Você está na página 1de 2

Plano de

Ensino de Disciplina

VERSÃO CURRICULAR: 2008/1

DISCIPLINA: PSICOLOGIA JURÍDICA

CÓDIGO:DIT 045 PRÉ-REQUISITO: DEPARTAMENTO:DIT

C.H.TOTAL:30 H/AULA CRÉDITOS:02 PERÍODO: 3º

EMENTA

Informações básicas sobre o objeto da Psicologia e da Psicanálise. Conceitos e estruturas


psicológicas e psicanalíticas, correlacionados com o objeto do Direito e com as categorias
jurídicas da personalidade, da capacidade, da responsabilidade, da imputabilidade e da
inimputabilidade. Informações básicas sobre abordagens e estratégias psicológicas na solução de
conflitos.

UNIDADES DE ENSINO

Unidade I – Introdução e conceitos preliminares

1. Psiquiatria, Psicologia: a questão da saúde mental e o problema do comportamento.


2. Psicanálise: a descoberta do inconsciente.
3. Inconsciente, pré-consciente e consciente: conceito, natureza, estrutura.

Unidade II – Liberdade, sonho impossível e possibilidade da razão

4. Sonho, a porta de ouro para o inconsciente; o mito da interpretação.


5. Sexualidade; o recalque e seu retorno.
6. O ego e o id: as instâncias da moral e a perversão do prazer.

Unidade III – Poder: irresistibilidade e resistência

7. Neurose: histeria e obsessão.


8. Psicose: psicose maníaco-depressiva, paranóia e esquizofrenia.
9. Vida e morte: a pulsão e o direito; para além do princípio de realidade.

Unidade IV – Estado, bem cultural e objetivação do super-eu

10. Sujeito de direito e a angústia e da vida cotidiana.


11. Mecanismos reguladores: o totem e o tabu; ordem e hermenêutica
12. Cultura e civilização: normas de organização e normas de funcionamento.

BIBLIOGRAFIA

Bibliografia Básica:
COMPARATO, Fábio Konder. Ética; direito, moral e religião no mundo moderno. São Paulo:
Companhia das Letras, 2006.DEL VECCHIO, Giorgio. História da filosofia do direito. Trad. João
Baptista da Silva. Belo Horizonte: Líder, 2003.
FREUD, Sigmund. Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud.
Trad. José Octávio de Aguiar Abreu. Rio de Janeiro: Imago, 1969.
LAPLANCHE, Jean, PONTALIS, Jean-Bertrand. Vocabulário da psicanálise. Trad. Pedro Tamen. 9 ed.
São Paulo: Martins Fontes, 1986.
SALGADO, Joaquim Carlos. Os direitos fundamentais. Revista Brasileira de Estudos Políticos –
RBEP. Belo Horizonte: Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Direito da UFMG, 1996.

Bibliografia Complementar:
CALLIGARIS, Contardo. Introdução a uma clínica diferencial das psicoses. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1989.
CARVALHO, Maria Cristina Neiva de, MIRANDA, Vera Regina. Psicologia jurídica; temas de
aplicação. Curitiba: Juruá, 2007.
CHEMOUNI, Jacquy. História do movimento psicanalítico. Trad. Clóvis Marques. Rio de Janeiro:
Zahar, 1991.
Dicionário enciclopédico de psicanálise: o legado de Freud e Lacan / editado por Pierre
Kaufmann: tradução Vera Ribeiro, Maria Luiza X. de A. – Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1996.
DIDIER-W EILL, Alain. Os três tempos da lei: o mandamento siderante, o injução do super-eu e a
invocação musical. Trad. Ana Maria de Alencar. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.
DOLTO, Françoise. Auto-retrato de uma psicanalista; 1934-1988. Trad. Dulce Duque Estrada. Rio
de Janeiro: Zahar, 1990.
HANNS, Luiz. A teoria pulsional na clínica de Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1999.
HUOT, Hervé. Do sujeito à imagem; uma história do olho em Freud. Trad. Cláudia Berliner. São
Paulo: Escuta: 1991.
LAPLANCHE, Jean, PONTALIS, Jean-Bertrand. Vocabulário da psicanálise. Trad. Pedro Tamen. 9 ed.
São Paulo: Martins Fontes, 1986.
MEZAN, Renato. Figuras da teoria psicanalítica. São Paulo: EDUSP, 1995;
MEZAN, Renato. Freud: a trama dos conceitos. São Paulo: Perspectiva, 1998.
MEZAN, Renato. Freud: pensador da cultura. Companhia das Letras, 2006.
MEZAN, Renato. Interfaces da psicanálise. São Paulo: Companhia das letras, 2002.
OBHOLZER, Karin. Conversas com o homem dos lobos; uma psicanálise e suas conseqüências.
Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1993.
QUINET, Antonio. A descoberta do inconsciente; do desejo ao sintoma. – 2. ed. – Rio de Janeiro:
Zahar, 2003.
ROSENFELD, Anatol. O pensamento psicológico. – 2. ed. – Rio de Janeiro: Perspectiva, 2003
SALGADO, Joaquim Carlos. O Estado Ético e o Estado Poiético. Revista do Tribunal de Contas do
Estado de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 27, n. 2, abr./jun. 1998.
SCHAULTZ, Duane. SCHAULTZ, Ellen Sydney. História da psicologia moderna. – 16. ed. – Trad.
Adail Ubirajara Sobral. São Paulo: Cultrix, 2002.
SOUZA, Aurélio. Os discursos na psicanálise. Rio de Janeiro: Companhia de Freud, 2003.

Você também pode gostar