Você está na página 1de 2

Pergunta.

No âmbito do cumprimento das orientações superiores sobre higiene e segurança no trabalho,


a empesa Bigfestas, que lida com materiais tóxicos (tintas, colas, etc.), pediu um estudo que
avaliasse conjuntamente as ocorrências de intoxicações (variável x) e o número de horas
(variável Y) que o trabalhador está em cada semana na zona mais tóxica das instalações. A
permanência nesta zona está estipulada em 1; 1,5 e 2 horas. A função de Probabilidade
conjunta das duas variáveis resultou o seguinte:

Y (horas)

X (intoxicações) 1 1,5 2

0 0,12 0,08 0,07

1 0,05

2 0,07 0,21

Sabe-se que a probabilidade de um trabalhador estar apenas 1 hora na zona mais tóxica é igual
a 0,27 e que P (X=1, Y=2) =2XP (X=1, Y=1,5). Com base nesta informação responda às questões
que se seguem:

A) Complete a tabela da função de probabilidade conjunta de (X, Y) e as respectivas


funções marginais. Justifique.

B) Determine a função distribuição marginal da variável número intoxicações do


trabalhador e através desta indique o 3º quartil da variável. Justifique

Tabela alternativa se não responder a A).

Y (horas)

X (intoxicações) 1 1,5 2

0 0,06 0,08 0,08

1 0,12 0,1 0,2

2 0,08 0,11 0,17

C) Determine o valor médio da variável Y. Comparando com a sua moda, o que diz da
assimetria Y?

D) Seleccione aleatoriamente 5 trabalhadores da empresa. Determine a probabilidade de


não haver mais de 2 trabalhadores que sofreram duas intoxicações numa
determinada semana. Explicite a lei de distribuição associada ao problema e justifique
os resultados.
E) O total de horas de horas mensais que um trabalhador da empresa permanece na zona
mais tóxica é uma variável aleatória com distribuição normal com média µ=5,5
horas/mês e desvio padrão de 0,75 horas. Assumindo os pressupostos de que
necessite, calcule a probabilidade de, escolhido um trabalhador ao acaso, o total de
horas de permanência na zona mais tóxica contabilizando dois meses consecutivos não
ser superior a 13 horas. Justifique os resultados.

Pergunta.2

A autarquia da cidade fez uma avaliação das partículas suspensas no ambiente laboral de uma
empresa que podem ter efeitos adversos na saúde. Foram feitas colheitas de partículas em
três locais de trabalho da empresa.

A) Durante 10 dias de laboração no local 1 foi feita uma colheita da concentração de


partículas. Determine um intervalo de 95% de confiança para concentração média de
partículas. Justifique. (ver tabela em anexo).

B) Realize um teste de hipóteses para averiguar se a concentração média das partículas


no local 2 é significativamente superior a 8 partículas/cm3. Justifique e indique os
pressupostos.

C) A tabela ANOVA que se apresenta a seguir tem os resultados estatísticos da


comparação da concentração de partículas nos três locais de trabalho da empresa.
Complete a tabela ANOVA, justificando os valores apresentados.
Em seguida, conclua se existem diferenças significativas nos locais de trabalho em
análise. Considere um nível de confiança de 95%. Indique as hipóteses em causa e o
pressuposto que assume. Justifique as suas afirmações e resultados. O que concluiu?

(caso não consiga obter o valor de F, considere que o valor-p associado é 0,058).
Sumário
Grupos ni ᵪ͂ Ѕᶦ² ANOVA
Local 1
Fonte de variação SQ gl MQ F
10 10,04 12,3
Entre Grupos 6,57 2
Local 2 15 9,3 40,9 Dentro de Grupos 29,8

Local 3 15 10,13 29,9 Total 11099,18