matemática. criação, abrange escritores de diferentes
(E) Apesar de prevista na Medida Provisória, a modalidade nacionalidades, tendo como destaque importantes
de Educação a Distância não foi incorporada ao texto autores brasileiros, a exemplo de Paulo Coelho,
final da proposição. condecorado no ano de 2005.

PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 9


QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

Após fortes pressões por parte de ativistas do meio


ambiente, defensores dos direitos indígenas e
representantes da comunidade internacional, recentemente
o presidente da República Michel Temer recuou da
controvertida decisão de liberar, via decreto, para atividades
de mineração, uma área de quase 4 milhões de hectares da
Amazônia, cujo tamanho se compara à extensão da
Dinamarca.
Ao revogar a proposição que extinguia a Reserva Nacional
de Cobre e Associados – Renca, localizada nos estados do
Pará e do Amapá, o governo apresenta novas regras para a
exploração privada de minérios na região, afirmando,
porém, que irá cumprir legislações específicas associadas à
preservação ambiental. No contexto que envolve o
desmatamento da Amazônia, assinale a alternativa Imagem:Site Uol

incorreta.
Em 2018, a Copa do Mundo de Futebol será sediada
pela Rússia, em mais uma edição de um dos campeonatos
(A) Diante de fortes críticas de ambientalistas e
de maior expressividade no cenário do Esporte
indigenistas, bem como da sociedade em geral, o Internacional.
governo federal justificou o referido decreto como uma Organizado pela Federação Internacional de Futebol
medida necessária à revitalização da mineração (FIFA), o torneio teve o Brasil como anfitrião de sua 20ª
brasileira. De acordo com o Ministério de Minas e edição, em 2014. O país recebeu seleções de 31 nações, que
realizaram um total de 64 partidas em 12 cidades
Energia, o setor representa cerca de 4% do PIB,
brasileiras. A Alemanha sagrou-se campeã pela quarta vez,
movimentando aproximadamente R$ 78 bilhões anuais
repetindo as vitórias nas edições de 1954, 1974 e 1990. Foi
para o país. a primeira vez que uma seleção europeia conquistou o título
(B) Especialistas do Instituto Nacional de Pesquisas no continente americano.
Espaciais (INPE) e do Instituto Nacional de Pesquisas Segundo informações oficiais, os representantes de
da Amazônia (INPA) alertaram quanto ao grave 45 federações afiliadas à comissão organizadora avaliaram o
trabalho realizado na Copa de 2014 como "o melhor futebol
impacto na bacia amazônica e nas correntes que
já visto na história dos Mundiais".
transportam umidade à região, o que pode gerar secas
danosas, inclusive para países vizinhos. Internet: <www.fifa.com>.
(C) A preservação da maior floresta tropical do mundo
tem merecido atenção política de inúmeros governos Tendo como base as informações acima e seu conhecimento
estrangeiros e instituições internacionais. O sobre as edições do Mundial, analise os itens abaixo e
assinale a alternativa incorreta.
desmatamento da Amazônia afeta diretamente o
aquecimento global e a manutenção da flora e da
(A) A 1ª edição da Competição ocorreu no Uruguai, no
fauna em todo o planeta, já que a floresta ano de 1930, contando com apenas 13 seleções,
desempenha um papel-chave na redução dos níveis de tendo sido o próprio time anfitrião o campeão.
poluição ao filtrar e reprocessar a produção de gás (B) Em 1950, após o fim da Segunda Guerra Mundial, o
carbônico. Brasil sedia o torneio, que acabava de recomeçar,
após sua interrupção em 1942 e em 1946, ano no qual
(D) Frente à constatação de que o Brasil não tem
o Estádio do Maracanã foi oficialmente inaugurado,
salvaguardado a contento as florestas nacionais, a
após dois anos de construção.
Noruega, principal país-doador do Fundo para a (C) Tendo sido campeão das edições de 1958 e 1962, o
Proteção da Amazônia, irá cortar, no mínimo, pela Brasil conquista o seu tricampeonato em 1970, no
metade o valor previsto para 2018. A afirmação veio México, com destaque para o jogador Pelé,
do próprio governo norueguês, que já investiu, ao consagrando-se como a primeira seleção a vencer a
todo, quase U$ 3 bilhões em projetos voltados ao Copa por três vezes.
(D) O 1º ano que o continente africano sediou uma edição
meio ambiente e aos indígenas.
do Mundial foi em 2010, com a Copa da África do Sul.
(E) Mesmo com a expansão das atividades da Para viabilizar a competição, o governo local
agropecuária para a região Norte, é evidente a inaugurou os primeiros trechos de um sistema de
preocupação pública da chamada ‘bancada ruralista’ corretores de ônibus e de um trem de alta velocidade.
no Congresso Nacional quanto aos efeitos nocivos do (E) Em 2014, o Brasil volta a sediar mais uma edição do
desmatamento na Amazônia. Em sua maioria, esses Campeonato. Com a Alemanha vitoriosa, o país se vê,
após o fim do torneio, com a responsabilidade de
parlamentares têm votado a favor da manutenção e
avaliar o legado da Copa, principalmente em relação
ampliação das Áreas de Proteção Ambiental (APAs),
às arrecadações anuais e à utilização dos estádios
bem como de regras mais rígidas de licenciamento tidos como "elefantes brancos", entre os construídos
ambiental. ou reformados.
PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 10
QUESTÃO 43 QUESTÃO 44

