Você está na página 1de 17

PROVÃO 2012

QUESTÕES DO EXAME NACIONAL DE TEOLOGIA

TEOLOGIA SISTEMÁTICA

1. Com respeito à santificação é correto dizer que:


a) Conforme a tradição calvinista é uma obra da graça de Deus independente do ser
humano.
b) Pode ser distinguida em definitiva e progressiva, a primeira acontecendo na conversão
quando o crente é declarado plenamente santo diante de Deus, e a segunda
desenvolvida a partir daí até a morte.
c) O ser humano se esforça para ser santo e Deus o auxilia.
d) Santificação progressiva é uma obra da graça de Deus através da qual somos
plenamente renovados segundo a imagem daquele que nos criou no exato momento da
conversão.
e) A santidade não pode ser considerada uma evidência da salvação.

2. Sobre o Espírito Santo é correto afirmar que:


a) É a segunda pessoa da Trindade.
b) É um poder que emana do Pai e do Filho.
c) Ele procede apenas do Pai.
d) Sua função é regenerar o ser humano.
e) Os principais símbolos são: fogo, água, pomba e nuvem.

3. De acordo com o Concílio de Calcedônia e com o ensino bíblico teológico reformado


podemos dizer que Maria é a Mãe de Deus?
a) Sim, porque ela é a mãe do ser humano-Deus, Jesus de Nazaré, que é uma pessoa
indivisível, muito embora seja “Mãe de Deus” apenas segundo a natureza humana de
Jesus.
b) Sim, mas ela é a mãe apenas da natureza humana de Jesus, que não tem qualquer
ligação com a sua divindade.
c) Sim, ela é a mãe de Deus, portanto, merece ser chamada de mediadora.
d) Não, pois ela gerou apenas a natureza física de Jesus.
e) Não, e isso é uma heresia católica.

ANULADA 4. O Princípio Regulador do Culto, quanto aos elementos do culto, afirma que:
a) São escolhidos por decisão do pastor.
b) São permitidos todos aqueles que a Escritura não proíbe.
c) São permitidos aqueles que têm fundamentação bíblica.
d) Dependem de decisão do Supremo Concílio.
e) São escolhidos por decisão do Conselho da Igreja.

5. Marque a única alternativa abaixo contendo a expressão correta que está faltando na
afirmação cristológica: “O Filho de Deus, a Segunda Pessoa da Trindade, sendo
verdadeiro e eterno Deus, da mesma substância do Pai e igual a ele, quando chegou o
cumprimento do tempo, tomou sobre si a natureza humana com todas as suas
propriedades essenciais e enfermidades comuns, contudo sem pecado, sendo concebido
pelo poder do Espírito Santo no ventre da Virgem Maria e da substância dela. As duas
naturezas, inteiras, perfeitas e distintas - a Divindade e a humanidade - foram
inseparavelmente unidas em uma só _____________, sem conversão, composição ou
confusão; essa _____________ é verdadeiro Deus e verdadeiro homem, porém, um só
Cristo, o único Mediador entre Deus e o homem.”
a) Pessoa;
b) Dimensão;
c) Aparência;
d) Categoria divina;
e) Maneira de ser espiritual.

6. Segundo a doutrina dos reformadores qual a base da Justificação?


a) A justiça de Cristo, a nós imputada.
b) O perdão de pecados.
c) A fé.
d) As boas obras.
e) A santificação pessoal.

7. Qual seita dos primeiros séculos defendia que o corpo de Jesus Cristo era uma ilusão
e que sua crucificação foi apenas aparente.
a) O Docetismo
b) O Arianismo
c) O Sabilianismo
d) O Ebionismo
e) O Montanismo

8. Qual das teorias abaixo, sobre a expiação realizada por Cristo, foi desenvolvida pelos
reformadores.
a) Teoria da recapitulação
b) Teoria do resgate
c) Teoria da satisfação da honra de Deus
d) Teoria da influência moral
e) Teoria da satisfação da justiça divina

9. Através de quais ofícios Deus exercia sua liderança na Igreja na antiga aliança?
a) Sacerdote, anciãos e profetas.
b) Sacerdote, anciãos, profetas e reis.
c) Sacerdote, profetas e reis.
d) Levitas e sacerdote.
e) Juízes, profetas e reis.

10. Como a Soberania de Deus e a responsabilidade humana são encontradas na Bíblia


quanto a doutrina da salvação? Assinale a resposta correta.
a) A responsabilidade humana conflita com a soberania de Deus.
b) A Soberania de Deus na salvação ensinada na Escritura elimina qualquer
responsabilidade humana.
c) São encontradas lado a lado e precisam ser mantidas juntas e não lançadas uma
contra a outra.
d) O homem toma a iniciativa indo em direção a Deus e, Deus, então, vem ao seu
encontro.
e) O homem é totalmente responsável nesse processo, uma vez que lhe fora conferido o
livre arbítrio.

