Você está na página 1de 14

Página 1 de 14

Celebrando em Gratidão ao Grande Doador


“A graça é um presente que custa tudo para o doador e nada para quem a recebe!” Philip Yancey

“Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por
nossos irmãos”. 1 Jo. 3.16

Ser um cristão verdadeiro significa simplesmente seguir doando, como o nosso Mestre o fez!

INTRODUÇÃO

Num tempo em que somos urgidos a dar, contribuir, fazer; algo o tempo todo para merecer os favores
de Deus, é bom saber que Ele dá espontaneamente. Sempre foi assim. A Palavra diz que Ele deu o Seu
Filho Unigênito - pelo tanto que nos amou - e Paulo argumenta que se Ele não poupou nem mesmo o

Seu próprio Filho, como não nos dará graciosamente com Ele todas as coisas? (Romanos 8.32).

João Batista diz que “o homem não pode receber coisa alguma, se do céu não lhe for dada” (Jo. 3.27),
referindo-se ao ministério e dons de Jesus de Nazaré. E complementa: “O Pai ama o Filho, e todas as
coisas entregou nas suas mãos” (Jo 3.35). Se todas as coisas estão nas mãos do Filho, Seu objetivo é dá-
Ias todas e não reter.

A lógica inversa é verdadeira. Se o Senhor é O Grande Doador de todas as coisas boas que o autor
apresenta neste livro, Ele requer igualmente bons e grandes recebedores. Precisamos ser boa terra onde
essas sementes vão germinar e produzir frutos abundantes. E o mais lindo na dinâmica do Reino de Deus
é que se nós somos discípulos de Jesus e coerdeiros com Ele de todas as coisas, somos igualmente

codoadores de todos esses elementos trabalhados pelo autor.

Deus sempre nos ensina o caminho da doação. Ele nos advertiu por meio de Seu Filho que, quem de
forma egoísta pensar apenas em ganhar, vai perder! Está escrito: “Pois quem quiser salvar a sua vida, a
perderá; mas quem perder a sua vida por minha causa e pelo evangelho, a salvará” (Mc. 8.35). Na
fórmula de Deus não existe como ganhar sem primeiro doar. A atitude de doar e de pensar sempre no

bem de todos faz parte da natureza do nosso Criador.

Este livro é sobre Sua natureza e caráter, pois Ele é rico em doar, é verdadeiramente apaixonado pela
doação de vida, tanto no que diz respeito à vida neste mundo como também para a eternidade. Também
lembramos que existe a possibilidade da atitude egoísta, extrativista, escravagista, tirânica e nutrida pelo
infeliz Satanás. Por não ser criador de nada e saber que já está condenado, ele usa dos meios mais baixos
Página 2 de 14

para alimentar e seduzir a nossa carne, buscando atingir a obra da criação. Por isso, ele busca suscitar
atitudes dessa natureza. Faz de uma triste injustiça sofrida por uma pessoa, por exemplo, o despertar de

um desejo de vingança.

Um filho se parece naturalmente com seu pai. Por isso, precisamos ter atitudes que nos tornem cada vez

mais parecidos com o nosso Pai celestial, pois fomos criados à Sua imagem e semelhança.

Entenda que Deus deu tudo primeiro para cobrar responsabilidades depois. Pense em seus
relacionamentos. É errado simplesmente não dar nada e, em troca, viver apenas cobrando as pessoas.

Esse papel já tem dono no mundo; ele é do Diabo, que não dá nada e cobra tudo.

Seja como Deus: dê amor, respeito, confiança, dignidade, palavra, orientação e só depois cobre, com
amor, responsabilidades de tudo o que foi confiado ao seu cônjuge, filhos, irmãos e discípulos. Dar
recursos e cobrar responsabilidades é especialidade de Deus, não dar nada e só cobrar resultados é

diabólico.

Diante disso, quem está influenciando sua vida?

Deus é bom em todo tempo, Ele é o grande doador da vida!

Em contrapartida, Satanás é mau em todo tempo; ele é o grande adversário, acusador, tentador,

enganador e cobrador. Seu alvo foi denunciado por Jesus: “ele veio matar, roubar e destruir” (Jo. 10.10).

