Você está na página 1de 3

Origens do Império Asteca

Tenochtitlan

Reis astecas

Expansionismo asteca

Tripla aliança

Códice Florentino
- sacrifício
- guerra
- nascimento de huitzilopotchi
- potchecas
- potchecas comércio
- potchecas yacatecuhtli
- potchecas guerreiros
- prostitutas
- doenças

Deuses
- Chicomecoatt. Chicomecoatl (nahuatl: Sete Serpentes) é a deusa asteca da
subsistência, em especial do milho, principal patrona da vegetação, e por
extensão, deusa da fertilidade. Chicomecoatl também pode ser chamada de
Xilonen (A peluda) referindo-se às barbas de milho no caso, considerada "Jovem
mãe do milho macio"ou do jilote, era assim protetora de uma das fases do ciclo do
milho. Xilonen também poderia ser chamada Centeocihat e foi casada com
Tezcatlipoca.
- Coatlicue. Seu nome significa deusa de saia de serpentes. Coatlicue é, na
mitologia asteca, a deusa da vida e da morte, mãe dos deuses, da lua e das
estrelas. Foi assassinada por sua filha Coyolxauhqui e seus filhos e vingada por
Huitzilopochtli. Era uma deusa sedenta de sacrificios humanas e ela é
representada, além da saia de serpentes, com um colar de coraçoes sacrificados.
- Coyolxauhqui. É a deusa simbolo da luna. Ela é representada com um corpo
desmembrado devido a que seu irmao Huitzolopoctli corto a sua cabeça ao ceu.
- Ehecatl. È uma das formas de Quetzalcoatl e deus dos ventos. Por seu sopo
ele move ao sol e faz a um lado a chuva. É o deus que deu aos homens a
capacidade de amar.
- Huitzilopochtli. Era um dos deuses originais dos astecas da epoca em que
eles eram uma tribu ao norte. Era o deus do estado e da guerra asteca. Era o
protetor da cidade de Mexico-Tenochtitlan. Se lhe ofereciam sacrificios de homens
de fala nahuatl e capturados em commbate.
- Mictlantecuhtli. É o deus dos mortos e soberano de Mictlan.
- Tezcatlipoca. É o senhor dos ceus e da terra, fonte da vida e protetor do
homem, origem do poder e da felicidade. Era considerado pelos toltecas como
deus do mal e da morte, mas para os mexicas, el e Quetzalcoatl eram deidades
gemeas e antagonicas.
- Tlaloc. É o deus da chuva, o senhor do trovão, do raio e do relampago. Eram
sacrificadas crianças para ele, ja que os mexicas o consideravam o responsavel
pelos periodos de seca e de chuva. Era associado ao paraiso, o Tlacocan, lugar
de onde provinha a agua. Ligado ao Chac Mool.
- Tlazolteotl. Era a deusa mexica da terra e do sexo e tinha como tarefa
eliminar o pecado. Era representada sempre na posiçao de estar pariendo ou
defecando, ja que para os mexicas os pecados da luxuria eram simbolizados com
os excrementos. Para eliminar os pecados ela, atraves de seus sacerdotes,
realizava a confisão de aqueles que estavam em perigo de morte e comia a sua
sujeira (pecados).
- Xipe Totec. É o deus guerreiro que representa a fertilidade e os sacrificios.
Seu nome significa nosso senhor despellejado devido a que se tirou a pele para
alimentar aos homens, e também senhor do milho que va germinar porque ele
perde a pele antes da germinação.
- Xochipilli. Era o deus asteca do amor, dos jogos, das beleza, da dança, das
flores, do milho e das canções. Seu nome deriva de duas palavras do idioma
nahualt: Xochi(flores) e pilli (príncipe) assim sendo Príncipe das flores. Sua esposa
era Mayahuel e sua irmã gêmea era Xochiquetzal.
- Xolotl. Irmao gemeo de Quetzalcoatl, era o guia dos na sua jornada para o
Mictlan.

Crianças.

Colégio.

Escravos

Você também pode gostar