Você está na página 1de 78

2 Componentes Mecânicos

Colhedoras de Cana
A7000 / A7700
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Índice

Como Funciona a Colhedora .................................................................................................3


Diagrama do Fluxo de Cana...................................................................................................8
Diagrama do Sistema de Limpeza.........................................................................................9
Araldite...................................................................................................................................10
Cortador de Pontas (Padrão) ...............................................................................................11
Triturador de Pontas (Opcional) ..........................................................................................12
Disco de Corte Lateral..........................................................................................................13
Divisores de Linha ................................................................................................................14
Bandejas dos Divisores de Linha........................................................................................17
Sapatas Laterais Flutuantes ................................................................................................18
Rolo Tombador......................................................................................................................19
Rolo Alimentador ..................................................................................................................21
Caixa de Engrenagens do Cortador de Base .....................................................................22
Trem de Rolos .......................................................................................................................26
Rolo Levantador....................................................................................................................27
Rolos Inferiores (Acionamento Duplo) ...............................................................................28
Rolos Inferiores (Acionamento Simples)............................................................................29
Motor de Acionamento - Rolos Inferiores ..........................................................................30
Rolo Superior ........................................................................................................................31
Sistema do Picador de 15”...................................................................................................32
Giro do Elevador ...................................................................................................................40
Conjunto do Elevador...........................................................................................................41
Ventilador do Extrator Secundário......................................................................................44
Extrator Primário - Braço Vertical (Anti-Vortex).................................................................45
Suspensão Dianteira e Direção ...........................................................................................47
Suspensão.............................................................................................................................48
Direção...................................................................................................................................50
Motor ......................................................................................................................................51
Caixa de Engrenagens da Bomba .......................................................................................52
Cubo Redutor modelo 40 - A7000 .......................................................................................54
Freio de Segurança (Wet Brake) - A7000............................................................................58
Cubo Redutor modelo 60 - A7700 .......................................................................................60
Conjunto do Freio - A7700 ...................................................................................................63
Esteiras - A7700 ....................................................................................................................65
Anotações..............................................................................................................................78

2
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Como Funciona a Colhedora

Cortador / triturador
de pontas

Extrator primário

Extrator
Secundário

2-1
Disco de corte
Elevador
lateral
Picador
Divisores
de linhas

Caixa do Corte Trem de Rolos


de Base

2-3

2-2

CORTADOR DE PONTAS: Corta a ponteira da TRITURADOR DE PONTAS: corta as pontas


cana em um único pedaço e a arremessa para da cana em pedaços menores de 100 mm e os
os lados. arremessa para os lados.

3
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

2-4

DIVISORES DE LINHA: Levantam a cana DISCOS DE CORTE LATERAL (OPC):


caída e separam a cana da linha de corte da Auxiliam na colheita de cana verde e cana
cana da rua lateral. Altura controlada pelo trançada, separando a linha de corte da rua
operador. lateral.

2-6 2-7

Ajuste Mecânico Ajuste Hidráulico

ROLO TOMBADOR: Regulado para ajudar na alimentação da cana caída.

4
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

2-8 2-9

SAPATAS LATERAIS FLUTUANTES: ROLO ALIMENTADOR: Alimenta a cana na


Direcionam os talos caidos para o cortador de direção do cortador de base.
base, reduzindo a perda da cana.

2-10 2-11

CORTADOR DE BASE: Corta a cana rente ao CONJUNTO DE ROLOS ALIMENTADORES


solo e alimenta o conjunto de rolos (TREM DE ROLOS): Alimentam a cana
alimentadores. Altura controlada pelo operador. cortada para o picador e permitem queda livre
de impurezas.

5
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

2-12 2-13

PICADOR: Rolos giratórios equipados com EXTRATOR PRIMÁRIO: Provoca fortes


lâminas que picam a cana em toletes. correntes de ar, retirando impurezas dos toletes
de cana, enquanto estes caem no elevador.

2-14 2-15

CAPUZ DO EXTRATOR PRIMÁRIO: ELEVADOR: Transporta os toletes de cana


Direciona as impurezas para fora do elevador e para a caçamba e permite a queda livre de
outras áreas. Giro hidráulico ou mecânico. impurezas. Giro controlado pelo operador.

6
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

2-16 2-17

FLAP: Utilizado para distribuição uniforme dos EXTRATOR SECUNDÁRIO: Provoca fortes
toletes na caçamba. Sua posição é controlada correntes de ar, retirando impurezas dos toletes
pelo operador. de cana, enquanto estes caem na caçamba.

2-18

CAPUZ DO EXTRATOR SECUNDÁRIO:


Direciona as impurezas para fora da caçamba e
outras áreas.

7
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Diagrama do Fluxo de Cana

1. Cortador de pontas.
2. Divisores de linhas.
3. Rolo tombador.
4. Rolo alimentador.
5. Corte de base.
6. Rolos levantadores.
7. Rolos alimentadores.
8. Picador.
9. Extrator primário.
10. Elevador.
11. Extrator secundário.

2-19

8
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Diagrama do Sistema de Limpeza

1. Cortador de pontas: corta e ejeta as pontas.


2. Rolo levantador: rejeição de impurezas.
3. Rolos alimentadores: remoção de folhas, impurezas e pedras.
4. Picador: corta folhas em pedaços pequenos para melhor extração.
5. Extrator primário: rejeição de impurezas e detritos.
6. Piso perfurado do elevador: descarga de impurezas e pedaços pesados.
7. Extrator secundário: etapa final de limpeza e remoção de detritos.

2-20

9
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Araldite

Nas páginas seguintes deste manual de Aplicação


serviço, existem referências à utilização de
"Araldite" na montagem de diversos Para preparar o "Araldite" para uso, deve-se
componentes da colhedora. colocar quantidades iguais de cada tubo e
misturá-las até que se obtenha uma
"Araldite" é o nome utilizado para 2 porções de
consistência uniforme. Uma mistura incompleta
resina epoxy. Há 2 tipos, "normal" (tubos azuis
afetará a resistência da cura.
e brancos). e "5 minutos" (tubos vermelhos e
brancos), e "Araldite normal" está disponível na As superfícies dos componentes nas quais será
CASE IH Austoft em embalagens de 250g (P/N aplicado o "Araldite" devem estar limpas e livres
CM801234). de óleo ou graxa.
SUGESTÃO: Misture quantidades pequenas,
2-21 suficientes para realizar uma aplicação. Se o
"Araldite" começar a endurecer antes de ser
aplicado nos componentes, a resistência da
cura estará afetada.
Quando aplicar "Araldite" de revestimento de
ranhura, aplicar em ambas as ranhuras interna
e externa de modo que seja espalhado
uniformente na ranhura quando os
componentes forem juntados.
NOTA: Remova todo excesso Araldite.
Ao usar Araldite perto de selos, esteja certo que
nenhum excesso se ligará ao selo, o que
danificará o selo. Para prevenir que isto ocorra,
certifique-se se não está sedo utilizado muito
Araldite e cubra o selo com graxa ou geléia de
A função do "Araldite" é colocar um petróleo.
revestimento de plástico entre as superfícies do Ao usar Araldite perto dos rolamentos estaja
metal de determinados componentes, certo de que não entre excesso de Araldite nos
impedindo o movimento e atrito, prolongando a rolamentos.
vida dos componentes.
Em algumas áreas Araldite pode ser usado
Ao montar máquinas CASE IH Austoft, somente para eliminar possíveis folgas nos furos de
o "Araldite normal" deve ser utilizado. Isto parafusos. Este é o caso no tambor do picador
assegurará a obtenção de máxima resistência para arrancar os parafusos de montagem. A
da resina. Este Araldite secará em uma hora e aplicação neste exemplo impede o movimento
obterá a resistência máxima em 24 horas. O entre os componentes e perda subseqüente
tipo "5 minutos" secará em 5 minutos e obterá dos parafusos.
cura em uma hora, ENTRETANTO, não terá a
mesma resistência da cura e deve somente ser
usado para um reparo provisório (ex. para Remoção
retornar à máquina ao campo no mesmo dia e Quando desmontar os componentes montados
realizar um reparo apropriado assim que usando "Araldite", pode ser usado calor para
possível). ajudar a "quebrar" a ligação dos componentes.
O calor pode também ser usado para ajudar na
remoção de "Araldite velho" a limpeza dos
componentes é importante para montagem.

10
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Cortador de Pontas (Padrão)

O cortador de pontas é composto de um chassi 5. Remover os anéis trava (5) do eixo de


robusto no qual estão montados dois tambores acionamento e empurrar o eixo através dos
reunidores, acionados individualmente por rolamentos (4).
motores Orbitais modelo KS Char-lynn “S”, 1 1/
3 Agora os rolamentos podem ser retirados do
4” de 14 pol . mancal com uma batida leve.
O disco picador contém 8 lâminas montado
entre os tambores reunidores é acionado por Remoção do disco de corte
um motor Commercial M30 com engrenagem
de 1”. Solte:

Deve-se tomar cuidado e assegurar-se que 1. As mangueiras hidráulicas e tampe-as;


todos os parafusos e porcas estejam bem 2. Os dois parafusos que fixam o motor na
apertados e seguros o tempo todo, visando estrutura e retire o motor;
diminuir os danos nos componentes rotativos e
3. Os quatro parafusos que seguram o mancal
fixos.
(9) na estrutura e retire o mancal;

2-22 4. Com o mancal do rolamento livre da


estrutura, retire o anel trava do topo do eixo
e empurre o eixo de acionamento para fora.
Agora os rolamentos podem ser retirados do
mancal com uma batida leve.

Montagem
Processo inverso ao da desmontagem.
1. O rolamento deve ser montado usando um
contato somente no anel externo e o
retentor no outro lado.
Tome cuidado para que os tambores
reunidores estejam balanceados para evitar
Desmontagem vibrações.
Confirme se todos os componentes estão em
Remoção dos discos reunidores e perfeitas condições.
rolamentos
EXEMPLO: rasgos de chaveta não
1. Retire os seis parafusos que prendem os amassados, pistas dos rolamentos intactas,
tambores reunidores (2) ao eixo de roscas intactas, nenhum material com trinca,
acionamento (3) e remova o tambor da retentores não danificados nos rolamentos,
estrutura do cortador de pontas. rolamentos em boas condições (ie: peças
2. Remova e tampe todas as mangueiras dos
velhas sendo re-usadas), (rolamentos novos
motores. com retentores somente de um lado).

3. Retire os parafusos que prendem o motor


Char-lynn, deixando o eixo do motor livre
do eixo de acionamento (3).
4. Marque os motores no lado esquerdo e
direito e prenda a chaveta.

11
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Triturador de Pontas (Opcional)

O triturador é composto de um chassi robusto Remoção do tambor do triturador


no qual estão montados dois discos reunidores,
acionados individualmente por motores Orbitais 1. Depois de ter retirado os discos reunidores,
modelo KS Char-lynn “S”, 1 1/4”. o tambor triturador poderá ser retirado.

O tambor de 24 lâminas está montado entre os ATENÇÃO: As lâminas do tambor triturador


discos reunidores e 10 lâminas que estão são extremamente afiadas, tome todo cuidado
parafusadas na armação (5 de cada lado) de ao remover e transportar o tambor triturador.
maneira que não haja contato entre as lâminas. 2. Apóie o tambor triturador e remova os oito
O tambor é acionado por um motor Commercial parafusos que prendem o tambor no eixo.
M50, Engrenagem 2 1/4”. Deve-se ter cuidado e Em seguida remova o tambor.
assegura-se que todos os parafusos e porcas
estejam bem apertados e seguros o tempo todo, 2-23
visando diminuir os danos nos componentes
rotativos e fixos.

Desmontagem
Remoção dos Discos Reunidores
e Rolamentos
1. Remova os 6 parafusos que prendem os
discos reunidores nas flanges de
acionamento (1).
2. Remova as mangueiras dos motores
(Tampe todas as linhas de óleo).
3. Retire os dois parafusos que fixam os dois
motores Char-lynn na estrutura dos
rolamentos e remova os motores. Montagem
4. Marque os motores no lado esquerdo e
Processo inverso ao da desmontagem.
direito e prenda a chaveta.
5. Remova os anéis de retenção do eixo (2) e
retire os rolamentos (3) empurrando o eixo
para baixo.
6. Os rolamentos devem ser sacados do
mancal (4) com batidas leves.

12
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Disco de Corte Lateral

Para plantações muito espessas, os discos de 4. Isto permitirá que o conjunto de corte
corte são montados do lado externo de cada lateral seja desmontado, uma ferramenta
divisor de Linha. poderá ser usada para remover o disco (7)
após a retirada da placa de retenção.
O disco de corte lateral consiste em um disco
circular com 8 lâminas parafusadas e 5. Para remover o motor Char-lynn (35), solte
acionadas por um motor orbital modelo Char- os dois parafusos (13) e retire o motor da
lynn 2000 4.9 pol3. placa de montagem.
Os Discos de Corte Lateral podem ser
levantados e abaixados manualmente ou Montagem
hidraulicamente por comandos na cabine
Processo inverso ao da desmontagem.
(Opcional).
NOTA: Colocar Araldite no disco de corte e no
Desmontagem eixo do motor Char-lynn, assegurando que o
excesso de Araldite não danifique a vedação do
1. Remover e tampar as mangueiras Char-lynn.
hidráulicas.
2. Remover os oito parafusos que fixam a
base do motor na extrutura.
3. Remova os parafusos que sustentam os
cilindros retratados no conjunto suporte do
motor.

