Você está na página 1de 21

Como aplicar:

Teste grátis

O uso da ferramenta é simples. Primeiro, é importante identificar os reais pontos fortes e fracos d
e as maiores ameaças do ambiente competitivo em que o negócio está inserido.Tendo essa preo
seguintes perguntas:

S: Quais são os reais pontos fortes do seu negócio?


W: Quais os reais pontos fracos do seu negócio?
O: Quais são as oportunidades para o seu negócio?
T: Quais são as ameaças para o seu negócio?

A pontuação é de 0-10. Ela ajuda a decidir o que priorizar dentro do quadrante, ou evitar, no caso
comparar um lado do quadrante com o outro: caso os itens negativos somem mais do que os pos

MATRIZ SWOT
Positivo
FORÇAS
Itens Pontuação

I
n
t
e
r S W
n
o
s

OPORTUNIDADES
Itens Pontuação

E
x
t
e
r O T
n
o
s
aplicar:

ais pontos fortes e fracos da empresa, as oportunidades mais vantajosas


á inserido.Tendo essa preocupação, preencha a matriz, ao responder as

adrante, ou evitar, no caso dos elementos negativos. Você também pode


somem mais do que os positivos, a estratégia pode ser arriscada.

ATRIZ SWOT
Negativo
FRAQUEZAS
Itens Pontuação

AMEAÇAS
Itens Pontuação
Como aplicar:
Teste grátis

O objetivo do Canvas é montar um painel (tamanho grande, de parede) com 9 divisões, que serão pr

* Parcerias Principais;
* Atividades-Chave;
* Recursos Principais;
* Proposta de Valor;
* Relacionamento com Clientes;
* Canais;
* Fontes de Receita;
* Estrutura de Custos,
* Segmentos de Clientes.

A forma mais comum de usá-lo é imprimindo o “quadro” e colar post-its e anotações em cada parte
Inclusive, nesse artigo na Endevor (http://goo.gl/7Mbw2n), nosso CEO, Antonio Carlos Soares, ofere
mais importante é que você tenha facilidade tanto para visualizar quanto para modificar o conteúdo d

Canvas
Como aplicar:

om 9 divisões, que serão preenchidas com 9 elementos, de acordo com seus objetivos. São eles:

e anotações em cada parte do quadro. Mas você também pode criar um Canvas em formato digital.
Antonio Carlos Soares, oferece mais dicas sobre o método e sugere algumas ferramentas digitais. O
para modificar o conteúdo do seu painel.

Canvas
Como aplicar:
Teste grátis

A ferramenta é composta por dois eixos: 1) Taxa de crescimento do mercado e, 2) Participação d


setores, resultando em um quadrante onde são alocados os seguintes grupos de produtos:

Produtos vacas-leiteiras: Geram muito lucro para a empresa sem que seja necessário muito inv

Produtos estrela: Geram muito lucro (boa margem), mas também exigem muitos investimentos

Produtos pontos de interrogação: Ainda não geram muitos lucros. Em geral, são produtos inov
potencial de geração de lucros, mas ainda exigem altos investimentos de marketing e vendas, pri

Produtos cachorro: conhecidos como produtos abacaxi, são aqueles que não vendem bem e ne
classificados nesse quadrante não merecem novos investimentos.

Matriz BCG: Participação na geração de lucr


ALTO
: Produtos com boa margem de contribuição,
mas que (ainda) exigem grandes investimentos.

N
e
A
c
e
L
s T
s
i O
d
a
d
e

d
e Objetivo: Posicionarem-se como “vacas-leiteiras” em um prazo pré-
determinado pelo empreendedor
I
n
: Produtos com alta margem de contribuição e que ven
v
e
s
t
i
m
e B
n
t
A
o
s
I
X
O
s
X
O

Objetivo: Manterem a posição de “vacas-leiteiras”, cuidando para que a


demanda se mantenha crescente (ou pelo menos, constante).
o aplicar:

ado e, 2) Participação do produto no mercado. Cada eixo é composto por 2


upos de produtos:

eja necessário muito investimento, principalmente em marketing e vendas.

m muitos investimentos para obter um bom nível de vendas/margem.

geral, são produtos inovadores e/ ou recém-lançados, que parecem ter bom


marketing e vendas, principalmente.

e não vendem bem e nem apresentam boa margem de lucro. Os produtos

geração de lucros da empresa


BAIXO
: Produtos com baixa margem de contribuição e que
exigem grandes investimentos para seu desenvolvimento
no mercado.

Objetivo: Posicionarem-se como “vacas-leiteiras” ou “estrelas” em um


prazo pré-determinado pelo empreendedor. Do contrário, serão
eliminados.

