Você está na página 1de 64

Funções inorgânicas

1. Qual a condição fundamental para que uma solução sela condutora de eletricidade?

2. Nos itens a seguir, escreva as equações de dissociação iônica das substâncias indicadas, de acordo com o
modelo:

3. A água destilada não conduz corrente elétrica, mas a água de torneira sim. Proponha uma explicação simples
para justificar esses comportamentos.

4. Utilizando-se uma aparelhagem para testar condutividades, .uma lâmpada acendeu intensamente quando foi
testada uma solução A, mas o brilho da lâmpada mostrou-se fraco no teste de outra solução, B. Proponha uma
hipótese para justificar esses resultados.

5, Analise as equações químicas seguintes, representando processos em meio aquoso:

Em seguida, associe cada processo a uma das descrições abaixo.


a) Dissociação molecular. Ocorre quando há simples separação de moléculas, sem formação de íons.
b) Dissociação iônica. Ocorre quando há separação de íons, já existentes na substância no estado sólido.
c) lonização. Ocorre quando há rupturas de ligações covalentes, com formação de íons.

6. Observe o modelo: Em função desse modelo, escreva as equações de


dissociação iônica das substâncias indicadas:

7. A respeito de substâncias denominadas ácidos, de acordo com o conceito de Arrhenius:


a) Qual o principal íon que caracteriza essas substâncias em soluções aquosas?
b) Observando as fórmulas dos ácidos mais comuns, notamos a presença somente de não-metais. Qual tipo de
ligação química deve unir os átomos nessas fórmulas?

8. Escreva as equações de ionização dos seguintes ácidos:

9. A respeito das bases, de acordo com o conceito de Arrhenius.


a) Em soluções aquosas, qual o íon característico substâncias?
b) O que é um indicador ácido-base?
c) Analisando as substâncias do nosso cotidiano, cite exemplos de um ácido e de uma base.
1
d) Represente as fórmulas das bases correspondentes aos cátions Cu +, Cu2+. Al3+

10. Escreva as equações de dissociação iônica das bases:


a) NaOH
b) KOH
c) Ca(OH)2

11. O principal componente da soda cáustica é o hidróxido de sódio, NaOH.


a) Uma solução de NaOH é eletrolítica? Justifique.
b) Em água, o hidróxido de sódio sofre dissociação iônica ou ionização? Justifique ..

12, (UFMG) A condução de eletricidade através de uma solução aquosa de cloreto de sódio é realizada pelo
movimento de:
a) elétrons. b) íons de cloreto de sódio.
c) moléculas de água. d) moléculas de cloreto de sódio.
e) prótons.

13. (UFPE) Considere a figura a seguir:

e as seguintes possibilidades para o líquido existente no interior do copo:


I) H2O
II) H20 + glicose
III) H2O + sal de cozinha
Qual a alternativa melhor descreve a condição da lâmpada?
a) Acesa em II e apagada nas demais.
b) Apagada em I e acesa nas demais.
c) Apagada em I e II.
d) Acesa em I, II e III.
e) Acesa em I e apagada nas demais.

14. (UNICAMP-SP) À temperatura ambiente, o cloreto de sódio (NaCl) é sólido e o cloreto de hidrogênio (HCl) é
um gás. Essas duas substâncias podem ser líquidas em temperaturas adequadas.
a) Por que, no estado líquido o NaCl é um bom condutor de eletricidade, enquanto no estado sólido não é?
b) Por que, no estado líquido, o HCl é um mau condutor de eletricidade?
c) Por que, em solução aquosa, ambos são bons condutores de eletricidade?

15. (UFMG) Observe a figura. Ela representa um circuito elétrico. O béquer contém água pura, à qual se adiciona
uma das seguintes substâncias:

Após essa adição, a lâmpada pode ou não acender. Indique quantas dessas substâncias fariam a lâmpada acender.
a) 5 b) 4 c) 3 d) 2 e) 1

2
16. (FUVEST-SP) Duas substâncias que, em solução aquosa, apresentam íons são:

17. As instruções da bula de um medicamento usado para reidratação estão resumidas no quadro a seguir:

Quais são as substâncias do medicamento que explicam a condução elétrica da solução do medicamento?
Justifique sua resposta.

18, (FGV-SP)Alguns compostos, quando solubilizados em água, geram uma solução aquosa que conduz
eletricidade. Dos compostos a seguir:

forma(m) solução aquosa que conduz eletricidade:


a) apenas I, IV e VI. d) apenas I e VI.
b) apenas I. IV. V e VI. e) apenas VI.
c) todos.

19. (UERJ) A experiência a seguir é largamente utilizada para diferenciar soluções eletrolíticas de soluções não-
eletrolíticas. °teste está baseado na condutividade elétrica e tem como conseqüência o acendimento da lâmpada.
A lâmpada acenderá quando no recipiente estiver presente a seguinte solução:

20. (PUC-SP) Algumas propriedades das substâncias W, X, Y e Z estão apresentadas a seguir:

3
Assinale a alternativa em que as substâncias apresentadas correspondem às propriedades Indicadas na tabela
anterior.
a) W = ácido acético; X = ferro; Y = álcool; Z = cloreto de sódio.
b) W = álcool;X = cloreto de sódio; Y = mercúrio; Z = grafite.
c) W = mercúrio; X = grafite; Y = ácido acético; Z = ferro.
d) W = álcool; X = ferro; Y = dióxido de carbono; Z = cloreto de sódio.
e) W = ácido acético; X = prata; Y = oxigênio; Z = grafite.

Observe a tabela a seguir

21. Quais são compostos iônicos?


22. Quais são compostos moleculares que se ionizam em água?

Ácidos
23. Escreva as fórmulas dos seguintes ácidos:
a) clorídrico g) nitroso
b) iodídrico h) fosfórico
c) cianídrico i) fosforoso
d) sulfúrico j) hipofosforoso
e) sulfuroso I) carbônico
f) nítrico

24. O elemento S, pertencente à família VI A, forma o ácido sulfúrico, cuja fórmula é H2SO4. O elemento Cr,
pertencente à família VI B, forma um ácido semelhante ao ácido sulfúrico: o ácido crômico. Sua fórmula é:

25. Escreva os nomes dos ácidos:

26. Sabendo que a fórmula do ácido fosfórico é H 3PO4 determine as fórmulas dos ácidos pirofosfórico e
metafosfórico.

27. Sabendo que, nos ácidos oxigenados (fórmula-base: HxEOy), os átomos de H ionizáveis estão ligados a
átomos de O, formando grupos - OH, e que todos os átomos de O estão ligados ao átomo de E, escreva as
fórmulas estruturais dos ácidos a seguir:

4
28. Equacione as ionizações dos seguintes ácidos:
a) ácido clorídrico b) ácido sulfúrico
c) ácido fosfórico d) ácido acético

29. (OSEC-SP) Considerando os oxiácidos H 2SO4, HClO4 e HClO, podemos dizer que a ordem correta quanto à
força decrescente de ionização é:

30. Faça a associação correta:

31. (CESGRANRIO-RJ) Com base na tabela de graus de ionização apresentada a seguir, podemos concluir que o
ácido mais forte é:

32. (UESPI) Sejamos seguintes ácidos, com seus respectivos graus de ionização (a): HClO 4 (a = 97%); H2SO4 (a
= 61 %); H3BO3 (a = 0,025%); H3PO4 (a = 27%); HNO3 (a = 92%).
Assinale a afirmativa correta:

33. Qual o ácido comumente usado na limpeza de edifícios para remover respingos de cal após a caiação (pintura
a cal)?

34. Qual o nome comercial do ácido clorídrico técnico (impuro)?

35. A azia é normalmente provocada por uma produção excessiva de determinado ácido. Qual é o nome e quais
são as fórmulas (molecular, estrutural e eletrônica) desse ácido?

5
36. Qual o nome e qual a fórmula do ácido que tinha sua produção e seu consumo usados como referencial para
avaliar o grau de desenvolvimento industrial de um país?

37. Qual o ácido que, devido à sua enérgica ação desidratante, destrói a pele e outros tecidos do nosso corpo?
38. Qual o ácido usado nas baterias dos automóveis? Escreva a fórmula de todos os íons que podem ser
encontrados em uma solução aquosa desse ácido.

39. Qual o ácido que carboniza os açúcares, o papel, o algodão e a madeira?

40. Qual dos compostos a seguir tem grande aplicação na fabricação de explosivos?

41. (FUVEST-SP) Reescreva a frase, completando-a: "A água da chuva em ambientes não poluídos, na ausência
de raios e relâmpagos, é ácida devido à dissolução do ... , que dá origem ao ácido ... " .

42. Estabeleça a relação correta entre os ácidos

e os usos, as ocorrências e as características dadas no quadro a seguir:


I) Chuva ácida em ambiente não poluído, na ausência de raios e relâmpagos.
II) Chuva ácida em ambiente não poluído, na presença de raios e relâmpagos.
III) Chuva ácida em ambiente poluído.
IV) Fabricação de fertilizantes.
V) Corrosão de vidro.
VI) Câmara de gás.
VII) Queimaduras na pele.
VIII) Suco gástrico.
IX) Vinagre.
X) Ácido muriático.
XI) Cheiro de ovo podre.
XII) Refrigerantes.
XIII) Desidratante.
XIV) Cheiro de amêndoas amargas.
XV) Bateria de automóvel.
XVI) Fabricação de explosivos.

43. (USJr-SP) O ácido cianídrico é o gás de ação venenosa mais rápida que se conhece: uma concentração de
0,3mg por litro de ar é imediatamente mortal. É o gás usado nos Estados americanos do Norte que adotam a pena
de morte por câmara de gás. A primeira vítima foi seu descobridor, Carl Wilhelm Scheele, que morreu ao deixar
cair um vidro contendo solução de ácido cianídrico. cuja fórmula molecular é:
a) HCOOH d) HCNO b) HCN e) H4Fe(CN)6 c) HCNS

44.(UEG-GO) Por muito tempo, na maioria das escolas, as aulas de Química eram ministradas apenas sob forma
de transmissão de conteúdos. Nos dias atuais, muitos professores utilizam a experimentação para enriquecerem
suas aulas. Uma professora realizou junto com seus alunos as experiências da figura 1:

6
A seguir os alunos fizeram as seguintes afirmações:
I) A solução de água e açúcar é considerada uma solução eletrolítica.
II) A solução de água e sal permite a passagem de corrente elétrica.
III) As substâncias moleculares como HCl, NaCl e C12H22O11, quando dissolvidas em água, sofrem ionização.
IV) Água e ácido sulfúrico, quando puros, praticamente não conduzem corrente elétrica, porém uma solução de
H2SO4 em água é uma boa condutora de eletricidade.
Assinale a alternativa CORRETA:
a) Apenas as afirmações I, II e III são verdadeiras.
b) Apenas as afirmações I e III são verdadeiras.
c) Apenas as afirmações II e IV são verdadeiras.
d) Todas as afirmações são verdadeiras.

45. (G1-CFTCE) Todas as afirmativas sobre ácidos fortes estão corretas, EXCETO:
a) reagem com bases, produzindo sal e água.
b) reagem com zinco, formando gás hidrogênio.
c) são eletrólitos fracos.
d) são solúveis em água.
e) conduzem corrente elétrica em solução aquosa.

46. (UNESP) Ácidos instáveis são ácidos que se decompõem parcial ou totalmente sob condições normais de
temperatura e pressão, formando, quase sempre, como produtos de decomposição, água líquida e um gás. Entre os
pares de ácidos relacionados, é constituído apenas por ácidos instáveis:

47. (UFU-MG) Sabendo-se que uma solução aquosa de ácido fosforoso (H3PO3) é boa condutora de eletricidade,
e que o ácido fosforoso é classificado como um diácido, pede-se:
a) As etapas do processo de ionização do ácido, indicando as equações de suas etapas e a equação global.
b) A fórmula estrutural do ácido fosforoso. Indique, por meio de círculos, quais são os hidrogênios ionizáveis
neste ácido.

48. (CFfMG) O composto resultante da reação entre um anídro e água pertence à função química:
a) sal. b) óxido. c) ácido. d) hidróxido.

49. (CFfMG) Uma substância tem fórmula HNO2. A função química


a que pertence, o nome e o tipo de ligação que o hidrogênio
apresenta nessa substância são, respectivamente
a) ácido, ácido nítrico, cova lente apoiar.
b) óxido, ácido nítrico, cova lente apoiar.
7
c) óxido, ácido nitroso, covalente polar.
d) ácido, ácido nitroso, covalente polar.

50. (UFSM-RS) Associe a 2ª coluna à 1ª, considerando os ácidos.

A seqüência das combinações corretas é


a) 1e - 2f - 3a - 4h - 5b - 6j - 7g - 8d. b) 1f - 2e - 3b - 4j - 5h - 6i - 7k - 8c.
c) 1b - 2e - 3f - 4i - 5j - 6h - 7g - 8d. d) 1e - 2b - 3f - 4j - 5i - 6h - 7k - 8d.
e) 1f - 2b - 3a - 4h - 5j - 6i - 7g - 8c.
51. (CFfCE) Analise as afirmações a seguir:
I) O processo KBr  K+ + Br-: representa uma ionização.
II) Uma solução composta de H2O e NaCl pode ser chamada de solução eletrolítica.
III) Ácidos fortes pertencem à classe de compostos denominados genericamente de eletrólitos fortes.
Está(ão) CORRETA(s) a(s) afirmativa(s):
a) I. b) II. c) III. d) II,III e) I, II, III.

52. (UNESP) Algumas substâncias, quando dissolvidas em água, reagem produzindo íons em solução. Dentre
estas substâncias, algumas são muito comuns: cloreto de hidrogênio (HCl) e cloreto de sódio (NaCl).
Considerando as interações destas substâncias com a água, individualmente, escreva as equações químicas para as
reações que envolvem:
a) a dissociação dos íons existentes no composto originalmente iônico.
b) a ionização da substância que originalmente é um composto covalente.

Bases

53. Considere os seguintes cátions: ;


Escreva as fórmulas de suas bases e seus respectivos nomes.

54. Dada a seguinte nomenclatura:


a) hidróxido ferroso ou ferro II
b) hidróxido cuproso ou cobre I
c) hidróxido de magnésio
d) hidróxido de potássio
e) hidróxido plúmbico ou chumbo IV
f) hidróxido plumboso ou chumbo II
Escreva as fórmulas das bases e classifique-as de acordo com o número de OH. -

55. As equações a seguir mostram a dissociação, em água, dos hidróxidos de sódio e de alumínio:

Equacione as dissociações, em água, dos seguintes hidróxidos:


a) hidróxido de lítio
b) hidróxido de estrôncio
8
c) hidróxido de ferro II
d) hidróxido de ferro III

56. (FEEQ-CE) A formação de hidróxido de alumínio. Resultante da reação de um sal desse metal com uma base.
pode ser representada por:

57. (FIAM-SP) A equação que representa corretamente a dissociação iônica de uma substância de fórmula
M(OH)x é:

58. Qual das bases a seguir é considerada uma base solúvel. porém fraca?
a) NaOH b) AgOH c) Mg(OH)2 d) NH4OH e) Sn(OH)4

59. Dadas as bases a seguir. indique quais são fortes ou fracas.


a) KOH b) NH4OH c) Ca(OH)2 d) AgOH e) Fe(OH)3

60. O esquema mostra uma aparelhagem utilizada para testar a força de eletrólítos:

Quando uma substância X é adicionada ao frasco com água. verificamos que. dependendo da natureza de X.
podem ocorrer três fenômenos: .
I) a lâmpada acende com brilho intenso II) a lâmpada acende com brilho fraco
III) a lâmpada não acende
Considere que X seja hidróxido de:
a) amônio f) alumínio
b) sódio g) cobre II
c) potássio h) ferro II
d) cálcio i) ferro 111
e) bário
Escreva as fórmulas e indique o comportamento da lâmpada em cada um dos casos.

61. Considere a ionização total do ácido fosfórico (H 3PO4):

Identifique a alternativa que apresenta uma base que. Na sua dissociação total. produz o mesmo número de íons.
por fórmula. que o ácido fosfórico:
a) hidróxido de sódio d) hidróxido de alumínio
b) hidróxido de cálcio e) hidróxido de bário
c) hidróxido de prata

9
62. (FUVEST-SP) Verifica-se alteração na cor do chá-mate ao se adicionarem gotas de limão.
a) Como isso se explica?
b) Como retornar à cor original?
Conselho: Não beba o chá ao fim da experiência!

63. (FUVEST-SP) Identifique a alternativa que apresenta dois produtos caseiros com propriedades alcalinas
(básicas).
a) detergente e vinagre. b) sal e coalhada.
c) leite de rnaqnésia e sabão. d) bicarbonato e açúcar.
e) Coes-Cota e água de cal.

64. Considere o seguinte esquema:

Determine a cor que a solução de repolho-roxo apresentará na presença de:


a) suco de laranja. d) soda cáustica.
b) soda limonada. e) leite de magnésia.
c) vinagre. f) Ajax.

65. O desentupimento de ralos e pias pode ser feito usando-se uma determinada substância X. que tem a
propriedade de transformar em sabão a gordura responsável pelo entupimento. Dê o nome e a fórmula da
substância X.

66. O óxido de cálcio (CaO), também conhecido por cal viva. Reage com a água e dá origem ao hidróxido de
cálcio. Equacione essa reação e cite uma aplicação para o produto obtido.

67. Indique o nome e a fórmula de uma base muito comum usada como antiácido estomacal. Explique a sua ação
no estômago e justifique a não utilização da soda cáustica para esse fim.

68. É uma base considerada fraca. sofre ionização em meio aquoso e é volátil. Essas características são atribuídas
a qual das bases a seguir?
a) NaOH b) Al(OH)3 c) Ca(OH)2 d) NH4OH e) CuOH

69. Estabeleça a relação correta entre as bases dadas a seguir.

Dê os usos e as ocorrências de cada uma.


a) Usada na preparação da argamassa.
b) Produzida a partir do NaCl.
c) Comercializada como leite de magnésia.
d) Base fraca. que só existe em solução.

70. (FUVEST-SP) "Sangue de diabo" é um líquido vermelho que logo se descora ao ser aspergido sobre roupa
branca. Para preparar "sangue de diabo" adiciona-se fenolftaleína a uma solução do gás NH3 em água.
a) Por que o "sangue de diabo" é vermelho?
b) Explique por que a cor desaparece.

71. (FUVEST-SP) Paredes pintadas com cal extinta (apagada). com o tempo. ficam recobertas por uma película
de carbonato de cálcio. devido à reação da cal extinta com o gás carbônico do ar. A equação que representa essa
reação é:
10
72. (UNISINOS-RS) Um aluno. trabalhando no laboratório de sua escola. deixou cair uma certa quantidade de
solução alcoólica de fenolftaleína sobre um balcão que estava sendo limpo com sapólio, olocal onde caiu a
fenolftaleína adquiriu. quase imediatamente. uma coloração violácea.
Esse aluno. observando a mancha violácea. concluiu que:
a) o sapólio deve ser um meio ácido.
b) o sapólio deve ser um meio alcalino.
c) o sapólio deve ser um meio neutro.
d) o sapólio tem características de um sal.
e) a fenolftaleína removeu o sapólio do local.

73. Urtiga é um nome genérico dado a diversas plantas da família das Urticáceas. cujas folhas são cobertas de
pêlos finos, os quais, em contato com a pele, liberam ácido fórmico (H 2CO2), produzindo uma irritação. Cite dois
produtos de uso doméstico que podem ser utilizados para diminuir essa irritação. Justifique sua resposta.

74. (UFRGS-RS) Aos frascos A, B e C, contendo soluções aquosas incolores de substâncias diferentes, foram
adicionadas gotas de fenolftaleína. Observou-se que só o frasco A passou a apresentar coloração
rósea. Identifique a alternativa que indica substâncias que podem estar presentes em B e C.

75. (FATEC-SP) Leia atentamente a seguinte notícia publicada em jornal:


ALUNOS TOMAM SODA CÁUSTICA DURANTE AULA E PASSAM MAL
Dezesseis alunos de uma escola particular de Sorocaba, interior de São Paulo, foram internados após tomar soda
cáustica durante uma aula de química. Os alunos participavam de um exercicio chamado "teste do sabor": já
haviam provado limão, vinagre e leite de magnésia e insistiram em provar a soda cáustica, produto utilizado na
limpeza doméstica. Em pouco tempo, os alunos já começaram a sentir os primeiros sintomas: ardência na língua e
no estômago, e foram encaminhados ao Hospital Modelo da cidade.
(Adaptado de Diário do Grande ABC OnLine. 19/09/2005.)
Sobre essa notícia. foram feitas as seguintes afirmações:
I) Os produtos ingeridos pelos alunos (limão. vinagre. Leite de magnésia e soda cáustica) são todos ácidos e. por
isso. corrosivos.
II) Tanto o leite de magnésia como a soda cáustica são compostos alcalinos.
III) A soda cáustica (NaOH) é uma base forte; o leite de magnésia (suspensão de Mg(OH) 2) é uma base fraca. Isto
ajuda a entender por que o leite de magnésia pode ser ingerido. mas a soda cáustica não.
Dessas afirmações.
a) apenas I é correta.
b) apenas II é correta.
c) apenas III é correta.
d) II e III são corretas.
e) I e III são corretas.

11
76. (CITCE) Observe as substâncias a seguir:

Podemos afirmar corretamente que, em solução aquosa são bases de Arrhenius:


a) 1 e 3 b) 1 e 4 c) 4 e 5 d) 3 e 4 e) 2 e 4

Sal

77. Exercício resolvido O minério conhecido como brazilianita apresenta a seguinte fórmula:
. Qual é a quantidade de hidroxila (OH-) por fórmula desse minério?
Resolução

78. (PUCCAMP-SP) O salitre do Chile. NaNO3. utilizado como fertilizante. pertence à função:
a) sal b) base c) ácido d) óxido ácido I e) óxido básico

79. Os compostos a seguir são. respectivamente:AgNO 3 NH4OH HClO4


a) sal. base. base. d) sal. base. ácido.
b) ácido. base. sal. e) ácido. sal. ácido. c) base. sal. base.