11. Para Agostinho, a salvação do homem somente seria possível através da


determinação soberana e graciosa de Deus, através da eleição. Este posicionamento
ficou conhecido como:
a) Monergismo, pois Deus começa e termina a obra de salvação.
b) Sinergismo, pois Deus começa e o homem termina a obra de salvação.
c) Semi-Agostinianismo, pois o homem começa e Deus termina a obra de salvação.
d) Determinismo, pois Deus determina o que ocorre com o homem e este não é
responsável pelos seus erros.
e) Nepotismo, pois Deus acaba favorecendo seus filhos e não os filhos do diabo.

12. A capacidade que todos os seres racionais têm de agir espontaneamente, sem serem
coagidos de fora, a caminharem para qualquer lado, fazendo o que querem e o que lhes
agrada, sendo, contudo, levados a fazer aquilo que combina com a natureza deles,
também é conhecida como:
a) Livre-arbítrio
b) Livre-agência
c) Livre-resposta
d) Livre-ação
e) Livre-graça

13. A infinitude de deus em relação ao tempo e ao espaço é chamada de:


a) Soberania e imensidade
b) Eternidade e onipotência
c) Eternidade e imensidade
d) Imutabilidade e eternidade
e) Existência e soberania

14. Doutrina que ensinava que Cristo era apenas uma manifestação de Deus-Pai
a) Alogianismo
b) Ebionismo
c) Sabelianismo
d) Nestorianismo
e) Gnosticismo

15. “Deus sustenta, dirige e governa todas as suas criaturas”. Isto se refere a:
a) Predestinação
b) Decreto
c) Providência
d) Existência de Deus
e) Sabedoria de Deus

16. Qual das frases abaixo define com mais precisão a relação entre lei e graça na
Soteriologia reformada?
a) A lei é uma instituição totalmente separada da graça de Deus. Ela perdurou como
norma durante o Antigo Testamento.
b) A lei é uma instituição totalmente separada da graça de Deus, mas continua valendo
no Novo Testamento.
c) A lei tem uma função em relação à graça de Deus, como subserviente aos propósitos
da promessa.
d) A lei e a graça são harmônicas, por isso é possível dizer que somos salvos pela lei.
e) A lei e a graça trabalham juntas para tornar o homem indesculpável diante de Deus.

17. “É a graça de Deus pela qual Ele dá às pessoas bênçãos inumeráveis que não são
partes da salvação”. Estamos falando da:
a) Regeneração.
b) Graça especial.
c) Graça comum.
d) Vocação externa.
e) Vocação interna.
ANULADA 18. Estado intermediário é a doutrina que se refere ao período entre ...
a) a 1ª e 2ª vindas de Cristo.
b) o anticristo e a grande tribulação.
c) a morte e a ressurreição.
d) a incredulidade e a fé.
e) a ressurreição do crente e a ressurreição do incrédulo.

19. Qual das cosmovisões abaixo se encaixa melhor no trecho de Francis Schaeffer: “...
negação de todas as razões objetivas para a verdade. Uma crença de que a existência é
basicamente sem sentido e inútil, levando, muitas vezes, para tendências destrutivas na
sociedade ou no indivíduo”?
a) Deísmo
b) Existencialismo
c) Niilismo
d) Calvinismo
e) Naturalismo

20. Na evangelização, a confiança demasiada nos métodos, nas formas e na


contextualização caracteriza qual linha teológica?
a) O Calvinismo
b) O Arminianismo
c) A Neo-ortodoxia
d) O Liberalismo clássico
e) O Perfeccionismo

TEOLOGIA PASTORAL

21. Qual é o objetivo para o trabalho de visitação do pastor, segundo Richard Baxter?
a) Aconselhamento – aconselhar ao rebanho
b) Discipulado – averiguar e ensino pastoral
c) Observação – supervisionar o andamento da vida do rebanho.
d) Comunhão – fortalecer os vínculos com o rebanho
e) Solidário – verificar se o rebanho está precisando da ajuda pastoral

22. Sobre a doutrina da vocação e espiritualidade dentro de uma ótica bíblico-reformada


é correto afirmar:
a) A verdadeira espiritualidade não atinge todas as áreas da existência humana, mas
apenas a área espiritual.
b) Não podem ser consideradas como disciplinas espirituais: leitura e meditação da
Palavra, oração, participação nos sacramentos, ouvir e ler sermões, exercer a mordomia,
evangelizar e praticar a misericórdia.
c) A vocação pastoral não carece da testificação interior do Espírito Santo, mas apenas
do reconhecimento da Igreja.
d) A espiritualidade bíblica está em íntima relação e dependência com a união com
Cristo, sem a qual não poderá haver verdadeira espiritualidade.
e) O vocacionado não deve se ocupar em confirmar a sua vocação, pois esta
confirmação se dará, necessariamente, por meio dos resultados do seu trabalho.

23. Por que não é indicado, no aconselhamento bíblico, visar o Comportamento, ou os


Sentimentos ou ainda as Atitudes, tão somente?
a) Porque é preciso confiança da parte do aconselhado para tanto.
b) Porque todos eles são apenas indicadores daquilo que reside no coração.
c) Porque é preciso coragem e ousadia da parte do conselheiro para tanto.
d) Porque assim podemos fazer o aconselhado sentir-se mal consigo mesmo.
e) Porque o aconselhamento bíblico só se preocupa com o que a Bíblia diz, não com o
que o aconselhado diz.