2-24

13
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Divisores de Linha

Os divisores de linha são compostos de uma A parte inferior da espiral é suportada por um
estrutura conectada ao chassi principal da mancal montado na estrutura do divisor.
colhedora através de dois braços.
Existe também uma sapata lateral flutuante que
Estes braços atuam em paralelo para levantar e é fixada na parte de trás da estrutura do divisor
abaixar os divisores mantendo a folga desejada de linha e flutua para se acomodar às
entre as sapatas do divisor e o solo, durante condições do terreno.
todo o tempo.
As espirais duplas são padrão e são montadas
A altura é regulada por um cilindro hidráulico na parte externa da espiral normal.
operado da cabine.
Para pequenas manutenções o conjunto do
Montado na estrutura do divisor, existe um tubo divisor de linha pode ser consertado sem ser
cônico com uma tira espiral soldada. Ele é removido do chassi da colhedora, mas se for
girado por um motor orbital, que tambem necessário um reparo de maior porte, o
suporta a parte superior da espiral por meio de conjunto do divisor de linha poderá ser retirado.
guias.

2-25

14
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Remoção do conjunto do 9. Se o mancal estiver danificado ou com o


rolamento gasto troque-o por outro
chassi da colhedora idêntico.
Remova as mangueiras que estão conectadas 10. Verifique as condições de ajuste dos
nos motores das espirais dos divisores de linha. entalhes nos eixos.
Se a máquina for equipada com discos corte
11. Se o retentor do motor estiver vazando,
lateral, elevação/descida dos discos corte
este deverá ser trocado por um novo e
lateral ou inclinação frontal, retire as
ajustado.
mangueiras que atuam essas funções e tampe
as extremidades. 12. Verifique as sapatas do divisores de linha e
repare ou substitua as mesmas se
1. Desconecte a sapata flutuante da corrente
necessário.
de ajuste traseiro e do pino de articulação
dianteiro.
Montagem
2. Retire os parafusos de fixação dos pinos de
articulação e remova-os. Processo inverso ao da desmontagem.

3. O conjunto do divisor de linha está livre da NOTA: Se o entalhado macho for retirado do
colhedora e poderá ser trabalhado. motor, então Araldite deverá ser aplicado
novamente para a fixação.
Desmontagem do conjunto NOTA: Para preservar e prolongar a vida útil,
use um composto anti-atrito na guia superior e
1. Remova e tampe as mangueiras do motor;
mancal inferior da espiral.
solte os quatro parafusos que prendem a
base do motor na estrutura do divisor de
linha e os parafusos que seguram o braço Divisores de Linha 45º (Opcio-
defletor na base do motor; apoie o divisor nal)
de linha e tire a base completa do motor.
Os divisores de linha de 45º se diferenciam dos
2. O divisor de linha poderá ser levantado
divisores de linha STD por possuirem uma
para retirar o eixo inferior do mancal.
ponto giratória no final da espiral interna ao
3. O acoplamento de acionamento é estriado invés de possuirem uma sapata fixa. O ponto é
internamente e fixado no Divisor de Linha ajustado para desgaste e é substituível.
atraves de quatro parafusos.
A ponta giratória também pode ser separada do
4. O acoplamento estriado é montado no motor espiral e ser substituída. Por esta ponta estar
com Araldite e fixado com um parafuso. em contato com o solo, o final do divisor de
5. Para remove-lo, solte o parafuso e use um
linhas sofre menos desgaste e
saca-polia para remove-lo. consequentemente não há sapata substituível.

NOTA: poderá ser necessário aquecimento


para quebrar o Araldite.
6. A parte fêmea estriada é parafusada na
parte superior do divisor de linha
7. Solte os quatro parafusos e o eixo estriado
poderá ser retirado
8. O mancal inferior é uma unidade selada
auto-centrante, e é removido soltando-se
os quatro parafusos de fixação

15
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Desmontagem 6. A parte fêmea estriada é parafusada na


parte superior do divisor de linha.
1. Remova e tampe as mangueiras do motor,
7. Solte os quatro parafusos e o eixo estriado
retire os quatro parafusos que fixam a
poderá ser retirado.
conjunto do motor no chassi principal dos
divisores de linha e os parafusos que fixam 8. O mancal inferior é uma unidade selada
a bandeja ao conjunto do motor; suporte o auto-centrante, e é removido soltando-se
divisor de linhas e remova a conjunto os quatro parafusos de fixação.
completo do motor.
9. Se o mancal estiver danificado ou com o
2. Remova a ponta giratória do final da espiral rolamento gasto troque-o por outro
interna dos divisores de linha, removendo o idêntico.
parafuso do local. A espiral pode então ser
10. Verifique as condições de ajuste dos
levantada até que seja possível retirar o
entalhes nos eixos.
eixo inferior do rolamento.
11. Se o retentor do motor estiver vazando,
3. O eixo inferior da espiral pode ser
este deverá ser trocado por um novo e
desparafusado para substituição, se
ajustado.
necessário.
4. O acoplamento de acionamento é Montagem
parafusado no topo do espiral do divisor de
linhas. Retirando os quatro parafusos, o Processo inverso ao da desmontagem.
acoplamento pode ser removido.
NOTA: Se o entalhado macho for retirado do
5. O entalhado macho é preso com Araldite motor, então Araldite deverá ser aplicado
ao motor, e fixado por somente um novamente para a fixação.
parafuso. Para removê-lo, solte-o e utilize
NOTA: Para preservar e prolongar a vida útil,
um saca-polia para remoção.
use um composto anti-atrito na guia superior e
NOTA: poderá ser necessário aquecimento mancal inferior da espiral.
para quebrar o Araldite.

Espiral

Eixo inferior
substituível
2-26

Ponta giratória

Ponta substituível

16
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Bandejas dos Divisores de Linha

Em máquina equipadas com ajuste hidráulico 4. Verifique as buchas e pinos das bandejas e
de elevação dos divisores de linha (opcional), a se necessário, substitua ou repare danos
bandeja superior é construída em duas peças, ou rupturas.
desta maneira sua posição possa ser alterada
pelo cilindro hidráulico. Montagem
Desmontagem Processo inverso ao da desmontagem.

1. Para remoção das bandejas, remova o


cilindro hidráulico (se equipado com)
removendo os pinos.
2. Remova os parafusos de retenção dos
pinos do pivot das bandejas no chassi
principal e remova os pinos.
3. As bandejas estão livres da colhedora e
dos divisores de linha.

Complemento
das bandejas

Cilindro hidráulico

2-27

Ajuste
manual

17
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Sapatas Laterais Flutuantes

Em função das diferentes condições das


plantações e tipos de cultivo, poderá ser
necessário o uso de laterais flutuantes que
direcionam a cana para o Cortador de Base.
As laterais flutuantes são fixadas nos divisores
de linha por um parafuso de 20mm e apoiadas
na traseira por uma corrente ajustável.

Para remoção:
1. Abaixe a máquina até o chão, desconecte
a corrente de apoio e retire o parafuso.
2. Levante a máquina até que o chassi
principal libere a lateral flutuante e remova-
a.

2-28

18
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Rolo Tombador

O rolo tombador, auxilia na alimentação de no sentido horário e o motor do lado direito está
grande quantidade de cana caída para dentro ajustado para girar no sentido anti-horário.
da máquina.
Montagem
Ajuste Hidráulico (Padrão) Processo inverso ao da desmontagem.
O conjunto de alimentação está localizado na NOTA: A ilustração referente a este conjunto é
entrada da máquina e é articulado apresentada na página seguinte.
hidraulicamente em um pino localizado abaixo
do suporte do cilindro de elevação do cortador Ajuste Mecânico (Opcional)
de pontas.

Desmontagem Remoção
Ver ilustração na página 20. Para remoção do rolo tombador de ajuste
mecânico, deve-se proceder conforme descrito
1. Apoie o conjunto do tambor (4) em na seção seguinte (Rolo alimentador).
suportes ou erga o equipamento com uma
ponte rolante.
2. Remova o pino do conjunto do cilindro de
elevação e solte o cilindro do conjunto do
rolo.
3. Desconecte as mangueiras do motor hi-
dráulico. Tampe as mangueiras e os
orifícios do motor.
4. Remova o pino de articulação (19) e
remova o conjunto do rolo da maquina.
5. Remova as tampas (11), solte os parafusos
(2) que prendem o rolo (8) às flanges de
acionamento (5) e separe os rolos.
6. Remova as flanges de acionamento (1) dos
motores (7) removendo os parafusos de
retenção (10) do centro, aplique calor nas
flanges para “quebrar” o Loctite.
7. Remova os parafusos (22) e remova os
motores de acionamento (7) do mancal.
8. Remova o anel-elástico (6) e o eixo (5) do
mancal (1).
9. Remova todos os rolamentos e vedações e
substitua-os quando necessário.
Os motores são da Serie Char-Lynn 2000.
Realize a manutenção do conjunto do motor
seguindo as instruções do capítulo 4 - Reparo
de componentes hidráulicos - Manutenção e
sincronismo do motor Char-Lynn.
NOTA: durante a desmontagem confirme que o
motor do lado esquerdo está ajustado para girar

19
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Rolo Tombador de ajuste Hidráulico

2-29

20
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Rolo Alimentador

Desmontagem
1. Apoie o rolo (1), solte e tampe as
mangueiras hidráulicas.
2. Remova os três parafusos (14) que fixam
cada lateral do lado interno das sapatas e
remova as laterais (13).
3. Remova as oito porcas (11) que prendem
os conjuntos dos motores (10) direito e
esquerdo.
4. Remova os conjuntos das bases dos
motores (10). Isto permitirá retirar o rolo da
máquina.

Montagem
Processo inverso ao da desmontagem.

2-30

21
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Caixa de Engrenagens do Cortador de Base

A caixa de engrenagens é de construção rígida Remoção


e está montada e fixada nas laterais da
máquina por parafusos. As pernas do cortador 1. Solte o motor da caixa de engrenagens e
de base são acionadas e mantidas em separe-os.
sincronismo por um conjunto de engrenagens NOTA: nenhuma mangueira deverá ser
dentro da caixa. removida. Retire as chapas defletoras e os
A potência de acionamento é fornecida por um raspadores das paredes laterais, juntamente
motor hidráulico M51, montado do lado com o tirante tensor.
esquerdo da caixa de engrenagens. A rotação 2. Desconecte o respiro da parte superior da
do disco é de 640 rpm e a relação da caixa é de caixa.
2.65:1.
NOTA: em máquinas de esteira (7700) remova
Antes de remover a caixa de engrenagens o rolo alimentador, retirando os conjuntos de
recomenda-se primeiramente retirar os discos motores de cada lado. Para facilitar o acesso, o
de corte. rolo tombador também pode ser removido. Em
máquinas com pneus (7000) a caixa pode ser
retirada pela lateral da máquina, portanto não é
necessário retirar os rolos.

2-31

22
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

3. Abaixe a máquina até que o cortador de furos rosqueados com bujões e a remoção
base toque no solo. Remova os parafusos destes bujões permitirá o acesso à parte
que fixam a caixa nas paredes laterais. traseira do rolamento inferior do pinhão para
Levante a máquina deixando a caixa de remoção.
engrenagem no solo.
5. Remova, limpe e inspecione todos os
4. Remova os suportes dos lados direito e componentes quanto a desgaste ou danos
esquerdo da caixa de engrenagens (4 e substitua todos os com ponentes com
parafusos por lado) e o suporte do lado desgaste e danos.
esquerdo do chassi (2 parafusos).
5. Quando houver uma folga suficiente a
Montagem
caixa poderá ser retirada pela lateral da 1. Monte as capas dos rolamentos em seus
máquina de pneu (7000). Nas máquinas de respectivos locais na caixa de engrenagens
esteira (7700) a caixa de engrenagens (utilize a ferramenta especial DO374).
pode ser virada até ficar livre e ser retirada
pela frente da máquina. 2. Use ferramentas adequadas para evitar
danos na montagem dos rolamentos.
6. Uma vez removida, a caixa de Instale o pinhão colocando o rolamento
engrenagens podera ser desmontada e inferior (utilize a ferramenta especial
limpa para consertos. A montagem é o DO364 e prenda com Loctite), o pinhão e
procedimento inverso da montagem. em seguida o rolamento superior, utilizando
a mesma ferramenta. Fixe o conjunto com
Desmontagem o anel trava.
1. Remova as tampas das pernas do cortador 3. Monte os rolamentos nas engrenagens
de base obtendo acesso às porcas do com loctite. Se forem usadas versões
mesmo. anteriores de rodas dentadas, monte o anel
trava na engrenagem. Coloque as
2. Remova as porcas trava da perna do
engrenagens na caixa através das
cortador de base (as porcas estão coladas
aberturas na tampa.
com Araldite, podendo haver necessidade
de aquecer no local permitindo a libertação NOTA: as engrenagens devem ser montadas
das porcas). Coloque um pino entre os com os rolamentos voltados para baixo. Isto é
dentes da engrenagem permitindo que as particularmente importante nas peças de
porcas sejam desparafusadas sem versões anteriores que não possuem um anel
danificar-los. de trava, já que as engrenagens podem sair
fora dos rolamentos se montados no sentido
3. Remova as engrenagens do topo das
inverso.
pernas do cortador de base.
4. Marque o topo dos pinos e a carcaça da
NOTA: Os pinos da roldana são colados com
caixa para garantir que os furos da tampa
Araldite sendo necessário aplicar calor para
fiquem alinhados atraves da caixa. Misture
liberar o Araldite). Pode-se então remover as
um pouco de Araldite e coloque na parte
engrenagens da roldana através dos furos da
inferior da caixa e na parte superior dos
tampa da perna do cortador de base.
pinos e instale em seguida os três pinos em
4. Remova o anel-elástico do rolamento da seus lugares
engrenagem de entrada, o rolamento de
5. Aplique Loctite nos parafusos de retenção
entrada e o rolamento inferior.
da tampa e assegure que todas as
NOTA: O pinhão pode ser removido engrenagens girem livremente (Consulte a
removendo o selo da face inferior da caixa e fig. 1). É importante que somente um
depois removendo o pinhão com um batedor. A mínimo de Araldite seja utilizado. Qualquer
carcaça da caixa de engrenagens possui dois