80. (MACK-SP) Identifique o item que contém apenas sais:

82. Os sais em água sofrem dissociação. Observe um exemplo:


. Escreva a equação que representa a dissociação dos seguintes sais:

83. (FUVEST-SP) A seguir aparecem os nomes alquímicos e os nomes modernos de três compostos químicos:
• natro - carbonato de sódio
• sal de Epson - sulfato de magnésio
• sal de Glauber - sulfato de sódio. O elemento químico comum às três substâncias é:
a) H b) Na c) S d) C e) O
12
84. (FUVEST-SP) Considere as seguintes espécies químicas:

Qual das fórmulas a seguir é correta?

85. (UNESP) Um elemento metálico M forma um sulfato de fórmula MSO4. A fórmula do seu fosfato será:

86. (FGV-SP) Uma solução obtida pela adição de sulfato de alumínio e nitrato de amônio sólidos à água contém
os íons:

As substâncias citadas podem ser representadas pelas fórmulas:

87. (FUVEST-SP) Molibdato de amônio é usado como fonte de molibdênio para o crescimento das plantas.
Sabendo que esse elemento. de símbolo Mo. pertence à mesma família do crôrnio, Cr. e que a fórmula do íon

cromato é . a fórmula do molibdato de amônio é:

88. (UFRJ) Os fertilizantes com potássio são muito utilizados na agricultura. As formas mais comuns de
fertilizantes são o c1oreto. o sulfato. o nitrato e o fosfato de potássio. Suas fórmulas moleculares são
representadas. respectivamente. por:

89. (USJT-SP) O papel sulfite, ou sulfito, tem esse nome porque o tratamento final do papel envolve o sulfito de
sódio, cuja fórmula molecular é:

90. (PUCCAMP-SP) O líquido de Dakin. utilizado como antiséptico. É uma solução diluída de NaClO. ou seja:
a) perclorato de sódio. d) clorato de sódio.
b) hipoclorito de sódio. e) clorito de sódio.
c) cloreto de sódio.

13
91. (PUCCAMP-SP)O fosfato de cálcio. utilizado na obtenção de fertilizantes. É um derivado do H 3PO4. Assim.
sua fórmula é:

92. (ESPM-SP) Colocamos fermento químico na massa de um bolo para que ele cresça e tique macio. Isso se
deve à formação de um gás no interior da massa. Qual é o nome desse gás?

93. (UNICAMP-SP) Um fermento químico utilizado para fazer bolos é o sal bicarbonato de amônio. também
chamado carbonato ácido de amônia. Quando aquecido. esse sal se decompõe em dióxido de carbono (gás
carbônico). Amônia e água. Escreva a equação química desse processo. e explique como essa reação favorece o
crescimento do bolo.

94. (UNICAMP-SP) A irrigação artificial do solo pode ser feita de várias maneiras. A água utilizada para a
irrigação é proveniente de lagos ou rios e contém pequenas quantidades de sais dissolvidos. Sabe-se, desde a mais
remota antiguidade, que a irrigação artificial intensa pode levar à salinização do solo, tornando-o infértil,
principalmente em locais onde há poucas chuvas. Em regiões onde chove regularmente, de modo a não ser
necessária a irrigação, a salinização não ocorre.
a) Como se pode explicar a salinização do solo?
b) Por que a água da chuva não provoca salinização?

95. Faça a associação correta.

96. (FUVEST-SP) Quando se adiciona uma solução aquosa de um ácido forte a uma solução aquosa de uma base
forte ocorre a reação:

97. Equacione as reações de neutralização total.

98. (MACK-SP) Na reação de neutralização total do ácido sulfídrico com o hidróxido de potássio há formação de
sal e água. Identifique a alternativa que contém a fórmula e o nome correto deste sal.
a) K2S04 - sulfato de potássio b) K2S03 - sulfito de potássio
c) KS - sulfeto de potássio d) K2S - sulfato de potássio e) K2S - sulfeto de potássio
14
Óxidos

99. Dê a fórmula dos seguintes óxidos:


a) monóxido de carbono. b) dióxido de nitrogênio.
c) monóxido de dinitrogênio. d) trióxido de difósforo.
e) pentóxido de difósforo. f) heptóxido de diiodo.

100. Dê a fórmula dos seguintes óxidos:


a) óxido de lítio. b) óxido de bário.
c) óxido de ferro II(ferroso). d) óxido de ferro III(férrico).
e) óxido de chumbo II(plumboso).

102. (UFSC) Selecione, das opções a seguir, aquelas que apresentam somente sais e as que apresentam somente
óxidos. Escreva nos parênteses a soma dos itens corretos.

103. (PUCCAMP-SP) Al2O3, CaF2 e HCl são, respectivamente, componentes da bauxita, da f1uorita e de material
para limpeza. O nome e a função química a que pertencem esses compostos são:
a) (Al2O3) peróxido de alumínio, base; (CaF2) f1uoreto de cálcio, sal; (HCl) hidretode cloro, base.
b) (Al2O3) óxido de alumínio 11,óxido; (CaF2) f1uoreto de cálcio, sal; (HCi) cloreto de hidrogênio, sal.
c) (Al2O3) hidróxido de alumínio, base; (CaF2) fosfeto de cálcio, sal; (HCl) gás clorídrico, ácido.
d) (Al2O3) peróxido de alumínio, óxido; (CaF 2) fosfato de cálcio, sal; (HCl) cloreto de hidrogênio, sal.
e) (Al2O3) óxido de alumínio, óxido; (CaF2) fluoreto de cálcio, sal; (HCl) cloreto de hidrogênio, ácido.

104. (FMP-SP) Os elementos carbono e alumínio podem se combinar com o oxigênio, originando os compostos:

15
105. (MACK-SP) A ferrugem é uma mistura de hidróxido e óxido de Fe2+ e Fe3+. A alternativa que apresenta a
formulação correta de duas dessas substâncias é:

106. (MACK-SP) As fórmulas corretas dos óxidos normais obtidos da combinação do oxigênio com o silício e da
combinação do oxigênio com o magnésio são, respectivamente:

107. (FUVEST-SP) Em lâmpadas descartáveis de flash fotográfico, a luminosidade provém da reação de


magnésio e oxigênio no bulbo de vidro. Após a utilização, pode-se afirmar, do produto formado e da massa total
da lâmpada:
a) É um sal de magnésio e a massa aumenta.
b) É um sal de magnésio e a massa permanece constante.
c) É um óxido de magnésio e a massa aumenta.
d) É um óxido de magnésio e a massa permanece constante.
e) É um óxido de magnésio e a massa diminui.

108. (UERJ) As fotocélulas são dispositivos largamente empregados para acender lâmpadas, abrir portas, tocar
campainhas etc. °seu mecanismo baseia-se no chamado "efeito fotoelétrico", que é facilitado quando se usam
metais com energia de ionização baixa. Os metais que podem ser empregados
para esse fim são: sódio, potássio, rubídio e césio.
a) De acordo com o texto anterior, cite o metal mais eficiente para a fabricação de fotocélulas, indicando o nome
da família a que ele pertence, de acordo com a Tabela de Classificação Periódica.
b) Escreva a fórmula mínima e o nome do composto formado pelo ânton O2- e o cátion potássio.

109. (CE5GRANRIO-RJ) As indústrias de produção de vidro utilizam a areia como principal fonte de sílica
(SiO2), para conferir o estado vítreo. Utilizam. ainda. com a finalidade de reduzir a temperatura de fusão da sílica,
os fundentes Na2O. K2O e Li2O. A escolha dos óxidos de Sódio, de potássio e de lítio, para reagir com a sílica e
dar origem a um produto vítreo de menor ponto de fusão. deve-se ao fato de esses óxidos manifestarem caráter:
a) básico. b) neutro. c) ácido. d) misto. e) anfótero.

110. Equacione a reação entre o Na2O com:


a) água; b) ácido clorídrico c) ácido sulfúrico.
:
111. Equacione a reação entre o BaO com:
a) água: b) ácido nítrico c) ácido fosfórico.

112. (UFRJ) A reação de hidratação de um certo óxido é representada


pela equação:
em que X é um elemento desconhecido.
a) Classifique o óxido X2O.
b) Equacione a reação entre X2O e HCl.

113. (FUVEST-SP) Cal viva é óxido de cálcio (CaO). a) Escreva a equação da reação da cal viva com a água. b)
Por que, na agricultura, a cal viva é adicionada ao solo?

16
114. Complete as reações:

115. (FUVEST -SP) Quando se sopra por algum tempo em água de cal, observa-se a formação de um sólido
branco. A equação química que representa esse fenômeno é:

116. (FUVEST-SP) A respiração de um astronauta numa nave . espacial causa o aumento da concentração de
dióxido de carbono na cabine. °dióxido de carbono é continuamente eliminado através de reação química com
reagente apropriado.
Qual dos reagentes a seguir é o mais Indicado para retirar o dióxido de
carbono da atmosfera da cabine?
a) Ácido sulfúrico concentrado. b) Hidróxido de Iftio.
c) Ácido acético concentrado. d) Água destilada. e) Feno!.

117. (UNICAMP-SP) Nitrogênio (N2). oxigênio (O2). Argônio (Ar).


dióxido de carbono (CO2) e vapor d'água são os principais componentes do
ar. Quando o ar é borbulhado em uma solução de hidróxido de cálcio.
Ca(OH) 2. forma-se um precipitado branco de carbonato de cálcio.
a) A qual desses componentes do ar se deve essa reação?
Escreva a equação química correspondente.
b) Quais íons estão presentes no precipitado branco?

118. (UNESP)
a) Escreva as equações das reações de óxido de potássio com água e de trióxido de enxofre com água.
b) Classifique os óxidos.
c) Escreva a equação da reação entre os produtos formados nas reações dos dois óxidos com água.

119. (MACK-SP) Na equação:


não se encontra a fórmula de um:
a) hidróxido. b) ácido. c) sal. d) óxido. e)composto molecular.

120. (MACK-SP) Soprando ar, através de um canudo introduzido num tubo de ensaio que contém água de barita,
Ba(OH)2. verifica-se que a solução se turva, pela formação de um precipitado branco. O precipitado e o gás que
provoca a sua formação são, respectivamente:

17
121. (CESGRANRIO-RJ) Os principais poluentes do ar nos grandes centros urbanos são o gás sulfuroso (SO 2) e
o monóxido de carbono (CO). O SO2 é proveniente das indústrias que queimam combustíveis fósseis (carvão e
petróleo). Já o CO provém da combustão incompleta da gasolina em veículos automotivos desregulados.
Sabendo-se que o SO2 (causador da chuva ácida) e o CO (causador de inibição respiratória) são óxidos, suas
classificações são. respectivamente:
a) anfótero e neutro. b) básico e ácido. c) ácido e anfótero.
d) ácidO e básico. e) ácido e neutro.

122. (FATEC-SP) Dois eletrodos conectados a uma lâmpada são imersos em solução de Ca(OH) 2 (água de cal).
A lâmpada se acende com luz intensa. Com um canudo de plástico assopra-se o ar expirado nessa solução.
Ca(OH)2. A medida que o ar é assoprado, um sólido branco vai-se depositando no fundo do béquer e a luz vai
enfraquecendo, até se apagar. .
Tais fatos são devidos:
a) à dissolução do gás CO do ar expirado.
b) à evaporação dos íons H+ e OH- provenientes da água.
c) à precipitação do sólido CaCO3, que reduz a quantidade de íons na solução.
d) à dissolução do gás O2 do ar expirado.
e) ao aumento da concentração de íons H+ e OH- da água.

123. (MACK-SP)
Nas equações anteriores, do comportamento mostrado
pelos óxidos, conclui-se que:
a) CO é um óxido neutro ou indiferente.
b) K2 O é um óxido ácido.
c) N2 O5 é um óxido duplo ou misto.
d) N2 O5 é um óxido básico.
e) K2 O é um peróxido.

124. (UNIRIO-RJ) Os grãos arrancados das dunas do deserto do Saara, no continente africano, sobem para a
atmosfera e formam um verdadeiro continente flutuante, de quilômetros de extensão. Ao refletir a radiação do Sol
de volta para o espaço, a areia faz o papel de filtro solar, contrabalançando o aquecimento do planeta, chamado de
efeito estufa.
(Superínteressante n2 9, setembro de 1997. p. 12.)
Considerando que a areia é basicamente formada por SiO 2, assinale a opção que contenha o óxido com a mesma
classificação do SiO2.
a) BaO b) CaO c) Cl2O7 d) H2O2 e) Li2O

125. (CESGRANRIO-RJ) Discute-se ultimamente os distúrbios ecológicos causados pelos poluentes ambientais.
A chamada "chuva ácida" constitui-se num exemplo das conseqüências da poluição da atmosfera. em que a
formação de ácidos pode ser obtida a partir da dissolução de certas substâncias na água da chuva. Dentre as
substâncias passíveis de formar ácidos. quando adicionadas à água. podemos citar:
a) Na2O b) SO3 c) Al2O3 d) CaO e) BaO

126. (UNSB-BA) O termo alcalino vem de álcali. que significa cinzas de plantas. pois essas cinzas são ricas em
compostos alcalinos. Se forem colocadas cinzas de plantas em um tubo de ensaio contendo solução de
fenolftaleína, essa solução torna-se rósea. Se for adicionada solução de
bateria. gota a gota. ao mesmo tubo de ensaio. a coloração rósea desaparece e volta a ser incolor.
Com base nessas informações. é correto afirmar:
I) Borbulhando-se CO2 em solução de fenolftaleína. Ela se torna rósea.
II) Borbulhando-se SO3(g) em solução de fenolftaleína. ela permanece incolor.

18
RESPOSTAS

FUNÇÕES INORGÂNICAS

19
20
Massa Atômica, Massa Molecular, Mol e Massa Molar

1. O boro existe na natureza sob forma de isótopos B10 e B11, na proporção de 20% e 80% respectivamente. Calcular
a massa atômica relativa desse elemento.

2. Se um elemento químico existisse na natureza sob forma de isótopos 50, 52 e 53, sendo 40% e 20% dos dois
primeiros respectivamente, qual deveria ser sua massa atômica relativa?

3. O magnésio apresenta três isótopos naturais; 24Mg, 25Mg e 26Mg. Os dois primeiros existem na proporção de 80% e
10%, respectivamente. Qual é a massa atômica desse elemento químico?
40
4. Se um elemento químico hipotético X, de massa atômica 44, fosse constituído pelos isótopos X e 45X, quais
deveriam ser as porcentagens de cada isótopo?

5. Se um elemento químico B, de massa atômica 56,9 existisse sob forma de dois isótopos, sendo 30% do 59B, qual
seria o outro isótopo?
80 88
6. Se um elemento químico Y fosse constituído pelos isótopos Y e Y, e sua massa atômica fosse 85, quais
deveriam ser as porcentagens de cada isótopo?
63
7. A massa atômica do cobre é 63,6 e este elemento possui dois isótopos naturais, sendo um deles o Cu na
proporção de 70%. Qual é o outro isótopo natural do cobre?

8. Em que proporção deveriam existir os dois únicos isótopos 54X e 56X de um elemento hipotético X, se sua massa
atômica relativa fosse 54,3?

9. Existem quatro isótopos naturais do chumbo, de massas atômicas 204, 206, 207 e 208, na proporção de 1,4%,
24,1%, 22,1% e 52,4% respectivamente. Determine a massa atômica relativa do chumbo?

10.O elemento lítio possui massa atômica relativa 6,93 e existe na natureza sob forma de isótopos 6Li e 7Li. Em que
porcentagem estes isótopos coexistem?

11. Determine as massas moleculares das substâncias abaixo:


a) N2. g) Ca(ClO3)2.
b) CO2. h) (NH4)2SO4.
c) HNO3. i) Ca3(PO4)2.
d) H2SO4. j) Al(OH)3
e) C6H12O6.
f) Ca(OH)2.

12.A magnetita, um minério do qual se extrai ferro possui fórmula molecular Fe3Ox e sua massa molecular é 232u.
Determine o valor de x e escreva a fórmula molecular correta da magnetita.

13. O DDT, um inseticida largamente utilizado durante décadas e altamente tóxico, possui fórmula molecular
C14H9Clx e massa molecular 354,5u. Determine o valor de x.

14. A fórmula molecular do octano, um dos componentes da gasolina, obedece à proporção CnH2n+2 e sua massa
molecular é 114u. Qual a fórmula do octano?

15. Quantos átomos há em 0,2mol de carbono?

16. Qual a massa de 3.1025 átomos de ferro?

17. Determinar a massa de 2. 10-4 mol de cálcio?

18. Qual a quantidade, em mol, de 0,48g de carbono?

19. Qual a massa de 1,8mol de metano (CH4)?


21
20. Qual a quantidade, em mol, de 2,64g de gás carbônico?

21. Qual a massa de 3 . 1020 moléculas de glicose (C6H12O6)?

22. Calcule quantas moléculas há em 0,7 mol de uma substância?

23. Em uma proveta mediram-se 231ml de ácido nítrico. Sabendo-se que a densidade dessa substância é 1,5 g/ml,
calcule quantas moléculas há nessa amostra?

24. Em quantos mols de uma substância há 1,5 . 1020 moléculas?

25. Quantos átomos há em 80g de gás hidrogênio (H2)?

26. Qual a quantidade, em mol, de 29,4g de H2SO4?

27. Em que massa de metano (CH4) encontramos 3 . 1027 átomos?

28. (UNICAMP) Um medicamento contém 90mg de ácido acetilsalicílico (C9H8O4) por comprimido. Quantas
moléculas dessa substância há em cada comprimido?

29. (FUVEST) Em uma amostra de 1,15g de sódio, o número de átomos é igual a


a) 6,0 x 1023. b) 3,0 x 1023. c) 6,0 x 1022.
22
d) 3,0 x 10 . e) 1,0 x 1022.

30. Quantos átomos estão contidos em uma amostra de 90g de água?

31. Quantos átomos de oxigênio existem em 0,245g de H2SO4?

32. (FUVEST) Determinado óxido de nitrogênio é constituído de moléculas de N2Ox. Sabendo-se que 0,152g do
óxido contém 1,20 x 1021 moléculas, o valor de x é:
a) 1. b) 2. c) 3. d)4. e) 5.

33. 1,2 . 1021 moléculas de uma substância pesam 8,4 . 10-2g. Qual a massa molar dessa substância?

34. Qual a massa de um sistema que contém 3 . 1023 moléculas de ácido sulfúrico misturadas com 3,6 mol de C2H6?

35. (FUVEST) O número de átomos de cobre existente em l0-8g desse metal é, aproximadamente:
a) 108. b) 1012. c) 1014. d) 1020. e) 1031.

36. (ESAL-MG) Cerca de 18% do corpo humano provém de átomos de carbono, presentes em diversos compostos.
Considerando uma pessoa de peso igual a 50kg, o número de mol de carbono do indivíduo é:
a) 0,5 x 103. b) 0,75 X 103. c) 1,0 X 103. d) 1,25 X 103. e) 1,5 x 103.

37. (MACKENZIE) O peso de um diamante é expresso em quilates. Um quilate, que é dividido em 100 pontos,
equivale a.200mg. O número de carbono existente em um diamante de 25 pontos é de:
a) 25 x 1020. b) 50 x 1023. c) 50 x 1020. d) 200 X 1023. e) 25 x 1023.

38. (E.E.MAUÁ) Quantas gotas de água são necessárias para conter 1024 átomos? Dados:
volume de uma gota = 0,05ml; densidade da água = 1g/ml.
a) 10. b) 20. c)60. d) 200. e) 600.

Respostas
1. 10,8u. 2. 51,6u. 3. 24,3u. 4. 20% e 80%. 5. 56B.
65
6. 37,5% e 62,5%. 7. Cu. 8. 85% e15%. 9. 207,24u. 10. 7% e 93%.
11. a) 28; b) 44; c) 63; d) 98; e) 180; f) 74; g) 207; h) 132; i).310; j) 78
12. 4; Fe3O4. 13. 5. 14. C8H18. 15. 1,2. 1023 átomos.
16. 2,8 . 103g. 17. 8 . 10-3g. 18. 4 . 102mol. 19. 28,8g.
22
20. 0,06mol. 21. 9 . 10–2g. 22. 4,2 . 1023 moléculas.
23. 3,3. 1024 moléculas. 24. 2,5.10–4 mol. 25. 4,8 . 1025 átomos.
26. 0,3mol. 27. 1,6. 104g. 20
28. 3 . 10 moléculas. 29. D.
24
30. 9 . 10 átomos 31. 6 . 1021 átomos de O. 32. C.
33. 42g/mol. 34. 157g. 35. C. 36. B. 37. A. 38. D.

Fórmula percentual, mínima e molecular

1) Determine a porcentagem de oxigênio no colesterol, cuja fórmula é C 27H46O. R= 4,14%

2) Calcule a fórmula mínima de um composto formado pelos elementos Carbono, Hidrogênio e Nitrogênio, nas
seguintes proporções: 38,7% de C; 16,1% de H e 45,2% de N. R= CH5N

3) A análise de um composto revelou as seguintes porcentagens em massa: Na=34,6%; P=23,3%, e O= 42,1%. Qual
será a fórmula mínima do composto? R= Na 4P2O7.

4) Sabe-se que, quando uma pessoa fuma um cigarro, pode inalar de 0,1 a 0,2mg de nicotina. Descobriu-se em
laboratório que cada miligrama de nicotina contém 74% de Carbono; 8,65% de Hidrogênio e 17,30% de Nitrogênio.
Calcule a fórmula mínima da nicotina. R= C 5H7N

5) Uma certa amostra de composto contendo potássio, cromo e oxigênio foi analisada e, se obtiveram os seguintes
valores: 1,95g de potássio; 2,60g de cromo e 2,80g de oxigênio. Qual a fórmula mínima em questão? R= K 2Cr2O7

6) A vitamina C apresenta 40,9% de Carbono, 4,55% de Hidrogênio e 54,6% de oxigênio. Considerando que a massa
molecular é 176uma, determine a fórmula molecular.