No ano de 1999, o médico e escritor Drauzio Varella A situação dos refugiados tem assumido inegáveis contornos
publica o livro Estação Carandiru, adaptado por Hector
dramáticos. Trata-se da mais grave crise migratória desde a
Babenco, em 2003, para as telas do cinema, sob o título
2ª Guerra Mundial, com dezenas de milhões de pessoas
Carandiru, que retratou, com destreza e responsabilidade, a
cotidianamente expulsas de seus lares e nações nos últimos
realidade de 111 detentos assassinados no massacre
anos. Em atenção aos conflitos internos e internacionais que
penitenciário de maior expressão da história do Brasil.
Vinte e cinco anos após a chacina e com seis envolvem essa realidade, bem como o contexto geopolítico,

julgamentos ocorridos entre os anos de 2001 e 2014, uma analise os itens a seguir, assinalando a alternativa correta.

decisão de desembargadores do Tribunal de Justiça de São


Paulo anulou os julgamentos anteriores e, até o momento, (A) Somente na Síria, sob o regime de Bashar al-Assad,
não há policial envolvido na carnificina cumprindo pena pelo em dez anos de conflito, o número de refugiados
crime.
supera 15 milhões de pessoas. A Agência da ONU para
Esse cenário reacende o debate público a respeito da
os Refugiados (Acnur) estima que os principais
violência do Estado, dos casos de abuso policial e provoca
destinos são Turquia, Líbano, Jordânia, Iraque e Egito.
indignação na opinião pública quanto à recorrência da
(B) Considerada uma das mais graves tragédias
impunidade, à superlotação das cadeias brasileiras e,
humanitárias do mundo e a despeito de milhões de
sobretudo, em relação à falência do sistema penitenciário
nacional. mortes e fugas do país, a guerra da Síria contabiliza

como uma de suas principais vitórias militares a


Tendo como base seus conhecimentos prévios sobre o retomada de Aleppo, uma das cidades mais populosas
assunto, assinale a alternativa correta. do país, próxima à fronteira com a Turquia.

Contribuíram para a conquista a mílicia intitulada


(A) Atualmente, após ampla mobilização social e
Hezbollah, além de aliados expressivos, como a Rússia
visibilidade pública, diferentemente de outras
e o Irã.
penitenciárias, a realidade específica do Carandiru não
(C) De acordo com a ONU, desde 2011 mais de 65
permanece a mesma, em decorrência da ampliação da
milhões de cidadãos são impelidos a fugir de seus
capacidade de lotação de detentos por pavilhão.
(B) Após anular os julgamentos realizados entre 2001 e países em decorrência de perseguições, guerras,

2014, os desembargadores do Tribunal de Justiça de fome, desastres naturais. O continente africano é o


São Paulo decidiram que os militares não serão que mantém o maior fluxo de refugiados.
julgados novamente, uma vez que não houve (D) Conjugada às fragilidades da economia, a crise
consenso entre todos os magistrados sobre haver um migratória tem gerado, em menor ou maior grau, a
novo júri ou absolver os policiais.
aversão a estrangeiros, em um fenômeno conhecido
(C) Passados os 25 anos da carnificina que marcou
como xenofobia. Nos Estados Unidos, a eleição de
definitivamente a história do Complexo do Carandiru,
Donald Trump é expressão dessa tendência a rechaçar
pode-se constatar que a região Centro-Sul do país é a
a cooperação entre nações e os imigrantes. Na
principal vítima das disfunções do sistema prisional
brasileiro, sendo, ainda hoje, cenário predominante Europa, em especial na nação germânica, a

das principais rebeliões em presídios. receptividade política aos refugiados tem aumentado,