23
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

excesso de Araldite pode entrar nos Ajuste dos rolamentos


rolamentos causando danos prematuros..
PINOS Posicione as pernas de modo que os discos do
cortador de base sejam sincronizados
corretamente.
Obs.: A ferramenta de sincronismo 87254719
(para 5 facas) e 87242844 (para 6 facas) pode
ser montada para se obter isso.
2-32
Procedimento
1. Para obter uma pré-carga zero - folga
Figura 1 zero na extremidade, monte o rolamento
superior com a ferramenta especial
6. A caixa de engrenagens do cortador de 87252473.
base possui selos metálicos (duplo cone)
2. Aplique Araldite no estriado da
montados nas pernas e os rolamentos
superior e inferior trabalham no óleo da engrenagem e monte a engrenagem no
caixa. eixo.
3. Aplique araldite na rosca da porca e monte
7. Para montar, encaixe o retentor de
vedação na perna do cortador de base. a porca no eixo.
4. Aperte a porca até que o rolamento
NOTA: Ao encaixar o rententor da vedação é
importante alinhar os furos de drenagem com o superior esteja firmemente assentado.
furo de montagem do disco do cortador de base 5. Solte a porca e reajuste o rolamento para
localizado entre as taliscas na perna. Isto obter pré-carga zero / folga zero.
permitirá que os bujões sejam removidos com
6. Alinhe a porca do cortador de base com a
facilidade quando a máquina estiver em
posição de trava mais próxima e encaixe o
serviço.
parafuso de trava.
8. Encaixe o rolamento inferior na perna do .

cortador de base. Confirme que ele está


totalmente encaixado na perna.
9. Encaixe o anel tórico e o anel de vedação
no retentor de vedação (perna), encaixe o
anel tórico e o anel de vedação no retentor
na caixa de engrenagens. Se for trocar o
inserto (ver item 2 do desenho da página
anterior), confirme a aplicação de Loctite
RC/635 ou similar.
10. Espere o selante endurecer: 22°C de 24 a 2-33
36 horas.
11. Posicione as pernas separadamente na
posição correta, então posicione a caixa de
engrenagem em cima das pernas.

Ajustando a perna do cortador de base

24
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Siga o procedimento abaixo nos rolamentos da


outra perna do corte de base para obter o
correto ajuste - Pré-carga zero - folga zero - e
trave a porca do borte de base.
1. Aplique ultra blue nas tampas e encaixe-as.
2. Recoloque o bujão na caixa de
engrenagens.
3. Recoloque a caixa na colhedora.
NOTA: Este é o inverso dos passos 4-6 do
procedimento de desmontagem.
4. Coloque os parafusos que fixam a caixa de
engrenagens na colhedora.
5. Reconecte as mangueiras do respiro da
caixa de engrenagens, o suporte de
resistência do lado esquerdo da máquina,
as placas defletoras e os rolos alimentador
e tombador se foram removidos.
6. Aplique selante (ultra blue) na base do
motor do cortador de base e insira o
estriado no pinhão de entrada.
7. Coloque os quatro parafusos que seguram
o motor do cortador de base na caixa de
engrenagens.
8. Preencha a caixa de engrenagen com 9.5L
de óleo de engrenagem 85-W-140.

2-34

Bujão do nível de óleo da caixa do corte de


base

25
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Trem de Rolos

O conjunto de rolos de alimentação consiste de O rolo levantador assegura que a cana seja
um rolo levantador montado atrás do Corte de alimentada dentro do conjunto de rolos depois
Base, cinco rolos fixos inferiores e cinco rolos de ser cortada pelo corte de base. A folga entre
flutuantes superiores. os discos do cortador e as taliscas dos rolos
deve ser mantida no mínimo possível para
Os rolos são montados com um rolamento
evitar perda de cana.
selado auto centrante de um lado e suportado
pelo rolamento cônico do motor de O conjunto todo dos rolos é acionado por
acionamento do outro lado. motores orbitais independentes. O
desalinhamento máximo da parede lateral é de
Os motores de duplo acionamento são
1,5mm. A folga dos terminais dos rolos, entre
apoiados em ambos extremos, pelos
dois motores Char-lynns é de 2mm a 7mm.
rolamentos cônicos dos motores de
(Espaçadores disponíveis em 5mm).
acionamento.
Os terminais de cada rolo possuem uma flange
para evitar sujeira e proteger os rolamentos e
vedadores. Os primeiros dois rolos inferiores
possuem 3 taliscas, similares ao rolo
levantador. Todos os outros rolos possuem oito
taliscas soldadas ao tambor do rolo. As taliscas
em todos os rolos possuem superfície
endurecida.

2-35

26
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Rolo Levantador

Desmontagem Montagem
1. Solte e tampe as mangueiras hidráulicas Processo inverso ao da desmontagem
dos dois motores de acionamento.
NOTA 1: Estes motores são diferentes de
2. Trave o rolo (1), remova os parafusos de todos os outros, e devem ser marcados para
retenção (12) da carcaça do motor (6) e identificação.
retire as carcaças e os motores inteiros
NOTA 2: O acoplamento (7) pode ser montado
(15).
se o rolo tiver na extremidade uma folga
Os motores devem ser removidos dos excessiva (máximo de 7mm), depois da
alojamentos como está descrito na montagem.
desmontagem dos rolos inferiores.
O novo conjunto do pinhão (87599055) já vem
com o retentor e deve ser montado com Loctite
seguindo procedimentos atualmente já
aplicados.

2-36

27
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Rolos Inferiores (Acionamento Duplo)

Remoção
1. Solte e tampe as mangueiras hidráulicas.
2. Solte os quatro parafusos que prendem o
mancal do motor.
3. Apóie o rolo e retire os dois motores de
acionamento.
4. O rolo poderá então ser abaixado até o
solo.

2-37

28
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Rolos Inferiores (Acionamento Simples)

Os rolos inferiores de acionamento simples 3. Puxe o mancal (15) o suficiente para liberar
estão conectados na lateral da colhedora em o pinhão (14) da coroa (8), desta maneira o
um lado por rolamento (travado no eixo por dois rolo (1) se apoiará sobre o mancal.
parafusos) e no outro lado por mancal (fixado
4. No lado oposto do rolo remova os três
por quatro parafusos).
parafusos do mancal do rolamento.
O lado do motor é o mesmo dos rolos inferiores
5. Apoie o rolo e remova os últimos parafusos
de acionamento simples.
de ajuste do mancal do rolamento e retire o
O rolamento está localizado no mancal e pode mancal do motor (15).
ser removido virando o rolamento dentro do
6. Desta maneira o rolo estará suspenso do
mancal e removendo através dos relevos do
suport podendo ser abaixado até o solo.
mancal.
NOTA: verifique se o rolamento está girando
Remoção em conjunto com o mancal.

1. Solte e tampe as mangueiras hidráulicas.


2. Remova as quatro porcas (16) que
prendem o mancal (15) no chassi da
máquina.

2-38

29
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Motor de Acionamento - Rolos Inferiores

Desmontagem
1. Solte as duas porcas (14) dos parafusos
(13) que seguram o motor de acionamento
(15) no mancal (11) e retire em seguida os
parafusos (Figura da página 28).
NOTA: Todos os parafusos são colados com
Loctite.
2. Remova o motor do mancal e solte o
parafuso de retenção central (7) do eixo do
motor e puxe o pinhão (10).
NOTA: os entalhados são montados com
Araldite.
3. Solte os quatro parafusos (5) da coroa para
remoçaõ do rolo.

Montagem
Processo inverso ao da desmontagem.
Depois de verificar as peças quanto a
desgastes e danos, aplique Loctite em todas as
roscas e Araldite no entalhado dos motores.
NOTA: O espaçador (3) pode ser agregado se
na montagem do rolo sua folga na extremidade
ultrapassar 7mm.
Aplique um composto anti-travamento nos
estalhados macho/fêmea dos motores e rolo de
acionamento e na superfície de contacto dos
rolamentos antes de montar.

30
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Rolo Superior

Remoção Isto permite que o rolo seja abaixado até o solo


através do espaço disponível pela remoção do
1. Primeiro, remova o rolo inferior apropriado, rolo inferior apropriado. No caso dos dois rolos
como detalhado anteriormente. superiores logo atrás da caixa do motor, a
2. Remova os batentes (21, 22, 23).
remoção pode ser feita por cima.

3. Remova e tampe as mangueiras Quando o conjunto for removido da máquina, o


hidráulicas. rolo poderá ser removido do braço (1)
removendo as quatro porcas flageladas (8) que
4. Solte as quatro porcas flageladas (8) que prendem o mancal do rolamento (18) no braço
prendem o mancal (9) do motor. Apoie o (1). O rolamento (20) e o mancal (18) podem
peso do rolo (14) e remova em seguida o então ser removidos do rolo.
mancal.
5. Solte as três porcas (3) da flange do pino Montagem
de articulação (2) de cada lado e, com o
peso ainda apoiado, remova os dois pinos Processo inverso ao da remoção.
de articulação.

2-39

31
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Sistema do Picador de 15”

Sistema rotativo de corte


Este sistema de corte consiste em dois rolos
com rotação invertida montados com facas de
corte adequadas.
Cada faca é ajustada no rolo picador por 7
parafusos e uma barra protetora (Castanha).
Os rolos são acionados hidraulicamente por
dois motores orbitais individuais que são
sincronizados pelas engrenagens.
Um volante girando em um eixo independente
fornece inércia adicional para balancear o
sistema. Este volante é acionado pela
engrenagem superior do picador.
O volante está equipado com uma embreagem
de segurança para proteger as engrenagens de
sobrecarga no caso de travamento dos rolos
picadores.

2-40

32
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Manutenção do conjunto 5. Solte e remova a maior parte dos parafusos


de fixação (26) do mancal do motor na
O mecanismo do picador pode ser reparado parede lateral. Isto se faz para apoiar os
sem que haja necessidade de remoção da rolos.
caixa de engrenagens do chassi principal.
*Consultar ilustração abaixo do pinhão do
Entretando, se a caixa de engrenagens precisar
picador..
ser removida do chassi para reparo, ela deve
ser realinhada. 6. Para remoção do volante do picador (8)
solte o parafuso trava (1), encaixe a
Desmontagem ferramenta especial D0337 no pinhão e
gire-a soltando a porca trava (2).
*Consultar ilustração na página 32.
7. Retire a arruela trava (3), a mola prato (4),
1. Drene o óleo da caixa de engrenagens. o alojamento (5) e o disco (6).
2. Remova as barras de fixação (30) das
8. Retire o volante (8), isto removerá o
facas dos rolos picadores (28, 29). Isto se segundo disco da embreagem (6) e o selo
faz necessário para segurança e para (12).
permitir que os rolos sejam retirados
através do furo na parede lateral do chassi 9. O conjunto do pinhão do volante pode ser
da máquina. removido retirando os 6 parafusos (14) que
fixam o mancal (16) à caixa de
3. Desconecte as mangueiras dos motores. engrenagens.
Feche e tampe todas as aberturas da linha
hidráulica do picador. 10. Retire os anéis de retenção (17, 20) dos
dois extremos do pinhão (16).
4. Remova os motores hidráulicos (50) dos
mancais (40). 11. Remova os rolamentos (13, 19) do pinhão.
Devem ser guardados para inspeção e
montagem.