Diante dessas duas realidades distintas, qual delas nós devemos seguir?

Qual nós devemos adotar como estilo de vida?

Você precisa estar atento ao fato de que todo ser humano foi concebido nesse mundo herdando o
pecado original de Adão. Sendo assim, nossa natureza espiritual e nossa carne sempre tenderão para o

lado maligno. Paulo expôs muito bem essa realidade:

“Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.
Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim” Rm. 7.19-20.

Decida passar de um cobrador resoluto para um devedor absoluto. Largue mão do papel de cobrar de
todo mundo, o tempo todo e deixe de projetar nos outros a sua insatisfação. Seja mais um devedor!
Você já recebeu muito de Deus: Ele o criou, salvou, regenerou, transformou, sustentou, capacitou e
enviou. Portanto, a partir de hoje seja um eterno devedor do amor que alcançou você. Como Paulo
Página 3 de 14

recomendou: “Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros” (Rm. 13.8). Torne-se

um devedor do amor!

A fé cristã não corresponde a apenas um dia ganhar para poder doar. Você já tem tudo, dado pelo
Grande Doador da vida. Adore-O e reparta momento a momento da abundância e fartura que você já

possui Nele.

À medida que você conhecer mais do coração desse Deus que já lhe deu tanto - na verdade, tudo -

certamente você sentirá a necessidade de ser mais parecido com Ele, o Grande Doador.

“A capacidade de reclamar é o adubo da miséria emocional e a capacidade de agradecer é o combustível


da felicidade”. Augusto Cury

No mundo em que vivemos, cada vez mais encontramos e convivemos com pessoas insatisfeitas, que
vivem de forma limitada e pautada na escassez, murmuram e reclamam do que falta e nunca agradecem
por aquilo que já receberam. O Grande Doador já nos deu tudo! Por Seu amor, não precisamos mais

viver baseados na insatisfação da carne.

A questão primordial não é O ter, mas sim o receber. Devemos buscar aquilo que já foi conquistado e
depositado em nosso nome. Acredite, você tem tudo que a Bíblia diz que tem. Não deixe que
absolutamente ninguém tente convencer você do contrário. Como está escrito: “Deleite-se no Senhor, e
Ele atenderá aos desejos do seu coração” (Sl. 37.4). Seu maior trabalho é crer e descansar nessa
promessa!

1 - O DOADOR DA VIDA

“No princípio, Deus criou os céus e a terra”. Gn. 1.1

“A medida da vida não é a sua duração, mas a sua doação”. Peter Drucker

Deus é o Grande Doador da vida, pois é o Grande Criador da vida! Está escrito: “No princípio, Deus criou
os céus e a terra” (Gênesis 1.1). Ele fez surgir tudo do nada e o entregou ao homem, obra-prima de Sua

criação:

“Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Deus os
abençoou, e lhes disse: ‘Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre
os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra”. Gn. 27-28
Página 4 de 14

Ele é maravilhoso; criou tudo perfeito, abençoou Sua criação e doou tudo aos cuidados do ser humano.
Depois desse ato grandioso, o Grande Doador não parou. Continuou a nos dar tudo o que precisamos

para a manutenção da vida na terra.

Pedro escreveu em sua segunda carta: “Seu divino poder nos deu tudo de que necessitamos para a vida”
(2 Pe. 1.3). Por isso, Deus é o Grande Doador. Além de Criador, ainda faz questão de ser o nosso grande
provedor e mantenedor da vida em nosso planeta. Essa é a natureza do nosso Deus, que devemos imitar

a cada dia.

Entenda definitivamente que toda vez que você decide dar, você se torna mais parecido com o Seu
Criador. Assim, aos poucos, você derrota sua natureza carnal, alimentada pelo pecado. Quando dá, você
vence a tirania do ganhar e do reter, porque sua carne caída pelo pecado deseja sempre ir na contramão

da natureza divina.

Toda vez que você decide dar, você se torna mais parecido com o Seu Criador.