24. Qual das alternativas abaixo não corresponde aos pressupostos da teologia
reformada de evangelização?
a) A consciência de que todos são pecadores.
b) A graça soberana de Deus.
c) O planejamento estratégico da igreja
d) A obra irresistível do Espírito Santo.
e) A pregação da palavra.

ANULADA 25. Assinale a única alternativa correta: A revitalização e o crescimento da


igreja estão proporcionalmente condicionados:
a) À contextualização cultural.
b) À aplicação de estratégias modernas.
c) À exposição bíblica com fidelidade.
d) À alteração nos Estatutos e na Constituição da Igreja.
e) À mudança nos horários dos cultos.

26. Qual das características abaixo diz respeito ao sermão expositivo?


a) É elaborado a partir de um tema.
b) Obrigatoriamente dever conter 3 divisões principais.
c) Deve conter texto prova em cada divisão principal.
d) Deve conter no mínimo 4 páginas.
e) É elaborado a partir de uma perícope.

27. Método de Aconselhamento cristão que estabelece a primazia da revelação bíblica no


tratamento das necessidades humanas:
a) Paraclético
b) Integracionista
c) Noutético
d) Psíquico-Bíblico
e) Terapêutico

28. Quais as consequências do movimento ecumênico liderado pelo Conselho Mundial de


Igrejas (CMI) no contexto missionário da Igreja.
a) Tem promovido uma crescente abertura entre as igrejas cristãs mundiais diminuindo
diferenças teológicas e elevando a cooperação entre elas.
b) Resultou no diálogo consistente entre o catolicismo romano e o protestantismo
histórico de modo a promover a reunificação do cristianismo.
c) A crescente relativização das Escrituras, de Cristo e do evangelho, levou ao
entendimento da missão da igreja não em termos de reconciliação com Deus, mas de
libertação social e política de pessoas e grupos marginalizados das situações de
sofrimento e opressão em que vivem.
d) Tornou público o repúdio de todas as igrejas cristãs quanto ao envolvimento nas
questões sociais modernas como as teologias da Libertação, o Feminismo e o
Homossexualismo.
e) Promoveu a quebra de diálogo entre todas as igrejas protestantes.

29. Sobre a oração, qual resposta está incorreta?


a) A oração é uma parte especial do culto religioso.
b) A oração deve ser feita com fé, seja ela inteligível ou não.
c) A oração é exigida de todos os homens.
d) Para que seja aceita, a oração deve ser feita em o nome do Filho, pelo auxílio de seu
Espírito, segundo a vontade de Deus.
e) Se a oração for vocal, deve ser proferida em uma língua conhecida dos presentes.

ANULADA 30. O culto público consta ordinariamente de:


a) Pregação da Palavra de Deus, hinos, orações e sacramentos.
b) Leitura da Palavra de Deus, pregação, cânticos sagrados, orações, ofertas e
sacramentos.
c) Leitura da Palavra de Deus, pregação, cânticos sagrados e coreografias.
d) Pregação da Palavra de Deus, cânticos sagrados, orações e ofertas.
e) Depende do contexto em que está inserida a igreja.

31. Poimênica é o exercício do ministério pastoral que inclui as seguintes atividades


ministeriais, exceto:
a) Pregação da Palavra de Deus.
b) Administração eclesiástica.
c) Assistência social.
d) Ensino.
e) Aconselhamento pastoral.

32. Qual postura abaixo reflete o pensamento reformado sobre o resultado esperado da
missão?
a) Cristo versus cultura.
b) O Cristo da cultura.
c) Cristo acima da cultura.
d) Cristo e cultura em paradoxo.
e) Cristo transformando a cultura.

33. Qual é o alvo principal do aconselhamento bíblico?


a) O comportamento.
b) As emoções.
c) O coração.
d) A mente.
e) A consciência.

34. Qual é o objetivo principal da obra missionária?


a) Demonstrar amor aos perdidos.
b) Ganhar almas para Cristo.
c) Glorificar a Deus.
d) Salvar almas.
e) Derrotar o diabo.

35. Em um contexto missionário, o que o pastor deve fazer na administração da Ceia,


caso não haja pão e vinho?
a) Adiar a celebração até que pão e vinho sejam providenciados.
b) Celebrar a Ceia utilizando outros alimentos para substituir os que faltam.
c) Celebrar a Ceia mesmo sem quaisquer elementos.
d) Celebrar a Ceia, apenas se o elemento faltante for o pão.
e) Celebrar a Ceia, apenas se o elemento faltante for o vinho.

36. Quanto à prática da piedade do pastor, no tocante ao domingo, qual deve ser o seu
comportamento?
a) Deve fazer suas atividades normais, pois é um dia como outro qualquer.
b) Deve guardar um santo descanso e se ocupar de exercícios cúlticos e de necessidade
e misericórdia.
c) Deve dedicar-se às atividades da igreja, ao lazer e à comunhão com sua família.
d) Deve envolver-se ao máximo com os trabalhos cúlticos e proporcionar lazer e
descanso aos seus familiares.
e) Deve descansar e passar o dia em oração.

