Você está na página 1de 2

De: Marcelo Ferreira Correa

Enviado em: quinta-feira, 8 de julho de 2004 11:43


Para: Alberto da Silva
Assunto: A RESTITUIÇÃO DA ALEGRIA”
TEXTO: Is. 6.1-8
TÍTULO: “A RESTITUIÇÃO DA ALEGRIA”
_____________________________________________________

è Uma das coisas que eu creio que Deus irá restaurar nesta campanha é a alegria.
Alegria é um sentimento que todos nós gostamos de ter, mas que nem sempre
conseguimos alcançar. Geralmente, a alegria se torna um sentimento que vai e volta
(mais vai do que volta). Mas a Bíblia diz em Rm. 14.17 que o Reino de Deus é: justiça,
paz e alegria no Espírito Santo... Então vemos que a alegria é uma das características
do reino de Deus. Deveríamos viver sempre alegres! Então, por que isto não acontece?
Por que, de vez em quando, nos achamos entristecidos? (I): De repente, nada
aconteceu, mas acordamos tristes, pela manhã. De repente, nada aconteceu, mas já
não sentimos prazer na vida, ou na igreja, ou na oração, etc. Eu creio, e por isso quero
pregar nesta noite, que Deus pode e quer nos restituir a alegria. Amém?

è A história do chamado de Isaías para ser profeta começa “no ano em que morreu o
rei Uzias” (v1). Era o ano da tristeza no reino de Judá. Uzias, que havia sido um ótimo
rei, havia morrido. Havia tristeza no reino! Por que? Porque Uzias fora um rei que havia
agradado ao povo e a Deus. Ele havia fortificado militarmente a Judá (a Bíblia diz em
IICr. Que ele havia inventado e desenvolvido várias armas para serem usadas nas
guerras e em todas elas ele saira vitorioso). Ele havia conseguido estabelecer a paz no
reino. Além de tudo isto, ele era amigo pessoal de Isaías. MAS agora, era o ano da
morte do rei: o povo estava triste, Isaías estava triste!
E no meio dessa tristeza a Bíblia diz que Isaías entra no templo; e é quando ele vê o
Senhor e sua vida muda completamente.
(A): Talvez, amados, hajam aqui em nosso meio pessoas que estejam vivendo “no
ano da morte, no ano da tristeza, no ano da frieza espiritual”... Talvez haja alguém
aqui que já tenha perdido a alegria de viver e de trabalhar para Deus; já tenha perdido
a esperança de ter felicidade e prosperidade. Talvez até já tenham morrido os teus
sonhos! (O que o diabo mais quer roubar de nós são os sonhos, pois ele sabe que
quem não sonha não tem esperança...).

Mas ouça uma coisa: o que aconteceu com Isaías é um exemplo para nós do que
pode acontecer conosco. Justamente no ano da morte, no momento de maior tristeza,
o Senhor vem e nos lança mais alto, Ele vem e nos revela Seus planos; Ele vem, nos
perdoa os pecados e nos santifica. Amados, Deus é o Deus da restituição! Com Deus
não existem possibilidades de sermos derrotados. As aparentes quedas, fracassos e
tristezas são como alavancas que Deus usa para nos lançar para mais alto! (I): Eu já
passei por cada situação de tristeza e desânimo na minha vida e no meu ministério
que, se eu fosse contar... Mas quando parece não haver mais saída, Deus ainda me
levanta e me lança mais lá para a frente!

è Veja uma outra coisa: Deus usou aquela situação de tristeza para revelar Sua glória
à Isaías! No meio da angústia, Isaías entrou no templo - o mesmo nós devemos
fazer!... E ali ele teve uma visão do senhor que revolucionou sua vida e seu ministério.
Ali ele viu que não adiantava ficar parado chorando a morte do rei, ele tinha que
continuar, Deus tinha uma obra profética para ele!
Deus tinha uma necessidade: “A quem enviarei, e quem há de ir por nós?” E a
necessidade de Deus era a oportunidade de Isaías. Ou ele se apresentava, ou Deus
levantava outro. E ele se apresentou: “Eis-me aqui, envia-me a mim” (A): Amados,
Deus tem uma necessidade: salvar este bairro e esta cidade. Deus nos pergunta a
mesma coisa que perguntou á Isaías: “...” O que nós vamos responder? “Ah, Deus,
envia outro, porque eu estou triste e desanimado!”?? Se nós dissermos isto, Deus vai
enviar outro, e nós vamos continuar tristes e desanimados. O mundo não vai parar de
girar por causa da nossa tristeza e desânimo. Nem tampouco a obra de Deus. Nós é
que vamos ficar parados e sem esperança se não nos levantarmos e assumirmos nossa
responsabilidade sabendo que somos mais do que vencedores.
Se nós nos levantarmos e dissermos: “Eis-nos aqui...”, Deus irá nos enviar, e com
isso, enquanto vamos, Ele irá nos purificar dos nossos pecados, irá restaurar a nossa
alegria e nós vamos nos sentir felizes e realizados por estarmos sendo usados por Ele.

Conclusão: Você quer a restituição da sua alegria? Então fique em pé e apresente-se


diante do Senhor. (orar e cantar: “Vejo o Senhor”

Preguei esta mensagem:

1. Campanha da Restituição, IBR Monte Sinai, 10/08/01