Satanás, o enganador, nunca criou nada e sua missão é destruir tudo o que foi criado pelo Grande
Doador. Ele tenta nos seduzir, alimentando nossa carne com o pecado. O ser humano passa, então, a se
distanciar da imagem e semelhança do Criador e torna-se mais parecido com ele, o grande destruidor e

cobrador dos homens.

Deus criou tudo na terra e nos deu a vida pensando no bem-estar do homem e no seu domínio sobre a
natureza criada. O Grande Doador, além de criar tudo a partir do nada e de dar tudo o que precisamos

para nossa manutenção, ainda nos colocou como guardiões de tudo o que vemos:

Gn. 1.26

“Então disse Deus: ‘Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Domine ele sobre
os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os grandes animais de toda a terra e sobre todos os
pequenos animais que se movem rente ao chão’”.

Pense bem na grandiosidade do nosso Pai. Ele nos colocou como dominadores daquilo que é Dele,

criado para a Sua glória.

Você já parou para pensar nisso? Para agradecer por tão grande privilégio? Ele nos deu um mundo cheio
de beleza, gostos e sensações que só Ele mesmo poderia criar. Ele cuidou dos mínimos detalhes. Veja
esta narrativa: “Então, o Senhor Deus fez nascer do solo todo tipo de árvores agradáveis aos olhos e boas
Página 5 de 14

para alimento” (Gn. 2.9). Ele fez o belo e o agradável, tanto aos olhos, quanto ao paladar. Esse é um Deus
surpreendente, que fez e faz, que criou e continua criando tudo do melhor para cada um de nós.

Está na natureza de Deus o doar e fazer sempre o melhor: com amor, generosidade e excelência, sem
mesquinharias e misérias. Portanto, quando você fizer da mesma forma, estará agradando-O e se

tornando mais parecido com Ele.

Toda vez que sua atitude é dominada pela abundância da generosidade e não pela escassez da
ganância, você se aproxima de Deus, se distancia do Diabo e domina sua carne. Decida viver com o

coração para a doação, a despeito de quanto tempo na vida você ainda terá para isso!

Deus deu a você a vida, qual será sua oferta para Ele hoje?

“O mal não está somente onde há derramamento de sangue. O mal está no coração humano que só
pensa em si mesmo”. Ravi Zacharias

2 - O DOADOR DE BÊNÇÃOS

1 Pe. 3.9

“Vocês foram chamados, para receberem bênção por herança”.

“Reflita sobre as suas bênçãos presentes, as quais todo homem tem bastante; e não sobre os infortúnios
passados, os quais todos os homens têm alguns”. Charles Dickens

Bênção é um assunto próprio do nosso grande Pai, o Doador por excelência. Está no cerne de Sua
natureza ser generoso em abençoar todos os Seus filhos. Ele tem prazer em abençoar. A vida em si é

uma bênção de Deus para a humanidade: a natureza, o sol, a chuva, entre tantas outras coisas.

Podemos apontá-las como bênçãos gerais, dadas a todo ser humano. Todavia, existem também as
bênçãos especiais, que requerem apenas uma condicionante para que sejam recebidas do Pai celestial.
Se você andar com Ele, amá-Lo e segui-Lo incondicionalmente, as bênçãos virão atrás de você. Você não

precisa correr atrás delas.

Como lemos na promessa do Salmo 23, um de meus versos favoritos das Escrituras: “Sei que a bondade
e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu
viver” (Sl. 23.6). Ande ao lado do Deus das bênçãos e logo as bênçãos virão sobre sua vida.
Página 6 de 14

Assim, há apenas um requisito para que você receba toda a sorte de bênçãos do Grande Doador: a

obediência. O seguinte texto da Lei de Moisés declara:

Dt. 28.1-2

“Se vocês obedecerem fielmente ao Senhor, ao seu Deus, e seguirem cuidadosamente todos os seus
mandamentos que hoje lhes dou, o Senhor, o seu Deus, os colocará muito acima de todas as nações da
terra. Todas estas bênçãos virão sobre vocês e os acompanharão, se vocês obedecerem ao Senhor, ao
seu Deus”.

