Você está na página 1de 17

DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005

APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004


FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 1/17

ÍNDICE DE REVISÕES

REVISADO
REV. DATA DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS
POR

0 20/12/04 Santini Emissão original


0 15/07/05 Santini Emissão como Diretriz Técnica

PADRÃO DE APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSO ESTOJO


CONFORME NORMA ASME
1/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 2/17

1- Especificação técnica dos parafusos estojos e respectivas porcas


Parafuso estojo especificação
SA193 Gr. B7, SA320 Gr. L7, SA193 Gr. B8 e SA193 Gr.16
Tipo de rosca:
a- diâmetro de ½” a 1”
estojo ASME B1.1 UNC classe 2A
porca ASME B1.1 UNC classe 2B
b- diâmetro maior ou igual a 1 1/8”
estojo ASME B1.1 UN 2A, 8 fios por polegada
porca ASME B1.1 UN 2B, 8 fios por polegada
Duas porcas sextavadas série pesada de especificação, respectivamente:
SA194 Gr. 2H, SA194 Gr. 4, SA194 Gr.8 e SA194 Gr. 4.

Obs.: Para uso marítimo o SA193 Gr. B7 deve ter revestimento dos estojos e porcas com
Zinco Níquel (ZN-Ni) ASTM B841, Classe 1, Tipo B/E, Grau 5 a 8, com alívio de tensões
e de hidrogênio e testes suplementares S1, S2 e 3, conforme normas ASTM B849 e
ASTM B850.

2- Métodos de aperto do parafuso estojo na montagem ou instalação


O método para aperto deve ser selecionado conforme a tabela a seguir, a partir do
serviço do equipamento ou tubulação, de acordo com o código ASME B31.3 Process
Piping.

Serviço Método de aperto Observações


Categoria D Montagem manual com chave de boca É o método mais impreciso.
conforme ou de impacto, sem controle do Ver tabela no item 2.2 a seguir.
ASME B31.3 alongamento.
Normalmente aplicável até no máximo
parafuso estojo menor ou igual a ¾” de
diâmetro nominal.
Serviço Máquina de torque ou torquímetro sem É normal um erro de até 30% entre a
Normal controle do alongamento. força a aplicada e a requerida por
conforme Normalmente aplicável para parafuso cálculo, devido ao atrito entre as
ASME B31.3 estojo até 1 ¾” de diâmetro nominal. superfícies roscadas e da porca e a
face do flange.
Serviço Crítico Máquina hidráulica tensionadora com o É o método mais preciso, se
conforme controle do alongamento do parafuso conseguindo que o erro, entre o valor
ASME B31.3 estojo. da força aplicada e a força requerida
O uso desse método requer um trecho por cálculo, seja inferior 10%.
roscado, no mínimo igual ao seu
diâmetro nominal do parafuso estojo,
além da face externa de cada porca.

2.1- Serviços
2.1.1- Serviço Categoria D conforme ASME B31.3

2/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 3/17

Serviços com um baixo potencial de risco, sob o ponto de vista de segurança,


continuidade operacional e meio ambiente, se ocorrer vazamento.
Exemplos de sistemas que geralmente são de baixo risco, mas não limitados a estes,
estão a seguir:
a- fluido não inflamável, não tóxico, não nocivo ao homem e ao ambiente, com pressão
de projeto inferior a 10 kgf/cm² man e temperatura de projeto inferior a 85ºC;
b – Águas em geral (de incêndio mancal, industrial, resfriamento e potável);
c - Vapor de baixa e média pressão;
d - Condensado de baixa e média pressão;
e- Ar de serviço e instrumentação.

2.1.2- Serviço Normal conforme ASME B31.3


Serviços com um médio potencial de risco, sob o ponto de vista de segurança,
continuidade operacional e meio ambiente, se ocorrer vazamento.
Exemplos de sistemas que geralmente são de médio risco, mas não limitados a estes,
estão a seguir:
a - Hidrocarbonetos com temperatura menor que 250ºC, localizados dentro ou entre
unidades de processo.
b - Água e vapor d’água que operem em pressões até 50 kgf/cm2 m..
c - Produtos químicos: soda cáustica, DEA e ácido sulfúrico.