2-41

33
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

*Consultar ilustração na página 32 Montagem


NOTA: para remover o rolamento interno, Antes da montagem, verifique se todos os
devem ser removidas ambas as engrenagens componentes estão em condições de uso.
do picador. Verifique as condições dos rolamentos, se
12. Para remover a tampa da caixa de estiver em dúvida substitua. Limpe todos os
engrenagens do picador, solte os parafusos componentes e substitua todos retentores.
de sustentação (5) e retire a tampa (6). 1. Se o rolo picador e as facas foram
desmontados, volte a montar usando
13. Remova a trava de fixação (8) e as porcas
Araldite e aplique um torque de 150Nm nos
(7) que prendem o cubo da engrenagem parafusos (37) da flange (36).
(13) antes de remover as engrenagens,
pois as engrenagens devem ser travadas 2. Coloque a caixa do picador, posicionando
para não virar. os cubos (13) dos eixos, usando os furos
dos parafusos para alinhamento. Marque o
14. Retire os parafusos (12) e as arruelas (11) eixo e o cubo para uma posterior
dos cubos (13) e remova as engrenagens montagem, então remova o cubo.
(9, 10).
3. Antes de colocar o anel de retenção (14),
15. Para retirar o cubo da engrenagem, lubrifique o rolamento (15) com graxa e
posicione um extrator, utilizando os furos ajuste no conjunto do motor de
nos parafusos do conjunto das acionamento.
engrenagens. 4. Encaixe o retentor (39) de graxa no cubo
NOTA: O cubo da engrenagem está montado (40).
com Araldite. Aplique calor se necessário 5. Montar o retentor 16 com o lábio voltado
desmontá-lo para fora, utilizando a ferramenta especial
código D - 0383, para assim impedir a
16. Para remoção dos rolos picadores (28, 29),
entrada de impurezas externas nos
remova o anel de rentenção (41) do
rolamentos. Montar o segundo retentor,
rolamento (15) na ponta do eixo do motor.
com o lábio voltado para dentro, para
17. Antes de remover os motores de manter o óleo dentro da caixa, para este
acionamento apóie os rolos picadores e retentor utilize a ferramenta D - 0385.
trave com madeira. Então remova o cubo 6. Os dois retentores devem ser montados de
(40) e a flange do motor (36). tal maneira que o furo para lubrificação
18. Os rolos picadores podem ser removidos fique entre os dois eles. Aplicar graxa entre
agora, um por vez, através do furo na os dois retentores.
lateral esquerda do chassi.
19. Remova as vedações e os rolamentos
depois de ter retirado os anéis de retenção,
tanto do motor como da caixa de
engrenagens. Utilize a ferramenta especial
DO382 para sacar os rolamentos (15).
20. Ao remover os componentes dos rolos
picadores, verificar a necessidade de
conserto ou substituição. Limpe e
inspecione todos os componentes em
preparação para a montagem. Substitua as
peças se necessário.
7. Montar as flanges 17 na caixa 1. Caso a
caixa do picador esteja montada no chassi

34
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

da colhedora, posicionar os rolamentos 15 código 87254891. Torque requerido


(ainda não bater o rolamento por 560Nm.
completo!) nos eixos das flanges 17, afim
14. Montar a trava 8, fixando-a com o parafuso
de alinhar as mesmas.
42, sendo este com aplicação de loctite
8. Montar o rolo superior e inferior, colocar os 277.
parafusos de fixação dos rolos aplicando
15. Aplicar loctite na capa externa do
Araldite 24 horas.
rolamento 19 e instalá-lo (figura da página
9. Montar o conjunto 40 do cubo do motor, 33) na caixa do picador, utilizando a
montando primeiramente o rolamento 15, ferramenta especial D - 0366.
após o anel de trava 14 e o retentor com o
16. Coloque a engrenagem superior do picador
lábio para fora, utilizando para este ultimo a
(9) no cubo da engrenagem (13) e encaixe
ferramenta D - 0387.
(sem apertar) os parafusos de fixação (12)
10. Posicionar o conjunto do cubo 40 na flange da engrenagem usando Loctite 262.
36, para isso é possível utilizar uma Tensione os parafusos a 300 a 350Nm.
prensa, travando esse novo conjunto com o
17. Coloque a engrenagem inferior (10) em sua
anel trava 41.
posição. Selecione uma posição onde o
11. Instalar o conjunto montado acima no furo de montagem esteja no centro da
chassi da colhedora, ainda não apertando abertura, para ajudar no ajuste final das
por completo os parafusos de fixação. facas. Aperte os parafusos o suficiente
Montar os parafusos 37 com loctite 271 ou para segurar a engrenagem em sua
277, fechando assim a montagem do rolo. posição. Faça o ajuste final com as facas
em seus lugares.
12. Com os rolos já posicionados, utilizando a
ferramenta especial código D - 0384, bater 18. Os rolos picadores ainda não foram
o rolamento 15 da flange 17 até o seu final. definitivamente fixados, assim devemos
Instalar o anel trava 14. posicioná-los paralelos entre si. Com um
relógio comparador de base magnética,
devemos verificar esse alinhamento entre
rolos segundo o seguinte procedimento:
a. Instalar o relógio comparador entre os
rolos (ver figura abaixo) do lado da
caixa de engrenagem do picador;

13. Instalar o cubo 13 aplicando araldite 24


horas em seu estriado seguindo o
procedimento de aplicação da página 10.
Caso haja excesso de araldite, utilizar esse
na rosca para montagem da porca, caso
contrário aplicar araldite na rosca para a
b. Aplicar uma carga de 5mm;
montagem da porca 7. Para o aperto dessa
porca deve-se utilizar a ferramenta especial c. Zerar o relógio comparador;

35
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

d. Nessa posição, mudar o relógio


comparador para a outra extremidade
dos rolos; 1
e. Verificar a leitura do relógio, essa não
deve exceder 0,25mm.
Caso a medida encontrada seja maior que a 4 2
especificada, proceder da seguinte maneira:
f.- Instalar os espaçadores, tal como
mostra a foto abaixo nos cubos 40. Os
espaçadores devem ser regulados de
tal forma que posicionem os rolos afim
3
de conseguir o paralelismo dentro do
especificado.

2. Utilizar um paquímetro de profundidade e


verificar as medidas na posição 1 e 2 e
depois na posição 3 e 4, a diferença
Espaçadores máxima entre as medidas encontradas não
deve ser maior que 0,20mm. Caso essa
diferença máxima não seja encontrada,
proceder como segue:
a. Soltar os parafusos que prendem a
caixa no chassi da máquina;
b. Colocar os espaçadores na posição
onde for encontrada a menor medida,
afim de aumentar esse medida e obter a
diferença especificada.
c. Posicionar os calços atrás da caixa e re-
Encontrada a medida especificada, seguir para
apertar os parafusos de fixação da
o passo 19.
mesma. Medida máxima dos calços
19. Aplicar loctite 271 nos parafusos 26 do 3mm.
cubo 40, fixando os no chassi da máquina.
Montagem do Pinhão
20. Montar as facas nos rolos, apertando os
*Consultar ilustração na página 33.
parafusos 32 na castanha 30.
4. Monte o rolamento interno (19) no pinhão
Sincronismo de Faca
(18) e coloque o anel de retenção (20).
1. Retirar a engrenagem inferior e posicionar
5. Agora monte o rolamento externo (13), com
as facas dos rolos de tal forma que essas
auxílio da ferramenta especial DO364, no
estejam em contato chanfro com chanfro.
mancal do pinhão (16) e coloque o anel de
Recolocar a engrenagem inferior (10),
retenção (17).
montando os seus parafusos no centro dos
furos oblongos, aplicando loctite 271 e 6. Instale o retentor (12), com auxílio da
torque de 300Nm. ferramenta especial DO365, no mancal do
pinhão (16) e encaixe o mancal no pinhão.
Alinhamento da Caixa de Engrenagens
1. Instalar a ferramenta especial código D -
0296, tal como mostra a foto abaixo.

36
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

7. Instale o conjunto do pinhão dentro da


caixa de engrenagem (Vedar com azul
ultra), e prenda com os parafusos (14).
NOTA: o alojamento se encaixa em uma única
posição para permitir que a tampa da caixa se
Fio de solda
encaixe. Nesta fase pode ser conferido o Pinhão
alinhamento da caixa se necessário. Isto seria
necessário se a caixa foi removida do chassi ou
se houver sinais de desalinhamento.
Engrenagens
Folga e alinhamento das Engrenagens do
Picador 2-46
Verifique o alinhamento entre a engrenagem
superior de sincronismo e o pinhão utilizando o
sistema descrito abaixo.
1. Corte um pedaço de arame de solda e
dobre conforme indicado na ilustração 4.
2. Coloque o arame de solda como mostrado
na ilustração 4 na posição 1.
3. Gire a engrenagem superior na direção
Ilustração 4
indicada na ilustração 4.
4. Retire o arame após passar pela 8. A medida do alinhamento das engrenagens
engrenagem e meça a espessura com um na ilustração 4, posições 1 e 2 é de no
micrômetro como na ilustração 5. Anote a máximo 0,30mm).
espessura. Se a diferença na folga entre a engrenagem
5. Repita o procedimento acima com o arame superior e o pinhão nas duas posições a 180°
colocado conforme ilustração 4, posição 2. exceder 0,30mm, será necessário remover a
engrenagem superior e trocar a posição do
6. Gire a engrenagem superior 180° e repita o cubo de montagem. Repita este procedimento
procedimento acima. até que esta folga seja obtida.
7. A folga entre as engrenagens deve estar Verifique a tolerância novamente e se estiver
entre: 0,13mm e 0,30mm. correta dê um ponto de solda nos espaçadores
soldando na parede lateral.
NOTA: Deve ser aplicado Loctite 262 nos
parafusos de montagem da caixa. Verifique se
os parafusos são pretos e não bicromatizados.
Parafusos cadmiados não podem ser
utilizados.

37
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

14. Gire manualmente a porca do volante até


perceber que a mesma se apoiou na mola
prato.
Solda
15. Após em encostada na mola prato, apertar
a porca do volante em mais 1/2 volta
utilizando a ferramenta D0337.
NOTA: este é um ajuste inicial, pode ser
necessário aumentar ou reduzir o torque para
satisfazer suas condições operacionais e
manter uma ótima eficiencia da embreagem.
2-47 16. As facas do picador devem ser encaixadas
e ajustadas.
Micrômetro 17. Engraxe o retentor do eixo do picador e
tampe as linhas de graxa com um plug.
18. Monte a tampa inferior (4) e complete com
óleo lubrificante até o nível correto.
NOTA: para obter a máxima vida útil do
conjunto de engrenagens, mude a posição das
engrenagens a cada 2.500 horas.

Lâminas de corte do picador sin-


cronizadas
Confirme se as lâminas são da espessura
Montagem Cubo correta e se estão presas corretamente em
suas posições.
*Consultar ilustração na página 32.
Vire o volante para girar os rolos do picador e
9. Ajuste a tampa (6) na caixa (use selante na aplique tinta (marca azul) nos dois conjuntos de
superfície). Não ajuste a tampa pequena lâminas do rolo inferior.
inferior (4) antes do ajuste final das facas.
As lâminas superiores devem marcar as
*Consultar ilustração na página 33. lâminas inferiores ao longo de toda a largura do
10. Monte o adaptador (9) no estriado rolo.
assegurando-se de que o excesso de Se a lâmina inferior não for marcada, remova a
araldite não entre no retentor do pinhão tampa de inspeção pequena da caixa e gire
(12) e no rolamento, para não causar levemente a engrenagem no sentido horário e
danos. Aperte a porca com torque de aperte os dois parafusos opostos, gire o volante
270Nm. devagar para verificar o contato das lâminas.
11. Coloque o disco de embreagem (6) sobre o O ajuste é obtido quando uma marca total é
adaptador do volante. obtida nas duas lâminas do rolo inferior e a
12. Monte a bucha (7) no volante (8) e então ação de picar não tem interferência.
encaixe o volante no adaptador (9). NOTA: Devido as tolerâncias de fabricação as
13. Coloque o segundo disco (6), a flange (5), vezes não é possível conseguir uma marca
a mola prato (4), a arruela trava (3), a porca total ao longo do comprimento das lâminas.
(2) e prenda com o parafuso trava (1).

38
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Quando o ajuste correto for obtido, aplique


Loctite 601 nos parafusos da embreagem e
aplique torque de 80 lb-pé.
Isto vale também para a engrenagem superior.
Verifique outra vêz para ver se o ajuste está
correto, recoloque a tampa e verifique o nível de
óleo.

Cobertura de Inspeção Adicio-


nal
Quando for necessário verificar ou ajustar a
engrenagem sincronizada superior, remova a
tampa de inspeção pequena da caixa.
A engrenagem superior deverá estar deslocada
na máxima posição horária, posicionada contra
os parafusos, como padrão.

39
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Giro do Elevador

O mecanismo de giro do elevador consiste de Montagem


dois cilindros opostos fixados no chassi
principal e no berço do elevador por meio de Processo inverso ao da remoção.
braços de ligação diretos. Os dois cilindros Verifique o desgaste e os danos nos
operam no sentido puxar/empurrar e gira o componentes, ex.: rolamentos, retentores,
berço em um ângulo de 160°. pinos e batentes de parada. Repare ou
O conjunto oscilante está preso no chassi substitua se necessário.
principal através de 2 pinos de articulação
presos por aneis de trava.

Remoção da mesa de giro


1. Retire o elevador da máquina.
2. Remova os anéis de trava dos pinos dos
cilindros de giro no berço de giro e remova
os pinos de articulação. Mova os cilindros
de giro para o lado para ganhar acesso aos
anéis do pinos de articulação principais.
3. Retire os anéis de retenção dos pinos de
articulação, apoie a mesa de giro e retire os
pinos de articulação.
4. Retire a mesa de giro da colhedora.

2-48

40
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Conjunto do Elevador

O elevador possui um vão livre elevado para Os mancais do eixo de acionamento são
minimizar danos que podem ser causados por montados com ajuste para manter uma tensão
containers de cana que entrem em contato com correta na corrente.
a parte inferior do elevador.
As correntes são acionadas por rodas dentadas
O elevador possui altura regulável, controlada montadas nas junções do elevador para reduzir
através da cabine por dois cilindros hidráulicos o desgaste.
que sustentam o elevador.
A roda dentada está chavetada no eixo. O outro
Isto permite que o elevador seja abaixado eixo não tem dentes, para permitir variação no
quando passar por áreas com obstruções comprimento da corrente.
aéreas e para minimizar a altura das
Para ajustar a corrente do elevador, solte os
plataformas requeridas para manutenção no
oito parafusos que prendem os mancais e os
extrator e no eixo.
três parafusos que prendem o piso regulável do
O elevador pode girar 160°, para permitir que a elevador.
máquina possa operar com corte em uma face.
Solte as porcas dos parafusos e gire os
A esteira do elevador é composta de correntes
parafusos de regulagem até que a tensão
duplas tipo rolete, com comprimentos iguais, de
correta seja obtida. As duas correntes devem
2” e passo de 1 1/2” conectada por taliscas
ser reguladas igualmente para que o eixo
parafusadas nas ligações.
dianteiro e traseiro fiquem paralelos. A tensão
O acionamento é feito por motores orbitais correta permite uma folga de 25mm (1”) no
Char-lynn montados em cada lado, reversíveis ponto mais esticado da corrente, medido na
para permitir destravamento. seção aberta na parte inferior do elevador.