(D) O morticínio carcerário de 1992, no Carandiru, a exemplo do partido Alternativa para a Alemanha
desdobrou-se em trágicas consequências para a (AfD), presente na maioria dos parlamentos regionais
segurança pública, como, por exemplo, o surgimento do país.
do Primeiro Comando da Capital (PCC), no início dos
(E) Considerado um dos países mais receptivos à
anos 2000, tendo sido considerado a maior facção
imigração internacional, no Brasil estima-se que
criminosa do país.
apenas 1% da população seja estrangeira. O grande
(E) No ano de 2017, o cenário da violência nas
‘boom’ ocorreu em 2010, ano em que a Polícia Federal
penitenciárias brasileiras se acirrou, evidenciando o
descaso das autoridades governamentais quanto aos registrou a entrada de quase 120 mil pessoas, número

abusos em relação aos Direitos Humanos, a exemplo que ultrapassa em duas vezes e meia o volume

de rebeliões ocorridas em presídios das regiões Norte migratório de 2006. Entre os refugiados, destacam-se
e Nordeste do país. cubanos, haitianos e venezuelanos.

PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 11


CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS
QUESTÃO 45 QUESTÃO 47

“Nenhum conhecimento em nós precede a “(...) a base de todo querer é a falta de algo, a
experiência, e todo o conhecimento começa com ela. Mas privação, o sofrimento. Por sua origem e por sua essência, a
embora todo o nosso conhecimento comece com a
vontade está condenada à dor. Quando satisfez todas as
experiência, nem por isso todo ele se origina justamente da
suas aspirações, sente um vazio aterrador, o tédio; isto é,
experiência. Pois poderia bem acontecer que mesmo o nosso
em outros termos, a existência mesma se converte em uma
conhecimento de experiência seja um composto daquilo que
carga insuportável. A vida como pêndulo oscila
recebemos por impressões e daquilo que nossa própria
constantemente entre a dor e o fastio, que são na realidade
faculdade de conhecimento [...] fornece de si mesma. [...]
Tais conhecimentos denominam-se a priori e distinguem-se seus elementos constitutivos”

dos empíricos, que possuem suas fontes a posteriori, ou


Schopenhauer, Arthur. O mundo como vontade e
seja, na experiência.” representação I, Livro IV, LVII

KANT, Immanuel. Crítica da razão pura. São


Paulo: Abril Cultural, 1980. p. 23 O texto apresenta a vontade como:

Kant foi responsável pelo que ficou conhecido na filosofia (A) motivação para a existência humana.
como nova revolução copernicana, a qual consistiu em
(B) causa do sofrimento estrutural humano.
(C) manifestação da razão humana.
(A) tirar o sujeito do centro do conhecimento e substitui-lo
(D) representação fenomênica do mundo.
pelo objeto.
(E) possível de ser definitivamente saciada.
(B) adequar o sujeito ao objeto no processo do
conhecimento.
(C) equiparar o papel do sujeito e do objeto na obtenção
do conhecimento. QUESTÃO 48

(D) colocar o sujeito no centro do conhecimento,


adequando o objeto a ele. No estudo da evolução de Brasília, avalia-se que, a
(E) reafirmar a teoria copernicana de que o sol é o centro cada desconstituição de favela, o prêmio para os deslocados
do universo.
era um terreno, visando acomodar os que foram erradicados
de invasões. Foi o caso das chamadas Grandes Invasões,
com 77.702 habitantes (Codeplan, 1970), sobretudo as que
QUESTÃO 46
ocupavam superquadras das Asas Norte e Sul do Plano
Piloto, bem como das Localidades Provisórias, com 5.913
“Sócrates – Ora, a minha arte de obstetra
habitantes (Codeplan, 1970), erguidas nos acampamentos
assemelha-se em todo o resto à das parteiras, mas difere
das construtoras, desconstituídas ao longo dos anos. Com a
dela no fato de agir sobre homens e não sobre mulheres, e
cuidar das almas grávidas e não dos corpos. E a minha população desses núcleos precários criaram-se as cidades-

maior capacidade é que eu consigo discernir seguramente se satélites, guindadas à condição de Regiões Administrativas

a alma do jovem dá à luz a uma quimera e a uma mentira, (RAs).


ou se a algo real. Pois eu tenho em comum com as parteiras
o fato de ser também estéril... de sapiência [...]” Paviani, Aldo. Internet: <www.noticias.unb.br>.