7) Em 6,76g de piridoxina existe o seguinte número de mol (aqui representado em gramas) de átomos: C=0,32g;
H=0,44g; O=0,04g e N=0,08g. Determine a fórmula mínima da piridoxina. R:C8H11ON2

8) Um composto tem massa molecular igual a 270 e fórmula centesimal Na17%S47,4%O35,6%. Qual a sua fórmula
molecular? R:Na2S4O6

9) Uma substância de fórmula mínima C2H3O2 tem massa molecular igual a 118. Qual a sua fórmula molecular? R:
C4H6O4

10) A análise química de uma amostra revela a seguinte relação entre os elementos químicos formadores da
substância: 0,25 g de H; 0,25 g de S e 1,0 g de O. Qual a fórmula mínima da substância? R:HSO4

11) A composição centesimal de uma substância orgânica é 40% de carbono, 6,66% de hidrogênio e 53,33% de
oxigênio. Se sua massa molecular é 180, escreva a fórmula molecular dessa substância. R:C 6H12O6

12) A combinação entre o nitrogênio e o oxigênio pode originar diferentes óxidos. Entre os óxidos nitrogenados a
seguir, aquele que apresenta, em sua composição, o maior teor ponderal de nitrogênio é o; (Dados: N = 14, O = 16)
a) NO b) NO2 c) N2O d) N2O3 e) N2O5
Resposta: letra C

13) (Ufu) Um óxido de nitrogênio foi analisado e apresentou as seguintes porcentagens em massa: 25,9% de
nitrogênio e 74,1% de oxigênio. Tendo em vista as informações apresentadas, faça o que se pede.
a) Dê a fórmula empírica deste composto, demonstrando os cálculos utilizados.
b) O óxido apresentado é um óxido molecular ou iônico? Justifique sua resposta.
c) Escreva a equação que representa a reação entre este óxido e a água.
Dados: N = 14; O = 16.
Resposta: a) N2O5
b) É um óxido molecular, pois apresenta ligações covalentes entre seus átomos.
c) N2O5 + H2O  2HNO3

03. (Mackenzie-SP) No freon, (CCl2F2), a porcentagem, em massa, de carbono, é:


[Massa molar (g/mol): C = 12; Cl = 35; F = 19]
23
a) 12 % b) 10 % c) 1 % d) 66 % e) 20 %
Resposta: letra B

04. (Mackenzie-SP) No colesterol, cuja fórmula molecular é C 27H46O, a porcentagem de hidrogênio é


aproximadamente igual a: Dados: Massa molar (g/mol): C = 12 ; H = 1 ; O = 16
a) 46 % b) 34 % c) 12 % d) 1 % e) 62 %
Resposta: letra C

05. (Vunesp-SP) A massa de 1 mol de vanilina, uma substância utilizada para dar sabor aos alimentos, é constituída
por 96g de carbono, 8g de hidrogênio e 48g de oxigênio. São dadas as massas molares, em g/mol: vanilina=152;
H=1; C=12; O=16. As fórmulas empírica e molecular da vanilina são, respectivamente,
a) C3H4O e C9H12O2. b) C3H4O2 e C7H12O4. c) C5H5O e C10H10O2.
d) C5H5O e C11H12O. e) C8H8O3 e C8H8O3.
Resposta: letra E

06. (Vunesp-SP) Um composto de carbono, hidrogênio e oxigênio apresenta na sua constituição 40,0% de carbono e
6,6% de hidrogênio. A sua fórmula mínima é Massas molares, em g/mol:
Resposta: CH2O

07. (Puccamp-SP) Á amostra de uma substância orgânica utilizada em análises químicas contém 0,50 mol de
hidrogênio, 0,50 mol de carbono e 1,0 mol de oxigênio. Sabendo-se que a massa molar da substância é igual a
90g/mol, pode-se afirmar que as fórmulas mínima e molecular são:
Resposta: CHO2 e C2H2O4

08. (Mackenzie-SP) A fórmula mínima de um composto formado por nitrogênio e hidrogênio, cuja análise de 32 g de
uma amostra revelou a presença de 87,5% (% em massa) de nitrogênio, é:
[Dadas as massas molares (g/ mol): N=14 e H=1]
Resposta: NH2

09. (Vunesp-SP) O nitrato de amônio é utilizado em adubos como fonte de nitrogênio. A porcentagem em massa de
nitrogênio no NH4NO3 é (Massas atômicas: N = 14; H = 1; O = 16)
a) 35 % b) 28 % c) 17,5 % d) 42,4 % e) 21,2 %
Resposta: letra A

10. (Puc-rio) A fórmula mínima de um composto orgânico é (CH2O)n. Sabendo-se


que o peso molecular desse composto é 180, qual o valor de n?
a) 2 b)4 c) 6 d) 8 e) 12
Resposta: letra C

11. (Uel-PR) Um hidrocarboneto de fórmula geral CnH2n-2 tem massa molar igual a 96,0g/mol. Sua fórmula
molecular é Dados: Massas molares C = 12 g/mol e H = 1 g/mol
Resposta: C7H12

12. (UFES) Uma das reações que ocorrem na produção de ferro (Fe) a partir da hematita (Fe2O3) pode ser
representada pela equação Fe2O3 + 3CO  2Fe + 3CO2
A percentagem em massa de ferro na hematita, considerando-a pura, é
a) 16 % b) 35 % c) 49 % d) 56 % e) 70 % Resposta: letra E

13. (Cesgranrio-RJ) Um hidrocarboneto apresenta 92,3% de carbono em sua composição. Se sua molécula-grama é
78g, o número de átomos de carbono na molécula é de:
a) 2.b) 3. c) 4. d) 5. e) 6. Resposta: letra E

14. (Mackenzie-SP) Em lavagens de fios têxteis, usa-se o carbonato de sódio decahidratado


(Na2CO3 .x H2O ). A fórmula do carbonato decahidratado ficará correta se x for igual a:
a) 1b) 2 c) 5 d) 10 e) 12

COMPORTAMENTO DOS GASES

24
1. Um mol de gás Ideal, sob pressão de 2 atm, e temperatura de 27ºC, é aquecido até que a pressão e o volume
dupliquem. Pode-se afirmar que a temperatura final do gás vale:
a. 75ºC b. 108ºC c. 381 K d. 1200 K e. N.D.A.

2. Uma amostra de gás perfeito tem sua temperaturas absoluta quadruplicada. Pode-se afirmar que:
a. o volume permanecerá constante se a transformação for isobárica.
b. o volume duplicará se a pressão for duplicada.
c. o volume permanecerá constante se a transformação for adiabática.
d. o volume será, certamente, quadruplicado.

3. Uma pessoa, antes de viajar, calibra a pressão dos pneus com 24 lb/pol². No momento da calibração, a temperatura
ambiente (e dos pneus) era de 27ºC. Após ter viajado alguns quilômetros, a pessoa pára em um posto de gasolina.
Devido ao movimento do carro, os pneus esquentaram e atingiram uma temperatura de 57ºC. A pessoa resolve
conferir a pressão dos pneus. Considere que o ar dentro dos pneus é um gás ideal e que o medidor do posto na
estradas está calibrado com o medidor inicial. Considere, também, que o volume dos pneus permanece o mesmo. A
pessoa medirá uma pressão de:
a. 24,0 lb/pol² b. 26,4 lb/pol² c. 50,7 lb/pol² d. 54,0 lb/pol²

4. Um mergulhador, na superfície de um lago onde a pressão é de 1atm, enche um balão com ar e então desce a 10m
de profundidade. Ao chegar nesta profundidade, ele mede o volume do balão e vê que este foi reduzido a menos da
metade. Considere que, dentro d’água, uma variação de 10 m na profundidade produz uma variação de 1 atm de
pressão. Se Ts é a temperatura na superfície e Tp a temperatura a 10m de profundidade, pode-se afirmar que:
a. Ts < Tp b. Ts = Tp c. Ts > Tp
d. não é possível fazer a comparação entre as duas temperaturas com os dados fornecidos

5. Um gás é aquecido a volume constante. A pressão exercida pelo gás sobre as paredes do recipiente aumenta
porque:
a. a distancia média entre as moléculas aumenta.
b. a massa específica das moléculas aumenta com a temperatura.
c. a perda de energia cinética das moléculas nas colisões com a parede aumenta.
d. as moléculas passam a se chocar com maior freqüência com as paredes
e. o tempo de contato das moléculas com as paredes aumenta.

6. Um mergulhador, em um lago, solta uma bolha de ar de volume V a 5,0 m de profundidade. A bolha sobe até a
superfície, onde a pressão é a pressão atmosférica. Considere que a temperatura da bolha permanece constante e que
a pressão aumenta cerca de 1,0 atm a cada 10 m de profundidade. Nesse caso, o valor do volume da bolha na
superfície é, aproximadamente,
a. 0,67 V b. 2,0 V c. 0,50 V d. 1,5 V

7. Uma das leis dos gases ideais é a Lei de Boyle, segundo a qual, mantida constante a temperatura, o produto da
pressão de um gás pelo seu volume é invariável. Sobre essa relação, são corretas as afirmações abaixo, EXCETO:
a. À temperatura constante, a pressão de um gás é inversamente proporcional ao seu volume.
b. O gráfico pressão x volume de um gás ideal corresponde a uma hipérbole.
c. À temperatura constante, a pressão de um gás é diretamente proporcional ao inverso do seu volume.
d. À temperatura constante, se aumentarmos uma das grandezas (pressão ou volume) de um certo valor,
a outra diminuirá do mesmo valor.
e. À temperatura constante, multiplicando-se a pressão do gás por 3, seu volume será reduzido a um
terço do valor inicial.

8. Um recipiente plástico está na geladeira, a uma temperatura inferior a 0 ºC, parcialmente preenchido com
alimento, e fechado por uma tampa de encaixe. Ao ser retirado da geladeira e mantido fechado a uma temperatura
ambiente de 25oC, depois de alguns minutos observa-se a tampa "inchar" e, em
alguns casos, desprender-se do recipiente. Sabe-se que não houve qualquer deterioração do alimento. Sobre
esse fato, é CORRETO afirmar que:
a. ele ocorreria, mesmo que o recipiente tivesse sido fechado a vácuo, ou seja, sem que houvesse ar no
interior do recipiente.
b. houve aumento de pressão proveniente de aumento de temperatura.
c. ocorreu com o ar, no interior do recipiente, uma transformação isotérmica.
25
d. o valor da grandeza (pressão x volume/temperatura na escala Kelvin), para o ar do recipiente, é maior quando a
tampa está a ponto de saltar do que quando o recipiente está na geladeira.
e. o resultado do experimento independe da temperatura ambiente.

9. Sobre as transformações sofridas por uma amostra de gás ideal, é CORRETO afirmar:
a. Em qualquer aumento de volume, há aumento da energia interna.
b. Ocorrendo aumento de pressão, forçosamente o volume diminui.
c. Em uma transformação adiabática, não é possível haver variação de volume.
d. Sempre ocorre troca de calor com a vizinhança em uma transformação isotérmica.
e. À pressão constante, aumento de temperatura implica diminuição de volume.

10. Considere os sistemas abaixo:


I. Uma amostra de gás à temperatura de 300 K.
II. Um objeto sólido à temperatura de 150°C.
III. Dois litros de água, inicialmente a 20°C, misturados em um calorímetro com 1 litro de água
inicialmente a 80°C, e deixados em repouso até que se atinja o equilíbrio térmico.
IV. Gás ideal inicialmente a 2 atm de pressão e 100 K, aquecido a volume constante até que sua pressão chegue a 10
atm.
A alternativa em que os sistemas estão corretamente enunciados em ordem crescente de temperatura é:
a. II, III, IV, I b. II, IV, III, I c. I, II, III, IV d. IV, III, I, II e. I, III, II, IV

11. A figura mostra um cilindro que contém um gás ideal, com um êmbolo livre para
se mover. O cilindro está sendo aquecido. Pode-se afirmar que a relação que melhor
descreve a transformação sofrida pelo gás é
a. P/T= constante b. P.V = constante
c. V/T= constante d. P/V= constante

12. Um gás perfeito sofre uma transformação na qual a temperatura permanece


constante. O gráfico
que representa esta transformação é :

13. Um gás à pressão Po e temperatura de 20º C é aquecido até 100º C em um recipiente fechado de um volume
20cm3. Qual será a pressão do gás a 100º C? Despreze a dilatação do recipiente.
a. P2 = Po b. P2 = 2 Po c. P2 = 1,27Po d. P2 = 5Po

14. O volume de uma dada massa de gás será dobrado, à pressão atmosférica, se a temperatura do gás variar de
150ºC a:
a. 300º C b. 423º C c. 573º C d. 600º C e. 743ºC

15. A pressão atmosférica é aproximadamente igual à pressão exercida por uma coluna de água de 10 metros de
altura. Uma bolha de ar sai de fundo de um lago e chega à superfície com um volume V. Sendo a mesma temperatura
em todo o lago e sua profundidade 30m, qual era o volume da bolha no fundo do lago?
a. 4V b. 3V c. 3/4 V d. V/3 e. V/4

16. Um gás tende a ocupar todo o volume que lhe é dado. Isso ocorre porque
I. suas partículas se repelem permanentemente.

26
II. o movimento de suas partículas é aleatório, e entre duas colisões sucessivas elas se movem com velocidade
constante.
III. as colisões entre suas partículas não são perfeitamente elásticas.
Analisando as afirmativas, deve-se concluir que
a. somente I é correta. b. somente II é correta. c. somente III é correta.
d. I e III são corretas. e. II e III são corretas.

17. Dois moles de gás Ideal, sob pressão de 8,2 atm e temperatura de 27ºC. Dado: R = 0,082 atm.L/K.mol.
Determine o volume ocupado pelo gás.

18. Um recipiente contém 20 litros de oxigênio a 2atm de pressão e 227ºC. Qual será o valor da nova pressão
se esse gás for passado para um recipiente de 10 litros à mesma temperatura?

19. O diagrama abaixo representa a pressão (p) em função da temperatura absoluta


(T), para uma amostra de gás ideal. Os pontos A e B indicam dois estados desta
amostra. Sendo VA e VB os volumes correspondentes aos estados indicados,
podemos afirmar que a razão VB /VA é
a. 1/4. b. 1/2. c. 1. d. 2. e. 4.

20. Assinale a afirmativa verdadeira:


a. Todo gás real pode ser ideal.
b. Todo gás perfeito pode ser ideal.
c. Gás perfeito é aquele que possui baixa temperatura e alta pressão.
d. Gás perfeito é aquele que possui alta temperatura e baixa pressão.

GABARITO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
d b b c d d d b b e c d c c e b 6 L 4 atm c d

21. Nas condições normais de temperatura e pressão, qual o volume ocupado por 10g de monóxido de carbono
(CO)?

22. A pressão total do ar no interior de um pneu era de 2,30 atm quando a temperatura do pneu era de 27 O C. Depois
de ter rodado certo tempo com esse pneu, mediu-se novamente sua pressão e verificou-se que ela era agora de 2,53
atm. Supondo uma variação do volume do pneu desprezível, qual a nova temperatura (em OC)?

23. Qual a massa, em gramas, de gás carbônico contido em um recipiente de volume igual a 11,2 L nas CNTP?

24. 30g de uma substância pura, no estado gasoso, ocupam um volume de 12,3 L à temperatura de 327 OC e à
pressão de 3 atm. Calcule a massa molecular dessa substância.

25. Uma certa quantidade de gás ideal ocupa 30 L à pressão de 2 atm e à temperatura de 300 K. Que volume, em
litros, passará a ocupar se a temperatura e a pressão tiverem seus valores dobrados?

26. Um extintor de incêndio contém 4,4 kg de gás carbônico. Qual o volume máximo (em litros) de gás que é
liberado na atmosfera, a 27O C e 1 atm?

27. Suponha que 57 L de um gás ideal a 27O C e 1,00 atm sejam simultaneamente aquecidos e comprimidos até
que a temperatura seja 127O C e a pressão, 2,00 atm. Qual o volume final, em L?

28. Nas CNTP, isolam-se as seguintes amostras gasosas: 10 L de xenônio (Xe) , 20 L de cloro (Cl 2), 30 L de
butano (C4H10), 40 L de gás carbônico e 50 L de neônio (Ne). Qual a amostra com maior massa, expressa em
gramas?

29. O argônio é um gás raro utilizado em solda, por arco voltaico, de peças de aço inoxidável. Qual a massa de
argônio contida num cilindro de 9,84 L que, a 27O C, exerce uma pressão de 5 atm?

27
30. (Unicamp-SP) Uma garrafa de 1,5 L, indeformável e seca, foi fechada por uma tampa plástica. A pressão
ambiente era de 1,0 atm e a temperatura, de 27 O C. Em seguida, essa garrafa foi colocada ao sol e, após certo tempo,
a temperatura em seu interior subiu para 57O C e a tampa foi arremessada pelo efeito da pressão interna. Qual era a
pressão no interior da garrafa no instante imediatamente anterior à expulsão da tampa plástica?

CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO

1) Qual a massa de água que se forma na combustão de 1g de gás hidrogênio (H 2), conforme a reação
H2 + O2  H2O? R:9

2) Sabendo que 10,8g de alumínio reagiram completamente com ácido sulfúrico, conforme a reação: Al + H2SO4 
Al2(SO4)3 + H2, calcule:
a)massa de ácido sulfúrico consumida;
b)massa de sulfato de alumínio produzida;
c)volume de gás hidrogênio liberado, medido nas CNTP.
R: a)58,8g b)68,4g c) 13,44L

3) Qual a massa de gás oxigênio necessária para reagir com 560g de monóxido de carbono, conforme a equação: CO
+ O2  CO2 ? R: 320g

4) Calcular a massa de óxido cúprico (CuO) a partir de 5,08g de cobre metálico, conforme a reação:
Cu + O2  CuO. R:6,36g

5) Efetuando-se a reação entre 18g de alumínio e 462g de gás cloro, segundo a equação química: Al + Cl2  AlCl3 ,
obtém-se qual quantidade máxima de cloreto de alumínio? R: 89g

6) Quantos mols de O2 são obtidos a partir de 2,0 mols de pentóxido de dinitrogênio (N2O5), de acordo com a
reação: N2O5 + K2O2  KNO3 + O2 R: 1,0

7) Quantas moléculas de gás carbônico podem ser obtidas pela queima de 96g de carbono puro, conforme a reação:
C + O2  CO2? R:4,816x1024

8) A combustão do metanol (CH3OH) pode ser representada pela equação não balanceada: CH3OH + O2  CO2 +
H2O. Quando se utilizam 5,0 mols de metanol nessa reação, quantos mols de gás carbônico são produzidos?
R:5

9) Quantas moléculas de gás oxigênio reagem com 6 mols de monóxido de carbono, conforme a equação: CO + O2
 CO2 ? R: 1,806x1024

10) Uma vela de parafina queima-se, no ar ambiente, para formar água e dióxido de carbono. A parafina é composta
por moléculas de vários tamanhos, mas utilizaremos para ela a fórmula C25H52.
Tal reação representa-se pela equação: C25H52 + O2  H2O + CO2 . Responda:
a)Quantos mols de oxigênio são necessários para queimar um mol de parafina?
b)Quanto pesa esse oxigênio?
R: a) 38 b) 1216g

11) O ácido sulfúrico de larga utilização e fator determinante do índice de desenvolvimento de um país, é obtido pela
reação SO3 + H2O  H2SO4.
Reagimos 80g de trióxido de enxofre (SO3) com água em excesso e condições necessárias. Qual a massa de ácido
sulfúrico obtida nessa reação que tem rendimento igual a 75%?
R:73,5
12) Quais são as massas de ácido sulfúrico e hidróxido de sódio necessárias para preparar 28,4g de sulfato de sódio,
conforme a reação: H2SO4 + NaOH  Na2SO4 + H2O? R:19,6 e 16

13) 400g de hidróxido de sódio (NaOH) são adicionados a 504g de ácido nítrico (HNO3), produzindo nitrato de sódio
(NaNO3) e água. Calcule:
a)massa de nitrato de sódio obtida;

28
b)massa do reagente em excesso, se houver.
R: a) 680g b) 80g de NaOH

14) Uma amostra de calcita, contendo 80% de carbonato de cálcio (CaCO3), sofre decomposição quando submetida a
aquecimento, segundo a reação:
CaCO3  CaO + CO2.
Qual a massa de óxido de cálcio obtida a partir da queima de 800g de calcita? R:358,4
Qual a quantidade máxima de NH3 , em gramas, que pode ser obtida a partir de uma mistura de 140g de gás
nitrogênio (N2) com 18g de gás hidrogênio (H2), conforme a reação: N2 + H2  NH3
R: 102g

15) (PUC-MG) A equação de ustulação da pirita (FeS) é: FeS + O2  SO2 + Fe2O3. Qual a massa de óxido de ferro
III obtida, em kg, a partir de 300 kg de pirita, que apresenta 20% de impurezas? R:218,18

16) (Fuvest-SP) Qual a quantidade máxima, em gramas, de carbonato de cálcio que pode ser preparada misturando-
se 2 mols de carbonato de sódio com 3 mols de cloreto de cálcio, conforme a equação: Na2CO3 + CaCl2  CaCO3 +
NaCl.R: 200g

17) 32,70g de zinco metálico (Zn) reagem com uma solução concentrada de hidróxido de sódio (NaOH), produzindo
64,53g de zincato de sódio (Na2ZnO2). Qual o rendimento dessa reação? R:89,69%

18) Misturam-se 147g de ácido sulfúrico e 100g de hidróxido de sódio que se reajam segundo a reação: H 2SO4 +
NaOH  Na2SO4 + H2O. Qual a massa de sulfato de sódio formada? Qual a massa do reagente que sobra em
excesso após a reação? R:177,5 e 24,5

19) Para a produção de soda cáustica (NaOH), uma indústria reage carbonato de sódio com hidróxido de cálcio
segundo a equação: Na2CO3 + Ca(OH)2  CaCO3 + NaOH. Ao reagirmos 265g de carbonato de sódio com 80% de
pureza, devemos obter que massa, em gramas, de soda cáustica? R:160