2-49

41
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Quando a tensão estiver correta, reaperte as Montagem


porcas dos parafusos de regulagem e reaperte
Prenda as novas rodas dentadas firmemente
todos os outros parafusos e porcas.
no eixo. Monte uma corrente nova na roda
Existem taliscas de desgaste substituíveis dentada e monte o elo de união. Parafuse as
parafusadas nos roletes das correntes. Quando taliscas, mantendo os espaços corretos entre
elas apresentarem desgaste excessivo, devem elas - as taliscas devem ser parafusadas a cada
ser substituidas por novas. 5 elo de união.
Ao substituir as taliscas, substitua também os NOTA: Existem 3 taliscas raspadoras
parafusos. montados por elevador, 1 do lado esq., 1 do
lado dir. e 1 no centro. Monte separados
Substituição da corrente e da aproximadamente a cada 7 vãos. As taliscas
raspadoras são montadas para minimizar o
roda dentada acúmulo de lama.
NOTA: É recomendado trocar as duas AVISO: As rodas dentadas devem ser travadas
correntes e rodas dentadas quando alguns com chaveta para o alinhamento dos dentes
destes itens se desgastarem, porque o passo para evitar danos na corrente e nas taliscas.
de uma corrente gasta e o diâmetro primitivo de
NOTA: Ao substituir as taliscas, assegure-se
uma roda dentada usada estará diferente em
de que as mesmas etejam em boas condições.
relação aos itens novos.
Elas devem estar retas, no comprimento
Retire todas as taliscas e solte a corrente correto e não deve haver um desgaste
(consulte a seção Como Quebrar a Corrente excessivo nos furos de montagem. Taliscas
para Remoção) e remova do elevador. Solte os gastas podem causar danos à corrente do
parafusos de cada roda dentada e remova. elevador. Os parafusos de montagem devem
permanecer firmes.

Lateral do elevador

Placa de apoio
Roda dentada

2-50

Carcaça do mancal

Estriado fêmea da
transmissão

Estriado macho da
transmissão
Motor Char-lynn

42
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Desmontagem do eixo Quebra da corrente para re-


Remova as rodas dentadas e as correntes moção
(pag. anterior). Retire o motor soltando os dois
Esmerilhe a ponta de ambos os pinos onde se
parafusos, apoie o eixo e retire os quatro
pretende “desmontar” a corrente, retire a chapa
parafusos da placa de regulagem e os quatro
de ligação e os pinos elos que unem a corrente.
parafusos que prendem a placa de apoio de
regulagem na caixa do mancal em cada lado. Para religar a corrente, a mesma chapa de
ligação pode ser usada com parafusos de 2 1/4”
Remova os 3 parafusos do piso regulável e o
x 3/8” e porcas (parafusos do elevador)
mancal. O eixo pode ser retirado.
colocados através dos pinos de ligação para
Para remover o entalhado macho do eixo do montar a chapa lateral.
motor, remova o parafuso de retenção, aqueça
Se necessário, existe um elo de ligação
o entalhado e use um saca-polia.
disponível.

Montagem Veja a ilustração abaixo:

Processo inverso ao da remoção


NOTA: é necessário aplicar loctite 601 no
entalhado macho e no eixo de acionamento do
motor. A posição do fim do entalhado é
alinhada com a ponta do eixo. Se as mangueira
forem removidas do motor, confime que elas
sejam montadas nas posições corretas.

Esmerilhe a ponta rente

Saque a placa de união

2-51
Remova o elo

Parafusos do elevador

43
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Ventilador do Extrator Secundário

O conjunto do ventilador do extrator consiste de Substituição do rolamento


um cubo cilíndrico no qual são montadas três
lâminas curvas (pás). O suporte do ventilador 1. Solte os seis parafusos 1” x 3/8” e remova
secundário possui 915mm (36”) de diâmetro. o cubo do ventilador do disco de
acionamento.
O cubo é parafusado na flange do eixo, que é
montado em dois rolamentos e acionado por 2. Retire o motor Commercial de acionamento
um motor Commercial M50 - 1 1/2”. do extrator.
O extrator é projetado para ter uma área de 3. Retire o anel trava externo do eixo.
manutenção acima da pá do ventilador. 4. Retire o eixo de acionamento
As pás do ventilador devem ser verificadas pressionando-o para fora.
regularmente quanto a sinais de fadiga e 5. Remova os rolamentos.
desgaste. Uma graxeira é montada no topo da
flange, para lubrificação. 6. Substitua os rolamentos, se necessário.

Engraxe toda semana ou a cada 2000 A montagem segue o procedimento inverso da


toneladas. desmontagem.

Balanceamento do ventilador
1. Retire as pás do ventilador e limpe o cubo.
2. Inspecione se há rachaduras no cubo.
3. Monte novas pás, parafusos e porcas no
cubo balanceado. Aplique Loctite 262 nos
parafusos.
4. Puxe as pás para fora contra os parafusos,
2-52 para eliminar qualquer folga nos furos dos
mesmos.
5. Aperte os parafusos (110 - 120Nm / 80 - 90
lb-ft).
6. Monte o cubo do ventilador em uma
unidade de balanceamento. Verifique o
balanceamento, e se necessário corrija
esmerilhando as pontas das pás. Não
acrescente peso nas pás pois a solda pode
provocar distorções.

44
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Extrator Primário - Braço Vertical (Anti-Vortex)

O extrator de braço vertical consiste em um Montagem


ventilador acionado por um motor hidráulico
montado na parte superior do capuz. A Processo inverso ao da remoção
armação do extrator suporta o apoio do
ventilador e a câmara de limpeza. Manutenção do braço vertical
Um eixo vertical no centro da armação, possui
*Consulte ilustração na próxima página.
rolamentos cônicos que suportam o ventilador.
Estes rolamentos são lubrificados com graxa. 1. Remova o ventilador do extrator.

O suporte do ventilador é acionado por um eixo 2. Retire a flange de montagem do ventilador


entalhado. O acoplamento que conecta o do extrator (1) do mancal (2), e remova o
entalhado do eixo acionado ao motor, tem um eixo de acionamento (6).
entalhe externo que é usado para ativar o 3. Destrave a arruela e solte os parafusos de
sensor de proximidade que mede a RPM do retenção do mancal, isto permite retirar a
extrator. bucha guia (4) deslizando-a para fora do
conjunto do rolamento central (5).
Substituição do Kit de Pás de 4. Limpe todos os componentes e verifique o
Extrator desgaste e os danos causados pelo uso.
Substitua quando necessário.
1. Remova a calota inferior (26) removendo o
parafuso central (27).
Montagem do braço vertical
2. Remova os parafusos que prendem as pás
(37) no cubo (28) do ventilador. *Consulte ilustração na próxima página.
3. Substitua as pás desgastadas por novas 1. Monte o suporte do mancal (2) com o
pás. retentor e a bucha guia (4).
NOTA: Utilizar sempre pás CASE IH Austoft NOTA: Aplique graxa no mancal.
que são vendidas em kits balanceados. 2. Deslize o rolamento em cima do
alojamento (5).
Remoção do cubo do ventila- 3. Instale na parte de baixo o rolamento
dor (Anti-Vortex) cônico, arruela, anel trava e a porca.
1. Remova a calota de plástico inferior 4. Ajuste os rolamentos para folga zero e
removendo o parafuso central. trave a porca com a arruela trava. Alinhe a
ranhura na porca de retenção com a aba
2. Remova as pás do ventilador.
da arruela trava e dobre a aba para travar a
3. Remova os oito parafusos (30) que porca no eixo.
prendem o cubo do ventilador no adaptador 5. Assegure o ajuste de encaixe do eixo de
(29). acionamento (6) do motor, que possui um
4. Remova o cubo do ventilador e o conjunto anel de retenção no entalhado. O
da calota superior. entalhado curto encaixa no eixo de
acionamento. Para a outra extremidade do
5. O conjunto da calota superior pode ser
eixo (com o anel trava montado), monte a
removido removendo os oito parafusos do
flange do ventilador.
aro interno do cubo. Na montage, deve-se
tomar cuidado para evitar que ocorram 6. Aplique selante Loctite Ultra-azul para
danos na roscas moldadas no plástico. montagem da flange do ventilador, monte o
acoplamento no eixo do motor e parafuse a

45
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

flange de montagem na carcaça do


mancal.
7. Aplique 10 bombadas de graxa na graxeira
(3).
8. Monte o ventilador no conjunto.
NOTA: confirme se o ventilador do extrator está
balanceado para evitar vibrações e danos.
NOTA: se o ventilador aparentar estar
desbalanceado, verifique se há acúmulo de
material estranho no cubo ou nas carenagens
ou se há acúmulo de sujeira no eixo giratório.

2-53

46
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Suspensão Dianteira e Direção

Direção Suspensão dianteira


O óleo é fornecido para a válvula prioritária O cilindro hidráulico é na realidade o pino
Eaton por uma seção do divisor de fluxo. mestre e tem a ponta de eixo montada em sua
extremidade inferior. O encaixe da haste é
O controle é feito por um motor orbital Eaton
montado no chassi embaixo da plataforma da
Char-lynn que atua em dois cilindros hidráulicos
cabine e a parte inferior do pino mestre está
de direção montados entre o chassi e os
apoiada em um rolamento de esfera no bloco
cilindros da suspensão dianteira.
de suporte.
Um braço radial duplo com rolamentos
esféricos, conecta o bloco de suporte ao chassi.
Uma placa com quatro parafusos segura os
braços radiais. O cubo da roda dianteira se
apóia em rolamentos cônicos e o aro pode ser
retirado do cubo.

2-54

47
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Suspensão

Desmontagem 4. Verifique a ponta do eixo do rolamento e os


eixos do bloco suporte, quanto a danos ou
1. Levante a máquina e trave. Recolha os trincas.
cilindros da suspensão até que os pneus
5. Inspecione os rolamentos quanto a
dianteiros estejam livres do solo.
desgaste.
2. Retire a tampa de proteção do cubo da
6. Inspecione a ponta de eixo quanto a danos
roda. Retire o contra pino e remova a porca
ou trincas por fadiga e assegure que as
de retenção, o rolamento externo e o cubo
roscas estejam intactas.
completo com a roda dianteira.
NOTA: se o rolamento interno permanecer na Montagem
ponta do eixo, tome cuidado ao retirar o cubo,
pois o retentor poderá contaminar o rolamento Processo inverso ao da desmontagem.
interno com sujeira.
Substitua os rolamentos, pinos e vedações
3. Empurre a alavanca de controle para onde for necessário.
permitir que os dois cilindros da suspensão
NOTA: monte as vedações do rolamento do
dianteira se extendam no seu curso total e
braço radial com o lábio virado para fora, para
em seguida remova e tampe as
impedir a entrada de sujeira. Monte os anéis e
mangueiras hidráulicas.
vedações na posição.
NOTA: marque os terminais das mangueiras
Confirme se todas as porcas castelo estão
para identificar as conexões dos cilindros.
presas com um contra pino e os parafusos do
4. Remova o terminal da haste do braço do braço radial estão com Loctite.
cilindro.
O procedimento de pré-carga no rolamento das
5. Retire o contra pino e a porca o pino mestre rodas dianteiras é apertar firmemente a porca
e remova-o do bloco suporte e apóie o de retenção para assentar os rolamentos; soltar
cilindro. a porca de retenção e reapertar até sentir um
6. Remova o parafuso de retenção do pequeno arrasto; ctravar a porca castelo com o
terminal da haste e retire o pino mestre. contra pino.
Isto permite que o cilindro seja removido da
máquina.
7. Solte os quatro parafusos de retenção do
braço radial e separe-os do bloco suporte e
do chassi principal. Verifique os rolamentos
e substitua se necessário.

Inspeção
1. Se o cilindro necessitar uma revisão
completa, consulte a seção “Manutenção
do Cilindro”.
2. Verifique os terminais dos links e as roscas
internas e externas, nos terminais e nas
hastes.
3. Verifique o terminal da haste, furo de
montagem e pino, quanto a desgastes.

48
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

SUSPENSÃO
Suspensão

Cubo, eixo e mancal Cilindro da suspensão

Bloco conjunto e
rolamento esférico

2-55

Suporte radial

Selo protetor

49
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Direção

A direção é controlada por dois cilindros


hidráulicos PTE.
Eles são conectados ao chassi por um pino com
rótula e na suspensão por um terminal esférico.
Existe uma barra de ajuste entre o terminal
esférico e a haste do cilindro.
Cubra e proteja os cilindros antes de iniciar
reparos, conforme Capítulo 4, página 43.