ANULADA 37. Em um trabalho de plantação de igreja, como o plantador deve proceder


para determinar a liturgia dos cultos da nova igreja?
a) Deve reunir-se com o grupo inicial, verificar quais são as sugestões do grupo e
consolidar todas as ideias gerando assim o formato da liturgia dos cultos.
b) Deve analisar a cultura da região e produzir liturgias que se adequem àquele contexto.
c) Deve seguir as orientações dos Símbolos de Fé da IPB.
d) Deve analisar o estilo de culto das igrejas vizinhas e produzir liturgias similares.
e) Deve fazer uma pesquisa no bairro perguntando aos moradores como eles gostariam
que fosse o culto da nova igreja.

38. Qual deve ser o procedimento do pastor diante de uma crítica grave de um membro
da igreja quanto ao seu pastorado?
a) Deve escrever uma denúncia e apresentá-la ao Conselho da Igreja.
b) Deve ignorar, pois é impossível agradar a todos.
c) Deve chamá-lo para uma conversa, visando cumprir os passos ensinados em Mateus
18.
d) Deve convocar a assembleia da igreja, imediatamente, para tratar do assunto.
e) Deve sentir-se à vontade para solicitar ao crítico que saia da igreja.

ANULADA 39. Dentre as características abaixo, qual delas a Bíblia não aponta como
necessária ao plantador de igrejas?
a) Ter vida de piedade.
b) Ter caráter aprovado por Deus.
c) Governar bem a própria casa.
d) Ter cuidado de si mesmo e da doutrina.
e) Ser um captador de recursos financeiros.

40. O movimento eclesiástico americano denominado de “seeker-sensitive”, ou “sensível


aos interessados” concentra seus esforços em atender aos de fora da igreja, mudando a
forma, o conteúdo e a linguagem do culto para atingi-los. Qual das proposições abaixo
não tem relação com o movimento?
a) O alvo da pregação bíblica é a comunicabilidade da mensagem.
b) As questões culturais devem prevalecer sobre as doutrinárias.
c) A pós-modernidade exige que as formas eclesiásticas sejam alteradas.
d) A palavra da cruz é loucura para os que se perdem.
e) A forma e a linguagem da mensagem são essenciais para a aceitabilidade do
Evangelho.

TEOLOGIA EXEGÉTICA

41. Qual nome foi dado à região onde aconteceu quase toda a revelação bíblica do AT e
boa parte da revelação bíblica do NT?
a) Crescente Fértil
b) Extremo Oriente
c) Região Desértica Oriental
d) Região Mediterrânea Oriental
e) Ásia Ocidental
42. Quanto ao verbo hebraico, qual resposta está errada:
a) a conjugação de Qal é a conjugação básica do verbo hebraico.
b) a conjugação Nifal pode acrescentar a nuance de passivo ao verbo.
c) a conjugação do Piel pode acrescentar a nuance intensiva ao verbo.
d) a conjugação do Pual acrescenta a nuance de passiva ao Piel.
e) o Hifil acrescenta a nuance reflexiva ao verbo.

43. Qual a principal ocupação da exegese bíblica?


a) Intencionalidade
b) Historicidade
c) Cronicidade
d) Intertextualidade
e) Praticidade

44. Quanto aos aspectos relacionais o pacto é:


a) Bilateral
b) Unilateral
c) Tridimensional
d) Cooparticipativo
e) Substanciado no homem.

45. “Recurso estilístico que consiste numa estrutura cruzada entre dois grupos de
palavras ou expressões, em que a ordem das palavras do primeiro grupo é inversa à do
segundo”. Esta definição que também pode se aplicar a passagens e até livros inteiros da
Bíblia, define que recurso exegético?
a) Paralelismo
b) Eufemismo
c) Quiasmo
d) Ironia
e) Simbolismo

46. Qual a divisão da Bíblia Hebraica?


a) Lei e Profetas
b) Lei e Salmos
c) Lei, Profetas e Escritos
d) Lei, Históricos, poéticos e proféticos
e) Lei, poéticos e proféticos

47. Na língua hebraica, assim como na portuguesa, há o uso de conjunções para


conectar palavras na construção de suas frases. Na língua hebraica, essas conjunções
aparecem prefixadas por meio da consoante:
a) vav
b) yod
c) nun
d) he
e) bet

48. Com respeito aos verbos da língua hebraica, alguns se comportam de forma irregular
por serem caracterizados como verbos fracos. Das opções listadas abaixo, qual não
expressa verbos nessa categoria?
a) Verbos cuja raiz começa com a consoante vav.
b) Verbos cuja raiz começa com uma consoante nun.
c) Verbos cuja raiz possui uma gutural.
d) Verbos cuja raiz possui uma consoante do BeGaD KeFaT
e) Verbos cuja raiz começa com a consoante yod.