Moisés dirigia-se a todos do povo de Israel, dizendo-lhes que, se dessem atenção a tudo o que o Senhor
estava falando e obedecessem aos Seus mandamentos, Ele faria deles um povo mais poderoso que
qualquer outro. Acrescentou, ainda, que faria chegar até eles toda a sorte de bênçãos nas cidades e nos
campos, dando filhos, ótimas colheitas, reprodução do rebanho, muito trigo e cevada, comida em
abundância, os abençoaria, enfim, em tudo que fizessem. Deus é quem faria chegar até eles aquelas

bênçãos. De nada adiantaria tentarem buscar, pois elas é que chegariam até eles.

A questão não é se você será abençoado, você já é!

Vivemos em um tempo em que as pessoas buscam as bênçãos de forma desenfreada e até desesperada,
estimuladas por diversos motivos. E não raro, quando não conseguem aquilo que esperam, ficam
aborrecidas, desestimuladas, esfriam na fé, mudam de igreja, brigam com Deus, sentem-se injustiçadas.

De forma geral, ficam totalmente decepcionadas pelo fato de não serem abençoadas.

O grande problema não se encontra neste ou naquele caminho que essas pessoas escolheram percorrer
para encontrar as bênçãos de Deus. Afinal, está muito claro nesses versos que andar atrás das bênçãos
não nos levará a lugar algum, e aí reside o ponto principal. O que devemos fazer é buscar um
relacionamento verdadeiro com Deus, nos colocando de acordo com suas ordenanças. Então, as bênçãos
virão até nós. Se existe uma chave para as bênçãos de Deus, sem dúvida é esta: “Se vocês permanecerem
em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido”
(Jo. 15.6).

Esse é um conceito de importância fundamental, pois aponta para uma diferença primordial que
devemos ter em nosso relacionamento com Deus em relação ao que muitas vezes tendemos a construir.
Geralmente, a maioria das pessoas está focada naquilo que querem e não se preocupam muito em como
se comportam. A realidade, entretanto, é justamente contrária, pois é o nosso comportamento e coração

que determinarão todo o resto.


Página 7 de 14

O apóstolo João expressa de forma muito clara promessas sem medidas de Deus para todos nós. Nelas
também estão escritas as condições para que sejam alcançadas. Procurar qualquer caminho que difere
desse é se iludir, enganar-se e acreditar em algo que não vai acontecer. Deus é muito claro em sua
Palavra e não costuma deixar nenhuma dúvida quanto à forma como Ele quer se relacionar conosco.

Antes de querer as bênçãos de Deus, queira estar perto do Deus abençoador.

Jamais se esqueça que somos abençoados com o propósito claro de também abençoar. O segredo para
continuar recebendo as bênçãos do Doador é continuar repartindo. Lemos na Palavra que somos

abençoados para abençoar:

Sl. 67.1

“Que Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe, e faça resplandecer o Seu rosto sobre nós, para que
sejam conhecidos na terra os Teus caminhos, a Tua salvação entre todas as nações”.

A questão não é se você será abençoado, você já é! E foi abençoado para abençoar vidas.

O Grande Doador já o abençoou com toda sorte de bênçãos. O que você tem feito de forma prática para

abençoar os outros?

“A pergunta mais persistente e urgente da vida é: O que você está fazendo para os outros?” Martin
Luther King Jr.

3 - O DOADOR DE ALIMENTO

Gn. 1.29

“Disse Deus: Eis que dou a vocês todas as plantas que nascem em toda a terra e produzem sementes, e
todas as árvores que dão frutos com sementes. Elas servirão de alimento para vocês”.