: Produtos com baixíssima (ou até negativa)


margem de contribuição para mercados saturados
ou em retração.
Objetivo: Última chance (repensar estratégia de crescimento) para se
posicionarem em outros quadrantes ou serem eliminados da lista de
oferta da empresa.
Como funciona:
Teste grátis

O 1º passo para montar a Matriz GUT é listar todos os problemas relacionados às atividades que você terá que realizar. Em seguida, atribuir uma
listado, dentro dos três aspectos principais:

Gravidade: Representa o impacto do problema analisado caso ele venha a acontecer. É analisado sobre alguns aspectos, como: tarefas, pessoa
organizações etc;

Urgência: Representa o prazo, o tempo disponível ou necessário para resolver um determinado problema. Quanto maior a urgência, menor será
resolver esse problema. É recomendado questionar: “A resolução deste problema pode esperar ou deve ser realizada imediatamente?”;

Tendência: Representa o potencial e a tendência de crescimento, redução ou desaparecimento do problema. Recomenda-se questionar: ”Se eu
agora, ele vai piorar pouco a pouco ou vai piorar bruscamente?”.

As notas devem ser atribuídas seguindo a escala crescente: nota 5 para os maiores valores e 1 para os menores. Ao final da atribuição de notas
seguindo os aspectos GUT. A soma dos números será o resultado de toda a análise e definirá o grau de prioridade daquele problema.

Modelo GUT

Preenchimento: Preencher a coluna azul com o problema e assinalar a pontuação correspondente às colunas G (gravidade), U (urgência) e T (tendên
classificação ao lado. A coluna que indica a prioridade é computada automaticamente (não preencher). Ao final, basta clicar no filtro que classifica a pon
menor, facilitando a visualização das demandas consideradas de maior prioridade.

Exemplo: se você tem 4 problemas em um projeto. Crie uma linha para cada um deles e use a tabela da coluna J para dar peso ao G, U e T. A soma d
mais prioritário - que você precisa resolver primeiro.
Problema Gravidade Urgência Tendência Prioridade
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0

0
0

0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
. Em seguida, atribuir uma nota para cada problema

tos, como: tarefas, pessoas, resultados, processos,

or a urgência, menor será o tempo disponível para


mediatamente?”;

nda-se questionar: ”Se eu não resolver esse problema

nal da atribuição de notas para os problemas,


uele problema.

e), U (urgência) e T (tendência), de acordo com, a


no filtro que classifica a pontuação do maior para o

peso ao G, U e T. A soma deles dirá qual é o problema


GRAVIDADE
1 = SEM GRAVIDADE
2 = POUCO GRAVE
3 = GRAVE
4 = MUITO GRAVE
5 = EXTREMAMENTE GRAVE

URGÊNCIA
1 = NÃO TEM PRESSA
2 = PODE ESPERAR UM POUCO
3 = O MAIS CEDO POSSÍVEL
4 = COM ALGUMA URGÊNCIA
5 = AÇÃO IMEDIATA

TENDÊNCIA
1 = NÃO VAI PIORAR
2 = VAI PIORAR EM LONGO PRAZO

3 = VAI PIORAR EM MÉDIO PRAZO


4 = VAI PIORAR EM POUCO TEMPO

5 = VAI PIORAR RAPIDAMENTE


Teste grátis
O primeiro passo é definir um problema da forma mais objetiva possível. Evite ser genérico e se p

Trace a linha central com todas as causas primárias apontando para o problema. Elas estão relac
levantamento das subcausas e preencha nos campos correspondentes.

Vejamos então o significado de cada M:

* Método – É o método ou práticas para executar o trabalho em que o problema está inserido;
* Máquinas – Muito problemas são derivados de equipamentos (computadores, máquinas em ger
* Medida – Qualquer decisão tomada anteriormente pode alterar o processo e ser a causa do pro
* Meio Ambiente – O ambiente pode favorecer a ocorrências de problemas, uma mudança ou a fa
* Mão de Obra – Está relacionada aos recursos humanos: mão de obra defasada, problema de lid
* Matéria-prima – A matéria-prima, ou material, usada no trabalho que pode ser a causa de proble

Diagrama de Ishikawa - P

Método

Meio Ambiente
Como aplicar:

Evite ser genérico e se possível faça de forma mensurável.

oblema. Elas estão relacionadas aos 6 Ms: Método, Matéria-prima, Mão de Obra, Máquinas, Medidas e Meio Ambiente. Em torno

oblema está inserido;


dores, máquinas em geral);
sso e ser a causa do problema;
as, uma mudança ou a falta de espaço, por exemplo;
efasada, problema de liderança etc,
de ser a causa de problemas. Em uma indústria, pode ser um insumo. Em uma empresa de tecnogia, problemas com o servidor.

de Ishikawa - Priorização dos Problemas (Análise do Processo)

Máquina Medida

Mão de Obra Matéria-Prima


Meio Ambiente. Em torno das causas principais, faça o

blemas com o servidor.

Problema

Aqui você insere seu problema

Você também pode gostar