2.1.3- Serviço Crítico conforme ASME B31.3


Serviços com um alto potencial de risco, sob o ponto de vista de segurança, continuidade
operacional e meio ambiente, se ocorrer vazamento.
Exemplos de sistemas que geralmente são de alto risco, mas não limitados a estes,
estão a seguir:
a - Gases inflamáveis que são auto-refrigerantes e podem causar fratura frágil em caso
de vazamentos ou produtos voláteis que podem causar nuvens tóxicas ou poluentes;
b- Hidrocarbonetos cujo ponto de ebulição estão acima da temperatura ambiente, como
por exemplo C2, C3 e C4;
c - Produtos que apresentam H2S com teor maior que 3% em peso;
d - Produtos com temperatura maior que 250ºC;
e - Produtos que apresentem pressão parcial de H2 superior a 4,5 bar;
f - Produtos tóxicos ou letais;
g- Produtos em pressão acima de 50 kgf/cm² man;
h- Vapor d’água de alta pressão acima de 50 kgf/cm² man;
i- Gás inflamável: gás residual de processo, GLP, gás combustível, gás natural e gás
para tocha;
j- Produto tóxico “categoria M” da norma ASME B31.3;
k- Linhas ligadas a máquinas rotativas
l- Linhas de hidrocarbonetos e produtos químicos com elevado nível de vibração;
m- Produtos poluentes tipo VOC “Volatile Organic Compounds”.
2.2- Método do aperto manual com chave de impacto

3/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 4/17

Verificação se o aperto previsto com o uso de chave de impacto, conforme ASME VIII 1
Appendix S “Design Consideration for Bolted Flange Connections”, atende ao ASME
PCC1 - 2000 “Guidelines for pressure boundary bolted flange joint assembly”.

A tensão desenvolvida no parafuso, quando apertado manualmente, com chave de boca:


d: diâmetro nominal do parafuso em pol.
S (psi) = 45000

 (pol) S (psi) Tensão S/Sy para estojo B7 Comparação com a


resultante no estojo  < 2 ½” indicação do ASME
(Sy = 105.000 psi) PCC – 1 (50% Sy)

1/2 63650 0,600 OK

5/8 56960 0,542 OK

3/4 51960 0,495 OK

2.3- Método do aperto por máquina de torque


2.3.1- Tabela de aperto por torque do parafuso estojo SA193 Gr. B7
Baseado nas seguintes premissas do ASME PCC1 - 2000 “Guidelines for pressure
boundary bolted flange joint assembly”.
a- Tensão de aperto igual a 345 MPa (50 ksi), ou seja aproximadamente 50% da tensão
de escoamento, considerando a área da raiz.
Esta tensão é considerada adequada para juntas flangeadas, usando o parafuso
SA193 Gr. B7, exceto quando a junta de vedação é do tipo metálica de anel plano e
de anel ovalado (“RTJ gasket”).
Caso seja necessário adotar outros valores de tensão de aperto, usar a relação:

Torque novo = ( Tensão definida para o aperto ) (Torque tabelado para o ASTM A193 B7)
345 MPa ou (50ksi)
b- Fator de atrito:
i- Parafuso estojo novo revestido com resina Poliamida;: 0,12
ii- Parafuso estojo reutilizado: 0,16
c- Lubrificação:
i- Para os parafusos novos, com revestimento de Poliamida, não usar lubrificante
no primeiro aperto.
Após uso, aplicar lubrificante adequado nas roscas do parafuso e das porcas,
além da superfície de apoio das porcas.
Não aplicar lubrificante na junta de vedação ou nas superfícies de contato da junta.
ii- Atenção na escolha do lubrificante, que deve ser quimicamente compatível com o
material do parafuso e das porcas e com a temperatura de operação, em particular
4/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 5/17

não causando corrosão sob tensão.