Regulagem da convergência
NOTA: antes de ajustar a convergência da
base da roda dianteira, acione o motor e gire a
direção ao máximo para um dos lados, por
alguns segundos para garantir que os cilindros
da direção estejam sincronizados. Uma vez
feito isto, volte as rodas para a posição normal.
Ao ajustar a convergência nas colhedoras série
7000, posicione o cilindro da suspensão a
100mm (4”) do fim do curso do cilindro e fixe a
convergência em 3-4mm (1/8”).
Isto assegurará que na maioria das posições de
uso a convergência será a correta para diminuir
o desgaste. Ex.: o cilindro a 100mm do fim de
curso para colheita e a 100mm do topo para
dirigir em rodovias.
Favor avisar proprietários/usuários para não
dirigir grandes distâncias com os cilindros da
suspensão ajustados na posição média.

50
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Motor

Quando houver necessidade de maiores Remoção do motor - método 2


reparos, o motor deve ser retirado da caixa do
motor, podendo ser removido sozinho ou como 1. Remova as telas do topo o motor.
uma unidade com a caixa de engrenagens de 2. Desconecte o exaustor e o filtro de ar do
acionamento da bomba hidráulica e bombas. motor.
3. Drene o líquido refrigerante do motor e
Remoção do motor - método 1 remova as mangueiras do radiador.
1. Remova as telas do topo o motor. 4. Remova a saia do ventilador do motor e a
2. Desconecte o exaustor e o filtro de ar do tubulação da caixa do motor.
motor. 5. Desconecte o chicote elétrico, o cabo de
3. Drene o líquido refrigerante do motor e regulagem de pressão, os cabos da tração
remova o radiador da caixa do motor. e as linhas de combustível do motor.
4. Remova a saia do ventilador do motor e a 6. Drene o óleo do motor e desconecte a linha
tubulação da caixa do motor. de dreno e o filtro de óleo remoto.
5. Desconecte o chicote elétrico, o cabo de 7. Drene o óleo da caixa da bomba e drene a
regulagem de pressão e as linhas de linha.
combustível do motor. 8. Isole o tanque de óleo hidráulico (feche os
6. Drene o óleo do motor e desconecte a linha registros) e diminua o nível de óleo da
de dreno e o filtro de óleo remoto. tanque hidráulico para prevenir perda óleo.
7. Apóie a caixa de engrenagens da bomba e 9. Desconecte todas as linhas hidráulicas de
as bombas e desconecte a caixa de sucção da bomba (NOTA: tampe todas as
engrenagens do volante. mangueiras para prevenir a entrada de
sujeira).
8. Remova os parafusos que fixam o conjunto
do motor à caixa do motor. 10. Desconecte todas as mangueiras
hidráulicas das bombas (NOTA: tampe
9. Deslize o motor em sua monatgem, e todas as mangueiras para prevenir a
quando estiver fora do eixo da bomba de entrada de sujeira).
acionamento, levante o motor para retirá-lo
da caixa do motor. 11. Remova os parafusos que fixam o conjunto
do motor à caixa do motor.
Realize os reparos necessários e re-coloque o
motor seguindo o procedimento inverso ao 12. Erga o motor e o conjunto da caixa de
descrito acima. engrenagens da bomba, retirando-os da
caixa do motor.
Realize os reparos necessários e re-coloque o
motor seguindo o procedimento inverso ao
descrito acima.

51
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Caixa de Engrenagens da Bomba

A caixa de engrenagens com quatro furos é de Remoção da caixa de engre-


construção robusta, projetada para assegurar
uma operação livre de problemas, com um nagens do motor
mínimo de manutenção. 1. Limpe o compartimento do motor e feche
Consiste de uma engrenagem de entrada as válvulas do tanque de óleo hidráulico.
acionando três engrenagens de saída. 2. Solte todas as mangueiras e linhas de
As bombas hidráulicas são montadas nos pressão e sucção e feche todos os
cubos das engrenagens através de entalhados. terminais abertos.
O acionamento pelo volante do motor é 3. Remova todas as bombas da carcaça
transmitido ao eixo de entrada através de uma após drenar o óleo da caixa.
placa mola de acionamento, para absorver as 4. Apóie a caixa e remova os parafusos que
cargas de impacto. prendem a carcaça no motor. Desloque a
caixa da placa de acionamento e remova a
Relações das engrenagens caixa da colhedora.
Para permitir diversos tipos de motores e
Desmontagem
máxima RPM, a caixa pode ser montada com
diferentes engrenagens para manter as 1. Solte os parafusos de fixação e remova a
velocidades das bombas. Isto permite que as tampa da caixa.
mesmas bombas (salvo a bomba acionada
2. Retire as engrenagens e rolamentos da
diretamente pelo centro) sejam usadas em
caixa.
todas as máquinas independentemente do tipo
de motor utilizado. 3. Todos os rolamentos e engrenagens
deverão ser verificados quanto ao
Tenha sempre em mãos as engrenagens
desgastes e substituídos conforme
corretas antes de revisar as caixas de
necessário.
engrenagens.
Motor 2100 RPM Montagem
Cummins M11, Scania DC9: relação - 1.17 : 1 Processo inverso ao da desmontagem.
Engrenagem de acionamento: 76 dentes
Monte um retentor novo antes de montar a
Engrenagem de saída: 65 dentes
engrenagem de acionamento.
NOTA: limpe as roscas da flange da bomba e
dos parafusos antes da montagem.
NOTA: as placas de acionamento podem ser
montadas em qualquer posição, porém se o
lado maior do ressalto de acionamento facear a
caixa da bomba, o alinhamento do eixo será
mais fácil. Os parafusos de montagem da placa
de acionamento devem ser montados no
volante usando Loctite 262.
NOTA: use Loctite Azul-Ultra para selar a
tampa da caixa. Os rolamentos devem deslizar
e encaixar com facilidade em seus alojamentos.
NÃO use Loctite nos rolamentos.

52
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Ajustes de Torque Instalação da Caixa de Engre-


Parafuso 1/2 ' 13 UNC 2A X 1” - 110Nm nagens no Motor
Parafuso 1 1/2 ' 13 UNC 2A X 1 ¼” - 110Nm Processo inverso ao da remoção
Parafuso M10 X 1,5 X 20 RT - 80Nm Antes de ligar o motor, certifique-se que as
válvulas do reservatório estão totalmente
Antes de operar a máquina certifique-se que a
abertas e que foi realizada a sangria de ar das
caixa de engrenagens está cheia até o nível
linhas de sucção. O cárter da bomba Eaton
correto de óleo hidráulico AKCELA AW
tambem deverá ser completado com óleo.
HYDRAULIC 100.

2-56

53
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Cubo Redutor modelo 40 - A7000

A unidade é composta de um cubo montado em


um eixo o qual é parafusado no chassi da
máquina.
Existe um conjunto de engrenagens de redução
do tipo “double epicycle”, montado no cubo.
O cubo de redução é acionado por um motor
hidráulico Eaton, acoplado a um eixo ao qual é
montado um freio a disco. A relação da redução
é de 35:1.
O conjunto de engrenagens planetárias pode
ser retirado sem a remoção da roda traseira, e
para retirar o cubo completo a roda terá que ser
removida.

2-57

54
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Desmontagem Montagem
1. Limpe o cubo de corpos estranhos e drene Procedimento inverso ao da desmontagem.
o óleo da unidade.
Monte o restante do conjunto planetário.
2. Remova os parafusos que prendem a Aplique Loctite 635 nos pinos do apoio da
tampa e a retire. engrenagem que são montados sob pressão.
NOTA: Dois parafusos Allen devem ser O Loctite 271 é usado para fixar os
mantidos para segurar o anel da engrenagem rolamentos nas engrenagens planetárias e
no lugar. nos parafusos que prendem o anel da
engrenagem e as tampas.
3. Retire a engrenagem e o eixo. Os apoios
planetários primário e secundário podem O Loctite 515 é usado para vedar o anel da
ser retirados em seguida. engrenagem ao cubo, enquanto Loctite
Ultra Azul Silicone é usado na tampa.
4. O anel da engrenagem é parafusado em
um eixo no cubo e pode ser retirado Loctite 515 e Loctite Ultra Azul são selantes
removendo os dois parafusos restantes. diferentes.
5. As engrenagens são mantidas nos pinos Loctite 515 deve ser usado entre o anel da
do planetário por anéis trava, retire os engrenagem e o cubo.
anéis e libere o conjunto da engrenagem e
A folga mínima da engrenagem é de (1,5 mm).
rolamento.
6. Os anéis trava que prendem o rolamento
na engrenagem podem ser removidos e o
rolamento pode ser retirado.
7. Verifique os rolamentos e as engrenagens
e substitua quando necessário.
8. Os pinos planetários são prensados com
interferência no apoio e deverão ser
substituídos se algum pino estiver solto.
9. As engrenagens e rolamentos planetários
sedundários estão posicionados em duas
faces apoiadas por pinos retidos por
parafusos e por uma placa de retenção na
parte traseira do apoio.
10. Os anéis-trava que prendem o rolamento
na engrenagem podem ser removidos para
remoção do rolamento.
11. Verifique os rolamentos e engrenagens e
substitua se necessário.
12. O acoplamento e o pinhão secundário são
presos no apoio planetário por um anel-
trava.

55
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Desmontagem completa do Montagem


cubo 1. Coloque o eixo superior no chassi.
1. Com o cortador de base no solo, coloque 2. Confirme se as capas dos rolamentos
calços adequados sob o chassi traseiro o estão montadas firmemente no cubo da
mais próximo possível da extremidade. roda.
2. O elevador deve estar na parte traseira da 3. Monte os cones dos rolamentos internos no
máquina. Levante o cortador de base até eixo.
que a roda traseira levante do solo.
4. Lubrifique os rolamentos com óleo ou
3. Trave a haste da suspensão dianteira com graxa limpos. Monte cuidadosamente o
perfilados de ferro para evitar que o cilindro cubo no eixo, o cone do rolamento externo
desça ou desequilibre a máquina. e a porca.
4. Drene o óleo dos cubos e desmonte as NOTA: ajuste a arruela trava ao aplicar a pré-
seções planetárias como detalhado em carga. Realizar a pré-carga sem a vedação.
“Desmontagem da redução planetária”.
5. Aperte a porca, utilizando a ferramenta
5. Retirar o parafuso e a porca (pode ser especial DO334 e um dinamômetro, até
necessário aquecer para quebrar o que a leitura seja de 9Kg. Com rolamentos
Araldite). Remova o cubo, tomando usados a leitura deve ser de 6Kg.
cuidado para não danificar o retentor.
6. Marque a posição da porca e do eixo.
NOTA: Se a vedação for substituída, proteja a
7. Remova a porca e o cubo e monte o
face do selo eviatando danos na mesma.
retentor cônico, seguindo procedimento da
6. Remova as mangueiras do respiro. página 62, garantindo que o retentor fique
livre para girar e não seja danificado na
7. Remoava os 15 parafusos largos (as
montagem.
porcas estão do lado de fora, os parafusos
podem permanecer no local) que prendem 8. Monte novamente o cubo, aplique Araldite
o eixo superior no chassi. na porca e reaperte a porca até que as
marcas fiquem alinhadas.
8. Remova os quatro parafusos que prendem
o eixo superior no conjunto do freio. 9. Aplique Loctite 271 nos parafusos de
fixação e aperte até o fim da porca e
Limpe todos os componente e verifique a
arruela trava. Limpe qualquer excesso de
existência de desgaste ou danos, substituindo
Araldite.
se necessário.
10. Monte o restante do jogo planetário.
Aplique Loctite 635 para apoiar o pino das
engrenagens que são prensadas no ajuste.
11. Complete o nível com óleo de engrenagem
recomendado.
NOTA: O cubo da redução pode ser removido
como um conjunto ou pode ser separado do
motor e do freio no local.

56
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Remoção do conjunto do
cubo da redução, freio e motor
de acionamento
1. Com o cortador de base no solo, coloque
calços adequados sob o chassi traseiro o
mais próximo possível da extremidade.
2. O elevador deve estar na parte traseira da 2-58
máquina. Levante o cortador de base até
que a roda traseira levante do solo.
3. Trave a haste da suspensão dianteira com
perfilados de ferro para evitar que o cilindro
desça ou desequilibre a máquina.
4. Remova o conjunto da roda traseira.
5. Desconecte as mangueiras do conjunto do
freio e tampe-as.
6. Desconecte as mangueiras do dreno do
motor e tampe-as.
7. Remova os encaixes de dreno e tampe-os.
8. Remova as linhas de potênciado motor,
incluindo os cotovelos, e tampe as
mangueiras e as portas do motor.
9. Remova a mangueira de respiro do cubo.
10. Remova as 15 porcas dos parafusos que
fixam o conjunto no chassi.
11. Retire o conjunto do cubo, freio e motor do
chassi.

Montagem
Procedimento inverso ao da desmontagem
NOTA: Garanta que o limitador da linha de fluxo
do freio se encaixe na entrada do freio.

