Você está na página 1de 2

CDD 633.

5 Biblioteca de materiais
Fibra de coco Curso de Design/UEPA

1. Material: Fibra de coco, fibras do mesocarpo do fruto da palmeira do coqueiro


(Cocos nucifera L.).

Figura 1: Fibra de coco.


Fonte: Materioteca UEPA, 2013.

Não pedirei classificação botânica


2. Classificação[1]:
Material natural de origem vegetal; fibra vegetal extraída da casca do fruto da
palmeira do coqueiro (Cocos nucifera L.), planta monocotiledônea, pertencente à
família Arecaceae. A palmeira do coqueiro ocorre comumente no norte e nordeste do
Brasil, mas também pode ser encontrada na África e Ásia. A fibra de coco é obtida
como resíduo da indústria alimentícia que pode utilizar tanto o coco verde (água de
coco), como o coco maduro (polpa).

3. Características técnicas [2,3 ]: Não pedirei valores numéricos


A fibra de coco é biodegradável, não é corrosiva, tem baixa densidade (1,39 a 1,52
g/cm3) e resiste até temperaturas de 200°C sem perda significativa de suas
propriedades. Seu diâmetro pode variar de 0,005 a 0,45mm. Sua composição química
é de aproximadamente 30% de celulose, 40% de lignina, e o restante de componentes
secundários (dados relatados para fibra de coco verde de cultivar). Resistência à tração
na faixa de 118-146 MPa, módulo elástico 1,269-2,734 GPa.

4. Características sensoriais: a fibra de côco tem coloração marrom-claro a escuro, e

Feita na hora da prova c o aluno interagindo c a


amostra
CDD 633.5 Biblioteca de materiais
Fibra de coco Curso de Design/UEPA

marrom-avermelhado; é rugosa ao toque.

Sim
5. Processamento[1]:
A extração das fibras pode ocorrer por maceração ou desfibramento mecânico: a
maceração é realizada nas fibras de coco verde, enquanto o desfibramento mecânico
ocorre nas fibras de coco seco. A maceração é um processo de origem biológica, no
qual as cascas de coco são imersas em água por um período de 4 a 12 semanas para
auxiliar na liberação dos feixes fibrosos. Na etapa seguinte, de desfibramento, ocorre a
separação da parte celulósica (fibra) da semicelulósica (pó).

6. Usos e aplicações[1,3,4]
 As fibras de coco são utilizadas na fabricação de tapetes, capachos, escovas,
vassouras e cordas;
 Material de estofamento;
 Substratos agrícolas e material para jardinagem;
 Embalagens; C certeza
 Compósitos poliméricos e cimentícios;
 Mantas para absorção acústica
 Outros.

Referências:

[1] CASTILHOS, L.F.F.. Aproveitamento da fibra de coco. Instituto de Tecnologia do


Paraná – TECPAR (2011).

[2] SATYANARAYANA, K.G., GUIMARÃES, J.L., WYPYCH, F. Studies on lignocellulosic


fibers of Brazil. Part I: Source, production, morphology, properties and applications.
Composites: Part A 38, p.1694–1709 (2007).

[3] CORRADINI, E., ROSA, M.F., MACEDO, B.P., PALADIN, P.D., MATTOSO,L.H.C.
Composição Química, Propriedades Mecânicas e Térmicas da Fibra
de Frutos de Cultivares de Coco Verde. Rev. Bras. Frutic., Jaboticabal - SP, v. 31, n. 3, p.837-846
(2009).

[4] TOMCZAK, F., SYDENSTRICKER, T.H.D., Satyanarayana, K.G. Studies on


lignocellulosic fibers of Brazil. Part II: Morphologyand properties of Brazilian coconut
fibers. Composites: Part A 38 (2007) 1710–1721.