20) (UFF-RJ) O cloreto de alumínio é um reagente muito utilizado em processos industriais que pode ser obtido por
meio da reação entre alumínio metálico e cloro gasoso, conforme a seguinte reação química: Al + Cl 2  AlCl3. Se
2,70g de alumínio são misturados a 4,0g de cloro, qual a massa produzida em gramas, de cloreto de alumínio?
R:5,01

21) Quantas moléculas de gás carbônico (CO2) podem ser obtidas pela queima completa de 9,6g de carbono puro,
conforme a reação C + O2  CO2? R:4,816x1023

22) Qual a massa, em gramas, de cloreto de ferro II (FeCl2), em gramas, produzida pela reação completa de 111,6g
de Fe com ácido clorídrico (HCl), de acordo com a reação química não-balanceada a seguir
Fe + HCl  FeCl2 + H2 ? R: 253,09

23) Dada a reação não-balanceada Fe+ HCl  FeCl3 + H2, qual o número de moléculas de gás hidrogênio
produzidas pela reação de 112g de ferro? R:1,806x1024

24) Qual a quantidade de água formada a partir de 10g de gás hidrogênio, sabendo-se que o rendimento da reação é
de 80%? R: 72g

25) Quantos mols de ácido clorídrico (HCl) são necessários para produzir 23,4g de cloreto de sódio (NaCl),
conforme a reação HCl + NaOH  NaCl + H2O? R:0,4

26) (Cesgranrio-RJ) Um funileiro usa um maçarico de acetileno para soldar uma panela. O gás acetileno (C2H2) é
obtido na hora, através da seguinte reação química:
CaC2 + H2O  Ca(OH)2 + C2H2.
Qual a massa aproximada de carbureto de cálcio (CaC 2) que será necessária para se obter 50 L de acetileno nas
CNTP? R:142,8

27) Em alguns antiácidos, emprega-se o hidróxido de magnésio (Mg(OH)2) como agente neutralizante do ácido
clorídrico (HCl) contido no suco gástrico. A reação que ocorre é a seguinte:
29
Mg(OH)2 + HCl  MgCl2 + H2O. Supondo-se que alguém tenha 36,5 mg de HCl no estômago, qual a massa de
hidróxido de magnésio, em mg, necessária para uma neutralização completa? R:29
A produção de carboidratos (fórmula mínima CH2O) pelas plantas verdes obedece à equação geral da fotossíntese:
CO2 + H2O  CH2O + O2. Qual a massa de água necessária para produzir 10g de carboidrato?
R:6

28) (Fuvest-SP) Qual a quantidade máxima de carbonato de cálcio (CaCO3) que pode ser preparada a partir de 2
mols de carbonato de sódio com 3 mols de cloreto de cálcio, conforme a reação: Na 2CO3 + CaCl2  CaCO3 +
NaCl? R:200

29) (Cesgranrio-RJ) Ao mergulharmos uma placa de prata metálica em uma solução de ácido nítrico (HNO 3),
ocorrerá a reação: Ag + HNO3  AgNO3 + NO + H2O. Ajustando a reação química, calcule a massa de água
produzida, em gramas, quando é consumido 1 mol de prata metálica. R:12

30) 4g de hidróxido de sódio (NaOH) são adicionados a 4g de ácido clorídrico (HCl), produzindo cloreto de sódio
(NaCl) e água. Pergunta-se: há excesso de qual reagente? R: 0,35g de HCl

31) (Fatec-SP) Na reação de amônia (NH3) com oxigênio (O2) para formar NO e água, qual a massa de água formada
a partir de 160g de O2? Quantos mols de NO são formados a partir da mesma quantidade de O 2?
R:108g e 4 mols

32) Na produção de cal virgem (CaO), pela decomposição térmica do carbonato de cálcio, ocorre a seguinte reação:
CaCO3  CaO + CO2. Com base nessa informação, calcule a massa, em kg, de cal virgem que será obtida a partir
de 0,5 t de carbonato de cálcio. R: 280

33) Ao reagirmos propeno com ácido clorídrico, obtemos 2-cloro-propano, segundo a reação que segue. C3H6 + HCl
 C3H7Cl. Se reagirmos 84g de propeno (C3H6), qual a massa de 2-cloro-propano obtida, se o rendimento da reação
é de 60%? R:94,2

34) Um dos processos de obtenção de éter hospitalar (C4H10O) consiste na desidratação de álcool etílico (C2H5OH),
conforme a reação: C2H5OH  C4H10O + H2O. Pede-se para determinar o rendimento desse processo, se quando
desidratamos 184g de álcool, obtêm-se 111g de éter. R:75%

35) O nitrato de potássio (KNO 3) é conhecido pelas suas propriedades diuréticas. Uma das reações em que podemos
obter este composto é dada a seguir:
AgNO3 + KCl  KNO3 + AgCl.
Dispondo de 425g de nitrato de prata com 80% de pureza, qual a massa de nitrato de potássio que obtemos se o
rendimento da reação é de 60%? R:121,2

36) O salitre do Chile (NaNO3) é utilizado como conservante em embutidos como o presunto, mortadela, etc. Esse
composto pode ser obtido pela reação:
HNO3 + NaOH  NaNO3 + H2O. Sendo a massa de ácido nítrico (HNO3) utilizada igual a 126g, qual a massa de
salitre do Chile que obtemos se o rendimento dessa reação é de 95%? R:161,5

37) (Cesgranrio-RJ) O H2S reage com o SO2 segundo a reação: H2S + SO2  S + H2O. Qual o número máximo de
mols de enxofre que pode ser formado quando se faz reagir 5 mols de H2S com 2 mols de SO2? R:6

38) 12g de ferro (Fe) e 4g de enxofre (S) são aquecidos até reação total. Tendo em conta que o produto obtido é o
sulfeto ferroso (FeS), qual dos dois reagentes foi posto em excesso? R:5g de ferro

39) (PUC-RJ) A nave estelar Enterprise, de Jornada nas estrelas, usou B5H9 e O2 como mistura combustível. As duas
substâncias reagem de acordo com a seguinte equação: B5H9 + O2  B2O3 + H2O. Se um tanque contém 126 kg de
B5H9 e o outro 240 kg de O2, qual tanque esvaziará primeiro? Mostre com cálculos. Quanta água terá sido formada
(em kg) quando um dos reagentes tiver sido completamente consumido?
R:101,25 kg

30
40) 11,2 L de gás carbônico (CO2), nas CNTP, reagem com hidróxido de sódio (NaOH), produzindo carbonato de
sódio (Na2CO3) e água. Qual a massa de carbonato de sódio obtida, sabendo-se que o rendimento da reação é de
90%? R: 47,7g

41) (ITA-SP) Calcule o máximo de massa de água que se pode obter partindo de 8,0 g de hidrogênio e 32,0g de
oxigênio. Indique qual o reagente em excesso e quanto sobra do mesmo.
R: 36g de água; excesso de 4g de H 2

42) (PUC-MG) Fosgênio, COCl2, é um gás venenoso. Quando inalado, reage com a água nos pulmões para produzir
ácido clorídrico , que causa graves danos pulmonares, levando, finalmente, à morte; por causa disso, já foi até usado
como gás de guerra. A equação dessa reação é: COCl2 + H2O  CO2 + HCl. Se uma pessoa inalar 198 mg de
fosgênio, qual a massa, em mg, de ácido clorídrico que se forma nos pulmões? R:146

43) 5 kg de CaCO3 são totalmente decompostos, conforme a reação química:


CaCO2  CaO + CO2 . Calcule:
a)massa em kg de CaO obtido;
b)o volume de gás carbônico obtido a 25ºC e 1 atm, considerando que o volume molar é de 25 L/mol.
R: a)2,8kg b)1250L

44) Considere a obtenção do ferro, utilizando óxido férrico, conforme a reação: Fe2O3 + CO  Fe + CO2 . Se
utilizarmos 4,8 kg de óxido férrico, quanto teremos de ferro, admitindo que a reação tenha um rendimento de 80%?
R: 2688g

45) Qual o volume, em m3, de gás oxigênio, nas CNTP, necessário para queimar totalmente 1200 kg de carvão, com
90% de pureza, conforme a equação: C + O2  CO2 R: 2016m3

46) (Unicamp-SP) Na metalurgia do zinco, uma das etapas é a reação do óxido de zinco (ZnO) com o monóxido de
carbono (CO), produzindo zinco elementar (Zn) e gás carbônico. Para cada 1000g de óxido de zinco que reage, qual
a massa de metal obtida? R: 802,5g

47) Encontrou-se uma amostra de mármore (CaCO3), cuja pureza era de 60%. Decompondo-se 50g dessa amostra,
obteve-se cal virgem (CaO) e gás carbônico (CO2). Admitindo-se um rendimento de 70% para essa reação, quantos
mols de gás carbônico foram conseguidos? R: 0,21 mol

48) Na combustão do cicloexano (C6H12), qual a quantidade em mols de oxigênio (O2) consumida, para um mol de
cicloexano queimado, conforme a equação: C6H12 + O2  CO2 + H2O? R: 9 mols

SOLUÇÕES

1- Sabendo que a solubilidade de um sal a 100°C é 39 g/100 g de H2O, calcule a massa de água necessária para
dissolver 780 g deste sal a 100° C. Resposta: 2000g de água

2- Sabendo que a solubilidade do brometo de potássio, KBr, a 60°C é 85,5 g/100 g de H 2O, calcule a massa de água
necessária para dissolver 780 g de KBr 60° C. Resposta: 912,28g de água

3- O coeficiente de solubilidade de um sal é de 60 g por 100 g de água a 80º C. Qual a massa desse sal, nessa
temperatura, para saturar 80g de H2O? Resposta: 48 g do sal

4- Evapora-se totalmente o solvente de 250 mL de uma solução aquosa de MgCl2 de concentração 8,0 g/L. Quantos
gramas de MgCl2 são obtidos? Resposta: 2g

5- Uma solução foi preparada adicionando – se 40 g de NaOH em água suficiente para produzir 400 mL de solução.
Calcule a concentração da solução em g/L. Resposta: 10 g/L

6- O ser humano adulto possui, em média, 5 litros de sangue com cloreto de sódio ( NaCl ) dissolvido na
concentração de 5,8 g/L. Qual é a massa total de cloreto de sódio ( NaCl ) no sangue de uma pessoa adulta?
Resposta: 29 g

31
7 - Qual a concentração, em g/L, de uma solução resultante da dissolução de 50g de NaCl para um volume final de
200mL? Resposta: 250 g/L

8 - Qual o volume final que deve ter uma solução para que tenha concentração igual a 10g/L a partir de 25g de
soluto? Resposta: 2,5 L

9 - Nosso suco gástrico é uma solução aquosa de HCl( ácido clorídrico ), com massa de 0,365 g para cada 1 litro.
Com base nessa informação, determine a concentração molar (molaridade, mols/L ) do ácido clorídrico no suco
gástrico. ( Dado: massa molar do HCl = 36,5 g/mol). Resposta: 0,01 mol/L

10- Considere uma xícara com 200 mL de leite, ao qual se acrescentaram 6,84 g de açúcar comum. Qual será a
concentração molar (molaridade), expressa em mols/ L, da solução formada?
( Dado: massa molar do açúcar comum (C12H22O11) = 342 g/mol.) Resposta: 0,1 mol/L

11- Em um balão volumétrico de 400 mL, são colocados 18 g de KBr e água suficiente para atingir a marca do
gargalo (ou seja, completar 400 mL de solução). Qual é a concentração molar (quantidade de matéria por volume)
dessa solução? (Dado: massa molar KBr=119g) Resposta: 0,37 mol/L

12 - Qual a molaridade de uma solução que contém 160 g de ácido sulfúrico (H2SO4) em 620 cm³ de solução?
Dados: H=1; S=32; O=16
a) 1,6 mol/L. b) 4,5 mol/L. c) 2,6 mol/L. d) 5,5 mol/L. e) 3,6 mol/L.

13 - Qual é o volume final de uma solução 0,05 mol/litro de sulfato de alumínio Al 2(SO4)3 que contém 3,42 g deste
sal? Dados: Al=27; S=32; O=16
a) 100 mL. b) 250 mL. c) 150 mL. d) 300 Ml e) 200 mL.

14 - A clorexidina, substância antimicrobiana encontrada na amazônia e utilizada no Brasil principalmente na forma


de solução aquosa para bochechos, pode vir a ser usada em cremes dentais para o tratamento de gengivite (infecção
das gengivas), sangramento gengival e controle de placa dentária. O fluoreto de sódio é um dos componentes dos
cremes dentais, pois inibe a desmineralização dos dentes, tornando-os menos sensíveis às cáries. Um determinado
dentista recomendou a um paciente que fizesse bochechamento diário com uma solução 0,21g/L de fluoreto de
sódio (NaF). A solução sugerida apresenta uma concentração, em mol/L, de, aproximadamente: Dados: Na=23; F=19
a) 0,0005 b) 0,5 c) 0,04 d) 0,050 e) 0,005

16 - Calcule a concentração mol/litro de uma solução aquosa que contém 19,6 g de ácido sulfúrico por litro de
solução.
a) 0,5 mol/L. b) 0,2 mol/L. c) 0,4 mol/L. d) 0,1 mol/L. e) 0,3 mol/L.

17 - A concentração é uma característica importante das soluções e um dado necessário para seu uso no laboratório,
na indústria e no cotidiano. O hidróxido de sódio (NaOH), também conhecido como soda cáustica, é um hidróxido
cáustico usado na indústria (principalmente como uma base química) na fabricação de papel, tecidos e detergentes.
Apresenta-se ocasionalmente como uso doméstico para a desobstrução de encanamentos e sumidouros pois é
altamente corrosivo, podendo produzir queimaduras, cicatrizes, e cegueira devido a sua elevada reatividade. Abaixo,
estão desenhados recipientes com os respectivos volumes de solução e massas de hidróxido de sódio (NaOH).

A solução cuja concentração molar é 2,0 mol/L está contida no recipiente: Dados: Na=23; H=1; O=16
a) I b) II c) III d) IV

18 - Uma cozinheira bem informada sabe que a água contendo sal de cozinha dissolvido ferve a uma temperatura
mais elevada que a água pura e que isso pode ser vantajoso em certas preparações. Essa cozinheira coloca 117 g de

32
NaCl em uma panela grande. Assinale a alternativa que indica corretamente o volume necessário de água para a
cozinheira preparar uma solução 0,25 mol/L de NaCl. Dados: Na=23; Cl=35,5
a) 0,125 L. b) 468,0 L. c) 29,30 L. d) 8,000 L. e) 2,000 L.

19 - A concentração molar da glicose (C6H12O6) numa solução aquosa que contém 9 g de soluto em 500 mL de
solução é igual a: Dados: C=12; H=1; O=16
a) 0,01. b) 0,18. c) 1,80. d) 0,10. e) 1,00.

20 - Em um balão volumétrico de 500 mL foram colocados 9,6 g de MgCl2, sendo o volume completado com H2O
destilada. Sabendo que o MgCl2 foi totalmente dissolvido, assinale a concentração aproximada nessa solução: Dados:
Mg=24; Cl=35,5
a) 0,05 mol/L. b) 0,40 mol/L. c) 0,10 mol/L. d) 3,20 mol/L. e) 0,20 mol/L.

21 - Um técnico necessita preparar uma solução aquosa de hipoclorito de sódio, NaClO, 0,5M, para o branqueamento
de um tecido de algodão. No laboratório foram encontrados apenas 10g do soluto, portanto o volume, em litros, de
solução obtida com a molaridade desejada é de, aproximadamente, Dado: Massa molar:
NaClO = 74,5 g/mol
a) 0,27. b) 0,50. c) 2,70. d) 3,70 e) 5,00.

22 - Adicionando 5 g de açúcar em 700 mL de água, determine:


( Dado: massa molar do açúcar comum (C12H22O11) = 342 g/mol.)
a) concentração comum (em g/L).
b) concentração em quantidade de matéria (em mol/L)

23 - Uma solução de sal (NaCl) em água tem concentração de 0,2 mols/L. Qual o volume da solução quando temos a
massa de 116g do sal? (Dados: massa molar NaCl=58,5g)

24 - Em termos de condutibilidade elétrica, qual a diferença entre uma solução de sal (NaCl) e uma solução de
açúcar (sacarose C12H22O11) ?

25 - Qual o requisito básico para haver uma solução condutora de corrente elétrica?

26 - Uma mistura de óleo + água pode ser considerada uma solução? Explique.

27- Qual a influência da temperatura na dissolução de um material em água?

28 - Analisando o gráfico que mostra as curva de solubilidade responda:

a) Na temperatura de 40ºC, qual a solubilidade do KNO3?

33
b) Na temperatura de 50ºC, qual a solubilidade do KNO3?

Um pouco mais de exercícios sobre SOLUÇÕES, apenas para os bons alunos

01. (Unaerp-SP) O propileno glicol, C3H8O2 é um líquido utilizado como umectante de doces, produtos de cacau e
carne. Para se preparar 100ml de solução 3 Molar de propileno glicol, a massa a ser pesada deverá ser de:
DADOS: C = 12 ; O = 16 ; H = 1
a) 228 g. b) 10,8 g. c) 108 g. d) 22,8 g. e) 2,28 g. Resposta: D

02. (UEL-PR) Em 200g de solução alcoólica de fenolftaleína contendo 8,0 % em massa de soluto, quantos mols de
álcool há na solução? Dado: massa molar do etanol = 46g/mol
a) 8,0 b) 4,0 c) 3,0 d) 2,5 e) 2,0 Resposta: B

03. (Fatec-SP) Soro fisiológico é uma solução aquosa de cloreto de sódio a 0,9% em massa. A massa de NaCl em
gramas necessária para preparar 2 litros de soro fisiológico é:
Dado: massa específica H2O = 1g/mL
a) 0,9. b) 1,8. c) 9. d) 90. e) 18. Resposta: E

04. Considere o NaOH sólido e puro. Calcule:


a) a massa de NaOH que deverá ser pesada para se preparar 500,0mL de solução 0,1mol/L.
b) a percentagem em massa de NaOH na solução preparada no item a.
Obs: Considere a densidade da solução igual à da água (d=1,0g/cm3).
Dado: Massa molar do NaOH = 40 g/mol Respostas:a) 2,0 g b) 0,40 %

05. A concentração média de íons sódio no soro sangüíneo humano é cerca de 0,345g/100mL. A alternativa que
indica essa concentração, em mol/L, é: (dado; Na = 23g/mol)
a) 780 b) 7,80 c) 3,40 d) 0,150 e) 0,0150 M = 0,15mol/litro

06. Preparou-se uma solução 0,2mol/litro, dissolvendo-se 16,56g de X (ClO3)2 em água suficiente para que fossem
obtidos 400ml de solução. O cátion X é o: Dadas as massas molares (g/mol):
Be = 9; Mg = 24; Ca = 40; Sr = 88; Ba = 137;Cl = 35,5 ; O = 16
a) Be. b) Mg. c) Ca. d) Sr. e) Ba. Resposta: C

07. (Puccamp-SP) No preparo de solução alvejante de tinturaria, 521,5g de hipoclorito de sódio são dissolvidos em
água suficiente para 10,0 litros de solução. A concentração, em mol/L, da solução obtida é:
(Dado: Massa molar do NaClO = 74,5g/mol)
a) 7,0 b) 3,5 c) 0,70 d) 0,35 e) 0,22 Resposta: C

08. 20 gramas de NaOH são dissolvidos em 36 gramas de água. Sabendo que a massa molar do NaOH é igual; a
40g/mol e a da água é 18g/mol, calcule:
a) Título da solução Resposta = 0,357
b) Concentração molar da solução sabendo que o volume da solução foi completado a 500mL. M = 1mol/L
c) Porcentagem em massa do solvente.Pm = 35,7%

09. (Puc-MG) Na análise química de um suco de laranja, determinou-se uma concentração de ácido ascórbico
(C6H8O6) igual a 264 mg/L. Nesse suco, a concentração de ácido ascórbico, em mol/L, é igual a:
a) 3,0 × 10 -2 b) 3,0 × 10 -3 c) 1,5 × 10 -2 d) 1,5 × 10 -3 Resposta: letra D

10. (UFRJ) Pacientes que necessitam de raios X do trato intestinal devem ingerir previamente uma suspensão de
sulfato de bário (BaSO4). Esse procedimento permite que as paredes do intestino fiquem visíveis numa radiografia,
permitindo uma análise médica das condições do mesmo.
Considerando-se que em 500 mL de solução existem 46,6 g do sal, pede-se:
a) a concentração molar; b) a concentração em g / L. Resposta:a) 0,4 M. b) 93,2 g/L.

11. (UFSM) Para a maioria das células, uma solução de concentração igual a 1,17% de NaCl será hipertônica. A
concentração dessa solução, em mol por litro, é (Dados: Na = 23; Cl =35,5)
a) 0,02 b) 0,2 c) 0,58 d) 1,17 e) 2,34 Resposta: letra B

34
12. (UEM-PR) Qual é a massa, em gramas, de hidróxido de sódio necessária para se preparar 500 mL de uma
solução aquosa 2,0 mol/L? (Dados: H = 1; Na = 23; O = 16 ) Resposta: 40g

13. (Unesp-SP) Os frascos utilizados no acondicionamento de soluções de ácido clorídrico comercial, também
conhecido como ácido muriático, apresentam as seguintes informações em seus rótulos: solução 20% m/m (massa
percentual); densidade = 1,10 g/ mL; massa molar = 36,50 g/mol. Com base nessas informações, a concentração da
solução comercial desse ácido será
a) 7 mol/L. b) 6 mol/L c) 5 mol/L. d) 4 mol/L. e) 3 mol/L. Resposta: letra B

14. (Unesp-SP) As baterias dos automóveis são cheias com solução aquosa de ácido sulfúrico. Sabendo-se que essa
solução contém 38% de ácido sulfúrico em massa e densidade igual a 1,29g/cm³, pergunta-se:Qual é a concentração
do ácido sulfúrico em mol por litro [massa molar do H2SO4 = 98 g/mol]? Resposta: 5,00mols/L

Diluição e mistura.

01. Para preparar 1,2 litros de solução 0,4M de HCl, a partir do ácido concentrado (16M), o volume de água, em
litros, a ser utilizado será de:
a) 0,03. b) 0,47. c) 0,74. d) 1,03. e) 1,17.

