Você está na página 1de 3

This text was translated from Portuguese to English by Google Translate

Statement by the Lima Group x The stab in the myth

Dear,

I'm sorry, but I could not resist, such INCOERENCE.

The video "A STAB AT THE MYTH", https://youtu.be/wB2VmdImof0 , published on


December 31, 2018, which is a narrated version of the original video "A stab at the myth
- Documentary", produced by Canal Treu Or Not, https://youtu.be/8hv1D6EgWfc ,
published on 22 December 2018, compels us to ask:

What ? Brazil, involved in so many scandals and doubts about the behavior
of its Democratic Institutions, was able to participate in the "Declaration of
the Lima Group", held in Quito, Peru, on January 4, 2019, under DIRECT
interference from the United States of America, whose news was
published on January 5, 2019 at 14:50 (Brasilia), by the website defesanat.
http://www.defesanet.com.br/ven/noticia/31658/Declaracao-do-Grupo-de-
Lima/.

I am sure that the issues raised in the video "A STAB AT THE MYTH" are
simplistic, from the point of view, of their respective "factual perceptions", although
they are too complex, under the point of view, of their "respective explanations",
since against "FACTS" there are no arguments.

This is premised on the fact that the "Declaration of the Lima Group", with an
unofficial translation, below partially reproduced, without fail to emphasize, that the
Government of the United States of America, INEXPLICABLY, participated, with
representatives "in loco", and through videoconference, where it initially appears:

"
The governments of Argentina, Brazil, Canada, Chile, Colombia, Costa Rica,
Guatemala, Guyana, Honduras, Panama, Paraguay, Peru and Saint Lucia,
before the beginning, on January 10, 2019, of the illegitimate presidential
Nicolás Maduro (2019-2025) in Venezuela, express the following:
"

Something, which refers me to my document "Brazilian DAMAGE WORSE than


the Venezuelan dictatorship", released on August 27, 2017, on page
http://www.militar.com.br/blog36829-DITADURA-Brasileira-PIOR-que-a-ditadura-
Venezuelana#.XDJlM1xKhPY , before the debacle, the illegal acts, the not order,
happened in the Elections of 2018, especially for the Position of President of the Republic,
where it is:


Within the context of "apparent legal normality", the Brazilian
DICTATORSHIP is more PERVERSE, more INOMINABLE, more
INTOLERABLE, more IMMORAL, than any concrete, "legal abnormality",
such as the Venezuelan Dictatorship, a instead, we live the
DESARTICULATION, and DESTRUCTURATION, of the BRAZILIAN
NATION, with the LOSS of any possible referential, NATIONAL
SOVEREIGNTY, where Public Patrimony, where Public and Private
Financial Resources, where the BLOOD of the BRAZILIAN PEOPLE, is
effectively being DELIVERED of "kissed hands", where it is only possible
to envisage as natural and undesirable its consequence a "CIVIL WAR",
with all its exacerbated developments.

Therefore, in my empirical understanding, the Government of the Federative


Republic of Brazil, in expressing itself so forcefully in relation to the ILLEGITIMITY of
the mandate of the President of Venezuela, intrinsically, makes itself available, abiding,
and accepting, IMMEDIATELY, that the International Community, if it also recognizes
that the mandate of the current president of Brazil is ILLEGITIMATE, and therefore, will
act, in the same symmetry, demanding the NECESSARY, and DUE, ATTITUDES, for
the Restoration of the Democratic State in the Federative Republic of Brazil.

Something, that WE HOPE THAT COMES TO OCCUR, in front of EVERYTHING


what is there.

Regards,
Plinio Marcos Moreira da Rocha
Rua Gustavo Sampaio nº112 apto. 603 – LEME – Rio de Janeiro – RJ – Brasil
Tel. Cel. +55 21 9 8618-3350

Original text

Declaração do Grupo de Lima x A facada no mito

Prezados,

Me desculpem, mas, não me foi possível resistir, a tamanha INCOERÊNCIA.