Platão, Teeteto, 148 e-151 d. Maier (Socrate, II, pp. 68s.)


O processo de conurbação entre Brasília e as cidades
satélites descrito no texto foi decisivo para a formação do
A afirmação “ser também estéril... de sapiência” se refere ao
que mais tarde veio a ser considerada(o):
fato de Sócrates

(A) Região Metropolitana de Brasília.


(A) não ter escrito nenhum texto.
(B) agir sobre homens e não sobre mulheres. (B) Êxodo Rural da Capital.

(C) reconhecer a sua própria ignorância. (C) Migração de Retorno.

(D) ser um parteiro de ideias. (D) Verticalização.


(E) e não ter tido filhos. (E) Megacidade.

PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 12


QUESTÃO 49 QUESTÃO 51

“Também entre a cidade e o campo imperava um Num mundo assim transformado, todos os lugares
tendem a tornar-se globais, e o que acontece em qualquer
nítido contraste. A cidade não se estendia, à maneira das
ponto do ecúmeno (parte habitada da Terra) tem relação
nossas, em subúrbios desmazelados de fábricas enfadonhas
com o acontece em todos os demais. Daí a ilusão de
e casas humildes. Ao contrário, fechava-se em seus muros, vivermos num mundo sem fronteiras, uma aldeia global. Na
era compacta e eriçada com numerosas torres. E por mais realidade, as relações chamadas globais são reservadas a
altas ou maciças que fossem as casas de pedra dos nobres um pequeno número de agentes, os grandes bancos e
ou dos comerciantes, o vulto alteneiro das igrejas dominava empresas transnacionais, alguns Estados, as grandes
a silhueta da cidade.” organizações internacionais.

Santos, Milton. Por uma globalização mais humana.


Huizinga, Johan. O outono da Idade Média. In: Folha de S. Paulo, 15 out, 2009.
São Paulo: Cosac Naify, 2010. p. 12

Segundo Milton Santos, ao contrário do que se esperava, a


O texto descreve a organização social do período que ficou globalização está produzindo
conhecido como
(A) uma aldeia global, de fato.
(A) idade Moderna (B) uma comunicação mais eficiente.
(B) antiguidade Clássica (C) ainda mais desigualdade e separação.
(D) pluralidade e intercâmbio cultural entre os povos.
(C) antiguidade Tardia
(E) relações mais humanas entre as partes envolvidas no
(D) alta Idade Média
processo.
(E) baixa Idade Média

QUESTÃO 52
QUESTÃO 50

Referem-se esses [direitos coletivos] à defesa


Os brancos se dizem inteligentes. Não o somos ecológica, à paz, ao desenvolvimento, à autodeterminação
menos. Nossos pensamentos se expandem em todas as dos povos, à partilha do patrimônio científico, cultural e
direções e nossas palavras são antigas e muitas. Elas vêm tecnológico. Direitos sem fronteiras, ditos de “solidariedade
planetária”. Assim sendo, testes nucleares, devastação
de nossos antepassados. Porém, não precisamos, como os
florestal, poluição industrial e contaminação de fontes de
brancos, de pele de imagens para impedi-las de fugir da
água potável, além do controle exclusivo sobre patentes de
nossa mente. Não temos de desenhá-las, como eles fazem remédios e das ameaças das nações ricas aos povos que se
com as suas. Nem por isso elas irão desaparecer, pois ficam movimentam em fluxos migratórios (por motivos políticos ou
gravadas dentro de nós. Por isso nossa memória é longa e econômicos), independentemente de onde ocorram,
forte. O mesmo ocorre com as palavras dos espíritos xapiri, constituem ameaças aos direitos atuais e das gerações
que também são muito antigas. Mas voltam a ser novas futuras.
sempre que eles vêm de novo dançar para um jovem xamã,
SOARES, Maria Victoria Benevides. Cidadania e direitos humanos.
e assim tem sido há muito tempo, sem fim. In: CARVALHO, José Sérgio (Org.). Educação, Cidadania e
direitos humanos. Petrópolis: Vozes, 2004. p. 61

Kopenawa, Davi. A queda do céu. Palavras de um xamã yanomami.


p. 75. Companhia das Letras, São Paulo. 2017. “A criação de um mercado mundial, desde o tráfico
de escravos em larga escala até os contemporâneos
[O que é um mito?] – Se você perguntasse a um processos de globalização econômica e financeira (basta
índio americano, é muito provável que ele respondesse: é pensar na enorme dívida externa dos países dominados), é o
uma história do tempo em que os homens e os animais grande fenômeno macro-histórico que condiciona todo o
processo de universalização dos direitos humanos, que se
ainda não se distinguiam. Esta definição me parece muito
deve sempre ter presente nas nossas análises históricas
profunda.
atuais”.

