Você está na página 1de 7

Lista 2.

Modelagem de Dados (com gabarito)

1. Considere os seguintes modelos conceituais propostos e construa um Modelo Entidade


Relacionamento (DER), aplicando as normalizações de análise de dados.

Modelo 1: Controle de Vôos


Uma transportadora aérea pretende modelar uma base de dados com as seguintes
informações:
• A transportadora tem vários aviões. Cada avião tem a matrícula, um nome, a marca
do avião, o número de lugares, e indicação da sua autonomia.
• Na transportadora trabalham vários pilotos.
• Cada avião faz vários vôos. Cada vôo deve ter, pelo menos, a indicação da data e hora de
partida e chegada, do local de partida e destino.
• Cada vôo de um dado avião é pilotado por um piloto.

Modelo 2: Controle de Biblioteca


Pretende-se modelar uma base de dados para armazenar informações de uma biblioteca.
Tal base de dados deverá conter pelo menos informações referentes à:
• todos os livros existentes na biblioteca incluindo cada um deles, um código, o
nome, o(s) autor(es), a editora, sua classificação e localização na prateleira;
• as informações relevantes sobre as editoras (como nome, telefone,
fax);
• os leitores da biblioteca, cada um com um código,nome e endereço;
• a biblioteca pretende controlar os empréstimos dos livros, efetuados pelo leitor.

Modelo 3: Produto Encomendas


Uma fábrica pretende modelar uma base de dados para controlar o estoque. É preciso
observar que:
• A empresa comercializa vários produtos, cada um dos quais com um código, um
nome e um preço. Em cada momento a empresa deve ainda saber qual a quantidade
existente no armazém de cada um dos produtos.
• Uma encomenda, que deve ter um número de encomenda e a data em que foi feita, pode
ter vários produtos, mas diz respeito apenas a um fornecedor.
• De cada fornecedor a empresa deseja guardar a informação do seu nome, número
de contribuinte, endereço, forma de pagamento, prazo de pagamento e um código.

Modelo 4: Clínica Médica


Uma clínica médica pretende informatizar os seus serviços. Para já, querem começar
por informatizar os dados referentesa médicos, pacientes e a consultas.
Na clínica trabalham vários médicos, de várias especialidades. De cada médico,
identificado internamente por um número de empregado, a clínica pretende armazenar
o nome, especialidade, endereço e telefone.
Como usual, os médicos dão consultas a pacientes. A clínica pretende ter sempre disponível
a informação dos nomes e endereços dos seus pacientes.
A cada consulta está associado um só médico e um só paciente.
Atualmente as consultas são numeradas para cada um dos médicos, ou seja, para
cada médico há: uma consulta 001, uma consulta002, etc. Para a clínica é importante
manter este sistema de identificação das consultas, de forma a poderem ser
introduzidos dados relativos ao tempo em que a clínica ainda não estava informatizada. Da
consulta pretende-se armazenar a data em que ocorreu, bem como os vários remédios
que foram receitados pelo médico.

Modelo 5: Seguradora de Veículos


A seguradora de veículos Anjo da Guarda deseja um sistema de informação para agilizar
os serviços prestados pelas oficinas credenciadas nos veículos segurados pela empresa.
Quando um novo cliente procura a seguradora, ele é encaminhado a um corretor, que
cadastrará seus dados no sistema (nome, endereço, telefones, cpf ou cnpj e um
código de identificação). Para cada veículo a ser segurado, serão cadastrados: placa,
marca, modelo, ano de fabricação, cor e número do chassi.
Cada contrato de seguro é firmado para um único veículo; além de um número, o
contrato terá datas de início e fim de vigência, além de uma descrição de
características diversas registradas no sistema; estas características serão utilizadas
pelo corretor para o cálculo do valor do contrato e dos futuros reembolsos (não
gerenciados pelo sistema) que venham a ser realizados.

Um corretor, além de receber comissão sobre os contratos realizados, deverá atender o


cliente, em qualquer dúvida ou necessidade referente ao contrato. Por isso, em geral,
um cliente faz todos os seus contratos de seguro com um mesmo corretor. No entanto,
caso este não esteja disponível (por qualquer motivo), outro corretor poderá atendê-lo,
tomando para si, esse novo contrato.
Cada contrato poderá ser parcelado em até dez vezes; para cada parcela deverão ser
especificados a data de vencimento e o valor a pagar; a cada pagamento que
ocorrer, a data e o valor pago, também serão registrados no sistema.
Caso o veículo esteja sendo segurado pela primeira vez na empresa, ele deverá passar por
uma vistoria, cuja data será registrada no sistema, juntamente com as observações
relevantes. Uma nova vistoria será solicitada, a cada vez que o contrato vier a ser utilizado.
Ao vencer um contrato, mesmo sendo uma renovação, ele receberá um novo número,
novas datas de vigência, novos valores e novos registros de pagamento. No entanto,
para fins de agilização do sistema, cada renovação deverá fazer referência à anterior,
inclusive para decidir sobre os descontos (bônus) a serem oferecidos. Uma renovação
poderá ser feita por um corretor diferente do contrato anterior.
Sempre que achar necessário (não interessa o motivo), um cliente poderá levar seu veículo
a uma oficina para reparos. A oficina, que deverá ser credenciada pela empresa e,
portanto cadastrada no sistema (cnpj, nome, endereço, telefones, gerente ou
responsável), fará um orçamento para o serviço pedido (número do serviço e descrição)
e o encaminhará à empresa, que o registrará, com data e valor total. Em geral, são pedidos
orçamentos para o serviço em, pelo menos, três oficinas, para fins comparativos. De
posse dos orçamentos pedidos, um fiscal é escalado e encaminhado às oficinas para
verificar os valores orçados. A autorização do orçamento para realização do serviço,
em uma das oficinas, deverá ser registrada no sistema, vinculada ao fiscal responsável,
com a data da autorização.
Tanto os corretores, como os fiscais da empresa, são funcionários, devendo ser
cadastrados com número de matrícula, nome e demais dados pessoais, salário, data
de admissão e, no caso dos fiscais, seu nível de instrução.

Sugestões de modelagens

Modelo 1: Controle de Vôos


Modelo 2: Controle de Biblioteca
Modelo 3: Produto Encomendas
Modelo 4: Clínica Médica
Modelo 5: Seguradora de Veículos