Esclarecimento sobre o revestimento de parafuso estojo com poliamida (Ver também


ASME B1.1 sobre fabricação de parafusos e estojos revestidos
The polyamide patch coating (DIN 267/28) is a process whereby High thread locking action and excellent for
an elastic plastic material (Polyamide) is applied to part of a adjusting bolts
thread which creates a jamming action during the tightening of a
nut. This security aspect may be essential for
The play between the bolt and nut is taken up by the Polyamide certain applications of standard parts.
thus ensuring maximum surface contact between the uncoated
thread areas. Stockholding of liquid glue is eliminated.
This process counteracts the loosening and unscrewing of the
parts. Multi use is possible whereby the jamming
There is no setting time required. The thread contact is effect after the fifth removal is still around
instantaneous. The feather edge of the Polyamide deposit 50% of its original strength.
prevents breakage.
Threads with polyamide patching have unlimited stock life. Temperature range from -50 to +90?C (short
duration 120?C)

High chemical stability .

2.3 .2- Fórmula para cálculo do torque a aplicar


No caso de outros coeficientes de atrito ou outros materiais utilizar o método a seguir
para o cálculo do torque de aperto.

5/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 6/17

2.4- Método do aperto com máquina tensionadora ou tracionadora


6/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 7/17

Para o aperto pelo alongamento do parafuso estojo, a medida a ser controlada deve ser
calculada a fórmula com a seguir.

3- Dispositivos para medição e controle do aperto aplicado


Independentemente do método utilizado no aperto, manual, torque ou alongamento, ele
será satisfatório se for utilizado em conjunto com uma técnica que permita medir
diretamente a tensão ou da força aplicada, para comparação com o aperto especificado.
Técnica de medição Fornecedor Vantagem Desvantagem
3.1- Uso de micrômetro para controle Necessário Sem requisito Processo de execução
da elongação residual, com a apenas um especial demorada.
medição do comprimento do parafuso micrômetro
estojo antes e após a aplicação do calibrado
aperto.
3.2- Controle da elongação do ROTABOLT Não necessita de Exige a compra de
parafuso estojo com a técnica do pino Pre-load medições do estojos previamente
– indicador encravado no núcleo do Control System parafuso estojo, preparados.
parafuso estojo, que acompanha a nem requer Uso restrito a cada
sua deformação devida ao aperto. compensação de ligação flangeada
Ver Fig. 1. temperatura
3.3- Uso de arruela calibrada para FASTORQ Não requer Exige medição antes e
indicar determinada força aperto. Direct Tension compensação de após a aplicação do
Ver Fig 2. Indicators temperatura aperto.
Uso restrito a cada
ligação flangeada.
3.4- Uso de aparelho que mede, por HYDRATIGHT Permite a utilização
ultra-som, a tensão resultante no BoltScope II em qualquer
parafuso estojo no aperto de ligação flangeada.
montagem e a tensão residual FASTORQ
durante a operação. BoltMike III
Ver Fig. 3. .
Fig.1- Pino indicador de aperto conforme a norma ASME PCC-1
7/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 8/17

Fig. 2- Arruela calibrada para indicar


determinada força aperto

APARELHOS DE MEDIÇÃO DE TENSÃO PLICADA EM


PARAFUSOS ESTOJOS
8/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 9/17

APARELHOS DE MEDIÇÃO DE TENSÃO PLICADA EM PARAFUSOS ESTOJOS


Características Aparelho da Aparelho da FASTORQ /
HYDRATIGHT / BRASILCO BoltMike III
CIAGERAL
BOLTSCOPE II
Portátil Sim Sim

Medição por Ultra-som Sim Sim


“pulse echo technique”
Dimensões 190 x 140 x 58 mm 190 x 140 x 56 mm

Peso 1,14 kgf com as 1,1,4 kgf com as baterias


baterias
Medições: força de aperto Sim Sim
alongamento Sim Sim
tensão de aperto Sim Sim
Software próprio para Sim Sim
análise e relatórios de dados Stress ware Windows
PC IBM
Display High resolution LCD High resolution LCD
¼ VGA ¼ VGA
Compensação automática Sim Sim
de temperatura Opera de –10 a 80ºC Opera de –10 a 50ºc
Comprimento máximo do Até 6,4 m
parafuso
Preço (Nov/2004) 9850,00 Libras R$ 68380,00
inglesas cada cada
Treinamento Grátis para a compra
de 10 unidades
Capacidade de 12 materiais mais 12 materiais mais comuns
arquivamento comuns até 10000 parafusos
até 10000 parafusos
Baterias 5 “AA” Alkaline 5 “AA” Alkaline
ou Ni Card ou Ni Card
Duração das baterias 40 horas 40 horas

Garantia 2 anos 2 anos

Fig 3 – Medidores da tensão aplicada com ultra-som

9/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 10/17

a- HYDRATIGHT

b- FASTORQ

10/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 11/17

11/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 12/17

4 - Procedimento de aplicação do aperto dos parafusos estojos baseado no ASME


PCC1 - 2000 “Guidelines for pressure boundary bolted flange joint assembly”.