“Os alimentos são um presente divino e têm algo de milagroso, do ovo às trufas”. Sybille Bedford

Você já agradeceu hoje pelo alimento? Pela manhã, ao meio dia, ao fim da tarde e à noite, temos o fruto
da terra, dos animais aos vegetais: tudo são dádivas do Criador. Sentar-se à mesa e receber o sagrado
alimento é algo essencialmente especial. O Grande Doador abençoou a terra e a água, criou o alimento,
abençoou o homem para cultivar a terra e fez o milagre da mesa farta, que une e abençoa as pessoas, de

crianças a idosos.
Página 8 de 14

Jamais pense que essa bênção é obra do acaso, pois existe um Provedor que diariamente coloca o pão
de cada dia à nossa mesa, por meio do trabalho e da graça de pessoas que amamos. Por isso, antes de
tomar suas refeições, sejam elas simples ou sofisticadas, lembre-se de que o Criador trouxe o alimento
até você por meio de pessoas que o semearam, cultivaram, plantaram, colheram, transportaram,
comercializaram e prepararam. Um ciclo real de milagres aconteceu para que você ficasse satisfeito e
abençoado com o alimento de cada dia. As Escrituras afirmam: “Ele também mandará a você chuva para

a semente que você semear, e a terra dará alimento rico e farto” (Is. 30.23).

O Doador dos abençoados alimentos espera também que cada um de nós faça sua parte nesse milagre
de cada dia com o seu trabalho. Está escrito: “Quem trabalha a sua terra terá fartura de alimento, mas

quem vai atrás de fantasias não tem juízo” (Provérbios 12.11).

Veja seu trabalho com olhos espirituais, como uma bênção do Grande Doador sobre a sua vida. Convido
você a viver uma vida de generosa gratidão a Deus, porque Ele criou as sementes para que da terra

brotasse nosso abençoado alimento que nos mantém vivos. Reconheça hoje:

“Àquele que dá alimento a todos os seres vivos. O seu amor dura para sempre! Deem graças ao Deus
dos céus. O seu amor dura para sempre!” (Sl. 136.25-26).

Por mais que você seja uma pessoa boa e especial, você não pode criar um grão de trigo sequer, apenas
pode recebê-lo, celebrá-lo e reparti-lo. Se você precisa do alimento, peça a Deus, e se você o tem,
reparta-o com os mais pobres. Sua doação de hoje pode ser uma resposta do amor de Deus para os

famintos que neste dia pedem pão a Ele!

Não nos esqueçamos de que existem muitas pessoas no mundo e em nosso país que nada têm para
comer; vivem abaixo da linha da pobreza. Não espere não ter para agradecer, antes, seja grato pelo pão
de cada dia. Ações de graças agradam a Deus. “Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a
vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus” (1 Ts. 5.18). Cada um de nós certamente traz consigo
motivos para agradecer a Deus: pelo alimento e sustento, por Seu cuidado a cada dia. Arrisco dizer que
recebemos mais do que pedimos e merecemos, recebemos dádivas pela graça e pelo amor de Deus por

nós.

Reconheça que se hoje você tem alguma bênção da qual pode desfrutar em sua vida, ela lhe foi
concedida por Deus, por Sua graça. Que sejam suas as palavras do salmista: “Como posso retribuir ao
Senhor toda a sua bondade para comigo?” (Sl. 116.12). Nos tempos bíblicos era muito comum oferecer
um cântico de louvor a Deus pelas bênçãos alcançadas; foram os casos de Moisés, Ana, Salomão, Davi,
Página 9 de 14

Maria, enfim muitas pessoas que receberam bênçãos do Senhor e tiveram um coração agradecido. Traga
alimentos para serem doados. Traga sua oferta e primícias ao Senhor por meio da igreja, em

reconhecimento pelo que Deus tem lhe dado, pelo pão de cada dia.

Ao invés de acreditar que seu alimento é fruto somente do seu trabalho, dedicação, inteligência e força,
renda ao Criador toda gratidão, porque ela desbloqueia a abundância da vida. Ela torna o que temos em
suficiente, em mais. Ela torna a negação em aceitação, caos em ordem, confusão em claridade. Ela pode

transformar uma refeição em um banquete, uma casa em um lar, um estranho em um amigo.

A gratidão dá sentido ao nosso passado, traz paz para o hoje e cria uma visão para o amanhã. A gratidão

nos faz mais belos e mais queridos e a generosidade em repartir nos faz mais íntimos de Deus.

Você já agradeceu ao Senhor pela dádiva do alimento hoje? Agradeça o pão de cada dia e não o

armazene sem repartir.