49. Qual dessas propostas de hermenêutica não têm relação com a hermenêutica
reformada?
a) 7 regras de Hillel
b) Quadriga
c) Questio
d) Tipologia
e) Método sintático-teológico

50. Na exegese, a crítica textual é recomendável devido...


a) às divergências presentes nos manuscritos disponíveis.
b) às diferentes fontes que compuseram o texto bíblico.
c) à tradição oral por detrás dos textos.
d) à variedade de traduções e versões.
e) à inerrância do texto bíblico.

51. Quais os modos verbais da língua grega?


a) Indicativo, subjuntivo, imperativo, optativo
b) Indicativo e subjuntivo
c) Subjuntivo e imperativo
d) Indicativo, subjuntivo, imperativo, optativo, aoristo
e) Indicativo e aoristo

52. Quais os tempos verbais da língua grega?


a) Presente e futuro
b) Presente, futuro, imperfeito, aoristo, perfeito, mais-que-perfeito
c) Presente, subjuntivo, aoristo, perfeito
d) Presente, futuro, imperfeito, mais-que-perfeito, imperativo
e) Presente, futuro, perfeito

53. O adjetivo grego sempre concorda com o substantivo em:


a) Gênero, número e grau
b) Gênero e número
c) Gênero e grau
d) Número e caso
e) Gênero, número e caso

54. A chamada Escola Alegórica de interpretação das Escrituras é também conhecida


como:
a) Escola Antioquiana
b) Escola Patrística
c) Escola Medieval
d) Escola Ocidental
e) Escola Reformada

55. A estrutura dispensacionalista das Escrituras ensina que Deus se relaciona:


a) De forma pactual e soberana com o homem.
b) De forma bilateral com o homem, em todas as dispensações.
c) De forma única com o homem, em cada dispensação.
d) Com base no amor, por meio do esvaziamento da Trindade.
e) Com o homem por meio do Espírito Santo e somente por ele.

56. Na Escatologia Realizada, o reino é uma realidade:


a) Presente
b) Futura
c) Presente e futura
d) Apocalíptica
e) Presente e apocalíptica

57. O método que busca o significado de uma da passagem da Bíblia segundo as regras
da gramática e da forma literária, os fatos da história e a estrutura do contexto é
chamado:
a) Estruturalista
b) Fundamentalista
c) Gramático-histórico
d) Histórico-crítico
e) Semidiscursivo

58. O nome de Rudolf Bultmann está ligado a que metodologia exegética?


a) Histórico-gramatical.
b) Literária.
c) Sociológica.
d) Crítica da forma.
e) Linguística.

59. Do que Paulo foi chamado em Atenas, pelos filósofos epicureus?


a) Criptologos.
b) Theologos.
c) Spermologos.
d) Cristologos.
e) Pneumologos

60. Qual destas não é uma das denominadas “cartas da prisão”?


a) Colossenses
b) Efésios
c) Filemom
d) Filipenses
e) Tito

HISTÓRIA DA IGREJA

61. A assembleia realizada de 1545 a 1563 que deu à Igreja Católica Romana uma
declaração completa de sua doutrina, dentro do princípio de franca oposição ao
protestantismo foi:
a) Concílio de Trento
b) Sínodo de Sevilha
c) Concílio de Latrão
d) Concílio de Piza
e) Sínodo de Roma

62. A Questão Religiosa brasileira, no final do século 19, foi basicamente:


a) Um conflito entre os poderes do papado e do império.
b) Um movimento visando eliminar os artigos da Constituição de 1824 favoráveis à
liberdade religiosa.
c) Uma discussão entre as autoridades religiosas sobre o celibato clerical no Brasil.
d) Uma tentativa de o clero secular assumir as escolas que estavam na esfera do clero
regular.
e) Uma disputa entre os bispos de Olinda e Belém sobre a nova diocese de São Luís.

63. William Carey, considerado por muitos o pai das missões modernas, foi precedido por
qual importante movimento missionário protestante?
a) Metodistas
b) Morávios
c) Lolardos
d) Filipistas
e) Jesuítas

64. Movimento dentro da Igreja Católica Apostólica Romana no século 19 que se opunha
à descentralização conciliar e nacionalista e defendia a centralização do poder no papado
a fim de restaurar o vigor espiritual da Igreja.
a) Contrareforma
b) Dispensacionalismo
c) Ultramontanismo
d) Sionismo
e) Socinianismo

65. Advogado convertido em 1821 tornou-se publicamente conhecido em sua campanha


de reavivamento de 1830 e 1831 em Rochester, Nova Iorque. Responsável pelas “novas
medidas” de reavivamento, tornou-se reitor da faculdade de Oberlin. Suas preleções
sobre o reavivamento e teologia sistemática tiveram enorme influência em sua época.
a) Jeremiah Lampier.
b) John Wesley.
c) Jonanthan Edwards.
d) Charles Grandison Finney.
e) D.L. Moody.

66. O Edito de Milão, assinado em 313 pelos imperadores Constantino e Licínio...


a) Pôs fim às perseguições imperiais e concedeu liberdade religiosa apenas aos cristãos.
b) Pôs fim às perseguições e concedeu liberdade religiosa a todos, independente da
religião seguida.
c) Declarou o Cristianismo como religião oficial do Império Romano.
d) Garantiu aos cristãos a devolução de todos os imóveis e bens confiscados.
e) Garantiu aos cristãos a devolução dos imóveis e o dos pergaminhos confiscados pelo
império.