Independente do método utilizado no aperto a seguinte seqüência, conhecida como


“padrão cruzado” deve ser utilizada.

4.1- Seqüência de Incremento do aperto

Exceto para os “rounds” 4 e 5, devem ser medidos os “gaps” entre os flanges, ao longo
da circunferência, para verificar a uniformidade do aperto.

Flanges com até 8 parafusos estojos Em 4 pontos igualmente distantes.


Flanges de 12 a 32 parafusos estojos Em cada parafuso estojo.
Flanges de com mais 32 parafusos estojos Em 16 pontos igualmente afastados.

12/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 13/17

4.2- Seqüência de aperto

13/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 14/17

4.3- Lubrificante
14/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 15/17

Para as aplicações correntes, até temperatura da ordem de 400ºC, utilizar o lubrificante


à base dissulfeto de molibdênio.
Acima empregar lubrificante à base de Níquel.

5. Acabamentos recomendados para a face do flange em função do tipo de junta

6- Tolerância de paralelismo entre os flanges

7- Tolerâncias de alinhamento entre os flanges

15/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 16/17

8- Requisitos de contratação especializada para os serviços de aperto de


parafusos e de parafusos estojos
Deverá haver um contrato de prestação de serviço de instalação e montagem de
aperto de parafusos e de parafuso estojos das ligações flangeadas assinado
diretamente com a.Gerência de Manutenção Industrial.

É responsabilidade do Contratado:
a- Utilizar procedimento por escrito, baseado no Procedimento Petrobras,
previamente aprovado, de inspeção, montagem e acompanhamento de ligações
flangeadas;
b- Notificar qualquer indicação de vazamento e não-conformidades ocorridas ou
encontradas;
c- Providenciar todas as ferramentas de execução e controle do aperto, que atendam
ao procedimento da Petrobras.
d- Ter em seu quadro todo o pessoal se supervisão e execução, qualificados e
certificados para a função.
e- Apresentar relatório diário de execução e controle do aperto e de
acompanhamento das ligações flangeadas.
f- Para cada ligação flangeada, particularmente as de categoria “Serviço Crítico”,
deverá haver um prontuário, etiquetado na própria ligação, contendo:
f.1- condições de operação, projeto e teste de pressão;
f.2- desenho esquemático da ligação, contendo a lista dos componentes (flanges,
parafusos estojos e porcas, arruelas, juntas de vedação, sistema de molas de
aperto constante, especificação técnica de cada um;
f.3- cálculo do aperto;
f.4- registros das medições de: defeitos superficiais das faces de vedação;
planicidade e alinhamento dos flanges;
f.5- valor de aperto aplicado, lubrificante, método aplicado e medição da tensão
residual;
f.6- antecipação de possíveis problemas e recomendações;
f.7- nomes e registros dos executantes.
As seguintes empresas, com representação no Brasil, prestam esse serviço de
aperto de parafusos e parafusos estojos.
16/17
DIRETRIZ TÉCNICA - AB-RE/ES/TEE DT-AB-RE/ES/TEE-005
APERTO DE MONTAGEM DE PARAFUSOS EM JUNTAS DATA: 20/12/2004
FLANGEADAS REVISÃO: A
AB-RE FOLHA : 17/17

HYDRATIGHT Products & Services CIAGERAL


Sr Luiz Antonio Buarque Macedo

FASTORQ Bolting Systems BRASILCO


Sr Elias Cunha
esrcunha@brasilco.com.br
HYTORC HYTORC do Brasil
Engº Ronald Carreteiro
21-2223 2944

17/17