“Se déssemos mais de Deus e pedíssemos menos, haveria muito mais fartura para todos”. Álvaro Granha
Loregian

4 - O DOADOR DA PROTEÇÃO

Sl. 91.11

“Porque aos seus anjos Ele dará ordens a seu respeito, para que o protejam em todos os seus caminhos”.

“O bom pastor dá a vida pelas suas ovelhas”. Senhor Jesus Cristo

Se você tem fé em Deus, vive sob Sua proteção momento a momento. Temos um Deus que se importa
com cada um dos Seus. Ele é o nosso fiel protetor. Assim como um pai defende o seu filho, assim Deus

faz conosco.

Quando lemos o Salmo 23, nos deparamos com a seguinte expressão: “Mesmo quando eu andar por um
vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois Tu estás comigo; a Tua vara e o Teu cajado me
protegem” (Sl. 23.4). Que preciosa promessa, que maravilhosa proteção! a que você tem a temer diante
dessa Palavra? Ele guerreia no mundo espiritual por sua vida. Portanto, confie, descanse e desfrute da
proteção de seu Pai, a despeito de qualquer medo ou receio que estejam rondando sua vida e sua casa.
A proteção é um presente extraordinário de Deus, que revela sobre nós o caráter zeloso do Supremo

Pastor.
Página 10 de 14

A salmista nos diz: “Porque aos seus anjos Ele dará ordens a seu respeito, para que o protejam em todos
os seus caminhos” (Sl 91.11). Ainda que os caminhos pelos quais você se enveredou pareçam estar
confusos, errados e obscuros, a promessa do nosso Pastor é que Ele estará conosco em todos eles, nos
guiando em todo o tempo. Veja que até mesmo anjos recebem ordens a seu respeito, para guardarem e

protegerem você.

Muitas vezes, contudo, duvidamos do cuidado de Deus. Parece-nos que Ele realmente não ouve, não vê
e não percebe nossas necessidades. Mas a verdade é que Ele sabe bem tudo o que se passa em nossos
pensamentos e coração. As Escrituras declaram: “Observem as aves do céu: não semeiam, não colhem,
nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do
que elas?” (Mt. 6.26).

Há coisas que pensamos ser grandes ou difíceis demais para nós. E há coisas que pensamos ser
pequenas demais para que Ele se preocupe. Esquecemo-nos de que Deus pode realizar todas as coisas
num piscar de olhos. Uma viagem desejada, uma festa que não se tem dinheiro suficiente para realizar,
um imóvel que quer adquirir, até mesmo a vontade de comer algo especial ou alguma peça de roupa
desejada; diante dos impossíveis, inatingíveis ou improváveis, em cada diferente fase de nossas vidas,

Deus se manifesta com seu cuidado paternal.

A proteção é um presente extraordinário de Deus, que revela sobre nós o caráter zeloso do Supremo

Pastor.

Cada concretização do cuidado de Deus sobre a sua vida significa a resposta de uma oração e de
pensamentos, que muitas vezes você pensava que eram só seus. Mas não eram. Deus ouviu o seu clamor
e se ateve a realizar algo que estava em segredo em sua mente e coração. Esta é a profundidade do

cuidado e da proteção do Grande Doador.

Não se esqueça dessa verdade: Ele é um Deus de amor, capaz de realizar todas as coisas, mas sempre no
tempo e na forma determinados por Ele. Por isso, confie! O cuidado de Deus muitas vezes chegará até
você por caminhos aparentemente tortuosos e impossíveis, mas, por isso mesmo, merecerá o nome de

milagre.

Se Deus cuida até mesmo das aves do céu, não se lembrará de você? Não se preocupe! O cuidado de
Deus está sobre a sua vida, sobre suas orações e seus anseios - ainda que aos seus olhos nada esteja

acontecendo. Ele nunca se esquecerá de você.


Página 11 de 14

Você não precisa de amuletos, pois o Grande Doador deu a você toda a proteção. Você confia

plenamente Nele?

Jr. 17.7-8

“Bendito o homem que confia no SENHOR e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele é como a árvore
plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas
a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto”.