02. (Unesp) Na preparação de 500mL de uma solução aquosa de H2SO4 de concentração 3 mol/L, a partir de uma
solução de concentração 15mol/L do ácido, deve-se diluir o seguinte volume da solução concentrada:
a) 10 mL b) 100 mL c) 150 mL d) 300 mL e) 450 mL

03. Uma solução aquosa de ácido sulfúrico (H2SO4), para ser utilizada em baterias de chumbo de veículos
automotivos, deve apresentar concentração igual a 4mol/L. O volume total de uma solução adequada para se utilizar
nestas baterias, que pode ser obtido a partir de 500mL de solução de H 2SO4 de concentração 18mol/L, é igual a
a) 0,50 L b) 2,00 L c) 2,25 L d) 4,50 L e) 9,00 L

04. (Uerj) Diluição é uma operação muito empregada no nosso dia-a-dia, quando, por exemplo, preparamos um
refresco a partir de um suco concentrado.
Considere 100mL de determinado suco em que a concentração do soluto seja de 0,4mol.L-1.
O volume de água, em mL, que deverá ser acrescentado para que a concentração do soluto caia para 0,04mol.L -1,
será de:
a) 1.000 b) 900 c) 500 d) 400

05. À temperatura ambiente, misturam-se 100mL de uma solução aquosa de MgSO4 de concentração 0,20mol/L com
50mL de uma solução aquosa do mesmo sal, porém, de concentração 0,40mol/L. A concentração (em relação ao
MgSO4) da solução resultante será de
a) 0,15 mol/L b) 0,27 mol/L c) 0,38 mol/L d) 0,40 mol/L e) 0,56 mol/L

06. Misturando-se 20mL de solução de NaCl, de concentração 6,0mol/L, com 80mL de solução de NaCl, de
concentração 2,0mol/L, são obtidos 100mL de solução de NaCl, de concentração, em mol/L, igual a:
a) 1,4 b) 2,8 c) 4,2 d) 5,6 e) 4,0

07. Por evaporação em uma solução aquosa de um certo sal 2.10 -2 molar, obtiveram-se 200 ml de solução 1 molar.
Então é correto afirmar que:
a) o número de mols de soluto na solução inicial era maior do que na final.
b) houve evaporação de 9,8 litros de solvente.
c) o volume da solução inicial era de 1 litro.
d) o número de mols de soluto na solução inicial era menor do que na final.
e) houve evaporação de 10 litros de água.

08. Uma das maneiras de recuperar um soluto não volátil de uma solução aquosa, consiste no aquecimento da
solução com o objetivo de evaporar mais rapidamente a água nela contida. Numa indústria um recipiente contém 500
litros de uma solução aquosa de NaCl de concentração 25,0g/L. O volume dessa solução, expresso em litros, que
deve sofrer aquecimento para propiciar a obtenção de 500g de NaCl(s), é:
a) 50,0 b) 25,0 c) 20,0 d) 200 e) 500

35
09. (UEL) Misturam-se 200 mililitros de solução de hidróxido de potássio de concentração 5,0g/L com 300 mililitros
de solução da mesma base com concentração 4,0g/L. A concentração em g/L da solução final vale
a) 0,50 b) 1,1 c) 2,2 d) 3,3 e) 4,4

10. 300 mililitros de solução contendo 0,01mol/L de sulfato cúprico são cuidadosamente aquecidos até que o volume
da solução fique reduzido a 200 mililitros. A solução final, tem concentração, em mol/L, igual a
a) 0,005 b) 0,010 c) 0,015 d) 0,016 e) 0,018

11. Misturando-se 100mL de solução aquosa 0,1 molar de KCl, com 100mL de solução aquosa 0,1 molar de MgCl 2
as concentrações de íons K+, Mg2+ e Cl- na solução resultante, serão, respectivamente,
a) 0,05 M; 0,05 M e 0,1 M. b) 0,04 M; 0,04 M e 0,12 M.
c) 0,05 M; 0,05 M e 0,2 M. d) 0,1 M; 0,15 M e 0,2 M.
e) 0,05 M; 0,05 M e 0,1 5 M.

12. 200 mL de solução 0,3 M de NaCl são misturados a 100 de solução molar de CaCl2. A concentração, em
mol/litro, de íons cloreto na solução resultante é:
a) 0,66 b) 0,53 c) 0,33 d) 0,20 e) 0,86

13. (Unicamp) Um dos grandes problemas das navegações do século XVI referia-se à limitação de água potável que
era possível transportar numa embarcação. Imagine uma situação de emergência em que restaram apenas 300 litros
(L) de água potável (considere-a completamente isenta de eletrólitos). A água do mar não é apropriada para o
consumo devido à grande concentração de NaCl(25g/L), porém o soro fisiológico (10g NaCl/L) é. Se os navegantes
tivessem conhecimento da composição do soro fisiológico, poderiam usar água potável para diluir água do mar de
modo a obter o soro e assim teriam um volume maior de líquido para beber.
a) Que volume total de soro seria obtido com a diluição se todos os 300 litros de água potável fossem usados para
este fim?
b) Considerando-se a presença de 50 pessoas na embarcação e admitindo-se uma distribuição eqüitativa do soro,
quantos gramas de NaCl teriam sido ingeridos por cada pessoa?
c) Uma maneira que os navegadores usavam para obter água potável adicional era recolher água de chuva.
Considerando-se que a água da chuva é originária, em grande parte, da água do mar, como se explica que ela possa
ser usada como água potável?

14. A partir de uma solução de hidróxido de sódio na concentração de 25 g/L, deseja-se obter 125 mL dessa solução
na concentração de 10 g/L. Calcule, em mililitros, o volume da solução inicial necessário para esse processo.
Despreze a parte fracionária de seu resultado, caso exista.

15. Misturando-se 25,0ml de uma solução 0,50 M de KOH com 35,0ml de solução 0,30 M de KOH e solução 10,0ml
de uma solução 0,25 M de KOH, resulta uma solução cuja concentração molar é?

16. (Unioeste) Que volume de HCl concentrado (16 mol/L) é necessário para preparar 2,0L de HCl 0,20mol/L?

Gabarito
1) e 2) b 3) c 4) b 5) b 6) b 7) b 8)c 9) e 10) c 11)e 12) e
O RESTANTE É POR SUA CONTA!

Mais alguns sobre diluição e misturas

01- 0,75 L de HCℓ 4,0 mol/L ou M( molar) foi misturado com 0,25 L do mesmo ácido 2,0 M. Qual é a concentração
molar das solução resultante?
a) 4,0M b) 3,5M c) 3,0M d) 2,5M e) 2,0M

02- 500mLde uma solução 1M de H2SO4 e 1500mL de uma outra solução 2M de H2SO4 foram misturadas e o
volume final completado a 2500mL pela adição de H2O. Qual a alternativa correta?
a) 1,5M b) 1,4M c) 1,8M d) 1,2M e) 1,6M

03- O volume em mL de solvente que se deve adicionar a 500mL de uma solução aquosa 2M de H2SO4 para que esta
solução se transforme em uma solução 0,25M é igual à:
a) 4000 b) 3500 c) 3000 d) 2500 e) 2000
36
04- 100mL de uma solução 0,5M de HCℓ foram adicionados a 1500mL de uma solução 0,8M do mesmo ácido. Que
concentração apresenta a solução resultante da mistura em molar?
a) 0,34 b) 0,58 c) 0,78 d) 1,02 e) 1,3

05- Adiciona-se 1,0mL de uma solução concentrada de H2SO4 18M a um balão volumétrico contendo exatamente
1000mL de H2O destilada. A concentração de mol/L da solução resultante é?
a) 36 b) 18 c) 0,036 d) 0,36 e) 0,0l8

06- Na preparação de 500mL de uma solução aquosa de H 2SO4 de concentração 3 mol/L, a partir de uma solução de
concentração 15mol/L do ácido, deve-se diluir o seguinte volume em mL da solução concentrada:
a) 10 b) 100 c) 150 d) 300 e) 450

07- Uma solução aquosa de ácido sulfúrico (H2SO4), para ser utilizada em baterias de chumbo de veículos
automotivos, deve apresentar concentração igual a 4mol/L.
O volume total de uma solução adequada para se utilizar nestas baterias, que pode ser obtido a partir de 500mL de
solução de H2SO4 de concentração 18mol/L, é igual a:
a) 0,50 L b) 2,00 L c) 2,25 L
d) 4,50 L e) 9,00 L

08- Que volume de HCl concentrado (16 mol/L) é necessário para preparar 2,0L de HCl 0,20mol/L? Resp-
0,025 L

09- 450mL de uma solução de NaOH 0,5mol/L foram adicionados a 150mL de uma mesma solução de 0,25mol/L. A
solução resultante contém concentração igual a: Resp- 0,44 mol/L

10- À temperatura ambiente, misturam-se 100mL de uma solução aquosa de MgSO4 de concentração 0,20mol/L
com 50mL de uma solução aquosa do mesmo sal, porém, de concentração 0,40mol/L. A concentração (em relação
ao MgSO4) da solução resultante será de:
a) 0,15 mol/L b) 0,27 mol/L c) 0,38 mol/L d) 0,40 mol/L e) 0,56 mol/L

11- Misturando-se 20mL de solução de NaCl, de concentração 6,0mol/L, com 80mL de solução de NaCl, de
concentração 2,0mol/L, são obtidos 100mL de solução de NaCl, de concentração, em mol/L, igual a:
a) 1,4 b) 2,8 c) 4,2 d) 5,6 e) 4,0

12- A salinidade da água de um aquário para peixes marinhos expressa em concentração de NaCl é 0,08M. Para
corrigir essa salinidade, foram adicionados 2 litros de uma solução 0,52M de NaCl a 20 litros da água deste aquário.
Qual a concentração final de NaCℓ multiplicada por 100? Resp- 12 M

13) Misturam-se 200 mililitros de solução de hidróxido de potássio de concentração 5,0g/L com 300 mililitros de
solução da mesma base com concentração 4,0g/L. A concentração em g/L da solução final vale:
a) 0,50 b) 1,1 c) 2,2 d) 3,3 e) 4,4

14- 300 mililitros de solução contendo 0,01mol/L de sulfato cúprico são cuidadosamente aquecidos até que o volume
da solução fique reduzido a 200 mililitros. A solução final tem concentração, em mol/L, igual a:
a) 0,005 b) 0,010 c) 0,015 d) 0,016 e) 0,018

15- Para preparar 1,2 litros de solução 0,4M de HCℓ, a partir do ácido concentrado (16M), o volume de água, em
litros, a ser utilizado será de:
a) 0,03. b) 0,47. c) 0,74. d) 1,03. e) 1,17.

Exercícios sobre mistura de soluções com reação química

1- Na titulação de 10,0 cm3 de uma solução de KOH foram consumidos 18,5 cm3 de uma solução de H2SO4 0,25
M. Calcule a concentração da solução de KOH. R: 51,8 g/L

2- Titularam-se 20,00 mL de uma solução de HCl 0,1000 M com uma solução de NaOH 0,1000 M. Calcule o
volume que ocorre o ponto de equivalência. R: 20mL
37
3- De uma solução de H2SO4 foram pipetados 25,0 mL e transferidos para um erlenmeyer que, na titulação exigiram
24,5 mL de uma solução 0,3 M de NaOH. Determine a concentração da solução de H2SO4.

4- Uma amostra de 12g contendo hidróxido de potássio foi dissolvida em água formando 1,0 litro de solução.
Determine o grau de pureza de KOH na amostra, sabendo-se que uma alíquota de 100mL desta solução, consumiu
75mL de uma solução de ácido nítrico 0,2M. Dados:Massas molares (g/mol): KOH = 56 R: P=70%

5- A soda cáustica é um sólido constituído principalmente de hidróxido de sódio (NaOH). Para analisar a qualidade
de uma certa marca de soda cáustica comercial, uma amostra de 0,480g foi dissolvida em água suficiente para formar
100,0 mL de solução. Uma alíquota de 10,00mL desta solução foi titulada com solução de HNO3 0,100 mol.L-1 ,
consumindo 6,00 mL da solução de HNO 3.
a) Escreva a equação balanceada da reação que ocorre durante a titulação.
b) A concentração da solução de NaOH preparada é de _______ mol.L-1.
c) A percentagem (em massa) de NaOH na soda cáustica analisada é de ________%.
b) 0,06 mol. L-1
c) 50 %

Titulação

1. Barrilha, que é carbonato de sódio impuro, é um insumo básico da indústria química. Uma amostra de barrilha
de 10 g foi totalmente dissolvida em 800 mL de ácido clorídrico 0,2 mol/L. O excesso de ácido clorídrico foi
neutralizado por 250 mL de NaOH 0,1 mol/L. Qual é o teor de carbonato de sódio, em porcentagem de massa, na
amostra da barrilha? R.:71,55%

2. 1,24g de ferro impuro foi dissolvido em 20 mL de HCl 3 molar, produzindo cloreto ferroso e hidrogênio. Após
essa reação, o excesso de HCl foi neutralizado por 10 mL de NaOH 2 molar. Qual é a porcentagem de pureza do
ferro analisado?R.: 90,32%

3. O rótulo de um produto de limpeza diz que a concentração de amônia (NH 3) é de 9,5 g/L. Com o intuito de
verificar se a concentração de amônia corresponde à indicada no rótulo, 5 mL desse produto foram titulados com
ácido clorídrico (HCl) de concentração 0,1 mol/L. Para consumir toda a amônia dessa amostra, foram gastos 25 mL
do ácido. Qual a concentração, em g/L, da solução, calculada com os dados da titulação?R.: 8,5g/L

4. 25g de hidróxido de sódio (NaOH) impuro são dissolvidos em água suficiente para 500 mL de solução. Uma
alíquota de 50 mL dessa solução gasta, na titulação, 25 mL de ácido sulfúrico (H 2SO4) 1 molar. Qual é a
porcentagem de pureza do hidróxido de sódio? R.: 80%

5. Uma amostra impura de hidróxido de potássio (KOH), com massa igual a 16,8g foi dissolvida em água até
obter-se 300 mL de solução. Uma amostra de 250 mL desta solução foi neutralizada totalmente por 50 mL de H 2SO4
2 molar. Admitindo que as impurezas não reagem com ácido, determine a molaridade da solução de KOH e o teor
de pureza do hidróxido de potássio. R.: 80%

6. Para realizar a titulação de 20 mL de hidróxido de sódio (NaOH) de molaridade desconhecida, foram


utilizados 50 mL de ácido sulfúrico (H 2SO4) 0,2 molar. Qual a molaridade do hidróxido de sódio?R.: 10 mol/L

7. Por lei, o vinagre (solução aquosa de ácido acético) pode conter, no máximo, 4% em massa de ácido acético
(M = 0,67 mol/L). Suponha que você queira verificar se o vinagre utilizado em sua casa atende as especificações
legais. Para isso, você verifica que 40 mL de vinagre são completamente neutralizados por 15 mL de uma solução
aquosa de hidróxido de sódio 2,0 molar. A que conclusão você chega?R.: superior ao permitido (0,75>0,67)

8. Qual o volume de Mg(OH)2 0,4 molar necessário para neutralizar 80 mL de ácido clorídrico (HCl) 1,5
molar?R.: 150mL

9. Um estudante verifica que 20 mL de hidróxido de potássio (KOH) 0,3 molar são necessários para neutralizar
uma amostra de 30 mL de ácido clorídrico (HCl). Determine a molaridade do HCl. R.: 0,2 mol/L
38
10. Que massa de carbonato de cálcio (CaCO3) é necessária para neutralizar 20 mL de ácido sulfúrico (H2SO4) de
concentração 490 g/LW R.: 10g

11. Qual a massa de ácido fórmico (HCOOH), que, dissolvida em 500 mL de água, resulta em uma solução que é
completamente neutralizada por 500 mL de uma solução de hidróxido de sódio (NaOH) 1 molar?R.:23g

12. 1,4 g de Iodo foi dissolvido em álcool; a seguir, juntou-se água até o volume de 250 mL. Dessa solução,
retiraram-se 25 mL, que foi titulados com 5 mL de tiossulfato de sódio 0,2 molar. Qual é a porcentagem de pureza do
iodo analisado? Dado: I2 + 2Na2S2O3  2NaI + Na2S4O6
R.:90,71%

13. 0,3g de cloreto de cálcio (CaCl2) impuro é dissolvido em água e a solução é titulada, gastando 25 mL de
oxalato de sódio (Na2C2O4) 0,1 molar. Qual é a porcentagem de pureza do cloreto de cálcio?R.: 92,5%

14. Para determinar a porcentagem de prata em uma liga, um analista dissolve uma amostra de 0,8g da liga em
ácido nítrico (HNO3). Isso causa a dissolução da prata como íons Ag+. A solução é diluída com água e titulada com
uma solução 0,15 molar de tiocianato de potássio (KSCN). É formado, então, um precipitado: Ag + + SCN-
AgSCN. E o analista descobre que são necessários 42 mL de solução de KSCN para a titulação. Qual é a
porcentagem em massa de prata na liga?R.:85,05%

15. 10 g de hidróxido de sódio impuro são dissolvidos em água suficiente para 500 mL de solução. Uma alíquota
de 50 mL dessa solução gasta, na titulação, 15 mL de ácido sulfúrico 0,5 molar. Qual a porcentagem de pureza do
hidróxido de sódio inicial?R.: 60%

16. Para sua completa neutralização, uma amostra de vinagre de 5,0 mL consumiu 25 mL de uma solução que
contém 0,20 mol/L de hidróxido de sódio. Supondo que o único componente ácido do vinagre seja o ácido acético
(H3CCOOH), calcule a massa, em gramas, do ácido contida em 1 L de vinagre. R.: 60g

17. O eletrólito empregado em baterias de automóvel é uma solução aquosa de ácido sulfúrico. Uma amostra de
7,50 mL da solução de uma bateria requer 40,0 mL de hidróxido de sódio 0,75 M para sua neutralização completa.
Calcule a concentração molar do ácido na solução da bateria. R.: 2mol/L

TERMOQUÍMICA
1) a) Indique os números que representam a variação de entalpia e a energia de ativação da reação direta. R.: 2 e 4.
b) Considerando o gráfico, responda os números que correspondem a variação de entalpia e a energia de ativação da
reação inversa. R.: 5 e o 4.

2) Considere os seguintes processos: neutralização de leite de magnésia no estômago, oxidação de cobre, formando
zinabre e ataque de ácido muriático (HCl) em pedaço de palha de aço. Quem apresenta alta energia de ativação?

3) A combustão do gás de cozinha é uma reação exotérmica, porém só se inicia ao receber energia externa como, por
exemplo, a da chama de um palito de fósforo. Como é chamada a energia fornecida pelo palito?

4) Considere o gráfico da reação e responda os quesitos a seguir:

39
a)Qual a energia das moléculas reagentes e a das moléculas dos produtos?
R: A entalpia dos reagentes é 21 kcal e a dos produtos é 13 kcal. Na reação direta, sempre quem está encostado no
eixo é o reagente.
b)Qual a energia de ativação? R: +17 kcal.
c)Qual o tipo da reação em questão? Por quê? R: exotérmica, pois terá como resultado, o valor de –8 kcal. Isso indica
que ela liberou energia
d)Qual a energia liberada ou absorvida pela reação? R: Conforme o quesito anterior, ela foi liberada pelo sistema na
quantidade de 8 kcal.

5) Observe os gráficos e responda para cada caso:


a) qual a entalpia dos produtos?
b) qual a variação de entalpia (ΔH)?
c) qual a energia de ativação?
d) qual a energia do complexo ativado?
e) classifique-o em exotérmico ou endotérmico.

06 -Em uma cozinha, estão ocorrendo os seguintes processos:


I. gás queimando em uma das “bocas” do fogão e
II. água fervendo em uma panela que se encontra sobre esta “boca” do fogão.
Com relação a esses processos, pode-se afirmar que:
a) I e II são exotérmicos.
b) I é exotérmico e II é endotérmico.
c) I é endotérmico e II é exotérmico.
d) I é isotérmico e II é exotérmico.
e) I é endotérmico e II é isotérmico.

07 - Durante o ciclo hidrológico natural a água muda constantemente de estado físico e de lugar. Entre os
fenômenos que ocorrem estão:
I. derretimento de “icebergs”
II. formação de gotículas de água na atmosfera a partir do vapor
III. formação de neve
IV. dissipação de nevoeiros
Dentre esses fenômenos, são exotérmicos SOMENTE
a) I e II b) I e III c) II e III d) II e IV e) III e IV

08 -A reação: H2 (g) + ½ O2 (g)  H2 O (L) é exotérmica porque:


a) absorve calor b) libera oxigênio c) é higroscópica
d) perde água e) libera calor

40
09 -Fe2O3(s) + 3C(s) + 491,5 kJ  2Fe(s) + 3CO(g)
Da transformação do óxido de ferro III em ferro metálico, segundo a equação acima, pode-se afirmar que :
a) é uma reação endotérmica.
b) é uma reação exotérmica.
c) é necessário 1 mol de carbono para cada mol de Fe2O3(s) transformado.
d) o número de mols de carbono consumido é diferente do número de mols de monóxido de carbono
produzido.
e) a energia absorvida na transformação de 2 mols de Fe2O3(s) é igual a 491,5 kJ .

10 - O ácido clorídrico é um importante ácido industrial, e uma das etapas de sua obtenção é representada pela
seguinte equação química:
H 2(g)  Cl 2(g)  2HCl(g)
Considere a seguinte tabela de valores de energia de ligação:
Substância Energiade ligação(kJ/mol)
H 2(g) 436,0
Cl 2(g) 243,0
HCl(g) 432,0
Com base nessa tabela, pode-se afirmar que a entalpia de formação do HCl(g), em kJ/mol, é de:
a) 247,0 b) 123,0 c) –247,0 d) –92,5

11 - Considerando os dados de entalpia de ligação abaixo, o calor associado (kJ/mol) à reação:


CH 4 (g)  4 Cl 2 (g)  CCl 4 (g)  4 HCl (g) , à pressão constante, deverá ser :
(C – H = 414 kJ/mol, H – Cl = 431 kJ/mol, Cl – Cl = 243 kJ/mol, C – Cl = 331 kJ/mol)
a) + 420 kJ/mol b) + 105 kJ/mol
c) – 105 kJ/mol d) – 420 kJ/mol

12 -Com base nos dados da tabela:


Ligação Energia média de ligação (kJ/mol)
O–H 460
H–H 436
O=O 490
pode-se estimar que o H da reação representada por: 2H2O(g)  2(g) + O2(g), dado em kJ por mol de
H2O(g), é igual a:
a) + 239. b) + 478. c) + 1101. d) – 239. e) – 478.