67. A Reforma Protestante do Século 16 foi precedida por teólogos e movimentos


questionadores liderados por...
a) Wyclif, Hus e Calvino.
b) Lutero, Zwínglio e Calvino.
c) Wyclif, Hus e Wesley
d) Wyclif, Hus e Jerônimo Savonarola;
e) Franciscanos, Dominicanos e Jesuítas

68. Os “Cinco Pontos do Calvinismo” foram elaborados após a Reforma Protestante e


foram escritos...
a) Pelo próprio João Calvino em Genebra.
b) Pelos calvinistas durante o Sínodo de Dort.
c) Pelos calvinistas durante o surgimento do puritanismo na Inglaterra.
d) Pelos calvinistas franceses após o massacre que ficou conhecido como “A noite de
São Bartolomeu”.
e) Pelo concílio de Trento.
69. O imperador que oficializou o Cristianismo como religião do império foi:
a) Constantino
b) Herodes
c) Valêncio
d) Teodósio
e) Licínio

70. O fundador da irmandade moraviana foi:


a) J. Knox
b) Zinzendorf
c) J. Wesley
d) J. Spener
e) Meno Simons

FILOSOFIA

71. Raciocínio dedutivo é um discurso no qual, dadas certas premissas, alguma


conclusão decorre delas necessariamente, diferente dessas premissas, mas nelas
fundamentada (Aristóteles, Tópicos, Livro 1, 100a). Este tipo de raciocínio também é
conhecido como:
a) Raciocínio indutivo
b) Argumento retórico
c) Silogismo
d) Argumento abdutivo
e) Paralogismo

72. O homem indiferente não se apega a nada, não tem certeza absoluta, adapta-se a
tudo, suas opiniões são suscetíveis de modificações rápidas: para atingir esse grau de
socialização, os burocratas do saber e do poder têm a oferecer verdadeiros tesouros de
imaginação e toneladas de informações (Gilles Lipovetsky, A era do vazio). Neste
pequeno excerto, o filósofo Gilles Lipovetsky apresenta algumas das principais
características do...
a) Homem pós-moderno ou hipermoderno.
b) Homem moderno europeu.
c) Homem moderno norte-americano.
d) Homem pré-moderno medieval.
e) Homem da antiguidade clássica.

73. Em plena Escolástica, seu expositor maior, Tomás de Aquino, precisou fazer uma
síntese entre Filosofia e Teologia. Essa síntese foi em parte necessária pelo fato de que
os pensamentos de um filósofo do período clássico foram novamente introduzidos na
Europa com o avanço do Islã. Esse pensador clássico foi:
a) Sócrates
b) Platão
c) Epicuro
d) Aristóteles
e) Zenão

74. Qual filósofo escreveu o “Mito da Caverna”?


a) Aristóteles
b) Platão
c) Sócrates
d) Agostinho
e) Kant
75. Qual destes filósofos não pode ser considerado parte do existencialismo?
a) Kierkegaard
b) Schopenhauer
c) Heidegger
d) Sartre
e) Comte

76. De acordo com a tradição histórica, a fase inaugural da filosofia grega é conhecida
como:
a) Período helenístico com a expansão da cultura grega.
b) Período clássico, incluindo Sócrates com sua problemática do ser humano.
c) Período pré-socrático, em que abrange o conjunto de reflexões a partir de Tales Mileto.
d) Período ético com o surgimento do Estoicismo e Epicurismo.
e) Período sistemático com Aristóteles e o surgimento da lógica.

77. Maiêutica é o método de chegar ao conhecimento, de acordo com:


a) Os mitos gregos.
b) Os ensinos de Sócrates.
c) Orientação da lógica.
d) Escritos de Platão.
e) Os ensinos de Epicuro.

78. No Criticismo a premissa filosófica é a de que “embora o conhecimento se dê na


experiência, ele não nasce justamente nela”. O expoente máximo do Criticismo é:
a) David Hume.
b) Renné Descartes.
c) Tomás de Aquino.
d) Agostinho.
e) Immanuel Kant.

79. Qual critério supremo da moralidade adota o hedonismo, identificando-o como o bem
moral?
a) O fazer imanente.
b) O pensar em termos de futuro.
c) O prazer sensível.
d) O prazer somente estético.
e) O realizar apenas espiritual.