5 - O DOADOR DE GENEROSIDADE

“Vocês serão enriquecidos de todas as formas, para que possam ser generosos em qualquer ocasião e,
por nosso intermédio, a sua generosidade resulte em ação de graças a Deus.” 2 Co. 9.11

“A verdadeira generosidade para com o futuro consiste em dar tudo ao presente.” Albert Camus

Todo ato de amor e generosidade vem de Deus. Satanás não dá nada a ninguém, enquanto Deus deu e
sempre dará tudo. Como Pai, Ele deseja que Seus filhos sejam parecidos com Ele. Assim, toda vez em que
você doa algo, torna-se mais parecido com Deus e menos com O Inimigo. Todo cristão deveria ser mais
conhecido e reconhecido por sua generosidade do que por sua prosperidade. Pois a generosidade é uma
virtude dada por Deus, revelada quando alguém se dispõe a sacrificar seus próprios interesses em

benefício de outros. A Bíblia diz que Deus ama o generoso:

2 Co. 9.7-8

“Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama
quem dá com alegria. E Deus é poderoso para fazer que lhes seja acrescentada toda a graça, para que
em todas as coisas, em todo o tempo, tendo tudo o que é necessário, vocês transbordem em toda boa
obra.”

A generosidade deve preencher o coração alcançado pela graça. Se existe alguém que precisa ser
generoso, esse alguém é o salvo em Jesus, pois ele foi generosamente alcançado pela graça salvadora de

Cristo (Tito 2.11). Lemos em Mateus 10.8:

“Vocês receberam de graça; de em também de graça”. Ser generoso, portanto, não é uma escolha ou

opção, mas um eficiente testemunho de nossa salvação (Ef. 2.10).


Página 12 de 14

Vivemos em uma sociedade marcada pelo individualismo e egoísmo, na qual a generosidade parece ter
cada vez menos espaço. De fato, esse é um valor que vai na contramão da lógica e dos sistemas deste
mundo capitalista e caído no pecado. Contudo, a generosidade nasce do coração de Deus e é isso que

prevalecerá ao final de todas as coisas.

A generosidade deve preencher o coração alcançado pela graça.

Se possível, leia em sua Bíblia os capítulos 8 e 9 de 2 Coríntios. Os conceitos contidos nesses textos
podem ser identificados como uma “teologia da generosidade”. Seus versos tratam do amor vivido de
forma prática, ou seja, pautados pela generosidade. Nesses textos, entendemos que a generosidade é

uma atitude que gera bênçãos em sua vida e na dos outros, além de glorificar o nome de Deus.

O generoso é sempre alguém que semeia - e suas sementes culminarão em frutos para a glória de Deus:

2 Co. 9.6-7

“Lembrem-se: aquele que semeia pouco, também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura,
também colherá fartamente. Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por
obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.”

O princípio da semeadura é um princípio espiritual. O generoso entende que não sofre dano quando dá,
pois ao fazê-la, está lançando uma semente. Aquele que semeia sempre espera por uma colheita.
Enquanto a lógica do mundo diz que é ao reter que se enriquece, a lógica de Deus diz que é no dar que
receberemos ainda mais.

Esta é a promessa do Senhor para nós:

Pv. 11.24-25

“Há quem dê generosamente, e vê aumentar suas riquezas; outros retêm o que deveriam dar, e caem na
pobreza. O generoso prosperará; quem dá alívio aos outros, alívio receberá.”

Você pode e deve decidir praticar a generosidade em sua vida tanto dentro quanto fora da igreja, pois
essa é uma marca de um filho de Deus: “Todavia, assim como vocês se destacam em tudo: na fé, na
palavra, no conhecimento, na dedicação completa e no amor que vocês têm por nós, destaquem-se
também neste privilégio de contribuir.” (2 Co. 8.7). Mas para que você viva dessa forma, é necessário que
tenha desprendimento em relação à cultura de nossos dias, que prima sempre pelo reter e o acumular.
Página 13 de 14