13 - Dadas as energias de ligação (estado gasoso) abaixo


H - H, H = + 104 Kcal/mol
H - F, H = + 135 Kcal/mol
F – F, H = + 37 Kcal/mol
O calor (H) da reação H2(g) + F2(g)  2HF(g), em Kcal/mol, será igual a:
a) - 276 b) -195 c) -129 d) - 276 e) 129

14 - Determine a entalpia de formação de ácido clorídrico gasoso, segundo a reação representada pela equação:
H2 (g) + Cl2 (g)  2HCl (g)
Dados:
H2 (g)  2H (g) o
= 436 kJ/mol
Cl2 (g)  2Cl (g) o
= 243 kJ/mol
HCl (g)  H (g) + Cl (g) o
= 431 kJ/mol

Indique os cálculos.

15 -Desde a pré-história, quando aprendeu a manipular o fogo para cozinhar seus alimentos e se aquecer, o
homem vem percebendo sua dependência cada vez maior das várias formas de energia. A energia é importante
para uso industrial e doméstico, nos transportes, etc.

41
Existem reações químicas que ocorrem com liberação ou absorção de energia, sob a forma de calor,
denominadas, respectivamente, como exotérmicas e endotérmicas. Observe o gráfico a seguir e assinale a
alternativa correta:

a) O gráfico representa uma reação endotérmica.


b) O gráfico representa uma reação exotérmica.
c) A entalpia dos reagentes é igual à dos produtos.
d) A entalpia dos produtos é maior que a dos reagentes.
e) A variação de entalpia é maior que zero.

16 - A dissolução de um sal em água pode ocorrer com liberação de calor, absorção de calor ou sem efeito
térmico. Conhecidos os calores envolvidos nas transformações, mostradas no diagrama que segue, é possível
calcular o calor da dissolução de cloreto de sódio sólido em água, produzindo Na +(aq) e Cl-(aq).

Com os dados fornecidos, pode-se afirmar que a dissolução de 1 mol desse sal
a) é acentuadamente exotérmica, envolvendo cerca de 103 kJ.
b) é acentuadamente endotérmica, envolvendo cerca de 10 3 kJ.
c) ocorre sem troca de calor.
d) é pouco exotérmica, envolvendo menos de 10 kJ.
e) é pouco endotérmica, envolvendo menos de 10 kJ.

17 - O diagrama de entalpia a seguir representa os calores envolvidos na reação de obtenção de dois óxidos de
cobre, a partir deste metal e do oxigênio.
2Cu(s) + O2(g)

-169 kJ
-310kJ
Cu2O(s) + 1/2 O2(g)

2CuO(s)

Analisando-se esse diagrama, a variação de entalpia, H o (kJ), para a reação


Cu 2O(s)  1/ 2O2 (g)  2CuO(s) , é igual a
a) +141. b) 479. c) 141. d) +310.

18 -Observe o gráfico abaixo.

42
1. O gráfico corresponde a um processo endotérmico.
2. A entalpia da reação é igual a + 226 kcal.
3. A energia de ativação da reação é igual a 560kcal.
Está(ão) correta(s):
a) 1 apenas b) 2 apenas c) 2 e 3 apenas
d) 1 e 3 apenas e) 1, 2 e 3

19 - O gráfico apresenta os valores de entalpia para uma reação genérica X + Y  Z + W, em duas situações: na
presença e na ausência de catalisador.

Os valores da energia de ativação na presença do catalisador e o tipo de reação quanto à liberação ou


absorção de calor são, respectivamente,
a) 30 kJ e endotérmica. b) 50 kJ e endotérmica. c) 50 kJ e exotérmica.
d) 110 kJ e endotérmica. e) 110 kJ e exotérmica.

20 - Considere a representação gráfica da variação de entalpia abaixo.

Entre os processos que ela pode representar figuram:


01. a fusão da água
02. a vaporização da água
04. a oxidação da gordura
08. a combustão da gasolina
16. o preparo de uma solução aquosa de NaOH, com aquecimento espontâneo do frasco

21 -A variação de energia ocorrida na queima de um mol de álcool combustível é corretamente representada pelo
gráfico:

43
TEXTO: 1 - Comum à questão: 22
Parece claro que o desenvolvimento tem gerado um gasto considerável de energia (especialmente das formas que
incrementam gás carbônico na atmosfera). E tudo foi alavancado quando, na Inglaterra, entre 1760 e 1800, a
máquina a vapor foi aperfeiçoada, exigindo uma demanda maior de carvão mineral (substituindo o carvão
vegetal), também utilizado na fusão de minérios de ferro.
Uma das primeiras inovações metalúrgicas da época foi a fusão de minério de ferro (hematita) com carvão
coque*. Isso levou à produção de ferro batido de alta qualidade, o qual começou a ser empregado na
fabricação de máquinas, na construção civil e nas ferrovias, substituindo a madeira.
*Ao ser queimado junto com o minério, o carvão coque tem por finalidade produzir CO para a reação
(equação abaixo) e fornecer o calor necessário para essa reação ocorrer.

Fe 2O3  3 CO  2 Fe  3 CO 2

22 - Assinale a alternativa com as palavras que completam corretamente as lacunas do texto abaixo.
Pelas informações contidas no texto, é possível concluir que a reação representada pela equação é
..............................., e que o símbolo  significa .............................. .
a) exotérmica; luz
b) exotérmica; calor
c) endotérmica; calor
d) endotérmica; luz
e) endotérmica; fotólise

23 - A respeito das equações abaixo, assinale o que for correto.


I) H 2(g)  1 2 O2(g)  H 2O(l) H  285,8kJ
II) HgO(s)  Hg(l)  1 2 O2(g) H  90,7kJ
01. Na reação I, a entalpia dos reagentes é menor do que a entalpia dos produtos.
02. A reação II apresenta H positivo, ou seja, ela é espontânea.
04. Quando 1 mol de HgO(s) absorve 90,7 kJ, ocorre decomposição.
08. A reação I é exotérmica.

24 - Atletas que sofrem problemas musculares durante uma competição podem utilizar bolsas instantâneas frias
ou quentes como dispositivos para primeiros socorros. Esses dispositivos normalmente são constituídos por uma
bolsa de plástico que contém água em uma seção e uma substância química seca em outra seção. Ao golpear a
bolsa, a água dissolve a substância, de acordo com as equações químicas representadas abaixo.
Equação 1:

 Ca (aq) + 2Cl (aq) H = –82,8 kJ/mol
2+
CaCl2s água

Equação 2:
+ –
NH4NO3(s) água
 NH4 (aq) + NO3 (aq) H = +26,2 kJ/mol
Se um atleta precisasse utilizar uma bolsa instantânea fria, escolheria a bolsa que contém o
a) CaCl2(s), pois sua dissociação iônica é exotérmica.
b) NH4NO3(s), pois sua reação de deslocamento com a água deixa a bolsa fria.
c) CaCl2(s), pois sua dissociação iônica absorve o calor.
d) NH4NO3(s), pois sua dissociação iônica é endotérmica.
e) CaCl2(s), pois sua reação de dupla troca com a água deixa a bolsa fria.

25 - Considere a seguinte reação termoquímica:


2NO(g) + O2(g)  2NO2(g) H = -13,5 kcal / mol de NO
e assinale a alternativa falsa.
a) A reação é exotérmica.
b) São libertados 13,5 kcal para cada mol de NO (g) que reagir.
c) A entalpia padrão de formação do O2 (g) é diferente de zero nas condições–padrão.
d) A reação de oxidação do NO (g) pode ocorrer no ar atmosférico.
e) Nenhuma das alternativas é falsa.

GABARITO:
6) Gab: B 7) Gab: C 8) Gab: E 9) Gab: A 10) Gab: D 11) Gab: D 12) Gab: A

44
o
13) Gab: C 14) Gab: Aplicando os cálculos pela Lei de Hess temos que : = -91,5 kJ/mol
15) Gab: B 16) Gab:E 17) Gab: C 18) Gab: E 19) Gab: B 20) Gab: 28 21) Gab: A
22) Gab: C 23) Gab: 12 24) Gab: D 25) Gab: C

Continuamos com termoquímica

01. O estado físico dos reagentes e produtos influi no valor de H?


( ) SIM ( ) NÃO
02. Para qualquer substância, a passagem sólido-líquido absorve ou libera calor?
( ) ABSORVE ( ) LIBERA
03. A passagem líquida-vapor, para qualquer substância, absorve ou liberta calor?
( ) ABSORVE ( ) LIBERTA

04. Dados os processos:


a) H2(g) + 1/2 O2(g)  H2O(1) H = - 68,3 Kcal
b) H2(g) + 1/2 O2(g)  H2O(v) H = - 57, 8 Kcal
Calcule o valor de H para o processo: H2O(v)  H2O(1)

05. Dados os processos:


a) C (grafite) + O2(g)  CO2(g) H = - 94 Kcal
b) C (diamante) + O2 (g)  CO2(g) H = - 94,5 Kcal
Calcule o valor de H para o processo: C(grafite)  C(diamante)

06. Dados os processos:


a) C2H6(g)  2C(s) + 3H2(g) H = + 20,3 Kcal
b) C(g)  C(s) H = -171,7 Kcal
+
c) H2(g)  2H (g) H = +104,2 Kcal
Calcule o valor de H para o processo
C2H6(g)  2C(g) + 6H+(g)

07. Sabendo que na formação de 1 moI de água no estado líquido há liberação de 68,3 Kcal/mol e que
na formação de 1 moI de água sólida há liberação de 70,0 Kcal/mol, calcule o calor de solidificação da
água.

08. O calor de combustão do metano (CH4) gasoso é 218 Kcal/mol. Qual o calor produzido na queima
de 36,8g de metano gasoso?

09. Dada a reação: H2O(1)  H2(g) + 1/2 O2(g) H = + 68,3 Kcal


Responda:
a) A reação é exotérmica ou endotérmica.
b) Represente esse processo num gráfico entalpia X caminho da reação.

10. Nesta reação, qual é a energia liberada por mo1 de produto formado?
2 C(s) + O2(g)  2 CO2(g) Kcal.

11. Indique o valor da energia liberada ou absorvida por mol de produto nestas reações:
a) 2 C(s) + 4H2(g) + O2(g)  2 CH3OH H = -96,0 Kcal
b) 9 C(s) + 10 H2(g)  C9H20(l) Kcal
c) 5 I2(s)  5 I2(g) H = + 75,0 Kcal
d) 3 O2(g)  2 O3(g) H = +68,0

45
12. Considere as seguintes reações exotérmicas:
a) A(s) + B(g)  C(g) + D(g) + Q1
b) A(s) + B(g)  C(g) + D(l) + Q2
Qual das duas reações liberará mais energia? Justifique:

13. O fósforo P4 , exposto ao ar, queima espontaneamente e forma P4O10 . O valor de H = - 712
Kcal/mol de P4. Qual é a quantidade de calor produzida quando 2,48g de fósforo são queimados?
Dados = P (a massa é 31)

14. Dada a reação de combustão do etano:


C2H6(g) + 7/2 O2(g)  2 CO2(g) + 3 H2O(g) H = - 372 Kcal.
Qual será a energia liberada quando 105g de etano (C2H6) forem queimados?
Dados = C = 12 e H = 01.

15. A queima da gasolina produz cerca de 11,6 Kcal/g e a queima do óleo diesel produz cerca de 10;9
Kcal/g. Qual a massa de óleo diesel que produz a mesma quantidade de energia que é liberada pela
queima de 1.500g de gasolina?

16. Calcule o calor de formação de um mol de SO3 , em Kcal/mol.


Dados: 2 S(s) + 2 O2(g)  2 SO2(g) + 142,0 Kcal.
2 SO(g) + O2(g)  2 SO3(g) + 46,0 Kcal.

17. Dadas as entalpia_ de formação do CO(g) e CO2(g) , calcule a entalpia da reação:


CO2(g) + C(s)  2 CO(g) (25 C, pressão normal)
Dados : H (CO) = -26 Kcal/mol; H (CO2) = -94 Kcal/mol

18. Calcular o H da reação de combustão do etano (C2H6(g)), sabendo que:


a) O calor de formação do etano (C2H6(g)) é -20,2 Kcal/mol.
b) O calor de formação do dióxido de carbono (CO2(g)) é -94,1 Kcal/mol.
c) O calor de formação da água líquida (H2O(l)) é -68,3 Kcal/mol.

19. Dadas equações termoquímicas:


a) C(grafite) + O2(g)  CO2 H = - 94,1 Kcal
b) H2(g) + 1/2 O2(g)  H2O(g) H = - 68,3 Kcal
c) 2 Cgrafite) + H2(g)  C2H2(g) H = + 54,2 Kcal.
Calcular a quantidade de calor liberado na combustão completa de 104g de C 2H2 (acetileno)

20. Calcular o H da combustão do etano (C2H6), a 25ºC e 1 atm, sabendo que:


a) O calor de formação do o C2H6(g) a 25º C e 1 atm e: -20,2 Kcal/mol
b) O calor de formação do CO2(g), a 25º C e 1 atm, e: -94,1 Kcal/mol
c) O calor de formação do H2O(l) a 25º C e 1 atm, e: -68_3 Kcal/mol.

21. Considere os processos a seguir:


I – queima de carvão.
II – fusão do gelo à temperatura de 25ºC.
III – combustão da madeira.
a) apenas o primeiro é exotérmico.
b) apenas o segundo é exotérmico.
c) apenas o terceiro é exotérmico.
d) apenas o primeiro é endotérmico.
e) apenas o segundo é endotérmico.

46
22. Certo fabricante de leite em pó desnatado, indica que cada 200mL de leite corresponde a 72 Kcal.
Com base nessa informação, podemos concluir que:
a) Em cada 200 mL de leite 72 mL são de energia.
b) O organismo consome 72 Kcal para digerir 200 mL de leite.
c) A absorção do leite, pelo organismo, é uma reação endotérmica.
d) Cada 100 mL de leite consumido libera 36 Kcal.
e) Um litro de leite desnatado contém 14,5Kcal.

23. A combustão completa do etanol: 1 C2H5OH + 3 O2  2 CO2 + 3 H2O + 1373 Kj. (massa
mola do álcool = 46 g/mol.), responda.
a) Qual é a quantidade de calor liberado ou absorvido na queima de 5 mol de etanol?
b) Se ocorresse a formação de mol de gás carbônico na reação, qual seria a quantidade de calor liberado
ou absorvido?
c)Calcule a quantidade de calor liberado ou absorvido na queima de 460 g de etanol?

24. Calcule o H da seguinte reação química: C2H2(g) + H2(g)  C2H6(g)


Dados: C2H2(g) = 227,0 Kj e C2H6(g) = 84,5 Kj.

25. Determinar o calor do Carbonato de cálcio na reação química: CaCO 3(s)  CaO(s) + CO2(g) H
= + 177,5 Kj/mol.
Dados: CaO(s) = - 635,5 Kj/mol e CO2(g) = - 394,0 Kj/mol.

26. O gás obtido na fermentação do lixo orgânico é chamado de Biogás e contem metano que pode ser
usado como combustível. Utilizando os dados abaixo, para comparar a quantidade de calor fornecida
pela combustão completa de 1 Kg de metano e 1 Kg de etanol.
Dados: H de formação: metano (CH4) = - 17,9 Kcal/mol, etanol (C2H5OH) = - 66,7 Kcal/mol, gás
carbônico (CO2) = - 94,1 Kcal/mol e água (H2O) = - 67,3 K cal/ mol.
Reações : CH4 + O2  CO2 + H2O H = ?
C2H5OH + O2  CO2 + H2O H = ?

27. Calcule o H da seguinte reação química: H2 + Cl2  HCl.


Dados: (Energias de ligações em Kj/mol) H-H = 436, Cl-Cl = 242,6 e H-Cl = 431,8.

28. Calcule o H da seguinte reação química: CH4 + Cl2  HCCl3 + HCl.


Dados: (Energias de ligações em Kj/mol) C-H = 413,6, Cl-Cl = 242,6, H-Cl = 431,8, C-H = 413,6 e C-
Cl = 327,2.

29. Calcule o H da seguinte reação química: C2H4 + Br2  C2H4Br2


Dados: (Energias de ligações Kcal/mol) C-H = 99, C=C = 143, C-Br = 66, C-C = 80 e Br-Br = 46.

30. Considere a equação termoquímica: C2H5OH + O2  CO2 + H2O H = 330 Kcal/mol.


O volume de álcool (d= 0,782 g/mL) que por combustão completa, libera 561 Kcal é igual á?
Dados a massa molar do álcool é 46 g/mol.

Respostas.
01. R = SIM 02. R = ABSORVE 03. R = ABSORVE 04. R = 10,5 Kcal.
05. R = 0,5 Kcal 06. R = 51,1 Kcal 07. R = 1,7 Kcal 08. R = 501,4 Kcal
09. R = a) Endotérmica b) R < P. 10. R = 26 Kcal 11. R = -48, -66, +15, +34. Kcal
12. R = D líquido. 13. R = 14,24 Kcal 14. R = -1302 Kcal
15. R = 1596,3 g 16. R = 94 Kcal 17. R = +42 Kcal
18. R = -372,9 Kcal 19. R = -1242,8 Kcal 20. R = 372,9 Kcal
21. R = E 22. R = D

47
23. a) R = libera 6865 Kj. b) R = libera 686,5 Kj c) R = libera 13730 Kj
24. R = - 311,5 Kj. 25. R = - 1207 Kj. 26. R = o metano é o melhor.
27. R = - 185 Kj. 28. R = - 309,2 Kj. 29. R = - 23 Kcal.
30. R = 100 mL.

Cinética Química

VELOCIDADE DE UMA REAÇÃO

01) (UFV-MG) Assinale o fenômeno que apresenta velocidade média maior.


a) A combustão de um palito de fósforo.
b) A transformação de rochas em solos.
c) A corrosão de um automóvel.
d) O crescimento de um ser humano.
e) A formação do petróleo a partir de seres vivos.

02) (Fuvest-SP) O seguinte gráfico refere-se ao estudo cinético de uma reação química.

O exame desse gráfico sugere que, à temperatura T1, a reação em questão é:


a) lenta. b) explosiva. c) reversível.
d) endotérmica. e) de oxidoredução.

03) A revelação de uma imagem fotográfica em um filme é um processo controlado pela cinética química da
redução do halogeneto de prata por um revelador. A tabela abaixo mostra o tempo de revelação de um
determinado filme, usando um revelador D-76.

A velocidade média (vm) de revelação, no intervalo de tempo de 7 min a 10 min, é:


a) 3,14 mols de revelador / min. b) 2,62 mols de revelador / min.
c) 1,80 mols de revelador / min. d) 1,33 mols de revelador / min.
e) 0,70 mol de revelador / min.

04) A relação a seguir mostra a variação da concentração de uma substância A, em função do tempo, em
uma reação química: a A + b B c C + d D

Qual será o valor da velocidade média da reação de A correspondente ao intervalo entre 4 e 14 min?
a) 4,0 mol/L.min. b) 0,4 mol/L.min. c) 1,4 mol/L.min. d) 25 mol/L.min.
e) 2,5 mol/L.min.

05) Seja a reação: X Y + Z. A variação na concentração de X em função do tempo é:

48
A velocidade média da reação no intervalo de 2 a 5 minutos é:
a) 0,3 mol/L.min. b) 0,1 mol/L.min. c) 0,5 mol/L.min.
d) 1,0 mol/L.min. e) 1,5 mol/L.min.

06) A reação de decomposição da amônia gasosa foi realizada em um recipiente fechado: 2 NH3  N2 + 3
H2
A tabela abaixo indica a variação na concentração de reagente em função do tempo.

Qual é a velocidade média de consumo do reagente nas duas primeiras horas de reação?

07) Na reação a seguir: X + 2 Y  Z, observou-se a variação da concentração de X em função do tempo,


segundo a tabela abaixo:

No intervalo de 4 a 6 minutos a velocidade média da reação, em mol/L.min, é:


a) 0,010. b) 0,255. c) 0,005. d) 0,100. e) 0,200.

08) A isomerização de 1 mol de 1, 2 dicloro eteno foi realizada em um frasco fechado, obtendo-se os seguintes
valores de conversão em função do tempo:

Nos primeiros 10 minutos de reação a velocidade de isomerização em mol/min é:


a) 8,00 x 10– 3. b) 1,00 x 10– 3. c) 9,00 x 10– 2. d) 1,00 x 10– 2. e) 1,25 x 103.

09) A decomposição da água oxigenada em determinadas condições experimentais produz 3,2 g de oxigênio por
minuto. A velocidade de decomposição do peróxido em mol/min é:
Dado: O = 16 u.
a) 0,05. b) 0,10. c) 0,20. d) 1,70. e) 3,40.

10) Com relação à reação: 2 A + 3 B  2 C + D podemos afirmar que:


a) os reagentes (A e B) são consumidos com a mesma velocidade.
b) a velocidade de desaparecimento de A é igual à velocidade de aparecimento de C.
c) a velocidade de aparecimento de D é três vezes maior que a velocidade de desaparecimento de B.
d) os produtos (C e D) são formados com a mesma velocidade.
e) a velocidade de desaparecimento de A é a metade da velocidade de aparecimento de D.

11) A velocidade média da reação N2 + 3 H2  2 NH3 vale 2 mols/min. A velocidade média em função do
hidrogênio vale:
a) 6 mols / min. b) 3 mols / min. c) 2 mols / min. d) 0,5 mols / min. e) 5 mols / min.

12) A formação do dióxido de carbono (CO2) pode ser representada pela equação: C(s) + O2(g)  CO2(g)
Se a velocidade de formação do CO2(g) for de 4 mol/min, o consumo de oxigênio, em mol/min, será:
a) 8. b) 16. c) 2. d) 12. e) 4.