O vídeo “A FACADA NO MITO”, https://youtu.be/wB2VmdImof0 , publicado em 31


de Dezembreo de 2018, que é uma versão narrada do vídeo original “A facada no mito -
Documentário”, produzido pelo Canal Treu Or Not, https://youtu.be/8hv1D6EgWfc ,
publicado em 22 de Dezembro de 2018, nos obriga a questionar:

Como ? O Brasil, envolvido em tantos escândalos, em tantas dúvidas,


sobre o comportamento de suas Instituições Democráticas, pôde participar
da “Declaração do Grupo de Lima”, efetuada em Quito no Peru, em 04 de
Janeiro de 2019, sob interferência DIRETA dos Estados Unidos da
América, cuja notícia foi publicada em 05 de Janeiro de 2019 às 14:50
(Brasília), pelo site defesanat.
http://www.defesanet.com.br/ven/noticia/31658/Declaracao-do-Grupo-de-
Lima/.
Tenho certeza de que as questões levantadas, no vídeo “A FACADA NO MITO”,
são simplórias, sob o ponto de vista, de suas respectivas “percepções factuais”,
embora, sejam demasiadamente complexas, sob o ponto de vista, de suas
“respectivas explicações”, uma vez que, contra “FATOS” não há argumentos.

Tal, tem como premissa que a “Declaração do Grupo de Lima”, com Tradução
não oficial, abaixo parcialmente reproduzida, sem deixar de ressaltar, que o Governo dos
Estados Unidos das América, INEXPLICAVELMENTE, participou, com representantes
“in loco”, e através de videoconferência, onde inicialmente consta:

“Os governos de Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica,


Guatemala, Guiana, Honduras, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia, ante
o início, em 10 de janeiro de 2019, do mandato presidencial ilegítimo do
regime de Nicolás Maduro (2019-2025) na Venezuela, expressam o
seguinte:”

Algo, que me remete ao meu documento “DITADURA Brasileira PIOR que a


ditadura Venezuelana”, divulgado em 27 de Agosto de 2017, na página
http://www.militar.com.br/blog36829-DITADURA-Brasileira-PIOR-que-a-ditadura-
Venezuelana#.XDJlM1xKhPY , antes dos descalabros, dos despautérios, dos desmandos,
ocorridos nas Eleições de 2018, em especial para o Cargo de Presidente da República,
onde consta:

Dentro do contexto de “aparente normalidade jurídica”, a DITADURA


Brasileira é mais PERVERSA, é mais INOMINÁVEL, é mais
INTOLERÁVEL, é mais AMORAL, do que qualquer, concreta,
“anormalidade jurídica”, como, por exemplo, a Ditadura Venezuelana,
uma vez que, vivemos a DESARTICULAÇÃO, e a DESESTRUTURAÇÃO,
da NAÇÃO BRASILEIRA, com a PERDA de qualquer referencial possível,
de SOBERANIA NACIONAL, onde Patrimônio Público, onde Recursos
Financeiros Públicos, e Privados, onde o SANGUE do POVO
BRASILEIRO, esta, efetivamente, sendo ENTREGUE de “mãos beijadas”,
onde somente é possível vislumbrar como natural, e indesejável, sua
consequência, uma “GUERRA CIVIL”, com todos os seus exacerbados
desdobramentos.

Portanto, em meu empírico entendimento, o Governo da República Federativa


do Brasil, ao se manifestar, de forma tão contundente, em relação a ILEGITIMIDADE
do mandato do Presidente da Venezuela, intrinsecamente, se coloca, à disposição,
acatando, e aceitando, de IMEDIATO, que a Comunidade Internacional, caso também
venha reconhecer que o mandato do presidente ATUAL do Brasil é ILEGÌTIMO, e por
isso, venha a atuar, em mesma simetria, exigindo as NECESSÁRIAS, e DEVIDAS,
ATITUDES, para o Restabelecimento do Estado Democrático na República
Federativa do Brasil.

Algo, que ESPERAMOS QUE VENHA A OCORRER, frente a TUDO o que AÍ esta.

Atenciosamente,
Plinio Marcos Moreira da Rocha
Rua Gustavo Sampaio nº112 apto. 603 – LEME – Rio de Janeiro – RJ – Brasil
Tel. Cel. +55 21 9 8618-3350