57
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Freio de Segurança (Wet Brake) - A7000

O sistema de freio desta Colhedora é composto 8. Remova os parafusos (13) da placa


por discos totalmente “banhados” a óleo. externa (6) retirando-a. Desta maneira é
possível retirar o retentor (10), rolamento
O Sistema trabalha com óleo hidráulico pro-
(9), discos de fricção (3) e o separador dos
veniente do circuito da bomba de carga da
discos de fricção (4).
transmissão, o que elimina a necessidade da
utilização de um fluído de freio específico. 9. Remova o eixo do acoplamento (12) e logo
após é possível retirar a placa interna (11),
Este freio é acionado por pedais no piso
obtendo acesso aos outros dois discos de
(assoalho da cabine), através do bloqueio de
fricção e ao seu separador.
pressão de óleo no freio, que o caracteriza
como freio de segurança. 10. Ainda com o sistema pressurizado, retire
os pinos da união (7) e após esta ação o
Operação do freio de se- sistema pode ser despressurizado
desconectando a mangueira de ar do
gurança conjunto.
Pressionar os pedais para o acionamento. Não 11. Com o sistema despressurizado remova os
haverá pressão da mola. O pedal direito aciona parafusos (22) da tampa do pistão (20)
o freio da roda traseira direita e o pedal retirando-a, obtendo acesso ao
esquerdo aciona o freio da roda traseira acionamento do pistão (17), anel borracha
esquerda. (23) e molas (15).
ATENÇÃO: Ambos os pedais devem ser 12. Monte na ordem inversa do procedimento
pressionados simultaneamente para uma acima.
frenagem normal. Os pedais somente são
NOTA: Na desmontagem do Freio Hidráulico,
acionados individualmente para auxiliar o
verificar o desgaste nos discos de fricção e
operador em manobras.
rolamento e verificar se existe vazamento nas
vedações do conjunto. Troque se necessário.
Remoção do disco
1. Com o cortador de base no solo, coloque
calços adequados sob o chassi traseiro o
mais próximo possível da extremidade.
2. O elevador deve estar na parte traseira da
máquina. Levante o cortador de base até
que a roda traseira levante do solo.
3. Trave a haste da suspensão dianteira com
perfilados de ferro para evitar que o cilindro
desça ou desequilibre a máquina.
4. Remova o conjunto do cubo da redução,
removendo as 15 porcas dos parafusos da
montagem do cubo/freio, e os 4 parafusos
da montagem do cubo no freio.
5. Solte e tampe a mangueira hidráulica.
6. Remova o cubo do redutor do conjunto.
7. Conecte a mangueira de ar na tampa do
pistão para aliviar a pressão das molas.

58
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Freio Hidráulico (Wet Brake)


A7000

59
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Cubo Redutor modelo 60 - A7700

A unidade é composta de um cubo montado na 1. Aperte a porca, utilizando a ferramenta


extremidade da estrutura da esteira. No cubo especial DO329 e um dinamômetro, até
existe um conjunto de engrenagens de dupla que a leitura seja de 9Kg. Com rolamentos
redução epiciclóide. usados a leitura deve ser de 6Kg.
O cubo redutor é acionado por um motor 2. Marque a posição da porca e do eixo.
hidráulico Eaton acoplado através de um disco 3. Remova a porca e o cubo e monte o
de freio montado com múltiplas molas (freio retentor cônico, seguindo procedimento da
seguro). A relação do cubo redutor é de 39:1. página 62, garantindo que o retentor fique
Os conjuntos planetários podem ser livre para girar e não seja danificado na
desmontados removendo-se as esteiras. montagem.
4. Monte novamente o cubo, aplique Araldite
Desmontagem da redução na porca e reaperte a porca até que as
marcas fiquem alinhadas.
planetária
5. Aplique Loctite 271 nos parafusos de
1. Drene o óleo do cubo e limpe-o por fixação e aperte até o fim da porca e
completo. arruela trava. Limpe qualquer excesso de
2. Remova os parafusos que prendem a Araldite.
tampa do planetário e retire-a. 6. Monte o restante do jogo planetário.
3. Remova as engrenagens do cubo. Isto Aplique Loctite 635 para apoiar o pino das
inclui a engrenagem (24), suporte engrenagens que são prensadas no ajuste.
planetário primário (21), eixo (9) e suporte 7. Complete o nível com óleo de engrenagem
planetário secundário (13). O anel da recomendado.
engrenagem é fixado a um pino e é fácil
retirá-lo. NOTAO cubo da redução pode ser removido
como um conjunto ou pode ser separado do
4. Neste momento verifique o jogo excessivo motor e do freio no local.
(desgaste) nos rolamentos das
engrenagens planetárias e anote.
Desmontagem completa
5. As abas de trava (12) que prendem os
pinos da planetária (20) e (23) nos suportes 1. Drene o óleo do cubo e desmonte o
devem ser removidos, saque os pinos do planetário como detalhado para o cubo
suporte. B40.
6. As engrenagens planetárias (22) e (18) 2. Rompa a corrente sobre a roda dentada.
junto com as arruelas guias (15), 3. Remova os parafusos 5/16” x 3/4” da porca
separadores (17) e os rolamentos agulhas de retenção do cubo e retire a porca.
podem ser retirados.
4. Remova o conjunto do cubo e a roda
7. Verifique todos componentes quanto a dentada, tome cuidado para não danificar o
desgastes e danos e substitua se cone de vedação dupla.
necessário.
5. Para remover o eixo do cubo, primeiro
retire o freio de segurança (veja a seção -
Montagem Freio de Segurança), em seguida solte os
dezesseis parafusos que prendem o eixo
Procedimento inverso ao da desmontagem.
na estrutura da tração para retirá-lo.
A folga da engrenagem do planetário é de 1,52
a 2,00 mm (mín - máx). Isto é ajustado por
calços sob o bloco.
NOTAajuste a arruela trava ao aplicar a pré-
carga. Realizar a pré-carga sem a vedação.

60
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Cubo da redução modelo 60


A7700

2-60

61
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Instalação do vedador duplo Aplique algumas gotas de óleo fino num pano
limpo e cubra completamente as faces de
vedação dos vedadores, tomando cuidado para
Como obter a máxima durabilidade não deixar o óleo entrar em contato com o anel
de seu vedador de vedação de borracha ou seu assento.
O manuseio e a instalação adequada de seus Cuidados com o anel tórico
vedadores são vitais para se obter a máxima
durabilidade e proteção positiva proporcionada Instale o anel de vedação de borracha (1) de
por essas unidades de precisão. modo que assente uniformemente no espaço
do vedador (2).
É assegurada uma atenção especial durante a
fabricação e despacho da peça para garantir Confirme se o anel de vedação (1) não está
uma limpeza absoluta. torcido e se acomoda uniformemente contra o
lábio que evita que ele caia (2).
Para se obter máximo desempenho, a limpeza
durante a instalação e durante o enchimento Instale sempre um anel de vedação de
com óleo é fundamental! borracha novo num vedador duplo novo ou
usado. Pressione o anel de borracha no
Limpe todas as superfícies antes assento certificando-se que o anel esteja reto
da instalação. no furo e depois do lábio na rampa. A dimensão
(x) deve ser uniforme em toda a circunferência
Ao instalar os vedadores duplos, limpe do vedador.
completamente toda a sujeira e corrosão que
Se não for usada uma ferramenta para instalar,
estiver acumulada onde os vedadores serão
pressione com os dedos, somente no anel de
instalados.
borracha, montando o anel dentro do lábio. Não
Evite manuseio descuidado use chave de fenda ou qualquer outro
instrumento ponteagudo para montar o anel.
Manuseie todas as peças com cuidado para
evitar danificar áreas críticas. A face de Use sempre vedadores casados.
vedação do vedador (2) não pode estar
marcada ou riscada.
1. Anel de vedação de borracha.
Retire toda camada de proteção 2. Anel selador flutuante de metal.
Remova todo óleo e a camada de proteção do 3. Borda de retenção do conjunto selador.
vedador (2) e do assento do vedador (4),
4. Alojamento do selo.
utilizando solventes não inflamáveis para a
limpeza, e assegure-se que todas as
superfícies estejam completamente secas.

Elimine rugosidades na rampa


Verifique o lábio de retenção (3) quanto a
marcas de ferramentas ou cortes. Polir
2-61
qualquer marca de batida e limpar novamente

Limpe perfeitamente as faces de vedação


Antes da montagem dos vedadores, limpe as
faces com um pano que não solte fiapos para
remover qualquer material estranho e marcas
de manuseio.

62
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Conjunto do Freio - A7700

A máquina 7700 é equipada com freios de 5. Use uma chave allen 3/8”, e remova os 4
segurança que podem ser ativados por um parafusos que prendem o freio ao eixo e
interruptor na cabine enquanto o motor estiver remova o conjunto de freio do encaixe.
operando ou são acionados automaticamente
quando o motor para. A pressão de óleo da Montagem
bomba Eaton sustenta o freio aberto, reagindo
contra um pistão com oito molas. Estas molas 1. Aplique Loctite Ultra-Azul na união das
aplicam uma força nos discos de fricção, superfícies entre a ponta do eixo e o
apertando os discos quando a pressão do óleo alojamento do freio.Usando uma chave
cai, isto é, quando o motor foi desligado ou o allen de 3/8” prenda a carcaça do freio na
interruptor da cabine for ativado, uma válvula ponta do eixo com os 4 parafusos. Se o
corta a pressão do óleo. eixo for retirado durante a desmontagem,
recoloque o eixo dentro do alojamento do
Desmontagem do freio de se- freio.

gurança 2. Monte as placas na ordem correta e depois


de trocar os anéis “O” e engraxá-los
1. Remova os quatro parafusos que prendem levemente, monte o pistão.
o motor Eaton, tire o motor e apoie em um
3. As molas agora podem ser montadas no
bloco.
lado externo do pistão. Aplique silastic na
NOTA: não é necessário remover as tampa e fixe com oito parafusos 1/2” x 1 1/
mangueiras do motor.
4”. Reconecte o motor Eaton.
2. Remova os oito parafusos da tampa e
4. Reconecte os flexíveis do freio. Funcione o
retire-a. Retire as molas do lado externo do
motor e solte o parafuso sangrador até que
pistão.
todo o ar tenha sido liberado, aperte o
3. Com uma barra reta e parafusos 3/8” UNC sangrador.
utilize os dois furos de extração no pistão NOTA: A pressão requerida para liberar o freio
do freio e retire o pistão da caixa de freio. é de 70 psi.
NOTA: caso não haja um extrator disponível, é
possível retirar o pistão do alojamento do freio
utilizando a carga de pressão da bomba da
transmissão.
O procedimento é o seguinte:
a. Coloque uma bandeja ou um recipiente
adequado debaixo da montagem do
freio para coletar o óleo hidráulico
liberado.
b. Confirme se o interruptor do freio de
mão da cabine está livre. Dê a partida
no motor e e pare o motor
imediatamente.
4. Remova as placas que estão alojadas no
freio, anotando e a ordem de saída das
mesmas. Desconecte e tampe as
mangueiras de pressão do freio.

63
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Conjunto do Freio
A7700

2-62

64
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Esteiras - A7700

Um dos fatores mais importantes de uma boa NOTA: a sapata do elo emenda possui um
durabilidade em serviço é o correto padrão diferente de furação comparado com
alinhamento da esteira, todos os roletes devem uma sapata padrão.
estar centralizados em uma linha de centro do
dente da roda dentada ao centro da roda guia Instalação da corrente da es-
dianteira.
teira
A segunda inspeção vital é que todos os roletes
inferiores da esteira estejam nivelados; 1. Instale os parafusos nas sapatas com
qualquer desalinhamento aqui, tanto por torque de 165 +/- 5 Nm mais 1/2 giro.
desgaste, quebra de rolamento, ou
empenamento do chassi da esteira significará 2. Reajuste a corrente da esteira.
que o peso não está distribuído igualmente em
todos os roletes. Ajuste do pino de articulação
Uma falha prematura ocorrerá a menos que a da esteira
distribuição de carga seja mantida. Por esta
razão, nunca coloque um rolete novo junto com NOTA: gire o elevador para a traseira da
usados. colhedora.
Uma maneira fácil de verificar isto em campo é 1. Abaixe o cortador de base até o solo e
andar com a máquina em uma superfície rígida coloque um suporte adequado sob a
por um quilômetro e em seguida colocar a mão traseira do chassi.
em cada rolete sentindo a temperatura de cada 2. Levante o cortador de base até que a parte
em deles. traseira da máquina esteja bem acima do
Tendo verificado o nível de óleo correto antes nível do solo.
deste teste, qualquer rolete mostrando uma 3. Coloque blocos sob a dianteira do chassi
temperatura mais elevada que o outro indica principal e desligue o motor.
qual está suportando mais peso do que deveria.
4. Movimente o controle do cortador de base
Os roletes da esteira e as rodas guias podem para liberar qualquer pressão no circuito do
ser reformados em alguns casos assim como acumulador, e inverta as linhas de
os “elos de ligação da esteira”. A reforma de fornecimento de óleo para o cilindro para
uma esteira é um serviço especializado e direcionar o óleo para a entrada inferior do
requer equipamentos normalmente não cilindro, (pois o controle é de ação simples)
disponíveis em oficinas mecânicas comuns. em seguida levante a esteira.
Se uma recuperação está sendo feita, confirme 5. Segure uma alavanca longa na dianteira da
se as posições corretas dos roletes são esteira e verifique qualquer folga lateral na
mantidas, como segue: esteira.
a partir da roda guia traseira, os de abas 6. Remova a tampa do pino de articulação e
simples são Nº 2,4,6,8, os de abas duplas são aperte a porca de regulagem até que não
Nº 1,3,5,7. ocorra mais nenhum jogo lateral.
7. Recoloque as tampas, abaixe a esteira e
Remoção da corrente da estei- retorne as mangueiras novamente na
ra posição original e retire os blocos de apoio.

Para remover a corrente da esteira, remova os


parafusos da emenda mestre. A corrente pode
ser separada em seguida.