13) Em determinada experiência, a reação de formação de água está ocorrendo com o consumo de 4 mols de
oxigênio por minuto. Conseqüentemente, a velocidade de consumo de hidrogênio é de:
a) 2 mols/min. b) 4 mols/min. c) 8 mols/min. d) 12 mols/min. e) 16 mols/min.

14) O gráfico a seguir representa a variação das concentrações das substâncias X, Y e Z durante a reação em que
elas tomam parte.
49
A equação que representa a reação é:
a) X + Z Y. b) X + Y  Z. c) X  Y + Z. d) Y  X + Z. e) Z  X + Y.

15) Numa reação completa de combustão, foi consumido, em 5 minutos, 0,25 mol de metano, que foi
transformado em CO2 e H2O. A velocidade da reação será:
a) 0,80 mol/min. b) 0,40 mol/min. c) 0,05 mol/min. d) 0,60 mol/min. e) 0,30 mol/min.

16) A hidrazina (N2H4) é líquida e recentemente chamou a atenção como possível combustível para foguetes, por
causa de suas fortes propriedades redutoras. Uma reação típica da hidrazina é: N2H4 + 2 I2 4 HI + N2
Supondo as velocidades expressas em mol/L,
V1 = velocidade de consumo de N2H4 V2 = velocidade de consumo de I2
V3 = velocidade de formação de HI V4 = velocidade de formação de N2
Podemos afirmar que:
a) V1 = V2 = V3 = V4. b) V1 = V2/2 = V3/4 = V4. c) V1 = 2V2 = 4V3 = V4.
d) V1 = V2/4 = V3/4 = V4/2. e) V1 = 4V2 = 4V3 = 2V4.

17) A velocidade de uma reação química depende:


I. Do número de colisões entre moléculas na unidade de tempo.
II. Da energia cinética das moléculas envolvidas na reação.
III. Da orientação das moléculas.
Estão corretas as alternativas:
a) I, II e III. b) somente I. c) somente II. d) somente I e II. e) somente I e III.

18) A combustão da gasolina pode ser equacionada por C8H18 + O2 _ CO2 + H2O
(equação não-balanceada). Considere que após uma hora e meia de reação foram produzidos 36 mols de CO2.
Dessa forma, a velocidade de reação, expressa em número de mols de gasolina consumida por minuto, é de:
a) 3,00 mol/min. b) 4,50 mol/min. c) 0,10 mol/min. d) 0,40 mol/min. e) 0,05 mol/min.

19) Óxidos de nitrogênio, NOx, são substâncias de interesse ambiental, pois são responsáveis pela destruição de
ozônio na atmosfera, e, portanto, suas reações são amplamente estudadas.
Num dado experimento, em um recipiente fechado, a concentração de
NO2 em função do tempo apresentou o seguinte comportamento:
O papel do NO2 neste sistema reacional é:
a) reagente.
b) intermediário.
c) produto.
d) catalisador.
e) inerte

20) O Harber é um importante processo industrial para produzir amônia, conforme a reação:
N2 (g) + 3 H2 (g)  2 NH3 (g)
Colocados, num reator, nitrogênio e hidrogênio, obtiveram-se os seguintes dados em minutos e mols/litro.

Calculando-se a velocidade média em função de NH3, N2, H2 e velocidade média da reação, obtêm-se,
respectivamente:
a) 0,01; – 0,005; – 0,015 e 0,005.
b) 0,01; 0,135; 0,045 e 0,005.
c) 0,01; – 0,130; – 0,045 e 0,005.
d) 0,01; 0,005; 0,015 e 0,005.
50
e) 0,10; 1,350; 0,450 e 0,005.

21) (UnB-DF-Modificado) considere os estudos cinéticos de uma reação química e julgue os itens abaixo.
1) Toda reação é produzida por colisões, mas nem toda colisão gera uma reação.
2) Uma colisão altamente energética pode produzir uma reação.
3) Toda colisão com orientação adequada produz uma reação.
4) A velocidade média de uma reação pode ser determinada pela expressão:

Assinalando V para verdadeiro e F para falso e, lendo de cima para baixo, teremos:
a) V, V, F, F. b) V, V, V, F. c) F, V, F, F. d) V, F, V, F. e) V, V, V, V.

22) No início do século XX, a expectativa da Primeira Guerra Mundial gerou uma grande necessidade de
compostos nitrogenados. Haber foi o pioneiro na produção de amônia, a partir do
nitrogênio do ar. Se a amônia for colocada num recipiente fechado, sua
decomposição ocorre de acordo com a seguinte equação química não balanceada:
NH3(g)  N2(g) + H2(g).
As variações das concentrações com o tempo estão ilustradas na figura abaixo:
A partir da análise da figura acima, podemos afirmar que as curvas A, B e C
representam a variação temporal das concentrações dos seguintes componentes da
reação, respectivamente:
a) H2, N2 e NH3 b) NH3, H2 e N2 c) NH3, N2 e H2 d) N2, H2 e NH3 e) H2, NH3 e N2

23) A amônia é produzida industrialmente a partir do gás nitrogênio (N2) e do gás hidrogênio (H2), segundo a
equação: N2(g) + 3 H2(g)  2 NH3(g). Numa determinada experiência, a velocidade média de consumo de gás
hidrogênio foi de 120g por minuto. A velocidade de formação do gás amônia, nessa experiência, em mols por
minuto, será de:
a) 10. b) 20. c) 30. d) 40. e) 50.

24) Para que duas substâncias possam reagir, é necessário que suas moléculas
colidam entre si, de modo que ligações são rompidas e formadas, originando
novas substâncias. Analise o quadro abaixo para julgar os itens que se
seguem.
0 0 Todo tipo de colisão provoca uma reação.
1 1 Para que a reação ocorra, é necessário que a colisão tenha boa orientação e
energiaelevada.
2 2 Nos casos I e II, a reação não ocorre devido à má orientação dos choques.
3 3 No caso III, observar-se-á reação química.
4 4 Todas as colisões citadas são efetivas ou produtivas.

25) A velocidade de uma reação global, quando composta de várias etapas, é:


a) Média das velocidades das etapas.
b) Determinada pela velocidade da etapa mais rápida.
c) Determinada pela velocidade da etapa mais lenta.
d) Determinada pela soma das constantes de velocidade de cada reação.
e) Determinada pela soma das velocidades individuais das etapas.

26) (Unisinos-RS) Nas reações químicas, de um modo geral, aumenta-se a velocidade da reação por meio da
elevação de temperatura. Isto ocorre porque aumenta:
I. a velocidade média das moléculas reagentes.
II. a energia cinética média das moléculas dos reagentes.
III. a freqüência das colisões entre as moléculas.
Das afirmações acima são corretas:
a) I apenas.
b) II apenas.
c) III apenas.
d) I e III apenas.
e) I, II e III.
51
27) (Covest-2001) A produção de trióxido de enxofre durante a combustão de carvão em usinas
termoelétricas (sistema aberto ao ar) causa problemas ambientais relacionados com a chuva ácida.
Esta reação para a produção de trióxido de enxofre, na presença de óxido de nitrogênio é descrita pelo
mecanismo a seguir:
2 NO(g) + O2(g)  2 NO2(g)
2 NO2(g) + 2 SO2(g) 2 SO3(g) +2 NO(g)
2 SO2(g) + O2(g) 2 SO3(g) (reação global)
Qual dos gráficos abaixo melhor representa a concentração molar (eixo das ordenadas) das principais espécies
envolvidas na produção de trióxido de enxofre em função do tempo (eixo das abcissas)?

28) Em qual das condições abaixo o processo de deterioração de 1kg de carne de boi será mais lento?
a) peça inteira colocada em nitrogênio líquido.
b) fatiada e colocada em gelo comum.
c) fatiada e colocada em gelo seco (CO2 sólido).
d) peça inteira em gelo comum.
e) fatiada, cada fatia envolvida individualmente em plástico e colocada em uma freezer de uso
doméstico.

29) Indique, entre as alternativas abaixo, a forma mais rapidamente oxidável para um material de ferro, supondo-
as todas submetidas às mesmas condições de severidade.
a) Limalha. b) Chapa plana. c) Esferas. d) Bastão. e) Lingote.

30) As reações químicas, em geral, podem ser aceleradas. Um fator que acelera uma reação química é:
a) o aumento da superfície de contato.
b) a diminuição da superfície de contato.
c) a diminuição da concentração dos reagentes.
d) a ausência do contato entre os reagentes.
e) a ausência de substâncias reagentes.

31) O que você faria para aumentar a velocidade de dissolução de um comprimido efervescente em água?
I) Usaria água gelada.
II) Usaria água a temperatura ambiente.
III) Dissolveria o comprimido inteiro.
IV) Dissolveria o comprimido em 4 partes.
Assinale das alternativas abaixo a que responde corretamente à questão.
a) I e IV. b) I e III. c) III. d) II e III. e) II e IV.

32) Cinco amostras de 300g de ferro foram utilizadas para fabricar diferentes objetos levados para diferentes
locais. Assinale a alternativa em que a amostra deverá oxidar-se (enferrujar) mais rapidamente:
a) Limalha de ferro no porto de SUAPE.
b) Limalha de ferro no sertão semiárido.
c) Um martelo numa fazenda próxima a Manaus.
d) Um monte de ferro no porto de SUAPE.
e) Um martelo num sertão semiárido.

33) (UFPB) A equação abaixo representa a reação de hidrogenação completa do isopreno:

52
Sabendo-se que a cinética de uma reação química pode ser alterada pela ação de agentes físicos ou
químicos no sistema reacional, identifique as ações que concorrem para aumentar a velocidade dessa
reação:
0 0 Aumentar a temperatura e a pressão do sistema reacional
1 1 Aumentar apenas a temperatura do sistema reacional
2 2 Aumentar apenas a pressão do sistema reacional
3 3 Aumentar a concentração do produto
4 4 Diminuir as concentrações dos reagentes

34)Em um recipiente a 25ºC, ocorre a reação entre os gases A e B, segundo a equação da lei da velocidade v =
K.[A].[B]. O que acontece com a velocidade da reação quando:
I. Aumentamos a pressão (diminuímos o volume).
II. Aumentamos o números de mols de A.
III. Diminuímos a temperatura a volume constante.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta:
a) I, permanece constante; II, aumenta; III, diminui.
b) I, diminui; II, diminui; III, permanece constante.
c) I, aumenta; II, permanece constante; III, diminui.
d) I, permanece constante; II, permanece constante; III, aumenta.
e) I, aumenta; II, aumenta; III, diminui.

35) Das proposições abaixo, relacionadas com cinética química, a única falsa é:
a) A velocidade de uma reação pode ser medida pelo consumo dos reagentes na unidade do tempo.
b) A colisão entre as partículas químicas é necessária para que haja reação.
c) Temperatura e catalisadores são fatores que influenciam na velocidade da reação.
d) A concentração dos reagentes afeta a velocidade da reação.
e) A natureza dos reagentes não exerce influência na velocidade da reação.

36) O esquema refere-se a um experimento realizado em um laboratório de química:

A reação que ocorre nos tubos é CaCO3 + H2SO4CaSO4 + CO2


A liberação do gás carbônico, CO2,
a) no tubo A é mais rápida, pois a superfície de contato dos reagentes é maior.
b) no tubo B é mais lenta, pois a superfície de contato dos reagentes é menor.
c) nos tubos A e B ocorre ao mesmo tempo.
d) no tubo B é mais rápida, pois a superfície de contato dos reagentes é maior.
e) no tubo A é mais rápida, pois a superfície de contato dos reagentes é menor.

37) Consideremos um gás formado de moléculas todas iguais e que corresponda ao que se considera um gás ideal.
Esse gás é mantido num recipiente de volume constante. Dentre as afirmações abaixo, todas referentes ao efeito
do aumento de temperatura, assinale a correta, em relação ao caminho livre médio das moléculas e à freqüência
das colisões entre elas:
caminho livre médio freqüência de colisões
a) inalterado aumenta.
b) diminui inalterada.
c) aumenta aumenta.
d) inalterado diminui.
e) diminui aumenta.

38) (UFMG) Duas reações químicas foram realizadas em condições diferentes de temperatura e de estado
de agregação das substâncias, conforme descrito a seguir.
53
Reação I CO(g) + NO2(g)  CO2(g) + NO(g)
Experimento 1 – temperatura de 25°C.
Experimento 2 – temperatura de 250°C.
(As demais condições são idênticas nos dois experimentos)
Reação II Pb(NO3)2 + 2 KI  PbI2 + 2 KNO3
Experimento 3 – Os dois reagentes foram utilizados na forma de pó.
Experimento 4 – Os dois reagentes foram utilizados em solução aquosa.
(As demais condições são idênticas nos dois experimentos)
Comparando-se as velocidades de reação em cada par de experimentos (V1 com V2; V3 com V4), é
correto afirmar que:
a)V2 > V1 e V3 = V4. b)V1 > V2 e V3 > V4. c)V2 > V1 e V4 > V3. d)V1 > V2 e V3 = V4. e)V2 =
V1 e V3 > V4.

39) (Unifesp-SP) Para investigar a cinética da reação representada pela equação:

Foram realizados três experimentos, empregando comprimidos de antiácido efervescente, que contêm os dois
reagentes no estado sólido. As reações foram iniciadas pela adição de iguais quantidades de água aos
comprimidos, e suas velocidades foram estimadas observando-se o desprendimento de gás em cada experimento.
O quadro a seguir resume as condições em que cada experimento foi realizado.
Experimento Forma de adição de cada comprimido (2g) Temperatura da água (°C)
I Inteiro 40
II Inteiro 20
III Moído 40
Assinale a alternativa que apresenta os experimentos em ordem crescente de velocidade de reação.
a) I, II, III. b) II, I, III. c) II, III, I. d) III = I, II. e) III, I, II.

40) Um comprimido efervescente reage mais rapidamente com a água se for moído. Isso porque, com a moagem,
torna-se maior a:
a) concentração dos componentes do comprimido na água.
b) ação catalítica da água sobre o comprimido.
c) superfície de contato dos componentes do comprimido com água.
d) temperatura do comprimido.
e) energia cinética das espécies componentes do comprimido.

41) (PUC-SP) Considere as duas fogueiras representadas abaixo, feitas, lado a lado, com o mesmo tipo e
qualidade de lenha.

A rapidez da combustão da lenha será:


a) maior na fogueira 1, pois a superfície de contato com o ar é maior.
b) maior na fogueira 1, pois a lenha está mais compactada, o que evita a vaporização de componentes voláteis.
c) igual nas duas fogueiras, uma vez que a quantidade de lenha é a mesma e estão no mesmo ambiente.
d) maior na fogueira 2, pois a lenha está menos compactada, o que permite maior retenção de calor pela madeira.
e) maior na fogueira 2, pois a superfície de contato com o ar é maior.

42) Observa-se que a velocidade de reação é maior quando um comprimido efervescente, usado no combate à
azia, é colocado:
a) inteiro, em água que está à temperatura de 6°C.
b) pulverizado, em água que está à temperatura de 45°C.
c) inteiro, em água que está à temperatura de 45°C.
d) pulverizado, em água que está à temperatura de 6°C.
e) inteiro, em água que está à temperatura de 25°C.

54
43) A sabedoria popular indica que, para acender uma lareira, devemos utilizar inicialmente lascas de lenha e só
depois colocarmos toras. Em condições reacionais idênticas e utilizando massas iguais de madeira em lascas e
toras, verifica-se que madeira em lascas queima com mais velocidade. O fator determinante, para essa maior
velocidade da reação, é o aumento da:
a) pressão. b) temperatura. c) concentração. d) superfície de contato. e) energia de ativação.

44) Quando se leva uma esponja de aço à chama de um bico de gás, a velocidade da reação de oxidação é tão
grande que incendeia o material. O mesmo não ocorre ao se levar uma lâmina de aço à chama. Nessas
experiências, o fator que determina a diferença de velocidades de reação é:
a) a pressão. b) o catalisador. c) o estado físico.
d) a concentração. e) a superfície de contato.

45) Três experimentos foram realizados para investigar a velocidade da reação entre HCl aquoso diluído e ferro
metálico. Para isso, foram contadas, durante 30 segundos, as bolhas de gás formadas imediatamente após os
reagentes serem misturados. Em cada experimento, usou-se o mesmo volume de uma mesma solução de HCl e a
mesma massa de ferro, variando-se a forma de apresentação da amostra de ferro e a temperatura. O quadro indica
as condições em que cada experimento foi realizado:
Experimento ferro temperatura
I prego 40°C
II prego 20°C
III palhinha de aço 40°C
Assinale a alternativa que apresenta os experimentos na ordem crescente do número de bolhas observado:
a) II, I, III. b) III, II, I. c) I, II, III. d) II, III, I. e) I, III, II.

46) Em qual das condições seguintes a velocidade da reação é maior?

47)Responder à questão com base no esquema a seguir, que representa situações em comprimidos antiácidos
efervescentes de mesma constituição reagem em presença de água.

Pelo exame do esquema, pode-se afirmar que as reações que ocorrem em menor tempo do que a do
frasco I, são as dos frascos:
a) II e III. b) II e IV. c) II e V. d) III e IV. e) III e V.

48) O metal ferro reage com uma solução aquosa de HCl, originando gás hidrogênio e cloreto de ferro II. Assinale
a alternativa que indica a reação mais rápida entre o ferro e uma solução aquosa de HCl 1,0mol/L.
a) um prego de ferro, a 25°C. b) um prego de ferro, a 40°C.
c) ferro em pó, a 40°C. d) ferro em pó, a 25°C.
e) essa reação não depende da superfície de contato ou da temperatura.

49) Quais dos itens seguintes, associados, aumentam a velocidade da reação entre o ferro metálico e o
ácido clorídrico?
I. Ferro em lâminas.
II. Ferro finamente dividido.
III. Ácido clorídrico 6 mols/L.
IV. Ácido clorídrico 1 mol/L.
a) III e IV. b) I e III. c) II e III. d) I e II. e) II e IV.

55
50) É correta afirmar que as velocidades das reações dos compostos gasosos nos sistemas contido em I e II
abaixo, sob a ação de êmbolos, são, respectivamente:

a) A > A’ e B > C. b) A > A’ e C > B. c) A’ = A e C > B. d) A’ > A e C > B. e)A’ > A e B =


C.

51)É correta afirmar que as velocidades das reações dos compostos gasosos nos sistemas contido em I e II abaixo,
sob a ação de êmbolos, são, respectivamente:

a) A > A’ e B > C. b) A > A’ e C > B. c) A’ = A e C > B. d) A’ > A e C > B. e)A’ > A e B =


C.

52) Analise as afirmativas abaixo.


I. A energia de ativação de uma reação química aumenta com o aumento da temperatura do sistema reacional.
II. A velocidade de uma reação química é determinada pela etapa mais lenta.
III. A variação de entalpia de uma reação independe do uso de catalisadores.
IV. Todas as colisões entre as moléculas de um reagente são efetivas, excetuando-se quando os reagentes são
líquidos e em temperaturas baixas.
Assinale a alternativa que contempla as afirmativas corretas.
a) I, II e IV, apenas. b) II, III e IV, apenas. c) I, III e IV, apenas.
d) II e III, apenas. e) I e III, apenas.

53) A quantidade mínima de energia necessária para que as moléculas possam reagir chama-se:
a) energia de ionização. b) energia de ligação. c) energia de dissociação.
d) energia de ativação. e) energia de excitação.

54) Considere os seguintes processos:


I. Neutralização do leite de magnésia no estômago.
II. Oxidação do cobre, formando zinabre.
III. Ataque do ácido muriático (HCl) ao pedaço de palha de aço.
Apresenta baixa energia de ativação somente o(s) processo(s):
a) I. b) II. c) III. d) I e III. e) II e III.

55) Em uma reação química, o complexo ativado:


a) possui mais energia que reagentes ou os produtos.
b) age como catalisador.
c) sempre forma produtos.
d) é um composto estável.
e) possui menos energia que os reagentes ou os produtos.

56) Uma reação química que apresenta energia de ativação extremamente pequena deve ser:
a) lenta.b) exotérmica. c) instantânea. d) endotérmica. e) isotérmica.

57) A combustão do gás de cozinha é uma reação exotérmica; porém, só se inicia ao receber energia externa
como, por exemplo, a da chama de um palito de fósforo. A energia fornecida pelo palito é chamada energia de:
a) formação. b) combustão. c) ativação. d) decomposição. e) adição.

56
58) A elevação da temperatura aumenta a velocidade das reações químicas porque aumenta os fatores
apresentados nas alternativas, exceto:
a) a energia cinética média das moléculas.
b) a energia de ativação.
c) a freqüência das colisões efetivas.
d) o número de colisões por segundo entre as moléculas.
e) a velocidade média das moléculas.

59) Na cinética de uma reação, o aumento da temperatura provoca aumento de todas as seguintes grandezas,
exceto:
a) Energia de ativação.
b) Energia do sistema.
c) Número de colisões entre as moléculas dos reagentes.
d) Velocidade média das moléculas.
e) Velocidade da reação

60) O gráfico abaixo indica na abscissa o andamento de uma reação


química desde os reagentes (A+B) até os produtos (C+D) e na ordenada
as energias envolvidas na reação. Qual o valor indicado pelo gráfico para
a energia de ativação da reação A + B ↔C+D ?

61) Para responder à questão abaixo, relacione os fenômenos descritos na coluna I com os fatores que influenciam
a velocidade dos mesmos, mencionados na coluna II.
Coluna I
1. Queimadas se alastrando rapidamente quando está ventando.
2. Conservação dos alimentos no refrigerador.
3. Efervescência da água oxigenada na higiene de ferimentos.
4. Lascas de madeira queimando mais rapidamente que uma tora de madeira.
Coluna II
a. superfície de contato.
b. catalisador.
c. concentração.
d. temperatura.
A alternativa que contém a associação correta entre as duas colunas é:
a) 1 – c; 2 – d; 3 – b; 4 – a. b) 1 – d; 2 – c; 3 – b; 4 – a. c) 1 – a; 2 – b; 3 – c; 4 – d.
d) 1 – b; 2 – c; 3 – d; 4 – a. e) 1 – c; 2 – d; 3 – a; 4 – b.