Existem alguns cristãos que supõem que aqueles que não usufruem de bens materiais ou de riquezas são
de alguma forma amaldiçoados. Esse é um conceito bem antigo. Contudo, felizes não são aqueles que

têm muito, mas os que estão dispostos a repartir do que têm! Existe uma pequena história que diz:

“Um mendigo passou na porta de um espírita, um católico e um evangélico. Cada um deles tinha apenas
um pão: o espírita refletiu a respeito do desprendimento para o aperfeiçoamento espiritual, e com o
interesse na reencarnação doou todo o pão, preferiu ficar com fome e ganhar depois da morte, segundo
ele; o católico, na dúvida a respeito da salvação pela fé ou pelas obras, dividiu o pão ao meio, cada um
comeu a metade; e o evangélico pensou, bem, sou salvo pela graça, por meio da fé e não pelas obras, e
resolveu comer o pão sozinho e se prontificou a orar pelo mendigo”.

Que você não se assemelhe a absolutamente nada nessa anedota. O cristão genuíno é salvo pela graça
por meio da fé e não por obras. Mas é porque entende que já recebeu tudo, que também deve repartir e
praticar as boas obras para ele preparadas.

Somos devedores a Deus em todo e qualquer aspecto. Já estamos no lucro! Por isso, devemos dar sem
interesses. Dar do pão do céu e do pão de trigo, porque essa é a vontade de Deus, nosso Pai. Não existe
verdadeira vida cristã sem o repartir.

Está escrito: “Mas os justos dão com generosidade” (Sl. 37.21). Minha oração é que você seja muito
próspero, de forma que você, sua família e o Reino de Deus possam desfrutar daquilo que Deus lhe deu.
Contudo, se for para você se perder com as riquezas deste mundo, que você permaneça em suas

limitações, mas não perca as riquezas do céu!

“Rico sem generosidade é como uma árvore sem fruto.” Erpênio

Conclusão:

A menos que você compreenda que já tem o que precisa, nunca poderá desenvolver uma vida doadora.

Na revelação da Palavra, o lindo e rico elemento azeite está presente em atos que dizem respeito a você:
consagrar sua vida, curar suas feridas e iluminar seu caminho, ao dar luz às suas decisões e escolhas. A
própria Palavra de Deus explica bem tal ilustração grandiosa da satisfação que Deus deseja para nossa
vida: “O vinho, que alegra o coração do homem; o azeite, que lhe faz brilhar o rosto, e o pão, que

sustenta o seu vigor” (Sl. 104.15).


Página 14 de 14

Pare de viver uma vida insatisfeita. Deus já enviou tudo e bastante, culminando com a vinda do Seu único
Filho Jesus, para que você viva em Sua abundância de vida perfeita. A menos que você compreenda que
já tem o que precisa, nunca poderá desenvolver uma vida doadora. Só é possível fazer parte da dinâmica
de uma vida satisfeita em Deus quando você entender que é um devedor e não um cobrador, tanto de
Deus como das pessoas. Pare de dizer que os outros estão devendo, pois você é o maior devedor. O
cobrador não vive na satisfação, vive constantemente na secura do deserto.

Com o poder do nome de Jesus de Nazaré, não diga: “eu não posso”, “eu não sei” e “eu não vou”. Pelo
contrário, professe, profetize e declare: “eu tenho”, “eu posso” e “eu vou, em nome de Jesus!”. Sim, Ele já
fez e deu tudo. Você não precisa de prazeres hedonistas para desfrutar de uma vida de satisfação e

abundância. Em Jesus, encontramos a vida perfeita em todas as suas dimensões, de forma absoluta.

O Grande Doador se importa com a sua salvação e sua satisfação. Portanto, não retenha nada, mas
receba, descanse e reparta abundantemente com todas as pessoas da sua vida.

O Grande Doador já preparou tudo para a sua satisfação. Você a tem recebido e repartido? Não permita
que seus momentos de insatisfação pessoal lhe roubem a abundante satisfação que o Grande Doador
conquistou para você!

“Aquele que está sempre satisfeito, embora tenha tão pouco, é muito mais feliz do que aquele que está
sempre a cobiçar mesmo tendo tanto”. Matthew Henry