Lévi-Strauss & Eribon 1988: 193 TOSI, Giuseppe. História e atualidade dos direitos do homem. In:
NEVES, Paulo Sérgio da Costa, RIQUE, Célia D. G.; FREITAS,
Fábio F. B. (Org.) Polícia e democracia: desafios à educação
Apesar de plurais e múltiplas, os textos apresentam as em direitos humanos. Recife: Gajop/Bagaço, 2002.

cosmovisões indígenas como tendo em comum a prática


A comparação entre os textos permite notar que a garantia
e o exercício dos Direitos Humanos para todos esbarra na
(A) de constantes mutações, variações e revisões em suas
crenças entre gerações. (A) configuração política e econômica globalizada que se
(B) da oralidade e da tradição na manutenção da memória sustenta a partir da violação dos mesmos.
e transmissão do saber. (B) ausência de movimentos sociais na luta pela sua
(C) do uso da escrita em pele de animais na tentativa de manutenção e propagação.
(C) omissão exclusiva dos governantes no cumprimento
preservação da memória.
dos acordos internacionais.
(D) e desenvolvimento de técnicas de memorização de
(D) falta de informação das pessoas a respeito dos seus
palavras. direitos.
(E) e a contação de histórias não verídicas para (E) incompatibilidade entre os direitos e os interesses dos
impressionar os mais jovens. povos economicamente dominados.

PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 13


MATEMÁTICA
QUESTÃO 53 QUESTÃO 58

2 Uma folha de papel foi recortada em 100 folhas quadradas


Adriana, Beatriz, Carol, Danielle e Euza compraram ,
20 menores cada uma com lado medindo 1 𝑐𝑚. Qual a área da
folha antes de ser cortada?
3 4 5 6
, , e , respectivamente, da quantidade de
21 22 25 26 (A) 10 cm2
batons de uma loja de maquiagem. Quem comprou mais (B) 100 cm2
batons? (C) 1000 cm2
(D) 10000 cm2
(A) Adriana (E) 100000 cm2
(B) Beatriz
(C) Carol
(D) Danielle
QUESTÃO 59
(E) Euza

Seja 𝐴𝐵𝐶 um triângulo retângulo e   90 um de seus


QUESTÃO 54 5
ângulos internos. Se tan    , qual o valor de
12
4
Em uma eleição em uma cidade com 3000 eleitores, 2sen    cos(α) ?
1350 deles votaram no candidato Arnaldo, enquanto 3
1650 votaram no candidato Bernaldo. Qual a porcentagem,
do total, dos votos obtidos por Arnaldo? (A) 0
(B) 1
(A) 35% (C) 2
(B) 40% (D) 3
(C) 45% (E) 4
(D) 50%
(E) 55%
QUESTÃO 60

QUESTÃO 55
Seja i  1 a unidade imaginária. Qual o valor de
(0  i)(1  i)(2  i)(3  i) ?
Qual o valor de (2 + 4 + ... + 1000) – (1 + 3 + ... + 999)?
(A) 0
(A) 100 (B) 5
(B) 200 (C) –5
(C) 300 (D) 10
(D) 400 (E) –10
(E) 500
RASCUNHO
QUESTÃO 56

Considere o polinômio P(x)  3x2  33x  50. Qual a soma


das raízes desse polinômio?

(A) 11
(B) 12
(C) 13
(D) 489
(E) 2 489

QUESTÃO 57

Em um modelo populacional de uma cidade, a matriz de


transição é dada por

0,85 0,10
 .
0,15 0,90

Qual é o determinante dessa matriz?

(A) 0,75
(B) 0,78
(C) 0,80
(D) 0,82
(E) 0,85
PGSF/2017 PROGRAMA GOIÁS SEM FRONTEIRAS – (TIPO A) 14