Você está na página 1de 3

Como se tornar um madrugador

“É bom estar de pé antes do amanhecer, pois tais hábitos contribuem para a saúde, a
riqueza e a sabedoria”. – Aristóteles

As pessoas que levantam bem cedo nascem ou são criadas? No meu caso, foi
definitivamente feito. Aos 20 e poucos anos, raramente ia para a cama antes da meia-
noite e quase sempre dormia até tarde. Eu normalmente não começava a dar passos
largos todos os dias até o final da tarde.

Mas depois de um tempo eu não pude ignorar a alta correlação entre sucesso e levantar
cedo, mesmo em minha vida. Nas raras ocasiões em que eu acordava cedo, percebi que
minha produtividade era quase sempre maior, não apenas pela manhã, mas durante todo
o dia. E também notei uma sensação significativa de bem-estar. Então, sendo o
empreendedor proativo que eu era, eu me propus a me tornar um madrugador habitual.
Eu prontamente defini o meu despertador para 5 AM...

... e na manhã seguinte, levantei-me pouco antes do meio-dia.

Hummm ...

Eu tentei novamente muitas vezes mais, cada vez não ficando muito longe com isso.
Imaginei que eu deveria ter nascido sem o gene do madrugador. Sempre que meu
alarme disparava, meu primeiro pensamento era sempre parar o barulho e voltar a
dormir. Protelei esse hábito por vários anos, mas acabei me deparando com uma
pesquisa sobre o sono que me mostrou que eu estava lidando com esse problema da
maneira errada. Depois de aplicar essas idéias, consegui me tornar um madrugador de
maneira consistente.

É difícil se tornar um madrugador usando a estratégia errada. Mas com a estratégia


certa, é relativamente fácil.

A estratégia errada mais comum é a seguinte: você assume que, se for se levantar mais
cedo, é melhor ir para a cama mais cedo. Então você calcula o quanto está dormindo e,
em seguida, apenas muda tudo de volta algumas horas. Se você dorme agora da meia-
noite às 8 da manhã, você imagina que vai para a cama às 10 da noite e acorda às 6 da
manhã. Parece muito razoável, mas geralmente isso falhará.

Parece que existem duas escolas principais de pensamento sobre padrões de sono. Uma
é que você deve ir para a cama e acordar todos os dias às mesmas horas. É como ter um
despertador nas duas extremidades - você tenta dormir nas mesmas horas todas as
noites. Isso parece prático para viver na sociedade moderna. Precisamos de
previsibilidade em nossos cronogramas. E precisamos garantir um descanso adequado.

A segunda escola diz que você deve ouvir as necessidades do seu corpo e ir para a cama
quando estiver cansado e acordar quando acordar naturalmente. Esta abordagem está
enraizada na biologia. Nossos corpos devem saber o quanto precisamos, por isso
devemos ouvi-los.
Por tentativa e erro, descobri por mim mesmo que essas duas escolas são padrões de
sono abaixo do ideal. Ambos estão errados se você se preocupa com a produtividade.
Aqui está o porquê:

Se você dormir em um horário definido, às vezes você vai para a cama quando não está
com sono suficiente. Se levar mais de cinco minutos para adormecer todas as noites,
você não está com sono suficiente. Você está perdendo tempo deitado na cama acordado
e não dormindo. Outro problema é que você supõe que precisa do mesmo número de
horas de sono todas as noites, o que é uma suposição falsa. Suas necessidades de sono
variam de dia para dia.

Se você dorme com base no que seu corpo lhe diz, provavelmente você estará dormindo
mais do que precisa - em muitos casos, muito mais, 10 a 15 horas a mais por semana (o
equivalente a um dia inteiro de vigília). Muitas pessoas que dormem dessa maneira têm
mais de 8 horas de sono por noite, o que geralmente é demais. Além disso, suas manhãs
podem ser menos previsíveis se você estiver se levantando em momentos diferentes. E
como nossos ritmos naturais às vezes estão fora de sintonia com o relógio de 24 horas,
você pode descobrir que seus tempos de sono começam a se desviar.

A melhor solução para mim foi combinar as duas abordagens. É muito simples, e
muitos madrugadores fazem isso sem sequer pensar nisso, mas foi um avanço mental
para mim, no entanto. A solução era ir para a cama quando estou com sono (e apenas
quando estou com sono) e acordar com um despertador em um horário fixo (7 dias por
semana). Então eu sempre me levanto ao mesmo tempo (no meu caso, 5 da manhã), mas
vou para a cama em horários diferentes toda noite.

Eu vou para a cama quando estou com muito sono para ficar acordado. Meu teste de
sonolência é que, se eu não conseguir ler um livro por mais de uma ou duas páginas sem
me afastar, estou pronto para dormir. Na maior parte do tempo, quando vou para a
cama, durmo dentro de três minutos. Eu deito, me sinto confortável e imediatamente
estou indo embora. Às vezes vou para a cama às 21h30; outras vezes fico até a meia
noite. Na maioria das vezes eu vou para a cama entre 10 e 11 da noite. Se não estou com
sono, fico acordado até não conseguir mais manter os olhos abertos. Ler é uma
excelente atividade durante esse período, pois fica óbvio quando estou com muito sono
para ler.

Quando o meu alarme dispara todas as manhãs, desligo, estico por alguns segundos e
me sento. Eu não penso nisso. Eu aprendi que quanto mais tempo eu demoro para
levantar, mais eu tento dormir. Então eu não me permito conversar sobre os benefícios
de dormir quando o alarme dispara. Mesmo se eu quiser dormir, eu sempre me levanto
imediatamente.

Depois de alguns dias usando essa abordagem, descobri que meus padrões de sono se
estabeleciam em um ritmo natural. Se eu dormisse muito pouco uma noite, eu estaria
automaticamente mais sonolento mais cedo e dormiria mais na noite seguinte. E se eu
tivesse muita energia e não estivesse cansado, dormiria menos. Meu corpo aprendeu
quando me derrubar porque sabia que eu sempre me levantava ao mesmo tempo e que
meu horário de despertar não era negociável.

Um efeito colateral foi que, em média, dormi cerca de 90 minutos a menos por noite,
mas na verdade me senti mais bem descansada. Eu dormia quase o tempo todo que
estava na cama.

Eu li que a maioria das pessoas que tem insônia vão para a cama quando não estão com
sono realmente. Se você não está com sono e não consegue adormecer rapidamente,
levante-se e fique acordado por um tempo. Resista ao sono até que seu corpo comece a
liberar os hormônios que roubam sua consciência. Se você simplesmente for para a
cama quando estiver com sono e depois acordar em um horário fixo, você curará sua
insônia. A primeira noite você vai ficar acordado até tarde, mas você vai adormecer
imediatamente. Você pode estar cansado no primeiro dia de acordar cedo demais e ter
apenas algumas horas de sono a noite inteira, mas você vai estar cansado o dia inteiro e
vai querer ir para a cama mais cedo naquela segunda noite. Depois de alguns dias, você
terá um padrão de ir para a cama mais ou menos na mesma hora e adormecer
imediatamente.

Então, se você quiser se tornar um madrugador (ou apenas exercer mais controle sobre
seus padrões de sono), tente o seguinte: Vá para a cama somente quando estiver com
muito sono para ficar acordado e acordar todas as manhãs.

Fonte:

https://www.stevepavlina.com/blog/2005/05/how-to-become-an-early-riser/

Interesses relacionados