62) No diagrama abaixo o valor da energia de ativação correspondente (em kcal) é:


a) 25. b) 85. c) 110. d) 65. e) 40.

63) Sobre catalisadores, são feitas as quatro afirmações seguintes:


I. São substâncias que aumentam a velocidade de uma reação.
II. Reduzem a energia de ativação da reação.
III. As reações nas quais atuam não ocorreriam nas suas ausências.
IV. Enzimas são catalisadores biológicos.
Dentre essas afirmações, estão corretas apenas:
a) I e II. b) II e III. c) I, II e III. d) I, II e IV. e) II, III e IV.

64) Um palito de fósforo não se acende, espontaneamente, enquanto está guardado, mas basta um ligeiro atrito
com a superfície áspera para que ele, imediatamente, entre em combustão, com emissão de luz e calor.
Considerando-se essas observações, é correto afirmar que a reação é:
a) endotérmica e tem energia de ativação maior que a energia fornecida pelo atrito.
b) endotérmica e tem energia de ativação menor que a energia fornecida pelo atrito.
c) exotérmica e tem energia de ativação maior que a energia fornecida pelo atrito.
d) exotérmica e tem energia de ativação menor que a energia fornecida pelo atrito.
e) exotérmica e não há nenhuma relação entre as energias de ativação do atrito.

57
65) Não se observa reação química vivível com a simples mistura de vapor de gasolina e ar atmosférico, à pressão
e temperatura ambientes, porque:
a) a gasolina não reage com o oxigênio à pressão ambiente.
b) para que a reação seja iniciada, é necessário o fornecimento de energia
adicional aos reagentes.
c) a reação só ocorre na presença de catalisadores heterogêneos.
d) o nitrogênio do ar, por estar presente em maior quantidade no e ser
pouco reativo, inibe a reação.
e) a reação é endotérmica.

66) Considere o gráfico abaixo, para a reação: A + B  C + D


Escolha a opção que indica o abaixamento da energia de ativação
provocado pela adição de um catalisador:
a) 1. b) 2. c) 3. d) 4. e) 2 + 3.

67) (Mackenzie-SP) Analisando o gráfico representativo do caminho da


reação A + B  C, pode-se dizer que o valor da energia de ativação e o
tipo de reação são, respectivamente:

a) 8 kcal/mol e exotérmica. b) 20 kcal/mol e endotérmica.


c) 20 kcal/mol e exotérmica. d) 28 kcal/mol e endotérmica.
e) 30 kcal/mol e endotérmica.

68) Para a reação genérica A + B  C + D, tem-se o seguinte diagrama:

É correta afirmar que:


a) A reação é endotérmica e a variação de entalpia vale 86 kcal.
b) A reação é exotérmica com variação de entalpia de – 26 kcal.
c) A reação é exotérmica com energia de ativação de 32 kcal.
d) A reação é exotérmica com energia de ativação de 112 kcal.
e) A reação é endotérmica e a variação de entalpia é de 32 kcal.

69) As reações de combustão do carvão, da madeira, do fósforo, do álcool, da gasolina, enfim das substâncias
combustíveis de modo geral, são espontâneas. No entanto, apesar de estarem em contato o oxigênio do ar e de se
queimarem com alta velocidade, nenhuma delas se extinguiu da natureza por combustão. Qual a melhor
explicação para este fato?
a) Ocorrer influência de catalisadores negativos de reação.
b) Serem as referidas reações endotérmicas.
c) Serem as referidas reações exotérmicas.
d) Haver necessidade de fornecer energia de ativação para as reações ocorrerem.
e) Ocorrer a influência da baixa concentração de anidrido carbônico, dificultando as reações.

70) Uma reação química processa-se conforme o gráfico abaixo:

É incorreto afirmar que a:


58
a) passagem I é endotérmica
b) passagem II envolve a menor energia de ativação.
c) passagem III é mais lenta.
d) passagem III libera mais calor que II.
e) reação se processa em etapas.

71) As figuras representam gráficos obtidos para uma mesma reação em duas condições diferentes. Assinale a
alternativa correta:

a) Os gráficos I e II correspondem à variação de entalpia de uma reação endotérmica.


b) A reação não pode ocorrer, porque a energia de ativação C é menor do que em A.
c) O gráfico II corresponde à variação de entalpia para a reação catalisada.
d) O valor da entalpia corresponde ao ponto B e à energia de ativação para esta reação.
e) A diferença entra as entalpias dos pontos A e B corresponde à variação de entalpia da reação

72) A energia de ativação da reação A + B  C + D, quando feita com catalisador vale:

a) 10 kcal. b) 20 kcal. c) 30 kcal. d) 50 kcal. e) 90 kcal.

74) A queima de combustíveis nos automóveis, geralmente, não é completa, e um dos produtos presentes nos
gases de combustão é o monóxido de carbono, um gás extremamente tóxico. Para minimizar a emissão desses
gases para a atmosfera, os automóveis possuem um conversor catalítico que acelera a reação:
CO(g) + ½O2(g)  CO2(g)
No entanto, a reação ocorre em várias etapas, algumas das quais se encontram a seguir:
CO(g) + O2(g) CO2(g) + O(g) (I)
CO(g) + O(g) + M(s) CO2(g) + M(s) (II)
Ambas as etapas possuem energia de ativação positiva, porém a energia de ativação da etapa I é muito maior que
a da etapa II.
Considere o processo descrito e assinale a alternativa correta.
a) Um aumento de temperatura diminui a velocidade da etapa I e aumenta a velocidade da etapa II.
b) Para concentrações iguais dos reagentes, a qualquer temperatura, a etapa II é mais rápida que a etapa I.
c) Com base na reação global, podemos dizer que a mesma é de segunda ordem, já que somente dois reagentes
são envolvidos na reação.
d) M não pode ser considerado um catalisador, uma vez que ele participa na etapa II.
e) Se dobrarmos a pressão parcial de monóxido de carbono, a velocidade da etapa II deverá dobrar; porém, a
velocidade da etapa I deverá diminuir, já que sua energia de ativação é maior.

75) Nas condições ambientes, foram realizados três experimentos, com aparelhagem idêntica, nos quais se juntou
Na2CO3 sólido, contido em uma bexiga murcha, a uma solução aquosa de HCl contida em um erlenmeyer. As
quantidades adicionadas foram:

59
Ao final dos experimentos, comparando-se os volumes das bexigas, observa-se que:
Dado: Na2CO3 = 106 g/mol.
a) A bexiga de E1 é a mais cheia. b) A bexiga E2 é a mais cheia.
c) A bexiga E3 é a mais cheia. d) A bexiga E1 é a menos cheia.
e) As três bexigas estão igualmente cheias.

76)A reação de H2 com I2 obedece à seguinte lei de velocidade de reação: v = k [H2][I2] com uma energia de
ativação de 70 kJ/mol.
Considerando estes dados, podemos afirmar que:
0 0 a reação é de segunda ordem.
1 1 quando dobrarmos a temperatura, a velocidade da reação também irá dobrar.
2 2 quando dobrarmos a concentração de I2, a velocidade da reação irá quadruplicar
3 3 a constante de reação irá aumentar com o aumento de temperatura.
4 4 para concentrações iguais de H2 e de I2 a reação estará em equilíbrio.
0-0) Verdadeira. 1-1) Falsa. 2-2) Falsa. 3-3) Verdadeira. 4-4) Falsa.

77) A reação expressa pela equação 2 PQ + 2 R2  P2 + 2 R2Q, a 100°C apresenta o seguinte mecanismo:
I. 2 PQ + R2  P2Q + R2Q (etapa lenta)
II. P2Q + R2  P2 + R2Q (etapa rápida)
Analise as afirmações:
0 0 Dobrando a concentração do PQ, a velocidade da reação será quadruplicada.
1 1 Dobrando a concentração do R2, a velocidade da reação também dobrará.
2 2 Triplicando a concentração do PQ e do R2 a velocidade da reação ficará nove vezes maior.
3 3 A equação da velocidade de reação é v = k [PQ]²[R2]².
4 4 A reação é elementar.

78) Na reação de dissociação térmica do HI(g), a velocidade de reação é proporcional ao quadrado da


concentração molar do HI. Se triplicarmos a concentração molar do HI, a velocidade da reação:
a) aumentará 6 vezes. b) aumentará 9 vezes. c) diminuirá 6 vezes.
d) diminuirá 9 vezes. e) diminuirá 3 vezes.

79) A reação 2 A + B  P, apresenta uma lei de velocidade expressa por v = k [A]². Se a concentração de
reagente A for mantida constante e a de B for duplicada, a velocidade da reação fica multiplicada por um fator
igual a:
a) 0. b) 1. c) 2. d) 3. e) 4.

80) A reação NO2(g) + CO(g)  CO2(g) + NO(g) é de segunda ordem em relação ao NO2(g) e de ordem zero
em relação ao CO(g). Em determinadas condições de temperatura e pressão, essa reação ocorre com velocidade v.
Se triplicarmos a concentração de NO2(g) e duplicarmos a concentração de CO(g), a nova velocidade de reação
v’ será igual a:
a) 3v. b) 6v. c) 9v. d) 12v. e) 18v.

81) Dada a equação da reação elementar H2 + Cl2  2 HCl, se reduzirmos simultaneamente a concentração de
H2 e Cl2 à metade, mantendo-se constantes todos os outros fatores, a velocidade da reação:
a) quadruplica. b) reduz-se a um quarto da inicial. c) dobra.
d) reduz-se à metade. e) permanece igual à inicial.

82) Se tivermos em um recipiente, à temperatura ambiente, dois gases prontos para reagir, segundo a reação
elementar abaixo, o que acontecerá com a velocidade de reação dos gases se, em um dado momento, apenas
dobrarmos as concentrações molares dosA(g) + 3 B(g)  2 C(g)
a) A velocidade da reação aumentará 16 vezes. b) A velocidade da reação duplicará.

60
c) A velocidade da reação permanecerá a mesma. d) A velocidade da reação será reduzida à metade.
e) A velocidade da reação aumentará 4 vezes.

83)O estudo cinético, em fase gasosa, da reação representada por NO2 + CO  CO2 + NO
mostrou que a velocidade da reação não dependa da concentração de CO, mas depende da concentração de NO2
elevada ao quadrado. Esse resultado permite afirmar que:
a) o CO atua como catalisador. b) o CO é desnecessário para a conversão do NO2 em NO.
c) o NO2 atua como catalisador. d) a reação deve ocorrer em mais de uma etapa.
e) a velocidade da reação dobra se a concentração inicial do NO2 for duplicada.

84) Analise a reação elementar 2 A + B  C e o seu diagrama de energia na ausência e presença de catalisador,
representado a seguir:

Sobre eles (reação e diagrama), são feitas as seguintes afirmações:


I. O catalisador aumenta a velocidade da reação, provocando a diminuição da sua energia de ativação.
II. Ao se dobrar, simultaneamente, as concentrações, mol/L, de A e B, a velocidade da reação irá quadruplicar.
III. O valor da energia de ativação da reação inversa sem catalisador é 75 kcal.
IV. A adição do catalisador altera a variação de entalpia da reação.
Estão corretas somente:
a) II e IV. b) I e III. c) II e III. d) I e IV. e) II, III e IV.

85)A cinética da reação hipotética: 2 A + 3 B  D + 2 C foi estudada, obtendo-se a seguinte tabela:


Experiência [A] x 10 2 inicial [B] x 10 2 inicial V inicial de formação de D ( mol / min ).
A lei da velocidade para a reação hipotética é fornecida pela equação:

86) A tabela abaixo indica valores das velocidades da reação e as correspondentes concentrações em mol/L dos
reagentes em idênticas condições, para o processo químico representado pela equação: A equação de velocidade
desse processo é:

87) No estudo da cinética da reação 2 NO + 2 H2  N2 + 2 H2O, à temperatura de 700°C, foram obtidos os


seguintes dados, de acordo com a tabela abaixo: Analisando os resultados, é correto afirmar que a lei da
velocidade para essa reação é:

EQUILÍBRIO QUÍMICO

01. Assinale abaixo qual alternativa é incorreta acerca de um equilíbrio químico:


a) A velocidade da reação direta é igual à velocidade da reação inversa.

61
b) Ambas as reações (direta e inversa) ocorrem simultaneamente (trata-se de um equilíbrio dinâmico).
c) As características macroscópicas do sistema (desde que fechado) não mais se alteram.
d) Os sistemas se deslocam espontaneamente para o estado de equilíbrio.
e) Obrigatoriamente, as concentrações de todas as substâncias participantes do equilíbrio devem ser iguais.

02. Nas condições ambientes, é exemplo de sistema em estado de equilíbrio uma:


a) xícara de café bem quente;
b) garrafa de água mineral gasosa fechada;
c) chama uniforme de bico de Bunsen;
d) porção de água fervendo em temperatura constante;
e) tigela contendo feijão cozido.

03. Na expressão da constante de equilíbrio da reação H2(g) + Br2(g) ↔ 2 HBr(g) estão presentes as
concentrações em mol/L das três substâncias envolvidas. Isto porque a reação:
a) envolve substâncias simples, como reagentes;
b) envolve moléculas diatômicas;
c) envolve moléculas covalentes;
d) se processa em meio homogêneo;
e) se processa sem alteração de pressão, a volume constante.

05. (FAAP - SP) Foi aquecido a 250°C um recipiente de 12 litros contendo certa quantidade de PCl 5. Sabe-se
que, no equilíbrio, o recipiente contém 0,21 mol de PCl5, 0,32 mol de PCl3 e 0,32 mol de Cl2. A constante de
equilíbrio, para a dissociação térmica do PCl5, em mol/litro, é:
a) 0,41 mol/litro b) 0,49 mol/litro c) 0,049 mol/litro
d) 0,041 mol/litro e) 0,082 mol/litro

06. (UFRS) Suponha uma reação química genérica do tipo A + B ↔ AB que é iniciada com 2 mols de A e com 2
mols de B. Se, após atingido o equilíbrio químico, a quantidade de A existente no sistema for de 0,5 mol, a
constante de equilíbrio será:
a) 0,5 b) 1,5 c) 3,0 d) 4,0 e) 6,0

07. (UNIUBE - MG) Em uma experiência que envolve a dissociação de N2O4(g) em NO2(g) coletaram-se os
seguintes dados:
Amostra inicial: 92g de N2O4(g)
No equilíbrio: 1,20 mol de mistura gasosa de N2O4 e NO2
Dado: N = 14u e O = 16u
Com esses dados, calcula-se que a quantidade em mols de N2O4 que dissociou é:
a) 0,20 b) 0,40 c) 0,60 d) 0,80 e) 1,00

08. Um mol de hidrogênio é misturado com um mol de iodo num recipiente de um litro a 500°C, onde se
estabelece o equilíbrio H2(g) + I2(g) ↔ 2 HI(g). Se o valor da constante de equilíbrio (Kc) for 49, a concentração
de HI no equilíbrio em mol/litro valerá:
a) 1/9 b) 14/9 c) 2/9 d) 7/9 e) 11/9

09. Misturam-se 2 mols de ácido acético com 3 mols de álcool etílico, a 25°C, e espera-se atingir o equilíbrio.
Sendo o valor de Kc, a 25°C, igual a 4, as quantidades aproximadas, em mols, de ácido acético e acetato de etila
são, respectivamente:
a) 2 e 5b) 2 e 3 c) 0,43 e 1,57 d) 3,57 e 1,57 e) 3,57 e 4,57

Resolução:
01. E 02. B 03. D 04. E 05. A 06. B 07. 08. B 09. C

10) Escreva a equação de equilíbrio para as seguintes reações:


a) N2 + H2 ↔ NH3
b) Combustão do propano
c) HNO2 ↔ H+ + NO2-
62
d) NH4OH ↔ NH4+ + OH-

11) Na alta atmosfera ou em laboratório, sob ação de radiações eletromagnéticas, o ozônio é formado por meio da
reação endotérmica:
3 O2 ↔ 2 O3
a) O aumento da temperatura favorece ou dificulta a formação do ozônio?
b) E o aumento da pressão?

12) Num recipiente fechado é realizada a seguinte reação a temperatura constante:


SO2 + ½ O2 ↔ SO3
a) Sendo V1 a velocidade da reação direta e V2 a velocidade da reação inversa, qual a reação V1/V2 no
equilíbrio?
b) Se o sistema for comprimido mecanicamente, ocasionando um aumento da pressão, o que acontecerá com o
número total de moléculas?

13) No equilíbrio 2 NO + Cl2 ↔ 2 NOCl, o aumento da concentração de NO provocará:


a) menor produção de NOCl
b) aumento da concentração de Cl2
c) deslocamento do equilíbrio para a esquerda
d) alteração da constante Keq
e) formação de maior número de moléculas NOCl

14) O equilíbrio 2 CO(g) + O2(g) ↔ 2 CO2(g) + calor poderá ser deslocado para a direita efetuando-se:
a) o processo com catalisador apropriado. b) uma diminuição da pressão.
c) um aumento da concentração de CO2. d) um aquecimento do sistema.
e) um aumento da concentração de O 2.

15) Para a dissociação do trióxido de enxofre 2 SO3(g) ↔ 2 SO2(g) + O2(g) o valor de Keq é igual a 5, a
uma certa temperatura. Num recipiente de 10 L, a essa mesma temperatura, verifica-se que estão presentes no
equilíbrio 40 mols de SO2 e 50 mols de O2. Portanto, o número de mols de SO3 não-dissociados é igual a:
a) 4 b) 5 c) 16 d) 20 e) 40 R: e

16) Um mol de H2 e 1 mol de Br2 são colocados em um recipiente de 10 L de capacidade a 575°C. Atingindo-se o
equilíbrio, a análise do sistema mostrou que 0,20 mol de HBr estão presentes. Calcule o valoe de K eq, a 575ºC,
para a reação:
H2(g) + Br2(g) ↔ 2 HBr(g) R: 0,05

17) Na reação de esterificação:


H3CCOOH + C2H5OH ↔ H2O + H3CCOO-C2H5
verifica-se que, a 25ºC, as concentrações das substâncias em equilíbrio são:
[H3CCOOH] = 0,33 mol/L
[H2O] = 0,66 mol/L
[C2H5OH] = 0,33 mol/L
[H3CCOO-C2H5] = 0,66 mol/L
A constante de equilíbrio (Keq), a 25ºC, vale:
a) 5 b) 4 c) 0,66 d) 0,33 e) 0,11 R: b

18) A respeito da atividade catalítica do ferro na reação


Fe
N2 + 3 H2 2 NH3 pode-se afirmar que ele:

a) altera o valor da constante de equilíbrio da reação.


b) altera as concentrações de N 2, H2 e NH3 no equilíbrio.
c) não altera o tempo necessário para ser estabelecido o equilíbrio.
d) é consumido ao se processar a reação.
e) abaixa a energia de ativação para a formação do estado intermediário.

63
19) Para a reação em equilíbrio PCl3(g) + Cl2(g) ↔ PCl5(g) diga qual é o efeito de cada um dos seguintes
fatores sobre o equilíbrio inicial:
a) adição de PCl3 b) remoção de Cl2
c) adição de catalisador d) diminuição do volume do recipiente

20) Qual o pH de uma solução cuja concentração hidrogeniônica [H+] é 10-8 ? PH = 8

21) Calcular o pH de um meio cuja concentração hidrogeniônica é 0,01 mol/L. PH = 2

22) Qual é o pH de uma solução cuja concentração hidroxiliônica é de 0,1 mol/L? PH =13

23) Calcular o pH de uma solução de ácido clorídrico – HCl – 0,1M PH =1

24) Determine o pH de uma solução 0,005M de ácido sulfúrico? PH = 2

25) Uma solução apresenta concentração hidrogeniônica igual a 10-11 mol/L. Qual é o seu pOH? POH =3

26) Foi preparada uma solução 0,04M de ácido clorídrico (HCl). Descobrir o seu pOH. Dado log4 = 0,6 POH
=12,6

27) Foi preparada uma solução 0,8M de hidróxido de sódio (NaOH). Qual o seu pH? PH = 13,9

28) Em uma solução de pH=4, um mol de H+ está contido em quantos litros de solução?R.:10000L

29) Qual o pH e o pOH de uma solução cuja concentração hidrogeniônica é 5x10 -5M? Dado: log 5 = 0,7 PH
=4,3; POH=9,7

30) Dissolveu-se 37mg de hidróxido de cálcio (a=100%) em água para obterem-se 100 mL de uma solução
saturada dessa base. Qual será o pH dessa solução?POH=2; PH 12

31) Considere que a solução de H2SO4 da bateria de carro tenha pH=1 e que o suco de limão tenha pH=2.Qual a
solução mais ácida? Justifique.

32) A análise de uma determinada amostra de refrigerante detectou pH=2. Qual a concentração hidrogeniônica
nesse refrigerante?

33) A análise de uma amostra de um determinado sabão revelou [H+]= 10-10M. Qual o pOH da amostra?

34) Sabendo que a água do mar apresenta concentração hidroxiliônica igual a 10 -6 M, a 25O C, determine o valor
da concentração hidrogeniônica e o pH nessa solução.

35) Entre os antiácidos caseiros, destacam-se o leite de magnésia e o bicarbonato de sódio. Quantas vezes o leite
de magnésia (pH=11) é mais básico do que uma solução de bicarbonato de sódio (pH=8)?

http://pessoal.utfpr.edu.br/zanello/arquivos/exemisturasolu.pdf
http://www.profjoaoneto.com
http://www.peretz.com.br/Professores/sejadmais05/exercicios/300805/exe-qui1-1s-07.pdf
www.quimica10.com.br
www.colegiomilitarhugo.g12.br
http://www.sosquimica.com.br/termoquimica.htm
http://www.agamenonquimica.com/docs/exercicios/fisico/exe_cinetica.pdf
http://www.coladaweb.com/exercicios-resolvidos/exercicios-resolvidos-de-quimica/equilibrio-quimico
http://www.profjoaoneto.com/fisicoq/phepoh.htm

64

Você também pode gostar