65
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Ajuste da corrente da esteira


Ferramentas: Soquete 7/8”, chave T 1/2” e
pistola engraxadeira. Graxeira de ajuste da tensão da esteira
NOTA: a colhedora deverá estar em solo
nivelado e estar dirigida para frente antes de
começar o ajuste da tensão da corrente.
2-63
1. Solte as graxeiras de ajuste da esteira.
2. Acione o motor e opere a alavanca de
controle de altura de qualquer cilindro até
que o cilindro atinja o final de seu curso,
mantenha a alavanca nesta posição
durante alguns segundos. Isto estenderá o
cilindro ajustador da esteira e esticará a Conjunto do mancal da roda dentada livre
corrente.
3. Uma vez que a corrente estiver esticada,
faça uma marca no chassi da esteira 10mm
atrás da parte traseira do conjunto do
mancal da roda guia dianteira e aperte a
graxeira de ajuste da tensão da esteira.
4. Conecte uma pistola de graxa na graxeira e
bombeie graxa até que a parte traseira do
conjunto do mancal da roda movida se
mova para trás e atinja a marca colocada
no chassi da esteira. Isto irá soltar a
corrente até o ajuste correto.

66
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Lubrificação dos roletes e ro- 1. Posicione a colhedora em uma superfície


nivelada.
das guias
2. Remova o plug do eixo e parafuse um
Os roletes da esteira e os roletes das rodas adaptador peça Nº 5M2080.
guias são completados com óleo de motor série
3. Monte uma pistola de aplicação no
3 ao qual foi adicionado um aditivo vermelho,
adaptador e aplique o óleo até sair pelo
somente para identificação, caso ocorra um
lado da peça Nº 5M2080.
vazamento.
4. Isto indica o nível correto; remova
Uma inspeção visual deve ser feita
rapidamente o adaptador e recoloque o
periodicamente pelo operador para detectar
tampão.
algum sinal de vazamento. Como os roletes são
de “vida limitada”, normalmente não é Se não houver uma peça Nº 5M2080
necessário completar o nível de óleo até que as disponível, um método alternativo é colocar a
carcaças devam ser substituídas, ou que um máquina em um ângulo de aproximadamente
vazamento seja evidente. 20°, o óleo poderá então ser colocado através
de uma lata ou pistola, aguardando um tempo
Para roletes equipados com tampa de borracha
para escoar pelo eixo e áreas do rolamento.
e pinos plásticos, é necessário bater no pino e
remover a tampa. NOTA: se o óleo drenando pelos lados do
adaptador estiver sujo ou com água, continue
Isto destruirá a tampa e o pino, após os
bombeando até que o óleo saia absolutamente
consertos as peças devem ser repostas por
limpo.
novas e o óleo deve ser completado.
Para roletes mais antigos, com vareta de aço
removível é possivel conferir e completar o
nível de óleo, se necessário. O procedimento é
o seguinte:

2-64

67
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Furos dos parafusos projeta- Pinos e Buchas


dos para fora A medição do desgaste dos pinos e buchas
deve ser feita na metade superior da esteira, e
Causa: Torque inadequado nos parafusos.
não na parte inferior.
Efeito: Sapatas soltas.
Antes de medir elimine a folga na parte superior
Solução: Aplique torque correto nas sapatas, da esteira colocando um pino velho ou uma
estreite as sapatas, verifique os peça dura no dente da roda e recue a máquina
parafusos após as primeiras 100 ligeiramente.
horas.
A medida não pode ser realizada próxima de
quatro seções a partir do pino mestre.
O pino mestre pode ser identificado fazendo
uma marca no topo do mesmo.
Com uma escala de aço, meça do lado de cada
pino através dos quatro elos até o mesmo lado
do quinto pino.
2-65
Compare esse valor com o desgaste porcentual
da tabela para determinar o desgaste interno do
pino e bucha.

2-66

Quando virar pinos e buchas


A melhor forma é virar os pinos e buchas antes
da esteira ficar excessivamente “folgada”.

68
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Desgaste da roda dentada Quando substituir a roda dentada


Considere virar a roda dentada se a máquina Substitua a roda dentada quando a ponta dos
estiver mostrando desgaste excessivo em um dentes atingir o ponto como indicado na
lado do dente da roda, tanto no lado de sentido ilustração 2, ou se estiver desgastado até o
a frente como no lado de sentido a ré. ponto onde as buchas podem saltar dos dentes
da roda antes de alcançar seus limites de
Se planejar reutilizar a roda dentada, os pinos e utilização e aumentar significativamente o
buchas devem ser virados ou substituídos desgaste nas buchas.
quando a linha de desgaste atingir 6mm do topo
do dente da roda (ilustração 1).

2-68

2-67 Ilustração 2

Neste ponto, o passo da roda dentada estará


provavelmente muito reduzido para encaixar
adequadamente o passo dos pinos e buchas.
Ilustração 1
Os desgastes mostrados nas ilustrações 3, 4 e
5 são causados por sujeira no dente da roda ou
Se isto não for feito ocorrerá um afinamento das
em volta da bucha, aumentando
pontas dos dentes, tornando impraticável a
temporariamente o passo da roda.
reutilização da roda dentada com outros
Normalmente esta condição ocorre somente
conjuntos de pinos e buchas.
quando a roda, pino e bucha são novos.
O problema é minimizado depois que ocorre
algum desgaste interno, porque o passo da
roda terá variado muito pouco, não havendo
necessidade de substituição da roda dentada.
Este tipo de desgaste da ponta não exige
substituição da roda dentada.

69
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Lado do sentido à frente Desgaste na rampa do dente


Causa: Operação normal para frente. Causa: Pinos e buchas desgastados
tempasso maior que o da roda
Efeito: Provoca desgaste no diâmetro
dentada.
externo da bucha.
Efeito: Menor vida útil da roda dentada,
Solução: Vire os pinos e buchas, troque a
pinos e buchas.
roda dentada instalada no lado
oposto da máquina, se o desgaste Solução: Vire os pinos e buchas para
do outro lado do dente não for restaurar o passo da esteira, troque
grande. o aro da roda; mude as rodas se um
lado está mais gasto que o outro.
Ilustração 3
Desgaste na raiz do dente
Causa: Deslizamento da bucha através da
raiz do dente da roda ou por
deslizamento lateral da bucha
2-69 através da raíz da roda dentada.
Efeito: Diminui o passo da roda dentada,
aumenta o desgaste da bucha.
Solução: Substitua o aro da roda dentada.

Ilustração 5
Lado do sentido a ré
Causa: Operação normal a ré.
Desgaste por
Efeito: Provoca desgaste no diâmetro encavalamento
externo da bucha. 2-71
Solução: Vire os pinos e buchas, troque a
roda dentada.

Desgaste de raiz

2-70

Ilustração 4

70
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Desgaste rotativo (ou desgaste do Desgaste na ponta do dente no


apoio) lado do sentido a ré
Causa: A bucha gira no dente da roda no Causa: Acúmulo de sujeira nas rodas ou em
topo da roda dentada - a maior parte volta das buchas força a bucha para
do desgaste ocorre na operação de cima no topo do lado do sentido a ré
sentido a ré, quando a força é já que é levado pela roda no sentido
suportada pela roda superior. Este para frente.
desgaste é mais severo quando
Efeito: Aumenta temporariamente o passo
operando em altas velocidades à ré
da roda; diminue a vida da roda e da
ou com cargas pesadas à ré.
bucha se a máquina operar nesta
Efeito: Desgaste rápido da bucha. condição por um período de tempo
prolongado. Normalmente esta
Solução: Opere na menor velocidade prática
condição ocorre somente quando a
a ré; se as forças a ré forem
roda, pino e buchas são novos. O
consistentemente maiores que as
problema é mini- mizado após
forças no sentido a frente, alterne as
algum desgaste interno e bucha.
rodas dentadas se o desgaste no
lado do sentido para frente não for Solução: Não se preocupe a menos que o
grande. pro-blema seja severo. O problema
também pode ser minimizado nunca
trocando a roda, pino e buchas ao
mesmo tempo.

Ilustração 6

2-72

71
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Desgaste lateral Desgaste do elo


Causa: Elos batendo devido a operação O desgaste do elo é ocasionado pelo contato
lateral em encostas; do rolete com a roda guia. O contato com o
desalinhamento ou esteira muito rolete provoca os rebaixos “A” e “C” na
folgada. ilustração abaixo. O contato com a roda movida
provoca o rebaixo “B”.
Efeito: A recuperação dos links pode ser
questionável.
Ilustração 9
Solução: Proteção guia na esteira, re-
alinhamento do chassi dos rolos.

2-75

2-73

Desgaste do assento do elo


Com o desgaste excessivo da haste, o elo pode
Ilustração 7
não segurar os pinos. Virar os pinos e buchas
pode não ser prático.
Ponta entalhada Verifique a folga de trabalho entre a flange do
Causa: Links em atrito no rolete traseiro da rolete e o assento do pino.
esteira, devido a operação lateral Com o desgaste dos links e das roscas do rolo
em encostas; desalinhamento ou esta folga é reduzida e sem uma manutenção
esteira muito folgada. adequada isso resultará no contato entre a
Efeito: A recuperação dos links pode ser haste e flange do rolo.
questionável, menor vida da roda
dentada.
Solução: Proteção de guia da esteira, re-
alinhamento do chassi dos roletes e
roda dentada.

2-76

2-74
Ilustração 10

Ilustração 8

72
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Conjunto dos roletes inferiores


O conjunto de rolos é composto de:
a. Rolos da esteira
b. Suporte dos rolos
2-77 c. Roda movida
O desgaste ocorre em dois lugares principais:
1. Contato com o trilho dos elos causa o
desgaste da rosca do rolete, mostrado na
Ilustração 11 figura superior do quadro abaixo.

Desgaste da proteção da guia 2. Operação em encostas causa desgaste na


flange do rolo, mostrado na figura inferior
Um desgaste do elo como este resulta do do quadro abaixo.
contato da lâmina de proteção de guia.

2-78

2-79
Ilustração 12

73
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Diagnóstico de desgaste dos Desgaste da flange


roletes Causa: Operação em encosta,
desalinhamento. Esteira folgada,
Desgaste da rosca flange batendo no assento do pino.

Causa: Desgaste normal. Efeito: Reduz a vida do elo; recuperação do


rolete pode ser questionável.
Efeito: A flange do rolo toca o assento dos
pinos do elo. Solução: Instale ou mantenha a proteção guia
da esteira; re-alinhe o suporte do
Solução: Recupere antes da flange bater no rolete; ajuste a esteira para diminuir
assento do pino. a folga; recupere os roletes.

2-81
2-80

74
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Roscas com desgaste fora de cen- Folga entre a flange do rolete e o


tro assento do pino
Causa: Desalinhamento do rolete, operação Se a proteção guia da esteira dificultar a
em encostas. medição entre o assento do pino até a flange do
rolete, é possível se obter a medida subtraindo-
Efeito: Redução da vida útil do elo;
se o desgaste do elo mais o desgaste do rolete,
recuperação do suporte do rolo
da folga quando novo.
questionável.
Por exemplo, se a folga é 17,2mm (0,69”), o
Solução: Realinhar o suporte do rolete;
desgaste no raio do rolo é 3,8mm (0,15”), e o
recuperar.
desgaste do elo é 4,6mm (0,18”), então a folga
do assento do pino é 17,5mm (0,69”) - 3,80mm
(0,15”) + 4,6mm (0,18”) ou 9,1mm (0,36”).

2-82

Como Medir o Desgaste do Rolete


Usando um calibrador grande, meça o
diâmentro da pista do rolete.
Coloque o calibrador contra uma escala de aço
para achar o diâmetro.
Compare o diâmetro da parte com desgaste
com a tabela de desgaste percentual para
determinar o desgaste do conjunto do rolete.

2-83

75
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Roda Guia Como medir o desgaste da pista


da roda guia
Verificação do desgaste da flange O desgaste da roda guia pode ser detectado
da roda guia por comparação da medida da altura da flange
Verifique as flanges da roda guia quanto a central com a nova altura mostrada na tabela de
desgaste excessivo. desgaste.

Desgaste em um lado somente significa que a Coloque o medidor de profundidade de base


roda guia está fora de centro. larga na flange central e pressione a escala de
medida até a superfície da rosca.
Corrija com calço de ajuste.
Compare esta medida com a tabela de
Desgaste excessivo em ambos os lados desgaste porcentual para determinar o
significa que a lâmina de desgaste ou calço não desgaste do conjunto da roda guia.
estão montados.
CUIDADO: se a flange central estiver gasta
A adição de calços pode corrigir o problema, ou não é possível obter uma medida precisa.
podem ser necessárias lâminas novas.
Outra causa provável para esse tipo de Desgaste do topo da flange
desgaste: o suporte do rolete pode estar fora de Causa: Acúmulo de sujeira em volta da roda
alinhamento ou operação contínua em encosta. guia causa ação abrasiva no topo da
flange da roda dentada.
Solução: O desgaste do topo da flange
normalmente não é crítico.
Entretanto, se o desgaste for
grande, recupere.

2-84

2-85

Desgaste da pista
Causa: Abrasão, desgaste normal.
Solução: Recuperar.

76
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Desgaste da lateral da flange


Causa: Operação em encosta,
desalinhamento.
Efeito: Reduz a vida útil do elo; a
recuperação da roda guia pode ser
questionada.
Solução: Instale ou mantenha as proteções
da guia da esteira; realinhe a roda
guia e o suporte do rolete; recupe a
roda guia.

2-86

Desgaste na lateral da flange

77
CAPÍTULO 2 Componentes Mecânicos

Anotações

_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________
_____________________________________ _____________________________________

78