80. Assinale a única alternativa que corresponde corretamente ao conceito de


racionalismo:
a) Posição filosófica que toma a experiência como guia e critério de validade de suas
afirmações.
b) Posição filosófica que privilegia formas argumentativas, dedutivas do conhecimento,
como meios para compreensão da realidade, em detrimento da fé, do misticismo e da
revelação bíblica.
c) Posição filosófica que afirma que tudo o que conhecemos depende, em última
instância, de dados dos sentidos, pois deles deriva direta e indiretamente.
d) Posição filosófica moderna segundo a qual o conhecimento procede principalmente da
experiência.
e) Posição filosófica que considera como fonte de todas as nossas representações os
dados fornecidos pelos sentidos.
LÍNGUA PORTUGUESA

81. Cada sentença abaixo possui uma figura de linguagem. Marque aquela que não está
classificada corretamente.
a) “O céu vai se tornando roxo e a cidade aos poucos agoniza” - Prosopopéia.
b) “E ele riu longamente um riso sem alegria” - Pleonasmo
c) “Peço-lhe mil desculpas pelo que aconteceu” - Metáfora
d) “Toda vida se tece de mil mortes” - Antítese
e) “Ele entregou hoje a alma a Deus” - Eufemismo

82. O plural dos substantivos compostos não está correto em qual alternativa?
a) Cartões-postais, terças-feiras.
b) Sempres-vivas, guardas-volumes.
c) Gentis-homens, autoestradas.
d) Porta-vozes, guardas-municipais.
e) Amigos-da-onça, abaixo-assinados.

83. Indique a opção onde a regência verbal não está correta.


a) Prefiro doce a salgados.
b) Aspiro o odor das flores.
c) Obedeça às leis de trânsito.
d) Assistiu ao noticiário.
e) Aspiro o cargo de diretor.

84. “No princípio criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia
trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E
disse Deus: Haja luz; e houve luz. E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação
entre a luz e as trevas. E Deus chamou à luz Dia; e às trevas chamou Noite. E foi a tarde
e a manhã, o dia primeiro”. (Gn 1:1-6) Assinale a alternativa correta a respeito da
Tipologia textual do trecho acima:
a) O texto é narrativo, mas possui traços descritivos.
b) O texto é dissertativo, pois debate a respeito da criação do mundo.
c) O texto é descritivo, pois apenas descreve como o mundo era antes da criação.
d) O texto é dissertativo-argumentativo, mas possui traços descritivos.
e) O texto não é narrativo, pois seu objetivo é apenas descrever.

85. A língua portuguesa possui quatro formas para a escrita dos porquês. Na fala os
sons são todos iguais, mas a escrita difere de acordo com o caso. No exemplo abaixo
marque a sequência que preenche corretamente os espaços do diálogo:
- __________ não veio para a reunião?
- Não vim _________ não sabia o horário.
- Não sabia o horário, _________?
- Eu não sei o __________

a) por que, porque, por quê, porquê


b) porque, por que, porquê, por quê
c) porquê, por quê, porque, por que
d) por quê, porquê, porque, por que
e) por que, por quê, por que, porque

86. Leia os versos com atenção e, a seguir, responda.


“A outra alma, pérola rara,
Dentro da concha tranquila,
Profunda, eterna e tão cara
Que poucos podem possuí-la”

O pronome oblíquo “la” destacado no trecho refere-se a:


a) pérola rara.
b) concha tranquila.
c) tão cara.
d) eterna.
e) outra alma.

87. Observe os substantivos abaixo e marque aquele que está corretamente classificado.
a) jornalismo: composto, concreto, comum, primitivo, masculino.
b) cidade: simples, concreto, próprio, derivado, feminino.
c) aguardente: composto, concreto, próprio, primitivo, masculino.
d) relógio: simples, abstrato, comum, derivado, masculino.
e) cegueira: simples, abstrato, comum, derivado, feminino.

88. Leia e responda que tipo de oração subordinada existe nesta frase: “Júlia! O Bruno
disse que viu você caindo num buraco!”
a) substantiva objetiva direta.
b) adjetiva restritiva.
c) adjetiva explicativa
d) substantiva completiva nominal.
e) substantiva predicativa

89. Assinale a opção que expressa uma oração subordinada substantiva subjetiva.
a) Estou certo de que você passará de ano.
b) Eles admitiram que fizeram besteiras.
c) O problema foi que ele nunca estudou muito.
d) Era fundamental que você tivesse tirado suas dúvidas.
e) O sucesso depende de que você estude mais.

90. Indique a opção que completa corretamente a frase abaixo.


Ela fez _________ críticas à nova lei, pois _________, no artigo 1º, a exigência de cursos
de especialização, e o artigo 2º recomenda que _________ treinamentos anuais.
a) bastantes / está implícito / se façam
b) bastantes / está implícita / se façam
c) bastante / está implícita / se faça
d) bastante / está implícito / se faça
e) bastante / está implícita / se façam

CONSTITUIÇÃO, ORDEM E GOVERNO DA IPB

91. As funções de presbítero ou de diácono cessam quando...


a) Ficar doente
b) Divorciar-se
c) Terminar o mandato.
d) Mudar-se para longe.
e) Aposentar-se.

92. Qual das ações mencionadas a seguir não é função privativa do Conselho da Igreja?
a) Exercer o governo espiritual e administrativo da Igreja sob sua jurisdição, velando
atentamente pela fé e comportamento dos crentes, de modo que não negligenciem os
seus privilégios e deveres.
b) Encaminhar a escolha e eleição de pastores.
c) Julgar a legalidade e conveniência das eleições de pastores, promovendo a respectiva
instalação.
d) Impor penas e relevá-las.
e) Admitir, disciplinar, transferir e demitir membros.

93. Quanto aos candidatos ao Sagrado Ministério, a CI/IPB estabelece que:


a) Ninguém poderá apresentar-se para licenciatura sem que tenha completado o estudo
das matérias dos cursos regulares de qualquer dos seminários da Igreja Presbiteriana do
Brasil.
b) A idade mínima para a ordenação é 25 anos.
c) Candidatos divorciados não poderão ser ordenados ao Sagrado Ministério.
d) A licenciatura não pode ser cassada, a menos que o candidato tenha sido disciplinado
pelo Conselho da Igreja de que é membro.
e) Para ser licenciado, o candidato deve ter concluído o curso de Teologia em um
seminário evangélico.

94. Os oficiais da Igreja Presbiteriana do Brasil se classificam em:


a) Pastores e presbíteros.
b) Ministros e presbíteros.
c) Presbíteros e diáconos.
d) Ministros do evangelho ou presbíteros docentes; presbíteros regentes e diáconos.
e) Presbíteros docentes, presbíteros leigos e diáconos.

95. Não configura atribuição da Assembléia da igreja:


a) Eleger pastores e oficiais.
b) Aprovar os estatutos.
c) Pronunciar-se sobre questões orçamentárias, quando solicitada pelo Conselho.
d) Nomear presidentes de sociedades internas e superintendente da ED.
e) Conferir a dignidade de pastor emérito, presbítero emérito e diácono emérito.

96. Sobre o tema “transferência e admissão de membros”, não é permitido:


a) Assumir jurisdição ex officio sobre membro de outra comunidade evangélica.
b) Conceder carta de transferência para qualquer igreja evangélica a membros
comungantes e não comungantes.
c) Exercer a jurisdição sobre o crente transferido, até que sua carta seja recebida pelo
Conselho ou igreja destinada.
d) A qualquer tempo, assumir a jurisdição sobre o crente que deu motivos ao Conselho
para sua disciplina.
e) Aceitar carta de transferência de membro oriundo de outra igreja Evangélica.

97. A assembléia poderá conceder o título de emerência aos presbíteros e diáconos que
tenham servido satisfatoriamente a igreja por um período superior a:
a) 15 anos
b) 35 anos
c) 25 anos
d) 5 anos
e) 10 anos

98. “O presbítero regente é o representante imediato do povo, por ser este eleito e
ordenado pelo Conselho, para, juntamente com o pastor, exercer o governo e a
disciplina, e zelar pelos interesses da Igreja a que pertencer, bem como pelos de toda a
comunidade, quando para isso eleito ou designado”. (Art. 50 da CI/IPB) Não ocorrendo a
reeleição do presbítero regente:
a) Sofrerá a perda do ofício.
b) Ficará proibido de distribuir os elementos da santa ceia.
c) Não perderá o ofício, pois esse é perpétuo.
d) O mesmo será despojado.
e) Ficará proibido de concorrer à nova eleição

ANULADA 99. Toda pessoa que intentar processo contra outra será previamente avisada
de que, se não provar a acusação, ficará sujeita à censura de difamador, se tiver agido
maliciosa ou levianamente. (Art. 47 do CD/IPB) O instrumento jurídico-eclesiástico a ser
utilizado pelo ofendido, que dará origem ao processo disciplinar denomina-se:
a) Denúncia
b) Carta precatória
c) Comunicação disciplinar
d) Comunicação interlocutória
e) Queixa

ANULADA 100. De acordo com o Modelo de Estatutos para uma Igreja Local, o estatuto
de uma igreja deve ter a seguinte redação: “Art. 1º - A Igreja Presbiteriana de
............................................... é uma sociedade religiosa constituída de crentes em Nosso
Senhor Jesus Cristo, com sede em ............................ e foro civil em
...................................., organizada de conformidade com a Constituição da Igreja
Presbiteriana do Brasil, tem por fim prestar culto a Deus, em espírito e verdade, pregar o
Evangelho, batizar os conversos, seus filhos e menores sob sua guarda e ensinar os fiéis
a guardar a doutrina e prática das Escrituras do Antigo e Novo Testamentos, na sua
pureza e integridade, bem como promover a aplicação dos princípios de fraternidade
cristã e o crescimento de seus membros na graça e no conhecimento de Nosso Senhor
Jesus Cristo.” Atribuir outro nome à Igreja, diferente do que preceitua o Modelo aprovado
pelo Supremo Concílio, sob o argumento de “nome fantasia”...
a) É correto, pois “nome fantasia” é instrumento próprio de nossas leis.
b) É correto, pois o Modelo de Estatutos é simplesmente um modelo sujeito a quaisquer
alterações.
c) É incorreto, pois “nome fantasia” é expediente comercial e não encontra
correspondência nas leis da IPB.
d) É incorreto, pois o procedimento correto seria, antes de atribuir o nome, consultar o
Presbitério sobre a mudança.
e) É correto, pois as igrejas estão livres para agirem como bem entenderem.